Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



Fortunati fala no CREF2/RS sobre obras da Copa e revitalização da Orla
07/05/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última sexta-feira, dia 3 de maio, o CREF2/RS recebeu José Fortunati, ex-prefeito de Porto Alegre. Ele esteve no Conselho para esclarecer as obras da Copa do Mundo, além de conversar sobre a revitalização da Orla do Guaíba e o novo trecho do projeto. Fortunati foi a primeira autoridade a aceitar o convite para participar de uma série de diálogos promovidos na sede do CREF2/RS, e que pretende trazer políticos, dirigentes e esportistas que contribuem para o esporte, para a atividade física e para a profissão de Educação Física.

De acordo com ex-Prefeito, em 2008 foram abertas as candidaturas das cidades para sediar a Copa do Mundo. Assim que finalizaram as inscrições, os dados foram levados à FIFA, com previsão de oito sedes escolhidas. Fortunati afirmou que o ex-presidente Lula cometeu um equívoco ao impor 12 sedes, pois várias das cidades incluídas nesta lista não tinham tradição no futebol. O resultado foi estádios que viraram verdadeiros elefantes brancos, a exemplo de Brasília, que teve a construção da arena mais cara no país e que atualmente tem uma média de cinco mil torcedores nos jogos lá disputados.

Quando Porto Alegre acabou sendo escolhida uma das cidades-sede, a FIFA enviou à Prefeitura as exigências a serem cumpridas para que a capital gaúcha pudesse receber a Copa do Mundo. “Nós já estávamos negociando com o Sport Club Internacional, que garantiu reformar o Beira-Rio de acordo com as normas da FIFA. Porto Alegre foi a única cidade entre as 12 sedes que não injetou recursos públicos em estádios. Para tanto, nós abrimos mão dos impostos ISSQN em troca do empréstimo gratuito do Beira-Rio durante a Copa”, esclareceu.

Outra demanda da FIFA era a modernização do Aeroporto Salgado Filho, obra que foi totalmente realizada pela Infraero. A terceira exigência foi estabelecer regras de segurança. “Para isto, foi feito um processo de revitalização, que foi facilitado devido a ótima localização do estádio. Contudo, tivemos de retirar comerciantes irregulares que atuavam há muitos anos na área, além das quadras de duas escolas de samba”. Para melhorar o acesso ao estádio, foram duplicadas a avenida Beira Rio e corredores de ônibus da avenida Padre Cacique. “Isto só aconteceu porque renegociamos com o Governo Federal mais recursos no caderno de encargos da Copa, atingindo o montante de R$ 140 milhões”.

Fortunati percebeu que poderia incluir as principais obras de mobilidade da cidade em uma nova negociação. “Então, celebramos em Brasília a aprovação dos projetos de melhoramentos para avenida Tronco, Terceira Perimetral, Elevada da Rodoviária e a duplicação das avenidas Voluntários da Pátria e Severo Dullius, no valor de R$ 888 milhões”. Porém, nem tudo ocorreu como previsto. Entre as dificuldades que provocaram o atraso na entrega das obras, Fortunati enumera a descoberta de solo arenoso e de uma imensa rocha durante as escavações, a obrigação do Ministério Público de que se trocasse o turno diurno de trabalho dos operários pelo noturno, encarecendo e atrasando as obras, e uma devastadora crise econômica em nível nacional.

Revitalização da Orla do Guaíba

Em relação à revitalização da Orla do Guaíba, o ex-Prefeito explicou que os recursos iniciais foram contratados em 2016 com a Corporação Andina de Fomento, apesar de problemas havidos anteriormente com o projeto do VLT. “Ainda assim obtivemos um empréstimo de 90 milhões de dólares e contratamos o arquiteto e urbanista Jaime Lerner para realizar o projeto”. Simultaneamente em Brasília, ocorria o escândalo político da Lava Jato, que tirou o completamente o foco do Senado sobre projetos e obras no país. Mesmo assim, em um esforço da bancada de senadores gaúchos, o empréstimo foi aprovado.

O ex-Prefeito explicou que a terceira fase do projeto, que irá urbanizar a área que vai da foz do Arroio Dilúvio ao Parque Gigante, em frente ao Beira-Rio, será voltado para a atividade física. “Esta fase tem uma vocação esportiva, com 27 quadras de futebol society, infantil, poliesportiva, tênis, vôlei de praia e tênis de praia. Também terá a maior pista de skate da América Latina, além de academia ao ar livre e para a melhor idade e parque infantil”, explica.

Fortunati finalizou afirmando ser contra a extinção da Secretaria Municipal de Esportes. “Acho uma lástima que se tenha uma ideia equivocada, e muito propagada pela grande mídia, que defende pura e simplesmente a redução do número de Secretarias”. Ele também disse estar convencido que a reforma administrativa promovida pelo atual prefeito é um desastre, e afirmou que esta análise é corroborada por técnicos de vários órgãos municipais.


Fortunati



CREF2/RS discute na Câmara da capital políticas públicas e solução para professores devolvidos à SMED
27/03/2019
Fonte: CREF2/RS

O presidente José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS) e a conselheira Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) estiveram representando o CREF2/RS na reunião da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude da Câmara Municipal de Porto Alegre, nesta terça-feira, dia 26 de março. Eles foram ouvir os esclarecimentos de Rodrigo Kandrik, diretor-geral de Esporte, Recreação e Lazer da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, sobre a retirada de professores de Educação Física de centros comunitários da capital e do próprio Ginásio Tesourinha, bem como sobre o sucateamento dos equipamentos esportivos municipais.

Segundo o Kandrik, os professores foram devolvidos à Secretaria Municipal de Educação (SMED) por conta de uma determinação do Ministério Público. Nelci Girardi, representante do Parque Alim Pedro, contestou a informação e reclamou sobre o desmonte da antiga Secretaria Municipal de Esporte. Segundo ela, muitas crianças em vulnerabilidade, frequentadoras da atividade no Alim Pedro, abandonaram os programas de prática desportiva. “Nunca vi uma economia tão burra”, advertiu. Élida Machado, do Centro Comunitário Parque Madepinho, também manifestou a sua contrariedade quanto à suspensão das atividades de ginástica artística no local. Para ela, está em curso um plano para privatizar parques e praças da cidade, prejudicando a prática esportiva em áreas públicas da cidade.

O Presidente do CREF2/RS iniciou a sua fala ressaltando o suporte histórico que o poder público municipal porto-alegrense sempre deu à atividade física na cidade, desde 1926 com a oferta de recreação pública à população. Meurer afirmou que este pioneirismo não deveria ser perdido, pois colocaria em risco a saúde da população.

Em nome do Conselho, Meurer cobrou uma definição sobre o futuro dos 14 professores de Educação Física, originários da extinta SME. “O Ministério Público exigia a volta dos docentes das disciplinas de matemática e português, não havendo nenhuma decisão jurídica sobre o retorno de professores de Educação Física. Mas, mesmo assim, eles foram retirados das comunidades, onde prestavam serviços relevantes, e foram realocados no suporte em bibliotecas e em afazeres burocráticos", criticou. "Além dos índices alarmantes de sedentarismo e doenças associadas, a retirada destes profissionais de Educação Física deixa sem atendimento uma fatia considerável da população”.

Foto: Elson Sempé Pedroso/CMPA


Políticas Públicas



CREF2/RS se reúne com titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte da capital
26/02/2019
Fonte: CREF2/RS

O presidente do CREF2/RS, José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS), e seu 1º secretário, Claudio Franzen (CREF 003304-G/RS), reuniram-se ontem, dia 25, com a secretária Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte de Porto Alegre (SMDSE), Nádia Gerhard. Durante o encontro, foi discutida a situação dos professores cedidos em 2010 à SMDSE pela Secretaria Municipal de Educação, e que foram convocados para que retornem às escolas da rede municipal de ensino. Também foi colocado em pauta a reativação dos projetos sociais envolvendo atividades físicas bem como a parceria entre as associações de frequentadores e os aparelhos esportivos da Prefeitura, visando uma melhor conservação destes locais.

Segundo Meurer, sempre houve demanda para esportes na cidade. Mas partir de 2010, iniciou-se um incremento na busca da população por atividades física em Porto Alegre, que já estavam em uma curva ascendente. Por outro lado, o quadro funcional da Secretaria de Esportes era insuficiente para esta suprir esta procura. Devido a este gargalo, houve um acordo entre os secretários de Esporte e da Educação para que cedesse alguns professores aprovados em um concurso aberto da SME à pasta dos Esportes.

Ao longo do tempo, conforme as possibilidades, foram cedidos 32 professores, ao mesmo tempo que se chamavam alguns extras para atender a área do esporte. "E eles estavam atendendo com louvor a grande carência que a cidade enfrenta em relação às atividades esportivas. Quando o atual governo assumiu, houve um acordo entre prefeito, secretários e funcionários, no qual devolveu à pasta original 14 professores. Na SMDSE permaneceram apenas 18 professores além dos professores da SME para atender todos os equipamentos esportivos da prefeitura, como Ginásio Tesourinha, Parque Marinha do Brasil, CECOPAM e tantos outros", explicou Meurer. O secretário Claudio Franzen complementou que uma das bandeiras do CREF2/RS é que profissionais de Educação Física ocupem os postos estratégicos vinculados às políticas esportivas tanto no estado como no município.

Segundo a secretária Nádia, os professores cedidos estão exercendo sua atividades e prestando um serviço essencial à sociedade com seus serviços "Mas esta questão agora está centralizada no prefeito Marchezan Jr". Nádia prometeu envidar esforços junto ao prefeito para o retorno dos professores para atuarem com esporte, recreação e lazer na SMDSE.

O presidente do CREF2/RS também lembrou à secretária da importância de se manter parcerias com as associações de frequentadores dos equipamentos esportivos da Prefeitura, pois elas seriam as principais mantenedoras destes locais. Meurer lembrou o episódio do destalhamento e inundação do Ginásio Tesourinha, e revelou que grande parte da recuperação do equipamento foi realizado graças à associação dos frequentadores do ginásio. Nádia explicou que uma decisão da Procuradoria-Geral do Município (PGM) inviabilizou as parcerias, impedindo que a secretaria receba dinheiro destas associações.

O último assunto a ser tratado foi a a reativação dos projetos sociais envolvendo atividades físicas. Estabeleceu-se um consenso entre os participantes que há uma grande carência na área, e o CREF2/RS se disponibilizou a auxiliar no retorno destas atividades tão importantes para as populações carentes e vulneráveis.


SMDSE



Prefeitura de Uruguaiana e CREF2/RS homenageiam profissionais de Educação Física
10/09/2018
Fonte: Prefeitura Municipal de Uruguaiana

Em comemoração ao Dia do Profissional de Educação Física, a prefeitura municipal de Uruguaiana, através da secretaria municipal de Esporte, Lazer e Cultura (SMELC), e o CREF2/RS entregaram no dia 31 de agosto 13 certificados de honra ao mérito a profissionais de Educação Física e a desportistas locais. “Eles receberam esta distinção nesta importante data pelos relevantes serviços prestados à comunidade”, ressaltou o secretário municipal de Esporte, Lazer e Cultura, Paulo Kleinubing.

O prefeito Ronnie Mello acrescentou que o esporte é fundamental para o desenvolvimento de qualquer comunidade, principalmente quando ele está alinhado à educação. “Temos exemplos incontáveis de como o esporte salva vidas”, lembrou. “E por isso, temos uma atenção especial ao desenvolvimento de práticas esportivas em conjunto com a educação. Continuaremos investindo no desenvolvimento de atividades relacionadas ao tema, e incentivando principalmente as crianças a cultura em torno do esporte”, finalizou.

Durante o evento, a coordenadora do Centro Esportivo Zona Leste, professora Juliane Alves, fez uma ampla explanação sobre todos os projetos desenvolvidos pela SMELC na Administração Municipal. Finalizando a programação, foi proferida a palestra da presidente da Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS, conselheira Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), que abordou o tema “Desafios e Perspectivas da Educação Física”.


Dia do Profissional de Educação Física



CongregaCREF reúne profissionais e estudantes para dois dias de palestras
27/08/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou, nos dias 24 e 25 de agosto, o CongregaCREF – IV Seminário Sul Brasileiro de Educação Física, no Centro Universitário Metodista IPA. O evento teve como objetivo promover o conhecimento e a qualificação dos profissionais, por meio de seis palestras, abrangendo diversas áreas e abordando as conquistas e os desafios dos 20 anos de regulamentação da profissão. A mesa de abertura foi composta pela presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), pelo reitor do IPA Norberto Garin, pela conselheira e presidente da Associação dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS) e pelo conselheiro federal do CONFEF Sérgio Sartori (CREF 000003-G/RJ).

Com a palestra “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física”, Sérgio Sartori relembrou a histórica luta pela regulamentação, que remonta aos anos 40. “A iniciativa partiu das Associações dos Professores de Educação Física, localizadas no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Juntas fundaram a Federação Brasileira das Associações de Professores de Educação Física, em 1946”, afirmou. Segundo Sartori, o gaúcho Benno Becker (CREF 001644-G/RS) coordenou a segunda fase do processo, quando foi apresentado pelo deputado federal Darcy Pozza o primeiro projeto de lei à Câmara dos Deputados. A iniciativa foi aprovada pelo Congresso Nacional em dezembro de 1989, mas vetada posteriormente pelo presidente José Sarney.

No início de 1994, a APEF-RJ retomou a luta e, por meio de um grupo de professores, lançou o Movimento Nacional pela Regulamentação do Profissional de Educação Física, no início de 1995. “Para deflagrar o processo formalmente, o deputado federal Eduardo Mascarenhas apresentou um novo projeto de lei na Câmara dos Deputados. Em 22 de outubro de 1997, foi aprovado por unanimidade e remetido à Comissão de Constituição e Justiça. Em 1º de setembro de 1998, o presidente Fernando Henrique Cardoso sancionou a Lei 9.696/98”, comemorou.

Já André Lopes (CREF 008061-G/RS) realizou uma palestra intitulada “Hipertrofia Muscular: Mitos, Verdades e Atualizações”. De forma descontraída, Lopes iniciou sua fala dando dicas de como criar e realizar projetos de sucesso baseados em novas ideias. “O atual estágio da nossa sociedade é baseado na informação, basicamente veiculada pela Internet. As pessoas passam em média 30 horas conectadas”, afirmou. De acordo com o palestrante, o que pode diferenciar o profissional de Educação Física em meio a essa abundância de estímulos é referenciar a sua proposta de trabalho através de meios científicos comprovados. “A inovação tem que ser chancelada por meio de pesquisas confiáveis”, aconselhou.

Em relação à hipertrofia muscular, André logo afirmou que muitos docentes ainda usam uma terminologia defasada em relação aos músculos. Ele também explicou que os fatores que afetam a massa muscular são a genética, a idade, o treinamento, a nutrição, o descanso e, em alguns casos, a farmacologia. André ainda disse que, com o cruzamento de metadados sobre as fibras musculares, ficou provado que um descanso maior entre as séries dão maior resultado para o treino de hipertrofia que as de descanso curto, mas a cadência de realização do movimento e o intervalo de devem ser fixos. “Caso contrário, se perde o controle da periodização”, relatou. Por fim, ele lançou um desafio ao auditório: “organize os próximos treinos de maneira que sejam progressivamente mais científicos”.

O segundo dia de evento iniciou sábado, com a primeira palestra de Fábio Padilha (CREF 000613-G/DF). Em “O Futuro do Profissional de Educação Física”, o organizador do Brasília Capital Fitness deu dicas de como se diferenciar e fazer sucesso, em um mercado extremamente competitivo. “A ideia precisa vir antes do dinheiro. Os empresários que dão certo são aqueles que tomam atitudes e que trabalham para a evolução”, frisou. Na sua fala, Padilha também elencou a proatividade, a força de vontade, a determinação e a coragem como elementos fundamentais para quem quer crescer. “Se você sabe o que precisa ser feito, não espere alguém pedir para você fazer. Simplesmente faça”, defendeu. Além de explorar cada um desses eixos, o palestrante também considerou a ambição necessária para o sucesso. “Saiba o que você quer, não diga ‘tanto faz’ ou ‘pode ser’ diante das oportunidades”, destacou.

Em um segundo momento, Padilha fez a apresentação “Tendências Mundiais do Mercado fitness”, dessa vez direcionada aos empresários e donos de academia presentes. O palestrante mostrou cases de empresas bem-sucedidas e explicou que o bom gestor é, na verdade, aquele que não deixa os problemas acumularem. “Há sempre dois caminhos: fazer dar certo, com dedicação total, ou abandonar”, declarou. Para Padilha, as qualidades necessárias para se tornar um empresário de sucesso são bem parecidas com as características de um bom um profissional: atitude, proatividade, inteligência, visão e coragem. O palestrante ainda falou sobre estratégias de negócio e sobre o relacionamento com concorrentes. No final, tirou dúvidas e destacou formatos de empresa que poderiam ser facilmente implementados no Brasil. “O índice de obesidade aqui é alto, o que significa que temos um bom nicho para ser explorado. Quem ganha dinheiro é quem é a solução do problema de alguém”, encerrou.

Já a primeira palestra da parte de sábado à tarde foi de Fabián Mariotti (CREF 011969-P/RS), mestre em Educação pela Universidade de Rosário, na Argentina, e autor de 17 livros sobre recreação. Mariotti, que trouxe o tema “A Importância do Lúdico na Educação Física Escolar” para o debate e para a reflexão, mostrou aos presentes, de maneira bastante prática, como as brincadeiras, especialmente com músicas, podem ser extremamente proveitosas aos alunos. “Os professores, de uma maneira geral, precisam ter consciência da atitude lúdica, atuando de forma menos dura nas aulas e mais abertos para aprenderem com também”, explicou. Mariotti, ao longo da sua apresentação, mostrou aos presentes as vantagens da aproximação e da interação entre as crianças nas aulas de Educação Física Escolar.

Robson Santos (CREF 021677-G/RS), pós-graduado em Reabilitação de Lesões Musculoesqueléticas e finalista do prêmio Top Trainer Brasil 2017, fez a última palestra do CongregaCREF 2018, com o título “O Profissional de Educação Física no Tratamento e Prevenção da Hérnia de Disco”. Além de classificar as diferentes fases do problema e o que é mais recomendado para combater a dor, o palestrante apresentou de forma bastante didática algumas estratégias que podem ser adotadas pelos profissionais de Educação Física diante de qualquer tipo de lesão. “O instrutor de musculação, que está lá na academia atendendo uma pessoa que tem hérnia de disco ou alguma outra enfermidade, não precisa ter medo de atender esse tipo de aluno. O que ele não pode é só montar um treino e contar as séries, tem é que analisar o aluno desde o primeiro momento e entender os seus gestos e as suas reações durante a prática”, explicou Santos.


CongregaCREF



CREF2/RS participa do Fórum em Defesa da Secretaria Municipal de Esporte, Recreação e Lazer da capital
21/03/2017
Fonte: CREF2/RS

A presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) esteve presente hoje, dia 21, no Fórum em Defesa da Secretaria de Esporte e, Recreação e Lazer de Porto Alegre (SME), realizado no plenário Otávio Rocha da Câmara de Vereadores de Porto Alegre. A Secretaria está ameaçada de extinção pela Lei Complementar 810, aprovada com a reveladora diferença de apenas um voto da maioria simples. A SME, com diferentes nomes, existe desde 1920, e é amplamente reconhecida como patrimônio cultural porto-alegrense e também brasileiro, dada sua relevância. A Secretaria tem materializado cotidianamente um grande conjunto de ações que fomentam e garantem as vivências de Esporte, Recreação e Lazer no município de Porto Alegre, tendo como preceitos fundamentais a universalidade e a participação cidadã.

O professor da SEL Hamilton dos Santos afirmou no evento que o que está se discutindo é qual concepção de cidade queremos ter. “Essa pergunta deve ser uma motivação da reflexão dos vereadores que votarão o projeto da reforma administrativa, e para isto estamos oferecendo argumentos que podem garantir a política de esporte, recreação e lazer de Porto Alegre como uma política de Estado”. Hamilton disse que é necessário pensar a SME para além da racionalização administrativa. “Quando se fala nestes termos, se pensa imediatamente em algumas imagens como o inchaço de órgãos públicos e a burocratização dos serviços”, explicou. Hamilton afirmou que estas não são características da Secretaria. "A SME é um investimento no capital social da cidade e não um custo a ser reduzido ou extinto", afirmou.

A vereadora Sofia Cavedon explicou que as eleições são um dos momentos da Democracia, não sendo seu ponto inicial nem final. "É o momento da eleição do prefeito e dos vereadores. A Constituição Federal que regra a democracia brasileira diz seu primeiro artigo que o poder é exercido em nome do povo, através dos seus representantes. Ninguém é eleito para substituir o povo, nós somos eleitos para representar o povo. Nosso voto delega poder, mas não delega autonomia”, asseverou. A questão fundamental, prosseguiu a vereadora, é saber quem o prefeito Marchezan está consultando para fazer mudanças desta monta na cidade de Porto Alegre, como, por exemplo, a extinção da SME.

A presidente do CREF2/RS cumprimentou a resistência e a combatividade dos professores em defesa à SME. "Como presidente do Conselho de Educação Física, represento quase 30 mil profissionais de Educação Física que, com certeza, estão apoiando esta luta". Carmen disse ficar muito à vontade com estas reivindicações por ser professora aposentada da Secretaria e conhecer bem sua história. "Há pouco um vereador me disse que as políticas da secretaria serão mantidas, mesmo ela sendo extinta. Não é verdade, tanto que já está havendo mudanças. Nas unidades, já tiraram o pessoal da cooperativa de limpeza, sendo repassado estes serviços à comunidade e aos professores. Já removeram vários professores cedidos à SME. Quantos mais vão tirar?". Carmen disse que Marchezan Jr. tem que compreender que a extinção da SME vai economizar um valor irrisório à prefeitura. "Cerca de 90% dos professores e funcionários são concursados", ressaltou

O representante das Instituições de Ensino Superior, Cláudio "Dida" Gutierrez (CREF 014210-G/RS), explicou que, desde que ela foi criada, a SME é uma escola de gestores. "Diversos profissionais e professores, militando na SME, aprendeu a lidar com gestão pública e com as políticas de esporte e lazer. Vários dos nossos estudantes que estão vinculados à SME, aprendendo a serem profissionais da saúde, portanto, para as IES, a SME é um espaço muito importante. A presença da cada um e cada uma é grande força na luta pela cidadania neste país.


SME Porto Alegre



Fórum em defesa da Secretaria Municipal de Esporte, Recreação e Lazer acontece nesta terça-feira
20/03/2017
Fonte: CREF2/RS

Nesta terça-feira, 21 de março, será realizado o Fórum em defesa da Secretaria Municipal de Esporte, Recreação e Lazer de Porto Alegre. O evento, aberto para participação da comunidade em geral, acontece a partir das 9h na Câmara de Vereadores de Porto Alegre e terá como temática principal as políticas públicas e sociais de esporte e os programas e projetos da SME-POA.

Fórum em Defesa da Secretaria de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre Data: Terça-feira, 21 de março de 2017 Horário: Das 9h às 12h e das 14h às 17h Local: Plenário Otávio Rocha – Câmara Municipal de Porto Alegre/RS Endereço: Av. Loureiro da Silva, 255 – Porto Alegre/RS Inscrições: Inscrições no local


SME-POA



Secretaria de Esportes e Lazer de Caxias do Sul registra todos seus profissionais de Educação Física
16/03/2017
Fonte: CREF2/RS

A Secretaria Municipal do Esporte e Lazer (SMEL) de Caxias do Sul conseguiu em 70 dias registrar no CREF2/RS todos os 43 profissionais de Educação Física que trabalham no órgão. A informação é da secretária de Esportes e Lazer e conselheira do CREF2/RS, Marcia Rohr da Cruz (CREF 007542-G/RS). “Quando assumimos, as irregularidades levaram a secretaria a assinar dois Termos de Aditamento de Conduta, que continuavam a ser descumpridos”, relatou. Segundo a secretaria, um dos termos tinha relação a estagiários atuando sozinhos nas academias da melhor idade, quadras e ginásios e o outro era referente aos profissionais de Educação Física que trabalhavam sem registro profissional do Conselho na Secretaria.

“No programa Conviver, de Ginástica para Terceira Idade, quase a totalidade dos profissionais não possuía registro no CREF2/RS”, ressalta Márcia, que se deparou com uma forte resistência inicial ao registro profissional. “Começamos um intenso trabalho de mudança cultural junto aos funcionários, reforçando sempre a importância do registro do profissional de Educação Física e a necessidade da secretaria ser exemplo perante outras profissões e à comunidade”.

Marcia explicou que havia o mesmo problema na área de financiamento esportivo. “Nenhuma das pessoas que pessoas trabalhavam neste setor, fazendo a fiscalização da destinação do dinheiro público era registrada”. Hoje, 100% dos profissionais de Educação Física que trabalham no setor Administrativo, do Lazer, Recreação, Saúde e Desporto estão registrados no CREF2/RS e todos os estagiários estão de acordo com sua área de formação.

“Após esta conscientização dos profissionais, eles passaram a conscientizar a comunidade para que seja vetor dessa ideia e cobre a presença do profissional registrado quando haja atividades esportivas e de lazer. “No médio prazo, seremos exemplo na orientação das atividades físicas, recreativas e de lazer orientados por profissionais de Educação Física”.

A presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) esteve presente, no início do ano, do lançamento da nova diretoria da Secretaria de Esportes e Lazer. "Na ocasião, tive a oportunidade de conversar com o prefeito Daniel Guerra, um jovem empreendedor que renovou todos escalões das secretarias, com pessoas jovens e dinâmicas, como a nossa secretária de Esportes. Acredito que vá ser feito um bom trabalho lá, e a secretaria de Esportes vai, seguramente, ser um órgão de vanguarda nas políticas que são comuns ao CREF2/RS”.


SMEL Caxias do Sul



Conselheira Marcia da Cruz assume Secretaria do Esporte e Lazer de Caxias do Sul
11/01/2017
Fonte: SMEL

A conselheira do CREF2/RS Marcia da Cruz (CREF 007542-G/RS) é a nova secretária municipal do Esporte e do Lazer de Caxias de Sul (SMEL). A cerimônia de posse ocorreu no dia 1º de janeiro e também marcou o início dos trabalhos dos demais integrantes da gestão 2017/2020 da Prefeitura.

Marcia é graduada também em Administração e já foi presidente do Conselho Municipal do Desporto de Caxias do Sul, de 2014 a 2015. Ela idealizou e coordenou o programa de extensão Inovação Social e Sustentabilidade da Universidade de Caxias do Sul (UCS), onde ainda atua como professora.

Como salienta Marcia, buscar o crescimento das atividades esportivas no município, visando a prevenção de doenças, deve ser a prioridade da nova gestão da SMEL. “Zelar pelo bem-estar das pessoas e pelo desenvolvimento da comunidade esportiva são assuntos fundamentais, trabalhando sempre com respeito ao próximo. Queremos proporcionar para a população ações esportivas, recreativas, paradesportivas, fomentando o esporte amador e revitalizando os centros esportivos da cidade”, pontuou.

Diversos profissionais de Educação Física acompanham a nova secretária no comando da SMEL, entre eles Paulo Roberto de Cândido Júnior (CREF 022017-G/RS), desenvolvedor de ações em projetos esportivos que trabalham com vulnerabilidade social; Rafael Generosi (CREF 010124-G/RS), mestre em Ciências do Movimento Humano; e Sidnei dos Santos Júnior (CREF 014180-G/RS), especialista em Pesquisa e Ciência do Movimento Humano e Pedagogia do Movimento Humano.


Caxias do Sul Esporte Lazer SMEL



CREF2/RS defende Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer na Câmara de Vereadores de Porto Alegre
22/12/2016
Fonte: CREF2/RS

Na manhã desta quinta-feira, dia 22 de dezembro, o vice-presidente do CREF2/RS Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS) esteve na Câmara Municipal de Porto Alegre para buscar o apoio dos vereadores contra a proposta de extinção da Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer (SME). A votação está prevista para ocorrer hoje à tarde e os representantes do Plenário receberam uma carta, que apresenta os motivos para a continuidade do trabalho da SME e os benefícios que são proporcionados pelo órgão para toda a sociedade. O texto na íntegra segue abaixo:

O Conselho Regional de Educação Física da 2ª Região (CREF2/RS), representando cerca de 10 mil profissionais de Educação Física e 800 empresas registradas apenas em Porto Alegre, vem ratificar a importância da manutenção da Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer (SME), que tem sido referência na execução e na propagação de políticas públicas de esporte e de lazer, constituindo significativos programas e projetos na área do esporte escolar e da saúde.

Desde a sua criação nos anos 1920, a SME vem cumprindo o seu papel institucional com excelência, cuja função para a sociedade porto-alegrense é fundamental e imprescindível, gerando ações que oportunizam a prática da atividade física e do esporte, nas suas mais diversas modalidades e dimensões, além de fomentar a formação de novos profissionais de Educação Física.

Através do esporte e do exercício físico, a população de Porto Alegre tem demonstrando uma grande melhora na sua qualidade de vida, mesmo diante de números preocupantes apresentados em 2016 pelo Ministério da Saúde, em que relaciona 50% da população brasileira ao sobrepeso e a algum tipo de doença relacionada à obesidade, como hipertensão e diabetes. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde, para cada R$ 1,00 investido em esporte e em atividade física são poupados outros R$ 5,00 em saúde.

Diante desse quadro, somente com a permanência da SME será possível desonerar a Prefeitura e os postos de saúde, solidificando as políticas públicas das quais a sociedade vem sendo beneficiada por meio do esporte e da atividade física. O CREF2/RS, seguro de contar com o vosso apoio na busca constante dos interesses da sociedade, está à disposição para esclarecer eventuais questionamentos.


Porto Alegre



Conselheira realiza visita ao secretário municipal do Esporte e Lazer de Caxias do Sul
03/05/2016
Fonte: CREF2/RS

O secretário municipal do Esporte e Lazer de Caxias do Sul, Washington Stecanela Cerqueira, recebeu a conselheira do CREF2/RS Marcia Rohr da Cruz (CREF 007542-G/RS) na tarde desta segunda-feira (2). Durante o encontro na SMEL, Márcia explicou ao secretário a necessidade de correções nas fichas de inscrição e orientações dos jogos escolares.

Segundo a conselheira, Cerqueira foi receptivo às demandas do CREF2/RS, além de se comprometer a adaptar sua administração ao Código de Ética dos Profissional de Educação Física e à Lei do Estágio. “Também convidamos o secretário, diretores, coordenadores pedagógicos e professores de Educação Física do município a participarem do Curso Formação Continuada que será organizado pelo Conselho, no qual será apresentado o livro “Recomendações para Educação Física Escolar do CONFEF”.


CREF Serra



CREF2/RS visita Secretaria Municipal de Educação de Caxias do Sul
27/04/2016
Fonte: CREF2/RS

Na tarde de ontem, dia 26 de abril, o CREF2/RS, representado pela conselheira Márcia da Cruz (CREF 007542-G/RS), visitou a Secretaria Municipal de Educação (SMED) de Caxias do Sul. Em reunião com o novo secretário do município, Agenor Basso, e com o assessor pedagógico, Sidnei dos Santos Jr. (CREF 014180-/G/RS), ela falou um pouco sobre o Código de Ética Profissional e sobre os encaminhamentos que são dados depois das ações de fiscalização.

Márcia aproveitou o encontro também para tirar algumas dúvidas sobre a elaboração dos editais de concursos públicos, que devem exigir, para os cargos de competência dos profissionais de Educação Física, o registro no CREF2/RS. Neste sentido, a Secretaria se prontificou em verificar se todos os professores da rede municipal possuem o CREF ativo. Além disto, também serão elaboradas, em parceria com o Conselho, oportunidades de formação e de capacitação aos profissionais que atuam nas escolas municipais. “Esta ação, contribuirá também com o projeto político-pedagógico escolar, que já está em andamento no município”, explicou Basso.

A proposta foi vista, pela SMED, como uma importante contribuição. A Secretaria e o Conselho voltarão a se reunir, em breve, para definir os detalhes da primeira palestra que será oferecida aos profissionais de Educação Física da Caxias do Sul. O tema será a Ética Profissional.


CREF Serra Educação Física Escolar



Profissionais de Educação Física e SME se reúnem para discutir uso do Parque Ramiro Souto
04/12/2015
Fonte: CREF2/RS

Na manhã desta sexta-feira (4), estiveram reunidos no Parque Ramiro Souto, na Redenção, o vice-prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, o secretário municipal de Esportes, Recreação e Lazer, (SME) José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS), e profissionais de Educação Física para discutir as normas de uso do local. Débora Garcia (CREF 002202-G/RS), 1ª secretária, e os conselheiros Cláudia Lucchese (CREF 002358-G/RS) e Alessandro Gamboa (001534-G/RS) também marcaram presença, representando o CREF2/RS.

O encontro foi marcado após a polêmica que envolveu o Parque nesta última semana, quando a SME proibiu a atuação dos profissionais que utilizam o local para ministrar atividades físicas e esportivas remuneradas. Segundo Meurer, houve um equívoco na formulação destas notificações, o que gerou um mal-entendido. "A medida não em como objetivo impedir o trabalho, mas organizar o uso do Parque", defendeu. Entre as regras, levadas para o conhecimento de todos, está a proibição do estacionamento de veículos no local, a publicidade de marcas sem a autorização da Prefeitura, a instalação de tendas que prejudiquem o acesso público e a orientação de atividades físicas por pessoas sem registro no CREF2/RS.

Para Débora, as medidas que serão adotadas pelo Parque, além de reforçar o caráter público do local, vão coibir o exercício ilegal da profissão. "As pessoas que trabalham nos parques da cidade não podem ser leigos no assunto. Para vir ao Ramiro Souto e passar treinos, é obrigatório ser profissional de Educação Física e ter registro no Conselho", explicou aos presentes. "Por conta disto, vamos intensificar a nossa fiscalização, para que os usuários deste tipo de espaço recebam somente a orientação de profissionais de Educação Física habilitados. Nós temos este compromisso e vamos nos unir para isto", completou.

Os representantes das assessorias esportivas também se comprometeram em "adotar" o local, para que, em parceria com a Prefeitura, possam ser feitas melhorias na estrutura do Parque, em questões que envolvem a segurança, os banheiros e a pista atlética. As sugestões foram todoas anotadas e a administração do Ramiro Souto vai voltar a se reunir com os profissionais de Educação Física para dar avanço a todas estas demandas.


Parque Ramiro Souto SME



Reunião da SME e do CREF2/RS define situação do Parque Ramiro Souto
02/12/2015
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS comparecerá à reunião convocada pela Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre (SME), programada para acontecer sexta-feira (4), às 10h, na pista de atletismo do Parque Ramiro Souto. Lá, o coordenador do Parque, Celso Luiz Mastrascusa, orientará os profissionais de Educação Física sobre as normas de utilização do espaço.

Durante esta semana, a Secretaria notificou usuários do Ramiro Souto por promoverem atividades esportivas com rendimento econômico e por utilizarem o espaço para divulgações de marcas e patrocínios. Segundo o secretário Municipal de Esportes, Recreação e Lazer, José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS), houve um equívoco na formulação destas notificações, o que gerou um mal-entendido. “A medida não tem como objetivo impedir o trabalho do profissional de Educação Física, mas sim organizar o uso do local”, afirmou. Meurer explicou que a normatização proíbe o estacionamento de veículos no Parque, a publicidade de marcas, a instalação de tendas e a orientação de atividades físicas por pessoas sem registro no CREF2/RS.

A presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), apoiou as medidas implementadas e explicou que a tarefa do Conselho será coibir o exercício ilegal da profissão no local. “Reforçaremos nossa fiscalização para que os usuários deste espaço público recebam somente a orientação de profissionais de Educação Física habilitados, resguardando nossa profissão, bem como a saúde da população”, afirmou.

Reunião sobre a normatização do Parque Ramiro Souto
Sexta-feira, 4 de dezembro, às 10h
Local: Parque Ramiro Souto
Endereço: Avenida Osvaldo Aranha, 969 - BBom Fim

Foto: Joel Vargas/PMPA


Parque Ramiro Souto



Conselho realiza avaliações antropométricas neste sábado no Parque Marinha do Brasil
26/11/2015
Fonte: CREF2/RS

No próximo sábado, dia 28 de novembro, a Associação Brasileira de Apoio aos Operadores Bariátricos (ABAOB) vai realizar, no Parque Marinha do Brasil, em Porto ALegre, a 12ª edição do projeto Desobesa Brasil e a 1ª Caminhada de Combate à Obesidade e Sedentarismo. Os eventos contarão com a participação do CREF2/RS, que estará no local realizando avaliações antropométricas e concedendo informações sobre a importância da atividade física orientada. O horário de atendimento será das 15h às 19h, em frente à Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer (SME).

A programação desta edição do Desobesa Brasil também contará com uma oficina de vôlei de praia, promovida pela Federação Gaúcha de Vôlei, uma aula de patinação e uma série de atividades esportivas para o público infantil, entre outras mais. O evento será gratuito e aberto para a comunidade em geral. Compareça!

Desobesa Brasil – 12ª edição
Sábado, 28 de novembro, das 15h às 19h
Local: Parque Marinha do Brasil, em frente à SME
Endereço: Avenida Borges de Medeiros, 2035 – Praia de Belas


Desobesa Brasil atendimento



Projeto Desobesa Brasil estimula vida saudável no Parque Marinha do Brasil no dia 28
05/11/2015
Fonte: ABAOB

A Associação Brasileira de Apoio aos Operados Bariátricos (ABAOB), com apoio do CREF2/RS e dos conselhos ligados à saúde, promove no dia 28 de novembro, das 15h às 19h, a 12ª Edição do Projeto Desobesa Brasil e a 1ª Caminhada de Combate à Obesidade e Sedentarismo no Parque Marinha do Brasil, em Porto Alegre.

Será um dia com múltiplas atividades, no qual vários profissionais da saúde prestarão atendimento e mobilizando a sociedade para o combate à obesidade e ao sobrepeso. Haverá avaliações físicas e dicas de nutrição, aulas de skate, patinação e a secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer (SME) promoverá atividades lúdicas e esportivas para as crianças.

A ABAOB e o Projeto Desobesa Brasil têm como objetivo engajar pessoas com sobrepeso e àquelas que realizaram a cirurgia bariátrica em atividades físicas, esportivas, programas de saúde nutricional e psicológico. Ambos buscam a reinserção do obeso e daqueles que realizam o procedimento cirúrgico bariátrico, procurando formas de incentivo à socialização das pessoas que não saíam de casa, por se sentirem discriminadas pela sociedade.

O CREF2/RS fará atendimento no local, realizando avaliações físicas e exames de bioimpedância, método moderno de alta precisão na avaliação da composição corporal e do percentual de gordura corpórea, da massa magra e da hidratação. O Conselho também reforçará junto à população seu papel de fiscalizador dos serviços prestados pelos profissionais de Educação Física.

Desobesa Brasil - 12ª Edição

Sábado, 28 de novembro, das 15h às 19h
Local: Parque Marinha do Brasil, em frente à SME
Endereço: Avenida Borges de Medeiros, 2035 - Praia de Belas

Atendimento da equipe do CREF2/RS, com avaliações antropométricas, orientações sobre atividade física e informações sobre trabalho desenvolvido pelo Conselho


Associação Brasileira de Apoio aos Operados Bariátricos



CREF2/RS entrega livros sobre Educação Física Escolar à Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre
24/09/2015
Fonte: CREF2/RS

Nessa quarta-feira (23), o CREF2/RS realizou a entrega oficial do livro “Recomendações para a Educação Física Escolar” à Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre (SMED). Os exemplares, editados pelo Sistema CONFEF/CREFs, serão repassados às 55 escolas municipais de ensino fundamental da capital. Na ocasião, a presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), e a presidente da Câmara Técnica de Educação Física Escolar, Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), apresentaram as propostas contidas na publicação à Eliane Meleti, chefe de gabinete da secretária Municipal de Educação Cleci Jurach.

A presidente do CREF2/RS ressaltou importância da aprovação da lei nº 11.585 do vereador professor Garcia (CREF 000002-G/RS), que tornou obrigatória a formação em curso superior de Licenciatura em Educação Física para a docência da disciplina nas escolas de ensino, como um marco na luta pela Educação Física Escolar no país. “Sancionada pelo prefeito de Porto Alegre José Fortunati, essa legislação deve ser reforçada e propagada para outras cidades do Rio Grande do Sul e do Brasil. Vemos nela um grande ganho para a educação e para a defesa da formação do profissional de Educação Física”.

Carmen explicou que a publicação do CONFEF/CREFs é resultado de intensos debates realizados pela Comissão de Educação Física Escolar do CONFEF em seminários, fóruns e congressos, que identificaram a falta de um documento referencial que desse conta, de maneira objetiva, das questões relacionadas a este campo do saber. “O livro foi desenvolvido por meio de uma proposta democrática, e se constitui em um instrumento norteador para a intervenção responsável e qualificada no ambiente profissional”, afirmou.

“Vamos enviar essa publicação às escolas com ofício recomendando seu estudo”, disse Eliane Meleti, enfatizando que o Ensino Fundamental e Médio do município já possuem professores graduados em Educação Física. “A valorização dos profissionais é prioridade da gestão. A lei cumpre o papel de sacramentar o trabalho que já vem sendo realizado no município, além de incentivar novas experiências nesse sentido. Na educação infantil, desde 2013, a Prefeitura vem nomeando profissionais de Educação Física”, acrescentou.

Segundo Miryam Brauch, o livro foi desenvolvido por meio de uma proposta democrática, com a colaboração de todos os CREFs. “Os Conselhos historicamente têm se esforçado em cooperar na atualização dos profissionais de Educação Física e na elaboração e apresentação de projetos de lei que garantam aos alunos acesso às aulas de Educação Física Escolar ministradas por profissional habilitado”.

Foto: Guga Stefanello/Divulgação PMPA


Educação Física Escolar



Rugby poderá ser conteúdo de Educação Física nas escolas municipais de Porto Alegre
21/09/2015
Fonte: Correio do Povo

A Secretaria Municipal de Educação (Smed) do Porto Alegre irá disponibilizar para os professores com formação em Educação Física um curso de capacitação em rugby. O objetivo é que os profissionais tenham o conhecimento da metodologia e o acesso à modalidade, dando mais uma opção de esportes para os alunos da rede municipal.

“Hoje, o rugby tem 60 mil praticantes no Brasil. É o esporte que mais cresce no país, mais de 15% ao ano. O público em potencial também é grande. É o segundo esporte com mais interessados em conhecer e praticar”, afirmou o coordenador de desenvolvimento de rugby no Rio Grande do Sul, Lucas Toniazzo.

O esporte é disputado por duas equipes de quinze jogadores, numa partida de duas partes de 40 minutos contínuos. No Sevens, que passará a ser uma modalidade na Rio 2016, os jogos são disputados em dois tempos de sete minutos e cada time entra em campo com sete jogadores. "O objetivo do jogo é marcar o maior número de pontos", disse Lucas Toniazzo.

O curso ainda não tem data para ser realizado. A primeira divisão de rugby do Rio Grande do Sul conta com seis equipes. A Federação Gaúcha de Rugby realiza anualmente mais quarto divisões, 2ª, acesso, intermediária e Juvenil. Além da Copa RS e três competições de Sevens, masculina, juvenil e feminino.


Educação Física Escolar



Interiorizasul vai a Santana do Livramento e Rosário do Sul no início de julho
17/06/2015
Fonte: CREF2/RS

Com o objetivo de se aproximar dos profissionais do interior do Estado, o CREF2/RS executa o Interiorizasul, em que realiza visitas de atendimento em cidades fora de Porto Alegre. No dia 1º de julho, o projeto estará em Santana do Livramento, e em Rosário do Sul no dia 2. Em ambas as cidades o CREF2/RS oferecerá aos profissionais de Educação Física da fronteira oeste do Estado os serviços de atualização cadastral, entrega de Cédula, coleta de digital e parcelamento, além de conceder informações em geral sobre o trabalho realizado pelo Conselho e efetuar novos registros.

O agendamento do atendimento já pode ser feito por aqui . Além de forma de aproveitar melhor o tempo dos profissionais que procuram o Interiorizasul, o agendamento otimiza o trabalho do Conselho e informa previamente os documentos necessários para cada procedimento. No local, o atendimento não agendado é por ordem de chegada.

Interiorizasul Santana do Livramento
Data: 1º de julho, quarta-feira, das 09h às 12h e das 14h às 17h
Local: Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer
Endereço: Rua Duque de Caxias, 1783 - Centro

Interiorizasul Rosário do Sul
Data: 02 de julho, quinta-feira, das 14h às 18h
Local: Secretaria Municipal de Educação e Cultura – SMEC
Endereço: Rua Amaro Souto, 2501 - Centro


Interiorizasul



Interiorizasul atende em Lajeado e Montenegro no começo do maio
29/04/2015
Fonte: CREF2/RS

Com o objetivo de se aproximar dos profissionais do interior do Estado, o CREF/2 executa o Interiorizasul, em que realiza visitas de atendimento em cidades fora de Porto Alegre. No começo de maio, o projeto estará em Lajeado, no dia 6, e em Montenegro, no dia 7, para oferecer aos profissionais de Educação Física da região sul do Estado os serviços de atualização cadastral, entrega de Cédula, coleta de digital e parcelamento, além de conceder informações em geral sobre o trabalho realizado pelo CREF2/RS e efetuar novos registros.

O agendamento do atendimento já pode ser feito por aqui. Além de forma de aproveitar melhor o tempo dos profissionais que procuram o Interiorizasul, o agendamento otimiza o trabalho do Conselho e informa previamente os documentos necessários para cada procedimento. No local, o atendimento é por ordem de chegada.

Interiorizasul Lajeado
6 de maio, das 13h às 18h
Local: Centro Universitário Univates – Sala 302 (Prédio 16)
Endereço: Rua Avelino Tallini, 171

Interiorizasul Montenegro
7 de maio, das 12h às 16h
Local: Secretaria Municipal de Educação e Cultura – SMEC
Endereço: Rua Ibiá, s/nº – Parque Centenário




Troféu Mérito Esportivo premia destaques de 2014 em Caxias do Sul
18/12/2014
Fonte: Prefeitura de Caxias do Sul

A Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Secretaria do Esporte e Lazer (SMEL) e do Conselho Municipal do Desporto (CMD), realizou na segunda-feira (15) a entrega do Troféu Mérito Esportivo 2014. A presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) esteve presente na cerimônia, que teve como objetivo homenagear personalidades e entidades esportivas caxienses que se destacaram durante o ano.

Para Jó Arse, secretário municipal do Esporte de Lazer, a cidade pode ser intitulada a capital estadual do esporte. "Se somados os resultados dos JIRGS 2014, Caxias do Sul seria a grande campeã. Isso é a comprovação de todo trabalho realizado e dedicação dos profissionais que são disseminadores do esporte caxiense".

A premiação, com troféus e certificados, foi entregue em sete categorias: Educacional, Especial, Base, Rendimento, Técnico, Comunitário e Administrativo. A escolha foi feita a partir de indicação dos nomes pelos representantes das entidades que compõem o CMD. A lista completa com os vencedores pode ser acessada aqui.

Foto: Morgana Perini/Prefeitura de Caxias do Sul




Aniversário do CREF2/RS movimenta Redenção com grande festa
11/11/2014

No domingo (9), o CREF2/RS comemorou o seu aniversário de 15 anos com grande evento no Parque da Redenção, em Porto Alegre. A festa, que iniciou pela manhã e se estendeu até o final da tarde, contou com ampla programação. O público que compareceu ao local teve à disposição diversas atividades, além de distribuição de brindes e sequência de aulas e apresentações. O encerramento foi com o show da banda Dublê.

"Tivemos ótima aderência", declarou a presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) durante o evento. Para o conselheiro Cláudio Franzen (CREF 003304-G/RS), membro da comissão responsável pela idealização da festa, outro ponto positivo foi a participação dos conselhos parceiros, assim como da SME/POA, na prestação de serviços à população. O espaço destinado às atividades deste tipo teve intenso movimento durante toda a manhã, com medições de pressão, glicose, teste de memória, auriculoterapia e informações gerais sobre alimentação e agrotóxicos.

Para o público infantil que compareceu à festa do CREF2/RS, o Ônibus Brincalhão foi o ponto de encontro. "As crianças são as que mais aproveitam eventos como este", explicou Ana Eleonora Assis (CREF 000239-G/RS), responsável pelo projeto. A brinquedoteca itinerante também teve grande movimento, assim como a aula de tai chi chuan, ministrada por Rosaura Coronet (CREF 006555-G/RS). "O tai chi chuan faz interessante contraponto entre equilíbrio e saúde, através do movimento e da introspecção", avaliou. Na sequência, o público gastou as energias na aula de ritmos, conduzida por João Ferreira Filho (CREF 017097-G/RS). "A dança contagia as pessoas. Ao ar livre é ainda mais legal, porque a troca é também com a natureza, com o sol. Isto motiva mais", explicou o professor.

A última atividade do turno foi a apresentação de capoeira, feita pelo grupo Abadá. Em espécie de microaula, os presentes puderam aprender alongamento e alguns movimentos simples da modalidade. "A capoeira é reconhecida no mundo inteiro", analisou Montanha, integrante do Abadá. "O bacana de trazê-la para a Redenção é fortalecê-la como instrumento pedagógico para o desenvolvimento das crianças nas escolas".

Com espaço em que realizou mais de 300 avaliações antropométricas durante todo o dia, o aniversário do CREF2/RS teve o intuito de valorizar os profissionais de Educação Física e ressaltar a necessidade do exercício bem orientado. "As pessoas estão nos procurando e se informando bastante. Elas querem saber quem é o profissional de Educação Física", contou Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação. "Nosso intuito é aproximar população e Conselho. Por isto, é muito importante orientar as pessoas como podem identificar uma academia regularizada e exigir que o profissional seja realmente habilitado. Elas precisam saber que que existe um Conselho que fiscaliza e defende a sociedade".

A banda Dublê, conhecida em todo o Estado pelo seu repertório eclético, encerrou a grande festa, às 18h30. O show do grupo, recheado com hits de todos as épocas, animou as centenas de pessoas que se posicionaram frente ao palco, montado próximo à Rótula da Setembrina. "Nossa relação com a Educação Física é direta", afirmou Vini Netto, vocalista do grupo. "Atividade física é muito importante para gente e todo mundo da banda acaba praticando algum tipo de exercício. Nosso trabalho depende do desempenho em cima do palco e a gente precisa da orientação do profissional de Educação Física para ter gás para fazer um bom show sempre". O público concordou e adorou.

Confira a galeria de fotos do evento aqui.




Festa de 15 anos do CREF2/RS é neste domingo na Redenção
06/11/2014

No domingo (9), o CREF2/RS irá comemorar o seu aniversário de 15 anos com grande evento ao ar livre, no Parque da Redenção, em Porto Alegre. A festa, que inicia às 9h em espaço próximo à Rótula da Setembrina, terá ampla programação, com apresentação de capoeira, aulas de ritmos e tai chi chuan e local onde os conselhos da área da saúde e a SME/POA irão prestar diferentes serviços ao público, como teste de memória, medição de glicose e de pressão. Além disto, o CREF2/RS irá realizar avaliações antropométricas durante todo o evento.

"O que queremos é valorizar ao máximo a imagem do profissional de Educação Física", explica o conselheiro Sérgio Viana (CREF 008122-G/RS), membro da Comissão Temporária de 15 Anos. "Por isto, optamos por incrementar o evento com atividades pertinentes aos nossos registrados e à sociedade".

A festa do CREF2/RS contará ainda com atividades para crianças, proporcionadas pelo Ônibus Brincalhão, e encerramento com grande show da banda Dublê, conhecida em todo o Estado pelo seu repertório vibrante e eclético. "A Dublê tem a cara dos profissionais de Educação Física", avalia Cláudio Franzen (CREF 003304-G/RS), também conselheiro e membro da Comissão idealizadora do evento. "Eles foram indicados pelo seu trabalho diversificado. Acho que é o tipo de música que nossos profissionais adorariam ouvir em uma festa", avalia.

Confirme presença no evento do Facebook aqui.

Programação:
9h às 18h30min – Atendimento CREF2/RS
9h às 14h – Atendimento Conselhos da Saúde, SME/POA, APEF e SINPEF
9h às 12h – Ônibus Brincalhão
9h – Aula de Tai chi chuan, com Rosaura Coronet (CREF 006555-G/RS)
10h – Aula de Ritmos, com João Ferreira Filho (CREF 017097-G/RS)
11h – Apresentação de Capoeira, com Grupo Abadá
18h30min – Encerramento com banda Dublê




Conselho comemora 15 anos com grande evento na Redenção
30/10/2014

No ano em que completa 15 anos, o CREF2/RS irá comemorar a data com grande evento ao ar livre, no dia 9 de novembro, no Parque da Redenção, em Porto Alegre. A festa, que inicia às 9h, terá ampla programação, com apresentação de capoeira, aulas de ritmos e tai chi chuan e espaço em que o CREF2/RS e demais conselhos de área da saúde irão prestar serviços ao público, como avaliações antropométricas, teste de memória e medição de glicose e de pressão, esta última realizada pela SME/POA. APEF e SINPEF também estarão presentes. "O que queremos é valorizar ao máximo a imagem do profissional de Educação Física", explica o conselheiro Sérgio Viana (CREF 008122-G/RS), membro da Comissão Temporária de 15 Anos. "Por isto, optamos por incrementar o evento com atividades pertinentes aos nossos registrados e à sociedade".

Além disto, o evento contará com atividades lúdicas para crianças, proporcionadas pelo Ônibus Brincalhão, e encerramento com grande show da banda Dublê, conhecida em todo o Estado pelo seu repertório vibrante e eclético. "A Dublê tem a cara dos profissionais de Educação Física", avalia Cláudio Franzen (CREF 003304-G/RS), também conselheiro e membro da Comissão idealizadora do evento. "Eles foram indicados pelo seu trabalho diversificado. Acho que é o tipo de música que nossos profissionais adorariam ouvir em uma festa", avalia.

Confirme presença no evento do Facebook aqui.

Programação:
9h às 18h30min – Atendimento CREF2/RS
9h às 14h – Atendimento Conselhos da Saúde, SME/POA, APEF e SINPEF
9h às 12h – Ônibus Brincalhão
9h – Aula de Tai chi chuan, com Rosaura Coronet (CREF 006555-G/RS)
10h – Aula de Ritmos, com João Ferreira Filho (CREF 017097-G/RS)
11h – Apresentação de Capoeira, com Grupo Abadá
18h30min – Encerramento com banda Dublê




CREF2/RS solicita retificação de edital à Prefeitura de Pelotas
16/01/2014
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS notificou a Prefeitura de Pelotas para garantir que Profissionais de Educação Física sejam chamados para ocupar vagas para as funções do Edital nº 094/2013, relativo ao programa Vida Ativa, da Secretaria Municipal de Educação e Desporto – SMED, que promove vagas para as funções de Agente social do Esporte e Lazer – Bolsista e Agente Social e do Esporte e Lazer, às quais, estavam, respectivamente, sendo indicadas para ensino fundamental e médio. O CREF2/RS entende que as atividades relacionadas às oficinas de esporte, ginástica e orientação à caminhada são privativas do Profissional de Educação Física – Licenciado Pleno ou Bacharel. "Seguimos na defesa intransigente da Profissão, garantindo que a sociedade tenha serviços seguros e de qualidade", afirma presidente do Conselho, Eduardo Merino.




CREF2/RS discute legado da Copa do Mundo
02/12/2013
Fonte: CREF2/RS

A Câmara de Futebol do CREF2/RS realizou no Ginásio Tesourinha, em Porto Alegre, no dia 25/11 o evento ""A Copa do Mundo, seu legado e a importância para o esporte escolar"". Durante o evento, o Secretário Municipal para a Copa de 2014, João Bosco Vaz, explicou que a oportunidade é importante por reunir formadores de opinião e poderá desmitificar muitos fatos. ""Aquela antiga Copa da Paixão transformou-se em um grande negócio, onde ganham todos. As pessoas tem ideia errada que o governo aporta dinheiro na FIFA, o que é um engano. ""
Bosco explicou que o Estado apenas deu incentivos para compra de material de construção. ""Nada comparado aos R$ 450 milhões que o Corinthians recebeu"", afirmou. Vaz reforçou a ideia que o esporte escolar será beneficiado, e que a FIFA está fazendo parceria com a Associação Cristã de Moços e com a rede pública de ensino, onde serão dadas aulas de história e geografia sobre os países participantes da Copa, deixando um legado de conhecimento.
O secretário disse ainda que a SMED manterá salas de recreação para que as crianças sejam cuidadas antes dos jogos por cerca de 30 professores. ""O que temos que ter em mente é que não existem eventos com 100% de acertos. Temos que trabalhar com a perspectiva de errar o menos possível"", complementou.
O Secretário do Esporte e do Lazer do Rio Grande do Sul e Coordenador Geral do Comitê Gestor da Copa 2014, Kalil Sehbe explicou que nenhuma categoria irá se beneficiar tanto com a Copa como os Profissionais de Educação Física. ""Nosso mercado se ampliará e se tornará mais complexo"", argumenta Kalil, que também questionou a forma como as escolas vão perceber a Copa. ""Temos de nos esforçar para que as crianças compreendam este evento como cidadania e um processo de construção da autoestima"". O secretário ressaltou os projetos sociais que a FIFA legou nos países em que houve Copa. ""Na África do Sul ainda estão em andamento cinco destes projetos, que beneficiam milhares de pessoas"". Kalil complementou sua fala ressaltando que os maiores legados são os intangíveis. ""Tudo o que melhorar na saúde e segurança irá reverter automaticamente para toda a sociedade"".




Educação Física nos Anos Iniciais. Saber em Movimento
31/07/2013
Fonte: Jornal Agora

Com a intenção de promover um espaço de reflexão das ações e aprendizagem de atividades para serem trabalhadas nas aulas de Educação Física, nos anos iniciais, a Smec (Secretaria de Educação e Cultura do Rio Grande/RS) está propondo o projeto ""Educação Física nos Anos Iniciais. Saber em Movimento"". O projeto é destinado aos professores de anos iniciais e propõe sete encontros, de julho a dezembro, sob a coordenação Profissional de Educação Física Raquel Wolter [CREF 015805-G/RS] e conta com as temáticas práticas circenses, jogos e brincadeiras, cultura popular, expressão corporal e dança, dentre outros temas emergentes.




Conselho Municipal do Desporto (CMD) de Caxias do Sul toma posse
18/07/2013
Fonte: CMD

Formado por 14 titulares e 14 suplentes, o Conselho Municipal do Desporto (CMD) de Caxias do Sul tomou posse nesta segunda-feira (15/08) para um novo mandato de dois anos. Trata-se de um órgão colegiado de caráter consultivo, normativo, deliberativo e fiscalizador, representativo da comunidade desportiva da cidade.

As principais atribuições são oferecer subsídios técnicos para a criação do plano municipal do desporto; estabelecer regime de mútua colaboração entre órgãos públicos, federações, ligas e entidades estaduais e federais; estudar e sugerir medidas que visem à expansão e ao aperfeiçoamento do desporto no âmbito municipal, entre outras.

Criado no governo Pepe Vargas, entre as conquistas mais importantes do CMD estão o apoio à formação da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel) e do Fundo Municipal de Esporte e Lazer (Fundel). Mais recentemente, o organismo estabeleceu o Mérito Esportivo, para premiar pessoas e entidades que se destacam nas áreas de esporte e educação, além de colaborar em várias ações da Smel.

O conselheiro João Carlos Mariani, representante das Entidades de Deficientes Físicos e Sensoriais, foi eleito presidente, e Muray Lizott, dos Clubes Esportivos, Recreativos e Sociais, vice-presidente. Gabriel Citton era o dirigente da entidade.

A solenidade ocorreu no Salão Nobre do Centro Administrativo, e o prefeito Alceu Barbosa Velho destacou a importância dessa organização:

— Este conselho é atuante e dá uma diretriz definitiva e indispensável para a Smel.