Notícias



Conselho realiza terceira edição do Conversando com o CREF2/RS na próxima quinta-feira
10/09/2020
Fonte: CREF2/RS

O Conselho está realizando uma série de encontros com os profissionais de Educação Física, de maneira online. O evento “Conversando com o CREF2/RS” conta com a participação dos integrantes do Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) e do assessor de fiscalização Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS), tendo como tema principal as ações que estão sendo feitas pelo CREF2/RS durante a pandemia.

A terceira edição desta atividade vai ocorrer na próxima quinta-feira, dia 17 de setembro, e será dedicada àqueles que atuam Novo Hamburgo, Canoas, Guaíba e demais cidades próximas. O evento iniciará às 20h, pelo Instagram do CREF2/RS.

A COF é composta pelos conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), Carla Pretto (CREF 006564-G/RS), Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS), Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS). A programação completa do “Conversando com o CREF2/RS” está disponível neste link.

Conversando com o CREF2/RS – Novo Hamburgo, Canoas e Guaíba
17 de setembro, quinta-feira, às 20h
Convidados: Alessandro Gamboa, Luciane Citadin e Samuel de Almeida

Cidades contempladas:

Região Canoas: Barão, Brochier, Canoas, Capela de Santana, Esteio, Harmonia, Maratá, Montenegro, Nova Santa Rita, Pareci Novo, Salvador do Sul, São José do Sul, São Pedro da Serra, São Sebastião do Caí, Sapucaia do Sul, Tabaí, Triunfo e Tupandi.

Região Novo Hamburgo: Araricá, Campo Bom, Dois Irmãos, Estância Velha, Ivoti, Lindolfo Collor, Morro Reuter, Nova Hartz, Novo Hamburgo, Portão, Presidente Lucena, Santa Maria do Herval, São José do Hortêncio, São Leopoldo e Sapiranga.

Região Guaíba: Alvorada, Arambaré, Arroio dos Ratos, Barão do Triunfo, Barra do Ribeiro, Butiá, Cachoeirinha, Camaquã, Cerro Grande do Sul, Charqueadas, Chuvisca, Dom Feliciano, Eldorado do Sul, General Câmara, Glorinha, Gravataí, Guaíba, Mariana Pimentel, Minas do Leão, São Jerônimo, Sentinela do Sul, Sertão Santana, Tapes e Viamão.


conversando com o cref novo hamburgo canoas guaíba



CREF2/RS promove encontros virtuais sobre ações durante a pandemia
20/08/2020
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vai realizar, a partir da próxima semana, uma série de encontros com profissionais de Educação Física, através de videoconferências. O evento “Conversando com o CREF2/RS” contará com a participação dos integrantes do Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) e do assessor de fiscalização Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS), tendo como tema principal as ações que estão sendo feitas pelo Conselho durante a pandemia.

A proposta do “Conversando com o CREF2/RS” é aproximar o Conselho dos registrados, mesmo que de forma online. Nos encontros, os participantes poderão tirar dúvidas sobre a atuação profissional, sobretudo neste período de COVID-19, e também ficar por dentro das iniciativas que estão sendo tomadas pelo Conselho, no âmbito de cada região, para o fortalecimento da categoria.

O evento iniciará na próxima quinta-feira, dia 27 de agosto, e será dedicado aos profissionais que atuam em Porto Alegre. As outras edições, que ocorrerão entre setembro e novembro, vão contemplar as demais regiões do Estado. O link de participação, através da plataforma Google Meet, será divulgado nas redes sociais do CREF2/RS sempre no dia de cada atividade. Não deixe de nos acompanhar no Facebook e no Instagram.

A COF é composta pelos conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), Carla Pretto (CREF 006564-G/RS), Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS), Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS). Confira a programação completa do “Conversando com o CREF2/RS” abaixo:

27 de agosto, quinta-feira, às 20h
Conversando com o CREF2/RS – Porto Alegre
Convidados: Alessandro Gamboa, Carla Pretto e Samuel de Almeida

3 de setembro, quinta-feira, às 20h
Conversando com o CREF2/RS – Região 2
Cidades contempladas: Caxias do Sul, Capão da Canoa e Taquara, assim como demais municípios das proximidades
Convidados: Alessandro Gamboa, Carla Pretto e Samuel de Almeida

17 de setembro, quinta-feira, às 20h
Conversando com o CREF2/RS – Região 1
Cidades contempladas: Canoas, Novo Hamburgo e Guaíba, assim como demais municípios das proximidades
Convidados: Alessandro Gamboa, Luciane Citadin e Samuel de Almeida

1º de outubro, quinta-feira, às 20h
Conversando com o CREF2/RS – Região 3
Cidades contempladas: Erechim, Passo Fundo, Santa Cruz do Sul e Lajeado, assim como demais municípios das proximidades
Convidados: Alessandro Gamboa, Carla Pretto e Samuel de Almeida

22 de outubro, quinta-feira, às 20h
Conversando com o CREF2/RS – Região 4
Cidades contempladas: Santo Ângelo, Cruz Alta, Ijuí, Santa Rosa e Palmeira das Missões, assim como demais municípios das proximidades
Convidados: Alessandro Gamboa, Carlos Castilhos e Samuel de Almeida

5 de novembro, quinta-feira, às 20h
Conversando com o CREF2/RS – Região 5
Cidades contempladas: Pelotas, Bagé e Cachoeira do Sul, assim como demais municípios das proximidades
Convidados: Carla Pretto, Carmen Masson e Samuel de Almeida

16 de novembro, quinta-feira, às 20h
Conversando com o CREF2/RS – Região 6
Cidades contempladas: Uruguaiana e Santa Maria, assim como demais municípios das proximidades
Convidados: Carla Pretto, Luciane Citadin e Samuel de Almeida


conversando com o cref porto alegre



Eduardo Bedin: quebrando barreiras e superando desafios
17/06/2019
Fonte: CREF2/RS

"Nunca desista de seus sonhos!”. Com este pensamento sempre presente, o profissional de Educação Física Eduardo Bedin (CREF 026673-G/RS) enfrentou com leveza e bom humor todos os empecilhos que a sociedade impõe aos deficientes e, derrubando todos os preconceitos, se tornou uma das primeiras pessoas com Síndrome de Down a se formar em Educação Física no Estado, assim como o graduado pela ULBRA Guaíba Igor Becker (CREF 015310-G/RS). Eduardo nasceu em Porto Alegre há 28 anos. Em 2017, ele licenciou-se em Educação Física pela UNOPAR e, de acordo com dados do Movimento Down, portal filiado à Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down, ele é uma das 74 pessoas com Down no Brasil que cursam ou que já se formaram no Ensino Superior até 2019.

A chegada de uma criança com deficiência em uma família pode gerar situações complexas e resultantes da falta de preparo e informação adequada para lidar com os sentimentos que surgem nesse momento. Quando Eduardo nasceu, a notícia da Síndrome foi colocada de maneira chocante pelo pediatra. “Teu filho tem mongolismo! Isso não cura”, relembra sua mãe, Neuza Leite. A atitude brutal do profissional da área médica foi o pontapé inicial para que os pais enfrentassem o desafio de buscar caminhos para viabilizar uma vida de superação. “Graças ao Centro Lydia Coryat, familiares, alguns amigos, além de profissionais responsáveis e dedicados, a vida começou a acontecer”, recorda. Ela explica que Eduardo iniciou sua ambientação escolar com um acolhimento amoroso no maternal, recebendo toda a atenção das professoras.

Registrado no CREF2/RS desde maio de 2018, Eduardo sempre teve uma rotina muito ativa, trabalhando profissionalmente como auxiliar técnico de judô, ao mesmo tempo que estudava em vários cursos para aprimorar as suas habilidades. Atualmente, desenvolve atividades esportivas junto a outras pessoas com deficiências na Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Deficiência, de Funcionários do Banco do Brasil e da Comunidade (APABB-RS). O projeto tem a coordenação de Fábio Izaguirre (CREF 005430-G/RS), judoca filiado à Federação Gaúcha de Judô (FGJ), e que trabalha de forma voluntária.

Eduardo também participa da Associação Judoística (AJURGS) e é chefe da Tropa Escoteira do Grupo Escoteiro Souza Lobo, localizado no bairro Sarandi, em Porto Alegre, além de ser membro da Associação dos Familiares e Amigos do Down (AFAD Porto Alegre), entidade a qual ele representa como suplente no Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência de Porto Alegre. De acordo com sua mãe, o trabalho voluntário tem permitido que Eduardo encare os compromissos com mais responsabilidade, notadamente com relação a horários e convivência.

Formatura e romance

Carismático e determinado, no dia da sua formatura Eduardo conquistou o coração da violonista e bailarina Florença Sanfelice, também com Síndrome de Down. Ela havia sido contratada para tocar na cerimônia, mas nessa noite ganhou também um namorado e um excelente amigo. “Estou muito apaixonado!”, é como ele mesmo se define. Os seus planos de vida incluem a independência própria e o futuro casamento.

Eduardo cursou a antiga primeira série em uma escola pública estadual e teve a felicidade contar com professoras amorosas e competentes, que o alfabetizaram e fizeram sentir-se incluído no ambiente escolar. Mas também existiram muitas experiências ruins em sua vida. “Há duas escolas de Porto Alegre das quais nem quero lembrar por serem preconceituosas e fechadas, o que me causou muito desalento”, recorda.

Quando Eduardo concluiu o Ensino Fundamental pela EJA, pois sentia-se constrangido em meio a crianças e preferia conviver com adultos, Neuza foi nomeada como assistente social para a Prefeitura de Rosário do Sul. “Ao chegar lá, as portas da Escola Estadual Plácido de Castro foram abertas, sendo imediatamente incluído no Grupo de Danças. Foi incrível! Fiz uma bela festa de formatura pensando que a vida escolar do meu filho estava sendo encerrada ali”, diz Neuza.

Mas a vida ainda reservava um grande objetivo a ser alcançado pela mãe e seu filho. “Quando fui fazer a minha matrícula para cursar Direito, o Eduardo estava junto.Ao sairmos da universidade, ele perguntou: “E a minha faculdade?” Coincidentemente estava sendo aberto o curso de Educação Física. Então cancelei a minha faculdade e investi na dele”, recorda. “O resultado felizmente foi o melhor possível. Estamos muito orgulhosos”, comemora Neuza.


Eduardo Leite Bedin



Fortunati fala no CREF2/RS sobre obras da Copa e revitalização da Orla
07/05/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última sexta-feira, dia 3 de maio, o CREF2/RS recebeu José Fortunati, ex-prefeito de Porto Alegre. Ele esteve no Conselho para esclarecer as obras da Copa do Mundo, além de conversar sobre a revitalização da Orla do Guaíba e o novo trecho do projeto. Fortunati foi a primeira autoridade a aceitar o convite para participar de uma série de diálogos promovidos na sede do CREF2/RS, e que pretende trazer políticos, dirigentes e esportistas que contribuem para o esporte, para a atividade física e para a profissão de Educação Física.

De acordo com ex-Prefeito, em 2008 foram abertas as candidaturas das cidades para sediar a Copa do Mundo. Assim que finalizaram as inscrições, os dados foram levados à FIFA, com previsão de oito sedes escolhidas. Fortunati afirmou que o ex-presidente Lula cometeu um equívoco ao impor 12 sedes, pois várias das cidades incluídas nesta lista não tinham tradição no futebol. O resultado foi estádios que viraram verdadeiros elefantes brancos, a exemplo de Brasília, que teve a construção da arena mais cara no país e que atualmente tem uma média de cinco mil torcedores nos jogos lá disputados.

Quando Porto Alegre acabou sendo escolhida uma das cidades-sede, a FIFA enviou à Prefeitura as exigências a serem cumpridas para que a capital gaúcha pudesse receber a Copa do Mundo. “Nós já estávamos negociando com o Sport Club Internacional, que garantiu reformar o Beira-Rio de acordo com as normas da FIFA. Porto Alegre foi a única cidade entre as 12 sedes que não injetou recursos públicos em estádios. Para tanto, nós abrimos mão dos impostos ISSQN em troca do empréstimo gratuito do Beira-Rio durante a Copa”, esclareceu.

Outra demanda da FIFA era a modernização do Aeroporto Salgado Filho, obra que foi totalmente realizada pela Infraero. A terceira exigência foi estabelecer regras de segurança. “Para isto, foi feito um processo de revitalização, que foi facilitado devido a ótima localização do estádio. Contudo, tivemos de retirar comerciantes irregulares que atuavam há muitos anos na área, além das quadras de duas escolas de samba”. Para melhorar o acesso ao estádio, foram duplicadas a avenida Beira Rio e corredores de ônibus da avenida Padre Cacique. “Isto só aconteceu porque renegociamos com o Governo Federal mais recursos no caderno de encargos da Copa, atingindo o montante de R$ 140 milhões”.

Fortunati percebeu que poderia incluir as principais obras de mobilidade da cidade em uma nova negociação. “Então, celebramos em Brasília a aprovação dos projetos de melhoramentos para avenida Tronco, Terceira Perimetral, Elevada da Rodoviária e a duplicação das avenidas Voluntários da Pátria e Severo Dullius, no valor de R$ 888 milhões”. Porém, nem tudo ocorreu como previsto. Entre as dificuldades que provocaram o atraso na entrega das obras, Fortunati enumera a descoberta de solo arenoso e de uma imensa rocha durante as escavações, a obrigação do Ministério Público de que se trocasse o turno diurno de trabalho dos operários pelo noturno, encarecendo e atrasando as obras, e uma devastadora crise econômica em nível nacional.

Revitalização da Orla do Guaíba

Em relação à revitalização da Orla do Guaíba, o ex-Prefeito explicou que os recursos iniciais foram contratados em 2016 com a Corporação Andina de Fomento, apesar de problemas havidos anteriormente com o projeto do VLT. “Ainda assim obtivemos um empréstimo de 90 milhões de dólares e contratamos o arquiteto e urbanista Jaime Lerner para realizar o projeto”. Simultaneamente em Brasília, ocorria o escândalo político da Lava Jato, que tirou o completamente o foco do Senado sobre projetos e obras no país. Mesmo assim, em um esforço da bancada de senadores gaúchos, o empréstimo foi aprovado.

O ex-Prefeito explicou que a terceira fase do projeto, que irá urbanizar a área que vai da foz do Arroio Dilúvio ao Parque Gigante, em frente ao Beira-Rio, será voltado para a atividade física. “Esta fase tem uma vocação esportiva, com 27 quadras de futebol society, infantil, poliesportiva, tênis, vôlei de praia e tênis de praia. Também terá a maior pista de skate da América Latina, além de academia ao ar livre e para a melhor idade e parque infantil”, explica.

Fortunati finalizou afirmando ser contra a extinção da Secretaria Municipal de Esportes. “Acho uma lástima que se tenha uma ideia equivocada, e muito propagada pela grande mídia, que defende pura e simplesmente a redução do número de Secretarias”. Ele também disse estar convencido que a reforma administrativa promovida pelo atual prefeito é um desastre, e afirmou que esta análise é corroborada por técnicos de vários órgãos municipais.


Fortunati



Novos conselheiros e Diretoria do CREF2/RS tomam posse
30/10/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou, ontem à tarde, dia 29 de outubro, a cerimônia de posse dos seus novos conselheiros. O evento, organizado na Câmara Municipal de Porto Alegre, marcou o início do mandato de seis anos de metade dos membros do Plenário, que foram escolhidos pelos profissionais de Educação Física nas eleições de setembro.

Com a presença de representantes do Governo do Estado, da Prefeitura, da Federação Internacional de Educação Física (FIEP) e de outros Conselhos Profissionais, os presentes foram conduzidos aos seus cargos pela ex-presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que também fez o discurso de abertura. Ela salientou o crescimento do CREF2/RS nos últimos anos e os desafios que serão enfrentados para uma maior valorização dos profissionais no futuro.

Os novos membros do Plenário, com os demais conselheiros eleitos, ainda se reuniram para eleger a Diretoria do CREF2/RS para os próximos três anos. Atuando fortemente em nome dos profissionais de Educação Física, a nova gestão assume com o compromisso reabrir o CREF Serra e de criar representações regionais, de buscar a redução dos valores de anuidades, de trabalhar pela diminuição das taxas pagas ao ECAD, de aumentar e qualificar as ações de fiscalização e de proporcionar uma maior participação do Conselho na construção de políticas públicas, lutando também contra os cursos EAD na área.

A nova diretoria do CREF2/RS é composta por:

Presidente: José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, José Edgar foi subsecretário de Esportes do Rio Grande do Sul, diretor técnico da Fundergs e, recentemente, Secretário Municipal de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre, de 2010 a 2016.

1º Vice-Presidente: Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, Giovanni é pós-graduado em Treinamento Desportivo e diretor da CB Brasil – Saúde Sport e Fitness.

2º Vice-Presidente: Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS)
Graduado pelo IPA e pós-graduado em Ciências da Saúde e em Administração e Marketing Esportivo, Alessandro é sócio-diretor da G2 Sports e consultor de academias.

1º Secretário: Claudio Franzen (CREF 003304-G/RS)
Graduado em Educação Física e pós-graduado em Dança e Consciência Corporal pela Universidade Gama Filho, Claudio é mestre em Pedagogia em Educação Física e pentacampeão mundial de Ginástica Aeróbica. Atualmente é Gestor de Esporte da Prefeitura de Porto Alegre.

2º Secretário: Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS)
Graduado pela UFRGS e doutor em Ciências do Esporte, Eduardo é o atual coordenador do curso de Educação Física da UFPel. Foi professor da Ulbra e presidente do CREF2/RS entre 2010 e 2014.

1º Tesoureiro: Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UFRGS, Alessandro é mestre em Reabilitação e Inclusão pelo IPA e também pós-graduado em Ergonomia do Trabalho e em Gestão de Pessoas Estratégicas e Negócios. Atualmente é diretor da GPA Soluções em Educação e Saúde Corporativa.

2ª Tesoureira: Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA e pós-graduada em Treinamento Desportivo e em Cinesiologia, Luciane foi coordenadora das academias Bodytech e INEXX. Atualmente é coordenadora técnica da Sogipa e presidente da APEF, desde 2015.

Os demais membros recém-eleitos do CREF2/RS:

Luciane Paz (CREF 003952-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, Luciane é pós-graduada em Gestão de Academia. No momento, atua como personal trainer e instrutora de diversas academias, como Espaço Ativo, Academia Alternativa e Academia Moinhos Fitness.

Bruno Araújo (CREF 012860-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UFpel e pós-graduado em Reabilitação Cardíaca pela Universidade Gama Filho, Bruno é sócio-proprietário da Academia Moinhos Fitness, de Pelotas.

Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UCS, Carla é pós-graduada em Educação Física Escolar pela Universidade Gama Filho e mestre em Reabilitação e Inclusão pelo IPA. É proprietária da Academia Físico Fashion e criadora do programa de exercícios físicos para crianças Serelepe Fit.

Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA e pós-graduado em Ciências do Esporte e em Fisiologia do Exercício, Carlos foi campeão de gaúcho de Ginástica Aeróbica em diversas oportunidades e desde 1998 atua como personal trainer em academias e condomínios.

Rodrigo Campos (CREF 001530-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, Rodrigo é pós-graduado em Ciências do Esporte pela PUCRS. Atua como personal trainer e instrutor de musculação da Academia Bodytech, em Porto Alegre, desde 2006.

Os novos membros suplentes do Conselho são:

Roberta Pinto (CREF 004665-G/RS)
Graduada em Educação Física pela URCAMP, Roberta é pós-graduada em Atividade Física Adaptada e em Administração e Qualidade. Foi proprietária da Atlhética Academia, de Bagé, e desde 2017 é coordenadora técnica das Academias do SESC/RS.

Everton Gomes (CREF 002615-G/RS)
Graduado em Educação Física pela Ulbra Canoas, Everton é pós-graduado em Dança e Consciência Corporal pela Universidade Gama Filho. É professor e proprietário da Academia Corpo e Forma, de Guaíba.

Ninon Leal (CREF 001350-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Ulbra, Ninon é pós-graduada em Ciências do Esporte e Treinamento Físico pela UFRGS. Foi professora de Educação Física Escolar em diversos municípios e atualmente é sócia-proprietária das academias Pró Fitness.

Any Mery Lunardi (CREF 001765-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, Any Mery é professora de ginástica e sócia-proprietária da academia Aerostep, de Porto Alegre.


Eleições conselheiros



DEFOR fecha duas academias e autua outras 33 irregulares
15/10/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram, entre os dias 23 de setembro a 6 de outubro, 86 visitas de fiscalização, atendendo totalmente 59 denúncias, o que resultou em 33 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Duas academias foram fechadas, uma na cidade de Viamão e outra em Carlos Barbosa. Ambas não apresentavam nenhum profissional para assumir as atividades. Os fiscais constataram que 18 estabelecimentos não possuíam registro da empresa, e que 16 funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Além disso, outras 13 academias permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Duas academias descumpriam o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Os agentes também autuaram 27 pessoas por inúmeras infrações, sendo flagrados 16 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE, três profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, cinco Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de quatro diplomados atuando sem registro profissional.

Entre as 21 cidades visitadas, estão Novo Hamburgo, São Leopoldo, Campo Bom, Estância Velha, Porto Alegre, Eldorado do Sul, Charqueadas, Guaíba, Viamão e Alvorada. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias irregulares em Porto Alegre
27/09/2018
Fonte: CREF2/RS

Os trabalhos do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS prosseguiram na segunda semana de setembro. Os agentes realizaram neste período 26 visitas de fiscalização, ações que resultaram no fechamento de duas academias em Porto Alegre. Os estabelecimentos não apresentavam nenhum profissional responsável pelas atividades no momento da visita. Também foram atendidas 14 denúncias, resultando em 12 estabelecimentos autuados. Deste total, sete deles não possuíam registro da empresa, seis funcionavam sem o profissional presente no momento da visita e uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 9 e 15 de setembro, os fiscais autuaram duas pessoas, dentre elas uma atuava fora da área de formação e infringia o Código de Ética Profissional e um Responsável Técnico descumpria as obrigações inerentes a suas funções, infringindo o Código de Ética Profissional. Os municípios visitados durante o período foram Minas do Leão, Eldorado, Guaíba, Porto Alegre, Três Coroas e Parobé. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS revela vencedores do Troféu Destaque 2018
03/09/2018
Fonte: CREF2/RS

Comemorando o Dia do Profissional de Educação Física, o CREF2/RS realizou no sábado, dia 1º de setembro, a cerimônia de entrega do Troféu Destaque 2018. O prêmio, que chegou ao seu sétimo ano consecutivo, homenageou as pessoas e as empresas que mais de destacaram ao longo do último ano, em 17 categorias diferentes. Os estabelecimentos que completaram dez anos de registro também receberam um certificado como forma de reconhecimento.

A abertura da cerimônia foi feita pela presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que destacou a importância da data e o reconhecimento da premiação depois de seis edições. “O Dia do Profissional de Educação Física, que comemoramos com o Troféu Destaque, é um momento único no ano, em que podemos estar perto de muitos colegas e de sentir orgulho pelo que fazemos pela profissão e pela sociedade”, avaliou. A forma de escolha dos vencedores, com uma votação aberta no site do CREF2/RS para a definição dos três finalistas de cada categoria, também foi mencionada pela Presidente.

Confira os ganhadores:

Profissional de Academia:
Viviane Rigotti (CREF 000429-G/RS)
Graduada pelo IPA, Viviane possui pós-graduação em Ciências do Esporte pela UFRGS e formação na área de pilates pela STOTT. Participa constantemente de cursos de aprimoramento profissional na área, atuando como instrutora de ginástica localizada, step, bodypump e GAP, além da atividade de personal trainer. Atualmente, trabalha nas academias Bodytech, Fórmula e Ineex, em Porto Alegre.

Profissional da Saúde:
Alexandre Ritter (CREF 002070-G/RS)
Graduado pela UFRGS, Alexandre possui mestrado e doutorado em Ciências do Movimento Humano pela mesma Universidade. É professor da Diretoria de Esporte, Recreação e Lazer da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte de Porto Alegre. Atua principalmente nas áreas de postura corporal humana, em especial de crianças e adolescentes, e de exercício físico na promoção da saúde na terceira idade.

Profissional de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral:
Cleber Picco (CREF 009417-G/RS)
Licenciado e bacharel em Educação Física pela Unijuí, Cleber possui também Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos. Como analista de lazer no SESI, coordenou o Programa de Ginástica na Empresa. É sócio-fundador e atualmente coordenador da Academia Fitness Center, em Horizontina, onde implementou o Programa de Ginástica Laboral e Consultoria para Empresas, que atende diversas organizações da região.

Profissional de Esporte Radical e de Aventura:
Felipe Raupp (CREF 001673-G/RS)
Fundador da Associação dos Surfistas de Torres, instituição por ele presidida, Felipe é responsável por diversas conquistas do esporte na cidade. Proprietário da Escola de Surf Felipe Raupp desde 1984, também em Torres, é arbitro e técnico da Federação Gaúcha de Surf e possui curso de técnico pela International Surfing Association. Tem experiência como free surfer nos Estados Unidos, Austrália, Peru, El Salvador e Nicarágua.

Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada:
Giuliano Liotto (CREF 019483-G/RS)
Especialista em Fisiologia do Exercício pela UGF, Giuliano é mestre em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS e Professor da URI – Erechim. Presidente da Associação Erechim de Judô, é também Membro da Special Needs Judo Union, entidade que rege o Judô Para Todos, além de técnico da Seleção Brasileira da modalidade. Desenvolveu o Projeto Judô Para Todos Erechim, que atende diversas crianças com deficiência no Judô escolar.

Profissional de Corrida de Rua:
Eduardo Remião (CREF 001855-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA e especialista em Fisiologia do Exercício e em Ciências do Esporte pela UFRGS, Eduardo é ex-atleta de atletismo e de triatlo, com títulos nacionais e internacionais. É personal trainer e técnico de corrida há mais de 25 anos. É ainda coordenador da Remião Treinamento Físico e um dos fundadores da Federação Gaúcha de Triathlon e da Associação de Assessorias Esportivas do Rio Grande do Sul.

Profissional com Atuação em Projetos Sociais:
Vinícius Flores (CREF 017362-G/RS)
Vinícius atua desde 2010 com a modalidade de tênis, e é idealizador do projeto social “Tênis na Comunidade”, de 2013. Através do projeto, que adapta quadras públicas de futsal para o tênis, treina alunos que figuram entre as melhores colocações no ranking estadual de Tênis. Também é servidor da Secretaria do Esporte e Lazer de Caxias do Sul, onde trabalha com a iniciação e formação da modalidade com cerca de 500 alunos do município.

Profissional de Recreação:
Silvana Maziero (CREF 009847-G/RS)
Graduada em Educação Física e especialista em Ensino Especial pela Universidade de Caxias do Sul, Silvana foi professora de ginástica aeróbica e atuou nas Escolas de Educação Infantil Karamelada, Vovó Lu e na Crecha Tia Fran. Atualmente coordena o Serviço de Recreação Terapêutica Hospitalar e Projetos Sociais do Hospital Geral de Caxias do Sul, desempenhando também a função de professora de natação para pacientes da ala infantojuvenil e de instrutora de Ginástica Laboral para os funcionários do Hospital.

Profissional de Escola:
Luiz Rossetto (CREF 005469-G/RS)
Graduado em Educação Física pela Universidade de Passo Fundo e pós-graduado em Ciência do Esporte pela mesma instituição, Luiz Valério trabalha há mais de 20 anos na antiga Escola Agrotécnica de Sertão, hoje IFRS Campus Sertão. Atualmente, treina equipes de voleibol e handebol masculinas e femininas, com participação em diversas competições estaduais. Também promove torneios de integração entre municípios próximos a Sertão.

Profissional de Lutas:
Alexandre Velly Nunes (CREF 001933-G/RS)
Doutor em Pedagogia do Movimento Humano pela Universidade de São Paulo, Alexandre é treinador de judô graduado pela Deutsch Judo Bund, da Alemanha. Foi professor da Academia Brasileira de Treinadores do Instituto Olímpico Brasileiro do COB e integrante da Comissão de Combate ao Doping da Confederação Panamericana de Judô. Atuou na organização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e atualmente é professor adjunto da UFRGS.

Profissional Técnico Desportivo:
Dênio Peixoto (CREF 004135-G/RS)
Dênio é coordenador técnico do Departamento de Voleibol do Grêmio Náutico União desde 2005 e há nove anos atua como técnico das seleções gaúchas femininas da modalidade. Com experiência em categorias de base, profissional e voleibol escolar, possui experiência na organização de eventos esportivos e é, desde 2015, também técnico das equipes de voleibol do Colégio Batista.

Mérito da Educação Física:
Benno Becker Júnior (CREF 01644-G/RS)
Graduado em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e em Psicologia pela PUC-RS, Benno é doutor em psicologia pela Universidade de Barcelona. Atualmente é professor convidado em diferentes universidades do país e do exterior, sendo ainda colaborador em periódicos na área da psicologia do esporte. É também vice-presidente da Federación Sudamericana de Deporte para la Paz.

Profissional do Ano:
Álvaro Laitano da Silva (CREF 000006-G/RS)
Especialista em Educação Psicomotora pela UFRGS, foi professor da rede pública de ensino estadual. Atualmente é professor da Faculdade de Educação Física da Ulbra nos Campus Gravataí e Guaíba, atuando principalmente nos temas educação física, natação, aprendizagem, futebol e história. Dedicou-se à defesa da profissão e dos profissionais junto ao Sindicato, Conselho e Associação dos Profissionais de Educação Física.

Pessoa Jurídica – Academia:
Mapi Academia – Canoas (CREF 001682-PJ/RS)
Com quase duas décadas de reconhecimento junto à comunidade de Canoas, a Mapi Academia conta com uma estrutura moderna, equipamentos de alta performance e uma grande diversidade de modalidades oferecidas aos seus frequentadores, como musculação, treinamento funcional, zumba, kangoo jump, yoga, muay thai, jiu-jitsu e ballet fitness. Possui ainda aulas específicas para crianças e para a terceira idade.

Pessoa Jurídica – Clube ou Sociedade:
Grêmio Sargento Expedicionário Geraldo Santana (CREF 000372-PJ/RS)
Um dos maiores clubes do Rio Grande do Sul, referência entre as entidades do mesmo porte, o Grêmio Sargento Expedicionário Geraldo Santana foi criado em 1948, a partir da união de duas entidades. Com um importante quadro associativo, atende, além de militares das três forças, associados civis. Na área de esportes, atua com atividades de ginásio e de piscina, em modalidades como futsal, vôlei, judô, natação e hidroginástica.

Personalidade do Ano:
Luiz Celso Giacomini (CREF 001449-G/RS)
Mestre em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal de Santa Maria, Luiz é professor do curso de graduação de Educação Física da UFSM. Técnico de handebol com diversos títulos brasileiros e sul-americanos, atuou também à frente da Seleção Brasileira desta modalidade. Foi presidente da Federação Gaúcha de Handebol, presidente da Fundergs e membro da Associação Mundial Antidopagem. Atualmente é Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte.

Veículo de Comunicação:
Radar Esportivo – Rádio Universidade AM – Santa Maria
No ar desde 1981 na Rádio Universidade AM, da Universidade Federal de Santa Maria, o Programa Radar Esportivo é dedicado exclusivamente ao esporte, sendo reconhecido por abrir espaço para todas as modalidades individuais e coletivas e eventos esportivos locais, regionais, estaduais, nacionais e internacionais. Produz entrevistas, reportagens, comentários, notícias, curiosidades, quadros e um toque especial dos sons do esporte.


Troféu Destaque



CREF2/RS fecha duas academias irregulares em Pelotas na segunda semana de julho
01/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Na segunda semana de julho, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 43 fiscalizações, fechando duas academias em Pelotas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Ao todo, nove denúncias foram totalmente atendidas e 12 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Destas irregularidades, constatou-se oito academias sem registro da empresa, outras sete funcionando sem profissional presente no momento da visita, além de quatro estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão, e uma academia descumprindo o Termo de Cooperação firmado com o Conselho

Entre os dias 8 e 14 de julho, nove pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo quatro leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, quatro Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, dois profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

As cidades visitadas pelos fiscais na segunda semana de julho foram Guaíba, Pelotas e Serafina Correa. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha dois estabelecimentos e autua outros 21 irregulares
04/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Nas três primeiras semanas de junho, os agentes fiscais Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias, uma localizada no município de Alvorada e outra em Nova Santa Rita, ambas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Em quase 20 dias de trabalho, o DEFOR autuou 21 academias nas mais diferentes cidades do estado. Entre as infrações constatadas, seis empresas funcionavam sem registro no CREF2/RS, 14 estavam sem profissional presente no momento da visita, 10 permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão e duas academias descumpriam o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 3 e 23 de junho, foram realizadas 60 visitas de orientação e fiscalização, tendo como resultado 23 denúncias totalmente atendidas. Os agentes autuaram 23 pessoas por alguma infração, sendo quatro profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, nove Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

Os fiscais visitaram os municípios de Porto Alegre, Cachoeirinha, Alvorada, Guaíba, Viamão, Esteio, Nova Santa Rita, Canoas e Esteio. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS participa das reuniões da Comissão Especial de Combate à Obesidade Infanto-Juvenil
03/04/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS tem participado das reuniões da Comissão Especial de Combate à Obesidade Infanto-Juvenil, colegiado da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em sua visitas ao interior do estado O objetivo do encontro é debater sobre obesidade na infância e adolescente e os reflexos na saúde pública. Até o momento, foram visitados os municípios de Guaíba, Capão da Canoa, Portão e Gravataí. As próximas visitas serão em Lajeado, Santa Rosa, Rio Grande, Santa Maria, Caxias do Sul e Novo Hamburgo

O objetivo da Comissão é discutir com a comunidade gaúcha como a obesidade infanto-juvenil tem se tornado uma pandemia brasileira. Com o resultado das discussões será elaborado um livro com os dados referente ao consumo de alimentos industrializados, práticas de exercícios físicos e hábitos saudáveis, que será distribuído gratuitamente nas escolas públicas, municipais e particulares.

O Presidente da Comissão Especial de Combate à Obesidade Infanto-Juvenil, deputado Maurício Dziedricki, afirma que há uma consciência quanto ao exagerado tempo gasto em tela, em frente ao computador, TV, celular e videogame. “Sabemos que a insegurança da atividade física na rua e a vida corrida colaboram para isso, gerando tempo ocioso em casa e incremento do consumo calórico, contribuindo para o sobrepeso e obesidade”, afirma.

O deputado disse que “é preciso sublinhar a todos a gravidade da matéria com a qual trabalharão". Conforme ele, prognósticos mundiais apontam que o Brasil, nos próximos 10 anos, será o país com a maior concentração de obesos no mundo.

“Na maioria das vezes, são adotadas políticas de cura ou busca desta cura, mas com a doença já presente, ao passo que a lógica – de estudo, interpretação e produção – deveria ser a prevenção, muito em especial, da criança e do adolescente, no que diz respeito ao trato nutricional e atividade física”, ponderou, salientando a inatividade neste campo como fator impulsionador de doenças.

Nas audiências, são convidados a participar representações das secretarias estaduais de Educação e Saúde; secretarias municipais destas pastas; prefeituras municipais; Câmaras de Vereadores; os conselhos regionais de Educação Física, Nutrição, Psicologia e Medicina; conselhos municipais de Saúde e Educação; coordenadorias regionais de Educação e Saúde; Conselhos Tutelares e Conselhos de Pais e Mestres.

Segundo a presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), as visitas são uma importante oportunidade de firmar parcerias com os órgãos públicos para promover a atividade física. "Cerca de 33% das crianças e adolescentes estão com sobrepeso ou obesas. Ou seja, uma em cada três crianças tem esta doença. A obesidade implica em várias outras sequelas, sejam psicológicas, como exclusão da criança, ou agressões, via bullyng. Isto pode causar sérios traumas que deveriam ser evitados com atividade física e uma alimentação saudável".


CREF2 RS participa das reuniões da Comissão Especial de Combate à Obesidade Infanto-Juvenil



CREF2/RS apresenta projeto de combate à obesidade infantil ao deputado Maurício Dziedricki
27/02/2018
Fonte: CREF2/RS

A presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e o vice-presidente do CREF2/RS Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS) visitaram ontem (27/02) o gabinete do deputado estadual Maurício Dziedricki (PTB). Eles estavam acompanhados do presidente mundial dos Professores de Educação Física Sem Fronteiras da FIEP, Almir Grunh (CREF 000001-G/PR), e do delegado regional da FIEP, Everton Deiques (CREF 008538-G/RS). Também estava presente à reunião o vereador do município de Guaíba, Everton Silva Gomes (CREF 002615-G/RS). Carmen e Lauro foram apresentar o projeto de inserção da população infantojuvenil nas academias registradas ao CREF2/RS, visando combater a obesidade nesta faixa etária.

Segundo Lauro, o Brasil é segundo país em número de academias, com centenas de milhares de frequentadores. "Contudo, temos poucos dados referentes aos resultados obtidos pela atividade física referentes à obesidade e ao sobrepeso. A academia poderia ser um ponto de referência para articularmos projetos de saúde", explicou. Para Lauro, atualmente as pessoas buscam um posto de saúde, sendo ali tratados e atendidos. "Se tivéssemos dados das doenças associadas ao sedentarismo na infância e juventude, teríamos subsídios para tratá-los em academias", raciocina.

O vice-presidente afirmou que o projeto prevê o credenciamento de academias em programas do Ministério da Saúde e secretária da Saúde do estado. Com isto, analisa Aguiar, pretende-se oportunizar avaliações com foco no grau elevado de obesidade. “Tudo isto integrado às demais profissões da saúde. Conseguiríamos, então, uma visão sistêmica na saúde no estado, em uma ação validada pelo Ministério da Saúde, o que permitiria uma coleta de dados regional, valorizando cientificamente a importância da atividade física no combate à obesidade infantojuvenil”.

Segundo a presidente do CREF2/RS, já existe um projeto semelhante em Minas Gerais. "Lá, a secretaria de Esportes e Saúde criou uma bolsa saúde que cadastra algumas academias registradas no CREF mineiro". Carmen explicou que a secretaria paga cerca de R$70,00 por criança obesa. Com este valor, ela passa a fazer atividade três vezes por semana em uma academia cadastrada. “Este estabelecimento tem obrigação de gerar relatórios sobre suas condições físicas. Esta ação é a garantia de que esta criança não será o obeso de amanhã”. Carmem complementou que o projeto operou de 2012 a 2015, abrangendo 93 municípios, e que o secretário de Esportes e Saúde de Minas Gerais está à disposição para colaborar na consolidação do projeto gaúcho.

O deputado Maurício Dziedricki, que é presidente da Comissão Especial de Combate à Obesidade Infanto Juvenil na Assembleia Legislativa, mostrou-se interessado com o projeto, pois na sua concepção, as crianças atualmente despendem um tempo exagerado em frente a tela de TV, computadores, smartphones e videogames. Dziedricki afirmou que aliado ao sedentarismo, existe um excesso de oferta de carboidratos, refrigerantes, fast food, farináceos e gorduras trans, que contribuem para o sobrepeso e obesidade, uma das doenças crônicas não transmissíveis mais comuns na infância, podendo gerar hipertensão, problemas cardíacos e diabetes tipo 2, dentre outras doenças. "Existe um prognóstico de que nos próximos dez anos o Brasil será o país com a maior número de obesos do mundo. Frente a este diagnóstico assustador, na maioria das vezes são adotadas políticas de cura ou busca desta cura, mas com a doença já presente, ao passo que a lógica deveria ser a prevenção, muito em especial da criança e do adolescente, no que diz respeito ao trato nutricional e atividade física”, ponderou. "Este projeto vem ao encontro de uma solução preventiva contra esta epidemia", concluiu.

Dia Estadual dos Profissionais de Educação sem Fronteiras

Em outro momento da reunião, o presidente mundial Professores de Educação Física Sem Fronteiras da FIEP, Almir Grunh apresentou o trabalho da organização ao deputado, e colocou a pretensão de tornar, por força de lei, o dia 20 de abril a data comemorativa dos Professores de Educação Física Sem Fronteiras no Rio Grande do Sul. Já o delegado regional da FIEP, Everton Deiques, explicou que de 15 a 22 de setembro de 2019 serão comemorados os 70 anos de existência da organização, quando serão recepcionadas delegações de todos o Brasil e do estrangeiro. “Gostaríamos de contar com apoio da Casa do Povo para recepcionar as delegações nestas comemorações”, explicou o delegado.

Segundo o deputado, a Assembleia Legislativa, via de regra, produz muito mal sua legislação no que se refere à vida da sociedade gaúcha. “Precisamos enxugar o número de leis , pois há excesso de legislação, fazendo com que exista um represamento de leis importantes para o estado.”, ressaltou. “Contudo”, prosseguiu o deputado, “muitas vezes não se reconhece uma simples positivação de uma data comemorativa e a sua inclusão no calendário de eventos de estado”. Para exemplificar sua fala, Dziedricki argumentou que Porto Alegre já dera uma bela lição ao criar a Lei que instituiu o Dia do Profissional de Educação Física, de autoria do ex-vereador Professor Garcia (CREF 000002-G/RS). “Colocarei a proposta da criação da data comemorativa à apreciação dos meus pares e faço questão de apoiar às comemorações dos 70 anos de existência dos Professores de Educação Física Sem Fronteiras”, finalizou.

Foto: Pablo Vini Fotografia


Obesidade infantil



Fiscalização autua 20 academias irregulares na terceira semana de agosto
28/08/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou, entre os dias 13 a 19 de agosto, 44 visitas de fiscalização, fechando quatro academias no município de Canoas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. A ação em Canoas contou com apoio da Polícia Civil.

Também foram autuados 20 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo constatado que nove delas não possuíam registro da empresa, 12 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outras nove permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Internamente, a Fiscalização encaminhou 12 processos de Ação Civil Pública – ACP, para empresas sem registro, além de 11 notificações foram emitidas para empresas e pessoas que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações, além de duas denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE e um Processo Administrativo de Fiscalização – PAD FIS, aberto para empresa reincidente em infrações gravíssimas

Os municípios fiscalizados durante o período foram Porto Alegre, Guaíba, Cachoeirinha, Gravataí, Sapucaia do Sul, Canoas, Nova Petrópolis e Eldorado do Sul.


DEFOR



Fiscalização fecha quatro academias irregulares na primeira semana de junho
20/06/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS, na primeira semana de junho, fechou quatro academias irregulares e autuou 14 estabelecimentos, em todo o Rio Grande do Sul, por algum tipo de infração. Entre as empresas notificadas, sete não contavam com um profissional habilitado no momento da visita e cinco estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. As academias que tiveram as atividades suspensas, nas cidades de Novo Hamburgo, Alvorada, Guaíba e Pelotas, vão precisar regular a sua situação antes de voltar a atender.

As ações de fiscalização, realizadas entre os dias 4 e 10 de junho, também autuaram cinco pessoas, sendo três por exercício ilegal da profissão. Ao todo, foram feitas 27 visitas e atendidas 13 denúncias neste período. Outras cinco empresas foram notificadas por não regularizarem a sua situação dentro do prazo estabelecido anteriormente elo DEFOR, duas denúncias foram encaminhadas à Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS e cinco processos de fiscalização foram abertos, referentes a casos reincidentes em infrações gravíssimas.

Além dos municípios já mencionados, os agentes fiscais do Conselho também esteviram em Campo Bom, Eldorado do Sul, Charqueadas, São Jerônimo e Porto Alegre. Independente do local, o DEFOR segue à disposição para receber e averiguar irregularidades. Para contribuir com o trabalho da Fiscalização, basta preencher este formulário de denúncia.


Fiscalização



CREF2/RS fecha quatro academias irregulares e autua 40 estabelecimentos
11/05/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, em sua missão de proteger a saúde e zelar pela profissão, visitou 21 municípios entre os dias 23 de abril e 6 de maio, fechando oito academias irregulares distribuídas entre Porto Alegre, Triunfo, Viamão, Guaíba e Três Coroas. Os estabelecimentos não apresentavam profissional habilitado para orientar as atividades. Para voltar a funcionar, a empresa terá que, primeiramente, regularizar a sua situação.

Nas diligências, os agentes do DEFOR realizaram 81 visitas de fiscalização, autuando 40 estabelecimentos por alguma irregularidade, sendo 20 deles pela falta de registro no CREF2/RS, além de constatarem em outras 17 empresas a falta de profissional presente no momento da visita. Ao todo, foram autuadas 24 pessoas, destas 13 por exercício ilegal da profissão, além de oito Responsáveis Técnicos autuados por descumprir as obrigações inerentes à função, além de um diplomado sem seu registro profissional.

Foram visitados os municípios de Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul, Campo Bom, Dois Irmãos, São Leopoldo, Nova Petrópolis, Caxias do Sul, Farroupilha, Porto Alegre, Viamão, Gravataí, Alvorada, Guaíba, Triunfo, Charqueadas, Sapucaia do Sul Sapiranga, Gramado, Três Coroas, Taquara, Rolante, Cruz Alta, Panambi e Não-Me-Toque.


DEFOR



DEFOR autua 17 estabelecimentos e fecha uma academia na quarta semana de novembro
30/11/2016
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS realizou, na quarta semana de novembro, 35 visitas e fechou uma academia em Santa Maria por não apresentar profissional para assumir as atividades. Pela reincidência na infração gravíssima será aberto Processo Administrativo de Fiscalização.

Ao todo, 25 denúncias foram totalmente atendidas e 17 estabelecimentos autuados por algum tipo de infração, sendo constatados seis estabelecimentos sem registro. Foram autuadas 16 pessoas, sendo quatro delas por exercício ilegal da profissão ou estagiário sem o Termo de Compromisso de Estágio – TCE. Quatro graduados foram flagrados atuando sem registro profissional, além de oito profissionais descumprindo o Código de Ética Profissional.

As cidades visitadas foram Caxias do Sul, Alto Feliz, Guaíba, Barão do Triunfo, Camaquã, Tapes, Bagé, Pinheiro Machado, Dom Pedrito, Santa Maria, São Sepé, São Pedro do Sul, Cachoeira do Sul, Caçapava do Sul, Viamão e Porto Alegre.


DEFOR



Ulbra Guaíba promove evento para discutir MP 746 e PEC 241
31/10/2016
Fonte: CREF2/RS

Com o apoio do CREF2/RS e da Secretaria Municipal de Educação, a Ulbra Guaíba realizou na última quinta-feira, dia 27 de outubro, o I Ciclo de Debates: um Olhar sobre o Futuro da Educação Física. O evento, que integrou o II Encontro de Educação Física da Costa Doce e a Semana Acadêmica do Curso de Educação Física da Ulbra Guaíba, trouxe para debate a MP 746, que propõe a reforma do Ensino Médio, e a PEC 241, que busca limitar os gastos públicos.

A mesa foi composta pelo coordenador do curso de Educação Física Luciano Loureiro (CREF 007142-G/RS), pela doutora em Políticas Públicas Líbia Aquino, pela professora da UFRGS Anelise Gaya (CREF 024009-G/RS) e pelo representante da Secretaria de Educação Vitor Powaczruk (CREF 023027-G/RS). O evento contou com a presença de mais de 200 pessoas, entre professores das escolas da região e estudantes. Além de debater a relação da MP 746 e da PEC 241 com o futuro da Educação Física, a Base Nacional Comum Curricular e a saúde na escola também foram abordadas. “É preciso que mais momentos como este, para firmarmos um posicionamento forte, de que a Educação Física é uma disciplina fundamental para o desenvolvimento da cultura corporal”, declarou Loureiro.


Eventos Guaíba Ulbra Guaíba



Ulbra Guaíba realiza amanhã debate sobre PEC 241 e MP 746
26/10/2016
Fonte: CREF2/RS

Com o apoio do CREF2/RS, a Ulbra Guaíba vai realizar amanhã, dia 27 de outubro, o I Ciclo de Debates: um Olhar sobre o Futuro da Educação Física. O evento, que integra a programação da VI Semana Acadêmica do curso de Educação Física da universidade, trará para debate as atualizações da PEC 241 (que limita os gastos públicos), da MP 746 (que reforma o Ensino Médio) e as políticas públicas em Educação. A entrada será gratuita.

O evento terá a mediação de Luciano Loureiro (CREF 007142-G/RS), coordenador do curso de Educação Física da Ulbra Guaíba, e a participação dos professores Líbia Aquino, Anelise Gaya (CREF 024009-G/RS) e Vitor Powaczruk (CREF 023027-G/RS). A atividade vai ocorrer no Auditório Principal da instituição, das 19h30min às 22h. Mais informações pelo telefone (51) 3480-1618.

I Ciclo de Debates: um Olhar sobre o Futuro da Educação Física
Data: 27 de outubro, quinta-feira, das 19h30min às 22h, com entrada gratuita
Local: Ulbra Guaíba
Endereço: Rodovia BR 116, 5724 – Moradas da Colina
Mais informações: (51) 3480-1618


Eventos políticas públicas



Fiscalização autua 10 pessoas por exercício ilegal da profissão somente na última semana
28/09/2016
Fonte: CREF2/RS

As ações do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), realizadas entre os dias 19 e 23 de setembro, somaram 19 pessoas autuadas, sendo dez por exercício ilegal da profissão, e outros 16 estabelecimentos notificados por algum tipo de infração. Neste período, as cidades visitadas foram Nova Prata, Nova Bassano, Caxias do Sul, Guaíba, Mariana Pimentel, Barão do Triunfo, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, Cachoeirinha, Alvorada e Porto Alegre.

Os agentes fiscais ainda atenderam 20 denúncias e, internamente, o Conselho abriu 21 novos Processos Administrativos de Fiscalização, já que diversas pessoas e empresas autuadas não regularizaram a sua situação ou enviaram a justificativa dentro do prazo estabelecido. O CREF2/RS segue à disposição para receber e averiguar irregularidades praticadas ou que não zelem pela saúde física de seus clientes. Preencha este formulário de denúncia e contribua com o trabalho da Fiscalização.


Fiscalização DEFOR



DEFOR fiscaliza 57 municípios em julho e fecha cinco academias irregulares
03/08/2016
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS divulgou nesta quarta-feira os dados relativos às fiscalizações realizadas em julho pelas equipes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR). A intensa movimentação dos fiscais, que visitaram 57 municípios nas mais diversas regiões do Estado, resultou em cinco academias fechadas. Ao todo, foram 297 visitas realizadas, que em algumas situações contou com o reforço do Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-2) e do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CREFITO5).

Durante as diligências, 101 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, sendo que destes 44 empresas estavam sem registro e em 35 PJs não havia profissional presente no momento da visita. Os fiscais autuaram 70 pessoas por alguma infração, destas 25 decorridas do exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE – Termo de Compromisso de Estágio, oito profissionais fora da área de atuação e 24 Responsáveis Técnicos descumprindo suas obrigações inerentes às funções.

Em seu trabalho interno, o DEFOR prestou 131 atendimentos ao público; protocolou 75 novas denúncias e 81 justificativas; foram enviadas 13 multas para empresas por descumprimento de Termo de Cooperação e 23 avisos de encaminhamento de empresas não registradas no Conselho para Ação Civil Pública, além de 15 novos Processos Administrativos – PAD FIS abertos.

Os municípios visitados pelo CREF2/RS em julho foram Caxias do Sul, Nova Pádua, Campestre da Serra, Porto Alegre, Cachoeira do Sul, Santana da Boa Vista, Candelária, Novo Cabrais, Paraíso do Sul, Cerro Branco, Araricá, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Nova Hartz, Ivoti, Rio Grande, São José do Norte, Pinto Bandeira, Nova Araçá, Guaporé, Farroupilha, Vacaria, Erechim, Estação, Getúlio Vargas, Campinas do Sul, Jacutinga, Barão de Cotegipe, Paulo Bento, Portão, Estância Velha, Campo Bom, Santo Ângelo, Porto Xavier, São Nicolau, Guarani das Missões, Sapiranga, Alecrim, Tuparendi, Tucunduva, Novo Machado, Porto Mauá, Porto Vera Cruz, Eldorado do Sul, Guaíba, Canoas, Sapucaia do Sul, Nova Santa Rita, Esteio, Aceguá, Hulha Negra, Candiota,Pinheiro Machado, Bagé, Dom Pedrito, Pedras Altas e Viamão.


DEFOR



DEFOR fecha quatro academias na última semana de junho
07/07/2016
Fonte: CREF2/RS

Na última semana de junho (27/06 a 1º/07), os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS visitaram 23 municípios e fecharam quatro academias em suas diligências. Os estabelecimentos estavam localizados em Montenegro, São Sebastião do Caí, Pedro Osório e Lagoa Vermelha. As empresas tiveram suas atividades suspensas por não possuírem profissional habilitado para orientar as atividades. Foram autuadas 17 pessoas, sendo sete por exercício ilegal da profissão ou estagiário sem o Termo de Compromisso de Estágio - TCE, além de seis Responsáveis Técnicos autuados por estarem descumprindo as atividades inerentes à função

Neste final do mês, 26 justificativas de empresas e pessoas autuadas foram recebidas e protocoladas pelo DEFOR. Deu-se encaminhamento a 19 processos éticos por profissionais que estavam atuando fora de sua área de formação e não se regularizaram. Estes profissionais terão de responder diretamente à Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS. E, por não possuírem registro no Conselho, 10 estabelecimentos foram autuados

Os municípios visitados pelo DEFOR foram Vacaria, Lagoa Vermelha, Santo Expedito do Sul, Barracão, Pinhal da Serra, Capão Bonito do Sul, Tupanci do Sul, São João da Urtiga, Tapes, Guaíba, Camaquã, São Jerônimo, Montenegro, São Sebastião do Caí, Feliz, Harmonia, Tupandi, Porto Alegre, Lindolfo Collor, Ivoti, Arroio Grande, Pedro Osório e Pelotas.


DEFOR



CREF2/RS fecha mais cedo na quinta-feira
06/07/2016
Fonte: CREF2/RS

Em razão da passagem da Tocha Olímpica nas proximidades do CREF2/RS, o horário de funcionamento do Conselho, amanhã, dia 7 de julho, será das 9h às 16h.
O CREF Serra abrirá no seu horário habitual.

A passagem da tocha olímpica por Porto Alegre vai gerar impacto no trânsito. Serão 77 condutores que percorrerão 15 quilômetros pelas ruas da cidade, entre 15h15min e 19h, passando por pontos turísticos como os parques Moinhos de Vento, Farroupilha e Marinha do Brasil, a orla do Guaíba e o Mercado Público, além do Largo Glênio Peres, onde será realizada a festa de celebração. Saiba qual o trajeto da Tocha aqui e vá prestigiar este símbolo olímpico.


Horário de atendimento



DEFOR fecha três academias na primeira semana de junho
09/06/2016
Fonte: CREF2/RS

Na primeira semana de junho (30/05 a 04/06), os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias em Viamão e uma em Caxias do Sul. No dia 4, os fiscais também visitaram um evento sobre fisiculturismo em Santa Maria e outro em Camaquã. Ambos estavam corretamente ministrados por profissionais de Educação Física registrados.

Ao todo, foram autuados 38 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo sete PJ sem registro. Foram autuadas 26 pessoas, sendo 15 por exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

AS cidades visitadas foram Caxias do Sul, São Marcos, Santa Maria, Charqueadas, Guaíba, Barra do Ribeiro, Canoas, Nova Santa Rita, Sapucaia do Sul, Camaquã, Porto Alegre, Cachoeirinha, Gravataí, Viamão, São Leopoldo, Portão, Campo Bom, Novo Hamburgo e Glorinha.


DEFOR



CREF2/RS fecha cinco academias na 1ª semana de abril
14/04/2016
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) fechou, na primeira semana de abril, cinco academias e autuou 32 pessoas, sendo dez delas por exercício ilegal da profissão ou pela falta do Termo de Compromisso de Estágio. Os dados foram apresentados no dia 8 de abril, durante a reunião da Comissão de Orientação e Fiscalização (COF), composta por conselheiros do CREF2/RS.

Na ocasião, foram relatadas à COF as atividades desenvolvidas pelo DEFOR, os levantamentos das fiscalizações do ano de 2015, bem como as dificuldades e necessidades para o ano de 2016. A Comissão sinalizou que fará esforços contínuos na busca de mais recursos, pessoal e material para o Departamento. As cidades fiscalizadas foram Lajeado, Estrela, Colinas, Arroio do Meio, Guaíba, Pelotas, São Lourenço do Sul, Cruz Alta, Tapera, Espumoso, Selbach, Panambi e Porto Alegre.

Dados das fiscalizações:
95 visitas em estabelecimentos diversos;
26 denúncias totalmente atendidas;
2927 km rodados pelos fiscais;
22 academias/clubes/associações totalmente regulares;
45 estabelecimentos com algum tipo de infração;
32 pessoas foram autuadas, sendo dez delas por exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o Termo de Compromisso de Estágio.

Academias fechadas:

cinco academias, sendo três em Pelotas, uma em Estrela e um em Guaíba. Todas por não possuir profissional habilitado presente.


DEFOR Fiscalização



CREF2/RS participa do anúncio oficial do Comitê de Revezamento da Tocha Olímpica
30/03/2016
Fonte: CREF2/RS

A presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) esteve presente no dia 29, no Palácio Piratini, onde assistiu ao anúncio oficial do Comitê de Revezamento da Tocha Olímpica no Rio Grande do Sul. A cerimônia contou com a presença do governador do estado José Ivo Sartori, do diretor de operações da Rio 2016, Marco Aurélio Vieira, do secretário do Turismo, Esporte e Lazer, Juvir Costella, prefeitos e representantes do Ministério do Esporte, além de dezenas de atletas.

A Tocha Olímpica chega ao Rio Grande do Sul no dia 3 de julho e permanece até o dia 9. O símbolo máximo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos passará por 28 municípios gaúchos. As cidades de Santa Maria, Pelotas, Caxias do Sul, Porto Alegre e Passo Fundo são as chamadas “Cidades de Celebração”, onde a chama vai pernoitar, após eventos turísticos locais.

O circuito oficial do deslocamento passará por Erechim, Passo Fundo, São Miguel das Missões, Santo Ângelo, Ijuí, Cruz Alta, Encantado, Lajeado, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, São Sepé, Caçapava do Sul, Canguçu, Rio Grande, Pelotas, São Lourenço do Sul, Camaquã, Guaíba, Porto Alegre, Canoas, Esteio, Novo Hamburgo, Gramado, Canela, Nova Petrópolis, Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Torres.


Olimpíadas 2016



CREF2/RS presente no anúncio do roteiro da tocha olímpica no Estado
03/11/2015
Fonte: CREF2/RS

A presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), esteve presente no Salão Negrinho do Pastoreio do Palácio Piratini no dia 29, ocasião em que foi anunciado o trajeto pelo qual a tocha olímpica percorrerá o Rio Grande do Sul em 2016. O revezamento passará por mais de 20 cidades gaúchas. A cerimônia contou com a presença do ministro do Esporte, George Hilton, do governador do Estado, José Ivo Sartori, do prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, além de dezenas de atletas e dirigentes esportivos.

Em seu discurso, o ministro George Hilton afirmou que o grande legado das Olimpíadas para o Brasil será consolidar a prática de esportes, gerando saúde pública e propondo inclusão social. “Além dos jogos, estamos preparando a nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), que conterá a obrigatoriedade da Educação Física em todos os níveis escolares”, declarou.

Segundo a presidente do CREF2/RS, a tocha olímpica, além da importância simbólica para os desportistas, mobilizará as comunidades por onde passar. “Este tipo de comprometimento tem o poder de agregar os brasileiros e deixar grandes legados”. Carmen também comemorou a fala do ministro relativa à Educação Física escolar. “Esta é uma bandeira de luta do Conselho e achamos uma sinalização positiva. Oxalá ele consiga implementar este programa".

Acesa em Olímpia, onde os Jogos surgiram na Grécia antiga, a tocha passará por vários lugares do mundo até chegar ao Rio de Janeiro em 5 de agosto de 2016, no estádio do Maracanã. No Rio Grande do Sul ela chega em julho, cerca de um mês antes do início dos Jogos. A chama passará por Erechim, Passo Fundo, Cruz Alta, Ijuí, Santo Ângelo, Encantado, Lajeado, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, São Sepé, Caçapava do Sul, Canguçu, Rio Grande, Pelotas, São Lourenço do Sul, Camaquã, Guaíba, Porto Alegre, Canoas (a confirmar), Esteio (a confirmar), Novo Hamburgo, Nova Petrópolis, Canela, Gramado, Caxias, Bento Gonçalves e Torres. No total, 330 cidades brasileiras receberão a tocha.


Olimpíadas 2016



CREF2/RS fecha academias e coíbe exercício ilegal da profissão no interior do Estado
10/09/2015
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, fecharam uma academia em Sapucaia do Sul, município vizinho a Porto Alegre, durante ações realizadas entre os dias 24 e 28 de agosto. No estabelecimento foram constatadas a ausência do profissional de Educação Física orientando as atividades e a falta de registro junto ao Conselho. Para voltar a funcionar, a academia deve regularizar sua situação e manter profissional habilitado orientando as atividades.

Entre os dias 31 de agosto e 4 de setembro, foram fechadas uma academia no município de Santo Antônio da Patrulha e outra em Portão. No primeiro caso, os fiscais constataram que no estabelecimento não havia profissional de Educação Física habilitado para orientar os praticantes das atividades físicas. A academia visitada em Portão não possuía registro junto ao CREF2/RS, tampouco contava com profissional habilitado. Além das academias fechadas, os fiscais flagraram em Caxias do Sul uma pessoa orientando atividades físicas em uma academia ao ar livre sem o devido registro profissional, resultando na sua autuação por exercício ilegal da profissão.

Para a coordenadora do DEFOR, Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), o esforço dos agentes tem sido compensador. “Temos uma agenda que nos desafia cotidianamente. Felizmente contabilizamos avanços, coibindo irregularidades e dando celeridade aos processos e às punições das empresas que não oferecem serviços adequados à sociedade”.

Durante as duas semanas de atividades dos fiscais, foram visitados 23 municípios distribuídos em 11 regiões. Entre as cidades fiscalizadas, estão Santa Maria, Júlio de Castilhos, Rio Pardo, São Leopoldo, Caxias do Sul, Novo Hamburgo e Guaíba.


DEFOR



Fiscalização fecha duas academias no interior no Estado
22/07/2015
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 13 e 17 de julho, as ações de fiscalização do CREF2/RS, realizadas pelo interior do Estado, fecharam duas academias por não possuírem certificado de registro e profissional de Educação Física habilitado orientando as atividades no local. De acordo com Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), para retornarem a funcionar normalmente, estes estabelecimentos deverão regularizar a sua situação junto ao Conselho.

O andamento destes casos foi dado internamente. São Vicente, Santiago, Cacequi, Alegrete, Santa Vitória do Palmar, Rio Grande, Pelotas, Capão do Leão, Arroio Grande, Dom Feliciano, Camaquã, Eldorado do Sul, Guaíba, Barra do Ribeiro e Charqueadas foram as cidades visitadas pelo DEFOR na última semana.


Fiscalização