Notícias



Comissão de Controle e Finanças visita obras da nova sede do CREF2/RS
Postado em 07/07/2021
Fonte: CREF2/RS

No dia 26 de junho, o presidente do CREF2/RS José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS) e os membros da Comissão de Controle e Finanças realizaram uma visita de inspeção nas obras da nova sede do Conselho, localizada na rua Lusitana, 933, bairro Higienópolis. A vistoria foi devidamente acompanhada pelo engenheiro da obra Jean Garcia, técnico responsável pela obra.

Segundo a presidente da Comissão, Ninon Rose Pinto Leal (CREF 001350-G/RS), vistoriou-se todo o espaço, verificando os progressos da planta, como a construção de quatro pavimentos e a adequação de vários espaços para o trabalho dos funcionários e recepção aos registrados. "A nova sede do Conselho certamente proporcionará mais conforto no atendimento aos profissionais de Educação Física e à sociedade".

Além de Ninon, fazem parte da Câmara de Controle e Finanças Carlos de Andrade Castilhos (CREF 000877-G/RS), Cláudia Ramos Lucchese CREF 002358-G/RS), Clery Quinhones de Lima (CREF 000297-G/RS) e Sonia Maria Waengertner (CREF 007781-G/RS).


Nova Sede



CREF Serra reabre nesta quinta com mutirão de registro e de conciliação
Postado em 09/04/2019
Fonte: CREF2/RS

Atendendo uma das principais demandas dos profissionais que atuam no interior, o CREF2/RS está reabrindo nesta semana o seu posto avançado em Caxias do Sul. O CREF Serra, que tem o intuito de facilitar o dia a dia dos mais de três mil registrados que moram na região, é a primeira iniciativa do Conselho dentro da sua proposta de descentralizar o atendimento que é feito na sua sede de Porto Alegre.

Fora de atividade desde 2017, o CREF Serra está retornando com uma programação especial na quinta e na sexta-feira, dias 11 e 12 de abril. A Procuradoria Jurídica e o Departamento de Registro do CREF2/RS estarão no local, das 9h às 17h, para fazer um mutirão de atendimento, em que profissionais poderão resolver as suas pendências financeiras através de uma conciliação e regularizar a sua situação, entregando documentos ou efetuando registros de Pessoa Física e Jurídica.

Com o CREF Serra, a intenção do Conselho é fazer com que aqueles que precisavam se deslocar até Porto Alegre não precisem mais ter o custo de uma viagem. “O CREF Serra está sendo reaberto porque, desde o início da nossa gestão, sentimos a necessidade de descentralizar os serviços e as ações de fiscalização. No futuro, também pretendemos abrir um posto de atendimento na zona sul do Estado e outro na fronteira”, explica o presidente José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS).

“A nova sede do CREF Serra terá uma proposta diferente daquela que foi implantada anteriormente. Desta vez, teremos um escritório menor, mas com uma localização central e de fácil acesso”, complementa o 1º tesoureiro do CREF2/RS Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS). “Neste primeiro momento, o atendimento será realizado duas vezes por semana. sempre nas quintas e nas sextas-feiras, das 14h às 18h, com agendamento prévio pelo site do CREF2/RS. O CREF Serra colocará à disposição todos os serviços que hoje são ofertados na sede em Porto Alegre, como registro, emissão de Cédula Profissional, negociações financeiras, denúncias e demais esclarecimentos”, acrescenta Gonçalves.

Reabertura do CREF Serra
Mutirão de conciliação e de registro
Datas: quinta-feira, dia 11 de abril, e sexta-feira, dia 12 de abril, das 9h às 17h
Endereço: Avenida Rio Branco, 840/703 – Bairro São Pelegrino

Atendimento normal: todas quintas e sextas-feiras, das 14h às 18h
O agendamento poderá ser feito neste link em breve


CREF Serra



Frente em Defesa do CETE articula manifestações no local
Postado em 23/04/2018
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS) participou no último dia 19 da reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Direito Social ao Esporte, Lazer e Recreação, realizada no salão Ana Terra da Câmara Municipal de Porto Alegre. O encontro foi presidido pela vereadora Sofia Cavedon e contou com as presenças de Edgar Meurer, ex-secretário Municipal de Esportes, ex-diretor do CETE e ex-conselheiro do CREF2/RS e do CONFEF, professores da ESEFID/UFRGS, Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, professores e profissionais de Educação Física, treinadores e atletas de confederações dos mais variados esportes além de representantes da Associação de Moradores do Bairro Menino Deus. A pauta do encontro foi a intenção do governo estadual em transformar o Centro Estadual de Treinamento Esportivo (CETE), no bairro Menino Deus, na nova sede do Corpo de Bombeiros.

A vereadora chegou na reunião vinda de uma audiência com o promotor de Justiça de Habitação e Defesa da Ordem Urbanística do Ministério Público Estadual (MP), Cláudio Ari Pinheiro de Mello, e representação de diversas Federações, dos Moradores, da Universidade Federal/ UFRGS que tratou da transferência. O promotor explicou que os participantes expuseram as inconformidades com a proposta do Estado e solicitaram a intervenção do Ministério Público. “Tomei a decisão para investigar os pontos já salientados. Na semana que vem, na quarta-feira, faremos uma visita para que as entidades nos mostrem a sua visão sobre o local. Eu conheço bem o CETE, mas eles entendem o desenho do projeto estabelecido pelo governo e do que poderia ser afetado no espaço”, disse.

Outro ponto observado por Mello é o impacto para a rua Gonçalves Dias. “A avaliação do impacto urbanístico, feita por especialistas, e nós temos na promotoria esses profissionais, assim como a prefeitura deve ter também, vai ser fundamental. Vamos acompanhar o estudo feito por eles”, afirmou.

Já na reunião da Frente Parlamentar, a vereadora afirmou que o promotor de Justiça visitará o CETE no dia 25, no final da tarde, momento de maior atividade esportiva do Centro. O promotor ficará analisando as instalações, o entorno e a as práticas físicas por cerca de 1h30min. O ex-secretário Meurer convocará o ex-deputado Vieira da Cunha e agora promotor do Estado para acompanhar a visita.

Lauro Aguiar explicou que a Câmara Técnica de Corrida de Rua do CREF2/RS, que acompanha os grupos de corrida de rua em Porto Alegre, iniciou em uma época que este esporte estava tomando conta dos parques e praças. A partir deste momento se organizou todo este movimento, e se criou o Dia da Corrida de Rua. Em defesa do CETE, se desenvolveu um evento para que todos os grupos de corrida de rua participem, marcando presença, junto com a SOGIPA e a Federação Gaúcha de Judô e demais federações e atletas que se juntarem ao movimento.

Conforme Sofia, nas manifestações ficou caracterizado, pelos diversos segmentos, a especificidade e singularidade do CETE, que vai da inclusão à excelência em 21 modalidades de esportes e lutas. "São 1600 jovens, crianças, adolescentes que praticam, diariamente, aulas de esporte no local. Além disso, todos os praticantes espontâneos chegam de três a quatro mil por dia", destaca a vereadora. O Centro também foi o berço de atletas gaúchos renomados, como a ginasta Daiane do Santos, o judoca João Derly, os jogadores de vôlei Paulão e Renan, dentre tantos outros.


Frente Parlamentar em Defesa do Direito Social ao Esporte, Lazer e Recreação



Especialista em maturidade ativa defende novo estilo de vida no I Seminário Multiprofissional
Postado em 05/10/2015
Fonte: CREF2/RS

O coordenador técnico do Programa Maturidade Ativa do SESC-RS, Eduardo Danilo Schmitz (CREF 006366-G/RS), foi um dos palestrantes do I Seminário Multiprofissional, realizado na sexta-feira (2), na nova sede do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECIRS), em Porto Alegre. A ação, alusiva ao Dia do Idoso (1º de outubro), foi organizada pelo Conselho Regional de Fonoaudiologia (CREFONO7), com apoio do CREF2/RS e dos Conselhos Regionais de Farmácia, Nutrição e Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Ao final do encontro, uma mesa-redonda multiprofissional, que contou com a presença do presidente da Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa do CREF2/RS, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), debateu temas interdisciplinares propostos na programação.

O profissional de Educação Física, que é mestre em Envelhecimento Humano pela UPF, palestrou sobre a promoção da qualidade de vida, a saúde e o envelhecimento. Ele relembrou que o movimento humano sempre foi necessário, seja para caçar ou para se defender, mas que, com o passar do tempo, foram desenvolvidas incontáveis tecnologias que facilitaram a existência do homem. “O que é muito bom por um lado, mas por outro acentua o sedentarismo e as doenças associadas a este estilo de vida”, constatou. O coordenador do SESC-RS observou que Porto Alegre ostenta o título de capital vice-campeã em índices de obesos no país. "Assistimos ao que se chama de transição epidemiológica, ou seja, se no passado as grandes vilãs eram as doenças infecciosas transmissíveis, hoje a preocupação são as doenças crônicas não transmissíveis, como hipertensão, diabetes e osteoporose”.

Schmitz trouxe dados de uma pesquisa realizada pela Universidade de Navarra, na Espanha, país onde a obesidade é diretamente responsável por cerca de 2% a 4% dos gastos totais em saúde. O estudo demonstra que um euro investido na promoção de esportes cria uma economia estimada de 50 euros em gastos em saúde ao longo de 15 anos. “Se as pessoas têm espaço adequado e um contexto educacional, teremos um caminho para mudar esta realidade”, sintetizou.

O coordenador destacou o fato destas doenças já serem observadas em pessoas na faixa dos 30 anos, e propôs a modificação do estilo de vida da população como um meio de envelhecimento saudável. “Muitas vezes, este modo de vida não é uma escolha. Aposto muito em educação e políticas públicas para solucionar esses problemas”. O profissional de Educação Física criticou o modelo imediatista do corpo perfeito imposto pela sociedade. “Isso só causa frustração. Vejo, porém, algumas alternativas, como o programa de incentivo à atividade física do SUS”, exemplificou.


Dia do Idoso