Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



Saiba como combater o coronavírus
13/03/2020
Fonte: CONFEF/Ministério da Saúde

Em escolas, hospitais, academias ou clubes, os profissionais de Educação Física estão em contato direto e permanente com a sociedade. A nossa categoria é, portanto, um importante agente na disseminação de informações. Confira abaixo as instruções atualizadas do Ministério da Saúde para proteger você e sua família do coronavírus, além dos seus alunos e clientes.

O que é coronavírus (Covid-19)?

O coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto no dia 31 de dezembro de 2019, após casos registrados na China. Ele provoca a doença chamada de coronavírus (Covid-19).

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados m 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como posso me proteger?

– Lave as mãos com frequência, com água e sabão, ou higienize com álcool em gel 70%;

– Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos;

– Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas e fique em casa até melhorar;

– Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Ao tocar, lave sempre as mãos com água e sabão;

– Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos;

– Evite aglomerações e mantenha os ambientes ventilados.

Como o coronavírus (Covid-19) é transmitido?

A transmissão ocorre de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo (cerca de dois metros), por meio de gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, toque ou aperto de mãos, objetos ou superfícies contaminadas.

E quais são os principais sintomas?

O coronavírus (Covid-19) é similar a uma gripe. Geralmente é uma doença leve a moderada, mas alguns casos podem ficar graves. Os sintomas mais comuns são febre, tosse e dificuldade para respirar.

Para dúvidas e eventuais esclarecimentos sobre o coronavírus, contate o Disque Saúde através do telefone 136.


Coronavirus



Departamentos de Fiscalização da região sul fazem encontro em Santa Catarina
13/03/2020
Fonte: CREF3/SC

Os chefes dos Departamentos de Fiscalização do CREF2/RS, CREF3/SC e CREF9/PR estiveram reunidos na sede do Conselho Regional de Santa Catarina, nos dias 5 e 6 de março. O objetivo do encontro foi alinhar condutas de fiscalização e debater processos para atuação nos três Estados da região sul.

Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS), assessor de Fiscalização do CREF2/RS; Carlos Alberto de Carvalho Filho (CREF 012277-G/PR), supervisor de Fiscalização do CREF9/PR; e Jorge Alberto Bandeira Filho (CREF 013028-G/SC), chefe do Departamento de Fiscalização do CREF3/SC, detalharam as condutas de fiscalização de cada Estado, desde o layout dos documentos lavrados pela fiscalização, além das semelhanças e diferenças procedimentais. No encontro, também foi iniciado o planejamento do evento que pretende reunir os três Estados para promover a troca de conhecimento técnico e a capacitação dos funcionários e membros das Comissões de Ética Profissional e Orientação e Fiscalização.

“É fundamental alinhar as ações e os procedimentos para fortalecer a atuação da Fiscalização no sul do país. Com o evento, pretendemos discutir melhores práticas e aplicações da legislação relacionada com a prestação de serviços nas áreas das atividades físicas, recreativas e desportivas, destacando a importância dos ritos administrativos pautados pelos princípios da administração pública”, destaco o chefe do Departamento de Fiscalização do CREF3/SC. Mais detalhes do evento serão divulgados em breve.

Foto: CREF3/SC


Fiscalização COF



Fórum-RS firma termo de cooperação com Ministério Público Federal
12/03/2020
Fonte: CREF2/RS

Ricardo Breirer, presidente do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do Rio Grande do Sul (Fórum-RS), assinou ontem um termo de cooperação técnica entre os diversos Conselhos representados pela associação com o Ministério Público Federal. Representando o CREF2/RS no ato, estiveram presentes o presidente José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS) e assessor de fiscalização Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS).

O termo de cooperação assinado tem o objetivo de promover ações conjuntas voltadas para aproximar e integrar as instituições. “O Fórum-RS tem trabalhado em prol da sociedade e da fiscalização do exercício profissional. Essa é uma caminhada importante. Temos expertises em todas as áreas das profissões regulamentadas, fato que garante, ainda mais, a efetividade da contribuição com o Ministério Público Federal”, comentou Breier.

A procuradora-chefe do MPF/RS Cláudia Paim ressaltou a importância do Fórum dos Conselhos: “O MPF/RS já faz um constante contato com diversos Conselhos Profissionais, mas é muito importante que isso se fortaleça cada vez mais. Esse termo de cooperação técnica nos garante a proximidade necessária para prestar melhores serviços à sociedade”. Reunindo 29 Conselhos Profissionais, o Fórum-RS representa cerca de um milhão de profissionais registrados no Rio Grande do Sul.

Foto: Sergio Trentini – OAB/RS


Forum-RS Fiscalização



Comissão de Fiscalização realiza primeira edição do Conversando com o CREF2/RS em Garibaldi
04/03/2020
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS vai realizar, dia 19 de março em Garibaldi, a primeira edição do evento “Conversando com o CREF2/RS: Dúvidas e Sugestões”. A atividade, aberta para a participação de profissionais registrados e acadêmicos do curso de Educação Física, ocorrerá na Associação de Pequenas e Médias Empresas de Garibaldi (APEME), a partir das 19h30min. A entrada será gratuita e as inscrições poderão ser feitas diretamente no local.

Em Garibaldi, o Conversando com o CREF2/RS contará com a palestra “Orientação do Exercício Profissional e Fiscalização”, ministrada pelos conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e Carla Pretto (CREF 006564-G/RS). Nos próximos meses, o evento também vai ser realizado nas cidades de Pelotas, Passo Fundo, Alegrete e Santa Maria.

De acordo com Carla, a atividade tem o intuito de aproximar o Conselho das principais cidades do interior, ouvindo as demandas de cada município e aprimorando as ações de fiscalização. “Identificando as necessidades e os problemas, a COF poderá elaborar estratégias para a garantir a oferta correta de serviços relacionados ao condicionamento físico, envolvendo nessa ação profissionais, estudantes e proprietários de academias”, comentou.

Conversando com o CREF2/RS: Dúvidas e Sugestões
Data e horário: 19 de março, quinta-feira, às 19h30min
Local: APEME – Associação de Pequenas e Médias Empresas de Garibaldi
Endereço: Rua Heitor Mazzini, 122/02 – Edifício Sonata – Centro
Inscrições gratuitas disponíveis no local


Fiscalização COF



CREF2/RS participa do 35º Congresso Internacional de Educação Física – FIEP 2020
27/01/2020
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 18 a 22 de janeiro, o CREF2/RS participou do 35º Congresso Internacional de Educação Física – FIEP 2020, que neste ano teve como tema principal “O Profissional de Educação Física na América Latina”. O congresso contou com 25 cursos de atualização e aperfeiçoamento, apresentação de trabalhos científicos, feira de material esportivo e outras atividades. Paralelamente aos cursos promovidos pela FIEP, também ocorreram os eventos XII Fórum de Educação Física Escolar, Seminário Paralímpico Brasileiro, IX Seminário de Atividade Física na Atenção à Saúde, III Fórum do Esporte do CONFEF e X Seminário de Direito e Legislação Desportiva.

O Congresso Internacional de Educação Física é o maior e mais importante evento da Federação Internacional de Educação Física – FIEP, sendo realizado anualmente na cidade de Foz do Iguaçu (PR), desde 1986. O Congresso é organizado por Almir Gruhn (CREF 000001-G/PR) e já recebeu mais de 55 mil participantes desde a sua primeira edição.

Os conselheiros Clery de Lima (CREF 000297-G/RS), Carla Pretto (CREF 006564-G/RS), Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS), Ninon Leal (CREF 001350-G/RS), Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), Ana Haas (CREF 004563-G/RS), Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), Débora Garcia (CREF 002202-G/RS), Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS) e Claudio Franzen (CREF 003304-G/RS) representaram o CREF2/RS durante o Congresso. Também estiveram presentes no evento o vice-presidente do CREF2/RS Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS) e a presidente da Comissão de Educação Física Escolar Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS).

Segundo Lima, o CREF2/RS pode mostrar, durante as atividades do Congresso, o papel que desempenha em defesa do profissional de Educação Física em diversos Programas de Saúde, como já ocorre em relação ao Conselho Municipal de Saúde de Santa Maria (CMS-SM). “Em Foz do Iguaçu, levamos a nossa ação para o conhecimento do Conselho Nacional de Saúde e para secretários de Educação de outros municípios”, contou. “A nossa solicitação foi de que o Sistema CONFEF/CREFs assuma esta campanha para consolidar a Educação Física na Saúde, já que o próprio Ministério da Saúde está dando uma atenção especial para o assunto”, complementou.


FIEP 2020



Retire o boleto da Anuidade 2020 no Portal de Autoatendimento
13/01/2020
Fonte: CREF2/RS

Os boletos da Anuidade 2020, tanto para pessoa Física como Jurídica, já estão disponíveis no Portal de Autoatendimento. Na semana passada, as guias de pagamento foram enviadas para o endereço cadastral de todos os registrados.

Pelo quarto ano consecutivo, o Conselho está mantendo o valor integral da anuidade, sem nenhum tipo de reajuste. A atual gestão do CREF2/RS, também por levar em consideração a realidade econômica do país, decidiu ampliar os descontos ofertados e estender os prazos de pagamento e de parcelamento, comnforme o pagamento da primeira parcela, sendo possível pagar todas de uma só vez.

As instruções completas sobre a Anuidade 2020 estão disponíveis nas Resoluções CREF Nº 161/2019 e Nº 162/2019:

Pessoa Física:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 340,00, com vencimento em 30 de abril*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 423,00, parcelado em até quatro vezes.
(desde que o pagamento da última parcela não ultrapasse o vencimento em 30 de abril, devendo esta condição ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS)**

3ª opção: sem desconto parcelado
Valor total de R$ 603,07, parcelado em até cinco vezes
(esta condição deve ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS até o dia 30 de abril)**

Pessoa Jurídica:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 746,70, com vencimento em 31 de maio*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 820,00, parcelado em até cinco vezes
(desde que o pagamento da última parcela não ultrapasse o vencimento em 31 de maio, devendo esta condição ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS)**

3ª opção: sem desconto parcelado
Valor total de R$ 1.490,40, parcelado em até cinco vezes
(esta condição deve ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS até o dia 31 de maio)**

* Pagamento por meio de boleto a ser recebido no endereço cadastral ou retirado no Portal de Autoatendimento do site.
** Pagamento por meio de boleto retirado no Portal do Autoatendimento do site.


Anuidade 2020



CREF2/RS faz entrega da campanha Natal Sem Fome
07/01/2020
Fonte: CREF2/RS

Na sexta-feira, dia 20 de dezembro, o CREF2/RS fez a entrega dos alimentos arrecadados na campanha Natal Sem Fome. As doações, destinadas à comunidade da Vila Castelo da Restinga, na periferia de Porto Alegre, beneficiariam diversas famílias que moram no local.

A entrega foi feita pelo assessor de fiscalização do CREF2/RS Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS).


Natal Sem Fome



Anuidade 2020 está disponível a partir do dia 10 de janeiro sem reajuste e com descontos maiores
07/01/2020
Fonte: CREF2/RS

Pelo quarto ano consecutivo, o Conselho está mantendo o valor integral da anuidade, sem nenhum tipo de reajuste. A atual gestão do CREF2/RS, também por levar em consideração a realidade econômica do país, decidiu ampliar os descontos ofertados às Pessoas Físicas e Jurídicas e estender os prazos de pagamento e de parcelamento.

O boleto da Anuidade 2020 com desconto à vista será enviado para o endereço cadastral de todos os registrados. Além disto, as guias – desta e das outras opções de pagamento – estarão disponíveis no Portal de Autoatendimento do site, a partir de 10 de janeiro, e pelo sistema Débito Direto Autorizado (DDA) bancário.

Confira abaixo os valores, os prazos para pagamento e os descontos oferecidos pelo Conselho. As instruções completas sobre a Anuidade 2020 estão disponíveis nas Resoluções CREF Nº 161/2019 e Nº 162/2019:

Pessoa Física:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 340,00, com vencimento em 30 de abril*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 423,00, parcelado em até quatro vezes
(desde que o pagamento da última parcela não ultrapasse o vencimento em 30 de abril, devendo esta condição ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS)**

3ª opção: sem desconto parcelado
Valor total de R$ 603,07, parcelado em até cinco vezes
(esta condição deve ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS até o dia 30 de abril)**

Pessoa Jurídica:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 746,70, com vencimento em 31 de maio*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 820,00, parcelado em até cinco vezes
(desde que o pagamento da última parcela não ultrapasse o vencimento em 31 de maio, devendo esta condição ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS)**

3ª opção: sem desconto parcelado
Valor total de R$ 1.490,40, parcelado em até cinco vezes
(esta condição deve ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS até o dia 31 de maio)**

* Pagamento por meio de boleto a ser recebido no endereço cadastral ou retirado no Portal de Autoatendimento do site.
** Pagamento por meio de boleto retirado no Portal do Autoatendimento do site.


Anuidade 2020



Fiscalização do CREF2/RS realiza treinamento interno
11/12/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última semana, o Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou um treinamento interno. A atividade, desenvolvida para promover a capacitação contínua dos agentes fiscais, também teve a intenção de padronizar as ações que são executadas pelo Departamento, como a abordagem aos profissionais durante as vistorias e quais possíveis infrações devem ser checadas durante as visitas.

Na sexta-feira, dia 6 de dezembro, o treinamento contou com uma palestra ministrada pelo assessor de fiscalização do CREF2/RS Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS), em que foram dadas diversas instruções e explicações sobre o processo de fiscalização. Já no sábado, dia 7 de dezembro, a atividade abriu com uma apresentação da conselheira Carla Pretto (CREF 006564-G/RS). Na sequência, quem conversou com os presentes foi o promotor de Justiça Paulo Estevam Araújo, da Promotoria de Justiça Cível de Carazinho. Na sua apresentação, ele abordou os efeitos das ações de fiscalização do CREF2/RS, conduzidas em parceria com o Ministério Público e em defesa dos interesses da sociedade.

O treinamento interno do DEFOR, destinado ainda aos assessores institucionais do CREF2/RS e aos demais membros do Departamento, contou com a presença dos membros da Comissão de Orientação e Fiscalização (COF). O grupo é formado pelos conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), Carla Pretto (CREF 006564-G/RS), Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS), Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e Luciane Citadin (CREF 003952-G/RS).


DEFOR Fiscalização



CREF2/RS divulga valores da Anuidade 2020 sem reajuste e descontos maiores
28/11/2019
Fonte: CREF2/RS

Pelo quarto ano consecutivo, o Conselho está mantendo o valor integral da anuidade, sem nenhum tipo de reajuste. A atual gestão do CREF2/RS, também por levar em consideração a realidade econômica do país, decidiu ampliar os descontos ofertados às Pessoas Físicas e Jurídicas e estender os prazos de pagamento e de parcelamento.

O boleto da Anuidade 2020 com desconto à vista será enviado para o endereço cadastral de todos os registrados. Além disto, as guias – desta e das outras opções de pagamento – estarão disponíveis no Portal de Autoatendimento do site, a partir de 10 de janeiro, e pelo sistema Débito Direto Autorizado (DDA) bancário.

Confira abaixo os valores, os prazos para pagamento e os descontos oferecidos pelo Conselho. As instruções completas sobre a Anuidade 2020 estão disponíveis nas Resoluções CREF Nº 161/2019 e Nº 162/2019:

Pessoa Física:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 340,00, com vencimento em 30 de abril*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 423,00, parcelado em até quatro vezes
(desde que o pagamento da última parcela não ultrapasse o vencimento em 30 de abril, devendo esta condição ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS)**

3ª opção: sem desconto parcelado
Valor total de R$ 603,07, parcelado em até cinco vezes
(esta condição deve ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS até o dia 30 de abril)**

Pessoa Jurídica:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 746,70, com vencimento em 31 de maio*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 820,00, parcelado em até cinco vezes
(desde que o pagamento da última parcela não ultrapasse o vencimento em 31 de maio, devendo esta condição ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS)**

3ª opção: sem desconto parcelado
Valor total de R$ 1.490,40, parcelado em até cinco vezes
(esta condição deve ser requerida pelo registrado ao CREF2/RS até o dia 31 de maio)**

* Pagamento por meio de boleto a ser recebido no endereço cadastral ou retirado no Portal de Autoatendimento do site.
** Pagamento por meio de boleto retirado no Portal do Autoatendimento do site.


Anuidade 2020



Fiscalização do CREF2/RS realiza força-tarefa em três municípios
12/11/2019
Fonte: CREF2/RS

Ao longo deste ano, a Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS traçou uma estratégia de organização para as operações de fiscalização do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), denominada Força-Tarefa. O processo teve origem em uma reunião realizada no início do ano, entre a COF, os profissionais de Educação Física e os proprietários de PJ's em Bento Gonçalves.

Na ocasião, os conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), Carla Pretto (CREF 006564-G/RS) e o assessor de Fiscalização Samuel Almeida (CREF 013510-G/RS) explicaram as ações e os processos de fiscalização, além de aspectos referentes à Lei do Estágio. Em contrapartida, os profissionais e os proprietários questionaram o Conselho sobre o exercício profissional e sobre as ações de fiscalização realizadas na região da Serra. Ao final do encontro, eles entregaram uma lista à COF, contendo nomes de 70 estabelecimentos com possíveis irregularidades e solicitaram uma ação efetiva por parte do CREF2/RS.

Bento Gonçalves

Com as informações repassadas na reunião, o DEFOR realizou uma investigação minuciosa dos dados, apresentando uma análise da situação à COF. A partir deste momento, foi dado início à operação, com a organização da primeira Força-Tarefa. Coordenada por Almeida, uma equipe composta por quatro fiscais foi deslocada nos dias 28 e 29 de maio para Bento Gonçalves. Durante a ação, os agentes fiscais do CREF2/RS visitaram 40 estabelecimentos, dos quais 22 estavam em situação regular, enquanto outros 18 apresentavam irregularidades. Eles lavraram 18 autos de infração de Pessoa Jurídica e 19 autos de infração de Pessoa Física.

Os casos de maior incidência nas autuações de Pessoa Jurídica foram relativas à infração nº 22 - permitir atuação de Pessoa Física exercendo atividade de profissionais de Educação Física e à infração nº 26 - estabelecimento sem profissional de Educação Física presente, ambas com 24% de incidência. Também foram flagradas as infrações nº 3 - Quadro de Profissionais desatualizado junto ao CREF2/RS, representando 17% das ocorrências, a infração nº 1 - empresa sem registro junto ao CREF2/RS - com 10%, e a infração nº 21 - permitir atuação de diplomado sem registro, com 7% de incidência.

Nas autuações de Pessoa Física, houve uma maior ocorrência da infração nº 13 – permitir atuação de Pessoa Física exercendo atividade de profissional de Educação Física – Exercício ilegal, com 32% de incidência. A infração nº 17 – infração ao Código de Ética atingiu 29% de incidência, enquanto que a infração nº 18 – Responsável Técnico descumprindo obrigações inerentes à função e a infração nº 12 – diplomado em Educação Física sem registro exercendo atividade profissional apresentaram, respectivamente, 25% e 7% de incidências.

Carazinho

A segunda operação Força-Tarefa foi acionada a partir de um ofício encaminhado ao CREF2/RS pelo promotor de Justiça Paulo Estevan, da Promotoria de Justiça Cível de Carazinho. O documento solicitava ao Conselho a fiscalização em oito estabelecimentos daquele município. De posse dos dados das academias, Gamboa e Almeida acompanharam a Força-Tarefa, que atuou no município entre os dias 25 e 26 de julho. Na operação, foram visitados 29 estabelecimentos, dos quais 19 estavam regulares e dez apresentavam irregularidades. A Força-Tarefa lavrou dez autos de infração de Pessoa Jurídica e sete autos de infração de Pessoa Física.

Nas autuações de Pessoa Jurídica, a maior incidência ocorreu com a infração nº 1 – sem registro junto ao CREF2/RS, que atingiu 40% das ocorrências. O segundo maior registro foi de academias que permitiam a atuação de Pessoa Física exercendo a atividade de profissionais de Educação Física – infração nº 22, com 30% de incidência; e a infração nº 26 – sem profissional de Educação Física presente, representando 30% das ocorrências.

Nas autuações de Pessoa Física, a infração nº 18 – RT descumprindo obrigações inerentes à função registrou o maior percentual de incidência, alcançando 57% dos autos, enquanto a infração nº 13 - permitir atuação de Pessoa Física exercendo atividade de profissional de Educação Física – Exercício Ilegal registrou 42% de incidência.

Rio Grande

A terceira Força-Tarefa foi estruturada nos mesmos moldes da operação realizada em Bento Gonçalves. No dia 17 de agosto, os conselheiros Alessandro Gamboa e Carla Pretto reuniram-se com profissionais de Educação Física e proprietários de PJ's do município de Rio Grande. Ao final do encontro, também houve cooperação dos profissionais e dos empresários, que encaminharam à COF uma lista com 27 possíveis estabelecimentos irregulares.

Após o DEFOR realizar a análise dos dados, formou-se a Força-Tarefa Rio Grande, composta por quatro fiscais, coordenados novamente por Almeida. A ação, desenvolvida entre os dias 7 e 12 de outubro, visitou 63 estabelecimentos, dos quais 34 estavam regulares e 29 irregulares. A Força-Tarefa lavrou 29 autos de infração de Pessoa Jurídica e 42 autos de infração de Pessoa Física. Na operação, cinco estabelecimentos foram fechados, com a necessidade de apoio da Brigada Militar em duas academias.

Nas autuações de Pessoa Jurídica, houve maior ocorrência da infração nº 1 - sem registro junto ao CREF2/RS, com 58% de incidência. A infração nº 22 - permitir atuação de Pessoa Física exercendo atividade de profissionais de Educação Física registrou 51% de ocorrências e a infração nº 26 – sem profissional de Educação Física presente alcançou 41% de incidência.

Os maiores casos vistos nas autuações de Pessoa Física foram relativos à infração nº 13 – permitir atuação de Pessoa Física exercendo atividade de profissional de Educação Física – Exercício ilegal, registrando 54,7% das autuações. A infração nº 27 – infração ao Código de Ética obteve 33,3% dos autos.

Denuncie irregularidades

Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link. Não são aceitas denúncias anônimas ou por telefone. O CREF2/RS mantém sob total sigilo os dados de todos os denunciantes.


Fiscalização COF



CongregaCREF reúne profissionais e estudantes em Caxias do Sul
11/11/2019
Fonte: CREF2/RS

No último sábado, dia 9 de novembro, o CREF2/RS realizou a quinta edição do CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física, em Caxias do Sul. O evento, pela primeira vez promovido em uma cidade fora de Porto Alegre, reuniu cerca de 50 profissionais e acadêmicos do curso de Educação Física para assistir às palestras conduzidas por Gustavo Callegari (CREF 004922-G/RS), Felipe Machado (CREF 008513-G/RS), Alex Souto Maior (CREF 004362-G/RJ) e Ivan Bagnara (CREF 005610-G/RS).

Contando com o conselheiro Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS) como mestre de cerimônias, o CongregaCREF iniciou às 9h, com um discurso de abertura feito pelo 2º vice-presidente Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS). Além de agradecer a presença de todos, ele também destacou os esforços que o CREF2/RS tem feito para estar mais perto dos registrados do interior, seja com palestras ou com o CREF Serra – posto de atendimento em Caxias do Sul que foi reaberto início deste ano.

CrossFit e empreendedorismo

A primeira palestra da manhã, intitulada “AC/DC – antes do CrossFit e depois do CrossFit”, abordou os detalhes sobre esta modalidade. Além de contar um pouco sobre a história do CrossFit, criado na década de 90 nos Estados Unidos, Callegari também explicou como a sua chegada ao Brasil está mudando a prescrição do treinamento físico. “O CrossFit tinha muita resistência, porque achavam que lesionava bastante. Depois de quebrar este preconceito, a modalidade está conseguindo ter uma adesão maior do que a musculação tradicional, sendo praticado até mesmo por idosos e cadeirantes”, avaliou.

Na sequência, foi a vez de Machado fazer a apresentação “Motiva-AÇÃO! Atitudes empreendedoras unindo propósito com resultado”. Consultor de empresas e executive coach certificado pela Agência Nacional de Coaching, ele falou sobre as mais recentes inovações no mundo dos negócios, vinculadas ao conceito de gestão 4.0, e sobre a postura de liderança. “Na Educação Física, é importante que os profissionais desempenhem o papel de um agente de transformação, sempre atento ao que as novas tecnologias podem agregar. A boa comunicação é essencial no processo”, considerou.

Exercícios de força e Educação Física Escolar

Na primeira parte da tarde, os presentes puderam acompanhar a palestra "Exercícios de força para performance, prevenção de lesões e reabilitação", ministrada por Souto Maior. Pós-doutor em Fisiologia pela UFRJ e preparador físico de diversos atletas, como o jogador de futebol Vinícius Jr. e o lutador de UFC Thiago Marreta, ele trouxe para a discussão diversas análises sobre o treinamento físico e a melhor forma de aplicá-lo, aos diferentes tipos de público. “Não podemos comparar as pessoas que fazem atividade física como lazer com aqueles que são atletas de alta performance. No entanto, os exercícios que trazem os resultados mais eficientes – a maioria com pesos livres e pensados diante da funcionalidade do corpo humano – são os mesmos e deveriam ser mais indicados para todos os públicos”, explicou. Na sua apresentação, Souto Maior também trouxe exemplos daquilo que poderia ser melhor orientado pelos profissionais de Educação Física e como o domínio de todos os aspectos científicos do exercício é importante para quem atua na área.

O CongregaCREF encerrou com a palestra “Educação Física escolar: desafios da docência na contemporaneidade”, ministrada por Bagnara e dedicada para quem atua na área da Licenciatura. Pós-doutor em Educação nas Ciências, Ivan é professor do IFRS – Campus Erechim e abordou os desafios que envolvem a formação de professores e a docência na sua apresentação, atrelando estes tópicos à Base Nacional Comum Curricular e à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira (LDB 9394/96). Com grande experiência sobre este tema, Bagnara é um dos autores do livro “Educação Física Escolar: Política, Currículo e Didática” e atua como professor de Educação Física na Educação Básica há mais de 20 anos.


CongregaCREF Caxias do Sul CREF Serra



CREF3/SC participa de reunião para intercâmbio procedimental com o CREF2/RS
30/10/2019
Fonte: CREF3/SC

O secretário-geral do CREF3/SC Jean Carlo Leutprecht (CREF 000012-G/SC) e o chefe do Departamento de Fiscalização (DOF) Jorge Bandeira Filho (CREF 013028-G/SC) participaram de uma reunião na sede do CREF2/RS, no último dia 23 de outubro. O objetivo do encontro foi promover um intercâmbio procedimental e operacional entre os Conselhos.

No período da manhã, eles contaram com a contribuição do assessor de fiscalização Samuel Almeida (CREF 013510-G/RS) e do procurador jurídico Artur Alfaro. A reunião teve ênfase nos procedimentos administrativos adotados pelo CREF2/RS para tratar das irregularidades apontadas pelos agentes de fiscalização durante as suas visitas.

À tarde, o CREF3/SC participou da reunião da Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS, acompanhando a relatoria e a revisão de processos oriundos de fiscalizações realizadas. Estavam presentes o presidente da Comissão Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e os membros da COF Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS), Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS) e Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS).

“Nós buscamos a aproximação com os Conselhos para parametrizar e aprimorar a operacionalização e os procedimentos adotados pelo CREF3/SC”, destacou Leutprecht. A proposta é retomar as reuniões entre CREF2/RS, CREF3/SC e CREF9/PR, no intuito de tornar o Sistema CONFEF/CREFs mais forte e uniforme na região sul. “A visita do CREF3/SC se mostrou de grande importância não só pelo volume e pela riqueza dos conteúdos trocados, mas também pela construção de uma parceria que visa o aprimoramento e a eficiência das ações adotadas pelos Conselhos”, destacou Almeida.


Fiscalização COF



Fórum-RS assina termo de cooperação com Ministério Público para ações conjuntas
29/10/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última semana, o Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do Rio Grande do Sul (Fórum-RS) promoveu o IX Seminário de Fiscalização Profissional, na sede da OAB/RS. O evento, que teve o título “Orientação e fiscalização do estagiário ao profissional, outro olhar para a formação e o trabalho”, contou com uma palestra do assessor de fiscalização do CREF2/RS Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS).

Na ocasião, também foi assinado um termo de cooperação técnica entre o Fórum e o Ministério Público Estadual, que tem o objetivo de promover ações conjuntas voltadas para a aproximação e integração das instituições. Segundo Ricardo Breier, presidente do Fórum-RS e da OAB/RS, os Conselhos têm grande representatividade para cada profissão e para a cidadania. “Os Conselhos juntos representam a sociedade e atuam para, cada vez mais, buscar a ética e a fiscalização das profissões”, disse.

Além de representantes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) e da Comissão de Orientação e Fiscalização do CREF2/RS, o IX Seminário de Fiscalização Profissional também contou com a presença do secretário-geral do Ministério Público Estadual Júlio César de Melo, do coordenador da Câmara de Defesa da Sociedade do Fórum-RS José Pedro Martins e do coordenador do grupo de agentes fiscais do Fórum-RS Everton Borges.

Foto: Leonardo Kaller – OAB/RS


Fiscalização COF



Representantes do CREF8 realizam visita de três dias ao CREF2/RS
21/10/2019
Fonte: CREF2/RS

O presidente do Conselho Regional de Educação Física da 8ª Região (CREF8/AM-AC-RO-RR), Jean Carlo Azevedo da Silva (CREF 000964-G/AM), e Reinaldo Antony (CREF 001264-G/AM), conselheiro e presidente da Comissão de Ética da mesma autarquia, estiveram em visita oficial ao CREF2/RS durante os dias 16, 17 e 18 de outubro. O objetivo foi a troca de experiências em relação aos processos éticos e aos procedimentos de fiscalização, bem como estudos sobre dívida ativa e cobrança, envolvendo também ações judiciais, rotinas de atendimento, contratos e licitações, entre outros temas.

Iniciando o processo de imersão nas estruturas funcionais do CREF2/RS, os representantes do CREF8 reuniram-se, no dia 16, com o assessor de Fiscalização do CREF2/RS, Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS). Durante o encontro, foram explicados os vários procedimentos e ferramentas utilizados pelo Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), entre eles a abertura de Processos Administrativos de Fiscalização, Termos de Autuação e de Cooperação, por exemplo.

No dia 17, os membros do CREF8 foram convidados a participar da reunião da Comissão de Orientação e Fiscalização (COF). Segundo Silva, as apresentações de relatórios sobre processos éticos, realizados pelo CREF2/RS durante as plenárias do CONFEF, despertaram sua atenção, pois demonstravam a excelente operacionalidade do Código Processual de Ética. "Na ocasião, podemos constatar que a minuta apresentada contempla as necessidades da categoria e da sociedade”, afirmou.

Por último, o presidente e o conselheiro do CREF8 reuniram-se com Matheus Bergmann, assistente Jurídico do CREF2/RS, que apresentou um fluxograma detalhado do Departamento Jurídico, bem como explicou detalhes sobre a construção de documentos, modelos de processos e dívida ativa. Silva disse que levará referências da legislação estadual gaúcha, além de resoluções e o regimento da Comissão de Ética do CREF2/RS, para serem estudadas e adequadas à realidade dos estados abrangidos pelo CREF8.


CREF8



MPF recomenda ao Ministério da Educação suspender autorização para funcionamento de novos cursos EAD na área da saúde
10/10/2019
Fonte: Ministério Público Federal

O Ministério Público Federal encaminhou na última terça-feira, dia 8 de outubro, uma recomendação ao Ministério da Educação para que seja suspensa, imediatamente, a autorização para funcionamento de novos cursos de graduação na área da saúde na modalidade Educação a Distância (EAD). O pedido é para que esta determinação seja mantida até que seja concluída a tramitação do Projeto de Lei 5414/2016, que trata do tema, ou até que haja a devida regulamentação do art. 80 da Lei 9.394/96 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação), sobre desenvolvimento do ensino a distância.

O credenciamento de Instituições de Educação Superior exclusivamente para oferta de cursos de graduação na modalidade à distância foi autorizado pelo Decreto nº 9.057, de maio de 2017. O ato não prevê tratamento diferenciado para cursos voltados ao campo da saúde. No entanto, o ensino para essa área temática conta com diretrizes específicas e já anteriormente aprovadas pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS). A Resolução CNS 350, de junho de 2005, por exemplo, determina que a abertura de cursos no campo da saúde somente pode ser feita pelo MEC caso não haja objeção por parte do Ministério da Saúde e do próprio Conselho Nacional.

Acerca do tema, o CNS também tem publicada, desde 2016, uma resolução na qual externa posicionamento contrário à autorização de todo e qualquer curso de graduação da área da saúde ministrado na modalidade EAD. O documento aponta preocupação com os prejuízos que tais cursos podem oferecer à qualidade da formação dos profissionais, bem como os riscos que esses profissionais possam causar à sociedade, “uma vez que passam por uma formação inadequada e sem integração do ensino com a comunidade”.

Na recomendação, o Ministério Público Federal destaca que a formação de profissionais de saúde demanda uma interação constante entre trabalhadores da área, estudantes e pacientes, a fim de assegurar a integralidade da atenção, a qualidade e a humanização do atendimento prestado aos indivíduos, famílias e comunidades. Nesse sentido, é fundamental que os estudantes estejam inseridos em atividades práticas como forma de aperfeiçoar o ensino teórico.

O MPF ressalta que a formação na área da saúde não se limita a oferecer conteúdos teóricos, pois “exige o desenvolvimento de habilidades técnicas, clínicas e laboratoriais que não são passíveis de aquisição na modalidade EAD, sem o contato direto com o ser humano, visto tratar-se de componentes da formação que se adquirem nas práticas inter-relacionais”.

A recomendação cita ainda uma nota pública contra a graduação à distância na área da saúde assinada por cinquenta entidades representativas de associações nacionais de ensino, conselhos profissionais, federações e executivas estudantis. No documento, as entidades defendem que a formação de trabalhadores no campo da saúde deve ser realizada por meio de cursos presenciais, com o objetivo principal de garantir a segurança e a resolubilidade na prestação dos serviços de saúde à população brasileira.

A recomendação ao MEC se dá no âmbito de um inquérito civil que tramita na Procuradoria da República em Goiás e é assinada pela procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Duprat, e pela procuradora regional dos Direitos do Cidadão no Estado, Mariane Guimarães. O Ministério da Educação terá 30 dias para que informe as medidas adotadas para o cumprimento da solicitação ou as razões para o seu não acatamento.

Foto: Agência Brasil


EAD



CREF2/RS sorteia vaga em curso sobre treinamento de força
25/09/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vai sortear uma vaga para o curso “Exercícios de Força para Performance, Prevenção de Lesões e Reabilitação - Teoria e Prática”, ministrado por Alex Souto Maior (CREF 004362-G/RJ). O evento ocorrerá no dia 5 de outubro, no Parque Esportivo da PUCRS, em Porto Alegre.

Para concorrer, é necessário fazer a inscrição neste link até o dia 2 de outubro. O sorteio vai ser realizado no dia 3 de outubro, na sede do CREF2/RS, a partir das 9h, pela primeira pessoa que chegar para atendimento. O resultado será divulgado no Facebook e o vencedor será comunicado por e-mail.

Todos profissionais registrados e em dia com o Conselho podem participar. O conteúdo programático da atividade e mais informações estão disponíveis na página www.convencaobrasil.com.br.

Exercícios de Força para Performance, Prevenção de Lesões e Reabilitação - Teoria e Prática
Palestrante: Alex Souto Maior (CREF 004362-G/RJ)
Data e horário: 5 de outubro, sábado, das 9h às 12h e das 13h30min às 16h30min
Local: Parque Esportivo PUCRS
Endereço: Avenida Ipiranga, 6690 - Prédios 80 e 81 - Partenon - Porto Alegre
Mais informações: www.convencaobrasil.com.br


Cursos



Ciclo de Palestras CREF2/RS 20 Anos reúne 100 participantes em Porto Alegre
11/09/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última terça-feira, dia 10 de setembro, o Conselho promoveu a primeira edição do Ciclo de Palestras CREF2/RS 20 Anos, em Porto Alegre. A atividade, realizada na Fadergs, reuniu cerca de 100 participantes, entre profissionais registrados e acadêmicos do curso de Educação Física, para assistir às apresentações conduzidas por Liège Gautério (CREF 017513-G/RS) e Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS).

Depois de uma breve fala inicial do presidente José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS), o evento iniciou com a palestra “Educação Física e alunos transplantados: um futuro próximo”. Proprietária do L7 Centro de Treinamento e atuando com aulas de pilates, treinamento funcional e musculação, Liège é transplantada de pulmão e bicampeã de atletismo nos Jogos Mundiais para Transplantados. Na sua apresentação, além de explicar todo os procedimentos que envolvem o transplante de um órgão, ela também falou um pouco mais sobre a sua trajetória, desde a descoberta da sua doença pulmonar, até a medalha conquistada na última edição dos Jogos Mundiais para Transplantados, realizada na Inglaterra em agosto de 2019.

Abrindo um bom espaço para os questionamentos da plateia, principalmente a respeito da sua vivência em competições internacionais, Liège ainda mostrou dois vídeos sobre a doação de órgãos e destacou que somente 1% das pessoas que morrem podem ser doadoras. “Além desse número ser baixíssimo, ainda enfrentamos uma certa residência. Somente 40% dos transplantes possíveis efetivamente ocorrem, já que em 60% dos casos a família não concorda com a doação”, explicou.

A segunda palestra da noite, intitulada “Educação Física escolar: importância e perspectivas”, foi dedicada para todos que atuam na área da Licenciatura. Presidente da Comissão Educação Física Escolar do CREF2/RS, Miryam é uma das idealizadoras do Fórum de Mobilização pela Educação Física Escolar e atua há mais de 30 anos na rede estadual de ensino. Na sua apresentação, ela destacou que a escola é o ambiente ideal para a construção de conhecimentos relacionados à promoção da saúde, capaz de incentivar os alunos para uma vida mais saudável.

Com quatro dinâmicas que envolveram todos os presentes, em que foram utilizados balões, bolas de tênis e música, Miryam ainda trouxe para o público um pouco da parte lúdica da Educação Física Escolar. “A prática, como as atividades que experimentamos aqui, proporciona o estímulo ao raciocínio, a vivência de conflitos, a concentração, a participação, o prazer no aprendizado e também incorpora hábitos saudáveis na vida dos alunos”, destacou.

O Ciclo de Palestras CREF2/RS 20 Anos ainda terá edições em Santa Maria, Uruguaiana, Pelotas, Santa Cruz do Sul e Passo Fundo. Mais informações serão divulgadas em breve.


Ciclo de Palestras 20 Anos Porto Alegre



CREF2/RS inicia atendimento aos sábados no dia 14 de setembro
11/09/2019
Fonte: CREF2/RS

Com o intuito de proporcionar mais comodidade e facilidade aos profissionais de Educação Física, o CREF2/RS estará aberto aos sábados, uma vez por mês, a partir de setembro. O primeiro horário extra de atendimento vai ser feito neste sábado, dia 14 de setembro, das 9h às 13h, em Porto Alegre.

Os serviços prestados serão os mesmos que são ofertados aos profissionais e aos recém-graduados normalmente pelo Departamento de Registro, como renovação de cédula, coleta de digital, registro de Pessoa Física e Jurídica, atualização cadastral, entrega de documentos e transferências, entre outros mais. As próximas datas de atendimento aos sábados serão divulgadas em breve.

CREF2/RS – Atendimento no Sábado
Data e horário: 14 de setembro, das 9h às 13h
Endereço: Rua Coronel Genuíno, 421/401 – Centro. Porto Alegre (RS)
Mais informações: (51) 3288-0200


CREF2



Curso sobre envelhecimento da PUCRS oferece 10% de desconto para profissionais registrados
09/09/2019
Fonte: CREF2/RS

A Universidade Aberta da Terceira Idade da PUCRS vai promover a primeira edição do Curso de Extensão Aspectos Psicológicos do Envelhecimento. A atividade, aberta à comunidade em geral e também destinada aos acadêmicos e profissionais Educação Física, terá aula no dia 22 de outubro, das 14h às 18h.

Com a coordenação dos professores Newton Terra e Sabine Marroni, ambos doutores em Gerontologia Biomédica, o curso já está com as suas inscrições abertas, que podem ser feitas diretamente neste link. Todos os registrados no CREF2/RS têm 10% de desconto no momento da matrícula.

A atividade tem o objetivo de capacitar estudantes e profissionais de diversas áreas para a realização do diagnóstico diferencial dos declínios cognitivos. Na programação do curso, estarão temas como o declínio cognitivo no idoso e a avaliação neuropsicológica do idoso.


Cursos Convênios



CREF2/RS participa do Dia do Profissional de Educação Física de Uruguaiana
06/09/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS participou, no dia 30 de agosto, da cerimônia alusiva ao Dia do Profissional de Educação Física, realizada pela Prefeitura Municipal de Uruguaiana. Na ocasião, foram premiados com certificado e medalha de mérito esportivo os profissionais de Educação Física Glademir Almeida (CREF 000586-G/RS) e Verônica Vargas (CREF 000580-G/RS), além de Jaqueline Barbosa, Mércia Siqueira, Jorge Borges, Álvaro Ávila, Madalena Mesquita e Rômulo Barreto. Logo após, o assessor de Fiscalização do CREF2/RS Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS) realizou palestra "A Importância da Regularidade na Valorização Profissional".

Segundo o organizador do evento, Ismael Sanchotene (CREF 021833-G/RS), a celebração já é uma tradição em Uruguaiana e tem como objetivo valorizar a profissão e o reconhecimento da sociedade. "Em 2020, faremos a décima edição, quando pretendemos organizar várias atividades e práticas esportivas para toda a Fronteira Oeste", salientou.


Dia do Profissional de Educação Física Uruguaiana Fiscalização



COF encerra ciclo de palestras em Passo Fundo
02/09/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última terça-feira, dia 27 de agosto, a Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS realizou, em Passo Fundo, a quarta e última edição do seu ciclo de palestras. O evento, promovido na UPF, reuniu cerca de 100 profissionais e estudantes, que assistiram às apresentações dos conselheiros Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS) e Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e do profissional e personal trainer Leandro Leal (CREF 008113-G/RS).

O evento, dividido em duas partes, tratou inicialmente das ações e dos processos de fiscalização. Os membros da COF explicaram para os presentes os trâmites, as infrações, os desdobramentos legais e o papel desempenhado pelo CREF2/RS em todos estes casos. O público também pode tirar dúvidas sobre estágios e sobre a atuação profissional.

Já a segunda palestra da noite, intitulada “A Avaliação Física nas Escolas e Academias”, foi ministrada por Leal e trouxe para debate um assunto de grande interesse, principalmente para aqueles que atuam no mercado fitness. Na sua fala, o palestrante também salientou como a avaliação física também pode ser implementada em outros locais, como os ambientes corporativos.

Aproximando o Conselho dos profissionais e dos acadêmicos do interior, o Ciclo de Palestras em Passo Fundo teve a entrada gratuita para todo o público. O evento, avaliado de maneira extremamente positiva pela COF, teve a sua primeira edição em maio e também passou pelas cidades de Santa Maria, Caxias do Sul e Pelotas.


Ciclo de Palestras COF Fiscalização



CREF2/RS homenageia vencedores do Troféu Destaque 2019
02/09/2019
Fonte: CREF2/RS

No sábado, dia 31 de agosto, o CREF2/RS promoveu a entrega do Troféu Destaque 2019. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, celebrado em 1º de setembro, teve a sua cerimônia realizada na Praça dos Fundadores do Grêmio Náutico União, com um coquetel festivo.

Divididos em quatro categorias principais, os finalistas do Troféu Destaque 2019 foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho. Todos os ganhadores foram eleitos pela Plenária e revelados durante a cerimônia. As empresas que completaram dez anos de registro ininterrupto, em 2019, também foram convidadas para a festa e receberam um certificado de homenagem pelos serviços prestados.

A cerimônia iniciou às 20h, com um discurso do presidente do CREF2/RS José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS). Na sua fala, ele deu boas-vindas aos presentes e reforçou a relevância do Troféu Destaque, sobretudo para a valorização da profissão. “É com grande honra que o CREF2/RS parabeniza e homenageia diversos profissionais de Educação Física nesta noite, pelo trabalho importantíssimo que desempenham para toda a sociedade”, frisou.

Homenagens especiais

Além dos quatro vencedores conhecidos durante a cerimônia, o CREF2/RS entregou outros quatro prêmios. O primeiro foi o Voto de Louvor ao profissional Juliano Mantovani (CREF 025864-G/RS), professor de Educação Física do Instituto Estadual de Educação Assis Chateaubriand, em Charqueadas. Na última semana, Mantovani ficou conhecido no Brasil inteiro por proteger os alunos da sua escola de um atentado, evitando uma grande tragédia.

Edison Cardoso (CREF 000001-G/RS), mais conhecido pelo apelido de Macaco e falecido em abril de 2018, também foi condecorado. Um dos criadores do CREF2/RS e ex-presidente da Federação Gaúcha de Basquete e da APEF, ele foi representado pelos seus dois filhos e recebeu o troféu Homenagem Especial – In Memoriam. Referência para o esporte e para a Educação Física, Cardoso obteve reconhecimento por atuar de maneira pioneira para a regulamentação e para a valorização da profissão.

O conselheiro federal Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS), que foi o mestre de cerimônias do evento, ainda chamou ao palco Joel Pedroso (CREF 000241-G/RS), vencedor na categoria Personalidade; e Renita Dametto, homenageada com o Mérito da Educação Física. Eles receberam os seus troféus através de uma escolha feita diretamente pela Plenária. A lista completa dos ganhadores do Troféu Destaque 2019 é:

Categoria Profissional – Atuação Bacharelado:
Roberta Borges (CREF 007239-G/RS)
Graduada em Educação Física pela UFPel e pós-graduada em marketing esportivo e academias de ginástica, é proprietária da Academia VO2 Beta, em Pelotas, há 18 anos. Atua na área fitness com aulas de jump, step, local e é uma das referências em todo o Estado nas modalidades kangoo jumps, board fitness e HUGS 7.

Categoria Profissional – Atuação Licenciatura:
Josiane Fassini (CREF 013909-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Ulbra Canoas e pós-graduada em Mídias e Educação, é professora da Escola Municipal Miguel Couto, em Nova Santa Rita. Atua com a inclusão através do projeto “Educação Física Inclusiva na EJA”, com atividades desportivas adaptadas, como goalball e vôlei sentado. É também coordenadora do projeto “A Escola da Universidade”, em parceria com o curso de Educação Física da Ulbra.

Categoria Profissional – Atuação Projetos Sociais:
Evandir Ferraz (CREF 008382-P/RS)
Conhecido pelo nome artístico Mike Júnior, é professor de street dance no Ballet Gutierres, em Porto Alegre. Pioneiro em adotar e explorar a cultura hip hop em suas aulas, há 15 anos desenvolve um projeto social no Centro Comunitário da Vila Orfanotrófio, aproximando crianças carentes da dança. É idealizador da modalidade hip hop fitness e instrutor de step nas academias Movere Fitness, HF Personal Training e Fit Academia.

Categoria Pessoa Jurídica:
Fazendo Onda (CREF 001345-PJ/RS)
Em atividade desde 202, a Fazendo Onda é uma escola de natação e academia de Igrejinha. Além de aulas de natação, hidroginástica e caminhada aquática, também desenvolve projetos de emagrecimento para grupos de pessoas com IMC acima da faixa “Obesidade 1”, com duração de seis meses e prêmios para os melhores resultados. Em quatro etapas realizadas até o momento, ajudou a eliminar mais de 620kg somente através da atividade física.

Personalidade:
Joel Pedroso (CREF 000241-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, é oficial da reserva da Brigada Militar. Atuou grande parte da sua carreira no Corpo de Bombeiros e exerceu diversas funções, como coordenador dos salva-vidas da Operação Golfinho, diretor da Escola de Educação Física da Brigada Militar e comandante dos Bombeiros em Porto Alegre. Também foi coordenador de segurança aquática na Olimpíada e Paralimpíada do Rio de Janeiro, nas provas de remo e canoagem. Atualmente é gerente de esportes do Grêmio Náutico União e presidente da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático.

Mérito da Educação Física:
Renita Dametto
Graduada em Educação Física pela Feevale, é especialista em Treinamento Esportivo e mestre em Educação. Ex-atleta da Seleção Brasileira de handebol, foi professora rede pública de Porto Alegre, secretária de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul e presidente da FUNDERGS. Integrou o Conselho Nacional de Esporte e Lazer, o Conselho Nacional da Ciência e Tecnologia e a Câmara Técnica da Lei de Incentivo ao Esporte. Instituiu o Programa RS Educação Digital e o Programa de Apoio aos Parques Tecnológicos. Coordenou a reestruturação do CETE, o 20° Campeonato Mundial de Atletismo Máster e a Passagem da Tocha Olímpica em Porto Alegre.


Trofeu Destaque



CREF2/RS promove hoje ciclo de palestras da Fiscalização em Passo Fundo
27/08/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS vai realizar em Passo Fundo, nesta terça-feira, dia 27 de agosto, a quarta e última edição do seu ciclo de palestras. A atividade, que ocorrerá na Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da UPF, vai contar com as palestras dos conselheiros Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS) e Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e do personal trainer Leandro Leal (CREF 008113-G/RS). As inscrições, abertas para profissionais, proprietários de academia e estudantes, são gratuitas e podem ser feitas diretamente no local.

O evento, marcado para iniciar às 19h, será dividido em dois momentos. Na primeira parte, os membros da COF irão falar sobre as ações e sobre os processos de fiscalização, explicando os trâmites e as atribuições do CREF2/RS, também relacionadas à Lei do Estágio. Na sequência, Leal vai ministrar a palestra “A Avaliação Física nas Escolas e Academias”. Com grande experiência na área, o personal trainer também é o criador e o responsável técnico do Total Body Test.

Ciclo de Palestras da Comissão de Orientação e Fiscalização – Passo Fundo
Data e horário: 27 de agosto, terça-feira, às 19h
Local: UPF – Faculdade de Educação Física e Fisioterapia – Sala 14
Endereço: Rodovia BR-285, Km 292, s/nº – Bairro São José
Inscrições diretamente no local
* Haverá emissão de certificado de participação, de quatro horas/aula para todos que comparecerem ao evento.


Ciclo de Palestras Fiscalização Passo Fundo



Fórum de Educação Física Escolar discute metodologias de ensino e papel do professor
26/08/2019
Fonte: CREF2/RS

No último sábado, dia 24 de agosto, a Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS promoveu a oitava edição do Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, no SESC Protásio Alves. O evento, que integrou a programação gratuita do 45º ENAPEF, contou com uma palestra conduzida pelo conselheiro federal Ricardo Catunda (CREF 000001-G/CE) e uma atividade lúdica ministrada por José Anchieta (CREF 000337-G/RS).

Com cerca de 100 participantes, entre profissionais e estudantes, a mesa de abertura do Fórum contou com a presença do presidente do CREF2/RS José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS), da presidente da Comissão de Educação Física Escolar Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), da presidente da APEF Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS) e do diretor de logística da Secretaria de Educação Paulo Rezende (CREF 001298-G/RS). Na sua fala, Miryam destacou o papel importante que o evento desempenha, desde a sua primeira edição, para a valorização do profissional de Educação Física dentro das escolas e para a defesa de projetos de lei que contemplem a sua presença desde as séries iniciais de ensino.

Criador do método de ginástica afro aeróbica, Anchieta deu continuidade ao evento, com uma atividade prática. A interação contou com o envolvimento de todos os presentes, que puderam conhecer um pouco mais sobre o batucalê e as formas de utilizá-lo em aulas de Educação Física Escolar, por exemplo. Na sequência, foi a vez da conselheira Cláudia Lucchese (CREF 00238-G/RS) conduzir um segundo momento de descontração, com uma performance de dança e bom humor.

Metodologias ativas

Abordando as metodologias da Educação Física e o papel desempenhado pelos professores, Catunda iniciou a sua palestra explicando o processo de aprendizagem ativa e o desafio complexo que é o ato de ensinar. “A definição de ‘aprender’, como aponta diversos autores, é ‘se tornar capaz de fazer o que antes não se conseguia fazer’. O conceito tem, portanto, uma relação intrínseca com o desenvolvimento de um conjunto integrado de competências”, enfatizou.

Na sua apresentação, o Conselheiro Federal também esclareceu como o aprendizado, sobretudo na Educação Física, tem a possibilidade de transformar a realidade com experimentações. Para isso, Catunda afirmou que a “pirâmide da aprendizagem” precisa ter como objetivo a autonomia dos alunos, através de práticas que reforcem o trabalho em equipe, a resolução de problemas e a criatividade. “O professor é apenas um facilitador dentro do processo, em um modelo de ensino que deve ter clara classificação de prioridades, com as experiências práticas sempre em destaque”, avaliou.

No encerramento do Fórum, Catunda ainda respondeu as dúvidas da plateia, quase todas sobre temas que dizem respeito ao dia a dia dos profissionais de Educação Física que atuam nas escolas. A Comissão de Educação Física Escolar do CREF é formada por Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), Clery de Lima (CREF 000297-G/RS), Jeane Cazelato (CREF 000003-G/RS), Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS) e Ninon Leal (CREF 001350-G/RS).


Educação Física Escolar Comissão de Educação Física Escolar



CREF2/RS presta homenagem ao profissional Juliano Mantovani
22/08/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vem a público prestar uma homenagem ao profissional de Educação Física Juliano Mantovani (CREF 025864-G/RS). Nesta quarta-feira, dia 21 de agosto, ele protegeu os alunos do Instituto Estadual de Educação Assis Chateaubriand, em Charqueadas, de um atentado.

No início da tarde, a escola em que atua foi invadida por um adolescente, que tinha a intenção de atacar os estudantes com uma machadinha. Mantovani, que estava próximo à sala de aula em que ocorreu o atentado, conseguiu tirar a arma da mão do agressor e evitar uma tragédia.

Devido ao profissional de Educação Física, o adolescente atingiu somente três alunos, mas todos sem gravidade. Depois do ocorrido, eles foram atendidos no Hospital de Charqueadas e liberados. Mantovani, que também ajudou a prestar os primeiros socorros, não se machucou.

O CREF2/RS reconhece a coragem de Mantovani e muito se orgulha pela sua atitude de defender os alunos, muitas vezes intrínseca ao papel desempenhado pelos profissionais de Educação Física.

Foto: Jefferson Botega/Agência RBS


Homenagem



CREF2/RS divulga finalistas do Troféu Destaque 2019
21/08/2019
Fonte: CREF2/RS

Na manhã desta quarta-feira, dia 21 de agosto, o CREF2/RS divulgou os nomes de todos os finalistas do Troféu Destaque 2019. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, terá a sua cerimônia de entrega realizada no dia 31 de agosto, no Grêmio Náutico União.

Divididos em quatro categorias, os finalistas listados abaixo, em ordem alfabética, foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho, durante o último mês de julho. Outras duas categorias – Personalidade e Mérito da Educação Física – terão os seus ganhadores eleitos diretamente pela Plenária. Todos os vencedores do Troféu Destaque serão conhecidos somente no dia 31 de agosto.

As empresas que estão completando dez anos de registro ininterrupto, em 2019, também serão homenageadas na cerimônia. Confira os finalistas:

Categoria Profissional – Atuação Bacharelado:

Camilla Padilha da Silva Dutra (CREF 025641-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Faculdade Sogipa, é criadora do método de treinamento Generation System e sócia-proprietária da Kangoo Top Team, empresa especializada em kangoo jumps. Atua em academias de Porto Alegre.

Roberta Anselmo Borges (CREF 007239-G/RS)
Graduada em Educação Física pela UFPel e pós-graduada em marketing esportivo e academias de ginástica, é proprietária da Academia VO2 Beta, em Pelotas, há 18 anos. Atua na área fitness com aulas de jump, step, local e é uma das referências em todo o Estado nas modalidades kangoo jumps, board fitness e HUGS 7.

Tiago Barrionuevo Proença (CREF 012034-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, é proprietário da BPro – Treinamento Físico Funcional, em Porto Alegre. É um dos precursores da modalidade no Rio Grande do Sul e também ministra diversos cursos sobre o assunto no Brasil e no exterior.

Categoria Profissional – Atuação Licenciatura:

Anelise Reis Gaya (CREF 024009-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, tem doutorado pela Universidade do Porto, em Portugal. Atualmente é docente da ESEFID da UFRGS e professora do Programa de Pós-graduação em Ciências do Movimento Humano. É coordenadora do Projeto Esporte Brasil e atua em várias iniciativas relacionadas à promoção da saúde nas aulas de Educação Física Escolar.

Fabiani Dias da Silveira (CREF 002949-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, tem mais de 30 anos de experiência na Educação Física Escolar e atualmente é professor do Colégio Sinodal do Salvador, de Porto Alegre. Em Novo Hamburgo, atua também em um projeto social que fomenta o handebol em escolas municipais, formando equipes para participar de diversos campeonatos. Foi professor substituto da cadeira de handebol da ESEFID/UFRGS, de 2011 a 2012 e é o criador de um projeto de intercâmbio técnico e cultural de handebol entre o Brasil e a Áustria.

Josiane Margarete de Araújo Fassini (CREF 013909-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Ulbra Canoas e pós-graduada pela UFRGS em Mídias e Educação, é professora da Escola Municipal Miguel Couto, em Nova Santa Rita. Atua com a inclusão através do projeto “Educação Física Inclusiva na EJA”, com atividades desportivas adaptadas, como goalball e vôlei sentado. É também coordenadora do projeto “A Escola da Universidade”, em parceria com o curso de Educação Física da Ulbra.

Categoria Profissional – Atuação Projeto Social:

Evandir Ricardo Viegas Ferraz (CREF 008382-P/RS)
Conhecido pelo nome artístico Mike Júnior, é professor de street dance no Ballet Gutierres, em Porto Alegre. Pioneiro em adotar e explorar a cultura hip hop em suas aulas, há 15 anos desenvolve um projeto social no Centro Comunitário da Vila Orfanotrófio, na zona sul de Porto Alegre, aproximando crianças carentes da dança. É idealizador da modalidade hip hop fitness e instrutor de step nas academias Movere Fitness, HF Personal Training e Fit Academia.

Rosani Oliveira Franco (CREF 005930-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, é coordenadora do Instituto Tênis – Núcleo Porto Alegre. O projeto, que já atendeu quatro mil crianças, tem o objetivo de desenvolver o tênis e de transformar o Brasil numa potência do esporte nos próximos 20 anos, oferecendo a modalidade gratuitamente para crianças de escolas municipais e estaduais, que dificilmente teriam acesso, através de aulas regulares de Educação Física e com atividades em parques públicos.

Tânia Beatriz Rodrigues da Silva (CREF 027013-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Universidade La Salle, atua no SESI/FIERGS como monitora de esportes. Há 14 anos também é voluntária na Associação dos Amigos do Centro Olímpico Municipal (AACOM), em parceria com a Prefeitura Municipal de Canoas, ministrando aulas de fitness e de ritmos.

Categoria Pessoa Jurídica:

Fazendo Onda (CREF 001345-PJ/RS)
Em atividade desde 2002, a Fazendo Onda é uma escola de natação e academia de Igrejinha. Além de aulas de natação, hidroginástica e caminhada aquática, também desenvolve projetos de emagrecimento para grupos de pessoas com IMC acima da faixa “Obesidade 1”, com duração de seis meses e prêmios para os melhores resultados. Em quatro etapas realizadas até o momento, ajudou a eliminar mais de 620kg somente através da atividade física.

Fit Academia (CREF 002825-PJ/RS)
Em atividade desde 2014, a Fit Academia é de Porto Alegre e conhecida pelo seu ambiente familiar. Oferece diversas atividades aos seus alunos, como grupo de corrida, treinamento funcional e yoga. Como diferenciais tem o Circuito 60+, dedicado ao público da terceira idade, e cumpre todas as normas de acessibilidade, como rampas de acesso para cadeirantes, banheiro adaptado no térreo e elevador interno.

Sublime Academia (CREF 001162-PJ/RS)
Em atividade desde 2008, a Sublime Academia é de Santa Cruz do Sul e busca contribuir para o equilíbrio físico e mental dos seus alunos, com um ambiente agradável e acolhedor. Conta com uma ampla estrutura, totalmente climatizada, com diversas opções de atividades, como pilates, treinamento funcional, musculação e outras tantas aulas coletivas, ministradas por profissionais altamente qualificados e comprometidos.


Troféu Destaque



CREF2/RS inicia comemoração de 20 anos com ciclo de palestras em Porto Alegre
20/08/2019
Fonte: CREF2/RS

Em comemoração aos seus 20 anos, o CREF2/RS vai realizar, no segundo semestre de 2019, um ciclo de palestras em diversas cidades do Rio Grande do Sul. A primeira edição da atividade ocorrerá na em Porto Alegre, no dia 10 de setembro, e vai contar com as palestras “Educação Física e alunos transplantados: um futuro próximo”, ministrada por Liège Gautério (CREF 017513-G/RS); e “Educação Física escolar: importância e perspectivas”, conduzida por Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS).

Com entrada gratuita para profissionais registrados e acadêmicos do curso de Educação Física, a primeira etapa do Ciclo de Palestras 20 Anos CREF2/RS vai ser realizado na Fadergs, das 19h às 21h45min. O evento terá a emissão de certificado online aos participantes e as inscrições já podem ser feitas neste link. As outras cidades que vão receber o evento são Uruguaiana, Passo Fundo, Pelotas, Lajeado e Santa Maria.

Liège é proprietária do L7 Centro de Treinamento, na capital, e ministra aulas de pilates, de treinamento funcional e de musculação. Transplantada de pulmão, é atleta de corrida e bicampeã de atletismo nos Jogos Mundiais para Transplantados, com cinco medalhas conquistadas em competições realizadas na Europa, em 2017 e 2018.

Presidente da Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS, Miryam é uma das idealizadoras do Fórum de Mobilização pela Educação Física Escolar. Pós-graduada em Educação Física Escolar, Administração Escolar e Docência no Ensino Superior, atua na rede estadual de ensino e tem diversos artigos publicados sobre a área. É criadora da atividade “Biodança na Escola” e já ministrou cursos sobre inclusão escolar em diversas cidades.

Ciclo de Palestras 20 Anos CREF2/RS – Porto Alegre
Data e horário: 10 de setembro, terça-feira, das 19h às 21h45min
Local: Fadergs – Auditório Erico Verissimo
Endereço: Rua Riachuelo, 1257 – Centro
Inscrições gratuitas por aqui ou diretamente no local


Ciclo de Palestras 20 Anos Porto Alegre



CREF2/RS inicia atendimento aos sábados no dia 14 de setembro
19/08/2019
Fonte: CREF2/RS

Com o intuito de proporcionar mais comodidade e facilidade aos profissionais de Educação Física, o CREF2/RS estará aberto aos sábados, uma vez por mês, a partir de setembro. O primeiro horário extra de atendimento vai ser feito no dia 14 de setembro, das 9h às 13h, em Porto Alegre.

Nesta data, os serviços prestados serão os mesmos que são ofertados aos profissionais e aos recém-graduados normalmente pelo Departamento de Registro, como renovação de cédula, coleta de digital, registro de Pessoa Física e Jurídica, atualização cadastral, entrega de documentos e transferências, entre outros mais. As próximas datas de atendimento aos sábados serão divulgadas em breve.

CREF2/RS – Atendimento no Sábado
Data e horário: 14 de setembro, das 9h às 13h
Endereço: Rua Coronel Genuíno, 421/401 – Centro. Porto Alegre (RS)
Mais informações: (51) 3288-0200


atendimento



CREF2/RS realiza ciclo de palestras da Fiscalização em Pelotas nesta quinta-feira
13/08/2019
Fonte: CREF2/RS

A cidade de Pelotas vai sediar nesta quinta-feira, dia 15 de agosto, a terceira edição do Ciclo de Palestras da Fiscalização. Realizado pela Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS, o evento ocorrerá na Faculdade Anhanguera e vai contar com as palestras dos conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS) e do profissional e ex-atleta de corrida Eduardo Remião (CREF 001855-G/RS). As inscrições, abertas para profissionais, proprietários de academia e estudantes, são gratuitas e podem ser feitas por aqui ou diretamente no local.

O ciclo, marcado para iniciar às 19h, será dividido em dois momentos. Na primeira parte, os membros da COF irão falar sobre as ações e sobre os processos de fiscalização, explicando os trâmites e as atribuições do CREF2/RS. Na sequência, Remião vai ministrar a palestra “Treinamento de Endurance com Enfoque em Corrida, Trialto e Corrida de Montanha”. Com mais de 25 anos de experiência na área, o personal trainer é ex-competidor de atletismo e de triatlo, com títulos nacionais e internacionais.

Haverá emissão de certificado de participação, de quatro horas/aula, para todos que comparecerem ao evento.

Ciclo de Palestras da Comissão de Orientação e Fiscalização – Pelotas
Data e horário: 15 de agosto, quinta-feira, às 19h
Local: Faculdade Anhanguera de Pelotas – Auditório
Endereço: Avenida Fernando Osório, 2301 – Centro
Inscrições gratuitas por aqui ou diretamente no local


Ciclo de Palestras da Fiscalização



CREF2/RS realiza ciclo de palestras da Fiscalização em Passo Fundo
30/07/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS vai realizar em Passo Fundo, no dia 27 de agosto, a quarta e última edição do seu ciclo de palestras. A atividade, que ocorrerá na Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da UPF, vai contar com as palestras dos conselheiros Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS) e Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e do profissional e personal trainer Leandro Leal (CREF 008113-G/RS). As inscrições, abertas para profissionais, proprietários de academia e estudantes, são gratuitas e podem ser feitas por aqui ou diretamente no local.

O evento, marcado para iniciar às 19h, será dividido em dois momentos. Na primeira parte, os membros da COF irão falar sobre as ações e sobre os processos de fiscalização, explicando os trâmites e as atribuições do CREF2/RS. Na sequência, Leal vai ministrar a palestra “A Avaliação Física nas Escolas e Academias”. Com grande experiência na área, o personal trainer também é o criador e o responsável técnico do Total Body Test.

Haverá emissão de certificado de participação, de quatro horas/aula, para todos que comparecerem ao evento.

Ciclo de Palestras da Comissão de Orientação e Fiscalização – Passo Fundo
Data e horário: 27 de agosto, terça-feira, às 19h
Local: UPF – Faculdade de Educação Física e Fisioterapia – Sala 14
Endereço: Rodovia BR-285, Km 292, s/nº – Bairro São José
Inscrições gratuitas por aqui ou diretamente no local


Ciclo de Palestras Fiscalização Passo Fundo



CREF2/RS realiza ciclo de palestras da Fiscalização em Pelotas
24/07/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS vai realizar, no dia 15 de agosto, a terceira edição do seu ciclo de palestras, em Pelotas. A atividade, que ocorrerá na Faculdade Anhanguera, contará com as palestras dos conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS) e do profissional e ex-atleta de corrida Eduardo Remião (CREF 001855-G/RS). As inscrições, abertas para profissionais, proprietários de academia e estudantes, são gratuitas e podem ser feitas por aqui ou diretamente no local.

O evento, marcado para iniciar às 19h, será dividido em dois momentos. Na primeira parte, os membros da COF irão falar sobre as ações e sobre os processos de fiscalização, explicando os trâmites e as atribuições do CREF2/RS. Na sequência, Remião vai ministrar a palestra “Treinamento de Endurance com Enfoque em Corrida, Trialto e Corrida de Montanha”. Com mais de 25 anos de experiência na área, o personal trainer é ex-competidor de atletismo e de triatlo, com títulos nacionais e internacionais.

Haverá emissão de certificado de participação, de quatro horas/aula, para todos que comparecerem ao evento.

Ciclo de Palestras da Comissão de Orientação e Fiscalização – Pelotas
Data e horário: 15 de agosto, quinta-feira, às 19h
Local: Faculdade Anhanguera de Pelotas – Auditório
Endereço: Avenida Fernando Osório, 2301 – Centro
Inscrições gratuitas por aqui ou diretamente no local


Fiscalização Ciclo de Palestras Pelotas



Comissão de Orientação e Fiscalização faz reunião na sede do CREF2/RS
18/07/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS realizou nesta quarta-feira, dia 17 de julho, mais uma reunião na qual seus integrantes elaboraram diretrizes para a Fiscalização do Conselho, propondo ações de orientação no âmbito regional e se manifestaram em relação aos processos de fiscalização.

Formada por profissionais de Educação Física escolhidos pela Plenária, a COF tem o objetivo de orientar a fiscalização do exercício profissional, programar e supervisionar as atividades desenvolvidas pela Fiscalização e elaborar instruções para o exercício da fiscalização, atendendo aos fundamentos legais pertinentes.

Participaram da reunião o presidente da Comissão Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), a secretária Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS), os membros Carmem Masson (CREF 0001910-G/RS), Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS) e Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS) e o assessor de Fiscalização Samuel Almeida (CREF 013510-G/RS).


COF Fiscalização



CREF2/RS visita CREF12/PE para troca de experiências
11/07/2019
Fonte: CREF12/PE

O procurador jurídico Artur Alfaro e o assessor de fiscalização Samuel Almeida (CREF 013510-G/RS), ambos representantes do CREF2/RS, estão visitando, ao longo desta semana, o CREF12/PE. O objetivo do encontro é a troca de experiências, a respeito dos procedimentos de dívida ativa e de cobrança, envolvendo também ações judiciais, rotinas de atendimento, contratos e licitações, entre outros temas.

Em relação ao trabalho da Fiscalização, Almeida destacou o intercâmbio que está sendo promovido pelas duas autarquias. “Vejo a importância do encontro como um fortalecimento do Sistema CONFEF/CREFs. Somos muito regionalizados, então quando podemos trocar experiências com outro CREF é de grande valia”, declarou. “Na nossa visão da rotina, muitas vezes não conseguimos observar onde estão as falhas e onde podemos melhorar. Isto é de suma importância para o nosso Departamento, que é a atividade-fim do Conselho”, complementa Rosângela Cavalcanti (CREF 000404-G/PE), chefe de Fiscalização do CREF12/PE.

Já sobre a área jurídica, Alfaro destacou a integração que está sendo feita. “É uma troca bem interessante, em que podemos avaliar a unificação de procedimentos, organizando rotinas. A realidade do profissional de Educação Física no nosso Estado é bem diferente, mas muitos problemas são os mesmos, como a desvalorização e o subemprego”, avaliou. Sobre a visita, o presidente do CREF12/PE Lúcio Beltrão (CREF 003574-G/PE) finalizou: “é uma honra receber pessoas competentes que trazem ao nosso Conselho a experiência de um CREF que é, atualmente, uma referência para o país. Somos gratos pela gentileza de todos que fazem o CREF2/RS”.

Foto: Comunicação - CREF12/PE


CREF2 CREF12



Comissão de Atividade Física e Saúde avança em sua agenda de ações
05/07/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Atividade Física e Saúde do CREF2/RS se reuniu nesta quinta-feira, dia 4, de julho na sede do Conselho. Na pauta, dois temas foram discutidos. O primeiro retomou o debate ocorrido na reunião das Comissões Afins de Saúde, quando se definiu uma série de ações na área da saúde para 2020. A proposta ainda será levada ao conhecimento da Diretoria do CREF2/RS, e posteriormente encaminhada à Plenária para aprovação.

A segunda pauta tratou do encaminhamento de uma solicitação feita à Diretoria para transformar a Comissão de Atividade Física e Saúde em um grupo de trabalho permanente, baseado na experiência do CONFEF, em que as suas Comissões atuam especificamente com o tema ligado à saúde. Para os membros, o caráter fixo se dá porque todos os assuntos tratados nas reuniões são de interesse e aplicação junto à comunidade.

Participaram da reunião o presidente da Comissão Clery de Lima (CREF 000297-G/RS), a secretária da Comissão Miryan Brauch (CREF 006834-G/RS), a conselheira Débora Garcia (CREF 002202-G/RS) e a conselheira e ex-presidente do CREF2/RS Carmem Masson (CREF 0001910-G/RS).


Comissão de Atividade Física e Saúde



CREF Serra tem horário de atendimento diferenciado na primeira semana de julho
25/06/2019
Fonte: CREF2/RS

Em razão de uma reunião do Conselho Municipal do Desporto de Caxias do Sul, o atendimento do CREF Serra terá, excepcionalmente na primeira semana de julho, um horário diferenciado de atendimento. Confira:

Data: 3 de julho, quarta-feira
Horário de atendimento: das 14h às 18h

Data: 4 de julho, quinta-feira
Horário de atendimento: das 9h às 18h

Data: 5 de julho, sexta-feira
Sem atendimento, em razão da reunião Conselho Municipal do Desporto de Caxias do Sul no CREF Serra

CREF Serra – Caxias do Sul
Endereço: Avenida Rio Branco, 840/703 – Bairro São Pelegrino
O agendamento do atendimento pode ser feito neste link


CREF Serra



Comissão de Orientação e Fiscalização realiza mesa-redonda em Bento Gonçalves
18/06/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS vai realizar, dia 28 de junho em Bento Gonçalves, uma mesa-redonda com profissionais e representantes de Pessoas Jurídicas do município. A atividade, que ocorrerá a partir das 19h30 na Uniasselvi, tem o intuito de orientar o exercício profissional e o funcionamento de empresas da área, apresentando também dados sobre as ações de fiscalização realizadas na região.

Com o título “Orientação do Exercício Profissional e das Empresas na área da Educação Física”, a mesa-redonda terá um espaço para que os participantes possam tirar as suas dúvidas sobre o tema e vai contar com a presença dos membros da COF Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS) e do assessor de fiscalização Samuel Almeida (CREF 013510-G/RS). A entrada será gratuita e o evento também estará aberto para a participação de acadêmicos do curso de Educação Física.

Mesa-redonda COF – “Orientação do Exercício Profissional e das Empresas na área da Educação Física”
Data e horário: 28 de junho, sexta-feira, às 19h30
Local: Uniasselvi Bento Gonçalves – Sala 20
Endereço: Rua Paraná, 40 – Centro


COF Bento Gonçalves



Eduardo Bedin: quebrando barreiras e superando desafios
17/06/2019
Fonte: CREF2/RS

"Nunca desista de seus sonhos!”. Com este pensamento sempre presente, o profissional de Educação Física Eduardo Bedin (CREF 026673-G/RS) enfrentou com leveza e bom humor todos os empecilhos que a sociedade impõe aos deficientes e, derrubando todos os preconceitos, se tornou uma das primeiras pessoas com Síndrome de Down a se formar em Educação Física no Estado, assim como o graduado pela ULBRA Guaíba Igor Becker (CREF 015310-G/RS). Eduardo nasceu em Porto Alegre há 28 anos. Em 2017, ele licenciou-se em Educação Física pela UNOPAR e, de acordo com dados do Movimento Down, portal filiado à Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down, ele é uma das 74 pessoas com Down no Brasil que cursam ou que já se formaram no Ensino Superior até 2019.

A chegada de uma criança com deficiência em uma família pode gerar situações complexas e resultantes da falta de preparo e informação adequada para lidar com os sentimentos que surgem nesse momento. Quando Eduardo nasceu, a notícia da Síndrome foi colocada de maneira chocante pelo pediatra. “Teu filho tem mongolismo! Isso não cura”, relembra sua mãe, Neuza Leite. A atitude brutal do profissional da área médica foi o pontapé inicial para que os pais enfrentassem o desafio de buscar caminhos para viabilizar uma vida de superação. “Graças ao Centro Lydia Coryat, familiares, alguns amigos, além de profissionais responsáveis e dedicados, a vida começou a acontecer”, recorda. Ela explica que Eduardo iniciou sua ambientação escolar com um acolhimento amoroso no maternal, recebendo toda a atenção das professoras.

Registrado no CREF2/RS desde maio de 2018, Eduardo sempre teve uma rotina muito ativa, trabalhando profissionalmente como auxiliar técnico de judô, ao mesmo tempo que estudava em vários cursos para aprimorar as suas habilidades. Atualmente, desenvolve atividades esportivas junto a outras pessoas com deficiências na Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Deficiência, de Funcionários do Banco do Brasil e da Comunidade (APABB-RS). O projeto tem a coordenação de Fábio Izaguirre (CREF 005430-G/RS), judoca filiado à Federação Gaúcha de Judô (FGJ), e que trabalha de forma voluntária.

Eduardo também participa da Associação Judoística (AJURGS) e é chefe da Tropa Escoteira do Grupo Escoteiro Souza Lobo, localizado no bairro Sarandi, em Porto Alegre, além de ser membro da Associação dos Familiares e Amigos do Down (AFAD Porto Alegre), entidade a qual ele representa como suplente no Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência de Porto Alegre. De acordo com sua mãe, o trabalho voluntário tem permitido que Eduardo encare os compromissos com mais responsabilidade, notadamente com relação a horários e convivência.

Formatura e romance

Carismático e determinado, no dia da sua formatura Eduardo conquistou o coração da violonista e bailarina Florença Sanfelice, também com Síndrome de Down. Ela havia sido contratada para tocar na cerimônia, mas nessa noite ganhou também um namorado e um excelente amigo. “Estou muito apaixonado!”, é como ele mesmo se define. Os seus planos de vida incluem a independência própria e o futuro casamento.

Eduardo cursou a antiga primeira série em uma escola pública estadual e teve a felicidade contar com professoras amorosas e competentes, que o alfabetizaram e fizeram sentir-se incluído no ambiente escolar. Mas também existiram muitas experiências ruins em sua vida. “Há duas escolas de Porto Alegre das quais nem quero lembrar por serem preconceituosas e fechadas, o que me causou muito desalento”, recorda.

Quando Eduardo concluiu o Ensino Fundamental pela EJA, pois sentia-se constrangido em meio a crianças e preferia conviver com adultos, Neuza foi nomeada como assistente social para a Prefeitura de Rosário do Sul. “Ao chegar lá, as portas da Escola Estadual Plácido de Castro foram abertas, sendo imediatamente incluído no Grupo de Danças. Foi incrível! Fiz uma bela festa de formatura pensando que a vida escolar do meu filho estava sendo encerrada ali”, diz Neuza.

Mas a vida ainda reservava um grande objetivo a ser alcançado pela mãe e seu filho. “Quando fui fazer a minha matrícula para cursar Direito, o Eduardo estava junto.Ao sairmos da universidade, ele perguntou: “E a minha faculdade?” Coincidentemente estava sendo aberto o curso de Educação Física. Então cancelei a minha faculdade e investi na dele”, recorda. “O resultado felizmente foi o melhor possível. Estamos muito orgulhosos”, comemora Neuza.


Eduardo Leite Bedin



CREF2/RS realiza ciclo de palestras da Fiscalização amanhã em Caxias do Sul
05/06/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS vai realizar amanhã, dia 6 de junho, a segunda edição do seu ciclo de palestras, em Caxias do Sul. A atividade, que ocorrerá na FSG – Centro Universitário da Serra Gaúcha, vai contar com as palestras dos conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS) e do profissional e personal trainer Leandro Leal (CREF 008113-G/RS). As inscrições, abertas para profissionais, proprietários de academia e estudantes, são gratuitas e podem ser feitas por aqui ou diretamente no local.

O evento, marcado para iniciar às 19h, será dividido em dois momentos. Na primeira parte, os membros da COF irão falar sobre as ações e sobre os processos de fiscalização, explicando os trâmites e as atribuições do CREF2/RS. Na sequência, Leal vai ministrar a palestra “A Avaliação Física nas Escolas e Academias”. Com grande experiência na área, o personal trainer também é o criador e o responsável técnico do Total Body Test.

Haverá emissão de certificado de participação, de quatro horas/aula, para todos que comparecerem ao evento. Já em agosto, o Ciclo de Palestras da COF será realizado em Pelotas e Passo Fundo. Mais informações sobre estas datas serão anunciadas em breve.

Ciclo de Palestras da Comissão de Orientação e Fiscalização – Caxias do Sul
Data e horário: 6 de junho, quinta-feira, às 19h
Local: FSG – Centro Universitário da Serra Gaúcha – Sala A110
Endereço: Rua Os Dezoito do Forte, 2366 – São Pelegrino
Inscrições gratuitas por aqui ou diretamente no local


Ciclo de Palestras Fiscalização Caxias do Sul



Ciclo de Palestras da Fiscalização reúne profissionais e estudantes no Sesc Santa Maria
03/06/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última quinta-feira, dia 30 de maio, o CREF2/RS esteve no Sesc Santa Maria para realizar o primeiro encontro do Ciclo de Palestras da Comissão de Orientação e Fiscalização.

Os presentes, que puderam entender como funcionam as ações e os processos de fiscalização, também assistiram à palestra “A Avaliação Física nas Escolas e Academias”, ministrada por Leandro Leal (CREF 008113-G/RS).

Na foto, estão o gerente do Sesc Santa Maria Pedro Saccol, o assessor institucional do CREF2/RS Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS), o conselheiro Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS) e o gerente adjunto do Sesc Santa Maria Fábio Leite.


Fiscalização Ciclo de Palestras Santa Maria



Comissão de Fiscalização realiza ciclo de palestras em Caxias do Sul
30/05/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS realizará em Caxias do Sul, no dia 6 de junho, a segunda edição do seu ciclo de palestras. A atividade, que ocorrerá na FSG – Centro Universitário da Serra Gaúcha, vai contar com as palestras dos conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS) e do profissional e personal trainer Leandro Leal (CREF 008113-G/RS). As inscrições, abertas para profissionais, proprietários de academia e estudantes, são gratuitas e podem ser feitas diretamente por aqui.

O evento, marcado para iniciar às 19h, será dividido em dois momentos. Na primeira parte, os membros da COF irão falar sobre as ações e sobre os processos de fiscalização, explicando para os presentes os trâmites e o papel desempenhado pelo CREF2/RS. Na sequência, Leal vai ministrar a palestra “A Avaliação Física nas Escolas e Academias”. Com grande experiência na área, o personal trainer também é o criador e o responsável técnico do Total Body Test.

Ciclo de Palestras da Comissão de Orientação e Fiscalização – Caxias do Sul
Data e horário: 6 de junho, quinta-feira, às 19h
Local: FSG – Centro Universitário da Serra Gaúcha – Sala A110
Endereço: Rua Os Dezoito do Forte, 2366 – São Pelegrino
Inscrições gratuitas por aqui ou diretamente no local


Fiscalização Ciclo de Palestras Caxias do Sul



CREF2/RS promove ciclo de palestras amanhã em Santa Maria
29/05/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS vai realizar amanhã, no Sesc Santa Maria, a primeira edição do seu novo ciclo de palestras. A atividade vai contar com as apresentações dos conselheiros Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS) e do profissional e personal trainer Leandro Leal (CREF 008113-G/RS). As inscrições, abertas para profissionais, proprietários de academia e estudantes, são gratuitas e podem ser feitas antecipadamente por este link ou diretamente no local.

O evento, marcado para iniciar às 19h, será dividido em dois momentos. Na primeira parte, os membros da COF irão falar sobre as ações e sobre os processos de fiscalização, explicando para os presentes os trâmites e o papel desempenhado pelo CREF2/RS. Na sequência, Leal vai ministrar a palestra intitulada “A Avaliação Física nas Escolas e Academias”. Com grande experiência na área, o personal trainer também é o criador e o responsável técnico do Total Body Test.


Ciclo de Palestras da Comissão de Orientação e Fiscalização – Santa Maria
Data e horário: 30 de maio, quinta-feira, às 19h
Local: Sesc Santa Maria
Endereço: Avenida Itaimbé, 66 – Centro
Inscrições gratuitas por aqui ou diretamente no local


Fiscalização Ciclo de Palestras Santa Maria



CREF2/RS e AMRIGS oferecem convênio para desconto em consultas médicas e exames
27/05/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS e a Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) têm um convênio para oferecer 14% de desconto na primeira anuidade do Sistema Nacional de Atendimento Médico (Sinam-RS). Você pode obter informações pela página www.sinam-rs.com.br ou pelo telefone (51) 3014-2042.

Com mais de 15 anos de atuação e 1.400 médicos cadastrados em todo o Estado, o Sinam-RS é um sistema de atendimento médico diferente do SUS e dos planos de saúde convencionais. Nele, consultas médicas, exames de diagnóstico e laboratoriais são ofertados com valores diferenciados e mais acessíveis, não possuindo condicionantes de idade ou doenças preexistentes.

Sinam-RS
Site: www.sinam-rs.com.br
E-mail: sinam@amrigs.org.br
Telefone: (51) 3014-2042


Convênios



Comissão de Fiscalização realiza ciclo de palestras em Santa Maria
23/05/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS realizará em Santa Maria, no dia 30 de maio, a primeira edição do seu mais novo ciclo de palestras. A atividade, que ocorrerá no Sesc Santa Maria, vai contar com as palestras dos conselheiros Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS) e do profissional e personal trainer Leandro Leal (CREF 008113-G/RS). As inscrições, abertas para profissionais, proprietários de academia e estudantes, são gratuitas e podem ser feitas diretamente por aqui.

O evento, marcado para iniciar às 19h, será dividido em dois momentos. Na primeira parte, os membros da COF irão falar sobre as ações e sobre os processos de fiscalização, explicando para os presentes os trâmites e o papel desempenhado pelo CREF2/RS. Na sequência, Leal vai ministrar a sua palestra, intitulada “A Avaliação Física nas Escolas e Academias”. Com grande experiência na área, o personal trainer também é o criador e o responsável técnico do Total Body Test.

Depois de Santa Maria, o ciclo de palestras da Comissão de Fiscalização irá para Caxias do Sul, Pelotas e Passo Fundo. Mais informações sobre as outras edições do evento serão divulgadas em breve.

Ciclo de Palestras da Comissão de Orientação e Fiscalização – Santa Maria
Data e horário: 30 de maio, quinta-feira, às 19h
Local: Sesc Santa Maria
Endereço: Avenida Itaimbé, 66 – Centro
Inscrições gratuitas por aqui ou diretamente no local


Ciclo de Palestras Fiscalização



Conselho divulga profissionais contemplados com cursos do Convenção Brasil
14/05/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre janeiro e maio, o CREF2/RS disponibilizou 200 vagas gratuitas de cinco cursos da Convenção Brasil 2019 para profissionais registrados e em dia com o Conselho. As inscrições eram feitas de maneira online e de acordo com a disponibilidade de cada uma das atividades.

A Convenção Brasil 2019 irá ocorrer no Parque Esportivo da PUCRS, entre os dias 17 e 19 de maio, e tem como objetivo incentivar a atualização e o aprimoramento dos profissionais que atuam na área da Educação Física. A programação e o conteúdo progrmático de todos os cursos do evento estão disponíveis no link www.convencaobrasil.com.br.

Os profissionais contemplados pelo CREF2/RS são:

Circuto Escolar: Movimentando Saberes

Adriana Guterres Nunes Simões
Ana Paula Petzinger Kunst
Bianca Castilho Flores
Cassandra Regina Rohden
Christyam de Oliveira Fraga
Daniel Alves Barbosa
Desiree Guglieri Alberton
Eduardo Ignácio Coimbra
Elisabeth Figueira Barbetto
Fátima Aparecida Cunha de Almeida
Fernando César Batista
Gabriel D’Angelo Schiller
Gerson Rafael Pacheco
Guilherme de Oliveira Gonçalves
Guiomar Ferreira
Isis Alessandra Spohr Recchi Leão
Ivan Danilo Borges Severo
Ivan Gonçalves da Silva
Jacson Severo de Oliveira
Janice Pacheco de Campos
Liz Ângeli Gomes
Luciana Bortolanza
Luiz Augusto Copstein Waldemar
Magda Amaral Vatef
Maico Fabiano Giovanaz
Marcelo Barnetche Kauer
Milena Mariante Braga
Paulo Sérgio Kehdi
Raquel Saraiva dos Santos
Ricardo da Silva Andrade
Richard Simon Ávila
Rozana Silva de Souza
Samantha Priscila Lamb
Sheila Toscan
Tatiana Raquel Rodrigues
Tiago Berger Kuschick

Encontro Sul Brasileiro de Gestão de Negócios em Fitness e Wellness

Adriana Oliveira da Silva
Alexsander Vinícius da Silva
André Pereira Corrêa
Christian Martins Florence
Cláudio Alfredo Persson
Daiana Basilio
Daniela Sangiovanni
Diego Wagner Pinheiro
Dieison de Oliveira Marques
Douglas dos Santos
Édila Penna Pinheiro
Fabiana dos Santos Disegna
Fernanda Rogério Passos
Flávia Ruaro
Hararre Teixeira Delfino
Helen Roth
Jamille Denti Tiecher
Jean Matheus Alves Vieira
Jóice Helena Barboza
Júlio Cesar Bertoletti
July Umpierre Camargo
Lauriane Batista Dutra
Lissandro Dambros Farias
Luciano Rodrigues Guimarães
Luiz Cláudio Mendes Parodes
Marcos Justino Dantur
Marluce Magalhães Pinheiro Silva
Michael de Oliveira Valim
Neiva Solange Schuster
Rosane Domingues Cardona
Rose Mary da Silva Marquetto
Sibeli dos Anjos Gomes
Silvana Kuciak
Tiago Corrêa Elovino
Vinícius Nicodemo Rodrigues
Willian Soares dos Santos

Ginástica Laboral: Mercado, Tendências e Oportunidades

Adriane Maria Horn
Amanda Souza Luiz
Ana Carolina Franceschette
Ana Paula Strack
Cláudia Gonçalves da Luz
Cleber Cervi Picco
Débora Arregui Risch
Elisângela Vargas Vieira
Fernando Cardoso da Silva
Fernando de Lima Arnold
Fernando Vargas Dentice
Flávia Rezende Silvello
Fledge Silva Rita
Francielli Ferreira de Araújo
Georgina Maria de Souza Andrade
Ítalo da Roza Ramires
Joseana da Rocha Ferreira
Juliana de Freitas
Juliana Moreira Oricchio
Laís Centeno Silva
Lenise Sangaletti
Lúcio de Andrade da Silva
Marcel Bica de Souza
Maria Angelena dos Santos
Mariana Nardi Sana
Marina Saft
Max Leonardo Georgen
Roberta Monteiro Herrmann
Rodrigo Brackmann
Shani Boeira
Tiago Beck Veiga

Ritmos – Criatividade e Inovação para as Aulas

Aline Almeida da Silva Bonatto
Aline de Oliveira Martins
Ana Luiza da Silva Nascimento
Bianca Flores Simon
Carina Collovini Machado
Carla Daiane Souza de Oliveira
Clarissa Bravo
Daiane Brambila da Silva
Daniela Borelli
Érica Jesus da Silva
Fernanda Bones
Fernanda dos Santos Funari
Giovani Souza Teixeira
Haline de Borba Vargas
Hellen de Borba Vargas
Isis Carolina Campos Ferrugem
Jaqueline Raupp Musse
Jéssica Franciele dos Santos Guterres
Joseara Campos Brehm
Leonardo Valandro Pereira
Lizane Corvalao de Ávila
Manoel Garcia Noguês
Marcelle Carvalho Cruz
Marcieli Lopes da Silva
Marlon da Silva
Mônica Pereira Ehlert
Neusa Aparecida Siqueira Cavalheiro
Patrícia Mór
Simone Knop
Tânia Maria Naue
Wagner Silvano de Oliveira Oliveira

Workshop CardioBreath® – Método de Exercícios Respiratórios através de Aplicativo

Alan Maciel Schuster
Ana Paula da Silva
Bianca Nelly Bauer
Carla Souza Corrêa
Carollaine Lucas Kraschefski
César Ricardo Lamp
Cloni José Martins Vieira
Daniel Elias Boes Lazzaretti
Daniela Bauermann de Oliveira
Emerson Santini Baggio
Flaviana da Silva Andrade
Francisco Camargo Netto
Juliana Michaelsen
Lenita Camargo Marinho
Leonardo da Silva Kirchof
Lidiele Roque Bueno
Luiz Paulo Terres do Amaral Filho
Manuela Gonzaga Meregalli
Marco Aurélio Pires Boeira
Pedro Emílio Timmen Fetter
Suellen Silva de Souza
Wagner Lobato Moreira
Walter Eyes Boehl


Convenção Brasil



Primeiro Campeonato Brasileiro de Canicross ocorre no Rio Grande do Sul
09/05/2019
Fonte: CREF2/RS

Com o apoio do CREF2/RS, o primeiro Vai Totó – Campeonato Brasileiro de Canicross ocorreu no domingo, dia 5 de abril, em Torres. O evento reuniu diversos participantes, dos mais diferentes Estados. "Nossa responsabilidade é grande quando contagiamos as pessoas e elas iniciam a prática esportiva. O canicross é um esporte sério e tem regras, sempre pensando no bem-estar animal”, avaliou Maurício Pinzkoski, organizador do Vai Totó.

A corrida com cachorro nasceu em 1990, na Inglaterra. O objetivo do canicross é criar um vínculo com o cachorro através da corrida em que o cão deve ir à frente, utilizando um equipamento apropriado, fazendo tração. Muito popular na Europa, no Brasil ele tem se desenvolvido a partir do Rio Grande do Sul com as ações voluntárias e beneficentes da Vai Totó desde 2016.

Confira os campeões brasileiros:

Categoria Estreante Feminino
1º Daniela Gorziza/Cusco – 24'21''33

Categoria Estreante Masculino
1º Maicon Grossmann – ASCORT – 20'42''77

Categoria Elite Feminino - DCWV - Canicross Veteran Woman (40 anos ou +)
1º Letícia Casonatto/Cusco – 45'10''54

Categoria Elite Feminino - DCW - Canicross Elite Woman (17 a 39 anos)
1º Simone Jablonski/Phoenix – 44'04''83

Categoria Elite Masculino - DCMV - Canicross Veteran Man (40 anos ou +)
1º Caio Celso M. Vidor – 52'15''84

Categoria Elite Masculino - DCM - Canicross Elite Man (17 a 39 anos)
1º Victor Salazar/Cusco –31'11''33


Canicross



CREF2/RS visita Cruz Alta e Palmeira das Missões no final de maio
08/05/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS irá realizar mais uma etapa do projeto Interiorizasul, desta vez atendendo em Cruz Alta, no dia 21 de maio; e Palmeira das Missões, no dia 22 de maio. A equipe do Conselho oferecerá aos profissionais da região Noroeste Rio-grandense os serviços de atualização cadastral, entrega de Cédula, coleta de digital, parcelamento de anuidades e também receberá a documentação necessária para novos registros.

O agendamento antecipado do atendimento pode ser feito até a próxima segunda-feira, dia 13 de maio por aqui. Para as pessoas que não realizaram o pré-agendamento, será respeitada a ordem de chegada.

Interiorizasul Cruz Alta
Data e horário: 21 de maio, terça-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h
Local: UNICRUZ - Prédio 8 - Sala 107
Endereço: Rodovia Municipal Jacob Della Méa, Km 5 - Parada Benit

Interiorizasul Palmeira Das Missões
Data e horário: 22 de maio, quarta-feira, das 13h às 18h
Local: UPF - Palmeiras Das Missões - Sala 2A
Endereço: Rua Franscisco Ferreira Martins, 360 - Bairro Lutz

Nos próximos meses, o CREF2/RS irá atender em Rio Grande, Pelotas e Campo Bom. A agenda completa do Interiorizasul pode ser conferida aqui.


Interiorizasul



Fortunati fala no CREF2/RS sobre obras da Copa e revitalização da Orla
07/05/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última sexta-feira, dia 3 de maio, o CREF2/RS recebeu José Fortunati, ex-prefeito de Porto Alegre. Ele esteve no Conselho para esclarecer as obras da Copa do Mundo, além de conversar sobre a revitalização da Orla do Guaíba e o novo trecho do projeto. Fortunati foi a primeira autoridade a aceitar o convite para participar de uma série de diálogos promovidos na sede do CREF2/RS, e que pretende trazer políticos, dirigentes e esportistas que contribuem para o esporte, para a atividade física e para a profissão de Educação Física.

De acordo com ex-Prefeito, em 2008 foram abertas as candidaturas das cidades para sediar a Copa do Mundo. Assim que finalizaram as inscrições, os dados foram levados à FIFA, com previsão de oito sedes escolhidas. Fortunati afirmou que o ex-presidente Lula cometeu um equívoco ao impor 12 sedes, pois várias das cidades incluídas nesta lista não tinham tradição no futebol. O resultado foi estádios que viraram verdadeiros elefantes brancos, a exemplo de Brasília, que teve a construção da arena mais cara no país e que atualmente tem uma média de cinco mil torcedores nos jogos lá disputados.

Quando Porto Alegre acabou sendo escolhida uma das cidades-sede, a FIFA enviou à Prefeitura as exigências a serem cumpridas para que a capital gaúcha pudesse receber a Copa do Mundo. “Nós já estávamos negociando com o Sport Club Internacional, que garantiu reformar o Beira-Rio de acordo com as normas da FIFA. Porto Alegre foi a única cidade entre as 12 sedes que não injetou recursos públicos em estádios. Para tanto, nós abrimos mão dos impostos ISSQN em troca do empréstimo gratuito do Beira-Rio durante a Copa”, esclareceu.

Outra demanda da FIFA era a modernização do Aeroporto Salgado Filho, obra que foi totalmente realizada pela Infraero. A terceira exigência foi estabelecer regras de segurança. “Para isto, foi feito um processo de revitalização, que foi facilitado devido a ótima localização do estádio. Contudo, tivemos de retirar comerciantes irregulares que atuavam há muitos anos na área, além das quadras de duas escolas de samba”. Para melhorar o acesso ao estádio, foram duplicadas a avenida Beira Rio e corredores de ônibus da avenida Padre Cacique. “Isto só aconteceu porque renegociamos com o Governo Federal mais recursos no caderno de encargos da Copa, atingindo o montante de R$ 140 milhões”.

Fortunati percebeu que poderia incluir as principais obras de mobilidade da cidade em uma nova negociação. “Então, celebramos em Brasília a aprovação dos projetos de melhoramentos para avenida Tronco, Terceira Perimetral, Elevada da Rodoviária e a duplicação das avenidas Voluntários da Pátria e Severo Dullius, no valor de R$ 888 milhões”. Porém, nem tudo ocorreu como previsto. Entre as dificuldades que provocaram o atraso na entrega das obras, Fortunati enumera a descoberta de solo arenoso e de uma imensa rocha durante as escavações, a obrigação do Ministério Público de que se trocasse o turno diurno de trabalho dos operários pelo noturno, encarecendo e atrasando as obras, e uma devastadora crise econômica em nível nacional.

Revitalização da Orla do Guaíba

Em relação à revitalização da Orla do Guaíba, o ex-Prefeito explicou que os recursos iniciais foram contratados em 2016 com a Corporação Andina de Fomento, apesar de problemas havidos anteriormente com o projeto do VLT. “Ainda assim obtivemos um empréstimo de 90 milhões de dólares e contratamos o arquiteto e urbanista Jaime Lerner para realizar o projeto”. Simultaneamente em Brasília, ocorria o escândalo político da Lava Jato, que tirou o completamente o foco do Senado sobre projetos e obras no país. Mesmo assim, em um esforço da bancada de senadores gaúchos, o empréstimo foi aprovado.

O ex-Prefeito explicou que a terceira fase do projeto, que irá urbanizar a área que vai da foz do Arroio Dilúvio ao Parque Gigante, em frente ao Beira-Rio, será voltado para a atividade física. “Esta fase tem uma vocação esportiva, com 27 quadras de futebol society, infantil, poliesportiva, tênis, vôlei de praia e tênis de praia. Também terá a maior pista de skate da América Latina, além de academia ao ar livre e para a melhor idade e parque infantil”, explica.

Fortunati finalizou afirmando ser contra a extinção da Secretaria Municipal de Esportes. “Acho uma lástima que se tenha uma ideia equivocada, e muito propagada pela grande mídia, que defende pura e simplesmente a redução do número de Secretarias”. Ele também disse estar convencido que a reforma administrativa promovida pelo atual prefeito é um desastre, e afirmou que esta análise é corroborada por técnicos de vários órgãos municipais.


Fortunati



Profissionais registrados ainda podem se inscrever gratuitamente em cursos do Convenção Brasil 2019
07/05/2019
Fonte: CREF2/RS

Ainda restam algumas vagas para os cursos que o CREF2/RS disponibilizou aos profissionais registrados para a Convenção Brasil 2019. Para assegurar a sua, basta acessar o link http://crefrs.org.br/eventos/cbrasil2019 e escolher uma das atividades listadas abaixo:

– Workshop CardioBreath® Método de Exercícios Respiratórios através de Aplicativo
– Ginástica Laboral: Mercado, Tendências e Oportunidades
– Encontro Sul Brasileiro de Gestão de Negócios em Fitness e Wellness
– Ritmos - Criatividade e Inovação para as Aulas

Lembre-se: as vagas são exclusivas para os primeiros profissionais que acessarem a página e efetuarem a sua inscrição. A Convenção Brasil 2019 ocorrerá entre os dias 17 e 19 de maio, no Parque Esportivo da PUCRS.


Convenção Brasil



Interiorizasul visita Passo Fundo e Erechim no início de maio
30/04/2019
Fonte: CREF2/RS

No início do próximo mês, o CREF2/RS vai realizar mais uma etapa do projeto Interiorizasul, atendendo em Passo Fundo, no dia 7 de maio; e em Erechim, nos dias 8 e 9 de maio. A equipe do Conselho oferecerá aos profissionais da região noroeste do Estado os serviços de atualização cadastral, entrega de Cédula, coleta de digital, parcelamento de anuidades e também receberá a documentação necessária para novos registros. O agendamento do atendimento pode ser feito por aqui.

Interiorizasul Passo Fundo
Data e horário: 7 de maio, terça-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h
Local: UPF Passo Fundo
Endereço: BR 285, Km 292 – São José

Interiorizasul Erechim
Datas e horários: 8 de maio, quarta-feira, das 13h30 às 18h; e 9 de maio, quinta-feira, das 9h às 12h
Local: URI Erechim
Endereço: Avenida Sete de Setembro, 1621 – Fátima

Nos próximos meses, o CREF2/RS irá atender em Cruz Alta, Palmeira das Missões, Rio Grande, Pelotas e Campo Bom. A agenda completa do Interiorizasul pode ser conferida aqui.


Interiorizasul



CREF Serra tem atendimento nas quintas e sextas-feiras
29/04/2019
Fonte: CREF2/RS

Atendendo uma das principais demandas dos profissionais que atuam no interior, o CREF2/RS reabriu neste mês de abril o seu posto avançado em Caxias do Sul. O CREF Serra, que tem o intuito de facilitar o dia a dia dos mais de três mil registrados que moram na região, está funcionando nas quintas-feiras, das 14h às 18h; e nas sextas-feiras, das 9h às 12h30 e das 13h30 às 15h30. O atendimento pode ser agendando aqui.

Localizado na zona central da cidade, o CREF Serra está retornando para auxiliar os profissionais que precisavam se deslocar até Porto Alegre quando necessitavam renovar a sua Cédula de Identidade Profissional ou para fazer o registro de uma empresa, por exemplo. “O CREF Serra está sendo reaberto porque, desde o início da nossa gestão, sentimos a necessidade de descentralizar os serviços. Com uma sede em Caxias do Sul, poderemos estar mais perto dos registrados da Serra, reduzindo o tempo e o dinheiro que são gastos por eles”, explica o presidente José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS).

Neste primeiro momento, o CREF Serra está funcionando com atendimentos pré-agendados, duas vezes por semana, oferecendo aos profissionais os mesmos serviços que estão à disposição na sede em Porto Alegre. “Com a presença física do Conselho em Caxias do Sul, também estamos programando uma fiscalização mais efetiva na região”, finaliza Meurer.

CREF Serra
Atendimento nas quintas-feiras, das 14h às 18h; e nas sextas-feiras, das 9h às 12h30 e das 13h30 às 15h30
Endereço: Avenida Rio Branco, 840/703 – Bairro São Pelegrino
Agendamento neste link


CREF Serra



Caminhada e Corrida Vai Totó ocorre no início de maio em Torres
26/04/2019
Fonte: CREF2/RS

Neste ano, a primeira edição da Corrida e Caminhada Beneficente Vai Totó - Campeonato Brasileiro de Canicross ocorrerá no dia 5 de maio, durante o Festival Internacional de Balonismo, em Torres, no litoral norte. O evento é realizado por voluntários e tem como objetivo arrecadar ração para ONGs protetoras de animais e tênis para crianças carentes, assim como promover o canicross.

O canicross é um esporte originário da Europa, onde foi criado como forma de treinamento para cães de trenó, e consiste em uma corrida em terreno rústico. O condutor normalmente usa um cinto, que se conecta a corda elástica, e essa se conecta ao colete de tração do cão.

Além do canicross, durante o evento ocorrerão shows de adestramento, corrida para crianças com cachorros, feira de adoção, desfiles, sorteios, e palestras sobre canicross. Todos participantes (tutores e animais) ganharão medalhas de participação. Para pontuar no Campeonato Brasileiro de Canicross, é preciso ser filiado à Federação de Esportes com Cães.

Corrida e Caminhada Beneficente Vai Totó - Campeonato Brasileiro de Canicross
Data: 5 de maio, domingo
Local: Praça Canto da Prainha
Endereço: Rua Protásio Alves, 1 - Centro. Torres (RS)
Inscrições: https://vaitoto.dog
Mais informações: (51) 99941-1144
Desconto de 50% na inscrição de profissionais registrados no CREF2/RS.


Vai Totó



CREF2/RS busca redução das taxas pagas ao ECAD
24/04/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última terça-feira, dia 23 de abril, o vice-presidente do CREF2/RS Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS) esteve reunido com Alvino de Souza, gerente do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD) no Rio Grande do Sul. O objetivo do encontro foi iniciar uma negociação para a redução das taxas pagas pelas academias à instituição.

Como destaca Bavaresco, a aproximação com o ECAD era uma das propostas da atual gestão, desde a época da campanha eleitoral, e uma iniciativa que pode contribuir com o crescimento das empresas que atuam na área do fitness. “As academias grandes, na maioria dos casos, não se importam com as taxas cobradas pelo ECAD, mas nós sabemos como este valor pode inviabilizar a continuidade de estabelecimentos que atendem públicos pequenos ou que estão em funcionamento em cidades menores do Interior”, frisou.

A reunião, avaliada de maneira positiva pelo Vice-presidente, é o primeiro passo dado pelo CREF2/RS para a resolução de um impasse antigo, que envolve uma questão pouco conhecida pela maioria dos proprietários de academia. “O primeiro contato que tivemos com o ECAD foi muito bom e acredito que poderemos chegar a uma readequação dos valores que são hoje cobrados. Nós apresentamos a realidade dos pequenos empresários da área da Educação Física e estamos aguardando agora uma proposta, que será apresentada pelo órgão em breve”, finaliza Bavaresco.


ECAD



Últimas vagas para cursos da Convenção Brasil ainda estão disponíveis
18/04/2019
Fonte: CREF2/RS

Ainda restam pouquíssimas vagas para os cursos que o CREF2/RS disponibilizou para a Convenção Brasil 2019. Para assegurar a sua, basta acessar o link http://crefrs.org.br/eventos/cbrasil2019 e escolher uma das atividades abaixo abaixo:

– Circuito Escolar: Movimentando Saberes
– Workshop CardioBreath® Método de Exercícios Respiratórios através de Aplicativo
– Ginástica Laboral: Mercado, Tendências e Oportunidades
– Encontro Sul Brasileiro de Gestão de Negócios em Fitness e Wellness
– Ritmos - Criatividade e Inovação para as Aulas

Lembre-se: as vagas são exclusivas dos 20 primeiros profissionais que acessarem a página e efetuarem a sua inscrição. A Convenção Brasil 2019 ocorrerá entre os dias 17 e 19 de maio, no Parque Esportivo da PUCRS.


Convenção Brasil 2019



CREF2/RS promove aula inaugural do curso de Educação Física da Feevale
15/04/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última segunda-feira, dia 8 de abril, o CREF2/RS promoveu a aula inaugural do semestre 2019/1 do curso de Educação Física da Universidade Feevale. O evento, que contou com um público estimado de 150 estudantes, teve uma palestra ministrada por Tony Izaguirre (CREF 002462-G/RS), diretor da SER – Saúde, Educação e Reabilitação (CREF 000034-PJ/RS).

Com o tema “40 Anos de Ginástica Laboral no Brasil”, a atividade teve a sua abertura conduzida por Luis Eurico Kerber (CREF 001203-G/RS), coordenador do curso de Educação Física. Na sua fala, o professor destacou o protagonismo da Feevale, responsável pela assinatura do primeiro contrato de Ginástica Laboral do Brasil, e a importância da área para todos os profissionais de Educação Física.

Já Izaguirre, no primeiro momento da aula, traçou um histórico da Ginástica Laboral no país e apresentou a situação atual do mercado de trabalho. Salientando como este segmento ainda pode crescer, o palestrante – que representou o CREF2/RS durante o evento – também mostrou as possibilidades de atuação dos profissionais de Educação Física no ambiente corporativo e quais são os principais desafios enfrentados no dia a dia das empresas.

Na parte final da aula, Izaguirre recebeu os professores Magale Konrath (CREF 000378-G/RS) e André Luiz Silva (CREF 014072-G/RS) para um debate com a participação dos acadêmicos presentes na plateia. Nesse último momento, todos puderam tirar as suas dúvidas sobre a área e conhecer um pouco mais sobre a Ginástica Laboral, também no que diz respeito às normas técnicas e às estratégias que envolvem o ensino e a fidelização do programa dentro das empresas.


Ginástica Laboral



Novas vagas para cursos da Convenção Brasil 2019 são disponibilizados na segunda-feira
09/04/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vai disponibilizar mais 20 vagas para os cursos da Convenção Brasil 2019. Os profissionais poderão se inscrever acessando o link http://crefrs.org.br/eventos/cbrasil2019 a partir da próxima segunda-feira, dia 15 de abril, ao meio dia, para as duas atividades listadas abaixo:

– Encontro Sul Brasileiro de Gestão de Negócios em Fitness e Wellness
– Ritmos - Criatividade e Inovação para as Aulas

As vagas serão preenchidas exclusivamente pelos 20 primeiros profissionais que acessarem a página e efetuarem a sua inscrição, no dia e no horário estipulados. A Convenção Brasil 2019 ocorrerá entre os dias 17 e 19 de maio, no Parque Esportivo da PUCRS.


26ª Convenção Brasil



CREF Serra reabre nesta quinta com mutirão de registro e de conciliação
09/04/2019
Fonte: CREF2/RS

Atendendo uma das principais demandas dos profissionais que atuam no interior, o CREF2/RS está reabrindo nesta semana o seu posto avançado em Caxias do Sul. O CREF Serra, que tem o intuito de facilitar o dia a dia dos mais de três mil registrados que moram na região, é a primeira iniciativa do Conselho dentro da sua proposta de descentralizar o atendimento que é feito na sua sede de Porto Alegre.

Fora de atividade desde 2017, o CREF Serra está retornando com uma programação especial na quinta e na sexta-feira, dias 11 e 12 de abril. A Procuradoria Jurídica e o Departamento de Registro do CREF2/RS estarão no local, das 9h às 17h, para fazer um mutirão de atendimento, em que profissionais poderão resolver as suas pendências financeiras através de uma conciliação e regularizar a sua situação, entregando documentos ou efetuando registros de Pessoa Física e Jurídica.

Com o CREF Serra, a intenção do Conselho é fazer com que aqueles que precisavam se deslocar até Porto Alegre não precisem mais ter o custo de uma viagem. “O CREF Serra está sendo reaberto porque, desde o início da nossa gestão, sentimos a necessidade de descentralizar os serviços e as ações de fiscalização. No futuro, também pretendemos abrir um posto de atendimento na zona sul do Estado e outro na fronteira”, explica o presidente José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS).

“A nova sede do CREF Serra terá uma proposta diferente daquela que foi implantada anteriormente. Desta vez, teremos um escritório menor, mas com uma localização central e de fácil acesso”, complementa o 1º tesoureiro do CREF2/RS Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS). “Neste primeiro momento, o atendimento será realizado duas vezes por semana. sempre nas quintas e nas sextas-feiras, das 14h às 18h, com agendamento prévio pelo site do CREF2/RS. O CREF Serra colocará à disposição todos os serviços que hoje são ofertados na sede em Porto Alegre, como registro, emissão de Cédula Profissional, negociações financeiras, denúncias e demais esclarecimentos”, acrescenta Gonçalves.

Reabertura do CREF Serra
Mutirão de conciliação e de registro
Datas: quinta-feira, dia 11 de abril, e sexta-feira, dia 12 de abril, das 9h às 17h
Endereço: Avenida Rio Branco, 840/703 – Bairro São Pelegrino

Atendimento normal: todas quintas e sextas-feiras, das 14h às 18h
O agendamento poderá ser feito neste link em breve


CREF Serra



Câmara de Corrida de Rua repassa experiência para novas Câmaras Técnicas
05/04/2019
Fonte: CREF2/RS

A segunda reunião da Câmara Técnica de Corrida de Rua realizada em 2019 ocorreu nesta quinta-feira, dia 4 de abril, na sede do CREF2/RS. O encontro contou com a presença de Rosa Pacheco (CREF 000059-G/RS), presidente da Comissão de Assuntos em Academia e Afins e da Câmara Técnica de Pessoa Jurídica. Ela participou da reunião para observar o funcionamento da Câmara de Corrida de Rua para, posteriormente, replicar as estratégias consideradas mais eficazes nos novos grupos de trabalho. O objetivo é atrair cada vez mais profissionais às recém-formadas Câmaras Técnicas de Pilates, de Ginástica Coletiva, Ritmos e Treinamento Funcional e de Personal Trainer.

A presidente da Câmara de Corrida de Rua Cláudia Lucchese (CREF 002358-G/RS) relatou as dificuldades iniciais, derivadas de resistências e dos preconceitos que existem em relação a órgãos institucionais, mas frisou que aqueles que permaneceram no grupo criaram um grande compromisso com os objetivos da Câmara e da Educação Física. “No início, foi difícil achar um 'norte' que direcionasse os trabalhos do grupo, mas a elaboração do Guia de Corrida de Rua fez com que os integrantes percebessem o seu primeiro objetivo comum”, explica. Cláudia também relatou que no começo, as reclamações eram, em sua maioria, sobre a organização dos eventos. “Através deste feedback chamamos os organizadores e apontamos o problema. Depois, foram feitos ajustes e mudanças necessárias”.

Já Felipe Petrillo (CREF 010544-G/RS) informou que as novas Câmaras possuem três diferentes escopos e sugeriu que cada um dos seus membros inicie as atividades questionando os seus alunos e os seus clientes sobre os serviços oferecidos nessas áreas. Rosa Pacheco explicou ao grupo quais serão os objetivos das Câmaras para auxiliar os profissionais e as academias e solicitou que todos os membros divulguem nas redes sociais a constituição das novas Câmaras. A nova reunião da Câmara Técnica de Corrida de Rua será no dia 9 de maio, na sede do CREF2/RS.


Câmara Técnica de Corrida de Rua



CREF2/RS disponibiliza mais vagas para cursos da Convenção Brasil 2019 na segunda-feira
05/04/2019
Fonte: CREF2/RS

Devido à grande procura, o CREF2/RS vai disponibilizar mais 20 vagas de cada um dos cinco cursos que foram sorteados anteriormente para a Convenção Brasil 2019. Os profissionais poderão se inscrever acessando o link http://crefrs.org.br/eventos/cbrasil2019 somente a partir da próxima segunda-feira, dia 8 de abril, ao meio dia, para as três atividades listadas abaixo:

– Circuito Escolar: Movimentando Saberes
– Workshop CardioBreath® Método de Exercícios Respiratórios através de Aplicativo
– Ginástica Laboral: Mercado, Tendências e Oportunidades

As vagas serão preenchidas exclusivamente pelos 20 primeiros profissionais que acessarem a página e efetuarem a sua inscrição, no dia e no horário estipulados. Já as vagas destinadas aos cursos Encontro Sul Brasileiro de Gestão de Negócios em Fitness e Wellness e Ritmos – Criatividade e Inovação para as Aulas serão disponibilizadas na outra semana. O Convenção Brasil 2019 ocorrerá entre os dias 17 e 19 de maio, no Parque Esportivo da PUCRS.


Convenção Brasil



CREF2/RS reabre CREF Serra em abril
02/04/2019
Fonte: CREF2/RS

Atendendo uma das principais demandas dos profissionais que atuam no interior do Estado, o CREF2/RS está reabrindo o seu posto avançado em Caxias do Sul, no dia 12 de abril. O CREF Serra, que tem o intuito de facilitar o dia a dia dos mais de três mil registrados que moram na região, é a primeira iniciativa do Conselho dentro da sua proposta de descentralizar o atendimento que é feito na sua sede de Porto Alegre e nas visitas do Interiorizasul.

Fora de atividade desde 2017, o CREF Serra está retornando para auxiliar não só os profissionais que trabalham em Caxias do Sul, mas todos que residem ou atuam nas cidades próximas, como Bento Gonçalves, Carlos Barbosa e Farroupilha. A intenção do Conselho é fazer com que aqueles que precisavam se deslocar até Porto Alegre, para renovar a sua Cédula de Identidade Profissional ou para fazer o registro de sua empresa, não precisem mais ter o custo de uma viagem até a Capital, dando assim mais agilidade e comodidade aos atendimento.

“O CREF Serra está sendo reaberto porque, desde o início da nossa gestão, sentimos a necessidade de descentralizar os serviços e as ações de fiscalização. No futuro, também pretendemos abrir um posto de atendimento na zona sul do Estado e outro na fronteira”, explica o presidente José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS). “Nós estamos conhecendo cada vez mais a realidade dos profissionais que atuam no interior e que precisam se deslocar da sua região até Porto Alegre. Com uma sede em Caxias do Sul, poderemos estar mais perto dos registrados da Serra, orientando a atividade profissional de forma mais direta e reduzindo o tempo e o dinheiro que são gastos por eles”.

Neste primeiro momento, o CREF Serra irá funcionar com atendimentos pré-agendados, nas terças e nas quintas-feiras, das 14h às 18h. Oferecendo os mesmos serviços que estão à disposição na sede em Porto Alegre, o local está preparado para emitir a Cédula de Identidade Profissional, realizar reuniões de Câmaras Técnicas e audiências com profissionais, assim como para receber e analisar documentos para registro de Pessoas Físicas e Jurídicas. “O trabalho do CREF Serra não envolve somente o atendimento aos profissionais, aos recém-graduados e à sociedadel. Com a presença física do Conselho em Caxias do Sul, também estamos programando uma fiscalização mais efetiva na região, o que vai contribuir de maneira muito significativa para a valorização de toda a profissão”, avalia Meurer.

CREF Serra
Atendimento nas terças e nas quintas-feiras, das 14h às 18h
Endereço: Avenida Rio Branco, 840/703 – Bairro São Pelegrino
Agendamento neste link


CREF Serra



Prazo para pagamento da Anuidade 2019 com desconto encerra nesta sexta-feira
29/03/2019
Fonte: CREF2/RS

Nesta sexta-feira, dia 29 de março, encerra o prazo para pagamento da Anuidade 2019 com desconto. Todas as Pessoas Físicas e Jurídicas, que ainda não retiraram a guia desta opção no Portal de Autoatendimento, podem emitir e pagar o boleto com desconto somente até hoje. Clique aqui Portal de aqui para gerar uma guia ou para reimprimir a sua.

A partir de amanhã, a Anuidade 2019 passará a ser cobrada no seu valor integral, de R$ 603,07 para Pessoa Física e de R$ 1.490,40 para Pessoa Jurídica. Nos dois casos, ainda poderá ser feito um parcelamento de até cinco vezes, também com os boletos sendo emitidos pelo próprio profissional através do Portal de Autoatendimento.

Confira abaixo os valores e as modalidades de pagamento ainda vigentes da Anuidade 2019:

Pessoa Física:

Anuidade com desconto
Valor total de R$ 423,00, com vencimento em 29 de março

Anuidade sem desconto
Valor total de R$ 603,07, com vencimento em 31 de março
(Pode ser parcelada em até cinco vezes)

Pessoa Jurídica:

Anuidade com desconto
Valor total de R$ 819,72 com vencimento em 29 de março

Anuidade sem desconto
Valor total de R$ 1.490,40, com vencimento em 31 de março
(Pode ser parcelada em até cinco vezes)

** Pagamento por meio de boleto retirado no Portal do Autoatendimento do site.


Anuidade 2019



Comissão de Assuntos em Academia e Afins define presidência de Câmaras Técnicas
27/03/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Assuntos em Academia e Afins se reuniu na última segunda-feira, dia 25 de março, na sede do CREF2/RS. No encontro, estiveram presentes as conselheiras Luciana Paz (CREF 003952-G/RS), Ninon Leal (CREF 001350-G/RS), Roberta Pinto (CREF 004665-G/RS), Cláudia Lucchese (CREF 002358-G/RS), Rosa Pacheco (CREF 000059-G/RS) e Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS).

Entre os assuntos tratados na reunião, foram definidos os presidentes das Câmaras Técnicas do CREF2/RS. Também foi estabelecido que a primeira reunião de todas elas irá ocorrer de forma simultânea, no dia 4 maio. Os próximos encontros serão agendados para o final do mesmo mês.

A Comissão de Assuntos em Academia e Afins também realizará uma enquete, entre os dias 1º e 30 de abril, para pesquisar os tópicos de interesse dos profissionais para serem abordados pelas novas Câmaras. A enquete terá divulgação no site do CREF2/RS e será enviada por e-mail a todos os registrados.

Câmaras Técnicas do CREF2/RS:

Câmara Técnica de Pessoa Jurídica
Presidente: Rosa Pacheco (CREF 000059-G/RS)

Câmara Técnica de Corrida de Rua
Presidente: Cláudia Lucchese (CREF 002358-G/RS)

Câmara Técnica de Pilates
Presidente: Roberta Pinto (CREF 004665-G/RS)

Câmara Técnica de Musculação
Presidente: Luciana Paz (CREF 003952-G/RS)

Câmara Técnica de Ginástica Coletiva, Ritmos e Treinamento Funcional
Presidente: Ninon Leal (CREF 001350-G/RS)

Câmara Técnica de Personal Trainer
Presidente: Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS)


Comissão de Assuntos em Academia e Afins



CREF2/RS alerta sobre cuidado ao escolher personal trainer
18/03/2019
Fonte: Zero Hora

Assim como os números de obesidade e sedentarismo, cresce também a quantidade de ofertas que prometem uma grande perda de peso em um curto intervalo de tempo. Basta uma simples espiada nas redes sociais para ser exposto a uma enxurrada de fotos e anúncios de treinos e métodos ditos milagrosos. Mas é bom ficar atento: embora não haja uma legislação específica sobre a atuação de profissionais de Educação Física no meio online, é fundamental que ele, além de formado, esteja registrado junto ao CREF2/RS.

Para garantir tanto a qualidade do serviço prestado quanto a segurança dos alunos, só em 2018, o Conselho notificou mais de 500 pessoas por exercício ilegal da profissão. Foram flagrados não só indivíduos que atuam de forma ilegal em meios eletrônicos, mas também aqueles que trabalham de forma irregular em academias e outros estabelecimentos sem o devido registro.

O assessor institucional do CREF2/RS Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS) explica que, depois de autuados, os flagrados em exercício ilegal da profissão de Educação Física são apresentados ao Ministério Público, onde as denúncias são investigadas e podem resultar em multa ou prisão, segundo artigo 47 da Lei de Contravenções Penais brasileira. “As consequências para os profissionais que cometerem falhas técnicas e/ou éticas na prestação dos serviços de condicionamento físico podem ser: advertência, multa, suspensão ou cancelamento de registro profissional”, lista.

O que cuidar na hora de contratar um personal

Cada vez mais populares, os programas de treino online ainda não têm regras definidas pelo CONFEF. O que o Conselho defende é o cuidado com a personalização do atendimento. “A ideia é ter um treinamento individualizado. Esses treinos milagrosos são para vender e não dão conta dessas questões”, alerta o diretor da Escola de Educação Física da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e 2º secretário do CREF2/RS Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS).

Como não há legislação que trate da prescrição de treinos virtuais, Almeida desaconselha essa modalidade e destaca que a responsabilidade por qualquer possível problema enfrentado pelo aluno recai sobre o profissional. “Ele não é impedido de fazer, porém assume a responsabilidade técnica e ética por uma eventual parada cardíaca, respiratória ou lesão muscular pela prescrição sem relatório de anamnese”.

Antes de contratar um personal, fique atento:

Dê preferência aos profissionais que podem atender presencialmente
“Só eles poderão fazer uma avaliação física correta e prescrever um treino condizente com possíveis lesões”, indica Almeida.

Confirme o registro do profissional
Mesmo que tenha diploma, o profissional só poderá atuar de forma regular se estiver com registro em dia junto ao conselho regional. Para verificar isso, basta procurar o nome do profissional nos sites do CONFEF e do CREF2/RS.


Zero Hora personal trainer



Vice-presidente do CREF2/RS discute EaD em reunião do FOCO/RS
27/02/2019
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS, Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS), esteve presente na reunião do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do Rio Grande do Sul, realizada no dia 26 na sede da OAB/RS. O encontro teve como objetivo principal debater pautas de interesse entre cada profissão representada, tendo como principal assunto o ensino EaD nas faculdades.

De acordo com Giovanni, a possibilidade das instituições de Ensino Superior ofertarem graduação e pós-graduação via Educação a Distância (EaD) sem exigir a oferta de curso equivalente no modo presencial e criarem polos de EaD sem necessidade de vistoria do MEC foram medidas do governo Temer, por meio do decreto 9.057/2017. “A formação na área da saúde não se limita a oferecer conteúdos teóricos. Para além dos conhecimentos requeridos para a atuação profissional, ela exige o desenvolvimento de habilidades e atitudes que não podem ser obtidas por meio da modalidade EaD, sem o contato direto com o ser humano,já que se tratam de componentes da formação que se adquirem nas práticas interrelacionais”, explica. Para o vice-presidente, a aprendizagem mais significativa se realiza nos encontros e no compartilhamento de experiências, e pressupõe convivência, diálogo e acesso a práticas colaborativas, atividades essencialmente presenciais.

Segundo o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, é necessária a fiscalização de cursos. Na mesma linha, o presidente do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (CREMERS), Eduardo Neubarth Trindade, afirmou: “Precisamos ter cuidado com o ensino a distância. Os profissionais que saem das faculdades precisam ter a prática, além de conhecer a realidade da profissão”. A coordenadora da Câmara de Educação, Silvia Salcedo, lembrou: “O EaD é uma realidade muito forte no Rio Grande no Sul. No entanto, há diversas instituições de ensino que não tem condições de ofertarem cursos dessa maneira”, criticou.

Foto: Sergio Trentini- OAB/RS


FOCO RS



Liga Gaúcha de Trail e CREF2/RS lançam Campeonato Gaúcho de Trail Running
22/02/2019
Fonte: Revista Trail Running/Wanderson Nascimento

O dia 20 de fevereiro de 2019 marca mais um importante capítulo para o trail running brasileiro. Com a homologação da Federação de Atletismo do Estado do Rio Grande do Sul – FAERGS, afiliada da Confederação Brasileira de Atletismo – CBAt, e com a liderança da Câmara Técnica de Corrida de Rua do CREF2/RS, foi lançado o Campeonato Gaúcho de Trail Running.

Idealizado a partir da união de organizadores de provas trail running no Estado, com ampla participação de atletas, técnicos e pessoas ligadas ao esporte, o campeonato passa a ser a competição oficial do estado, que será disputada em seis etapas, com diferentes percursos e distâncias.

De acordo com um dos idealizadores do projeto, Émerson Ramos Corrales, que representou a Raiz Trail, juntamente com a Audax Trail Tour e as FACCAT Trail Run, para formatar o regulamento, o campeonato começou a ser planejado desde o ano passado, quando a Câmara Técnica do CREF2/RS realizou reuniões mensais para organizar o esporte no Rio Grande do Sul e, por meio da união da grande maioria dos organizadores de eventos trail do estado, criou-se a Liga Gaúcha de Trail running. Esses entes, ainda incentivados por assessorias e grupos de corridas, decidiram estreitar os laços com a FAERGS, único órgão que tem propriedade para chancelar um campeonato da modalidade no estado.

Dessa forma, da iniciativa Liga Gaúcha de Trail running e dos seguintes organizadores de eventos de trail: Audax Eventos Esportivos, Corrida de Sexta Eventos Esportivos, Faculdades Integradas de Taquara, J Machado Eventos Esportivos , Raiz Trail Promotora e Produtora de Eventos Esportivos, e TH2 Gramado Eventos, com o apoio do CREF/2 RS e autorizado pela FAERGS, foi lançado o 1º Campeonato Gaúcho de Trail running.

"As provas possuirão o PERMIT da FAERGS e terão a validação da International Trail Running Association (ITRA) em todos os percursos do campeonato. As provas sera?o disputadas de forma individual, em que o objetivo e? concluir o(s) trajeto(s) no menor tempo possível e dentro do limite ma?ximo estipulado por cada etapa. As competições possuem características de autossuficiência ou semi-suficiência para os atletas, de acordo com o regulamento específico de cada etapa", declara.

Émerson vê a iniciativa como promissora para o futuro da modalidade, podendo ser o embrião e o ponto de partida para diversos outros campeonatos estaduais. "Sabemos que o pessoal do nordeste também está em franca organização para isso. E quem sabe se possuirmos campeonatos estaduais reconhecidos por suas federações, possamos em um futuro ter o campeonato brasileiro de trail running. Entendemos que a divulgação e realização do campeonato tem potencial para atrair público de todos os esportes e todas as idades, fazendo com que o trail running seja conhecido, se consolide, cresça e assuma papel de protagonista no universo dos esportes outdoor no país", destaca.

Ele reafirma também a importância da organização e regulamentação para se criar um campeonato desse tipo. "O surgimento de novos circuitos e a entrada de novos organizadores ainda carecem de certa regulação pelos órgãos gestores do esporte no país, para que exista uma convivência harmoniosa entre organizadores, assessorias, grupos e atletas, mas cremos que o trail running nacional caminha nesse sentido. Da nossa parte, ao solicitar a autorização da FAERGS para a realização do CGTR, antes de qualquer objetivo, buscamos focar nossos esforços em apresentar, para o público que busca se desafiar em provas de trail running, um produto regular e chancelado pelos órgãos responsáveis pela gestão no nosso estado e no país", conclui.

O 1º CAMPEONATO GAÚCHO DE TRAIL RUNNING será dividido nas seguintes categorias, para ambos os sexos: Curto: Até 9km
Médio: Entre 10km e 20km
Longo: Entre 21km e 42km
Ultra: Acima de 43km
Para mais informações e consulta do regulamento, acesse o site oficial do evento: cgtrail2019.


Câmara Técnica de Corrida de Rua



Liga Gaúcha de Trail e CREF2/RS lançam Campeonato Gaúcho de Trail Running
22/02/2019
Fonte: Revista Trail Running/Wanderson Nascimento

O dia 20 de fevereiro de 2019 marca mais um importante capítulo para o trail running brasileiro. Com a homologação da Federação de Atletismo do Estado do Rio Grande do Sul – FAERGS, afiliada da Confederação Brasileira de Atletismo – CBAt, e com a liderança da Câmara Técnica de Corrida de Rua do CREF2/RS, foi lançado o Campeonato Gaúcho de Trail Running.

Idealizado a partir da união de organizadores de provas trail running no Estado, com ampla participação de atletas, técnicos e pessoas ligadas ao esporte, o campeonato passa a ser a competição oficial do estado, que será disputada em seis etapas, com diferentes percursos e distâncias.

De acordo com um dos idealizadores do projeto, Émerson Ramos Corrales, que representou a Raiz Trail, juntamente com a Audax Trail Tour e as FACCAT Trail Run, para formatar o regulamento, o campeonato começou a ser planejado desde o ano passado, quando a Câmara Técnica do CREF2/RS realizou reuniões mensais para organizar o esporte no Rio Grande do Sul e, por meio da união da grande maioria dos organizadores de eventos trail do estado, criou-se a Liga Gaúcha de Trail running. Esses entes, ainda incentivados por assessorias e grupos de corridas, decidiram estreitar os laços com a FAERGS, único órgão que tem propriedade para chancelar um campeonato da modalidade no estado.

Dessa forma, da iniciativa Liga Gaúcha de Trail running e dos seguintes organizadores de eventos de trail: Audax Eventos Esportivos, Corrida de Sexta Eventos Esportivos, Faculdades Integradas de Taquara, J Machado Eventos Esportivos , Raiz Trail Promotora e Produtora de Eventos Esportivos, e TH2 Gramado Eventos, com o apoio do CREF/2 RS e autorizado pela FAERGS, foi lançado o 1º Campeonato Gaúcho de Trail running.

"As provas possuirão o PERMIT da FAERGS e terão a validação da International Trail Running Association (ITRA) em todos os percursos do campeonato. As provas serão disputadas de forma individual, em que o objetivo é concluir o(s) trajeto(s) no menor tempo possível e dentro do limite máximo estipulado por cada etapa. As competições possuem características de autossuficiência ou semi-suficiência para os atletas, de acordo com o regulamento específico de cada etapa", declara.

Émerson vê a iniciativa como promissora para o futuro da modalidade, podendo ser o embrião e o ponto de partida para diversos outros campeonatos estaduais. "Sabemos que o pessoal do nordeste também está em franca organização para isso. E quem sabe se possuirmos campeonatos estaduais reconhecidos por suas federações, possamos em um futuro ter o campeonato brasileiro de trail running. Entendemos que a divulgação e realização do campeonato tem potencial para atrair público de todos os esportes e todas as idades, fazendo com que o trail running seja conhecido, se consolide, cresça e assuma papel de protagonista no universo dos esportes outdoor no país", destaca.

Ele reafirma também a importância da organização e regulamentação para se criar um campeonato desse tipo. "O surgimento de novos circuitos e a entrada de novos organizadores ainda carecem de certa regulação pelos órgãos gestores do esporte no país, para que exista uma convivência harmoniosa entre organizadores, assessorias, grupos e atletas, mas cremos que o trail running nacional caminha nesse sentido. Da nossa parte, ao solicitar a autorização da FAERGS para a realização do CGTR, antes de qualquer objetivo, buscamos focar nossos esforços em apresentar, para o público que busca se desafiar em provas de trail running, um produto regular e chancelado pelos órgãos responsáveis pela gestão no nosso estado e no país", conclui.

O 1º CAMPEONATO GAÚCHO DE TRAIL RUNNING será dividido nas seguintes categorias, para ambos os sexos:
Curto: Até 9km
Médio: Entre 10km e 20km
Longo: Entre 21km e 42km
Ultra: Acima de 43km
Para mais informações e consulta do regulamento, acesse o site oficial do evento: cgtrail2019.


Câmara Técnica de Corrida de Rua



1º Campeonato Gaúcho de TrailRunning é lançado hoje em Sapiranga
20/02/2019
Fonte: CREF2/RS

Nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, será lançado oficialmente o 1º Campeonato Gaúcho de TrailRunning – CGTR. O evento ocorre às 20h, na Secretaria Municipal de Educação de Sapiranga. O projeto que resultou no Campeonato foi estudado e maturado por mais de um ano em reuniões mensais realizadas pela Câmara de Técnica de Corrida de Rua do CREF2/RS, e obteve a validação da Federação de Atletismo do Rio Grande do Sul (FAERGS).

O início das reuniões temáticas sobre o Trail Run pela Câmara foi uma ação que levou a uma maior aproximação com organizadores de eventos, bem como com os profissionais de Educação Física envolvidos com a modalidade da corrida. Com isso, o CREF2/RS passou a ser um elo importante entre atletas/alunos, professores e organizadores de eventos desse esporte. “Uma das conquistas mais importantes da Câmara Técnica foi a conscientização sobre a necessidade de haver um responsável técnico graduado em Educação Física nos eventos, bem como o comprometimento de assessorias de grupos de corrida de contarem com profissionais de Educação Física registrados no CREF2/RS”, afirmou Cláudia Lucchese (CREF 002358-G/RS), que presidiu todo o processo.

Entre os objetivos do 1º Campeonato Gaúcho de TrailRunning, está a homologação oficial desse evento juntos à FAERGS, estimular a sociedade para a prática de exercícios físicos em ambientes junto à natureza, com respeito ao meio ambiente, valorizar os profissionais de Educação Física formados aqui no estado, aproximar o CREF2/RS dos seus registrados, já que os eventos acontecem em todo o Estado e não apenas em Porto Alegre, além de acompanhar de perto as atividades realizadas e a segurança na organização dos eventos.

1º Campeonato Gaúcho de TrailRunning – CGTR
Data: quarta-feira, dia 20 de fevereiro, às 20h
Local: Secretaria Municipal de Educação
Endereço: rua Padre Reus, 263, município de Sapiranga


Trail Running



Interiorizasul 2019 estreia visitando Camaquã em março
14/02/2019
Fonte: CREF2/RS

A equipe do CREF2/RS já está pronta para dar a largada, no dia 12 de março, ao Projeto Interiorizasul 2019, que terá como sua primeira visita o município de Camaquã. A sede volante do CREF2/RS volta à estrada para oferecer novamente aos profissionais do interior do estado os serviços de atualização cadastral, entrega de Cédula, coleta de digital, parcelamento de anuidades e também efetuar novos registros.

Todos os interessados têm até o dia 10 de março para fazer o agendamento destes e de outros serviços também disponibilizados nas visitas do Interiorizasul.

Interiorizasul Camaquã
Data e horário: 12 de março, terça-feira, das 10h30min às 12h e das 13h30min às 16h
Local: FUNDASUL – Sala dos Professores
Endereço: Av. Cônego Luiz Walter Hanquet, 151 – Bairro Jardim


Interiorizasul 2019



Vice-presidente e procurador jurídico do CREF2/RS visitam CONFEF e CREF1
06/02/2019
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS, Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS), e o procurador jurídico do Conselho, Artur Eduardo Jarzinski Alfaro (OAB/RS 080493), visitaram no dia 28 de janeiro o Conselho Federal de Educação Física (CONFEF) e a sede do Conselho Regional de Educação Física da 1ª Região (CREF1), que atua nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. No Conselho da 1ª Região, houve troca de experiências entre as autarquias, na qual os representantes do CREF2/RS tiveram a oportunidade de estudar os métodos de gestão administrativa e a metodologia aplicada na fiscalização do CREF1. No Conselho Federal, Bavaresco e Alfaro analisaram os detalhes do sistema de parcelamento de anuidades feito por meio de cartão de crédito, procedimento que já foi aprovado para ser implementado no CREF2/RS em breve.

Na ocasião, foram debatidas sugestões de alterações estatutárias com a diretoria do CONFEF, bem como a atuação do Sistema CONFEF/CREFs junto à Casa Civil e ao Congresso Nacional, com o propósito de acompanhar os vários projetos de lei que estão na pauta para serem votados e que envolvem tanto a profissão de Educação Física como a saúde da população. O conteúdo dos PLs varia, tanto beneficiando a profissão e a saúde da população, mas também retirando direitos, contingenciando verbas relativas à atividade física e aos esportes, assim como incentivando a criação de cursos EAD na formação integral de profissionais da saúde, proposta que já é repudiada pelas 14 categorias profissionais de saúde de nível superior reconhecidas pelo Conselho Nacional de Saúde(CNS).


Sistema CONFEF CREFs



CREF2/RS autua cinco estabelecimentos irregulares no início de janeiro
30/01/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 1º e 12 de janeiro de 2019, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 29 visitas de fiscalização, atendendo denúncias e autuando cinco estabelecimentos irregulares em Porto Alegre, São Gabriel e Caçapava do Sul. Neste período, os fiscais flagraram quatro estabelecimentos sem registro de empresa e outros quatro funcionando sem profissional presente no momento da visita. Também ficou constatado o descumprimento do Termo de Cooperação firmado por uma academia com o Conselho. O estabelecimento empregava leigos em exercício ilegal da profissão.

Os agentes fiscais ainda autuaram dois leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, além de um Responsável Técnico descumprindo as obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Internamente, o DEFOR protocolou 51 novas denúncias recebidas por meio do formulário no site do Conselho (link abaixo), além de notificar 21 empresas e pessoas por não se regularizaram ou se justificarem após o vencimento do prazo das suas autuações. Também foram encaminhadas 38 novas denúncias à Comissão de Ética Profissional – DCE, bem como ocorreu a instalação de sete Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS, relativos a empresas que reincidiram em infrações gravíssimas.

Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



Prazo para pagamento da Anuidade 2019 com desconto máximo encerra dia 31 de janeiro
25/01/2019
Fonte: CREF2/RS

As primeiras opções de descontos oferecidos pelo CREF2/RS para pagamento da Anuidade 2019, tanto para Pessoa Física como Jurídica, vencem no dia 31 de janeiro. Confira os valores e também outras possibilidades de descontos e prazos disponibilizadas pelo Conselho aqui.

O boleto foi enviado pelo Correio ou pode ser retirado através do Autoatendimento do site. Quem utiliza o sistema Débito Direto Autorizado (DDA) bancário ainda pode pagar a Anuidade 2019 diretamente por meio deste serviço. Mais informações sobre como funciona o DDA estão disponíveis aqui.


ANUIDADE



CREF2/RS firma parceria para fazer trabalho social em Viamão
11/01/2019
Fonte: CREF2/RS

Nesta quinta-feira, dia 10 de janeiro, os vereadores do município de Viamão Guto Lopes, Rodrigo Pox e o assessor do vereador Adão Pretto Filho, Guto Rocha, visitaram o presidente do CREF2/RS, José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS). O objetivo do encontro foi firmar uma parceria com o Conselho, a fim de implementar trabalhos sociais em áreas de vulnerabilidade social daquela cidade. O projeto não tem caráter partidário e será totalmente voluntário.

Segundo Meurer, a primeira ação a ser desenvolvida será a entrega de parte das doações recolhidas durante a campanha Natal Sem Fome, realizado pelo Conselho. Em um segundo momento, o CREF2/RS convocará profissionais de Educação Física voluntários para desenvolver atividades físicas com crianças em situação de rua.

"A construção de uma nova perspectiva para crianças e adolescentes que vivem na rua é vital para a afirmação dos direitos humanos desta população. E o esporte é um grande motivador da ação educativa, devido ao potencial que as atividades esportivas, os jogos e as brincadeiras têm de educar promovendo, ao mesmo tempo, prazer e alegria, prevenindo as doenças crônico-degenerativas e a deterioração da vida social, evitando comportamentos nocivos, tais como o fumo, o álcool e as drogas", afirmou Meurer.


Parcerias



Anuidade 2019 disponível no Portal de Autoatendimento a partir de hoje
10/01/2019
Fonte: CREF2/RS

O boleto da Anuidade 2019 já está disponível no Portal de Autoatendimento do CREF2/RS. Nos próximos dias, a guia de pagamento também começará a ser enviada, via Correios, para o endereço cadastral de todos registrados.

Quem utiliza o sistema Débito Direto Autorizado (DDA) bancário ainda pode pagar a Anuidade 2019 diretamente por meio deste serviço. Mais informações sobre como funciona o DDA estão disponíveis aqui.

Confira abaixo os valores, os prazos para pagamento e os descontos oferecidos pelo Conselho:

Pessoa Física:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 361,80, com vencimento em 31 de janeiro*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 423,00 em três parcelas iguais de R$ 141,00
(vencimentos em 31 de janeiro, 28 de fevereiro e 29 de março)**

3ª opção: sem desconto
Valor total de R$ 603,07, com vencimento em 31 de março
(pode ser parcelada sem juros em até cinco vezes)**

Pessoa Jurídica:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 760,00, com vencimento em 31 de janeiro*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 819,72 em três parcelas iguais de R$ 273,24
(vencimentos em 31 de janeiro, 28 de fevereiro e 29 de março)**

3ª opção: sem desconto
Valor total de R$ 1.490,40, com vencimento em 31 de março
(pode ser parcelada sem juros em até cinco vezes)**

* Pagamento por meio de boleto a ser recebido no endereço cadastral ou retirado no Portal de Autoatendimento do site.

** Pagamento por meio de boleto retirado no Portal do Autoatendimento do site.


Anuidade



CREF2/RS autua 13 estabelecimentos nas duas primeiras semanas de dezembro
08/01/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 2 e 15 de dezembro de 2018, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 53 visitas de fiscalização, atendendo 29 denúncias e autuando 13 estabelecimentos, em 17 municípios, nas mais variadas regiões do Estado.

Os fiscais flagraram nestas duas semanas oito estabelecimentos sem registro de empresa, duas funcionando sem profissional presente no momento da visita, uma academia descumprindo o Termo de Cooperação firmado com o Conselho e permitindo a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão. Os agentes fiscais do CREF2/RS ainda autuaram quatro pessoas por algum tipo de infração, sendo três diplomados atuando sem registro profissional, além de um Responsável Técnico descumprindo as obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Internamente, o DEFOR emitiu 28 notificações para Pessoas Físicas e Jurídicas que não se regularizam após vencido o prazo estipulado no momento da visita. Também foram abertos oito Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS) referentes a casos de empresas flagradas em reincidência de infrações gravíssimas cometidas.

Neste período, os agentes fiscais do CREF2/RS estiveram nas cidades de Novo Hamburgo, Esteio, Porto Alegre, São Sebastião do Caí, Montenegro, Picada Café, São José do Hortêncio, Gravataí, Erechim, Áurea, Maximiliano de Almeida, Centenário, Caxias do Sul, Chuí, Santa Vitória do Palmar, São José do Norte e Rio Grande. Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS faz primeira entrega da campanha Natal Sem Fome
04/01/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS iniciou, na tarde desta sexta-feira, dia 4 de janeiro, a entrega das doações recolhidas durante a campanha Natal Sem Fome.

Nesta primeira etapa, uma parte dos alimentos foi destinada a famílias da periferia de Alvorada, cidade da Região Metropolitana de Porto Alegre. Nos próximos dias, instituições de caridade escolhidas pelo Conselho também receberão o restante das doações.


Natal Sem Fome



Anuidade 2019 já está disponível através do sistema DDA bancário
04/01/2019
Fonte: CREF2/RS

O boleto da Anuidade 2019, que será enviado para o endereço cadastral de todos os registrados e disponibilizado no Portal de Autoatendimento a partir do dia 10 de janeiro, já pode ser pago pelo sistema Débito Direto Autorizado (DDA) bancário.

O DDA é um sistema que permite que todos os pagamentos por meio de boletos sejam recebidos por intermédio dos bancos, sem a necessidade de emissão de guias de pagamento em papel ou em arquivos PDF. A Anuidade 2019, vinculada ao CPF das Pessoas Físicas e ao CNPJ das Pessoas Jurídicas registradas, já podem ser rastreadas eletronicamente por todos os bancos integrantes do sistema DDA, garantindo assim mais comodidade e rapidez na hora do seu pagamento.

Para aderir ao DDA, é necessário que você entre em contato diretamente com o seu banco. Na maioria dos casos, o cadastro do Débito Direto Autorizado pode ser feito rapidamente pela Internet, sem a necessidade de ir pessoalmente à sua agência.

As instruções completas sobre a Anuidade 2019 estão disponíveis nas Resoluções CREF CNº 150/2018, Nº 151/2018 e Nº 152/2018. Confira abaixo os valores, os prazos para pagamento e os descontos oferecidos pelo Conselho:

Pessoa Física:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 361,80, com vencimento em 31 de janeiro*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 423,00 em três parcelas iguais de R$ 141,00
(vencimentos em 31 de janeiro, 28 de fevereiro e 29 de março)**

3ª opção: sem desconto
Valor total de R$ 603,07, com vencimento em 31 de março.
(pode ser parcelada sem juros em até cinco vezes)**

Pessoa Jurídica:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 760,00, com vencimento em 31 de janeiro*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 819,72 em três parcelas iguais de R$ 273,24
(vencimentos em 31 de janeiro, 28 de fevereiro e 29 de março)**

3ª opção: sem desconto
Valor total de R$ 1.490,40, com vencimento em 31 de março
(pode ser parcelada sem juros em até cinco vezes)**

* Pagamento por meio de boleto a ser recebido no endereço cadastral, através do sistema DDA ou retirado no Portal de Autoatendimento do site.
** Pagamento por meio de boleto retirado no Portal do Autoatendimento do site.


Anuidade



CREF2/RS divulga valores da Anuidade 2019 sem reajuste
13/12/2018
Fonte: CREF2/RS

Tendo em vista o momento que o país ainda vivencia, o Sistema CONFEF/CREFs decidiu manter o valor integral da Anuidade 2018 para o próximo ano.

O boleto, que será enviado para o endereço cadastral de todos os registrados, estarão também disponíveis no Portal de Autoatendimento do site, a partir do dia 10 de janeiro.

A partir de 31 de março de 2018, todas as anuidades sofrerão reajustes. Leia as instruções completas nas Resoluções CREF Nº 150/2018, Nº 151/2018 e Nº 152/2018.


Confira abaixo os valores, os prazos para pagamento e os descontos oferecidos pelo Conselho:

Pessoa Física:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 361,80, com vencimento em 31 de janeiro*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 423,00 em três parcelas iguais de R$ 141,00
(vencimentos em 31 de janeiro, 28 de fevereiro e 29 de março)**

3ª opção: sem desconto
Valor total de R$ 603,07, com vencimento em 31 de março.
(pode ser parcelada sem juros em até cinco vezes)**

Pessoa Jurídica:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 760,00, com vencimento em 31 de janeiro*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 819,72 em três parcelas iguais de R$ 273,24
(vencimentos em 31 de janeiro, 28 de fevereiro e 29 de março)**

3ª opção: sem desconto
Valor total de R$ 1.490,40, com vencimento em 31 de março
(pode ser parcelada sem juros em até cinco vezes)**

* Pagamento por meio de boleto a ser recebido no endereço cadastral ou retirado no Portal de Autoatendimento do site.
** Pagamento por meio de boleto retirado no Portal do Autoatendimento do site.


Anuidade



Interiorizasul atende em Taquara e Caxias do Sul nesta semana
10/12/2018
Fonte: CREF2/RS

Na última etapa do projeto Interiorizasul em 2018, o CREF2/RS estará atendendo, entre quarta e sexta-feira desta semana, em Taquara e em Caxias do Sul. A equipe do Conselho oferecerá aos profissionais destas cidades os serviços de atualização cadastral, entrega de Cédula, coleta de digital, parcelamento de anuidades e também vai estar efetuando novos registros. Para aqueles que não fizeram o pré-agendamento de atendimento, será respeitada a ordem de chegada.

Em Taquara, o atendimento será feito somente na quarta-feira, dia 12 de dezembro, na Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes, das 10h30 às 12h30 e das 14h às 16h. Já em Caxias do Sul, o Interiorizasul estará à disposição dos profissionais e dos recém-graduados na quinta-feira, dia 13 de dezembro, e na sexta-feira, dia 14 de dezembro. O atendimento ocorrerá no Ginásio Vasco da Gama, das 9h às 12h e das 13h30 às 18h no primeiro dia e das 9h às 13h na segunda data. Outra informações estão disponíveis neste link.

Interiorizasul Taquara
Data e horário: 12 de dezembro, quarta-feira, das 10h30 às 12h30 e das 14h às 16h
Local: Diretoria de Esportes da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes – Parque do Trabalhador
Endereço: Rua Nestor Paulo Hartman, s/nº – Bairro Recreio

Interiorizasul Caxias do Sul
Data e horário: 13 de dezembro, quinta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 18h; e dia 14, sexta-feira, das 9h às 13h
Local: Ginásio Vasco da Gama
Endereço: Rua José Soares de Oliveira, 2557 – Bairro Pio X


Interiorizasul Taquara Caxias do Sul



CREF2/RS comemora 40 anos de Ginástica Laboral com workshop na FADERGS
03/12/2018
Fonte: CREF2/RS

Na manhã do último sábado, dia 1º de dezembro, o CREF2/RS promoveu o workshop “Ginástica Laboral: Os Desafios e Oportunidades do Mercado”. O evento, que teve entrada gratuita e contou com a presença de profissionais e acadêmicos do curso de Educação Física, foi realizado na FADERGS, em Porto Alegre, como forma de comemorar os 40 anos da Ginástica Laboral no Brasil.

Com uma palestra conduzida pelo conselheiro Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS), também diretor da GPA Soluções em Educação Física e Corporativa, empresa com mais de 15 anos de atuação nesse segmento, o workshop abordou a evolução da atividade ao longo das últimas quatro décadas e o marco que foi a criação do Dia Estadual da Ginástica Laboral, celebrado sempre no dia 22 de novembro. Na sua fala, Gonçalves destacou diversos conceitos, nem todos intimamente relacionados ao ambiente corporativo, e quais são os entendimentos técnicos que se têm hoje a respeito da área.

“A Ginástica Laboral é um mercado exclusivo do profissional de Educação Física e ainda pode ser muito explorado. Para isso, é necessário que se tenha uma visão ampla, para que se criem formatos de atendimentos diferentes, até mesmo porque o ambiente corporativo está sofrendo mudanças frequentemente”, avaliou o palestrante. Por conta de reformas trabalhistas e de novas possibilidades que envolvem espaços coworking e home offices, a Ginástica Laboral passa a ser, atualmente, um ponto de encontro de diversas áreas. “Nós atuamos hoje por meio de exercício físico e de forma sinérgica e multidisciplinar, na promoção da saúde e na prevenção de doenças do trabalhador”, conceitou Gonçalves.

O workshop, além de explorar os aspectos mais teóricos da Ginástica Laboral, também trouxe questões de interesse para aqueles que atuam ou que têm o intuito de se dedicar a esse mercado. Gonçalves, em diversos momentos da sua apresentação, deu dicas de como deve montada uma proposta de Ginástica Laboral para empresas e quais são as melhores formas de organizar as aulas. “O profissional de Educação Física precisa adotar estratégias de ensino que não deixem que a Ginástica Laboral caia na mesmice. O objetivo, acima de qualquer outro, é que os trabalhadores envolvidos realmente percebam os benefícios proporcionados e adotem hábitos de vida mais saudáveis, sobretudo fora das empresas, explicou.

Depois da apresentação, o workshop “Ginástica Laboral: Os Desafios e Oportunidades do Mercado” contou com uma atividade prática, de aproximadamente uma hora e que envolveu todos os presentes. Ela serviu para que todos testassem dinâmicas de aula e trocassem experiências. Com cerca de 30 participantes, o evento foi avaliado de forma extremamente positiva, também pelo espaço aberto para o esclarecimento de dúvidas sobre a área.


Eventos Ginástica Laboral



CREF2/RS ministra palestras para alunos da Educação Física da UFRGS
30/11/2018
Fonte: CREF2/RS

Na tarde de ontem, dia 29 de novembro, o vice-presidente do CREF2/RS Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e o assessor institucional Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS) estiveram na ESEFID, da UFRGS, para ministrar uma palestra para os alunos do primeiro semestre do curso de Educação Física. A apresentação, além de explicar de forma bastante didática o funcionamento do Conselho, também abordou questões importantes para os acadêmicos, como as ações de fiscalização e o funcionamento da Lei de Estágio.

O encontro com os alunos, promovido durante a disciplina comandada pelo professor Alexandre Velly Nunes (CREF 001933-G/RS), foi considerada extremamente positivo, sobretudo pela aproximação com os estudantes que estão ainda no início da sua vida acadêmica. “Conversar com turmas de primeiro semestre desmistifica visões distorcidas sobre as finalidades do Conselho. Em palestras como essa, fortalecemos o nosso papel e esclareceremos o que o CREF2/RS pode proporcionar aos registrados”, resumiu Almeida.


palestras eventos



Ginástica Laboral faz 40 anos de existência no Brasil
27/11/2018
Fonte: CREF2/RS

Em 2018, o Sistema CONFEF/CREFs, em conjunto com a sociedade brasileira, celebram os 40 anos da implantação no país da Ginástica Laboral, uma ferramenta extremamente importante para a manutenção da saúde dos trabalhadores. Tanto em nível mundial, como nacional, a evolução desta atividade esteve intimamente ligada às transformações do mundo do trabalho e às demandas relativas à saúde dos trabalhadores. O novo ritmo de produção imposto pela Revolução Industrial, que implementou linhas de produção em série, através de grandes cadeias de produção seriais, forçaram os operários a realizar diariamente milhares de movimentos repetitivos. Ao mesmo tempo que esse gigantesco desenvolvimento manufatureiro aumentou em muito a eficiência e a produtividade, gerou em contrapartida o crescimento exponencial de novas doenças laborais, como Lesões por Esforço Repetitivos (LER), Distúrbios Osteo-Musculares (DORT), além de acidentes no chão de fábrica. Este quadro preocupante alertou pesquisadores, médicos, empregadores e sindicatos ao redor do mundo para os sérios prejuízos à saúde dos trabalhadores, acarretados pela produção massiva que se estendeu pelas cidades e campos.

O afastamento do trabalho por problemas de saúde ainda é uma realidade crescente no Brasil. De acordo com o Anuário do Sistema Público de Emprego e Renda do Dieese compilado a partir de informações do Ministério do Trabalho, em 2015, foram contabilizados 181,6 mil casos de natureza diretamente relacionada ao ambiente profissional – o que representa uma alta de 25% comparado aos dez anos anteriores.

Para elaborar uma resposta aos novos problemas laborais e proporcionar um ambiente mais sadio e seguro aos trabalhadores, fez-se necessário um estudo profundo de cada seção de trabalho, do quadro funcional, dos turnos, das características da organização e dos seus diversos setores. Estava nascendo a Ginástica Laboral, que em seus primórdios era denominada “ginástica de pausa”, implantada na indústria europeia com o objetivo de dar repouso ativo aos operários por alguns períodos durante sua jornada de trabalho. A partir deste momento histórico, a ideia toma força e se dissemina pelo mundo.

No Brasil, o Rio Grande do Sul foi pioneiro oficial na implantação do programa, quando no dia 22 de novembro de 1978, tendo como protagonista a Escola de Educação Física da FEEVALE-RS, efetivou-se o primeiro contrato com uma empresa da região para a implantação de um programa de Ginástica Laboral, baseado em análises biomecânicas e estruturada pelos profissionais de Educação Física da instituição, bem como através de parcerias com o SESI da região. A data virou um marco histórico para a atividade, tanto que em vários estados do país, o dia 22 de novembro é oficialmente considerado o Dia da Ginástica Laboral, referência importante para reforças ao conjunto da sociedade sobre o valor que estes programas têm para a saúde e para a produtividade sustentável.

Como observa o conselheiro do CREF2/RS e Ergonomista do Trabalho, Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS), o atual modelo de Ginástica Laboral representa uma importante ferramenta ergonômica e exerce papel fundamental no equilíbrio entre a saúde, produtividade e qualidade de vida dos trabalhadores envolvidos nos programas. “Utilizar a Ginástica Laboral de forma estratégica, alinhada com ações de ergonomia e segurança ocupacional é um diferencial competitivo em empresas que entendem o passado, trabalham o presente e constroem o futuro”, assegura. Alessandro explica que a atuação do profissional de Educação Física frente a programas de Ginástica Laboral exige conhecimentos em diversas áreas. “Entender o contexto em que as organizações estão inseridas irá atribuir um ganho de competitividade aos profissionais, já que a função exige identificação com o sistema de trabalho das empresas clientes. Também é obrigatório conhecer as cadeias musculares, exercícios de alongamento, relaxamento e fortalecimento muscular. Além disso é preciso entender os componentes da música, a ludicidade, o equilíbrio, a propriocepção e as rotas metabólicas”, enumera.

Alessandro argumenta que a Ginástica Laboral é aplicável onde houver trabalho, pois sempre haverá riscos biomecânicos envolvidos, portanto os programas de GL têm vários ambientes para se desenvolver. Um novo mercado a ser explorado são as zonas agrícolas. “Apesar de ainda não estar muito difundida, a prática de Ginástica Laboral em ambientes rurais pode garantir aos trabalhadores e empregadores os mesmos benefícios encontrados e já mensurados nas empresas, cujas sedes encontram-se em locais urbanizados”.

É o que acontece em Américo Brasiliense (SP), onde cerca de 200 cortadores fazem diariamente Ginástica Laboral antes de começar a trabalhar. O objetivo é prevenir doenças como lesão por esforço repetitivo, que atinge com frequência os cortadores de cana. O projeto foi criado depois de uma norma regulamentadora de 2005 exigir das empresas melhoria nas condições de trabalho e ações de prevenção a acidentes de trabalho. Isso ocorre também nas grandes empresas da cadeia produtiva do frango no Rio Grande do Sul, como a Perdigão, a Doux/Frangosul e a Minuano, que oferecem uma ampla gama de benefícios assistenciais aos seus funcionários, entre eles programas de Ginástica Laboral nas suas linhas de produção.  

De fato, são os resultados quantitativos na melhora da saúde do trabalhador e do consequente aumento da produtividade, advindo do bem-estar proporcionado pelo programa, que tornaram a Ginástica Laboral em uma atividade econômica consolidada no mercado. Segundo a presidente da Associação Brasileira de Ginástica Laboral (ABGL), Cynara Cristina Pereira (CREF 068042-G/SP), o programa está implantado em inúmeras empresas de diversos segmentos por todo o país e cresce na medida em que profissionais de Educação Física tem se especializado para desenvolver os programas, a partir da publicação e da demonstração científica dos indicadores de resultados, e se fortalece quando inovações bem sucedidas são aplicadas nos ambientes corporativos. “Dados científicos informam que o passivo gerado pelas das doenças laborais, os afastamentos e o absenteísmo oneram três vezes mais a empresa que todos os custos somados de produção, aí inclusos matéria-prima, os insumos, os salários e a logística. Portanto, é muito mais inteligente investir em programas de promoção da saúde e qualidade de vida no trabalho”, avalia.

O Rio Grande do Sul, além de ter sido vanguarda na implantação da Ginástica Laboral no país, sedia empresas com sólida cultura de promoção da saúde dos trabalhadores. Um destes exemplos é o Banrisul S/A, cujo programa de Ginástica Laboral, de acordo com a conselheira do CREF2/RS e supervisora de Ginástica Laboral e Fitness do Banrisul Cláudia Lucchese (CREF 002358-G/RS), foi construído a “quatro mãos”. “Foi em 1999 que se formou uma comissão paritária de saúde, composta de membros representando os empregados indicados pelo Sindicato da categoria e membros representantes da Empresa, dando início a um projeto piloto em algumas agências, que após seis meses já tinha indicativo de expansão às mais de 500 agências do Banrisul”, constata. Cláudia esclarece que o objetivo do programa é a prevenção das Lesões por Esforços Repetitivos – LER, especificamente os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho – DORT e promoção da saúde ocupacional dos empregados da empresa.

Conforme a supervisora, desde a implantação poucas vezes ocorreram interrupções no programa. “Até porque esta atividade faz parte do acordo coletivo selado pelo Sindicato com o Banco". O maior problema, explica Claudia, se dá por conta da morosidade nas licitações públicas, acarretadas pelo formalismo no procedimento. “Importante ressaltar que por ser um programa qualitativo, o banco nunca buscou medidas de resultados em produtividade. A questão maior sempre foi a percepção subjetiva do empregado em relação ao programa. O quanto a prática da Ginástica Laboral colabora para a qualidade de vida no trabalho”, especifica. Os dados levantados entre os participantes pela supervisora demonstraram que 95% destes entendem que quando participam das atividades, sentem-se mais ativos, como menos desconfortos em relação às posturas exigidas no seu posto de trabalho. Também consideram que levantar da cadeira e mobilizar seu corpo e relaxar a mente tem sido o grande ganho com esse programa. “Hoje a média de participação no Banrisul é de 65% dos empregados. No momento, passamos novamente por um processo de licitação pública”, relata a supervisora.

Outro grande referencial para o setor é o Serviço Social da Indústria (SESI), pioneiro na área e grande divulgador da Ginástica laboral no país, constantemente reconhecida pelos serviços prestados em segurança e saúde no trabalho. Premiado com o Marca Brasil no período entre 2006 a 2017, distinção que reconheceu a excelente atuação do SESI em Ginástica Laboral, Medicina Ocupacional e Serviços para Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (Sipat), o SESI ainda teve sua Ginástica Laboral eleita por 12 anos consecutivos como o melhor programa de GL do País.

Para o superintendente do Sesi-RS, Juliano Colombo, a Ginástica Laboral busca atuar como ferramenta de promoção de saúde do trabalhador, interagindo com a política corporativa da empresa. "Nosso objetivo é contribuir para a educação postural e adaptação funcional, além de estimular o exercício físico e o comportamento saudável. Com as ações de promoção da saúde, o Sesi-RS busca contribuir para o bem estar e o aumento da produtividade da indústria. A atividade começou no Brasil, em 1978, em parceria do Sesi gaúcho com a Feevale, com o projeto Ginástica Laboral Compensatória. Hoje atuamos com o Programa Sesi Ginástica na Empresa, em 114 companhias, alcançando cerca de 8.700 trabalhadores no estado", explica. Em todo o país, o SESI Ginástica na Empresa atende diariamente 750 mil trabalhadores de 2,5 mil indústrias.

Tendo em vista a importância da Ginástica Laboral para os trabalhadores e como mercado para os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS irá comemorar os 40 anos da implantação da Ginástica Laboral no Brasil realizando na manhã do dia 1º de dezembro o “Workshop Ginástica Laboral: Os Desafios e Oportunidades do Mercado”. O evento, com público-alvo nos profissionais e estudantes de Educação Física, inicia às 9h, com a palestra "Como criar e comercializar programas de Ginástica Laboral" ministrada pelo conselheiro Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS). O conselheiro reforçará em sua fala a prerrogativa dos profissionais de Educação Física como protagonistas da Ginástica Laboral, bem como discorrerá como realizar um planejamento sólido para criar e comercializar programas de Ginástica Laboral. A partir das 10h30min, ocorrerá um workshop prático de execícios, com encerramento das atividades previsto para as 12h.

Workshop Ginástica Laboral: Os Desafios e Oportunidades do Mercado
Data e horário: 1º de dezembro, sábado, das 9h às 12h
Local: sala 204 da FADERGS
Endereço: av. João Pessoa, 1107, bairro Farroupilha, Porto Alegre/RS
Inscrições gratuitas e mais informações podem ser obtidas pelo site http://crefrs.org.br/eventos/laboral2018/. As vagas são vagas limitadas, e encerram no dia 29 de novembro, quinta-feira
Contato: 51-3288 0200
Organização: CREF2/RS
Apoio: FADERGS


Ginástica Laboral



Câmara Técnica de Corrida de Rua faz sua última reunião de 2018
26/11/2018
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Técnica de Corrida de Rua, presidida por Cláudia Lucchese (CREF 002358-G/RS), realizou na sede do CREF2/RS sua reunião última reunião de 2018 no dia 22 de novembro. Estiveram presentes representantes de empresas organizadoras de Trail run, membros das equipes de corrida e o presidente da Federação Gaúcha de Montanhismo, Nelson Brugger (CREF 006884-G/RS). A pauta focou na Cartilha de Cartilha de Trail run, que está sendo finalizada pela Câmara.

Cláudia iniciou a reunião apresentando o primeiro esboço da publicação, explicando os principais objetivos do guia, ressaltando o seu didatismo, bem como rememorou o passo a passo da construção coletiva da obra.Os membros da Câmara e os representantes intervieram com várias sugestões, tais como ilustrações maiores e informações que contemplem tanto aos iniciantes quanto aos atletas que possuem técnica mais avançada. Também foi proposto um tópico que explicasse como escolher as provas para competição. A princípio, o profissional de Educação Física seria a referência, ficando acordado que todas as provas estarão disponíveis no site do CREF2/RS, com o máximo de informações possíveis. Também haverá um texto diferenciando tracking de trail. No quesito de acessibilidade, Uma assessoria se comprometeu a proporcionar caminhadas para pessoas com necessidades especiais, como Parkinsonismo, por exemplo, com a utilização obrigatória de bastões.

Ao final, Nelson Brugger trouxe alguns lemas que fundamentam o esporte, como cada atleta é responsável por sua própria segurança, cuide dos lugares de aventura, traga seu lixo de volta, evite fazer fogueira, deixe as coisas no seu lugar, respeite os animais e as plantas, além das propriedades privadas.


Câmara Técnica de Corrida de Rua



DEFOR autua 15 estabelecimentos irregulares na primeira semana de novembro
21/11/2018
Fonte: CREF2/RS

Os trabalhos do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS prosseguiram na primeira semana de novembro. Os agentes realizaram neste período 46 visitas de fiscalização, ações que resultaram em 15 estabelecimentos autuados por alguma irregularidade. Deste total, nove deles não possuíam registro da empresa e sete funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Também foram flagrados sete academias permitindo a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão.

Entre os dias 4 e 9 de novembro, os fiscais autuaram 17 pessoas, dentre elas nove leigos estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Os agentes também constataram que três profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam o Código de Ética Profissional, bem como quatro Responsáveis Técnicos descumpriam obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de um diplomado atuando sem registro profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Santa Cruz do Sul, Venâncio Aires, Rio Pardo, Torres, Capão da Canoa, Xangri-lá, Osório, Farroupilha, Flores da Cunha, Casca, Marau e Água Santa. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional organiza o VIII Fórum dos Coordenadores
20/11/2018
Fonte: CREF2/RS

Os membros da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS reuniram-se na tarde da última sexta-feira, 16 de novembro. O encontro ocorreu por meio de teleconferência, realizada a partir da sede do Conselho devido à atividade docente de parte dos seus membros. O principal assunto da pauta foi a organização do VIII Fórum dos Coordenadores, que ocorrerá no dia 13 de abril de 2019, das 9h às 18h, no município de Torres. O evento acontece concomitantemente ao 45º ENAPEF. Participaram da reunião de planejamento a presidente da Comissão Débora Rios Garcia (CREF 002202-G/RS), os membros da comissão Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS) e Leomar Tesche (CREF 000129-G/RS), além da secretária da Comissão, Any Mery Lunardi (CREF 001765-G/RS).

O VIII Fórum terá dois eixos principais que serão objeto de análise dos participantes. Para fomentar a discussão, estão previstas a realização de duas palestras sobre os temas propostos. O primeiro tópico examinará as especialidades profissionais em Educação Física, cursos que o CONFEF já normatizou em sua resolução nº 255/2013, definindo-os como instrumentos relevantes para o aprofundamento dos conhecimentos e das técnicas próprios das várias intervenções profissionais que a Educação Física demanda. Além disto, o Conselho publicou até o presente momento 16 resoluções com especificações para cada curso de pós-graduação requerido. A segunda palestra abordará o futuro da formação profissional no Brasil frente as mudanças aplicadas pelo governo federal na Lei de Diretrizes e Bases (LDB). O debate visa ponderar, analisar e propor soluções aos possíveis impactos destas alterações no desenvolvimento da Educação Física, tanto no campo teórico como na prática profissional no país.


Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional



CREF2/RS comparece às finais do 38º Jogos Comerciários do SESC-RS
13/11/2018
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS) esteve representando o CREF2/RS na abertura das finais do 38º Jogos Comerciários, realizado pelo SESC-RS, nos dias 10 e 11 de novembro, em Porto Alegre. As disputas foram realizadas nas modalidades atletismo adulto e master (masculino e feminino), canastra (mistro), futebol sete adulto e master (masculino), futebol de campo (masculino), futsal adulto (masculino e feminino) e master (masculino) e voleibol (masculino e feminino), reunindo cerca de 1,1 mil atletas, entre trabalhadores e empresários do comércio gaúcho.

A cerimônia, feita no Ginásio do SESC Protásio Alves, contou também com a presença da medalhista olímpica Maurren Maggi e de demais autoridades. “Os Jogos Comerciários, mais uma vez, está reunindo um número muito grande de participantes, de vários cantos do Estado, com o intuito primordial da promoção da qualidade de vida através do esporte”, avaliou Bavaresco.

Ao todo, a 38ª edição dos Jogos Comerciários teve a participação de atletas de 21 cidades, com as primeiras disputas sendo realizadas ainda no mês de julho. A lista completa dos vencedores pode ser conferida aqui.


SESC eventos



CREF2/RS negocia convênio para desconto de combustíveis aos registrados
08/11/2018
Fonte: CREF2/RS

O presidente do CREF2/RS José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS), o vice-presidente Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS) e o procurador jurídico do Conselho, Artur Eduardo Jarzinski Alfaro (OAB/RS 080493), reuniram-se nesta quinta-feira, dia 8, com os representantes da Rede SIM de Postos de Combustíveis João Batista e Cristiane Machado, respectivamente assessor de negócios e gerente Comercial da Rede. O objetivo foi iniciar as tratativas para se firmar um convênio entre o Conselho e a empresa, que quando implementado, poderá proporcionar aos profissionais de Educação Física registrados descontos de combustíveis que podem ir de 3% a 6% no litro da gasolina e do etanol. De acordo com Meurer, a proposta da nova diretoria será sempre buscar benefícios diretos aos registrados, facilitando condições de trabalho e capacitando os profissionais.

A Rede SIM é a maior empresa do ramo no Brasil, e atualmente possui no Rio Grande do Sul 131 postos associados, distribuídos em 49 cidades. Segundo a gerente Comercial Cristiane Machado, o modelo de convênio proposto ao CREF2/RS e deverá ser semelhante ao implantado com a OAB/RS, dado o grande número de registrados verificados em ambos os casos. "Neste sistema, o profissional se cadastra no site do Conselho, autorizando a inclusão no convênio. Para tornar a operação mais segura, cada registrado obterá uma senha a partir do primeiro abastecimento", explicou. Os descontos nos combustíveis giram em torno de 3% e 6% no litro da gasolina ou do etanol, e serão variáveis de cidade a cidade, obedecendo à lógica do mercado e a vários impactos na cadeia produtiva e de distribuição de combustíveis.


Convênios



Pesquisa sobre Educação Física Escolar é desenvolvida pela Faculdade de Medicina do ABC
23/10/2018
Fonte: CREF2/RS

Está sendo desenvolvida uma pesquisa de Doutorado em Ciências da Saúde na Faculdade de Medicina do ABC que pretende mapear o valor e a percepção do papel da Educação Física Escolar como meio de promoção da saúde. Para que ela tenha uma maior escopo, estão sendo convocados a participar todos os profissionais de Educação Física interessados em contribuir para a qualidade da nossa Educação Física Escolar. A pesquisa é importante pois apesar das diversas propostas pedagógicas para a Educação Física Escolar e programas para a saúde, os números de obesidade continuam aumentando.

Podem participar da pesquisa profissionais e acadêmicos da área da Saúde. Todos os dados serão confidenciais e se tomará cuidado para que não acarretem qualquer prejuízo. Se, no transcorrer da pesquisa, houver alguma dúvida ou por qualquer motivo seja necessário procurar o pesquisador Júlio Cesar Nasário, responsável pela pesquisa, pode-se buscar as informações pelo telefone (47) 3531-6000 e no endereço Rua Dr. Guilherme Gemballa, nº 13 - Jardim América, Rio do Sul/SC.

As informações obtidas neste estudo serão mantidas em sigilo respeitando os princípios contidos na Resolução 510/16 do Conselho Nacional de Saúde. Posteriormente, as informações serão organizadas, analisadas, divulgadas e publicadas.

O tempo estimado para resposta do questionário nos links abaixo é de 10 a 12 minutos. Se responder no celular, o ideal é deixá-lo na horizontal.

Acadêmico: clique aqui e acesse o formulário.
Profissional: clique aqui e acesse o formulário.


Educação Física Escolar



Câmara de Corrida de Rua organiza Circuito de Provas de Trail Run 2019
23/10/2018
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Técnica de Corrida de Rua realizou sua reunião mensal no dia 19 de outubro, na sede do CREF2/RS, a qual contou com a presença representantes de empresas organizadoras de Trail Run. Na ocasião, foi retomada a pauta do encontro anterior, que consiste num trabalho de orientação, regramento e conduta para o Trail Run. Além disto, foi iniciada a organização de um Circuito de Provas de Trail Run que será realizada em 2019, onde cada empresa será responsável por uma etapa, uma estratégia para fortalecer a união do grupo. A reunião dividiu-se em duas comissões, que irão se articular em torno de duas temáticas: uma ficará encarregada de avançar a elaboração da Cartilha de Orientação ao Trail Run, e a que organizará a padronização das provas que estão incluídas no Circuíto.

Segundo Eduardo Marques (CREF 003397-G/RS), representante da Audax Eventos Esportivos, a comissão encarregada pelo Circuito organizará aspectos da competição como os termos da premiação, como vão funcionar os atendimentos médicos, qual tipo de cobertura de seguro mais adequado, a cobrança para que sempre haja um Responsável Técnico presente, entre outros quesitos. "Isso visa dar mais qualidade e segurança às empresas e aos competidores, já que o CREF2/RS dará seu apoio e divulgação, o que traz para a competição a chancela institucional de uma autarquia federal”. Ao fechar as datas e locais das provas, o CREF2/RS divulgará o calendário.

Marques explicou que a comissão editorial do guia vai reunir, selecionar e adaptar à realidade gaúcha aconselhamentos para o praticante e para o organizador, como dicas para um bom planejamento, responsabilidade pela segurança na prova, os cuidados com o meio ambiente , o trato respeitável com os habitantes locais. "Existe um grande contingente de corredores de rua migrando para as trilhas, atraídos pelo contato com a natureza e pelos novos desafios que o tipo de esporte apresenta. São muitos iniciantes, e percebemos que elas estão muito cruas para as novas exigências”. A ideia, prossegue Marques, é fazer com que o Trail Run, que é reconhecido pela Confederação Brasileira de Atletismo, seja apresentado à sociedade um esporte organizado e com um grande apelo pelo seu aspecto competitivo e desafiador, bem como a interação com a natureza e com potencial desenvolver o turismo em regiões com economia pouco desenvolvida.

Para a presidente da Câmara, Cláudia Ramos Lucchese (CREF 002358-G/RS), o fato de umgrande número de organizadores de provas frequentarem as reuniões demonstra que o principal papel da Câmara, que é o de unir as pessoas para que elas possam dividir seu saber, está cumprido. Para Cláudia, isso permitirá permitirá apresentar à sociedade um esporte organizado, consistente e confiável, com a presença do profissional de Educação Física como Responsável Técnico nestes eventos. A próxima reunião da Câmara Técnica de Corrida de Rua acontecerá na sede do CREF2/RS no dia 22 de novembro.


Câmara Técnica de Corrida de Rua



CREF2/RS faz em Pelotas última palestra do ciclo “20 Anos da Regulamentação da Profissão de Educação Física”
22/10/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS esteve em Pelotas na última quarta-feira, dia 17 de outubro, para realizar o terceiro e último encontro do Ciclo de Palestras “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física”. O evento, que ocorreu na Escola de Educação Física da UFPel, reuniu cerca de 30 participantes, entre profissionais e estudantes. A atividade teve apresentações conduzidas por Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS), membro da Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS; e por Leandro Leal (CREF 008113-G/RS), criador do Total Body Test e personal trainer.

A abertura do evento, feita pela presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), destacou o sucesso do Ciclo, que também visitou Santa Maria e Caxias do Sul, e os grandes avanços conquistados pela Educação Física após a assinatura da Lei 9.696/98. O conselheiro Clery de Lima (CREF 000297-G/RS) foi o mestre de cerimônias do Ciclo em Pelotas e Carmen ainda mostrou aos presentes o novo vídeo institucional do CREF2/RS.

Na sequência, Almeida ministrou a palestra “Orientação e Fiscalização do Exercício Profissional da Educação Física”. Ele apresentou uma linha do tempo sobre a regulamentação e destacou quais são as atribuições do Sistema CONFEF/CREFs. O “Conselho é o órgão regulamentador e fiscalizador do exercício profissional, defendendo a sociedade e zelando pela qualidade dos serviços prestados”, comentou o membro da COF. “O nosso trabalho, especificamente dentro da Comissão, é elaborar as instruções para as ações de fiscalização e determinar as atividades em todo o Estado”, complementou. Samuel ainda explicou aos presentes como é o dia a dia dos agentes fiscais e o que pode acontecer em casos de infrações.

Por fim, a segunda palestra da noite, intitulada “A Importância da Avaliação Física nas Academias, Empresas e Escolas” foi ministrada por Leal e trouxe para o debate um assunto de grande importância para aqueles que atuam na área, sobretudo no mercado fitness. “A oferta da avaliação física, etapa em que percebemos com maior clareza o que podemos fazer com cada pessoa, é o que sempre diferencia a boa academia dos estabelecimentos comuns”, declarou. Na sua fala, o palestrante também salientou como os profissionais podem usar a avaliação física – antes, durante e depois do programa de treinamento – e como ela também pode ser implementada em outros locais, como empresas e escolas. “A avaliação faz o aluno adquirir autoconhecimento e também se torna um instrumento de fidelização, pois a melhora no desempenho destas pessoas se torna mensurável e perceptível, principalmente para eles mesmos”, analisou.


Eventos Pelotas



CREF2/RS adere ao Outubro Rosa propondo atividade física como prevenção ao câncer de mama
18/10/2018
Fonte: CREF2/RS/INCA

Neste mês, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) lançou a campanha Outubro Rosa 2018, que tem como tema "Câncer de mama: vamos falar sobre isso?". O objetivo é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama e desmistificar conceitos em relação à doença. O CREF2/RS vem se somar na luta contra a doença que é a principal causa de óbitos femininos no Brasil. Para tanto, o Conselho propõe a difusão da atividade física como uma grande aliada não só na prevenção do câncer de mama, bem como na reabilitação de paciente, se realizada sob orientação médica. Com isso, reforça uma das principais filosofias que norteiam a Educação Física, que é sempre trabalhar a saúde, bem-estar e prevenção, evitando ao máximo o surgimento de doenças por meio de uma vida saudável.

O Conselho também ressalta o trabalho essencial dos cerca de 27 mil profissionais habilitados a orientarem corretamente estes exercícios, de modo a não causarem comorbidades nos pacientes ou até mesmo agravar a doença principal. Como o câncer tem tratamento multidisciplinar, o CREF2/RS possui a clara percepção de que o caminho que levará a uma prevenção mais eficaz ao câncer de mama, evitando os sofrimentos por ele causados, passá pela maior integração das profissões da saúde, bem como dos avanços do campo científico e da divulgação na população da doença, seus sintomas

A atividade física é oficialmente reconhecida pelos órgãos oficiais de saúde como uma importante e acessível ferramenta para prevenção do câncer de mama, bem como coadjuvante em seu tratamento, Como o desenvolvimento científico e tecnológico impactaram impulsionaram alguns dos fatores que aumentam o risco da doença, como a obesidade, o sedentarismo e o sobrepeso após a menopausa, o exercício físico torna-se ainda mais imprescindível no atual momento histórico.

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido enquanto outros são mais lentos. No Brasil, estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres. Em 2016, aproximadamente 14 mil mulheres foram a óbito.

De acordo com dados do Diesporte (Diagnóstico Nacional do Esporte) criado pelo Ministério da Saúde, 45,9% da população brasileira é sedentária, sendo que 50,1% é representado pelo público feminino. O CREF2/RS vem travando uma batalha incessante pela preservação e manutenção dos locais públicos esportivos, bem como de seus órgãos representativos, que estão sendo ameaçados pelas políticas recessivas implantadas no país, além de lutar pela maior inserção do profissional de Educação Física nos Núcleos de Apoio a Saúde da Família (NASF), possibilitando a prevenção e manutenção, por meio da prática de atividades físicas, das populações que dependem da saúde pública no país.


Outubro Rosa 2018



CREF2/RS realiza amanhã em Pelotas a última palestra sobre os 20 anos da regulamentação
16/10/2018
Fonte: CREF2/RS

O ano de 2018 marcou as duas décadas da Lei 9.696/98, que regulamentou a profissão de Educação Física. Para celebrar a data, o CREF2/RS vem realizando o Ciclo de Palestras “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física”, em cidades do interior. Amanhã, dia 17 de outubro, Pelotas sediará o terceiro e último encontro do Ciclo, encerrando as comemorações de uma das mais importantes conquistas da área.

O evento, que já visitou Santa Maria e Caxias do Sul, vai ser realizado na Escola de Educação Física da UFPel, a partir das 19h, e contará com duas palestras. A primeira, chamada “Orientação e Fiscalização do Exercício Profissional da Educação Física”, será conduzida pelo membro da Comissão de Fiscalização e Orientação do CREF2/RS Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS). Já a segunda, com o tema “A Importância da Avaliação Física nas Academias, Empresas e Escolas”, vai ser ministrada por Leandro Leal (CREF 008113-G/RS), criador e responsável técnico do Total Body Test e personal trainer.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no local. O Ciclo de Palestras terá a emissão de certificado online, com carga horária de quatro horas, para todos os participantes.

Ciclo de Palestras “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física” - Pelotas
Data: 17 de outubro, quarta-feira, das 19h às 22h
Local: Auditório da Escola Superior de Educação Física – UFPel
Endereço: Rua Luís de Camões, 625


Eventos Pelotas



Benno Becker recebe Troféu Destaque pela sua militância em prol da regulamentação da profissão
11/10/2018
Fonte: CREF2/RS

O professor Benno Becker Júnior (CREF 01644-G/RS) esteve na sede do CREF2/RS no dia 4 de outubro, quando recebeu da presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), o Troféu Destaque na categoria Mérito da Educação Física. A homenagem faz jus a longa militância que Becker desenvolveu em prol do esporte e a sua participação fundamental na regulamentação da profissão de Educação Física. Benno é doutor em Psicologia pela Universidad de Barcelona e mestre em Educação pela PUCRS, tendo publicado 12 livros, e atua como terapeuta e coach pessoal, promovendo cursos e workshops sobre "comunicação Verbal e Não Verbal", "Atividades Psicofísicas para a Qualidade de Vida" e "Técnicas Cognitivas, Comportamentais e Somáticas - TCCS" aplicadas ao controle do estresse individual e grupal no esporte e para empresas, manejo da insônia, redução da Ansiedade e Depressão, manejo da obesidade e redução da Dor.

Benno foi um dos precursores na discussão sobre a problemática da atuação profissional em Educação Física, visando a criação de um órgão orientador, disciplinador e fiscalizador do exercício profissional. Em 1983, ele coordenou a reunião entre diretores, professores e estudantes de Escolas de Educação Física com o objetivo de elaborar um projeto tendo como base os projetos de conselho regionais e federais da psicologia e medicina. Após discussão e debate, o projeto de lei foi aperfeiçoado, e foi proposto a criação de Conselho dos Profissionais de Educação Física. A tramitação do projeto seria na Câmara dos Deputados, com a necessidade da mobilização dos representantes políticos de cada estado, para a defesa e o acompanhamento do projeto. Os Professores Benno Becker e Antônio Amorim foram designados para encaminhar o projeto de lei ao poder legislativo.

O projeto, já aperfeiçoado, foi apresentado por Benno no encontro de diretores de Escolas de Educação Física do Brasil, encontro que comemorava os 50 anos das Escolas de Educação Física da Universidade de São Paulo. Do ano de 1984 em diante, iniciaram de fato as ações concretas para a regulamentação da profissão. Paralelamente, foi apresentado o Projeto de Lei 4559/84, pelo deputado federal Darcy Pozza à Câmara dos Deputados, que dispunha sobre o Conselho Federal e os Regionais dos Profissionais de Educação Física, Desporto e Recreação. Este foi, oficialmente, o primeiro projeto de regulamentação da profissão.

Em praticamente todas as instâncias deliberativas, até então, das APEFs e nos Congressos da FBAPEF, as decisões eram sempre no sentido da luta pela regulamentação. De acordo com o trâmite do projeto de apresentação de propostas para apresentação de substitutivos. O PL 4559/84 foi aprovado pelo Congresso Nacional, em dezembro de 1989, sendo vetado pelo Presidente da República, José Sarney. Isso ocorreu no início do ano de 1990, baseando-se em parecer exarado pelo Ministério do Trabalho.

A luta prosseguiu no início de 1994, com grupos de estudantes de Educação Física preocupados com o crescente aumento de pessoas sem formação atuando no mercado emergente, articularam-se com a APEF-RJ para impedir o abuso, requerendo a regulamentação da profissão, com um novo movimento de mobilização da categoria, com a adesão de político para apresentar o projeto de lei e todo o desgaste que representaria tal questão, ao longo do trâmite do projeto na Câmara e no Senado.

Em Janeiro de 1995, durante a realização do congresso da FIEP em Foz do Iguaçu, o “Movimento pela regulamentação do Profissional de Educação Física” foi lançado na abertura do evento, após contar com a aprovação e adesão do delegado geral da FIEP no Brasil, Prof. Almir Gruhn e do Vice-Presidente, Prof. Manoel José Gomes Tubino. Jorge Steinhilber proferiu conferência de abertura do Congresso, anunciando que a assembleia da Federação Brasileira das Associações de Profissionais de Educação Física aprovara a proposta de regulamentação da profissão, e que lançava o “Movimento” como mola propulsora da regulamentação e como centro da rede de divulgação e mobilização, que seria necessária para esclarecimento e adesão nacional a respeito da questão. Assim foi lançado o “Movimento nacional pela regulamentação do Profissional de Educação Física”, no início do ano de 1995. Até a audiência pública realizada no dia 17 de outubro de 1996, o deputado Paulo Paim consultou as Instituições formadoras de profissionais de Educação Física, entidades, órgãos públicos, profissionais e estudantes de Educação Física.

Em 13 de agosto de 1998, o projeto foi incluído na ordem do dia do Senado. Após alguns momentos de tensão, em razão de possíveis emendas ao Projeto de Lei, o professor Jorge Steinhilber, reunido com a deputada Laura Carneiro e Senadores, firmou acordo para possibilitar a aprovação do Projeto de Lei nesta sessão. Após algumas manifestações de parlamentares, e um longo e brilhante discurso do senador Francelino Pereira, o projeto foi aprovado por unanimidade e encaminhado à sanção presidencial. Em 1º de Setembro de 1998, o Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, sanciona a lei 9696/98, publicada no Diário Oficial da União em 02/09/98.


Troféu Destaque 2018



Conselheira do CREF2/RS participa de Semana Acadêmica na Faculdade Anhanguera
08/10/2018
Fonte: CREF2/RS

No dia 28 de setembro, a conselheira do CREF2/RS Marcia da Cruz (CREF 007542-G/RS) representou o Conselho na Primeira Semana Acadêmica do curso de Educação Física Bacharelado da Faculdade Anhanguera de Caxias do Sul. Os temas abordados pela conselheira foram a regulamentação da profissão, desde a criação do Sistema CONFEF/CREFs, até as conquistas mais recentes, como a inclusão do profissional de Educação Física no Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF). O evento contou com a participação de aproximadamente 30 estudantes.

Marcia também esclareceu aos alunos como é o dia a dia de trabalho no CREF2/RS, e deu dicas de como se informar de todas as resoluções do sistema CREF/CONFEF, bem como localizar profissionais e academias registrados, além se referir às parcerias do Conselho com instituições de ensino, academias, quadras e clubes. Além disso, a palestra também tratou da legislação profissional, como a Lei de Estágio, e ressaltou a importância do trabalho de Fiscalização na repressão aos irregulares e no trabalho de orientação que realiza em suas visitas. Ao final, Márcia respondeu as questões mais presentes relativas à profissão na região de Caxias do Sul.


Instituições de Ensino Superior



CREF2/RS encerra em Pelotas seu ciclo de palestras sobre os 20 anos de regulamentação da profissão
25/09/2018
Fonte: CREF2/RS

O ano de 2018 marcou as duas décadas da aprovação da Lei 9696/98, legislação que regulamentou a profissão de Educação Física. Para celebrar a data, o CREF2/RS vem realizando durante este ano o Ciclo de Palestras “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física” em cidades do interior do estado. No próximo dia 17 de outubro, Pelotas sediará o terceiro e último encontro do Ciclo, encerrando as comemorações de uma das mais importantes conquistas profissionais que trouxeram qualidade e segurança aos serviços prestados à saúde do povo brasileiro e na manutenção do bem-estar e na prevenção contra doenças.

O evento já visitou a cidade de Santa Maria, no dia 25 de abril, e Caxias do Sul no dia 6 de maio. Os palestrantes convidados pelo Conselho promoverem nestas cidades um diálogo com profissionais da saúde, docentes, estudantes e vários estratos do sociedade sobre vários aspectos da profissão, analisando suas conquistas e os desafios de promoção da saúde integral e políticas públicas que garantam as conquistas constitucionais. Até o momento, o Ciclo contou já abrangeu um público de 150 participantes.

Pelotas promete repetir o entusiasmo apresentado nas duas primeiras edições, tanto de público quanto pelos palestrantes. O próximo evento ocorrerá numa quarta-feira, 17 de outubro, das 19h às 22h. A primeira conferência tratará da “Orientação e Fiscalização do Exercício Profissional da Educação Física”, sendo realizada a partir das 19h05min pelo palestrante Samuel Moreira de Almeida (CREF 013510-G/RS). Samuel é licenciado em Educação Física, e exerce a função de secretário na Comissão de Orientação e Fiscalização do CREF2/RS.

A segunda palestra iniciará às 20h40min, tendo como tema “A Importância da Avaliação Física nas Academias, Empresas e Escolas”, ministrada por Leandro Feijó Leal (CREF 008113-G/RS). Licenciado pleno em Educação Física, Leandro possui ampla experiência em avaliação física. É criador e responsável técnico do Total Body Test (1998), método já utilizado em mais de 6 mil avaliações. Atuou em diferentes academias na cidade de Porto Alegre, nas áreas de avaliação física e de musculação. Atualmente é personal trainer na Body Tech.

Ciclo de Palestras “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física” - Pelotas
Data: 17 de outubro, quarta-feira, das 19h às 22h
Credenciamento: 18h30min
Abertura: 19h
Local: Auditório da Escola Superior de Educação Física - UFPel
Rua Luís de Camões, 625 - Pelotas
Carga horária: 4 horas
O evento terá a emissão de Certificado online aos participantes
Inscrições gratuitas até o dia 16 de outubro pelo link aqui
*Com apoio da ESEF/UFPel


Ciclo de palestras “20 anos de regulamentação da profissão de Educação Física



CREF2/RS fecha uma academia e autua outras sete no início de setembro
24/09/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 2 e 8 de setembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 17 visitas de fiscalização e orientação no estado, o que resultou no fechamento de uma academia irregular no município de Teutônia. O estabelecimento não apresentava nenhum profissional responsável pelas atividades no momento da visita. Também foram totalmente atendidas 12 denúncias, com sete estabelecimentos autuados. Deste total, três deles não possuíam registro da empresa, outros três funcionavam sem o profissional presente no momento da visita e duas academias permitiam a atuação de leigos, caracterizando exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Neste período, os fiscais autuaram sete pessoas, entre elas duas atuavam em exercício ilegal da profissão ou os estagiários não possuíam o Termo de Compromisso de Estágio, dois profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam o Código de Ética Profissional, bem com dois Responsáveis Técnicos descumpriam obrigações inerentes a suas funções e também infringiam o Código de Ética.

Os municípios visitados foram Frederico Westphalen, Rodeio Bonito, Trindade do Sul, Barra do Guarita, Boa Vista das Missões, Teutônia e Arroio do Meio. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



Câmara de Corrida de Rua se reúne com presidente da Federação Gaúcha de Montanhismo
17/09/2018
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Técnica de Corrida de Rua, presidida por Cláudia Ramos Lucchese (CREF 002358-G/RS), realizou sua reunião mensal no dia 13 de setembro, na sede do CREF2/RS, contando com representantes de empresas organizadoras de Trail run e membros das equipes de corrida desta modalidade. Neste encontro, a Câmara trouxe o presidente da Federação Gaúcha de Montanhismo, Nelson Brugger (CREF 006884-G/RS), para que relatasse os protocolos de segurança física e de conservação do meio ambiente utilizados no montanhismo. Estes princípios devem ser discutidos e adaptados aos tópicos que estarão presentes na Cartilha de Trail run, que será editada pelo CREF2/RS, e dirigida à divulgação aos praticantes, à sociedade e aos profissionais de Educação Física das noções de boas práticas para competir nesta modalidade, respeitando o meio ambiente e, principalmente, permitindo uma prática segura do esporte.

O presidente da Federação Gaúcha de Montanhismo explicou que os montanhistas têm uma ação muito forte ligada ao meio ambiente e à difusão de práticas de mínimo impacto nos locais onde se praticam os esportes nos ambientes naturais. "Eu havia lido no site do CREF2/RS sobre a intenção da Câmara de Corrida de Rua de produzir um manual para adaptar o corredor urbano ao trail run. Pensei que a Federação deveria contribuir, pois temos uma grande experiência na orientação das pessoas que estão começando a prática de esportes em áreas naturais”.

Brugger esclareceu que uma pessoa correndo em um parque nacional, mesmo sem saber, ajuda a defender aquela área de preservação, pois quando você tem um grupo razoável ocupando estes espaços, inibisse a ação de caçadores, palmiteiros e garimpeiros. "Contudo, reforçamos a compreensão que estes espaços são mais frágeis e têm um equilíbrio delicado”. O montanhista explicou que todos os parques naturais apresentam alguma área aproveitável para a atividade física, tendo apenas que adaptar o tipo de público e de percurso ao terreno.

Ele reforçou a expertise que a Federação tem de orientação das pessoas sobre as recomendações e cuidados, tanto na proteção der meio ambiente, quanto referentes aos cuidados de segurança pessoal. "Isto vai desde como fazer um banheiro no meio do mato, o que se enterra no buraco e o que não pode ser deixado, a que distância tem que ficar de uma fonte de água, como identificar água potável, entre outros exemplos".

Quantos aos animais silvestres, Brugger disse existir um temor disseminado em relação a cobras e serpentes, mas que o animal que causa o maior número de acidentes mortais é a abelha. "Aconselhamos a não usar perfume ou desodorante quando for praticar atividades nestes lugares, pois o cheiro é um forte atrativo para os insetos. Isso não é uma coisa óbvia para um corredor de rua urbano", complementa.

O presidente da Federação analisa que os esportes da natureza são menos estruturados que os esportes tradicionais, apresentando uma informalidade maior. "Futebol e voleibol você aprende na escola. Surfe e escalada não", resume, e cita a Argentina e Chile como países na América Latina que estão na vanguarda da prática dos esportes na natureza.

Um artigo do ex-presidente do Instituto Estadual de Florestas do Rio de Janeiro, André Ilha, publicado no site da Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada (CBME) sobre a política de visitação em áreas protegidas corrobora a ideia de preservação defendida por Brugger. "Desta forma, acreditamos firmemente que, pelo menos, uma parcela destes visitantes, caso tenha tido uma experiência positiva de acordo com o seu interesse e a sua aptidão física, levantará a voz em defesa dos parques visitados, exigindo mais verbas, mais estrutura e mais fiscalização contra os verdadeiros criminosos. Na mesma linha, as pessoas que desenvolverem um vínculo afetivo com parques desfrutados através da experiência direta, serão aquelas que oferecerão o necessário anteparo político para barrar propostas legislativas que visem a reduzi-los, extingui-los ou “flexibilizar” suas regras de proteção para atender a poderosos interesses econômicos sempre à espreita".


Câmara Técnica de Corrida de Rua



Câmara Municipal homenageia profissionais de Educação Física com Troféu Carlos Alberto Garcia
05/09/2018
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Municipal de Porto Alegre, através do Gabinete do vereador João Bosco Vaz, e a Federação Internacional de Educação Física (FIEP), por meio da sua Delegacia no Rio Grande do Sul, fizeram ontem, dia 4 de setembro, a entrega do Troféu Carlos Alberto Garcia. O evento, realizado em comemoração aos 20 anos da regulamentação da profissão, homenageou diversos profissionais de atuação reconhecida no Estado, nas mais diferentes áreas ligadas ao ensino e ao esporte.

O Troféu, que leva o nome do ex-vereador e conselheiro federal Professor Garcia (CREF 000002-G/RS), também celebrou o legado deixado por este que é um dos ícones da Educação Física Gaúcha. Garcia, cuja trajetória iniciou na década de 70, foi umas das pessoas que lutaram arduamente pela regulamentação da profissão, assinada como Lei em 1998, e pela obrigatoriedade da Educação Física Escolar, em todos os níveis do Ensino Fundamental e Médio, durante o período que esteve à frente da Câmara Municipal. Presente no evento, ele foi o grande homenageado da noite.

Na abertura, Everton Deiques (CREF 008538-G/RS), delegado regional da FIEP-RS, e os vereadores João Bosco e Cassiá Carpes destacaram a importância de todos os profissionais de Educação Física e o papel fundamental que eles desempenham, independente da área de atuação. “A missão de ser profissional de Educação Física, repartindo conhecimento diariamente, traz enormes benefícios, não só para a saúde das pessoas, mas também para o desenvolvimento da nossa sociedade”, declarou Bosco Vaz. “Com o Troféu Carlos Alberto Garcia, queremos homenagear 20 pessoas que resumem bem a excelência, assim como reforçar a função indispensável que a Educação Física representa”, completou.

Entre os homenageados, a presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e os atuais conselheiros Débora Garcia (CREF 002202-G/RS) e João Guilherme Queiroga receberam a condecoração. Já o vice-presidente do CREF2/RS Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS) integrou a mesa de abertura e foi um dos responsáveis pela entrega do prêmio.

Confira a lista completa dos vencedores:

Adolfo de Oliveira (Professor Dodô)
Antônio “Kiko” Pereira (CREF 003345-G/RS)
Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS)
Carlos Alberto Garcia (CREF 000002-G/RS)
Carmen Masson (CREF 001910-G/RS)
Cláudia Alfama (CREF 006362-G/RS)
Cláudia Lucchese (CREF 002358-G/RS)
Cláudia Romero (CREF 016205-G/RS)
Danusa Zanella (CREF 003307-G/RS)
Débora Garcia (CREF 002202-G/RS)
Élio Carraveta (CREF 002980-G/RS)
Francisco de Vargas Neto (CREF 007683-G/RS)
João Guilherme Queiroga (CREF 000839-G/RS)
Joel Pedroso (CREF 000241-G/RS)
Leandro Brandão (CREF 003333-G/RS)
Leonardo Ribas (CREF 003760-G/RS)
Melissa Stoffel (CREF 002905-G/RS)
Myron de Moraes (CREF 001713-G/RS)
Roger Machado (CREF 018953-G/RS)
Vilson Bagatini (CREF 000009-G/RS)


Trofeu Professor Garcia



Nova unidade móvel do CREF2/RS será sua sede sob rodas no interior gaúcho
03/09/2018
Fonte: CREF2/RS

No final de 2017, o CREF2/RS adquiriu um furgão Mercedes Benz 515 CDI, o modelo mais modernado da montadora nesta classe de veículos. Seu interior está sendo transformado em um escritório de atendimento, equipado com notebooks, impressoras e gerador elétrico. Após as modificações, a van terá capacidade para atender até quatro pessoas sentadas confortavelmente dentro do escritório climatizado. Tudo isso para se converter na nova unidade móvel do Conselho, que passará a integrar as viagens do projeto Interiorizasul. O objetivo será aliar uma melhor assistência aos profissionais do interior do estado com o aumento da área de cobertura do projeto, proporcionando autonomia suficiente para chegar a municípios que atualmente não são visitados pela dificuldade de acesso ou pela falta de cedência de local. É importante frisar que o caráter autárquico do CREF2/RS faz com que compras deste vulto sigam a Lei nº 8.666, que prevê licitação para efetuar compra da van, a contratação do projeto e a adaptação interna. Por este motivo, a unidade móvel possivelmente será inaugurada pela nova diretoria escolhida após as eleições do CREF2/RS, em setembro de 2018.

O Rio Grande do Sul possui uma extensão territorial de cerca de 280 mil km², onde apenas 30% das pessoas físicas e jurídicas estão localizados na capital e sua Região Metropolitana. Os 70% restantes estão distribuídos de maneira assimétrica em outras regiões do estado, o que dificulta o atendimento dos profissionais mais distantes. Atualmente, o projeto Interiorizasul conta nas suas viagens com uma supervisora de Interiorização e um motorista para realizar os serviços de translado e atendimento. Eles trabalham em locais cedidos por prefeituras ou instituições de ensino superior, havendo necessidade de adaptação às instalações e aos horários cedidos.

A presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), explicou que projeto de expansão física no interior do Conselho no estado, por meio da criação de postos avançados de atendimento, ficou dificultado pela falta de pessoas capacitadas, visto que os funcionários são nomeados por concurso público. Entretanto, no último edital aberto, infelizmente não houve classificados para os cargos no interior, como nas cidades de Pelotas e de Santa Maria. "Agora a van será a sede itinerante do Conselho, pois todos serviços de registro oferecidos em Porto Alegre estarão disponíveis aos profissionais nas suas cidades”, assegurou a presidente, que também ressaltou que as visitas poderão se prolongar por uma semana no município programado, o que dará oportunidade aos profissionais das cidades vizinhas buscarem atendimento. “Este é mais um meio de nos aproximarmos dos nossos registrados na sua própria região”, completou a presidente.

A gerente do CREF2/RS, Tatiana Cidade (CRA TE-001259-RS), declarou que a antiga seccional em Caxias do Sul gerava despesas anuais na ordem de R$ 340 mil reais e que os valores projetados só aumentavam, gerados pelos reajustes anuais com custos de pessoal, serviços contratados, locação do espaço, translados para capacitações e deslocamento dos servidores. “Este valor subsidiaria até dois veículos viajando quinzenalmente para todas as regiões do estado, abrangendo um público de registrados muito maior”, constatou.

Tatiana também esclareceu que o projeto recebeu aporte financeiro do CONFEF, por meio do “Programa de Desenvolvimento dos CREFs”, no qual anualmente o Conselho Federal disponibiliza valores a título de investimento em projetos que julga estrategicamente adequados aos regionais. “O que possibilitou pouquíssimo investimento por parte do CREF2/RS na aquisição do veículo e da própria adaptação interna, visto que o subsídio concedido superou mais da metade do valor do projeto da unidade móvel”.

Segundo a presidente Carmen Masson, o objetivo do Conselho é a de reduzir custos e investir estes recursos de forma mais eficiente, pois com seccionais fixas, atende-se a poucas regiões, já com unidades móveis, esse atendimento seria estendido a um público muito maior. O projeto Interiorizasul, com auxílio da Van, passará a contar com um funcionário do Departamento de Registro, que com seus conhecimentos fará com que os procedimentos possam ser realizados na hora, tais como registros, emissões de Cédula, protocolos diversos, emissão de certificados de funcionamento e atualizações. A van também dará suporte a todos os eventos externos realizados pelo CREF2/RS.

*A imagem que ilustra esta matéria é uma simulação baseada no projeto de adaptação da van*


Interiorizasul



CREF2/RS entrega cédulas profissionais para formandos da FSG Centro Universitário da Serra Gaúcha
31/08/2018
Fonte: CREF2/RS

A conselheira do CREF2/RS Marcia da Cruz (CREF 007542-G/RS) participou em Caxias do Sul da formatura de 12 estudantes de Bacharelado e um em Licenciatura em Educação Física no Centro Universitário da Serra Gaúcha-FSG, no dia 29 de agosto. Participaram da cerimônia formandos autoridades e familiares. Segundo Marcia, o momento da formatura é uma das primeiras vitórias profissionais dos recém-formados. "Estarmos presentes na entrega da CIP aos recém-formandos dá um caráter institucional complementar à solenidade", explicou.

O Departamento de Registro do CREF2/RS se deslocou à universidade para coletar digitais. É importante frisar que todos os formandos podem solicitar a entrega de CIPs na formatura. O serviço será realizado será realizada quando no mínimo cinco formandos solicitarem o registro profissional ao CREF2/RS. Também é necessário que a Instituição envie para o CREF2/RS, com no mínimo 30 dias de antecedência do evento, o convite da formatura, com data, local e horário, nominata da turma de formandos em folha timbrada, carimbada e assinada, atestando a data da colação de grau, CPF e a base legal de cada acadêmico. Não serão aceitas solicitações por e-mail.

A Comissão de Formatura ou a Instituição de Ensino Superior deverá providenciar junto aos formandos e enviar para o endereço da Sede do CREF2/RS, em envelope único, com no mínimo 30 dias de antecedência do evento, os documentos para requerimento de registro. Os documentos serão analisados pelo Departamento de Registro e, caso estejam em conformidade, os procedimentos de registro serão realizados para, no ato da solenidade de formatura, um Conselheiro representante entregar as CIPs.

Mais informações sobre o procedimento de entrega de CIP na formatura, acesse a PORTARIA 2016/000352.


Formatura



CREF2/RS repudia uso do nome do Conselho em cobranças realizadas pelo SINPEF/RS
29/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Em razão dos frequentes questionamentos de profissionais registrados que recebemos diariamente a respeito da contribuição sindical, o CREF2/RS vem por meio desta nota esclarecer que não possui vínculo com o SINPEF/RS e que repudia veementemente o uso do seu nome nestas cobranças.

Todas as questões relacionadas aos pagamentos exigidos, que estão unicamente sob responsabilidade do SINPEF/RS, devem ser tratadas diretamente com o Sindicato, pela página www.sinpefrs.com.br, pelo e-mail contato@sinpefrs.com.br ou pelos telefones (51) 3085-9529 e (51) 3062-3156.

Demais esclarecimentos sobre a contribuição sindical, antes e após a Reforma Trabalhista, podem ser encontradas na nossa página, diretamente neste link.


Sindicato



Comissão Eleitoral convida profissionais para participarem da apuração de votos das Eleições 2018
27/08/2018
Fonte: Comissão Eleitoral CREF2/RS 2018

A Comissão Eleitoral do CREF2/RS está convidando os profissionais de Educação Física para participarem das Eleições 2018, como membros da Junta Apuradora. A atividade irá ocorrer no dia 14 de setembro, a partir das 17h e sem horário previsto para término, em horário contínuo sem interrupção, a fim de apurar os votos da eleição deste ano.

Os pré-requisitos para participar são: estar com o registro ativo e ter se registrado no CREF2/RS a partir 15 de setembro de 2017. Para os selecionados, será pago o valor de dois auxílios representação, para os dias do pleito e da apuração (14 e 15 de setembro), e um auxílio representação para o dia do treinamento (primeira semana de setembro, a ser informado aos selecionados), sendo o valor de cada auxílio de R$ 101. O valor se destina a cobrir as despesas de alimentação, deslocamento e outras, nos termos da Resolução CREF2/RS 127/2017.

Os auxílios serão depositados na conta bancária do profissional após o encerramento dos trabalhos, a partir do dia 21 de setembro. Em caso de interesse, deve ser encaminhado um e-mail para crefrs@crefrs.org.br, até o dia 2 de setembro, com a identificação pessoal (nome e número de registro). Serão pré-selecionados os 50 primeiros que manifestarem interesse e selecionados 18 para trabalharem no dia.


Eleições



CongregaCREF reúne profissionais e estudantes para dois dias de palestras
27/08/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou, nos dias 24 e 25 de agosto, o CongregaCREF – IV Seminário Sul Brasileiro de Educação Física, no Centro Universitário Metodista IPA. O evento teve como objetivo promover o conhecimento e a qualificação dos profissionais, por meio de seis palestras, abrangendo diversas áreas e abordando as conquistas e os desafios dos 20 anos de regulamentação da profissão. A mesa de abertura foi composta pela presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), pelo reitor do IPA Norberto Garin, pela conselheira e presidente da Associação dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS) e pelo conselheiro federal do CONFEF Sérgio Sartori (CREF 000003-G/RJ).

Com a palestra “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física”, Sérgio Sartori relembrou a histórica luta pela regulamentação, que remonta aos anos 40. “A iniciativa partiu das Associações dos Professores de Educação Física, localizadas no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Juntas fundaram a Federação Brasileira das Associações de Professores de Educação Física, em 1946”, afirmou. Segundo Sartori, o gaúcho Benno Becker (CREF 001644-G/RS) coordenou a segunda fase do processo, quando foi apresentado pelo deputado federal Darcy Pozza o primeiro projeto de lei à Câmara dos Deputados. A iniciativa foi aprovada pelo Congresso Nacional em dezembro de 1989, mas vetada posteriormente pelo presidente José Sarney.

No início de 1994, a APEF-RJ retomou a luta e, por meio de um grupo de professores, lançou o Movimento Nacional pela Regulamentação do Profissional de Educação Física, no início de 1995. “Para deflagrar o processo formalmente, o deputado federal Eduardo Mascarenhas apresentou um novo projeto de lei na Câmara dos Deputados. Em 22 de outubro de 1997, foi aprovado por unanimidade e remetido à Comissão de Constituição e Justiça. Em 1º de setembro de 1998, o presidente Fernando Henrique Cardoso sancionou a Lei 9.696/98”, comemorou.

Já André Lopes (CREF 008061-G/RS) realizou uma palestra intitulada “Hipertrofia Muscular: Mitos, Verdades e Atualizações”. De forma descontraída, Lopes iniciou sua fala dando dicas de como criar e realizar projetos de sucesso baseados em novas ideias. “O atual estágio da nossa sociedade é baseado na informação, basicamente veiculada pela Internet. As pessoas passam em média 30 horas conectadas”, afirmou. De acordo com o palestrante, o que pode diferenciar o profissional de Educação Física em meio a essa abundância de estímulos é referenciar a sua proposta de trabalho através de meios científicos comprovados. “A inovação tem que ser chancelada por meio de pesquisas confiáveis”, aconselhou.

Em relação à hipertrofia muscular, André logo afirmou que muitos docentes ainda usam uma terminologia defasada em relação aos músculos. Ele também explicou que os fatores que afetam a massa muscular são a genética, a idade, o treinamento, a nutrição, o descanso e, em alguns casos, a farmacologia. André ainda disse que, com o cruzamento de metadados sobre as fibras musculares, ficou provado que um descanso maior entre as séries dão maior resultado para o treino de hipertrofia que as de descanso curto, mas a cadência de realização do movimento e o intervalo de devem ser fixos. “Caso contrário, se perde o controle da periodização”, relatou. Por fim, ele lançou um desafio ao auditório: “organize os próximos treinos de maneira que sejam progressivamente mais científicos”.

O segundo dia de evento iniciou sábado, com a primeira palestra de Fábio Padilha (CREF 000613-G/DF). Em “O Futuro do Profissional de Educação Física”, o organizador do Brasília Capital Fitness deu dicas de como se diferenciar e fazer sucesso, em um mercado extremamente competitivo. “A ideia precisa vir antes do dinheiro. Os empresários que dão certo são aqueles que tomam atitudes e que trabalham para a evolução”, frisou. Na sua fala, Padilha também elencou a proatividade, a força de vontade, a determinação e a coragem como elementos fundamentais para quem quer crescer. “Se você sabe o que precisa ser feito, não espere alguém pedir para você fazer. Simplesmente faça”, defendeu. Além de explorar cada um desses eixos, o palestrante também considerou a ambição necessária para o sucesso. “Saiba o que você quer, não diga ‘tanto faz’ ou ‘pode ser’ diante das oportunidades”, destacou.

Em um segundo momento, Padilha fez a apresentação “Tendências Mundiais do Mercado fitness”, dessa vez direcionada aos empresários e donos de academia presentes. O palestrante mostrou cases de empresas bem-sucedidas e explicou que o bom gestor é, na verdade, aquele que não deixa os problemas acumularem. “Há sempre dois caminhos: fazer dar certo, com dedicação total, ou abandonar”, declarou. Para Padilha, as qualidades necessárias para se tornar um empresário de sucesso são bem parecidas com as características de um bom um profissional: atitude, proatividade, inteligência, visão e coragem. O palestrante ainda falou sobre estratégias de negócio e sobre o relacionamento com concorrentes. No final, tirou dúvidas e destacou formatos de empresa que poderiam ser facilmente implementados no Brasil. “O índice de obesidade aqui é alto, o que significa que temos um bom nicho para ser explorado. Quem ganha dinheiro é quem é a solução do problema de alguém”, encerrou.

Já a primeira palestra da parte de sábado à tarde foi de Fabián Mariotti (CREF 011969-P/RS), mestre em Educação pela Universidade de Rosário, na Argentina, e autor de 17 livros sobre recreação. Mariotti, que trouxe o tema “A Importância do Lúdico na Educação Física Escolar” para o debate e para a reflexão, mostrou aos presentes, de maneira bastante prática, como as brincadeiras, especialmente com músicas, podem ser extremamente proveitosas aos alunos. “Os professores, de uma maneira geral, precisam ter consciência da atitude lúdica, atuando de forma menos dura nas aulas e mais abertos para aprenderem com também”, explicou. Mariotti, ao longo da sua apresentação, mostrou aos presentes as vantagens da aproximação e da interação entre as crianças nas aulas de Educação Física Escolar.

Robson Santos (CREF 021677-G/RS), pós-graduado em Reabilitação de Lesões Musculoesqueléticas e finalista do prêmio Top Trainer Brasil 2017, fez a última palestra do CongregaCREF 2018, com o título “O Profissional de Educação Física no Tratamento e Prevenção da Hérnia de Disco”. Além de classificar as diferentes fases do problema e o que é mais recomendado para combater a dor, o palestrante apresentou de forma bastante didática algumas estratégias que podem ser adotadas pelos profissionais de Educação Física diante de qualquer tipo de lesão. “O instrutor de musculação, que está lá na academia atendendo uma pessoa que tem hérnia de disco ou alguma outra enfermidade, não precisa ter medo de atender esse tipo de aluno. O que ele não pode é só montar um treino e contar as séries, tem é que analisar o aluno desde o primeiro momento e entender os seus gestos e as suas reações durante a prática”, explicou Santos.


CongregaCREF



Fiscalizações do CREF2/RS aumentam no primeiro semestre de 2018
20/08/2018
Fonte: CREF2/RS

No primeiro semestre de 2018, mesmo trabalhando com um menor contingente de fiscais, o CREF2/RS aumentou o número de fiscalizações e autuações em relação ao mesmo período do ano passado. Nestes primeiros seis meses de 2018, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do Conselho realizaram 1397 visitas de fiscalização, fechando 45 academias irregulares em vários municípios. Ao todo, 466 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, sendo que 187 empresas não possuíam registro, outras 203 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Na primeira metade do ano, foram autuadas 319 pessoas, sendo flagrados 139 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, 93 Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, 46 profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional. Os agentes também flagraram 37 diplomados atuando sem registro profissional e quatro profissionais atuando com seu registro baixado/suspenso.

A coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), atribui os números positivos deste primeiro semestre ao comprometimento dos fiscais com a profissão. "Todos nossos agentes de Fiscalização são profissionais de Educação Física, e eles não medem esforços na busca de condições justas para quem trabalha dentro da lei". Fernanda explica que a estratégia para driblar a contingente reduzido é priorizar as regiões onde há um maior número de denúncias, objetivando uma maior abrangência no atendimento. Ela complementa que o quadro de funcionários deve aumentar a partir da abertura de um novo concurso, quando se almeja chegar a um quadro de 10 fiscais. “Com isto poderemos imprimir uma maior regularidade na visitas", afirma.

Fernanda ressalta que a atuação da Fiscalização também visa a orientar os profissionais, os estudantes, as empresas e os Responsáveis Técnicos, pois muitas destas pessoas não conhecem a legislação. "Esse trabalho acontece não só nas fiscalizações, mas também em audiências realizadas no CREF2/RS, em palestras e materiais impressos que o Conselho edita". A coordenadora observa que existe uma cultura de proteção entre os próprios profissionais de Educação Física, e que isto deve ser inibido através da conscientização da categoria. "Infelizmente percebemos a ocultação de irregularidades entre colegas, o que prejudica nossa profissão como um todo". Ela esclarece que para dar uma resposta efetiva a grande cobrança dos profissionais por autuações de quem trabalha de forma irregular, há necessidade da materialidade da ilegalidade. "Valorizar a profissão e o trabalho da fiscalização passa por não acobertar os ilícitos de colegas", alerta. Fernanda explicita que é função do Conselho reprimir as irregularidades, mas que o primeiro fiscalizador ainda é o profissional de Educação Física.


DEFOR



Câmara Técnica de Corrida de Rua avança na elaboração da Cartilha de Trail run
17/08/2018
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Técnica de Corrida de Rua, presidida por Cláudia Ramos Lucchese (CREF 002358-G/RS), realizou sua reunião mensal no dia 15 de agosto, na sede do CREF2/RS, contando com representantes de empresas organizadoras de Trail run e membros das equipes de corrida desta modalidade. Na reunião, prosseguiu-se aprofundando a discussão dos tópicos que estarão presentes na Cartilha de Trail run, que será editada pelo CREF2/RS, e dirigida à divulgação aos praticantes, à sociedade e aos profissionais de Educação Física das noções de boas práticas para competir nesta modalidade, respeitando o meio ambiente e, principalmente, permitindo uma prática segura do esporte.

Anderson Freitas (CREF 025561-G/RS), membro da equipe Winners, explicou que durante a reunião os integrantes analisaram os itens obrigatórios que constarão na publicação. “Entre os objetos usados nas trilhas, constarão apitos localizadores, mochila ou cinto de hidratação, mantas térmicas e indicações de modelos adequados de tênis. Num primeiro momento, estes itens não serão obrigatórios, mas sim recomendados". Freitas argumenta que como no Rio Grande do Sul o esporte não está consolidado, e as empresas que organizam estes eventos ainda estão captando clientes, a imposição de muitas restrições prejudicaria a difusão do Trail run. “A solução encontrada pela Câmara foi a publicação desta cartilha de boas condutas, com o intuito de iniciar uma cultura de segurança nos competidores", acrescentou.

Segundo Anderson, outros tópicos da cartilha abordarão são a conduta dentro da trilha, o condicionamento físico adequado para a prática do Trail Run, qual a orientação correta a ser dada pelos profissionais de Educação Física aos competidores nestas provas, como se postar corretamente com o bastão da caminhada, qual o procedimento para a entrada e a descida nas trilhas, pois no ambiente em que ocorre o Trail Run, haverá pedras, limo, buracos e outros obstáculos naturais. Também será abordado qual o comportamento adequado ao avistar cobras, aranhas, escorpiões, colmeias de abelhas e outros animais silvestres nas trilhas Outro ponto debatido e que será incluído no documento é a sugestão ao competidor que informe seu Responsável Técnico no momento da inscrição nas provas. “Como ainda estamos num processo de migração de atletas de rua para o Run Trail, tentamos demonstrar que esta informação lhes dará segurança tanto física como legal, e será uma referência importante para que os organizadores saibam que o competidor está apto para a prova, chancelado por um profissional de Educação Física”, assegurou.

Anderson ressaltou que todos estes cuidados visam a implantação do esporte com o máximo de profissionalismo, cuidados pessoais e preservação ambiental no nosso estado. "Como a cultura do Trail run não está consolidada, já houve casos de risco para os competidores, como no caso em que uma mãe queria fazer uma trilha com seu filho acomodado em um carrinho de bebê, atitude barrada pelo organizador, dado o grau de riscos à que a criança estaria exposta. Ficando em apenas um exemplo hipotético, um incidente com abelhas no meio da trilha poderia provocar óbito do bebê rapidamente”, exemplificou. Anderson prevê que essa Cartilha, que visa a orientação dos novos esportistas e conscientização da sociedade e dos profissionais de Educação Física, reflete o esforço inicial, e que deverá ser constante, na educação e orientação dos participantes da modalidade, permitindo a assimilação desses bons hábitos que são sugeridos, permitindo aos competidores que ponderar qual a atitude mais recomendada às situações que ocorrem durante os percursos.

“Neste sentido, colocamos às empresas que neste primeiro momento eles até podem perder clientes, mas que isto será um filtro que revelará quais competidores estão realmente aptos para praticar o Trail Run, fato que trará mais segurança, tanto física dos competidores como jurídica dos organizadores. Neste sentido, já estamos planejando que a Câmara de Corrida de Rua institua um ranking para estas provas, que indicariam o nível de segurança e organização, baseados nos tópicos da cartilha”, complementa.

“A explosão do segmento Trail Run acontecerá a partir do momento em que as empresas se tornarem altamente profissionalizadas, o que me leva a crer que em dois anos teremos empresas de altíssimo nível no Sul do país. No momento, percebo que as equipes ainda não têm segurança em relação às exigências das empresas, pois os grupos de corrida estão no processo de migração do asfalto para a trilha”. Anderson constata que as empresas gaúchas ainda trabalham com um público restrito, com competições girando em torno de 200 atletas, e que podem alcançar 500 competidores em provas de maior destaque no calendário. No Rio Grande do Sul, o profissional cita alguns pontos mais conhecidos para competições de Trail Run locais como o Morro da Borússia, em Osório, o Salto Ventoso, em Farroupilha, o Ninho da Águias, em Nova Petrópolis, algumas trilhas de Taquara e o Morro da Apamecor, em Porto Alegre.

Freitas também analisou o processo de transição dos atletas de corrida de rua da capital gaúcha para as competições nas trilhas. "Pelas características urbanas de Porto Alegre, com sua geografia plana, ao percorrerem trilhas, o cliente inicialmente desfruta mais o meio ambiente e as belezas das trilhas, do que propriamente a competição, que demandaria fazer o trecho no menor tempo, levando equipamento para necessidades básicas de sobrevivência”, esclarece. Anderson acredita que este contato inicial com o esporte tende a ser mais lúdico porque em determinadas competições em trilhas exigem do atleta uma demanda de energia que pode chegar ao dobro ou até mesmo o triplo da utilizada em corridas de rua, trabalhando outro tipo de musculatura e outra rota metabólica, inclusive com passadas diferentes para cada tipo de terreno.

A próxima reunião da Câmara Técnica de Corrida de Rua está marcada para o dia 13 de setembro na sede do CREF2/RS. Na pauta serão estudados detalhadamente todos os tópicos da cartilha, com novas inserções de informações e orientações e adaptações de texto.


Câmara Técnica de Corrida de Rua



Governo do RS lança primeiro edital do Fundo Estadual de Incentivo ao Esporte
17/08/2018
Fonte: CREF2/RS

No começo de agosto, o Governo Estadual do Rio Grande do Sul lançou o edital Pró-esporte RS FEIE #JuntosPeloEsporte. Ele é o primeiro com recursos do Fundo Estadual de Incentivo ao Esporte.

No edital, são R$ 450 mil direcionados a projetos esportivos de pessoas físicas residentes no Rio Grande do Sul e podem participar atletas, técnicos, estudantes e profissionais acima de 18 anos que buscam incrementar e valorizar sua atividade ou modalidade, seja ela olímpica ou não. Serão contemplados 15 projetos de R$ 30 mil cada que tenham como objetivo, por exemplo, a aquisição de materiais esportivos, a compra de equipamentos, a contratação de serviços adicionais para qualificação de atletas ou equipes, a promoção de atividades e novas competições entre outros.

O secretário estadual de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Victor Hugo assinou o edital Pró-esporte RS FEIE #JuntosPeloEsporte durante reunião da Câmara Técnica do Pró-Esporte, cujos integrantes são indicados pela sociedade civil por meio de entidades do setor e pelo Estado. “É um dia para comemorar, pois estamos tirando do papel algo que está definido por lei desde 2012 e tornando realidade para a comunidade esportiva”, afirmou.

O edital é voltado a projetos tanto na área do desporto quanto do paradesporto, com uma pontuação adicional para os que contemplem atividades com pessoas com deficiência, altas habilidades e/ou superdotação.

Como participar

Aberto até 17 de setembro, o cadastro e as informações do edital Pró-esporte RS FEIE #JuntosPeloEsporte estão disponíveis na página www.proesporte.rs.gov.br.


Edital Incentivo ao Esporte



CREF2/RS esclarece sobre contribuição sindical
06/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Tendo em vista as inúmeras consultas acerca da obrigação do profissional de Educação Física pagar a contribuição sindical ao Sindicato dos Profissionais de Educação Física do nosso Estado, esclarecemos:

1 - A contribuição sindical era devida conforme previsto na Consolidação das Leis do Trabalho – CLT (Decreto Lei 5452/43) em seus artigos 578 combinado com 599, até 11 de novembro de 2017 quando foi publicada a Reforma Trabalhista.

2- Em tese, pela Reforma Trabalhista, a contribuição fiscal deixou de ser obrigatória. Antes da reforma trabalhista era facultativo o pagamento de “mensalidade sindical”, “contribuição associativa”, “contribuição assistencial” e “contribuição federativa ou confederativa”, pois de fato em relação a essas não existia lei prevendo obrigação do pagamento a menos que o profissional fosse filiado ao Sindicato. Desconhecemos se o Sindicato, alguma vez, já ingressou com processo judicial contra algum profissional de Educação Física para cobrar os valores da contribuição sindical obrigatória em atraso.

3- Salientamos que há ações judiciais discutindo no STF a constitucionalidade da exclusão da obrigatoriedade da contribuição sindical. Pode ser, então, que isto mude e volte a ser obrigatória novamente. Foi proferida, recentemente, decisão considerando a reforma trabalhista válida, inclusive afastando a obrigatoriedade do pagamento da contribuição sindical.

4- E, o mais importante: por previsão expressa na Constituição Federal, art. 8º, III, o Sindicato é o órgão responsável por defender os interesses dos profissionais de Educação Física: "III - ao Sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas".

5- De qualquer sorte, o pagamento ou não da contribuição a partir da Reforma Trabalhista é uma escolha do profissional de Educação Física, não cabendo ao CREF2/RS intervir nisso.

Quanto aos questionamentos encaminhados ao CREF2/RS, pelos profissionais de Educação Física, por e-mail e telefone, seguem as dúvidas mais frequentes acerca da contribuição sindical:

Quem deve pagar a contribuição sindical?

Antes da Reforma Trabalhista, o Art. 579 da CLT estabelecia que a Contribuição Sindical "é devida por todos aqueles que participam de uma determinada categoria econômica ou profissional, ou de uma profissão liberal, em favor do Sindicato representativo da mesma categoria ou profissão, ou, inexistindo este, na conformidade do disposto no art. 591." Conforme dispõe o artigo, todo aquele que exercer atividade profissional estará obrigado ao recolhimento da contribuição.

Sou profissional liberal autônomo e não estou associado a nenhum sindicato. Estou obrigado ao pagamento da contribuição sindical?

Primeiramente, vale diferenciar associação a sindicato, registro em Conselho de Classe e pagamento de contribuição sindical. A associação é quando o profissional preenche ficha associativa para usufruir de todos os benefícios de convênios que o Sindicato dispõe, pagando, para tanto, uma mensalidade diretamente ao Sindicato. O registro em Conselho de Classe, por sua vez, gera o pagamento de anuidade e habilita o profissional a exercer sua profissão, pois o Conselho é o órgão fiscalizador da habilitação profissional. Por fim, o pagamento da contribuição sindical, conforme já visto, é aquele devido por todo profissional que esteja no exercício de sua profissão na forma do art. 579 da CLT.

Assim, basta que o profissional esteja no exercício de sua atividade profissional para estar obrigado ao pagamento da contribuição sindical. Em referência à obrigatoriedade de pagamento de taxa associativa ao Sindicato, esta somente será devida àquele profissional que manifeste interesse em associar-se ao Sindicato para gozar dos benefícios que a entidade sindical dispõe. Portanto, confusão não há entre taxa de associação e contribuição sindical, pois esta é obrigatória por ser tributo e aquela é devida em decorrência do consentimento do profissional associado.

Sou licenciado em Educação Física e atuo apenas junto ao Magistério Estadual/Municipal/Escola Privada e recolhi nos últimos anos a contribuição sindical para o sindicato da minha categoria, tenho que pagar o SINPEF?

A Consolidação das Leis do Trabalho, em seu art. 585 e parágrafo único concedeu ao profissional liberal o direito de escolha referente à sua contribuição sindical. Dispõe o mencionado artigo que ao profissional liberal é dado o direito de escolha quanto ao recolhimento da contribuição sindical em favor do Sindicato representativo de sua profissão na proporção de um dia de trabalho ou juntamente com os demais trabalhadores o recolhimento para o Sindicato majoritário da atividade preponderante da empresa em que trabalha. Sendo assim, se você recolheu para o Sindicato da Categoria, e tem como comprovar, poderá requerer junto ao SINPEF a inexigibilidade da contribuição sindical.

Sou profissional liberal e já pago a anuidade para meu Conselho de Classe, estou isento do pagamento da contribuição sindical?

Conforme já esclarecido, o pagamento da anuidade referente ao Conselho de Classe serve para garantir seu exercício profissional e a regularidade perante a este órgão, já a contribuição sindical além de compor receita financeira para o Fundo de Amparo ao Trabalhador e ao Seguro-Desemprego, serve para que o Sindicato implemente o fortalecimento da categoria e defenda os interesses dos trabalhadores por eles representados. Desta forma, por serem entidades distintas e a contribuição sindical estar classificada como tributo, o pagamento de um não isenta o do outro.

Trabalho para uma empresa privada e o RH dela solicita o recolhimento da contribuição sindical para o Sindicato majoritário (da atividade preponderante da empresa). Para quem devo recolher a contribuição sindical: para o Sindicato majoritário ou para o da minha categoria profissional?

A Consolidação das Leis do Trabalho, em seu art. 585 e parágrafo único concedeu ao profissional liberal o direito de escolha referente à sua contribuição sindical. Dispõe o mencionado artigo que ao profissional liberal é dado o direito de escolha quanto ao recolhimento da contribuição sindical em favor do Sindicato representativo de sua profissão na proporção de um dia de trabalho ou juntamente com os demais trabalhadores o recolhimento para o sindicato majoritário da atividade preponderante da empresa em que trabalha. Lembre-se que paga a guia em favor do sindicato de sua categoria profissional liberal, o RH não poderá descontar em favor do outro sindicato a contribuição, haja vista o direito de escolha ser garantido na lei.

“Art. 585. Os profissionais liberais poderão optar pelo pagamento da contribuição sindical unicamente à entidade sindical representativa da respectiva profissão, desde que a exerça, efetivamente, na firma ou empresa e como tal sejam nelas registrados. Parágrafo único. Na hipótese referida neste artigo, à vista da manifestação do contribuinte e da exibição da prova de quitação da contribuição dada por Sindicato de profissionais liberais, o empregador deixará de efetuar, no salário do contribuinte, o desconto a que se refere o Art. 582.”

Se eu não pagar a Contribuição Sindical, o que pode acontecer?

Até a Reforma Trabalhista, o não pagamento da contribuição sindical consistiria na suspensão do exercício da profissão, nos termos do art. 599, da CLT, sem prejuízo das penalidades financeiras.

Outras dúvidas contatar o SINPEF: http://www.sinpefrs.com.br


Sindicato Contribuição Sindical



CREF2/RS realizará eleições para conselheiros em setembro
06/08/2018
Fonte: CREF2/RS

O Presidente da Comissão Eleitoral do CREF2/RS Jacques Hidalgo (CREF 002325-P/RS), em cumprimento aos termos do Regimento Eleitoral em vigor, convoca para a eleição da metade dos membros do seu Plenário, para mandato de 06 (seis) anos, a realizar-se no dia 14/09/2018.

A eleição dar-se-á por correspondência, por carta voto que será recebida somente por meio dos correios, e por comparecimento pessoal do Profissional na sede do CREF2/RS (Rua Coronel Genuíno 421 conj. 401, Porto Alegre/RS), das 9h às 16h do dia 14/09/2018.

O voto é facultativo, pessoal e secreto, sendo exercido pelos Profissionais registrados no CREF2/RS, em pleno gozo de seus direitos estatutários, e com mais de 01 (um) ano de registro ininterrupto. A nominata dos Profissionais de Educação Física aptos a votar está disponível na página do CREF2/RS eleicoes2018.

As chapas serão compostas por 14 (quatorze) membros, dos quais 10 (dez) efetivos e 04 (quatro) Suplentes. A lista contendo todas as chapas registradas podem ser conferidas na página eleicoes2018.

O cronograma, a justificativa para quem deixar de votar e todas as informações sobre a eleição estão disciplinadas no Estatuto e no Regimento Eleitoral do CREF2/RS, os quais encontram-se à disposição dos interessados na página eleicoes2018.

Para os profissionais que receberão a carta voto, é importante que verifiquem o kit eleitoral, composto por uma cédula eleitoral com o selo de autentificação do CONFEF (20 anos) e uma rubrica, um envelope pequeno cor parda para cédula eleitoral, um envelope branco “carta resposta”; material de propaganda eleitoral das chapas concorrentes e que cumpriram com os prazos e requisitos regimentais para postagem do material.

Para votar por correspondência, o profissional deve atentar-se ao envio correto do voto seguindo estas instruções: na cédula eleitoral assinale um “X” no quadrado correspondente ao número e ao nome da chapa de sua preferência, dobre a cédula eleitoral, coloque a cédula no envelope pequeno de cor parda e não faça NENHUMA IDENTIFICAÇÃO neste envelope, lacre o envelope pequeno (o que contém a cédula), coloque o envelope pequeno dentro do envelope “carta resposta”, confira os dados da etiqueta na parte externa do envelope carta resposta e assine a mesma no campo destinado a isso (assinatura obrigatória), lacre o envelope “carta resposta” e entregue em qualquer agência dos Correios. Você não precisa pagar o selo da carta resposta. Se optar por SEDEX e/ou Carta Registrada, nesse caso será às suas custas.

E importante que o voto por correspondência chegue ao destino somente via Correios (não pode ser entregue pessoalmente no CREF2/RS) até o dia 14 de setembro de 2018, às 15h.

Dúvidas podem ser enviadas ao e-mail eleicoes@crefrs.org.br.


Eleição CREF2 RS 2018



CREF2/RS e AMRIGS acertam convênio para consultas médicas e exames
03/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Todos os profissionais registrados têm agora mais um convênio à disposição. O CREF2/RS e a Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) firmaram uma parceria para oferecer 14% de desconto na primeira anuidade do Sistema Nacional de Atendimento Médico (Sinam-RS).

O Sinam-RS é um sistema de atendimento médico indicado para quem não quer depender do SUS e não deseja pagar um plano de saúde convencional. Nele, consultas médicas, exames de diagnóstico e laboratoriais são ofertados com valores diferenciados e mais acessíveis. Mais informações no link abaixo.

Sinam-RS
Site: www.sinam-rs.com.br
E-mail: sinam@amrigs.org.br
Telefone: (51) 3014-2042


Convênios



Vice-presidente do CREF2/RS participa do Primeiro Congresso Internacional de Educação Física no Peru
02/08/2018
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), esteve presente no 'Primeiro Congresso Internacional de Educação Física", realizado de 1º a 4 agosto de 2018, na Universidad Nacional José María Arguedas (UNAJMA), localizada na cidade de Andahuaylas, situada no Departamento de Apurímac, no Peru. Lauro apresentou em sua palestra o tema “Os benefícios da Educação Física no mundo do Trabalho. Durante sua palestra, Lauro ressaltou que cada vez mais organizações empresariais buscam soluções inovadoras por meio de politicas de promoção, prevenção e educação à saúde no ambiente laboral.

“Entre as mais recentes propostas, a inserção da Educação Física no Trabalho, se apresenta como um novo e promissor mercado mundial a ser desbravado”, ressaltou. O vice-presidente afirmou que os objetivos da Educação Física no trabalho, são a realização de consultoria, assessoria e atendimento a empresa que, na compreensão das relações de produção, processo e organização do trabalho, oferece diagnósticos voltados à saúde, educação esporte e lazer dos trabalhadores, promovendo com isto a prática da atividade física mais adequada a realidade. “A expertise da Educação Física no Trabalho, engloba a capacitação e habilitação profissionais necessárias ao entendimento dos processos de trabalho e dos fatores de risco que determinam riscos à saúde, acidentes e doenças ocupacionais”, complementa.

Lauro informou que o investimento na capacitação do profissional de Educação Física neste propósito e sua inserção acontecerá de forma gradativa, incorporados inicialmente nos Serviços de Segurança e Medicina do Trabalho e a Programas de Atenção à Saúde e Bem Estar do Trabalhador, além dos relacionados à implementação de um estilo de vida ativo. “O diagnóstico, a pesquisa e o planejamento são os principais objetivos da Educação Física no Trabalho, objetivando o aprimoramento dos serviços a serem prestados à sociedade, elevando a qualidade e compromisso ético-profissional, instituindo grupos de trabalho especializados no campo laboral, na elaboração de propostas que serão colocadas para discussão nas instituições de ensino superior, estabelecendo parcerias na formação do profissional e sua normatização”, acrescentou.

Entre as propostas de atividades praticas, lauro exercitou com os participantes modelos de proposta de Educação Física no trabalho que atendam as empresas do Peru; a elaboração de ações na área da saúde do trabalhador através da Educação Física no Trabalho, tipos de exercícios para determinadas funções apresentadas, modalidade de atividades esportivas e físicas para determinado grupo de trabalhadores, propostas integradas da Educação Física às demais profissões da saúde para atender o trabalhador peruano, entre outras atividades práticas.


Ginástica Laboral



O vice-presidente do CREF2/RS do Primeiro Congresso Internacional de Educação Física no Peru
02/08/2018
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), esteve presente no 'Primeiro Congresso Internacional de Educação Física", realizado de 1º a 4 agosto de 2018, na Universidad Nacional José María Arguedas (UNAJMA), localizada na cidade de Andahuaylas, situada no Departamento de Apurímac, no Peru. Lauro apresentou em sua palestra o tema “Os benefícios da Educação Física no mundo do Trabalho. Durante sua palestra, Lauro ressaltou que cada vez mais organizações empresariais buscam soluções inovadoras por meio de politicas de promoção, prevenção e educação à saúde no ambiente laboral.

“Entre as mais recentes propostas, a inserção da Educação Física no Trabalho, se apresenta como um novo e promissor mercado mundial a ser desbravado”, ressaltou. O vice-presidente afirmou que os objetivos da Educação Física no trabalho, são a realização de consultoria, assessoria e atendimento a empresa que, na compreensão das relações de produção, processo e organização do trabalho, oferece diagnósticos voltados à saúde, educação esporte e lazer dos trabalhadores, promovendo com isto a prática da atividade física mais adequada a realidade. “A expertise da Educação Física no Trabalho, engloba a capacitação e habilitação profissionais necessárias ao entendimento dos processos de trabalho e dos fatores de risco que determinam riscos à saúde, acidentes e doenças ocupacionais”, complementa.

Lauro informou que o investimento na capacitação do profissional de Educação Física neste propósito e sua inserção acontecerá de forma gradativa, incorporados inicialmente nos Serviços de Segurança e Medicina do Trabalho e a Programas de Atenção à Saúde e Bem Estar do Trabalhador, além dos relacionados à implementação de um estilo de vida ativo. “O diagnóstico, a pesquisa e o planejamento são os principais objetivos da Educação Física no Trabalho, objetivando o aprimoramento dos serviços a serem prestados à sociedade, elevando a qualidade e compromisso ético-profissional, instituindo grupos de trabalho especializados no campo laboral, na elaboração de propostas que serão colocadas para discussão nas instituições de ensino superior, estabelecendo parcerias na formação do profissional e sua normatização”, acrescentou.

Entre as propostas de atividades praticas, lauro exercitou com os participantes modelos de proposta de Educação Física no trabalho que atendam as empresas do Peru; a elaboração de ações na área da saúde do trabalhador através da Educação Física no Trabalho, tipos de exercícios para determinadas funções apresentadas, modalidade de atividades esportivas e físicas para determinado grupo de trabalhadores, propostas integradas da Educação Física às demais profissões da saúde para atender o trabalhador peruano, entre outras atividades práticas.


Ginástica Laboral



CREF2/RS divulga finalistas do Troféu Destaque 2018
02/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Na manhã desta quinta-feira, dia 2 de agosto, o CREF2/RS revelou todos os finalistas do Troféu Destaque 2018. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, vai ter a sua cerimônia de entrega realizada no dia 1º de setembro, sábado, na Sogipa.

Divididos em 15 categorias, os finalistas listados abaixo foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho, durante o último mês de julho. Outras duas categorias, chamadas Personalidade do Ano e Veículo de Comunicação, terão os seus ganhadores eleitos diretamente pela Plenária. Todos os vencedores do Troféu Destaque serão conhecidos somente na cerimônia do dia 1º de setembro.

Confira:

Profissional de Academia:
Luccas Rossetto (CREF 004912-G/RS)
Robson Vieira (CREF 021677-G/RS)
Viviane Rigotti (CREF 000429-G/RS)

Profissional da Saúde:
Alexandre Ritter (CREF 002070-G/RS)
Janete Barcellos (CREF 012545-G/RS)
Marcos Paulo Camboim (CREF 013629-G/RS)

Profissional de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral:
Cleber Picco (CREF 009417-G/RS)
Gabriela Seadi (CREF 018859-G/RS)
Thales Ness (CREF 008714-G/RS)

Profissional de Esporte Radical e de Aventura:
Felipe Raupp (CREF 001673-G/RS)
Leonice Cecconello (CREF 004245-G/RS)
Rogério Durks (CREF 006756-G/RS)

Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada:
Eduardo Nunes (CREF 002764-G/RS)
Giuliano Liotto (CREF 019483-G/RS)
Rosilene Diehl (CREF 006012-G/RS)

Profissional de Corrida de Rua:
Eduardo Remião (CREF 001855-G/RS)
Luciane Dambacher (CREF 012557-G/RS)
Yuri Fajardo (CREF 016147-G/RS)

Profissional com Atuação em Projetos Sociais:
Alex Stragliotto (CREF 013149-P/RS)
Matheus Lima (CREF 017246-P/RS)
Vinícius Flores (CREF 017362-G/RS)

Profissional de Recreação:
Giorgia Simão (CREF 011090-G/RS)
Rejane Rodrigues (CREF 002150-G/RS)
Silvana Maziero (CREF 009847-G/RS)

Profissional de Escola:
Ana Lúcia Biesuz (CREF 002058-G/RS)
Luiz Rossetto (CREF 005469-G/RS)
Simone Astiazara (CREF 001911-G/RS)

Profissional de Lutas:
Alexandre Velly Nunes (CREF 001933-G/RS)
Fernando Kuse (CREF 001923-G/RS)
Rafael Marcondes Pereira (CREF 026348-G/RS)

Profissional Técnico Desportivo:
Adenor Bacchi – Tite (CREF 004394-G/RS)
Dênio Peixoto (CREF 004135-G/RS)
Sandra Ferrer (CREF 000899-G/RS)

Mérito da Educação Física:
Benno Becker Júnior (CREF 01644-G/RS)
José Haroldo Gomes (CREF 004343-P/RS)
Zelfino Nadin (CREF 004846-G/RS)

Profissional do Ano:
Álvaro Laitano da Silva (CREF 000006-G/RS)
Átila de Lima (CREF 025628-G/RS)
Daniel Pavan (CREF 007215-P/RS)

Pessoa Jurídica – Academia:
Corpore Academia – Bento Gonçalves (CREF 000890-PJ/RS)
Ineex – Porto Alegre (CREF 004519-PJ/RS)
Mapi Academia – Canoas (CREF 001682-PJ/RS)

Pessoa Jurídica – Clube ou Sociedade:
Associação Leopoldina Juvenil (CREF 000555-PJ/RS)
Caixeral Campestre Tênis Clube (CREF 001474-PJ/RS)
Grêmio Sargento Expedicionário Geraldo Santana (CREF 000372-PJ/RS)


Troféu Destaque



Profissionais registrados têm desconto no Curso de Extensão Pilates Básico para Idosos da PUCRS
26/07/2018
Fonte: CREF2/RS

A PUCRS está com as inscrições abertas da primeira edição do Curso de Extensão Pilates Básico para Idosos, que será realizado entre os dias 14 de agosto e 25 de outubro. A atividade, também aberta para a participação de profissionais de Educação Física e estudantes, oferece 10% de desconto para registrados no CREF2/RS. Para mais informações, acesse este link.

Com 22 horas-aula e com encontros duas vezes por semana, durante a parte da manhã, o curso tem o intuito de melhorar a qualidade de vida dos idosos e capacitar para o conhecimento do Pilates direcionado para pessoas da terceira idade, adequando a metodologia às características e necessidades deste público-alvo. As inscrições podem ser feitas até o dia 14 de agosto.

Curso de Extensão Pilates Básicos para Idosos
Inscrições até o dia 14 de agosto, com 10% de desconto para profissionais registrados no CREF2/RS
Aulas de 14 de agosto a 25 de outubro
Terças e quintas, das 8h30 às 9h30
Inscrições e mais informações aqui


Cursos Convênios



CREF2/RS autua quatro estabelecimentos irregulares na primeira semana de julho
24/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Na primeira semana de julho, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 28 fiscalizações, perfazendo nove denúncias totalmente atendidas e autuando quatro estabelecimentos por uma ou mais infrações. Destas irregularidades, constatou-se uma academia sem registro da empresa, outras três funcionando sem profissional presente no momento da visita, além de dois estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão.

Entre os dias 1º e 7 de junho, sete pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo três leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e quatro Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Em seu trabalho interno, o DEFOR protocolou 19 justificativas e recursos, e 25 multas fortam enviadas para empresas por descumprirem Termo de Cooperação ou faltarem a audiência do mesmo além de emitirem 42 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram ou justificaram após vencido o prazo de suas autuações. As cidades visitadas foram Cruz Alta, Canoas e Campo Bom. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



Treino criado na Alemanha usa impulsos elétricos para a ativação muscular
23/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Em agosto de 2016, após ser aprovado pelo Inmetro e Anvisa, chegou ao Brasil o Miha Bodytec, um treino criado e desenvolvido na Alemanha há cerca de 10 anos. Trata-se de um sistema que permite ao usuário ter uma musculatura ativa, boa forma, além de outros benefícios criados através da estimulação muscular elétrica ou, como ficou mundialmente conhecida, EMS - Eletroestimulação dos Músculos.

Segundo a profissional de Educação Física Claudia Facchin Guarda (CREF 012270-G/RS), introdutora do Miha na região Sul, graças ao sistema, é possível estimular simultaneamente até 300 músculos – mesmo aqueles que não são estimulados por métodos convencionais como a musculação. O treino das diferentes áreas, como força, rapidez e resistência, normalmente consome uma enorme quantidade de tempo e de energia. Com a Miha Bodytec é possível treinar apenas 20 minutos por semana, com esses e outros resultados.

De acordo com Cláudia, a Eletroestimulação dos Músculos (EMS) é uma forma de ativação muscular feita por meio de impulsos elétricos que recriam o movimento natural do sistema nervoso. “Com a EMS é possível melhorar força e potência, ativando maior número de músculos que não se consegue ativar com o treinamento convencional e sem gerar estresse para as articulações. Como a musculatura é ativada de maneira consciente, é possível ainda incrementar a intensidade e aumentar a eficácia de um treino”, assegura.

Estudos confirmaram os efeitos do treino com EMS, entre os quais: 87% dos participantes relatam os efeitos no contorno do corpo; 89% sentiram-se mais firmes e robustos, graças ao treino; em 6 semanas de treino, redução do percentual de gordura corporal em até 4%; as mulheres perderam uma média de 1,5 cm na cintura e no quadril; os homens reduziram o perímetro abdominal em até 2,3 cm e ganharam de 1 a 2 cm de músculo nas pernas, braços e peito; com apenas 13 semanas de treino, pessoas com excesso de peso perderam em média 3,5 kg, 9% de gordura corporal e 6,5 cm na cintura.

Cláudia esclarece que o sistema permite trabalhar partes específicas do corpo, aplicando os eletrodos em pontos do abdômen ou da coxa, por exemplo, intensifica-se o recrutamento dessas musculaturas. Do mesmo modo pode-se desenvolver aptidões em particular – estudos da German Sport University Cologne, na Alemanha, revelaram que os tratamentos aliados à eletroestimulação muscular (EMS) podem aumentar os níveis de força e a velocidade, o que faz do método uma boa alternativa para corredores melhorarem o rendimento, por exemplo. Utilizar um umidificador de ambiente também é uma boa ideia.

Também é possível praticar com o EMS diariamente, mas a recomendação é apostar na eletroestimulação duas vezes por semana e, nos outros dias, seguir com os treinos convencionais. “Se o corpo fica dependente da estimulação externa, tende a ficar “preguiçoso” e, com o tempo, demorar mais para obter os benefícios. Também não é bom levar os choques no mesmo dia em que for fazer outro treino intenso, ainda que de modalidade diferente, para não acelerar a fadiga”, aconselha a profissional.

Em relação a contraindicações ao uso do sistema, Cláudia alerta que grávidas, pessoas com problemas cardíacos e portadores de marca-passo não podem usar o Miha Bodytec. Porém, os choques dispensam as cargas no treino, o que indica o método para uma série de pessoas com outras limitações. “Os estímulos elétricos intensificam o recrutamento dos músculos, dispensando, sim, o uso de pesos. Um bônus: com isso, o risco de lesão diminui, já que o impacto nas articulações é menor”, destaca Cláudia.

A profissional de Educação Física sustenta que após um mês (duas aulas de 20 minutos por semana) de treino com o Miha Bodytec já é possível perceber mudanças na composição corporal e no tônus muscular. “Por exemplo, a celulite também tende a ir embora nesse prazo. Os pulsos elétricos ajudam a eliminar toxinas acumuladas sob a pele, que causam inflamação e resultam nos furinhos. Os músculos mais tonificados também melhoram a aparência da pele”, salienta Cláudia.


Eletroestimulação muscular



Câmara Técnica de Corrida de Rua faz segunda reunião para regramento do Trail Run
13/07/2018
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Técnica de Corrida de Rua realizou sua reunião mensal no dia 12 de julho, na sede do CREF2/RS, a qual contou com a presença de nove representantes de empresas organizadoras de Trail Run. Na ocasião, foi retomada a pauta do encontro anterior, que consiste num trabalho de orientação, regramento e conduta para o Trail Run. O esporte vive um momento do “boom” e, nos últimos anos, tem tido crescimento exponencial inclusive no Rio Grande do Sul. Vários fatores levam os corredores de rua para esta modalidade, explica a presidente da Câmara, Cláudia Ramos Lucchese (CREF 002358-G/RS). “Muitas pessoas estão migrando para esta modalidade pela saturação com o ambiente urbano, pelo apelo da Natureza e também pelo grau de dificuldade exigido pela trilha”, argumenta.

Ainda de acordo com Cláudia, atualmente existem vários organizadores de corridas de trilha no estado, mas é preciso atentar que a prática deste esporte exige muita responsabilidade e segurança. “Chegamos à conclusão na reunião passada, quando trouxemos um dos organizadores de Trail Run mais que representativos do estado, quando ele ponderou que já existiam muitos eventos sem a presença do Responsável Técnico ou que não tinham a empresa formada, o que dá mais segurança jurídica”, opinou. "Então hoje reunimos para debater estes assuntos nove organizadores de evento e dois promotores do esporte sem registro, além dos membros da Câmara Técnica”, contabilizou.

A presidente da Câmara afirmou que o encontro demonstrou o comprometimento destes organizadores com a exigência da participação de um Responsável Técnico nos eventos. "Daqui também surgiu uma ideia bacana de nós criarmos uma publicação especial para o Trail Run, nos moldes da Cartilha de Corrida Rua editada pelo CREF2/RS". O objetivo, segundo Cláudia, será divulgar à sociedade e aos profissionais de Educação Física as boas práticas para o participante desta modalidade em relação ao meio ambiente e, principalmente, em relação à segurança, pois a atividade envolve um grau de complexidade maior, e que deve ser respeitado não só pelo esportista, mas também por parte do organizador. Quem está organizando uma trilha tem que entender a necessidade essencial do Responsável Técnico”.

Cláudia adiantou que um dos objetivos para a próxima reunião, que ocorrerá em 16 de agosto, será normatizar a criação, a organização e a condução dos eventos. A presidente da Câmara disse que ficou bastante impressionada com a aceitação dos participantes do CREF2/RS nestas decisões, ficando claro o respeito conquistado pela Autarquia no meio. “Pareceu-me que eles se sentiram muito mais acolhidas tendo respaldo institucional do Conselho”, avaliou. "Até porque eles têm respaldo do CREF2/RS para possíveis denúncias, pois é obrigatório a todo evento a presença de um Responsável Técnico, conforme a Lei 9696/98".

Além dos nove organizadores de eventos de trilha, participaram da reunião a presidente da Câmara Cláudia Lucchese (CREF 002358-G/RS), Darlan Souza (CREF 015393-G/RS), Kátia Ferreira (CREF 014403-G/RS), Eduardo Remião (CREF 001855-G/RS), Luis Leandro Grassel (CREF 009564-G/RS), Renato Rimoli Capparelli (CREF 002109-G/RS), Anderson Freitas (CREF 025561-G/RS) e Rodrigo Nascente dos Santos (CREF 007110-G/RS).

A próxima reunião da Câmara Técnica de Corrida de Rua será realizada no dia 16 de agosto na sede do CREF2/RS, a partir das 14h.


Câmara Técnica de Corrida de Rua



Vereadores farão Moção de Repúdio a MP que retira recursos do esporte
11/07/2018
Fonte: Site da Câmara Municipal de Porto Alegre

A elaboração de uma Moção de Repúdio ao texto da Medida Provisória (MP) nº 841/18 que, desde o dia 11 de junho, retira mais de R$ 541 milhões, oriundos de percentuais das apostas nas loterias federais, de projetos de incentivo ao esporte, em especial ao atletismo brasileiro, foi o encaminhamento adotado após debate sobre o tema, na tarde desta terça-feira (10/7), no encontro conjunto das comissões de Educação, Cultura, Esportes e Juventude (CECE), e de Defesa do Consumido, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh) do Legislativo Municipal. A reunião, por iniciativa do vereador André Carús (MDB), que sugeriu a redação do documento, contou com a presença de outros parlamentares e representantes de entidades esportivas.

Ao iniciar a discussão da pauta, Carús disse que a MP, da forma como foi apresentada não irá produzir os resultados pretendidos, que é o de reduzir a violência nas cidades a partir da transferência de boa parte dos recursos do esporte juvenil para o Fundo Nacional da Segurança. De acordo com o vereador, é preciso pressionar o governo federal para reverter a situação “com a máxima urgência, porque os danos já estão causando estragos”.

Retrocesso

Para o vice-presidente de formação de atletas do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), Fernando Manuel de Matos Cruz, a MP retrocede em conquistas que vinham sendo obtidas desde a Lei Pelé. Disse, ainda, que da parte percentual do que é arrecadado com as loterias e destinada ao esporte, só atingiu a área de incentivo à formação de jovens para o atletismo. “O prejuízo é grande porque esses recursos vinham sendo investidos em equipamentos, como a construção de pistas atléticas, piscinas e outros; no pagamento de profissionais e no fomento à participação de atletas em competições, o que agora não é mais possível”.

Cruz explicou como o recurso, em média de R$ 40 milhões anuais, era distribuído até que a MP entrasse em vigor e zerasse os repasses de 0,5% de todos os prognósticos de loterias aos cuidados do CBC. “Ao esporte escolar cabia 5%, ao esporte universitário 10%, ao comitê paraolímpico 15%, às despesas administrativas 20% e os 50% restantes ao esporte olímpico e aos clubes”.

Luciana Miorro, coordenadora de Projetos Esportivos do Grêmio Náutico União, declarou que é grande a expectativa dos jovens atletas com a possibilidade de reversão dos efeitos da MP. “Eles estão apreensivos porque foi graças a esses recursos que muitos puderam ser incluídos no esporte”, disse. Ela exemplificou que no União, entre outras formas de investimento, foi possível revitalizar o piso de dois ginásios e equipar o departamento médico, entre outras melhorias “que refletem no preparo dos atletas para competições nacionais e internacionais”.

José Haroldo Arataca, diretor técnico e treinador da Confederação Brasileira de Atletismo (CBA), considerou que, apesar de danosa pelo seu contexto, a MP teve um resultado positivo. “Já vim aqui nesta Casa Legislativa muitas vezes e é a primeira vez que vejo a união dos representantes das entidades em defesa do esporte”. Arataca, no entanto, lamentou não ver a indignação popular. “As pessoas choram pela nossa colocação em sexto no Mundial, mas não se manifestam ao fato de estarmos na 84º posição em educação”, criticou.

Segundo o diretor da CBA, os recursos cortados atingem ainda, o esporte escolar, inviabilizando qualquer iniciativa, como os tradicionais jogos universitários. Ele elogiou a gestão dos recursos que até então eram destinados ao CBC e comparou: “a pista da Sogipa, com o controle da entidade foi construída por R$ 1,8 milhões e uma semelhante, na Ufrgs custou cerca de R$ 10 milhões”. Arataca também lembrou que parte dos recursos cortados do atletismo foram para reforçar o próprio prêmio das loterias, que aumentou recentemente de valor, e também para o futebol, por força da pressão feita pela “bancada da bola”.

Equívoco

O vice-presidente da Federaclubes, Carlos Humberto Rigon, disse que a MP é um equívoco. Além de prejudicar imediatamente aos clubes mais estruturados, como Sogipa, União e Veleiros, corta, também, o sonho das entidades menores que vinham se organizando para a aprovação de projetos junto ao CBC. Ele adiantou que o tema será um dos pontos a ser debatido no Congresso da Federaclubes que acontece em Gramado nos próximos dias 20, 21 e 22 de julho.

Lauro Aguiar, vice-presidente do Conselho Regional de Educação Física da 2ªRegião (CREF2RS) informou que o tema vem sendo tratado, também, no âmbito da Assembleia Legislativa, onde uma Audiência Pública está sendo chamada para discutir os efeitos da MP 841/18. Ele lamentou os poucos fóruns de debate e criticou a falta de realização das Conferências do Esporte. “Não somos contra a segurança pública, mas entendemos que não adianta construir presídios se não investirmos em prevenção à violência e isso se faz com iniciativas como a do incentivo da prática do esporte, assim como de investimentos em educação e cultura para os nossos jovens”.

Mauro Myskin, vice-presidente do Colégio Brasileiro de Ciência do Esporte, afirmou que a extinção da secretaria de Esportes e as políticas públicas para o setor, em Porto Alegre, foram completamente abandonadas. Ressaltou a importância da união de todos para a derrubada da MP, o que considera fundamental para a continuidade de projetos que vinham sendo desenvolvidos pelas entidades e clubes.

Leonardo Monteiro, que representou o deputado federal João Derly (Rede) ressaltou que a MP, que entrou em vigor no dia 12 de junho, tem prazo de 45 dias para ser apreciada pelo Congresso, ou passará a trancar a pauta. Ele lembrou, no entanto, que como há o recesso de julho e a contagem é interrompida, o prazo deve vencer em meados de agosto. “A solução mais rápida é a de pressão sobre o governo para que ele reveja os efeitos da MP sobre o Esporte. Fora isso, ou é esperar a votação, que pode ser pela derrubada, alteração do texto ou aprovação, ou ainda, aguardar os 120 dias para ver a MP, caso não seja apreciada em plenário, perca automaticamente os seus efeitos”.

Paulo Eduardo Barbosa Santos, presidente do Conselho Municipal de Desportos (CMD) reforçou as críticas à falta de incentivo ao esporte na capital gaúcha. Disse que o tratamento em Brasília, com a MP é semelhante ao que vem sendo destinado ao setor em um ano e sete meses do atual governo. Que o CMD perdeu recursos orçamentários, sede e, assim como os demais, qualquer apoio para o desenvolvimento do trabalho dos conselheiros.

Medida

Em suas manifestações, os vereadores presentes ao encontro, assim como o proponente da pauta, se posicionaram contra a retirada de recursos do esporte. De acordo com Cassiá Carpes (PP), o problema da falta de verbas não é diferente de quando foi presidente da extinta Fundação de Esporte e Lazer do Estado do Rio Grande do Sul (Fundergs). "Era preciso muito jogo de cintura para podermos realizar algo", justificou. João Bosco Vaz (PDT) disse que a MP coloca uma pá de cal sobre qualquer possibilidade de investimento em esporte na capital, visto que o atual governo não realiza nenhum aporte ao setor, assim como nas demais áreas, como na social, "totalmente abandonadas pelo poder público".

Na mesma linha Sofia Cavedon (PT), lamentou o desmonte do esporte na cidade. Ela ainda ressaltou que devido aos projetos do Executivo que trancam a pauta, a Moção de Repúdio não poderá ser votada com a celeridade que merece e, portanto, "o melhor é coletar as assinaturas dos vereadores para remetê-la o mais rápido ao presidente da Câmara Federal". disse. Prof. Alex Fraga (PSol) alertou que é necessário deixar clara a intenção da interrupção imediata dos efeitos da MP na Moção, visto se permanecer com seus efeitos por quatro meses, até que perca o seu valor, "irá provocar estragos que só poderão ser recuperados no ano que vem".

Para a vereadora Comandante Nádia (MDB), presidente da Cedecondh, a união de esforços em prol do Esporte é importante. Disse que os vereadores estão engajados na luta das entidades e clubes para fazer valer o desejo da comunidade esportiva brasileira. Tarciso Flecha Negra (PSD), que presidiu o encontro, destacou que o esporte é capaz de salvar a vida de muitos jovens. Ele lembrou a sua história e a importância que o setor tem para coibir a violência. Da mesma forma a vereadora Mônica Leal (PP) informou que assinará a Moção. Para ela, não se pode colocar em confronto a Segurança e o Esporte. "Cada um dos setores tem a sua importância e devem ter a atenção dos governos", declarou. O vereador Alvoni Medina (PRB), também participou do encontro.

Texto: Milton Gerson (reg. prof 6539)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)
Foto: Andielli Silveira/CMP


epúdio a MP que retira recursos do esporte



CREF2/RS fecha dois estabelecimentos e autua outros 21 irregulares
04/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Nas três primeiras semanas de junho, os agentes fiscais Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias, uma localizada no município de Alvorada e outra em Nova Santa Rita, ambas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Em quase 20 dias de trabalho, o DEFOR autuou 21 academias nas mais diferentes cidades do estado. Entre as infrações constatadas, seis empresas funcionavam sem registro no CREF2/RS, 14 estavam sem profissional presente no momento da visita, 10 permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão e duas academias descumpriam o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 3 e 23 de junho, foram realizadas 60 visitas de orientação e fiscalização, tendo como resultado 23 denúncias totalmente atendidas. Os agentes autuaram 23 pessoas por alguma infração, sendo quatro profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, nove Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

Os fiscais visitaram os municípios de Porto Alegre, Cachoeirinha, Alvorada, Guaíba, Viamão, Esteio, Nova Santa Rita, Canoas e Esteio. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


DEFOR



Câmara da Saúde do Fórum-RS se reúne com deputado Pepe Vargas para discutir ensino EAD
25/06/2018
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), esteve presente no dia 21 na reunião da Câmara da Saúde do Fórum-RS, realizada na sede do Conselho Regional de Farmácia, que contou com a presença do deputado federal Pepe Vargas. A pauta do encontro foi expôr ao parlamentar o avanço exponencial de cursos de graduação na área da saúde EAD, e o risco potencial que isto acarretará na qualidade dos serviços de saúde da população, uma vez que os pontos negativos nesta modalidade são maiores que os positivos, por importar baixa qualidade na aprendizagem e, pela falta de prática, risco sérios à vida. A reunião também teve intuito de somar forças no Congresso Nacional para solicitar uma moratória na autorização de novas vagas para cursos a distância, até que seja discutida e a aprovada uma lei que garanta a formação com qualidade e de forma presencial para as profissões da área da saúde, além de incentivar a discussão e o aprofundamento do PL 5414/16, que proíbe o incentivo do desenvolvimento e veiculação de programas de ensino a distância em curso da área de saúde, que atualmente está com o deputado federal Mandetta, relator da matéria na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), da Câmara dos Deputados.

Segundo o assessor de Relações Institucionais do Conselho Regional de Farmácia, Everton Borges, a explosão de vagas no EAD se iniciou por meio do Decreto 9057/2017, que facilitou a abertura de novos polos, autorizando expressamente sua terceirização mediante celebração de convênios com outras pessoas jurídicas, precarizando ainda mais a fiscalização dos cursos não presenciais. “Este decreto causou o aumento em 124% no número da vagas desta modalidade de ensino”, explica. “Atualmente, temos mais de 600 mil vagas para cursos EAD destinadas a cursos de saúde aprovados pelo MEC. Em breve, começaremos a receber formados em saúde totalmente instruídos a distância, e nós não sabemos qual impacto isto terá na saúde da população”, questiona Everton.

Ainda segundo Borges, em alguns estados, profissões como Serviço Social já não contam com o ensino presencial. "Estamos em uma grande articulação, somando esforços dos conselhos federais e regionais para alertar os profissionais e à sociedade sobre os riscos à saúde proporcionados por profissionais oriundos de cursos completos de graduação EAD". Ele complementou que a Câmara da Saúde não é contrária ao uso da ferramenta, que possibilitou o acesso ao ensino a muitas camadas da população, mas que as profissões da saúde pressupõe atendimento direto ao paciente, colocando em risco a saúde da população se esses profissionais não tiverem contato direto desde a formação.

O vice-presidente do CREF2/RS apontou que um ponto positivo nesta esta crise na saúde é que a união dos trabalhadores do setor só fez aumentar. “Esta unidade se mostrou eficaz, pois na semana passada conseguimos evitar que recursos dos esportes, provenientes da loteria esportiva e por novos jogos que devem ser anunciados ainda este ano pela Caixa Econômica Federal, fossem desviados para segurança”, exemplificou. Segundo Lauro, o governo não entende o conceito de esporte como criação de cidadania, segurança e uma forte possibilidade de que jovens não ingressem nas facções criminosas. "Também sabemos dos interesses econômicos que estão representados nos lobbys milionários que atuam no Congresso Nacional. São grupos que trabalham com a questão da doença, não da prevenção”.

A representante do Conselho Regional de Psicologia (CRPRS), Manuele Araldi, afirmou que principal questão que está sendo discutida com o ensino a distância é o acesso à educação do povo brasileiro. "O EAD tem uma característica de baixo custo, além de possibilitar à população dos interiores acessarem o ensino superior. E assim ele é vendido. Contudo, ele é um falso acesso ao ensino as pessoas que de renda mais baixa”, advertiu. Na avaliação de Manuele, essa faixa da população tem de ser atendida obrigatoriamente por universidades públicas, pela retomada das funções do Prouni ou por modificações nas atuais diretrizes do FIES. “Essa é a real inclusão das camadas populares na educação, já que o EAD é uma falácia, pois forma profissionais não qualificados, o que fere o projeto ético e político das profissões". Manuele avalia que formar pessoas sem noções de cidadania também atenta contra a Soberania Nacional.

Tuane Devit, representante do Conselho Regional de Serviço Social, alertou que os diplomas emitidos pelo Conselho não diferenciam quem cursou aulas presenciais de quem fez o curso completo pelo EAD, já que o MEC não obriga constar esta informação no documento. Tuane também fez um resgate do processo histórico de implantação dos primeiros EADs em 2010. “Logo que eles começaram a atuar, nosso Conselho Federal fez uma campanha com o lema “Educação não é fast food”, pelo qual respondemos a um processo no qual tivemos que pagar R$ 11 mil às empresas de EAD, o que demonstra a força destas empresas". Ela também explicou que, para além da noção da educação e de uma formação de qualidade, existem trabalhadores sendo explorados nestas instituições de ensino, além do material produzido pelos professores, alguns sem nenhum vínculo com estas empresas, ser reproduzido para milhares de alunos, com prejuízo da propriedade intelectual de quem os elaborou. “Resta claro o projeto ideológico de esvaziar o Serviço Social, um curso com tradição de contestação e de luta contra a opressão social”, finalizou.

O deputado federal Pepe Vargas, que também é trabalhador da saúde, iniciou sua fala afirmando que sempre defendeu a multidisciplinaridade na área, permitindo um atendimento global de acordo com as necessidades dos pacientes. Ele salientou que o atual tipo de uso da ferramenta EAD para formação profissional, baseado no discurso de redução de custos para quem não tem dinheiro para cursar uma faculdade, é sedutor para quem não se debruça e estuda a fundo a questão. "Eu confesso que fico abismado com a ideia de alguém se formar médico sem nunca ter contato com um paciente, portanto somos parceiros nesta luta”. Vargas alertou que o país tem enfrentando tempos de exceção, e que o Congresso Nacional é uma instância bastante complexa. “Não é à toa que passou a EC95, que praticamente acaba com o SUS. Temos de ter presente que o principal gasto do governo não é com políticas sociais, e sim com juros e serviços da dívida pública”.

O parlamentar relatou que a Câmara aprovou a abertura de todo o processo de extração de petróleo do Pré-Sal para multinacionais. “Isso afeta diretamente o Fundo Social do Pré-Sal, onde grande parte dos recursos seria dedicado à educação e outra parte para saúde. No modelo de partilha anterior, 80% do óleo retirado ia para o Fundo Social. Agora, chegamos ao patamar de 11%. É uma brutal perda de receitas que estes congressistas aprovaram. Com as empresas de EAD, nós não estamos enfrentando empresários de pequeno ou médio porte, mas sim grandes fundos de investimentos multinacionais que adentraram para especular na área da educação”. Para finalizar, o deputado sugeriu que os conselhos regionais buscassem diálogo com a bancada gaúcha no Congresso, e os conselhos federais buscassem os líderes de bancada, para que se discuta, além da moratória na abertura de vagas no EAD, o debate da PL 5414/16.


EAD



CREF2/RS lamenta falecimento da ex-coordenadora do curso de Educação Física da Ulbra Gravataí Aline Fofonka
21/06/2018
Fonte: CREF2/RS

O Conselho lamenta o falecimento da profissional, ex-atleta e coordenadora do curso de Educação Física da Ulbra Gravataí Aline Fofonka (CREF 004446-G/RS). Ela lutava há três anos e meio contra um câncer.

O CREF2/RS presta aqui a sua homenagem. Aline foi atleta de vôlei da Sogipa, da seleção gaúcha e também de clubes da Bélgica. Desde 2006, era professora do curso de Educação Física da Ulbra Gravataí. Aline participou da formatura de todas as turmas e a sua dedicação é lembrada por todos.


nota de falecimento



Capacitação promovida pela Comissão de Fiscalização encerra nesta quinta-feira com troca de experiências
14/06/2018
Fonte: CREF2/RS

A atividade de capacitação com os servidores do Conselho, promovida pela Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) em parceria com o Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS, está encerrando nesta quinta-feira. A ação, que tem o objetivo de proporcionar uma compreensão ainda mais ampla sobre os procedimentos fiscalizatórios e sobre as mudanças recentes que ocorreram na Legislação, chegou ao seu último dia abordando o Processo Administrativo de Fiscalização (PAD FIS), de acordo com os critérios estabelecidos pela Resolução CREF2/RS Nº 132/2017.

Entre os assuntos discutidos nesta última etapa, estavam a formação do PAD FIS, a confecção do termo de atuação e do auto de infração e como tramitam os pareceres emitidos pela COF. Os presentes puderam conhecer mais a fundo as diretrizes referentes a atuação do DEFOR e tirar dúvidas sobre a aplicação de multas e de infrações. “A capacitação está sendo muito valiosa, especialmente para que todos possam compreender melhor todas as etapas do processo fiscalizatório. A troca de informações está abrindo a oportunidade para que a Comissão conheça as necessidades dos agentes fiscais e eles também compreendam como o trabalho deles continua internamente e é fundamental”, relatou Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS), integrante da COF e palestrante do dia.

Na parte da tarde, será feito um estudo de alguns casos já vivenciados pelo DEFOR e um alinhamento final dos procedimentos e das condutas estabelecidas durante o treinamento, como forma de encerramento. “A consequência desta capacitação, bastante ampla e com temas explorados com profundidade, será uma eficiência maior das ações fiscalizatórias do CREF2RS, algo extremamente importante para os profissionais e para toda a sociedade”, declarou Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), também integrante da COF. Ainda compõem a Comissão Ana Maria Haas (CREF 004563-G/RS), Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS), Luiz Waengertner (CREF 007697-G/RS) e Marcia da Cruz (CREF 007542-G/RS).


DEFOR fiscalização capacitação



CREF2/RS realiza mutirão de conciliação nesta quarta-feira na Justiça Federal
13/06/2018
Fonte: CREF2/RS

O Departamento Jurídico do CREF2/RS, está realizando, durante o dia de hoje, um mutirão de conciliação na 26ª Vara de Federal de Conciliação, da Justiça Federal do Rio Grande do Sul. A ação tem o intuito de proporcionar aos profissionais registrados, que estão em execução fiscal, uma oportunidade para a regularização dos seus débitos e da sua situação junto com Conselho.

De acordo com Cristiane Almeida, assessora do Departamento Jurídico, foram intimados mais de 100 profissionais para comparecerem a estas audiências. Todos os casos serão analisados separadamente pelos advogados do CREF2/RS e os profissionais presentes poderão negociar parcelamentos e descontos diretamente com os representantes do Conselho.


execução fiscal Departamento Jurídico



Treinamento da COF inicia nesta terça-feira abordando procedimentos internos do DEFOR
12/06/2018
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF), juntamente com o Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS, está realizando, de hoje até quinta-feira, uma atividade de capacitação com os servidores do Conselho. A ação tem o objetivo de proporcionar uma compreensão ainda mais ampla sobre os procedimentos fiscalizatórios e sobre as mudanças recentes que ocorreram na Legislação.

Na manhã desta terça-feira, dia 12 de junho, o treinamento iniciou com uma breve apresentação do conselheiro Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e da presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que falou sobre a missão, a visão e sobre os valores institucionais do CREF2/RS. Os presentes puderam conhecer mais a fundo as diretrizes referentes a atuação dos funcionários que trabalham para o DEFOR e tirar dúvidas sobre o papel desempenhado pelos agentes fiscais, também em relação ao que diz respeito aos Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS) e à aplicação de multas e infrações.

Na sequência, foi a vez da conselheira Marcia da Cruz (CREF 007542-G/RS) relatar a importância deste tipo de treinamento para todo o Conselho. “O intuito desta atividade é a mobilização de todos os servidores do CREF2/RS para que a Fiscalização tenha a credibilidade que o Sistema CONFEF/CREFs busca. Isto porque nós temos o entendimento de que o trabalho realizado pelos agentes fiscais é imagem do Conselho junto à sociedade”, relatou.

Durante a tarde de hoje, o treinamento irá abordar a Resolução CREF2/RS Nº 132/2017, em vigência desde novembro do ano passado e que dispõe sobre o Código de Procedimentos Fiscalizatórios. Já nos próximos dias, serão trazidos para debate temas relacionados aos procedimentos adotados pelos agentes fiscais e o estudo de alguns casos já vivenciados pelo DEFOR. Também compõem a COF Ana Maria Haas (CREF 004563-G/RS), Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS), Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS) e Luiz Waengertner (CREF 007697-G/RS).


DEFOR fiscalização capacitação



Reunião da Câmara Técnica de Corrida de Rua discute Trail Run
11/06/2018
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Técnica de Corrida de Rua realizou sua reunião no dia 7 de junho, na sede do CREF2/RS. Na ocasião, a presidente da Câmara, Cláudia Ramos Lucchese (CREF 002358-G/RS), informou que um dos principais objetivos a serem propostos aos profissionais de Educação Física e à sociedade será estabelecer um regramento específico para organizar corridas de rua, já que o papel do CREF2/RS é fiscalizar os profissionais de Educação Física e não os competidores. Além desse ponto, será iniciado um trabalho de orientação sobre regras e conduta para o Trail Run. A modalidade é cada vez mais popular e apresenta desafios diferentes da corrida de asfalto, sendo um esporte que consiste em correr “fora de pista”, por trilhas de montanha ou caminhos secundários, cruzando riachos e rios, com subidas e descidas íngremes.

Durante a reunião, o profissional Luís Leandro discorreu sobre o que precisa para organizar uma prova de Trail Run, que é registrado no Brasil com a marca “Circuíto Trilhas e Montanhas”, e elencou uma série de itens para que se protocole o conjunto de regras e condutas para o esporte. Além disto, Leandro disse que a Confederação Brasileira de Atletismo já possui algumas normas sobre o esporte. Ele também deu uma visão sobre os negócios que são gerados pelo Trail Run. Já João Remião comparou o tipo de organização de provas entre as modalidades corridas de rua e Trilhas e Montanha. Na primeira, não existe a necessidade de um profissional na organização, mas sim de um responsável técnico com registro de no CREF2/RS. Na segunda modalidade, também há necessidade de um RT, mas com conhecimentos de terrenos e montanhas.

Cláudia Lucchese questionou sobre a metodologia de treinos, e se os grupos se reúnem sem Rts. Damião colocou a proposta de se “blindar” as inscrições de RT com uma norma que só aceitem profissionais de Educação Física. Segundo Fabiano Braun, a planilha de corrida de quem deseja migrar para as montanhas deve incluir treinos específicos em superfícies instáveis como a areia e em subidas. Em paralelo, é imprescindível investir em treinos de força, com exercícios em escadas e saltos, por exemplo.

A reunião teve a participação especial do maratonista Ronaldo da Costa (CREF 010568-P/DF), que esteve em Porto Alegre, uma das cidades escolhidas para as comemorações dos 20 anos da Recorde mundial da maratona de Berlim, quando ele completou a prova em 2h06min05. Ele já havia ganho a tradicional Corrida de São Silvestre dois anos antes e chegado ao pódio nos Jogos Pan-americanos de 1995, na Argentina, conquistando o bronze para o Brasil. Atualmente Ronaldo está no 5º semestre do bacharelado em Educação Física. “Temos talento, precisamos lapidar. Não adianta pensar apenas em bater recorde. Precisamos de profissionais de Educação Física capacitados para treinar nossos jovens”, afirmou.

A reunião foi composta pela presidente da Câmara Cláudia Lucchese (CREF 002358-G/RS), Darlan Souza (CREF 015393-G/RS), Kátia Ferreira (CREF 014403-G/RS), Rodrigo Nascente (CREF 007110-G/RS), Renato Rimoli Capparelli (CREF 002109-G/RS), Eduardo Remião (CREF 001855-G/RS) e o coordenador para Trilhas e Montanhas, Luis Leandro Grassel (CREF 009564-G/RS).


Câmara Técnica de Corrida de Rua



Comissão de Fiscalização realiza treinamento com agentes fiscais e demais servidores do CREF2/RS
05/06/2018
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF), juntamente com o Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS, vai realizar uma atividade de capacitação com os agentes fiscais e com os demais servidores do Conselho, durante o mês de junho. A ação tem o objetivo de proporcionar uma compreensão ainda mais ampla sobre os procedimentos fiscalizatórios e sobre as mudanças recentes que ocorreram na Legislação.

Ministrada por Samuel de Almeida (CREF 0130510-G/RS), membro da COF; e por Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), assessora do DEFOR, a capacitação irá abordar as modificações determinadas pelo Sistema CONFEF/CREFs no decorrer dos Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS) e no que diz respeito à aplicação de multas e infrações. “Em 2017, depois de implementado o Manual Prático dos Agentes de Orientação e Fiscalização do CREF2/RS, sentimos a necessidade de adequar os novos entendimentos e de otimizar o fluxo do de trabalho”, avalia Almeida.

A ampla participação dos servidores do CREF2/RS vai permitir que esta capacitação uniformize as ações, as condutas e os procedimentos executados por todo o Conselho, durante as ações externas – e também internas – relacionadas ao procedimento fiscalizatório. “Queremos que esta atividade se torne um treinamento continuado, já que também temos a vontade de reforçar o papel pedagógico da fiscalização, mais instrutivo e menos punitivo”, acrescenta Almeida. “A COF e o DEFOR querem ir além do número de academias fechadas e de autuações, para que o trabalho do Conselho tenha a sua excelência percebida por todos os profissionais que atuam na área e o reconhecimento da sociedade”, conclui.

Também compõem a Comissão de Orientação e Fiscalização os conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), Ana Maria Haas (CREF 004563-G/RS), Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS), Luiz Waengertner (CREF 007697-G/RS) e Marcia da Cruz (CREF 007542-G/RS).


DEFOR fiscalização capacitação



CREF2/RS realiza amanhã palestras sobre os 20 anos de regulamentação da profissão em Caxias
05/06/2018
Fonte: CREF2/RS

A cidade de Caxias do Sul receberá amanhã, dia 6 de junho, a segunda edição do Ciclo de Palestras “20 anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física”. O evento, que ocorrerá na Faculdade Anhanguera das 19h às 22h, tem como objetivo promover um diálogo com a sociedade, estudantes, profissionais e docentes sobre a profissão, suas conquistas e seus desafios. A entrada será gratuita e as inscrições poderão ser feitas diretamente no local.

O evento contará com duas apresentações. A primeira, com o tema “Educação Física: Legislação e Perspectivas”, será ministrada pela conselheira do CREF2/RS Marcia da Cruz (CREF 007545-G/RS). “Na minha palestra, entre outros assuntos, abordarei a importância da formação e da qualificação dos profissionais, capacitando-os para atender a população com serviços de qualidade e atuando preventivamente na promoção do bem-estar e da saúde”, disse.

A segunda palestra da noite, intitulada “Treinamento Físico de Endurance e as Assessorias Esportivas”, vai ser conduzida por Eduardo Remião (CREF 001855-G/RS), ex-atleta de atletismo e triatlo, com títulos nacionais e internacionais no currículo. Ele é técnico de corrida há mais de 25 anos e fundador da Federação Gaúcha de Triathlon e da Associação de Assessorias Esportivas do Rio Grande do Sul.

Ciclo de Palestras “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física”
Data: 6 de junho, quarta-feira, das 19h às 22h
Local: Auditório da Faculdade Anhanguera
Endereço: Avenida Alexandre Rizzo, 505 – Caxias do Sul
Inscrições gratuitas no local


Eventos palestras Caxias do Sul



CREF2/RS fecha duas academias e autua outras 31 irregulares
29/05/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS, durante a terceira semana de maio, fecharam duas academias nas cidades de Cachoeirinha e Santa Cruz do Sul, por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Também foram autuadas 31 academias nas mais diferentes cidades do estado. Entre as infrações cometidas, 11 empresas funcionavam sem registro, 16 estavam sem profissional presente no momento da visita e uma permitia a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, oito permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão e uma academia descumpria Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 13 e 19 de maio, foram realizadas 87 visitas, com 23 denúncias totalmente atendidas. Os agentes autuaram 23 pessoas por alguma infração, sendo quatro profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, nove Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) ainda protocolou 36 novas denúncias através do formulário no site e 10 foram multas enviadas para empresas por descumprirem Termo de Cooperação ou faltarem a audiência do mesmo, além de 28 notificações emitidas para empresas e pessoas que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações. Um processo de Ação Civil Pública (ACP) foi encaminhado para empresa sem registro. No período, foram firmados 23 Termos de Cooperação com empresas, as quais comprometem-se a cumprir toda a legislação pertinente à prestação de serviços em atividades físicas.

Os fiscais visitaram os municípios de Santiago, Cacequi, São Vicente Do Sul, Gravataí, Porto Alegre, Cachoeirinha, Arroio Do Meio, Triunfo, Montenegro, São Sebastião Do Caí, Tupandi, Santa Cruz Do Sul, Vale Verde e Vale Do Sol. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


DEFOR



Profissionais registrados têm desconto no Curso de Extensão Pilates Matwork para Idosos da PUCRS
29/05/2018
Fonte: CREF2/RS

A PUCRS está com as inscrições abertas da primeira edição do Curso de Extensão em Pilates Matwork para Idosos, que será realizado entre os dias 27 e 29 de junho. A atividade de curta duração, promovida pelo Instituto de Geriatria e Gerontologia da universidade, é aberta para todos os profissionais de Educação Física e estudantes, com 10% de desconto para registrados no CREF2/RS. Para mais informações, acesse este link.

Com 12 horas-aula e com encontros de quarta à sexta-feira, das 19h às 22h, o curso o intuito de capacitar profissionais de diversas áreas para o conhecimento e competência no método Pilates Matwork, direcionado para pessoas idosas e adequando a metodologia às características e necessidades deste público-alvo, com eficiência e segurança. As inscrições podem ser feitas até o dia 27 de junho.

Curso de Extensão Pilates Matwork para Idosos
Inscrições até o dia 27 de junho, com 10% de desconto para profissionais registrados no CREF2/RS
Aulas de 27 a 29 de junho. De quarta à sexta-feira, das 19h às 22h
Inscrições e mais informações aqui


Convênios cursos



CREF2/RS fecha academia irregular na madrugada
25/05/2018
Fonte: CREF2/RS

Na segunda semana de maio, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam uma academia em Porto Alegre e realizaram 39 fiscalizações na capital e em Caxias do Sul. A academia, interditada após a meia-noite, não contava com profissional habilitado no momento da visita. Para voltar a atender o público, precisará regularizar primeiramente a sua situação.

Entre os dias 6 e 12 de maio, 46 denúncias foram totalmente atendidas e 19 estabelecimentos autuados, sendo nove por não possuírem registro da empresa, cinco funcionando sem profissional presente no momento da visita e seis por permitirem o exercício ilegal da profissão. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação previamente assinado com o CREF2/RS.

Os agentes fiscais ainda autuaram nove pessoas por algum tipo de infração, sendo quatro por exercício ilegal da profissão, três profissionais atuando fora da área e infringindo o Código de Ética Profissional, além de flagrarem dois Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções.


DEFOR



CREF2/RS vai a Caxias do Sul com o ciclo de palestras sobre os 20 anos de regulamentação da profissão
23/05/2018
Fonte: CREF2/RS

A segunda cidade a celebrar os 20 anos da regulamentação da profissão de Educação Física pela Lei 9696/98 e a criação do sistema CONFEF/CREFs será Caxias do Sul, que receberá no dia 6 de junho o ciclo de palestras “20 anos de regulamentação da profissão de Educação Física”. O evento ocorrerá no auditório da Faculdade Anhanguera de Caxias do Sul, das 19h às 22h. As palestras têm como objetivo promover um diálogo com a sociedade, estudantes, profissionais e docentes sobre a profissão de Educação Física, suas conquistas e seus desafios. O ciclo, em conjunto com o CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física, estará entre os eventos comemorativos programados pelo Conselho para celebrar o legado de duas décadas da regulamentação da profissão.

Em Caxias do Sul, haverá duas palestras. A primeira, com início às 19h05min, tendo como tema “Educação Física: Legislação e Perspectivas”, será ministrada pela conselheira do CREF2/RS Marcia Rohr da Cruz (CREF 007545-G/RS). “Na minha palestra, entre outros assuntos, abordarei a importância da formação e da qualificação dos profissionais, capacitando-os para atender a população com serviços de qualidade e atuando preventivamente na promoção do bem-estar e da saúde”, disse. A conselheira acrescentou que também esclarecerá na sua explanação temas como a Lei do Estágio, a atuação do egresso de licenciatura e do bacharelado, as etapas dos processos de fiscalização e a Ética na atuação profissional. Marcia reforçou que tanto profissionais de Educação Física como estudantes e a comunidade estão convidados a comparecer no ciclo.

A segunda palestra da noite terá início às 20h40min, e abordará o “Treinamento Físico de Endurance e as Assessorias Esportivas”, ministrada por Eduardo Olsson Remião (CREF 001855-G/RS). Remião é ex-atleta de atletismo e triathlo, tendo obtido títulos regionais, nacionais e internacionais. Ele é técnico de corrida há mais de 25 anos, sendo fundador da Federação Gaúcha de Triathlon e da Associação de Assessorias Esportivas do RS. “Além de discorrer sobre a história da Educação Física no Brasil e sua trajetória até a regulamentação, pretendo abordar técnicas de treinamento de endurance, bem como o funcionamento das assessorias esportivas, seus métodos de avaliação, planejamento e execução, além de expor o cenário das corridas de rua e assessorias no estado e no Brasil”, explicou.

Após Caxias do Sul, a próxima cidade visitada pelo ciclo de palestras será Pelotas, em 17 de outubro, no Auditório da UFPEL.

Ciclo de palestras “20 anos de regulamentação da profissão de Educação Física” - Caxias do Sul

Data: 6 de junho, quarta-feira, das 19h às 22h
Local: Auditório da Faculdade Anhanguera
Endereço: Av. Alexandre Rizzo, 505 - Caxias do Sul
Carga horária: 4 horas
O evento terá a emissão de Certificado online aos participantes
Inscrições gratuitas até o dia 04/06/2018 aqui.


20 anos de regulamentação da profissão de Educação Física



Aberto prazo para inscrições de chapa de 17 de maio a 16 de julho de 2018
17/05/2018
Fonte: CREF2/RS

O CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 2ª REGIÃO – CREF2/RS, Autarquia Federal, vem, por meio da Comissão Eleitoral, informar aos interessados em realizar o registro da chapa para o pleito do ano de 2018, maiores considerações referentes ao Regimento Eleitoral a fim de orientar e dirimir dúvidas.

A eleição para renovação do plenário do CREF2/RS ocorrerá no dia 14 de Setembro de 2018 de forma presencial na sede em Porto Alegre, sito a rua Coronel Genuíno, nº 421, conjunto 401 das 09 horas às 16 horas e por correspondência, através do recebimento de um kit eleitoral sem qualquer custo ao eleitor no mês de Agosto/2018, que deve ser postado e retornar até as 15 horas do dia 14 de Setembro de 2018 para a caixa postal destinatária.

O que é preciso para concorrer? (Artigos 8 e 12 do Regimento Eleitoral – Resolução CREF2/RS 133/2018).
1. Ser cidadão brasileiro ou naturalizado.
2. Possuir curso superior em Educação Física.
3. Estar em pleno gozo dos seus direitos profissionais.
4. Possuir registro profissional por pelo menos 02 anos ininterruptos no CREF2/RS.
5. Ter votado ou justificado o voto na última eleição (consulte lista no site do CREF2/RS - http://crefrs.org.br/eleicoes2015/).
6. Não ter realizado administração danosa no Sistema CONFEF/CREFs, segundo apuração em inquérito, cuja decisão tenha transitado em julgado na instância administrativa.
7. Não ter contas rejeitadas pelo CREF2/RS.
8. Não estar cumprindo pena imposta pelo Sistema CONFEF/CREFs.
9. Não estar inadimplente com os pagamentos de anuidades e demais obrigações pecuniárias com o Sistema.
10. Não ter sido condenado por crime doloso ao qual se aplica a pena de reclusão transitada em julgado, enquanto persistirem os efeitos da pena.
11. Não ter sido destituído de cargo, emprego ou função por efeito de causa relacionada a prática de ato de improbidade em administração pública ou no exercício de representação de entidade de classe, decorrente de sentença transitada em julgado.
12. Não for inadimplente em quaisquer prestações de contas em decisão administrativa definitiva.
13. Se candidatar em apenas uma chapa concorrente.
Quais documentos são necessários para o pedido de inscrição de chapa?
1. UM REQUERIMENTO: (EM DUAS VIAS): Montar um requerimento (ofício) dirigido ao Presidente da Comissão Eleitoral com a nominata completa de 14 (quatorze) Membros candidatos a Conselheiros, sendo 10 (dez) Membros Efetivos e 04 (quatro) Suplentes, para um mandato de 06 (seis) anos; No requerimento deve constar o nome completo dos membros, com o número de registro junto ao CREF2/RS, além da assinatura de todos os concorrentes e o nome fantasia da chapa; No requerimento deve, ainda, estar especificado dos 14 (quatorze) membros, qual será o representante da chapa concorrente, que deve firmar o requerimento.
2. DECLARAÇÕES FIRMADAS POR CADA CANDIDATO: Declaração individualizada de cada concorrente informando o atendimento aos requisitos especificados no artigo 8 do Regimento Eleitoral (Resolução CREF2/RS 133/2018), devidamente assinada pelo mesmo (não é necessário o reconhecimento de firma).
A votação não é obrigatória, porém para concorrer é necessário que o candidato tenha votado ou justificado na última eleição para o plenário do Conselho.

Para maiores dúvidas consulte o Regimento Eleitoral (Resolução CREF2/RS 133/2018), disponível no site do Conselho, bem como através do e-mail eleicoes@crefrs.org.br.

Jacques Delhaye Hidalgo
Presidente da Comissão Eleitoral
CREF 002325-P/RS


ELEIÇÕES 2018



CREF2/RS atende em Cruz Alta nesta terça e quarta-feira
14/05/2018
Fonte: CREF2/RS

Com o projeto Interiorizasul, com o qual realiza visitas de atendimento em cidades fora de Porto Alegre, o CREF2/RS vai estar em Cruz Alta, amanhã e quarta-feira, dias 15 e 16 de maio, oferecendo os serviços de atualização cadastral, entrega de Cédula, coleta de digital, parcelamento de anuidades e para efetuar novos registros. O atendimento que não foi previamente agendado será feito por ordem de chegada.

Depois de Cruz Alta, o CREF2/RS estará nas cidades de Montenegro, Bento Gonçalves e Caxias do Sul, já na primeira semana de junho. A agenda completa do Interiorizasul, com datas e locais definidos até o final do ano, estão disponíveis nesta página.

Interiorizasul Cruz Alta
Datas e horários: 15 de maio, terça-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 18h; e 16 de maio, quarta-feira, das 9h às 11h30
Local: Ginásio Municipal de Cruz Alta – Sala de Reuniões
Endereço: Rua General Osório, 999


Interiorizasul



CREF2/RS abre ciclo de palestras sobre os 20 anos de regulamentação da profissão em Santa Maria
02/05/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou na última quarta-feira, dia 25 de abril, o primeiro encontro do Ciclo de Palestras “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física”, em Santa Maria. O evento, que ocorreu na Faculdade Metodista (FAMES), reuniu cerca de 100 participantes, entre profissionais e estudantes. A atividade contou com duas apresentações, conduzidas pelos conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e Marcia da Cruz (CREF 007545-G/RS).

Integrando a programação da 9ª Jornada Acadêmica do Curso de Educação Física da FAMES, o primeiro evento sobre os 20 anos da regulamentação da profissão contou ainda com a presença da presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e do conselheiro Clery de Lima (CREF 000297-G/RS), que foi o mestre de cerimônias. Na abertura das palestras, os dois destacaram os avanços do Sistema CONFEF/CREFs, nas últimas duas décadas, e a importância da união de todos os profissionais. “A Educação Física está sempre sendo ameaçada e cabe ao CREF2/RS lutar para que os espaços já conquistados não sejam perdidos”, analisou Carmen. “São vocês que devem fazer a diferença, apropriando-se de conhecimento e fazendo um trabalho correto”.

No primeiro momento, Gamboa ministrou a palestra “Educação Física: Legislação e Perspectivas”. Integrante da Comissão de Orientação e Fiscalização do CREF2/RS, o conselheiro falou sobre a criação do Sistema CONFEF/CREFs, as atribuições do Conselho e as suas diferenças em comparação com o Sindicato. “O CREF2/RS tem uma função fiscalizatória e normatizadora da profissão. Não cabe a nós as questões trabalhistas, que são de responsabilidade do Sindicato”, explicou.

A palestra de Gamboa ainda tratou da Lei do Estágio e da importância do trabalho de Fiscalização. Respondendo as perguntas dos presentes, o conselheiro tirou dúvidas sobre o Termo de Compromisso de Estágio, sobre as atribuições do Responsável Técnico e sobre as consequências de quem é flagrado em exercício ilegal da profissão. “O CREF2/RS encaminha uma denúncia-crime para o Ministério Público, sempre que os agentes fiscais dão o flagrante. O exercício ilegal da profissão que mais buscamos combater”.

A segunda palestra, com o tema “A Importância da Atividade Física na Formação do Ser Humano”, destacou o papel fundamental que o profissional de Educação Física desempenha diante da sociedade. “Trabalhamos com todas as faixas etárias e precisamos pensar a nossa atuação da gestação ao envelhecimento”, sublinhou Marcia. “Por conta disto, não podemos dizer que o Bacharel é mais ou menos relevante do que o Licenciado. Todos são importantes para valorização da atividade física entre as crianças, fazendo disto um hábito para o futuro”, acrescentou.

Os desafios expostos pela palestrante, ao longo da sua apresentação, dizem muito respeito às consequências da obesidade entre o público infantil. “Cada vez mais vemos crianças com problemas cardíacos e diabetes, que antes eram comuns somente em adultos. O sedentarismo é um dos grandes inimigos da Educação Física”, sentenciou. Paralelamente a isso, Marcia também citou os benefícios proporcionado pela atividade física. “As aulas de Educação Física melhoram o desenvolvimento motor e promovem a socialização”, pontuou.

O Ciclo de Palestras “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física” ainda terá outras duas edições em 2018. A atividade será realizada ainda em Caxias dos Sul, no dia 7 de junho; e em Pelotas, no dia 17 de outubro. Compareça!


Eventos palestras



Sistema CONFEF/CREFs participa de debate sobre a BNCC em Brasília
02/05/2018
Fonte: CONFEF

Em uma audiência pública realizada na Câmara de Deputados, na última semana, membros do Sistema CONFEF/CREFs, professores e parlamentares defenderam a inclusão, na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), da obrigatoriedade de profissionais de Educação Física em todos os níveis do ensino básico – especialmente nos níveis iniciais – para atividades esportivas com crianças do primeiro ao quinto ano escolar. O encontro, organizado por membros da Comissão do Esporte, contou com a presença do presidente do CONFEF Jorge Steinhilber (CREF 000002-G/RJ).

Durante a audiência, Steinhilber afirmou que o sucesso da educação passa pela valorização do professor, o que não ocorre atualmente. “Nós continuamos valorizando planos, programas, bases, mas não focamos na essência. Quem vai aplicar a BNCC? Quem estará de frente com as crianças? Quem terá o conhecimento para aplicar?”, questionou.

Por sugestão da deputada Flávia Morais, uma das responsáveis pela audiência, será criada uma subcomissão específica dentro da Comissão do Esporte para encaminhar as questões referentes à Educação Física. “A exigência dos profissionais de Educação Física nas escolas é muito importante. Nós não podemos deixar esse momento ficar no papel, nós precisamos agir, este debate é o começo”, afirmou.

Evandro Roman (CREF 000958-G/PR), outro deputado que pediu a realização da audiência, defendeu a atuação de profissionais qualificados na educação esportiva. “Temos que trabalhar com profissionais qualificados. A busca é para que isso ocorra e seja desenvolvido, a exemplo do Distrito Federal, que implantou essa ação em 2017. Eu tenho certeza que vamos levar para todo o Brasil”.

A subcomissão que tratará da obrigatoriedade de profissionais de Educação Física em todos os níveis do ensino básico deverá ser instalada em até três semanas, após os partidos indicarem os seus integrantes entre os membros da Comissão do Esporte.


CONFEF BNCC



DEFOR fecha três academias e autua outras 19 na segunda semana de abril
30/04/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias irregulares na segunda semana de abril. Os estabelecimentos estavam localizados nas cidades de Vanini, Caxias do Sul e Viamão. Os fiscais não encontraram nenhum profissional nos estabelecimentos para assumirem as atividades. Estas empresas só poderão voltar a atender o público se regularizarem primeiramente sua situação com o Conselho.

Entre os dias 8 a 14 de abril, foram realizadas 79 visitas de fiscalização e atendidas 11 denúncias. No período, outros 19 estabelecimentos foram autuados, sendo 10 por não possuírem registro, 12 por não contarem com profissional habilitado e três por permitirem a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram 15 pessoas cometendo alguma infração, sendo que destas cinco estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional. Assim como foram autuados sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três diplomados atuando sem registro.

Os municípios visitados foram Casca, Vanini, David Canabarro, Caxias Do Sul, Viamão, Porto Alegre, Erechim, Áurea, Getúlio Vargas e Campo Bom. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



Frente em Defesa do CETE articula manifestações no local
23/04/2018
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS) participou no último dia 19 da reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Direito Social ao Esporte, Lazer e Recreação, realizada no salão Ana Terra da Câmara Municipal de Porto Alegre. O encontro foi presidido pela vereadora Sofia Cavedon e contou com as presenças de Edgar Meurer, ex-secretário Municipal de Esportes, ex-diretor do CETE e ex-conselheiro do CREF2/RS e do CONFEF, professores da ESEFID/UFRGS, Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, professores e profissionais de Educação Física, treinadores e atletas de confederações dos mais variados esportes além de representantes da Associação de Moradores do Bairro Menino Deus. A pauta do encontro foi a intenção do governo estadual em transformar o Centro Estadual de Treinamento Esportivo (CETE), no bairro Menino Deus, na nova sede do Corpo de Bombeiros.

A vereadora chegou na reunião vinda de uma audiência com o promotor de Justiça de Habitação e Defesa da Ordem Urbanística do Ministério Público Estadual (MP), Cláudio Ari Pinheiro de Mello, e representação de diversas Federações, dos Moradores, da Universidade Federal/ UFRGS que tratou da transferência. O promotor explicou que os participantes expuseram as inconformidades com a proposta do Estado e solicitaram a intervenção do Ministério Público. “Tomei a decisão para investigar os pontos já salientados. Na semana que vem, na quarta-feira, faremos uma visita para que as entidades nos mostrem a sua visão sobre o local. Eu conheço bem o CETE, mas eles entendem o desenho do projeto estabelecido pelo governo e do que poderia ser afetado no espaço”, disse.

Outro ponto observado por Mello é o impacto para a rua Gonçalves Dias. “A avaliação do impacto urbanístico, feita por especialistas, e nós temos na promotoria esses profissionais, assim como a prefeitura deve ter também, vai ser fundamental. Vamos acompanhar o estudo feito por eles”, afirmou.

Já na reunião da Frente Parlamentar, a vereadora afirmou que o promotor de Justiça visitará o CETE no dia 25, no final da tarde, momento de maior atividade esportiva do Centro. O promotor ficará analisando as instalações, o entorno e a as práticas físicas por cerca de 1h30min. O ex-secretário Meurer convocará o ex-deputado Vieira da Cunha e agora promotor do Estado para acompanhar a visita.

Lauro Aguiar explicou que a Câmara Técnica de Corrida de Rua do CREF2/RS, que acompanha os grupos de corrida de rua em Porto Alegre, iniciou em uma época que este esporte estava tomando conta dos parques e praças. A partir deste momento se organizou todo este movimento, e se criou o Dia da Corrida de Rua. Em defesa do CETE, se desenvolveu um evento para que todos os grupos de corrida de rua participem, marcando presença, junto com a SOGIPA e a Federação Gaúcha de Judô e demais federações e atletas que se juntarem ao movimento.

Conforme Sofia, nas manifestações ficou caracterizado, pelos diversos segmentos, a especificidade e singularidade do CETE, que vai da inclusão à excelência em 21 modalidades de esportes e lutas. "São 1600 jovens, crianças, adolescentes que praticam, diariamente, aulas de esporte no local. Além disso, todos os praticantes espontâneos chegam de três a quatro mil por dia", destaca a vereadora. O Centro também foi o berço de atletas gaúchos renomados, como a ginasta Daiane do Santos, o judoca João Derly, os jogadores de vôlei Paulão e Renan, dentre tantos outros.


Frente Parlamentar em Defesa do Direito Social ao Esporte, Lazer e Recreação



O número de corredores de rua não para de aumentar em Porto Alegre
23/04/2018
Fonte: CREF2/RS

Seja apenas no fim de semana ou sempre que pode, há um grupo que não para de aumentar no Brasil: o de pessoas que participam das corridas de rua. O número de corredores de rua cresceu mais de 50% nos últimos 5 anos e, atrás de tanta gente, tem gerado uma variedade enorme de pequenos e grandes negócios. Com o aumento dos adeptos desse esporte houve um significativo crescimento da mídia especializada - com revistas e sites promovendo a modalidade - e dos fabricantes voltados para esse segmento, que passaram a oferecer tênis cada vez mais modernos e arrojados, camisetas com tecnologias que melhoram a regulação térmica do corpo, e produtos similares. Também ocorreu um incremento na estrutura de apoio fornecida pelas empresas organizadoras dos eventos, que passaram a oferecer melhor suporte antes e após a prova, através de maior facilidade de pagamento das inscrições, de consulta dos resultados e até mesmo de busca de fotos dos atletas tiradas durante as competições.

Este aumento vertiginoso de esportistas também foi sentida no Rio Grande do Sul e, em especial, na capital gaúcha. Tal representatividade fez com que o Município de Porto Alegre sancionasse, em 2017, a Lei 12.225, que determina a data de 24 de abril como Dia Municipal em Homenagem Corrida de Rua. A indicação foi da Câmara Técnica de Corrida de Rua do CREF2/RS.

Segundo a presidente da Câmara, Cláudia Ramos Lucchese (CREF 002358-G/RS), o "boom" nas corridas de rua se deve a múltiplos fatores. “Hoje cada vez mais pessoas se encantam por esse esporte, que é democrático, pois teoricamente qualquer pessoa pode colocar um tênis, uma bermuda e sair para correr. E por ser uma atividade aeróbica, na maioria das vezes, podemos perceber que a evolução do condicionamento cardiorrespiratório é um dos fatores importantes nessa prática. Mas além disso, o que se percebe ainda é o prazer e a sensação de estar do indivíduo que participar de corridas”, explica. Muitos estudos relatam a liberação de hormônios do "bem", como a serotonina, quando se pratica a corrida. E esse hormônio é o grande remédio contra sentimentos de solidão e depressão.

Cláudia explica que esse esporte também proporciona a possibilidade de interagir com o meio ambiente, fazer novas amizades e com isso a sensação de pertencimento a um grupo com os mesmos objetivos. “Muitas pessoas que participam de provas de corridas de rua não buscam tanto a alta performance, e sim os benefícios acima descritos e principalmente a questão da superação, de saber que a competição é consigo mesma e isso o torna mais resiliente”, ressalta.

Mas, como todos os outros esportes, a corrida exige muitos cuidados e principalmente o acompanhamento de profissionais de Educação Físicas capacitados para que se evitem lesões importantes ou problemas cardiorrespiratórios, por exemplo. Uma pesquisa desenvolvida pela Unicamp com o objetivo de verificar a prevalência de lesões dos participantes nos corredores de rua constatou que cerca de 31% dos entrevistados relataram algum tipo de lesão. As lesões são mais recorrentes entre os que se submetem a maiores cargas de treinamento e mais participações em provas. A pesquisa indica que os corredores que vêm praticando corrida há mais tempo e que se submetem a maiores cargas de treinamento são mais suscetíveis a lesões, embora estas inferências devam ser confirmadas por outros estudos.

E é nesse sentido que a Câmara técnica de Corrida de Rua vem se reunindo periodicamente desde 2016. São profissionais de Educação Física que trazem seu conhecimento nessa área e discutem sobre quais as melhores ações para divulgar à sociedade que correr com segurança deve passar por algumas etapas como avaliação médica, avaliação física, atividades educativas e sempre com evolução de acordo com a especificidade de cada indivíduo. “Assim, muitas assessorias ou grupos de corridas têm se formado no Brasil e em nosso Estado. Sempre supervisionados por profissionais de Educação Física habilitados, o corredor tem a chance de praticar esse esporte com mais segurança e ainda evoluir na técnica e em outras competências necessárias”, avalia Cláudia.


Câmara técnica de Corrida de Rua



Reunião com coordenadores de cursos de Educação Física teve palestra de conselheira do CONFEF
16/04/2018
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS realizou uma reunião com 20 coordenadores e diretores de cursos de Educação Física durante a 44ª edição do ENAPEF, no dia 7 de abril, em Torres. Durante o encontro, a conselheira Federal Iguatemy Martins (CREF 000001-G/PB) realizou a palestra “Formação Superior em Educação Física: Estágio atual e Perspectivas”. Ela relatou que o Brasil tem cerca de 6,6 milhões de estudantes no ensino superior com cursos presenciais e 1 milhão e meio em cursos a distância, e fez um apanhado geral de resoluções como as DCNs, EaD Graduação em Saúde até a Regulação, Supervisão e Avaliação das Instituições e dos cursos de graduação e pós-graduação no Sistema Federal de Ensino.

De acordo com a presidente da Comissão de Ensino Superior do CREF2/RS Débora Garcia (CREF 002202-G/RS), a reunião foi um sucesso. “Conseguimos reunir faculdades e universidades privadas e federais.” Segundo Débora, os coordenadores e diretores solicitaram que as reuniões fossem anuais, pois sentem necessidade de trocar ideias e experiências com outros coordenadores.


Reunião de Coordenadores e Diretores de Cursos de Educação Física



CREF2/RS participa da 13ª Semana de Prevenção das LER nesta quinta-feira
12/04/2018
Fonte: CREF2/RS

Com o intuito de conscientizar a população quanto à importância do combate às lesões por esforços repetitivos (LER) e aos distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT), foi aberta, na manhã de hoje, a 13ª Semana de Prevenção das LER, no auditório da Escola Judicial, do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT4). O evento, promovido pelo TRT4 em parceria com o Ministério do Trabalho e com o Sindicato dos Empregados em Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas e de Fundações Estaduais do Rio Grande do Sul (SEMAPI-RS), contou com a presença do vice-presidente do CREF2/RS Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS).

Aguiar participou da mesa de abertura e, na sua fala, destacou que a Semana de Prevenção das LER é um evento que faz parte do calendário oficial de Porto Alegre desde 2004, quando foi instituída a Lei 9.504, em referência ao Dia Internacional do Combate às LER/DORT. A proposta foi do ex-vereador e conselheiro federal do CONFEF Professor Garcia (CREF 000002-G/RS). “Hoje a Educação Física faz parte do segmento da saúde e o reconhecimento da importância da atividade física para combater as doenças do trabalho está presente na sociedade”, destacou o Vice-presidente. “Este é um assunto extremamente importante, cuja participação de todos é imprescindível. A Semana de Prevenção das LER está conseguindo integrar todas as áreas e o CREF2/RS participa desta construção desde o começo, sempre com bastante comprometimento”, complementou.

Com o tema “As Ler em Tempos de Reforma Trabalhista”, o evento ainda vai prosseguir, ao longo de todo o dia de hoje, com painéis, apresentações e debates. Na primeira parte da manhã, o profissional de Educação Física Tony Izaguirre (CREF 002462-G/RS) mediou uma mesa-redonda com representantes do Ministério Público do Trabalho e do TRT4 sobre o assunto, também abordando como a Ginástica Laboral pode prevenir lesões no ambiente das empresas. O Guia da Ginástica Laboral, lançado recentemente pelo CREF2/RS e distribuído a todos os presentes da edição passada da Semana de Prevenção das LER, está disponível aqui.


LER DORT Ginástica Laboral



Santa Maria é a primeira cidade visitada pelo ciclo de palestras sobre os 20 anos de regulamentação da profissão
11/04/2018
Fonte: CREF2/RS

A primeira cidade a celebrar os 20 anos da regulamentação da profissão de Educação Física pela Lei 9696/98 e da criação do sistema CONFEF/CREFs será Santa Maria, que receberá no dia 25 de abril o ciclo de palestras “20 anos de regulamentação da profissão de Educação Física”. O horário do evento será das 19h às 22h, no auditório da FAMES - Faculdade Metodista de Santa Maria. O ciclo, em conjunto com o CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física, estarão entre os eventos comemorativos programados pelo Conselho para celebrar o legado de duas décadas da regulamentação da profissão.

O interesse pelos exercícios físicos têm aumentado no país. Mesmo assim, dados do Ministério da Saúde demonstram uma verdadeira epidemia de obesidade, diabetes e hipertensão, todas doenças associadas ao sedentarismo que assolam a população brasileira. Diante deste quadro, cresce também a responsabilidade do CREF2/RS em demonstrar à sociedade de que a boa orientação faz a diferença, e que sob a instrução de um profissional habilitado aumenta a eficiência dos exercícios, os benefícios dos praticantes e previne problemas de saúde, garantindo bem-estar e melhoria da qualidade de vida. Imbuídos desta missão, o Conselho percorrerá o interior do estado promovendo um diálogo aberto e democrático com a sociedade, estudantes, profissionais e docentes sobre os 20 anos da regulamentação da profissão de Educação Física, suas conquistas e seus desafios.

Em Santa Maria, haverá duas palestras. A primeira, como início às 19h, será ministrada por Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), tendo como tema "Educação Física: legislação e perspectivas". Alessandro é graduado em Educação Física pelo IPA. Possui pós- graduação em Administração e Marketing Esportivo, pela Universidade Gama Filho, e em Ciências do Esporte, pela PUC-RS. Atua como personal trainer e realiza consultoria em diversas academias. É conselheiro do CREF2/RS desde 2015 e integra a Comissão de Orientação e Fiscalização do Conselho.

A segunda palestra da noite terá início às 20h40min, com o tema "A importância da atividade física na formação do ser humano: desafios do profissional de Educação Física", ministrada por Marcia Rohr da Cruz (CREF 007545-G/RS). Marcia é graduada em Educação Física pela UCS e bacharel em Administração pela Unisinos. Possui pós-doutorado em Administração e atua no Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção e em Administração da UCS. É conselheira do CREF2/RS desde 2015 e faz parte de diferentes Comissões e Câmaras Técnicas do Conselho, relacionadas à Educação Física Escolar, Fiscalização, Finanças, Planejamento Estratégico e ao Esporte Educacional.

Após Santa Maria, as próximas cidades visitadas pelo ciclo de palestras serão Caxias do Sul, no dia 6 de junho, no Auditório da Anhanguera, e Pelotas, em 17 de outubro, no Auditório da UFPEL.

Ciclo de palestras “20 anos de regulamentação da profissão de Educação Física” - Santa Maria

Data: 25 de abril, quarta-feira, das 19h às 22h Local: Auditório da FAMES - Faculdade Metodista de Santa Maria Endereço: Rua Dr. Turi, 2003 - Santa Maria Carga horária: 4 horas. O evento terá a emissão de Certificado online aos participantes Inscrições gratuitas até o dia 23/04/2018 pelo site http://crefrs.org.br//eventos/ciclo_santa_maria/


Ciclo de palestras “20 anos de regulamentação da profissão de Educação Física



Formação em Licenciatura é tema do 7º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
09/04/2018
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS realizou, no último sábado, dia 7 de abril, a sétima edição do Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar. O evento, que contou com o apoio da APEF/RS, do Sesc/RS e da Prefeitura de Torres, integrou a programação do 44º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF) e teve como atração uma palestra conduzida pela conselheira federal Iguatemy Martins (CREF 000001-G/PB).

Com entrada gratuita para profissionais de Educação Física e acadêmicos do curso, o 7º Fórum reuniu participantes de todo o Estado e trouxe para debate a formação em Licenciatura e como os professores podem se preparar melhor para atuar nas escolas. A mesa de abertura foi composta pela presidente da Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), pelo representante da Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul Paulo Rezende (CREF 001298-G/RS), pela presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e pela presidente da APEF/RS Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS). Nas suas falas, todos destacaram os avanços conquistados pelo Fórum e pelo Conselho nos últimos sete anos e como esta oportunidade de aperfeiçoamento profissional é de grande valia para todos os Licenciados em Educação Física, sempre com palestras de alto nível.

Na sequência, Iguatemy iniciou a apresentação intitulada “A formação em Educação Física para atuação na Escola: preparando o professor, vivenciando a Licenciatura”. Na primeira parte da sua fala, a palestrante trouxe números referentes à quantidade de docentes presentes na Educação Básica, estimada em 2,1 milhões de pessoas, e à presença de professores de Educação Física devidamente habilitados para desempenhar esta função. “Como indica o Plano Nacional de Educação (PNE), quase 80% daqueles que atuam nas escolas têm curso superior. No entanto, um dos principais problemas não diz respeito a este dado, mas ao fato de que somente metade deles lecionam dentro da sua área específica. Apenas na Educação Física, por exemplo, há um deficit de cerca de 30% de profissionais habilitados”, pontuou.

A Educação Física Escolar, embora bem representada frente a outras disciplinas em que a ausência de professores capacitados é mais evidente, como Química, Física e Biologia, precisa capacitar melhor os seus profissionais. Os apontamentos feitos por Iguatemy ao longo da palestra, baseados em indicadores divulgados pelo Governo Federal, mostraram que o baixo capital cultural, a frágil preparação para o Magistério, a teoria descolada da formação prática e o estágio não encarado como uma ação estratégica de formação são os principais eixos que precisam ser contemplados pelos cursos de Licenciatura. “As Instituições Públicas e Privadas não estão resolvendo a questão formativa do futuro professor. A maioria das alterações curriculares feitas nas Licenciaturas, nos últimos anos, não teve uma avaliação feita do seu impacto e dos seus resultados”, salientou Iguatemy.

Na segunda parte da apresentação, Iguatemy falou sobre a intervenção profissional nas escolas e como os professores de Educação Física podem se preparar para realizar um trabalho de excelência. A palestrante destacou os seis eixos da atuação – planejar, programar, organizar, desenvolver, coordenador e lecionar conteúdos de Educação Física no Ensino Infantil, Fundamental e Médio – e como eles poderiam ser aplicados da melhor forma. “Os professores precisam colecionar, selecionar e aplicar metodologias e técnicas nas diversas faixas etárias e níveis de ensino. No entanto, a maioria dos profissionais sentem falta de capacitação adequada para fazer esta distinção”, relatou Iguatemy. “A ausência de uma sistematização ainda é algo que prejudica a evolução da Educação Física enquanto disciplina escolar e a valorização dos seus professores. O profissional precisa compreender, dentro dos cursos de Licenciatura, que não pode dar a mesma aula para alunos do 4º, do 5º ou do 6º ano. Resumidamente, não há qualidade no ensino que é engessado e igual para todo mundo”, complementou.

Para Iguatemy, a falta de clareza do que é ensinado e as expectativas de aprendizado que não são atendidos afetam não só os alunos, mas também os docentes, que no fim das contas acabam se afastando do saber pedagógico das Licenciaturas. “Os professores têm que conhecer o conteúdo daquilo que ensinam, precisam dominar todos os assuntos que são levados para as aulas de Edução Física. O principal indicador de qualidade do ensino é o capital humano, ou seja, os docentes bem formados e preparados”.


Fórum Educação Física Escolar Educação Física Escolar ENAPEF



Interiorizasul visita Palmeira das Missões e Ijuí na primeira semana de março
26/03/2018
Fonte: CREF2/RS

Com o projeto Interiorizasul, com o qual realiza visitas de atendimento em cidades fora de Porto Alegre, o CREF2/RS irá visitar outras duas cidades no início do próximo mês. A equipe do Conselho vai estar em Palmeira das Missões, no dia 3 de abril; e em Ijuí, nos dias 4 e 5 de abril; oferecendo os serviços de atualização cadastral, entrega de Cédula, coleta de digital, parcelamento de anuidades e para efetuar novos registros.

O agendamento do atendimento nestes dois municípios pode ser feito de maneira online, até está quarta-feira, dia 29 de março, diretamente pela nossa página. Nos dois locais, o atendimento não agendado será feito por ordem de chegada.

Interiorizasul Palmeira das Missões
Data e horário: 3 de abril, terça-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 15h30
Local: UPF – Campus Palmeira das Missões
Endereço: Rua Francisco Ferreira Martins, 360 – Bairro Lutz

Interiorizasul Ijuí
Datas e horários: 4 de abril, quarta-feira, das 9h às 12h e das 13h30h às 18h; e 5 de abril, quinta-feira, das 9h às 11h
Local: Sede Acadêmica Unijuí (Fidene) – Sala de Reuniões da Educação Física (5º Piso)
Endereço: Rua São Francisco, 501 – São Geraldo


Interiorizasul



CREF2/RS fecha três academias e autua outras 12 na terceira semana de março
23/03/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias irregulares entre 11 e 17 de março. Os estabelecimentos estavam localizados nas cidades de Passo Fundo, Marau e Nova Esperança do Sul. Os fiscais não encontraram nenhum profissional nos estabelecimentos para assumirem as atividades. Estas empresas só poderão voltar a atender o público se regularizarem primeiramente sua situação com o Conselho.

Nesta terceira semana de março, foram realizadas 77 visitas de fiscalização e atendidas 18 denúncias. No período, outros 29 estabelecimentos foram autuados, sendo 11 por não possuírem registro, 17 por não contarem com profissional habilitado e oito por permitirem a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram 20 pessoas em alguma infração, sendo que destas oito estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional. Assim como foram autuados sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, um diplomado atuando sem registro e outro profissional exercendo a profissão com seu registro baixado/suspenso.

Os municípios visitados foram Passo Fundo, Vale Real, Feliz, São Vendelino, Alto Feliz, Bom Princípio, Vila Maria, Marau, Santiago, Nova Esperança do Sul, São Francisco de Assis, Três Passos, Tenente Portela e Derrubadas. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



Conselheira do CREF2/RS é a primeira mulher coronel em 180 anos de Brigada Militar
28/02/2018
Fonte: Zero Hora

Pioneirismo. Essa é uma palavra que marca a trajetória de Ana Maria Hass (CREF 004563-G/RS). A carreira da policial militar graduada na última sexta-feira, como a primeira coronel da Brigada Militar em 180 anos, é repleta de atos até então não conquistados por mulheres: desde as mudanças no quadro de formaturas, inserção do sexo feminino em batalhões e comando de equipes.

Aos 55 anos, Ana está desde janeiro de 2017 comandando interinamente os Órgãos de Polícia Especial, formados pelos batalhões de Polícia Fazendária, de Aviação, de Guarda, de Supervisão de Vigilância e Guarda, além da força-tarefa no Presídio Central e na Penitenciária do Jacuí. “A promoção representa a conquista de todas as mulheres brigadianas, em especial as pioneiras da 1ª Companhia Policial Militar Feminina”, conta, referindo-se às colegas que ingressaram no primeiro curso de oficiais mulheres, em fevereiro de 1986, concluído em julho de 1987.

Dez anos depois, quando se tornou capitã, o quadro da Brigada Militar passou a ser unificado, não sendo apenas formado por integrantes dos dois sexos. Quatro anos depois, Ana foi promovida a major e passou a comandar a Escola de Educação Física da corporação. Durante os 32 anos na BM, a oficial passou por três batalhões na Capital e trabalhou com as colegas na criação das primeiras companhias femininas em Porto Alegre e no Interior.

Para a oficial, ser mulher e chegar ao posto de coronel pode impulsionar a entrada de outras mulheres na Brigada. “Fomos rompendo barreiras, mostrando que, com nossa experiência, é possível chegar em altos postos da corporação. Tudo no dia a dia do policiamento”, comenta. “Nosso exemplo irá trazer outras mulheres para a corporação”, complementa. Atualmente, há duas oficiais, formadas na mesma turma da coronel Ana que poderão chegar ao mesmo posto. Outra policial, da segunda turma feminina de policiais, também poderá chegar ao posto.


CREF2 RS



Novo Portal de Autoatendimento está à disposição no site do CREF2/RS
21/02/2018
Fonte: CREF2/RS

O novo Portal de Autoatendimento do CREF2/RS está com um layout mais moderno. O objetivo é promover uma interação mais agradável e uma navegabilidade facilitada, o que possibilita um acesso mais rápido ao conteúdo desejado. Localizado no menu esquerdo do site do CREF2/RS, o acesso agora está dividido em diferentes tipos de acesso.

A primeira aba é o Acesso Público, dedicado ao público em geral sem a necessodade de senha. Lá o usuário comum pode encontrar informações básicas sobre os registrados e a situação atual do profissional, bem como confirmar a veracidade das Certidões emitidas pelo CREF2/RS.

A segunda aba do portal é restrito aos profissionais. Para acessá-la, é necessário informar o número de registro do CREF2/RS no sistema e informar a senha de acesso. Caso ao profissional não tenha senha cadastrada ou esqueceu, poderá solicitar o envio para o e-mail de cadastro. Entre os serviços disponibilizados, é possível realizar alterações no registro – como endereço, telefone e e-mail –, além de parcelamento de anuidade e emissão de novos boletos para pagamento e emitir a Certidão de Regularidade Profissional.

A terceira aba é dedicada às empresas. Nela, é possível a emissão de boletos e parcelamento. A ferramenta também possibilita a consulta do cadastro completo da empresa. Existe ainda uma última aba para uso exclusivo dos funcionários do CREF2/RS.

Acesse o serviço de autoatendimento.


Portal de Autoatendimento



DEFOR fecha uma academia e autua outras 25 na primeira semana de fevereiro
16/02/2018
Fonte: CREF2/RS

Na primeira semana de fevereiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam uma academia em Santa Vitória do Palmar e realizaram mais de 93 fiscalizações em todo o Estado. A academia interditada não contava com profissional habilitado no momento da visita. Para voltar a atender o público, precisará regularizar primeiramente a sua situação.

Entre os dias 4 e 10 de fevereiro, 25 estabelecimentos foram autuados, sendo quatro por não possuírem registro da empresa, seis por não contarem com um profissional ministrando as atividades no local e três por permitirem o exercício ilegal da profissão. Quatro academias foram autuadas por descumprirem o Termo de Cooperação previamente assinado com o CREF2/RS.

Os agentes fiscais ainda autuaram 13 pessoas por algum tipo de infração, sendo duas por exercício ilegal da profissão, quatro profissionais atuando fora da área e infringindo o Código de Ética Profissional, além de flagrarem quatro Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções.

Os municípios fiscalizados foram Porto Alegre, Gravataí, Itati, Três Forquilhas, Terra de Areia, Capão da Canoa, Arroio Teixeira, Arroio do Sal, Rondinha, Santana da Boa Vista, Caçapava do Sul, Candelária, Balneário Pinhal, Quintão, Cidreira, Imbé e Tramandaí.


DEFOR



DEFOR fecha uma academia e autua outras 16 no final de janeiro
01/02/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam uma academia irregular na última semana de janeiro. O estabelecimento estava localizado em Carazinho, e a academia teve suas atividades suspensas por não apresentar um profissional habilitado no momento da visita. Esta empresa só poderá voltar a atender o público se regularizar primeiramente sua situação com o Conselho.

Entre os dias 21 a 27 de janeiro, foram realizadas 49 visitas e atendidas 12 denúncias. Neste mesmo período, outros 16 estabelecimentos foram autuados, sendo dois por não possuírem registro, oito por não contarem com um profissional habilitado e seis por estarem permitindo o exercício ilegal da profissão.

Os municípios visitados foram Rio Grande, Tramandaí, Osório, Capão da Canoa, Torres, Carazinho, Saldanha Marinho, Não-me-Toque, Ibirubá, Fortaleza dos Valos e Boa Vista do Incra.


DEFOR



DEFOR fecha três academias na terceira semana de janeiro
29/01/2018
Fonte: CREF2/RS

Na terceira semana de janeiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias e realizaram mais de 50 fiscalizações em todo o Estado. Os três estabelecimentos que tiveram suas atividades suspensas se localizavam nas cidades de Tavares, Mostardas e Tramandaí. As academias não contavam com profissional habilitado no momento da vista. Para voltar a atender o público, precisará regularizar primeiramente a sua situação.

Entre os dias 14 e 20 de janeiro, 16 estabelecimentos foram autuados, sendo 10 por não possuírem registro da empresa, seis por não contarem com um profissional ministrando as atividades no local e três por permitirem o exercício ilegal da profissão. Uma academia foi autuada por descumprir o Termo de Cooperação previamente assinado com o CREF2/RS.

Os agentes fiscais do CREF2/RS ainda autuaram seis pessoas por algum tipo de infração, sendo duas por exercício ilegal da profissão, três profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e um Responsável Técnico descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios fiscalizados foram Tavares, Mostardas, Capivari do Sul, Balneário Pinhal, Tramandaí, Rio Pardo, Pantano Grande, Encruzilhada Do Sul, Santa Cruz do Sul, Xangri-Lá e Balneário Pinhal.


DEFOR



Convenção Brasil ocorre entre os dias 3 a 6 de maio na PUCRS
26/01/2018
Fonte: CREF2/RS

A Convenção Brasil, o maior evento de fitness do sul do país, está completando 25 anos de contribuição para a especialização e reciclagem intelectual de professores e estudantes. O evento ocorrerá de 3 a 6 de maio no Parque Esportivo da PUCRS, av. Ipiranga, 6690.

Serão mais de 40 cursos nas áreas de Fitness, Welness, Gestão, Esporte, Dança e Natação. O desconto para profissionais de Educação Física de 10% a partir de dois cursos. As inscrições podem ser feitas por meio do link https://goo.gl/eeiiSe. Mais informações podem ser obtidas pelo fone (51) 3312-8322 ou pelo site www.convencacaobrasil.com.br.


Convenção Brasil



CREF2/RS fecha três academias na segunda semana de janeiro
23/01/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias irregulares na segunda semana de janeiro. Os estabelecimentos estavam localizados nas cidades de Horizontina, Frederico Westphalen e Nonoai. As academias tiveram suas atividades suspensas por não apresentarem um profissional habilitado no momento da visita. Estas empresas só poderão voltar a atender o público se regularizarem primeiramente sua situação com o Conselho.

Entre os dias 7 a 13 de janeiro, foram realizadas 78 de visitas e atendidas sete denúncias. Neste mesmo período, outros 20 estabelecimentos foram autuados, sendo três por não possuírem registro, sete por não contarem com um profissional habilitado e sete por estarem permitindo o exercício ilegal da profissão. Os municípios visitados foram Santa Rosa, Horizontina, Frederico Westphalen, Caiçara, Iraí, Nonoai, Marcelino Ramos, Maximiliano De Almeida, Carlos Gomes e Centenário e Pelotas


DEFOR



De provisionado em Tênis a bacharel laureado
15/01/2018
Fonte: CREF2/RS

O provisionado em Tênis Rodrigo Ferreiro (CREF 005153-G/RS) formou-se bacharel em Educação Física na Faculdade Sogipa na última sexta-feira, dia 12 Janeiro. Após a cerimônia, a Cédula de Identidade Profissional foi entregue ao profissional de Educação Física pela Conselheira Débora Rios Garcia (CREF 002202-G/RS). Rodrigo também foi o acadêmico laureado da turma de formandos. O novo bacharel possui uma carreira vitoriosa como tenista profissional, tendo jogado na Alemanha por quase uma década, além de treinar tenistas juvenis, amadores e profissionais.

Apesar de já possuir o registro de provisionado junto ao CREF2/RS, Rodrigo optou por cursar a faculdade de Educação Física por achar necessário agregar conhecimento científico a grande experiência prática adquirida em mais de duas décadas em que foi jogador profissional e treinador. “Por meio de todo o conhecimento científico que tive durante a faculdade, posso afirmar que hoje sou um profissional de Educação Física e treinador de tênis muito mais preparado para encarar os desafios que este esporte oferece. Antes eu só tinha a prática. Com a teoria, fui aprimorando os meus treinamentos.”, avalia.

Nascido em Uruguaiana e com 45 anos atualmente, Rodrigo começou a jogar tênis aos seis anos. Com 12, ele veio a Porto Alegre a convite de um centro de treinamento. Logo começou a disputar torneios da Federação Gaúcha de Tênis, entidade que convocava os melhores atletas de cada categoria no estado. Dos 14 aos 18 anos, permaneceu entre os três melhores tenistas do Brasil. Após esta etapa, ele se profissionalizou, estando entre os 300 melhores tenistas do mundo no ranking da Association of Tennis Professionals - ATP. Em 1997, o tenista foi contratado para jogar profissionalmente na Alemanha, disputando campeonatos interclubes por oito anos. De volta ao Brasil, Rodrigo iniciou sua carreira como treinador, dedicando-se principalmente a desenvolver a carreira de tenista do seu irmão, Franco Ferreiro, que ocupou a posição número 62 do mundo pelo ranking de duplas da ATP.


Formatura



De provisionado em Tênis a bacharel laureado
15/01/2018
Fonte: CREF2/RS

O provisionado em Tênis Rodrigo Ferreiro (CREF 005153-G/RS) formou-se bacharel em Educação Física na Faculdade Sogipa na última sexta-feira, dia 12 Janeiro. Após a cerimônia, a Cédula de Identidade Profissional foi entregue ao profissional de Educação Física pela Conselheira Débora Rios Garcia (CREF 002202-G/RS). Rodrigo também foi o acadêmico laureado da turma de formandos. O bacharel possui uma carreira vitoriosa como tenista profissional, tendo jogado na Alemanha por quase uma década, além de ter treinado tenistas juvenis, amadores e profissionais.

Apesar de já possuir o registro de provisionado junto ao CREF2/RS, Rodrigo optou por cursar a faculdade de Educação Física por achar necessário agregar conhecimento científico a grande experiência prática adquirida por mais de duas décadas em que foi jogador profissional e treinador. “Por meio de todo o conhecimento científico que tive durante a faculdade, posso afirmar que hoje sou um profissional de Educação Física e treinador de tênis completo, muito mais preparado para encarar grandes desafios que este esporte oferece. Antes, eu só tinha a prática. Com a teoria, eu fui aprimorando os meus treinamentos. Fiz a escolha certa”, avalia.

Nascido em Uruguaiana e atualmente com 45 anos, Rodrigo começou a jogar tênis aos seis anos. Com 12 anos, ele vem a Porto Alegre a convite de um centro de treinamento. Logo, começou a disputar torneios da Federação Gaúcha de Tênis, entidade que convocava os melhores atletas de cada categoria no estado. Dos 14 aos 18 anos, sempre esteve entre os três melhores tenistas do Brasil. Após esta etapa, Rodrigo se profissionalizou, disputando entre os 300 melhores tenistas do mundo no ranking da Association of Tennis Professionals - ATP. Em 1997, o tenista foi contratado por um clube sediado na Alemanha, país em que permaneceu disputando campeonatos interclubes por oito anos. De volta ao Brasil, Rodrigo iniciou sua carreira como treinador, dedicando-se principalmente a desenvolver a carreira de tenista do seu irmão, Franco Ferreiro, que ocupou a posição número 62 do mundo pelo ranking de duplas da ATP.


Formatura



Vice-presidente do CREF2/RS faz palestra sobre Personal Trainer Corporativo no 33º Congresso da FIEP
12/01/2018
Fonte: CREF2/RS

O presidente da Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa e vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), realizará a palestra “Personal Trainer Corporativo” no 33º Congresso da Federação Internacional de Educação Física – FIEP 2018, em Foz do Iguaçu na próxima terça-feira, dia 16, a partir das 19h. O Congresso é o maior e mais importante evento da FIEP, realizado anualmente no mês de janeiro na cidade de Foz do Iguaçu/PR, de forma ininterrupta desde o ano de 1986, tendo recebido mais de 55 mil participantes desde a sua primeira edição.

O vice-presidente explicou que os objetivos do Personal Trainer Corporativo são, principalmente, realizar consultoria, assessoria e atendimento à empresa que na compreensão das relações de produção, processo e organização do trabalho. “Com isto, o Personal Corporativo pode oferecer diagnósticos voltados à saúde, educação, esporte e lazer dos trabalhadores”, analisa. O resultado, segundo Lauro, é a promoção de uma atividade física mais adequada àquela realidade. “A expertise do Personal Trainer Corporativo engloba a capacitação e habilitação profissionais necessárias ao entendimento dos processos de trabalho e dos fatores de risco que determinam perigo à saúde e podem gerar acidentes, além de doenças ocupacionais”, resume.


FIEP



CREF2/RS envia boleto da Anuidade 2018 via Correios
04/01/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS já começou a enviar, nesta semana, os boletos da Anuidade 2018 para todas as Pessoas Físicas e Jurídicas registradas no Conselho. As guias de pagamento, de acordo com os Correios, deverão chegar aos endereços dos profissionais e empresas cadastradas partir da próxima quarta-feira, dia 10 de janeiro. Nesta mesma data, os boletos também estarão disponíveis para impressão no Portal de Autoatendimento.


Tendo em vista o momento difícil que o país vivencia, o Sistema CONFEF/CREFs decidiu manter o valor integral da Anuidade 2017 para este ano, sem nenhum tipo de reajuste. Confira abaixo valores, descontos e opções de pagamento:

Pessoa Física:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 361,80, com vencimento em 31 de janeiro*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 423,00 em três parcelas iguais de R$ 141,00
(vencimentos em 31 de janeiro, 28 de fevereiro e 30 de março)**

3ª opção: sem desconto
Valor total de R$ 603,07, com vencimento em 31 de março
(pagamento somente nesta data, podendo ser parcelada sem juros em até cinco vezes)**

Pessoa Jurídica:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 760,00, com vencimento em 31 de janeiro*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 819,72 em três parcelas iguais de R$ 273,24
(vencimentos em 31 de janeiro, 28 de fevereiro e 30 de março)**

3ª opção: sem desconto
Valor total de R$ 1.490,40, com vencimento em 31 de março
(pagamento somente nesta data, podendo ser parcelada sem juros em até cinco vezes)**

Leia as instruções completas nas Resoluções CREF2/RS nº 123/2017 e nº 124/2017.

* Pagamento por meio de boleto a ser recebido no endereço cadastral.
** Pagamento por meio de boleto retirado no Portal do Autoatendimento.


Anuidade



Esclarecimentos sobre a norma que retira do MEI a atividade de personal trainer
26/12/2017
Fonte: CREF2/RS

A Receita Federal divulgou, no começo deste mês, algumas alterações relativas ao registro de Microempreendedor Individual (MEI), que entrarão em vigor a partir de 1º de janeiro de 2018. Entre as principais modificações, está a exclusão da ocupação de personal trainer deste enquadramento tributário.

Em razão desta modificação, os profissionais de Educação Física que têm MEI precisarão alterar, já no começo do ano que vem, o seu registro junto ao Conselho, passando a sua Pessoa Jurídica para LTDA, ME ou autônomo. O CREF2/RS orienta, neste momento de muitas dúvidas, que os registrados procurem um Contador ou o SEBRAE para esclarecimentos sobre a regra e para fazer esta mudança de acordo com o que determina a nova legislação.

Mais informações aqui.


MEI



CREF2/RS é contra norma que retira do MEI a atividade de personal trainer
20/12/2017
Fonte: CREF2/RS

A Receita Federal divulgou, no começo deste mês, algumas alterações relativas ao registro de Microempreendedor Individual (MEI), que entrarão em vigor a partir de 1º de janeiro de 2018. Entre as principais modificações, está a exclusão da ocupação de personal trainer deste enquadramento tributário.

O CREF2/RS é contrário a esta decisão, pois acredita que uma tributação maior aos profissionais de Educação Física irá causar um enorme prejuízo à sociedade e, consequentemente, uma dificuldade ainda maior para aqueles que têm o intuito de abrir o seu próprio negócio, sobretudo academiais pequenas ou em localidades mais afastadas do interior do Estado. Os profissionais de Educação Física são profissionais da área da saúde e a sua atuação – assim como de todas as empresas deste ramo – ajudam na prevenção de doenças e na diminuição das demandas junto ao Sistema Público de Saúde. O corte dos benefícios trazidos com o MEI certamente afetarão a qualidade e a viabilidade da prestação destes serviços.

Enquanto que o CREF2/RS encerra 2017 empenhado em buscar instrumentos para restaurar o enquadramento de MEI ao personal trainer, a Receita Federal acabou de anunciar que todos os profissionais de Educação Física que atuam como Microempreededor Individual deverão solicitar o seu desenquadramento no Portal do Simples Nacional. Saiba mais sobre isto aqui.


MEI



CREF2/RS não tem atendimento externo na tarde desta quinta-feira
19/12/2017
Fonte: CREF2/RS

Em razão de uma atividade interna, o CREF2/RS não terá atendimento ao público nesta quinta-feira, dia 21 de dezembro, após as 12h. O Conselho vai estar aberto somente das 9h até o meio dia.

Em compensação a esta carga horária reduzida, o CREF2/RS prestará atendimento durante todo dia na sexta-feira, dia 22 de dezembro, das 9h às 17h. Mais informações pelo telefone (51) 3288-0200.


Expediente horário



Fiscalização do CREF2/RS fecha uma academia e faz mais de 80 autuações na primeira semana de dezembro
18/12/2017
Fonte: CREF2/RS

Na primeira semana de dezembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam uma academia e realizaram mais de 80 autuações em todo o Estado. O estabelecimento que teve as suas atividades suspensas, em Osório, não possuía registro e não contava com um profissional habilitado no momento da vista. Para voltar a atender o público, precisará regularizar primeiramente a sua situação.

Entre os dias 3 e 9 de dezembro, 15 denúncias também foram atendidas e 41 empresas foram notificadas, sendo cinco por não terem registro, 12 por não contarem com um profissional ministrando as atividades no local e nove por estarem permitindo o exercício ilegal da profissão. Outras três academias foram autuadas por estarem descumprindo o Termo de Cooperação previamente assinado com o CREF2/RS.

Os agentes fiscais do CREF2/RS ainda autuaram 40 pessoas por algum tipo de infração, sendo dez por exercício ilegal da profissão, oito por estarem fora da área de atuação (Licenciados atuando como Bacharéis), 16 RT’s descumprindo as obrigações inerentes ao cargo e seis diplomados por estarem trabalhando sem registro. Dois Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS) foram abertos para empresas reincidentes em infrações gravíssimas e 21 novos Termos de Cooperação foram firmados com estabelecimento que se comprometeram em regularizar a sua situação e cumprir a Legislação.

Além de Osório, os municípios visitados durante a primeira semana de dezembro foram Vila Maria, Camargo, Nova Alvorada, Soledade, Venâncio Aires, Vera Cruz, Encruzilhada do Sul, Vacaria, Lagoa Vermelha, Uruguaiana, Sapiranga, Portão, Lindolfo Collor, Novo Hamburgo e São Leopoldo. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


Fiscalização DEFOR



CREF2/RS divulga valores da Anuidade 2018 sem reajuste
12/12/2017
Fonte: CREF2/RS

Tendo em vista o momento difícil que o país vivencia, o Sistema CONFEF/CREFs decidiu manter o valor integral da Anuidade 2017 para o próximo ano. Solidariedade, responsabilidade social e cooperação são valores que acreditamos e buscamos colocar em prática com esta ação.

O boleto será enviado para o endereço cadastral de todos os registrados, a partir de janeiro de 2018. Caso prefira, você também poderá acessar o portal de Autoatendimento do CREF2/RS para retirar as guias de pagamento.

Pessoa Física:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 361,80, com vencimento em 31 de janeiro*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 423,00 em três parcelas iguais de R$ 141,00
(vencimentos em 31 de janeiro, 28 de fevereiro e 30 de março)**

3ª opção: sem desconto
Valor total de R$ 603,07, com vencimento em 31 de março.
(pagamento somente nesta data, podendo ser parcelada sem juros em até cinco vezes)**

Pessoa Jurídica:

1ª opção: com desconto à vista
Pagamento único de R$ 760,00, com vencimento em 31 de janeiro*

2ª opção: com desconto parcelado
Valor total de R$ 819,72 em três parcelas iguais de R$ 273,24
(vencimentos em 31 de janeiro, 28 de fevereiro e 30 de março)**

3ª opção: sem desconto
Valor total de R$ 1.490,40, com vencimento em 31 de março
(pagamento somente nesta data, podendo ser parcelada sem juros em até cinco vezes)**

A partir de 31 de março de 2018, todas as anuidades sofrerão reajustes.
Leia as instruções completas nas Resoluções CREF2/RS nº 123/2017 e nº 124/2017.

* Pagamento por meio de boleto a ser recebido no endereço cadastral.
** Pagamento por meio de boleto retirado no Portal do Autoatendimento do site.


Anuidade



DEFOR fecha três academias irregulares em Santa Maria
11/12/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, na última semana de novembro, fecharam três academias irregulares na cidade de Santa Maria. Os estabelecimentos tiveram as suas atividades suspensas por não possuírem registro e também por não apresentarem um profissional habilitado no momento da visita. Estas empresas só poderão voltar a atender o público se regularizarem primeiramente sua situação com o Conselho.

Entre os dias 26 de novembro e 2 de dezembro, foram realizadas 83 de vistas e atendidas três denúncias. Neste mesmo período, outros 21 estabelecimentos foram autuados, sendo cinco por não possuírem registro, quatro por não contarem com um profissional habilitado e oito por estarem permitindo o exercício ilegal da profissão.

A Fiscalização do CREF2/RS ainda autuou 11 pessoas por algum tipo de infração, sendo seis por exercício ilegal da profissão, três RT’s por estarem descumprindo o Código de Ética, um diplomado por atuar sem registro e um profissional que estava trabalhando mesmo com o registro baixado. Além destes casos, 28 notificações foram emitidas para empresas e pessoas que não se regularizaram dentro do prazo estabelecido pelo Conselho e uma denúncia foi encaminhada para a Comissão de Ética.

Os municípios visitados na última semana de novembro foram Santa Maria, Restinga Seca, São Gabriel e Tupanciretã. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


Fiscalização DEFOR



Evento "O Mercado do Personal Trainer Corporativo" marca início de uma nova área de atuação na Educação Física
08/11/2017
Fonte: CREF2/RS

Cerca de 60 profissionais de Educação Física e estudantes assistiram ontem, dia 7, as palestras apresentadas no evento “O Mercado do Personal Trainer Corporativo”, promovido pela Câmara de Ginástica Laboral e Atividade na Empresa do CREF2/RS. Além de comemorar o Dia da Ginástica Laboral (22/11), o evento teve como objetivo divulgar um novo perfil de profissional para o mercado corporativo, que atua como promotor de saúde e prevencionista no mundo do trabalho, esclarecendo ao personal trainer sua importância no mundo corporativo.

Fizeram parte da mesa o vereador de Porto Alegre, Mauro Pinheiro, o conselheiro Federal do CONFEF, Carlos Alberto Cimino (CREF 001691-G/RS), o desembargador do TRT da 4ª Região, Janney Camargo Bina, a presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 01910-G/RS), o presidente do Sindicato dos Profissionais de Educação Física do RS (Sinpef/RS), Ubirajara Brites (CREF 000416-G/RS), a presidente da Associação dos Profissionais de Educação Física do RS (APEF/RS), Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS), o presidente da Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa e vice-presidente do CREF, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS) e a analista Técnica do SESI/RS, Galvani Gonçalves.

O vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar, qualificou o evento como histórico. “Este novo conceito está sendo gestado desde 2005, e o que possibilitou sua formatação foi, principalmente, o CREF2/RS por meio da presidente Carmen, que acreditou em algo tão singular e que preenche uma lacuna no mercado: profissionais que atendam as empresas com conhecimento de legislação, leis e das 36 normas regulamentadoras”.

Segundo Lauro, ao longo do tempo o CREF2/RS vem firmando parcerias com Ministérios Públicos, Polícia Civil e Procon. “No ano passado nos tornamos parceiros do TRT4, pois os magistrados estão muito preocupados quando se apresentam conflitos patrão versus empregados, e eles percebem que não houve intervenção alguma em prol da saúde do trabalhador. Portanto, temos uma responsabilidade enorme. Se depender de nós, o profissional de Educação Física estará cada vez mais presente na vida dos trabalhadores, evitando as doenças ocupacionais e, é claro, trabalhando multidisciplinarmente com outros profissionais da saúde.“

A presidente do CREF2/RS, Carmen Masson, reforçou na sua fala a necessidade da ajuda dos profissionais de Educação Física na fiscalização. "Temos 497 municípios do Estado, e mesmo que o CREF2/RS tivesse o mesmo número de fiscais, não seriam suficientes para a atual realidade". Carmen explicou que repetidamente agentes de fiscalização do DEFOR vão até algum município do interior, fazendo visita a primeira academia do roteiro. Após esta ação, o profissional fiscalizado passa mensagem de texto ou telefona para as demais academias que estão irregulares, e estas fecham as portas. "Eu preciso que vocês denunciem os irregulares. Esta denúncia é sigilosa, jamais alguém saberá quem denunciou, e só assim conseguiremos retirar as pessoas que estão ocupando ilegalmente nosso espaço profissional ".

A primeira palestra teve como tema “Gestão de Venda e Relacionamento no Mundo Corporativo” e foi ministrada por Felipe Machado (CREF 008513-G/RS). O palestrante explicou que com a concorrência, o cliente passou a ter um leque de possibilidades, todos lhe oferecendo “serviços únicos”, que no final do dia se mostram iguais devido ao fenômeno da “acomodação” das tecnologias, das pessoas e dos processos. “Ou seja, o cliente por vezes não consegue mais distinguir o caráter único dos serviços que lhe oferecemos. Moral da história: comunicar nossa oferta para o cliente já não é mais suficiente”, avalia. Felipe ressaltou a necessidade de entender o cliente, suas dores e desejos, a competência da empresa, seus produtos e serviços e a entrega de valores, que resultam em satisfação e encantamento. Ele também explicou que para se adaptar ao novo paradigma da área de Vendas e Relacionamento, é necessário que o profissional de Educação Física aprenda a criar valor para os clientes (Acolher), precisa aprender a surpreender os clientes, fazer a diferença na vida dos clientes (Encantar) além de cuidar dos clientes como se fossem únicos (Personalizar).

A segunda palestra teve como tema “A reinvenção do personal trainer para atender as demandas das empresas atuais”, sendo ministrada por Carla Lubisco (CREF 001733-G/RS). Segundo Carla, o estudo Workplace Wellness 2016, realizado pelo Instituto Global de Wellness (GWI), mostra que as empresas e governos estarão cada vez mais motivados em reverter a tendência de falta de qualidade de vida na força de trabalho. “O bem-estar no trabalho é um movimento que irá ganhar força nos próximos cinco anos. Hoje, poucas pessoas têm acesso a programas de bem-estar em seu emprego”, explica, lembrando que a média global é de 9%, e no Brasil, 5%. Já nos EUA, esse percentual é de 52%. Carla afirma que os programas de qualidade de vida como conhecemos hoje, irão desaparecer. "As ações realizadas não podem ser coercitivas e frias, devem ser por adesão e ser acolhedoras, integradoras", salienta. "É preciso criar uma nova cultura, em que o autogerenciamento da qualidade de vida também ganhe força". Para a personal trainer, os indivíduos serão mais responsáveis pela sua própria qualidade de vida.

Ela também enfatiza a necessidade de se olhar o ser humano com uma visão de 360 graus. "Ao fazer um exercício para o braço, lembrar que ele faz parte de conjunto muscular que, por sua vez, faz parte de uma pessoa que tem um sistema emocional, mental e espiritual. Ter um viés humano, olhar empaticamente o aluno. A parte técnica, mais do que nunca, é só uma das etapas".

“Qual profissional de educação física não tem dificuldade com venda?” Com esta indagação, realizada por Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS), iniciou-se a terceira palestra do evento, que abrangeu a “Inserção e a Interação do Personal Trainer nas Empresas”. Segundo Alessandro, o profissional não é preparado para realizar vendas durante sua formação. Mas existem dificuldades posteriores, pois a relação é sempre direta com o consumidor. "Quando entramos com um projeto em uma empresa, diversos níveis estratégicos, hierárquicos, táticos e operacionais coexistem, são diferentes níveis de decisão, aliados a múltiplos níveis de interesse". Muitas vezes, complementa Gonçalves, o nível gerencial que se vai atender entende que a empresa teria outras prioridades, mas a direção, que viu potencial naquele programa de atividades físicas corporativa, compreende que é necessário. “Isto te larga numa fogueira, porque tu vais ter que comprovar que teu trabalho tem valor para, hipoteticamente, 400 funcionários".

Segundo Alessandro, firmamos um contrato de três pontas: a empresa que contratou, a equipe de profissionais de Educação Física e o trabalhador. "Eu preciso fazer com que estes interesses se conectem, satisfazendo o trabalhador e a empresa como organização. E cada uma das pontas têm suas especificidades, todos, obviamente, conectados". Alessandro alerta que um grande erro estratégico é se apegar apenas no feedback do trabalhador. "Isso é bom inicialmente, mas quando houver mudanças estratégicas, é necessário estar ao lado de quem te contratou, pois a parte do trabalhador é a mais fraca para a sustentabilidade do teu projeto". Por fim, Alessandro salientou que o Personal Trainer Corporativo vai abrir muitas portas para os profissionais de Educação Física, usando, inclusive, a Ginástica laboral como ferramenta.


Personal Trainer Corporativo



Palestra sobre o Mercado do Personal Trainer Corporativo terão inscrições no local
06/11/2017
Fonte: CREF2/RS

As inscrições para o evento sobre o Mercado do Personal Trainer Corporativo foram estendidas até dia do evento, 7 de abril, podendo ser feitas no local, conforme disponibilidade de vagas. As palestras serão realizadas no Plenário Ana Terra da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, das 14h às 16h30min, em comemoração ao Dia Estadual da Ginástica Laboral. O objetivo será demonstrar a importância deste novo campo de trabalho que se abre ao profissional de Educação Física. A carga horária terá de 3,5 horas/aula e haverá emissão de certificado aos participantes. A inscrição é gratuita para profissionais de Educação Física registrados no CREF2/RS e estudantes de graduação.

Serão três palestras realizadas. A primeira versará sobre “Gestão de Venda e Relacionamento no Mundo Corporativo”, ministrada por Felipe Machado (CREF 008513-G/RS). A segunda abrange a “Inserção e a Interação do Personal Trainer nas Empresas”, realizada por Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS) e a terceira tem como tema “A reinvenção do personal trainer para atender as demandas das empresas atuais”, ministrada por Carla Lubisco (CREF 001733-G/RS).

O Mercado do Personal Trainer Corporativo
Data: 7 de novembro, terça-feira
Credenciamento: às 13h30min
Horário: das 14 às 16h30min
Local: Plenário Ana Terra - Câmara de Vereadores de Porto Alegre, av. Loureiro da Silva, 255
Mais informações neste link.


Mercado do Personal Trainer Corporativo



Personal Trainer Corporativo abre um novo mercado para o profissional de Educação Física
19/10/2017
Fonte: CREF2/RS

Atualmente, cada vez mais organizações empresariais buscam soluções inovadoras por meio de politicas de promoção, prevenção e educação à saúde no ambiente laboral. Entre as mais recentes propostas, está a atividade de Personal Trainer Corporativo, que se apresenta como um novo e promissor mercado a ser desbravado pelos profissionais de Educação Física.

Segundo esclarece o vice-presidente do CREF2/RS e presidente da Câmara de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), a função do Personal Trainer Corporativo é realizar uma assessoria que envolva a compreensão das relações de produção, processo e organização do trabalho, oferecendo diagnósticos voltados à saúde, educação e lazer dos trabalhadores, promovendo com isto a prática da atividade física mais adequada àquela realidade. “Após finalização da análise do diagnóstico, poderão ser implementadas as mais variadas propostas de atividade física no trabalho, inclusive o programa de Ginástica Laboral, se assim conferida sua necessidade”, explica o vice-presidente.

De acordo com Aguiar, o Personal Trainer Corporativo engloba a capacitação e habilitação profissionais necessárias ao entendimento dos processos de trabalho e dos fatores de risco que determinam riscos à saúde, acidentes e doenças ocupacionais. “Acidentes acontecem, provocados pelos mais diversos fatores, entre eles preponderam a inexistência de programas de bem-estar para o trabalhador”, explica. Lauro também ressalta que é mais barato manter o empregado saudável e no emprego, do que pagar pelos seguros de saúde ou contas médicas, o que muitas vezes implicam em programas de reabilitação ou reposição de mão de obra.

Aguiar afirma que um dos méritos do Personal Trainer Corporativo é justamente reconhecer o investimento na capacitação do profissional de Educação Física, e que sua inserção acontecerá de forma gradativa, incorporados inicialmente nos Serviços de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) e Programas de Atenção à Saúde e Bem Estar do Trabalhador, além dos relacionados à implementação de um estilo de vida ativo. “A pesquisa e planejamento são os principais objetivos do Personal Trainer Corporativo, objetivando o aprimoramento dos serviços a serem prestados à sociedade na Educação Física, elevando a qualidade e compromisso ético-profissional, instituindo grupos de trabalho especializados no campo laboral e elaborando proposta que serão colocadas para discussão nas instituições de ensino superior, estabelecendo parcerias na formação do profissional e sua normatização”, arremata.


Personal Trainer Corporativo



DEFOR fecha duas academias irregulares na primeira semana de outubro
17/10/2017
Fonte: CREF2/RS

Na primeira semana de outubro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias nas cidades de Ivoti e Caxias do Sul. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 65 visitas de fiscalização no período, com oito denúncias foram totalmente atendidas; autuando 19 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo quatro deles por não possuírem registro da empresa, seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros seis permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram 12 pessoas em alguma infração, sendo destas seis leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios visitadas durante o período foram Porto Alegre, Venâncio Aires, Dois Irmãos, Ivoti, Novo Hamburgo, Portão e Caxias do Sul. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS promove palestra sobre o mercado do personal trainer corporativo
11/10/2017
Fonte: CREF2/RS

Em comemoração ao Dia Estadual da Ginástica Laboral, o CREF2/RS realizará no dia 7 de novembro, das 14h às 16h30min, um evento sobre o Mercado do Personal Trainer Corporativo no Plenário Ana Terra da Câmara de Vereadores de Porto Alegre. O objetivo será demonstrar a importância deste novo campo de trabalho que se abre ao profissional de Educação Física. A carga horária terá de 3,5 horas/aula e haverá emissão de certificado aos participantes. A inscrição é gratuita para profissionais de Educação Física registrados no CREF2/RS e estudantes de graduação.

Serão três palestras realizadas. A primeira versará sobre “Gestão de Venda e Relacionamento no Mundo Corporativo”, ministrada por Felipe Machado (CREF 008513-G/RS). A segunda abrange a “Inserção e a Interação do Personal Trainer nas Empresas”, realizada por Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS) e a terceira tem como tema “A reinvenção do personal trainer para atender as demandas das empresas atuais”, ministrada por Carla Lubisco (CREF 001733-G/RS).

O Mercado do Personal Trainer Corporativo
Data: 7 de novembro, terça-feira
Credenciamento: às 13h30min
Horário: das 14 às 16h30min
Local: Plenário Ana Terra - Câmara de Vereadores de Porto Alegre, av. Loureiro da Silva, 255
Inscrições gratuitas e mais informações neste link.


Personal Trainer Corporativo



Presidente e vice-presidente do CREF2/RS tomam posse no Conselho Estadual de Esportes do RS
04/10/2017
Fonte: Assessoria de Imprensa do Palácio Piratini

O governador José Ivo Sartori empossou na manhã desta segunda-feira (2), em ato no Palácio Piratini, os integrantes do Conselho Estadual de Esportes do Rio Grande do Sul (Ceers). Entre os nomeados, estão a presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 01910-G/RS), e seu vice-presidente, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS). Durante a cerimônia, também foi assinado decreto que regulamenta o Pró-Esporte RS LIE (Lei de Incentivo ao Esporte) e o Fundo Estadual de Incentivo ao Esporte (Feie).

As ações fazem parte das políticas públicas de promoção ao esporte do governo do Estado, executadas pela Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sedactel), que se somam aos editais e programas oriundos da Lei Geral do Desporto (Lei Pelé) e das atividades realizadas no Centro Estadual de Treinamento Esportivo (Cete).

Pró-Esporte

O decreto estabelece as novas regras e procedimentos do Pró-Esporte RS LIE e a aplicação do fundo. O programa é executado pelo Departamento de Fomento da Sedactel.

Também determina a criação do sistema informatizado do Pró-Esporte, que garante transparência e capacidade de gerenciamento dos processos. Com a inovação, a tramitação será digital, evitando a necessidade de deslocamento de entidades do interior à capital para protocolo e apresentação de documentos.

Conselho

O Conselho Estadual de Esportes do Rio Grande do Sul (Ceers) é um órgão com caráter consultivo e deliberativo, vinculado à Sedactel. Substitui o extinto Conselho Regional do Desporto (CRD). É formado por representantes do governo do Estado e de entidades ligadas ao meio esportivo, além de representantes indicados por notório saber.

Em nome dos conselheiros empossados, o representante da Sogipa, Alexandre Algeri, afirmou que este projeto "possibilita sonhos". Para Algeri, "o esporte é uma das principais ferramentas de transformação social".

Ao Ceers compete interpretar a legislação esportiva nacional e estadual, elaborar instruções normativas sobre sua aplicação e zelar pelo seu cumprimento. Além disso, é de sua responsabilidade homologar o calendário estadual de atividades esportivas e, principalmente, acompanhar e fiscalizar a aplicação dos recursos materiais e financeiros do Estado destinados a atividades esportivas.


Conselho Estadual de Esportes do Rio Grande do Sul



Omitir que curso oferecido não é reconhecido pelo MEC causa dano moral
25/09/2017
Fonte: CONFEF

Oferecer curso não reconhecido pelo Ministério da Educação configura falha na prestação do serviço e omissão de informação relevante, o que gera dano moral. Assim entendeu a 1ª Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal ao determinar que uma instituição de ensino indenize ex-aluno que se formou, mas não conseguiu validar o diploma por falta de certificação do MEC.

O autor, que se graduou em Educação Física, não conseguiu receber a carteira profissional definitiva do conselho de classe porque o curso de bacharelado não tinha autorização oficial. A instituição alegou ter tomado todas as medidas para regularizar o curso, mas aguardava resposta do MEC, que não migrou corretamente os dados entre seus sistemas informatizados.

O juízo de primeira instância entendeu que a instituição atuou de forma indevida e violou o direito de informação do consumidor, por ter ofertado serviço durante a pendência de regularização sem avisar estudantes.

Diante disso, a instituição de ensino foi condenada a pagar R$ 8,2 mil para ressarcir o aluno pelos valores investidos no curso sem o reconhecimento do MEC, e R$ 3 mil como compensação pelos danos morais.


IES



DEFOR fecha três academias irregulares na primeira semana de setembro
15/09/2017
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 3 e 9 de setembro, agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias nos municípios de Arroio Grande, Porto Alegre e Canoas. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 67 visitas de fiscalização no período, quando quatro denúncias foram totalmente atendidas e 19 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Dentre estes casos, cinco academias não possuíam registro da empresa; nove funcionavam sem profissional presente no momento da visita e oito permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também autuaram 15 pessoas por alguma infração, entre eles oito leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; cinco Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional além de dois diplomados atuando sem registro profissional.

Em seu trabalho interno, o DEFOR emitiu duas notificações para empresas e pessoa que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações, nove denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE e foram abertos quatro novos Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS para empresas reincidentes em infrações gravíssimas. br>
Os municípios visitados na primeira semana de setembro foram Porto Alegre, Canoas, Esteio, Cachoeirinha, Pelotas, Pedro Osório, Arroio Grande, Caxias do Sul e Farroupilha.

Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



Profissionais de Educação Física são homenageados na Câmara dos Deputados
12/09/2017
Fonte: CREF2/RS

Celebrado em 1º de setembro, o Dia do Profissional de Educação Física foi lembrado neste dia 5, na Câmara dos Deputados, em uma sessão solene proposta pelos deputados Laura Carneiro (PMDB-RJ) e Evandro Roman (PSD-PR). O evento contou com a presença do presidente do Conselho Federal de Educação Física (CONFEF), Jorge Steinhilber (CREF 0000002-G/RJ), da presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 01910-G/RS) e de seu vice-presidente, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), do CREF9/PR Antonio Eduardo Branco (CREF 000009-G/PR), do CREF7/DF Patrick Novaes Aguiar (CREF 003132-G/DF) e do presidente da Associação Brasileira de Academias, Gustavo Borges. A sessão contou com a presença de 238 deputados.

Em sua fala, a deputada Laura Carneiro destacou a importância da atividade física na promoção da saúde e no bem-estar. “Hoje, existe uma maior consciência dos efeitos diretos da atividade física sobre o corpo e a mente, em todas as pessoas e em todas as idades”, disse.

A presidente do CREF2/RS Carmen Masson explicou que o melhor caminho para ex-atletas que queiram tornar-se treinadores é cursar a faculdade de Educação Física, aliando sua experiência prática com a formação acadêmica. "É importante que as pessoas saibam que nós não queremos desmobilizar este conhecimento prático. Eu mesma comecei como atleta esgrimista para depois completar minha formação com estudos teóricos", explica. Carmen disse os indicativos de quantidade, modalidade e idade para se aplicar nos exercícios são prerrogativas do profissional de Educação Física. "O exercício só proporcionará saúde e bem-estar se contar com uma boa orientação, responsabilidade do profissional de Educação Física.

O deputado Evandro Roman lembrou que a Lei nº 9.696/98 regulamentou no País o trabalho do Profissional de Educação Física: "É o profissional responsável por manter o corpo humano em ação e saudável por meio da capacidade de reunir e ensinar as técnicas e práticas das diversas atividades esportivas”, afirmou.

O presidente do CREF9/PR, Antonio Eduardo Branco, agradeceu aos deputados que propuseram a sessão solene e agradeceu o Senador Nelson Carneiro, pai da deputada Laura Carneiro, pelas lutas em defesa da categoria. “Ele ajudou não apenas os profissionais do Rio de janeiro, mas de todo Brasil, que vivem de maneira mais digna e podem se aposentar nessa profissão. Alguém disse que o preço da democracia é a eterna vigilância, essa expressão nunca foi tão atual. Somos a bola da vez, representamos uma profissão que criou líderes e nem sempre líderes são bem vindos à mesa. Mas devemos comemorar, principalmente, o reconhecimento da sociedade, a quem dedicamos nosso trabalho para assegurar mais qualidade de vida e saúde”, afirmou o professor Branco.


Dia do Profissional de Educação Física



Cerimônia de entrega do Troféu Destaque 2017 ocorre nesta sexta-feira
31/08/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vai realizar amanhã, dia 1º de setembro, a cerimônia de entrega do Troféu Destaque 2017. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, ocorrerá na Praça dos Fundadores do Grêmio Náutico União, em Porto Alegre.

Divididos em 13 categorias, os finalistas foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho, durante o último mês de julho. Outras duas categorias, chamadas Personalidade do Ano e Veículo de Comunicação, tiveram os seus ganhadores eleitos diretamente pela Plenária. Todos os vencedores do Troféu Destaque serão conhecidos somente na cerimônia.

Mérito da Educação Física
Dionisio Musachio Felix (CREF 003283-P/RS)
Vilson Fermino Bagatini (CREF 000009-G/RS)
Arnóbio Noronha Sigaran (CREF 003284-P/RS)

Profissional do Ano
Pedro Rodrigues Curi Hallal (CREF 024120-G/RS)
Fernando Ernesto Saraiva (CREF 002582-P/RS)
Álvaro Fernando Laitano da Silva (CREF 000006-G/RS)

Profissional de Academia
Marcos Vinícius Ferreira (CREF 015318-G/RS)
Roberta Forini Ortega (CREF 012398-G/RS)
Anelise de Moraes Leotte Bach (CREF 002179-G/RS)

Profissional de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral
Jussara Mesquita da Costa (CREF 009226-G/RS)
João Pedro Manica (CREF 019833-G/RS)
Aline de Andrades Silva (CREF 017502-G/RS)

Profissional com Atuação em Projetos Sociais
Felipe Alberton (CREF 013445-G/RS)
Alex Lenz Stragliotto (CREF 013149-P/RS)
Paulo Cezar Mello (CREF 003951-G/RS)

Profissional de Escola
Carlos Alberto Alves Oliveira (CREF 020824-G/RS)
César Augusto Osorio Dornelles (CREF 000875-G/RS)
Josiane Margarete de Araújo Fassini (CREF 013909-G/RS)

Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada
Rosilene Moraes Diehl (CREF 006012-G/RS)
Paulo José Antoni (CREF 002041-G/RS)
Cláudia Regina Alfama (CREF 006362-G/RS)

Profissional de Recreação
Cassiano Pedro Somensi (CREF 012741-G/RS)
Eneida Feix (CREF 002116-G/RS)
Clezio José dos Santos Gonçalves (CREF 008168-G/RS)

Profissional Técnico Desportivo
André Luís Rocha Scott (CREF 001215-G/RS)
Gilberto Bellaver (CREF 003372-G/RS)
André Osvaldo Furtado da Silva (CREF 011068-G/RS)

Profissional de Corrida de Rua
Juliano Mônaco Maciel (CREF 016431-G/RS)
Alexandre Sendzich Silvestrin (CREF 013072-G/RS)
Leonardo Rossato Ribas (CREF 003760-G/RS)

Profissional de Saúde
Alexandre Ramos Lazzarotto (CREF 002537-G/RS)
Marivete Tomazoni (CREF 011447-G/RS)
Emilian Rejane Marcon (CREF 002792-G/RS)

Clube ou Sociedade
Clube Juvenil de Caxias do Sul (CREF 000922-PJ/RS)
Lindoia Tênis Clube (CREF 000160-PJ/RS)
Clube do Professor Gaúcho (CREF 000269-PJ/RS)

Academia
Academia Body One (CREF 000897-PJ/RS)
Cia Athlética (CREF 001430-PJ/RS)
Guilherme Hessel Diel – Academia Personalizada Funcional (CREF 002963-PJ/RS)


Troféu Destaque 1º de setembro Dia do profissional de Educação Física



CongregaCREF reúne profissionais e acadêmicos para debater temas da Educação Física
28/08/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou no último sábado, dia 26 de agosto, o CongregaCREF – III Seminário Sul Brasileiro de Educação Física. O evento, que ocorre desde 2015 e integra as comemorações pela passagem do Dia do Profissional de Educação Física, celebrado em 1º de setembro, reuniu profissionais registrados e acadêmicos do curso, para assistir palestras e para debater diversos temas relacionados à profissão.

A abertura do evento, feita pela presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), destacou as conquistas recentes do Conselho e o crescimento da Educação Física, em todo o Brasil, nos últimos anos. “No momento, o CREF2/RS está engajado para garantir a presença do profissional de Educação Física no Sistema Único de Saúde, de maneira permanente. Para que isto ocorra, nós precisamos estar unidos, orgulhosos e conscientes de que representamos uma grande profissão”, comentou.

Na sequência, o CongregaCREF teve a sua primeira palestra, chamada “Gestão no Esporte: Os Desafios do Profissional de Educação Física Contemporâneo”, ministrada por Antônio Cimirro (CREF 004716-G/RS), instrutor dos cursos CBF Academy e docente no Ensino Superior. Além de apresentar o cenário do esporte mundial, ele salientou que no Brasil tem um grande potencial de crescimento na área. “O mercado fitness teve um aumento de 22% somente em 2016, atingindo a marca de 2% do PIB”, pontuou. “Os grandes esportistas são experts em vender a nossa profissão e precisamos aproveitá-los desta forma, para que possamos movimentar 40 bilhões de reais todos os anos – como os países desenvolvidos fazem – e gerar mais de 300 milhões de empregos”.

A gestão esportiva, o planejamento e a execução de projetos também foram assuntos abordados por Alexandre Greco (CREF 004204-G/RS), na segunda palestra do CongregaCREF. Consultor de academias e empreendedor digital, Greco falou sobre a evolução das ferramentas digitais ao longo do tempo e reforçou a necessidade que os profissionais de Educação Física têm de estarem sempre antenados a tudo o que surge de novo. “Nós não podemos ter receito de utilizar e de gerar conteúdo em plataformas como Youtube, Facebook e Instagram. Quem está aproveitando estes espaços deixados em aberto, mostrando como a Educação Física pode mudar a vida das pessoas para melhor, está tendo sucesso”.

Os assuntos mais atuais do dia a dia da profissão também ganharam repercussão na apresentação de Fabio Saba (CREF 000007-G/SP), sócio-diretor da IHRSA Fitness Brasil e diretor-executivo da Saba Consultoria. Dando exemplos de um bom marketing para profissionais de Educação Física e para academias, o palestrante resumiu que a excelência do serviço prestado na área da atividade física depende muito mais do envolvimento dos profissionais com as pessoas do que com os esportes. “Não podemos ficar presos somente aos aspectos estéticos. Quem foi que disse que uma academia não pode contratar um profissional com sobrepeso?! Na nossa área, não pode haver preconceito e sempre há uma parcela da população que se identifica com este tipo de profissional, não com os sarados”, explicou.

O encerramento do CongregaCREF foi com uma mesa-redonda sobre obesidade infantil, que contou com a presença de Miria Burgos (CREF 001566-G/RS), conselheira federal e professora da UNISC; e Roberto da Costa (CREF 000137-G/SP), pós-doutor em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS. Em uma conversa com a participação da plateia, os palestrantes mostraram os principais resultados de suas pesquisas sobre o tema, que revelaram que cada vez mais crianças estão desenvolvendo doenças como hipertensão e diabetes, típicas da vida adulta. “As crianças ficam cerca de sete horas pro dia em frente a telas, como computador e televisão, e o sedentarismo é o grande fator para o aumento do risco de doenças crônicas”, frisou Costa. “A gente viu que a atividade física regular, além de melhorar a aptidão física e corrigir eventuais problemas de postura, também implica diretamente na melhora da saúde desta parcela da população”, complementou Miria.


CongregaCREF



Proposta do CREF/RS é a mais votada na 2ª Conferência Municipal de Vigilância em Saúde
28/08/2017
Fonte: CREF2/RS

A 2ª Conferência Municipal de Vigilância em Saúde (2ª CMVS), realizada no último sábado, dia 26 de agosto, definiu as propostas que serão encaminhadas para a apreciação da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, no começo de outubro. Entre os mais de 150 projetos apresentados, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e o Conselho Municipal de Saúde (CMS) selecionaram os 12 mais votados durante o encontro. A proposta de criação do cargo do profissional de Educação Física âmbito do SUS, elaborada e defendida pelo CREF2/RS durante a reunião, ficou em 1º lugar.

O vice-presidente Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), que representou o Conselho durante a reunião, destacou a importância desta conquista. “O CREF2/RS, depois de um grande trabalho nas Conferências Livres da 2ª CMVS, conseguiu mostrar para os gestores públicos como a nossa profissão é essencial para a prevenção da saúde. A nossa proposta, que visa a contratação por meio de concurso público e vínculo direto com o município, tem o objetivo de fazer a Educação Física obrigatória nos serviços de interesse à saúde”, explicou.

Na reunião, Aguiar, também foi eleito delegado para a 1ª Conferência Estadual de Vigilância em Saúde. Os projetos selecionados pela 2ª Conferência Municipal de Vigilância em Saúde, depois de analisados pela Câmara de Vereadores, ainda serão encaminhados à Assembleia Legislativa, para que possam ser ampliados para esfera estadual.


Vigilância em Saúde Fórum-RS Câmara da Saúde



Ação da Polícia Civil em parceria com o CREF2/RS interdita quatro academias em Canoas
18/08/2017
Fonte: CREF2/RS

Na manhã de ontem, dia 17 de agosto, a Polícia Civil, em parceria com o CREF2/RS e com diversos outros órgãos de defesa da sociedade, como o Inmetro, o Procon e a Vigilância Sanitária, realizou uma grande ação conjunta, em Canoas. Com o objetivo de coibir crimes contra o meio ambiente e contra o consumidor, os agentes de fiscalização do Conselho e do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) interditaram quatro academias, que funcionavam de maneira totalmente irregular no município. Além destes estabelecimentos, quatro pessoas também foram autuadas por exercício ilegal da profissão.

De acordo com o delegado e diretor do Deic Rodrigo Bozzetto, a ação conjunta também visitou supermercados, farmácias e postos de gasolina. Ao todo, duas pessoas foram presas em flagrante por furto de energia elétrica e aproximadamente 1,2 toneladas de alimentos impróprios para o consumo foram apreendidas.

Já para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação do CREF2/RS, a parceria com a Polícia Civil foi muito produtiva e ampliou as possibilidades de atuação do Conselho. “Os nossos agentes fiscais têm, muitas vezes, dificuldades para entrar em alguns locais mais afastados. A união de forças com a Polícia Civil e com os demais órgãos de fiscalização facilitou a nossa tarefa de defender a sociedade e nos trouxe resultados extremamente satisfatórios”, comentou. Ela também confirmou que o CREF2/RS e o Deic deverão realizar novas visitas conjuntas em breve.


Fiscalização DEFOR Polícia Civil Canoas



DEFOR fecha duas academias irregulares na primeira semana de agosto
15/08/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, entre os dias 30 de julho e 5 de agosto, autuou 18 estabelecimentos e 20 pessoas por algum tipo de infração, em todo o Estado. Entre as empresas notificadas, oito não possuíam registro, 11 não contavam com um profissional habilitado no momento da visita e 13 estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. Duas academias – uma em Pelotas e outra em Turuçu – funcionavam de maneira totalmente irregular e tiveram as suas atividades suspensas. Elas precisarão regularizar a sua situação antes de voltar a atender o público.

Os agentes fiscais, durante a primeira semana de agosto, notificaram 11 pessoas por exercício ilegal da profissão, dois diplomados por não possuírem registro, quatro profissionais que atuavam fora da área (Licenciados como Bachareis) e três RTs que estavam descumprindo as obrigações inerentes ao cargo, estabelecidas pelo Código de Ética dos Profissionais de Educação Física. Além disto, sete Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS) foram abertos, relacionados a casos de empresas ou pessoas flagradas em reincidência de infrações gravíssimas.

Neste período, a Fiscalização ainda emitiu 13 notificações para empresas e pessoas que não regularizaram a sua situação após o prazo inicialmente estipulado. Fora Pelotas e Turuçu, o Conselho também esteve visitando academias em Porto Alegre, Caxias do Sul, Alto Feliz, Canguçu e Camaquã. Você pode encaminhar a sua denúncia ao DEFOR preenchendo o formulário disponível nesta página.


Fiscalização DEFOR



CREF2/RS revela finalistas do Troféu Destaque 2017
27/07/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS divulgou, na manhã desta quinta-feira, dia 27 de julho, os finalistas do Troféu Destaque 2017. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, vai ter a sua cerimônia de entrega realizada no dia 1º de setembro, sexta-feira, na Praça dos Fundadores do Grêmio Náutico União, em Porto Alegre.

Divididos em 13 categorias, os finalistas listados abaixo foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho, durante o último mês de julho. Outras duas categorias, chamadas Personalidade do Ano e Veículo de Comunicação, terão os seus ganhadores eleitos diretamente pela Plenária. Todos os vencedores do Troféu Destaque serão conhecidos somente na cerimônia do dia 1º de setembro. Confira:

Mérito da Educação Física
Dionisio Musachio Felix (CREF 003283-P/RS)
Vilson Fermino Bagatini (CREF 000009-G/RS)
Arnóbio Noronha Sigaran (CREF 003284-P/RS)

Profissional do Ano
Pedro Rodrigues Curi Hallal (CREF 024120-G/RS)
Fernando Ernesto Saraiva (CREF 002582-P/RS)
Álvaro Fernando Laitano da Silva (CREF 000006-G/RS)

Profissional de Academia
Marcos Vinícius Ferreira (CREF 015318-G/RS)
Roberta Forini Ortega (CREF 012398-G/RS)
Anelise de Moraes Leotte Bach (CREF 002179-G/RS)

Profissional de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral
Jussara Mesquita da Costa (CREF 009226-G/RS)
João Pedro Manica (CREF 019833-G/RS)
Aline de Andrades Silva (CREF 017502-G/RS)

Profissional com Atuação em Projetos Sociais
Felipe Alberton (CREF 013445-G/RS)
Alex Lenz Stragliotto (CREF 013149-P/RS)
Paulo Cezar Mello (CREF 003951-G/RS)

Profissional de Escola
Carlos Alberto Alves Oliveira (CREF 020824-G/RS)
César Augusto Osorio Dornelles (CREF 000875-G/RS)
Josiane Margarete de Araújo Fassini (CREF 013909-G/RS)

Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada
Rosilene Moraes Diehl (CREF 006012-G/RS)
Paulo José Antoni (CREF 002041-G/RS)
Cláudia Regina Alfama (CREF 006362-G/RS)

Profissional de Recreação
Cassiano Pedro Somensi (CREF 012741-G/RS)
Eneida Feix (CREF 002116-G/RS)
Clezio José dos Santos Gonçalves (CREF 008168-G/RS)

Profissional Técnico Desportivo
André Luís Rocha Scott (CREF 001215-G/RS)
Gilberto Bellaver (CREF 003372-G/RS)
André Osvaldo Furtado da Silva (CREF 011068-G/RS)

Profissional de Corrida de Rua
Juliano Mônaco Maciel (CREF 016431-G/RS)
Alexandre Sendzich Silvestrin (CREF 013072-G/RS)
Leonardo Rossato Ribas (CREF 003760-G/RS)

Profissional de Saúde
Alexandre Ramos Lazzarotto (CREF 002537-G/RS)
Marivete Tomazoni (CREF 011447-G/RS)
Emilian Rejane Marcon (CREF 002792-G/RS)

Clube ou Sociedade
Clube Juvenil de Caxias do Sul (CREF 000922-PJ/RS)
Lindoia Tênis Clube (CREF 000160-PJ/RS)
Clube do Professor Gaúcho (CREF 000269-PJ/RS)

Academia
Academia Body One (CREF 000897-PJ/RS)
Cia Athlética (CREF 001430-PJ/RS)
Guilherme Hessel Diel – Academia Personalizada Funcional (CREF 002963-PJ/RS)


Troféu Destaque



Fiscalização fecha três academias irregulares no interior
18/07/2017
Fonte: CREF2/RS

A Fiscalização do CREF2/RS, entre os dias 2 e 8 de julho, fechou três academias que funcionavam de maneira totalmente irregular e autuou outros 29 estabelecimentos, em todo o Rio Grande do Sul, por algum tipo de infração. Entre as empresas notificadas, dez não contavam com um profissional habilitado no momento da visita, 17 não possuíam registro e uma estava permitindo o exercício ilegal da profissão. As academias que tiveram as suas atividades suspensas, em Teutônia e Lajeado, vão precisar regularizar a sua situação antes de voltar a atender.

As ações do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), realizadas na primeira semana de julho, também autuaram 25 pessoas, sendo 11 por exercício ilegal da profissão (ou estagiário sem Termo de Estágio válido), cinco por estarem fora da área de atuação e outros cinco Responsáveis Técnicos que descumpriam as obrigações inerentes ao cargo e infringiam, consequentemente, o Código de Ética dos Profissionais de Educação Física. Ao todo, foram feitas mais de 50 visitas neste período.

Fora os dois municípios já mencionados, os agentes fiscais do Conselho também estiveram em Porto Alegre, Santa Maria, Júlio de Castilhos, Tupanciretã, Ivorá, Faxinal do Soturno, São João do Polêsine, Mata, Salvador do Sul, Tupandi, São Sebastião do Caí, Bom Princípio, Feliz e Encantado. Independente do local, a Fiscalização segue à disposição para receber e averiguar irregularidades. Para contribuir com o trabalho do DEFOR, basta preencher este formulário de denúncia.


Fiscalização DEFOR



DEFOR fecha uma academia irregular e autua dez estabelecimentos no final de junho
13/07/2017
Fonte: CREF2/RS

A Fiscalização do CREF2/RS, entre os dias 25 de junho e 1º de junho, fechou uma academia irregular e autuou 10 estabelecimentos por algum tipo de infração, em todo o Rio Grande do Sul. Entre as empresas notificadas, quatro não contavam com um profissional habilitado no momento da visita e seis estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. A academia que teve as suas atividades suspensas, em Quintão, vai precisar regularizar a sua situação antes de voltar a atender.

As ações do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), realizadas na última semana de junho, também autuaram dez pessoas, sendo seis por exercício ilegal da profissão. Ao todo, 11 denúncias ainda foram atendidas neste período.

Outas 34 notificações foram enviadas pelo DEFOR a empresas e a pessoas que não regularizaram a sua situação dentro do prazo estabelecido pelo CREF2/RS, depois de fiscalizadas pela primeira vez. Além destas, mais 34 Termos de Cooperação foram firmados com empresas autuadas, que se comprometeram a regularizar a sua situação e evitar reincidências.

Além de Quintão, os agentes fiscais do Conselho também estiveram em Balneário Pinhal, Torres, Imbé, Osório, Capão da Canoa, Caxias do Sul, Porto Alegre e Gravataí. Independente da cidade, a Fiscalização segue à disposição para receber e averiguar irregularidades, em todo o Estado. Para contribuir com o trabalho do DEFOR, basta preencher este formulário de denúncia.


Fiscalização DEFOR



CONFEF estreia programa semanal na Fox Sports
06/07/2017
Fonte: CREF2/RS

O programa Fox Workout – Dia de Treino, uma parceria entre o CONFEF e o canal Fox Sports, estreou no último sábado, dia 1º de julho. O primeiro episódio da atração, que será exibida todos os sábados, às 9h, com reprises durante toda a programação da emissora, já pode ser assistido aqui.

O Fox Workout – Dia de Treino irá apresentar, ao longo de 13 episódios, a história de como os praticantes de diferentes modalidades esportivas, entre amadores e profissionais, buscaram a orientação de um profissional de Educação Física para se preparar fisicamente e para atingir os seus objetivos de forma segura e saudável. O programa é comandado pelas gêmeas atletas do nado sincronizado Bia e Branca Ferres.

Fox Workout - Dia de Treino
Todos os sábados, às 9h, no canal Fox Sports


Fox Sports



Fiscalização autua nove academias na segunda semana de junho
30/06/2017
Fonte: CREF2/RS

A Fiscalização do CREF2/RS, entre os dias 11 e 17 de junho, fechou uma academia irregular e autuou 9 estabelecimentos, em todo o Rio Grande do Sul, por algum tipo de infração. Entre as empresas notificadas, quatro não contavam com um profissional habilitado no momento da visita e cinco estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. A academia que teve as suas atividades suspensas, em Viamão, vai precisar regular a sua situação antes de voltar a atender.

As ações do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), realizadas na segunda semana de junho, também autuaram nove pessoas, sendo quatro por exercício ilegal da profissão e cinco Responsáveis Técnicos que estavam descumprindo as obrigações inerentes ao cargo e infringindo o Código de Ética dos Profissionais de Educação Física. Ao todo, foram feitas 30 visitas neste período.

Outras 26 notificações foram enviadas pelo DEFOR a empresas e a pessoas que não regularizaram a sua situação dentro do prazo estabelecido pelo CREF2/RS, depois da fiscalizadas e autuadas pela primeira vez. Além destas, sete Processos Administrativos de Fiscalização também foram abertos, referentes a casos reincidentes em infrações gravíssimas.

Fora o município já mencionado, os agentes fiscais do Conselho também estiveram em São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Alvorada e em Caxias do Sul. Independente do local, a Fiscalização segue à disposição para receber e averiguar irregularidades. Para contribuir com o trabalho do DEFOR, basta preencher este formulário de denúncia.


Fiscalização DEFOR



II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional é nesta sexta e sábado
21/06/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS irá realizar, nesta sexta e sábado, dias 23 e 24 de junho, o II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional. Pela primeira vez em Porto Alegre, o evento estará aberto à presença dos membros destas respectivas Comissões, vinculadas aos três CREFs da região sul.

Com o intuito de discutir e padronizar os procedimentos voltados à atuação de fiscalização, assim como do trabalho relacionado às respectivas Comissões, o Encontro terá as palestras de Paulo Valério Moraes, procurador de Justiça do Rio Grande do Sul, e do conselheiro federal Angelo Vargas (CREF 000007-G/RJ).

II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional
Data: 23 e 24 de junho, sexta-feira e sábado
Horário: das 13h30min às 20h e das 8h às 13h, respectivamente
Local: Hotel Embaixador
Endereço: Rua Jerônimo Coelho, 354 - Centro Histórico
Inscrições: exclusivamente para membros das Comissões do CREF2/RS, CREF3/SC e ao CREF9/PR


Fiscalização Ética Profissional



Fiscalização fecha quatro academias irregulares na primeira semana de junho
20/06/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS, na primeira semana de junho, fechou quatro academias irregulares e autuou 14 estabelecimentos, em todo o Rio Grande do Sul, por algum tipo de infração. Entre as empresas notificadas, sete não contavam com um profissional habilitado no momento da visita e cinco estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. As academias que tiveram as atividades suspensas, nas cidades de Novo Hamburgo, Alvorada, Guaíba e Pelotas, vão precisar regular a sua situação antes de voltar a atender.

As ações de fiscalização, realizadas entre os dias 4 e 10 de junho, também autuaram cinco pessoas, sendo três por exercício ilegal da profissão. Ao todo, foram feitas 27 visitas e atendidas 13 denúncias neste período. Outras cinco empresas foram notificadas por não regularizarem a sua situação dentro do prazo estabelecido anteriormente elo DEFOR, duas denúncias foram encaminhadas à Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS e cinco processos de fiscalização foram abertos, referentes a casos reincidentes em infrações gravíssimas.

Além dos municípios já mencionados, os agentes fiscais do Conselho também esteviram em Campo Bom, Eldorado do Sul, Charqueadas, São Jerônimo e Porto Alegre. Independente do local, o DEFOR segue à disposição para receber e averiguar irregularidades. Para contribuir com o trabalho da Fiscalização, basta preencher este formulário de denúncia.


Fiscalização



Interiorizasul visita Pelotas e Bagé na primeira semana de julho
19/06/2017
Fonte: CREF2/RS

Com o intuito de estar mais próximo dos profissionais do interior, o CREF2/RS executa o projeto Interiorizasul, em que realiza visitas de atendimento em cidades fora de Porto Alegre. Na primeira semana de julho, o Conselho estará em Pelotas e Bagé, oferecendo os serviços de atualização cadastral, entrega de Cédula, coleta de digital e parcelamento de anuidades, entre outros mais. Nestes locais, a equipe do CREF2/RS também estará recebendo a documentação necessária para novos registros.

O agendamento de cada um destes serviços pode ser feito até dois dias antes de cada saída de visita, acessando este link. Além de ser uma forma de aproveitar melhor o tempo dos profissionais que procuram o Interiorizasul, esta pré-etapa otimiza o trabalho do Conselho e informa previamente os documentos que são imprescindíveis para os procedimentos. Diretamente nos locais, o atendimento não agendado é feito por ordem de chegada.

Interiorizasul Pelotas
Datas: 3 de julho, das 14h30min às 18h; e 4 de julho, das 9h às 12h e das 14h às 18h
Local: Faculdade Anhanguera de Pelotas – Sala 1101
Endereço: Avenida Fernando Osório, 2301 – Centro
Agendamento disponível até o dia 29 de junho

Interiorizasul Bagé
Datas: 5 de julho, das 14 às 18h; e 6 de julho, das 9h às 11h
Local: URCAMP – Campus Esportivo – Ginásio Corujão
Endereço: Rua Coronel Azambuja, 35 – Centro
Agendamento disponível até o dia 29 de junho


Interiorizasul Bagé Pelotas



CREF2/RS realiza II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional
12/06/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS irá promover, nos dias 23 e 24 de junho, a segunda edição do Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional. O evento, dedicado exclusivamente aos membros das respectivas Comissões dos três CREFs da região sul, vai ser realizado pela primeira vez em Porto Alegre, no Hotel Embaixador.

O evento terá, mais uma vez, o objetivo de discutir e padronizar os procedimentos voltados à atuação de fiscalização, assim como das respectivas Comissões, visando a propagação de um trabalho coeso e que resulte, a curto prazo, em uma uniformização das atividades desempenhadas pelo Sistema CONFEF/CREFs neste sentido. Paulo Valério Moraes, procurador de Justiça do Rio Grande do Sul, e o conselheiro federal Angelo Vargas (CREF 000007-G/RJ) serão os palestrantes do evento.

O link para as inscrições foi encaminhado diretamente ao CREF3/SC e ao CREF9/PR.

II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional
Data: 23 e 24 de junho, sexta-feira e sábado
Horário: das 13h30min às 20h e das 8h às 13h, respectivamente
Local: Hotel Embaixador
Endereço: Rua Jerônimo Coelho, 354 - Centro Histórico
Inscrições: abertas exclusivamente para membros das Comissões de Fiscalização e Orientação e Ética Profissional do CREF2/RS, CREF3/SC e ao CREF9/PR


Fiscalização Ética Profissional



CREF2/RS participa da audiência pública sobre os cursos EAD na área na saúde
08/06/2017
Fonte: CREF2/RS

A Câmara da Saúde do Fórum-RS realizou ontem, dia 7 de junho, uma audiência pública para debater os cursos de graduação à distância e a formação por EAD na área da saúde. O encontro, que contou com a presença dos presidentes do CREF2/RS e do CONFEF, respectivamente Carmen Masson (CREF 01910-G/RS) e Jorge Steinhilber (CREF 0000002-G/RJ), foi proposto pela Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, representada pelo deputado estadual Valdeci Oliveira.

Carmen e Steinhilber fizeram parte da mesa, juntamente com representantes de outros nove Conselhos Profissionais da área da saúde e membros da Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul, do Conselho Nacional de Saúde e da UNE. William Perez, presidente da Comissão de Ensino Farmacêutico, do Conselho Federal de Farmácia, foi quem abriu a discussão, falando a respeito da representatividade dos profissionais de saúde no Brasil, atualmente estimados em quatro milhões de pessoas. Ele também abordou questões relacionadas ao mercado educacional no país, informando que 76% das vagas no Ensino Superior está concentrada na área privada e que existem, aproximadamente, 274 mil acadêmicos na modalidade EAD na área da saúde.

Diante destes números, Carmen salientou que os Conselhos não são contra o uso da tecnologia, mas que há um consenso de que a formação básica destes profissionais precisa ser feita de maneira presencial. “Não estamos nos opondo ao EAD, inclusive acreditamos que esta seja uma ótima modalidade para os níveis de pós-graduação. Mas a Educação Física, assim como os demais cursos da área da saúde, tem as suas particularidades que só podem ser trabalhadas com a prática. Caso isto não ocorra, a formação destes futuros profissionais poderá ficar comprometida”.

Com espaço aberto para a fala dos demais presentes e também da plateia, a Audiência definiu que a Câmara da Saúde, em parceria com a Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, irá encaminhar, nas próximas semanas, uma proposta de projeto de lei estadual para inviabilizar estes cursos EAD em todo o Rio Grande do Sul. Como destacou Oliveira, há também o plano de elaborar uma cartilha para a sociedade em geral, esclarecendo os prejuízos que poderão ser gerados pela formação EAD na área da saúde.


Câmara da Saúde Fórum-RS EAD



CREF2/RS divulga vencedores do sorteio Convenção Brasil 2017
01/06/2017
Fonte: CREF2/RS

O Conselho sorteou, entre terça e quinta-feira, dias 30 de maio e 1º junho, respectivamente, 21 vagas para os cursos do Convenção Brasil deste ano. A programação completa do evento, que irá ocorrer de 8 a 11 de junho, no Parque Esportivo da PUCRS (Avenida Ipiranga, 6690 – Prédio 81), está disponível aqui.

Todos os vencedores estão sendo contatados por e-mail e deverão responder a mensagem, confirmando presença. No dia de cada curso, os nomes dos contemplados estarão no estande de credenciamento será necessária a apresentação de um documento de identidade com foto para a realização da inscrição, de forma totalmente gratuita.

Confira os vencedores:

Curso Fitness nº 01: “Personal Premium: Treinamento & Gestão”
Cristiane Ribeiro Braga (CREF 016623-G/RS)

Curso Fitness nº 06: “Treinamento de Boxe Feminino”
Cristiane Russo Ferreira (CREF 008628-G/RS)

Curso Gestão nº 14: “Coordenador: Talento para Ser Líder”
Fabio de Souza Lucio (CREF 024469-G/RS)

Curso Wellness nº 18: “Funcional Dance”
Eduardo Fagundes da Silva (CREF 025161-G/RS)

Curso Wellness nº 21: “Exercício Físico na Empresa: um Negócio Rentável para Todos”
Felipe Benevides (CREF 009974-G/RS)

Curso Wellness nº 26: “Lesões no Fitness e no Esporte”
Elisandra Souza Soares dos Santos (CREF 022177-G/RS)

Curso Esporte nº 30: “Treinamento de Corrida: do Iniciante ao Campeão”
Isabel Cristina da Silva Cunha (CREF 016468-G/RS)

Curso Fitness nº 02: “Boxe Funcional”
Jonata Cesar Macagnan Teles (CREF 013206-G/RS)

Curso Fintess nº 10: “A Base do Levantamento de Pesos para o CrossTraining e Treinamento Funcional”
Monalize Cândido Pacheco (CREF 024642-G/RS)

Curso Gestão nº 15: “Como Evitar os 10 Erros Fatais na Gestão”
Mayara Machado Rodrigues (CREF 022385-G/RS)

Curso Wellness nº 19: “Workshop de Liberação Miofascial”
Leandro da Silva Pereira (CREF 023175-G/RS)

Curso Wellness nº 22: “Mat Pilates Original”
Aline Cerqueira Gomes (CREF 009127-G/RS)

Curso Acqua nº 32: “Hidro Acqua Performance: Treinamento Aquático Aplicado no Desempenho Motor”
Fernando Mattos Fernandes (CREF 009640-G/RS)

Curso Fitness nº 4: “Kettlebell: do Fitness ao Treinamento Físico Funcional”
Fátima Aparecida Cunha de Almeida (CREF 012736-G/RS)

Curso Fitness nº 12: “Treinamento Feminino”
Caroline Maria Mielke (CREF 024633-G/RS)

Curso Gestão nº 17: “Empreendedor Fitness Digital”
Vivian Escoteguy Pereira (CREF 020474-G/RS)

Curso Wellness nº 20: “A Avaliação Física Pode Melhorar seus Resultados”
Aline Duarte da Silveira (CREF 023181-G/RS)

Curso Wellness nº 24: “Ginástica Laboral: Oficinas Práticas, Planejamento e Inovação de Programa”
Luális Alves (CREF 024359-G/RS)

Curso Esporte nº 28: “Inovação no Futsal e Futebol”
Ariel Da Forno Mastella (CREF 024116-G/RS)

Curso Nutrição nº 33: “Nutrição e Treinamento Esportivo: Estratégia para Alta Performance”
Glaciane Girardello (CREF 011330-G/RS)


Convenção Brasil



CREF2/RS fecha mais quatro academias e autua 27 estabelecimentos em maio
30/05/2017
Fonte: CREF2/RS

As ações de fiscalização do CREF2/RS, realizadas entre os dias 14 e 20 de maio, resultaram em quatro academias fechadas, nas cidades de Sapucaia do Sul e Três de Maio, e em outros 27 estabelecimentos autuados por algum tipo de infração, como ausência de registro ou de um profissional habilitado no momento de visita. Para voltar a atender o público, estas empresas impedidas de funcionar precisarão, primeiramente, regularizar a situação.

Na terceira semana de maio, os agentes do Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) também atenderam 84 denúncias e notificaram 18 pessoas, por estarem fora da sua área de atuação – licenciados trabalhando como bacharelados – ou por exercício ilegal da profissão. Além disto, sete multas foram aplicadas a empresas que descumpriram o Termo de Cooperação e cinco processos foram encaminhados para serem transformados em Ação Civil Pública.

As cidades visitadas, neste período, foram Porto Alegre, São Leopoldo, Esteio, Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul, Erechim, Getúlio Vargas, Faxinalzinho, São Valentim, Carazinho, Ijuí, Horizontina, Três de Maio, Santa Morsa, Erebango e Espumoso. O CREF2/RS segue à disposição para receber e averiguar irregularidades. Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização enviando a sua denúncia por aqui.


Fiscalização



Fórum dos Coordenadores de Curso de Educação Física reúne representantes de 30 instituições de ensino
29/05/2017
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS realizou, nos dias 26 e 27 de maio, o VII Fórum dos Coordenadores de Curso de Educação Física do Rio Grande do Sul. O evento, que ocorreu pela primeira vez na FADERGS, em Porto Alegre, reuniu cerca de 30 representantes de instituições de ensino de todo o Estado, para debater assuntos relacionados ao estágio e à fiscalização, bem como ao empreendedorismo e à educação a distância.

A abertura do evento, que contou com a presença do presidente do CONFEF Jorge Steinhilber (CREF 000002-G/RJ), foi feita pela presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS). A sua fala, além de destacar o trabalho feito pelo Sistema CONFEF/CREFs visando o fortalecimento da profissão, que atualmente conta com 500 mil registrados em todo o país, foi complementada por Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS), presidente da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional. “O Fórum, que surgiu com a demanda de debater assuntos importantes para o dia a dia das faculdades, chega ao seu sétimo ano, com um histórico de grandes discussões, sobre temas como políticas públicas, tecnologia e saúde mental, entre outros mais”, comentou.

Já Steinhilber aproveitou a sua saudação inicial também para destacar o número significativo de coordenadores presentes no Fórum. “Isto mostra que o nosso ensino está nas mãos de pessoas preocupadas em discutir o futuro dos profissionais que estão sendo formados pelas faculdades. O Conselho, atuando politicamente, enfrenta os mesmos desafios dos professores, que é solidificar a Educação Física em todos os seus âmbitos”.

Palestras e debates

A primeira apresentação foi feita pela assessora jurídica do CREF2/RS Cristiane Costa e pela coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS). Elas explicaram o funcionamento do procedimento de fiscalização, do momento da visita aos trâmites jurídicos finais, e como a lei de estágio é inserida neste contexto. “O Conselho só verifica se há o termo de estágio assinado e já tivemos casos em que a pessoa autuada colocou a culpa na Universidade por estar fora da sua área. Eles alegaram que não tiveram a informação sobre a divisão entre a Licenciatura e o Bacharelado e que sempre tiveram autorização para fazer estágio fora do seu curso”, relatou a dupla.

O assunto, complementado por tópicos relacionados à responsabilidade técnica de academias e à disputas judiciais que o Sistema CONFEF/CREFs enfrenta atualmente quanto às lutas, ao futebol e à dança, teve prosseguimento com a palestra de Steinhilber. O Presidente do CONFEF numerou as parcerias que existem entre as instituições de ensino e os Conselhos Profissionais e apresentou um breve panorama da Educação Física e da sua evolução enquanto curso superior. “Os professores universitários precisam, mais do que nunca, auxiliar os acadêmicos para que eles criem uma identidade profissional desde o primeiro semestre”, analisou.

O segundo dia de evento, no sábado pela manhã, teve início com a palestra de Marcelo Curth (CREF 011605-G/RS), que trouxe para discussão o empreendedorismo na Educação Física. Com larga experiência na área, ele destacou que muitos egressos do curso de Educação Física têm o perfil empreendedor e que, por causa disto, as faculdades deveriam explorar mais este tema em seus currículos. “A maioria das instituições de ensino tem disciplinas de gestão, mas ainda não se dá aula com ênfase no empreendedorismo. As ferramentas necessárias para quem pretende abrir o seu próprio negócio ainda são pouco estudadas nos cursos de Educação Física”.

A última parte do Fórum foi marcada pela mesa redonda “Educação a Distância”, com as presenças de Steinhilber e de Dari Göller (CREF 002469-G/RS), da UNIJUÍ. Neste momento, todos os coordenadores puderam relatar as experiências que vivenciam em suas faculdades e o Presidente do CONFEF ainda pode reforçar o entendimento que a Educação Física não pode ser transformada em um curso totalmente a distância. O “CONFEF, junto ao Conselho Nacional de Saúde, já se movimenta na Câmara de Deputados para barrar esta ideia”, adiantou. “O EAD só pode existir se tiver qualidade, com estágios obrigatórios, material didático bem elaborado e exigências avaliativas. O desafio é fazer com que os alunos estabeleçam uma relação de troca com os outros estudantes e uma identidade profissional, mesmo longe da sala de aula”, complementou Göller.


Fórum de Coordenadores Ensino Superior



Pesquisador da FADERGS visita CREF2/RS e traz dados preocupantes sobre a obesidade e sedentarismo
23/05/2017
Fonte: CREF2/RS

O Coordenador de Pesquisa da Escola de Saúde e Bem-Estar do Centro Universitário da FADERGS, Roberto Costa, pós-doutorado em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS, visitou o CREF2/RS, ontem, dia 22. Costa vem estudando há 20 anos a obesidade na infância e adolescência e as doenças crônicas a elas associadas. Segundo o professor, os dados indicam que a cada ano a condição da saúde juvenil se deteriora, por mais que se façam ações governamentais e sociais de combate à obesidade. “Talvez as estratégias não sejam as mais apropriadas”, avalia.

Segundo a presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), o Conselho apoia a ação de combate à obesidade infantil, problema que já se tornou uma pandemia. "Cerca de 33% das crianças e adolescentes estão com sobrepeso ou obesas. Ou seja, uma em cada três crianças tem esta doença. A obesidade implica em várias outras sequelas, sejam psicológicas, como exclusão da criança, ou agressões, via bullyng. Isto pode causar sérios traumas que deveriam ser evitados com atividade física e uma alimentação saudável".

Costa alerta para o bombardeio a que as crianças e a adolescentes sofrem pela publicidade, incentivando o consumo de alimentos ricos em gordura, açúcar e sal e com baixa qualidade nutricional. “De outro lado, enfrentamos o sedentarismo cada vez mais elevado. Crianças que antes brincavam ativamente na rua, hoje ficam inativas em frente a uma tela. A isto, soma-se alimentação inadequada, resultando em um caminho aberto para doenças”, constata.

Segundo Roberto, as classes sociais desfavorecidas sofrem mais com este tipo de alimentação. “Infelizmente, um pacote de biscoito recheado, com 1200 calorias, é mais barato do que uma fruta”, constata. O coordenador explica que o acesso a estes alimentos de má qualidade nutricional é facilitado pelo baixo custo. “Outro ponto é a questão da palatabilidade, não podemos negar que estes alimentos processados são gostosos para o paladar da criança e do adolescente”, explica.

De acordo com o coordenador, os adolescentes obesos apresentam índice elevado de síndrome metabólica. “Encontramos em Porto Alegre adolescentes obesos que tinham triglicérides alterados, colesterol elevado, obesidade abdominal, hipertensão arterial, ou seja, indivíduos com doenças de idosos, o que indica um risco elevado para a saúde, principalmente porque se apresenta uma tendência a se prolongar durante toda a vida”, argumenta. Costa conclui que estas pessoas chegam a sua vida adulta com sobrepeso e doenças crônicas, acabando por apresentar um risco maior de óbitos. “Atualmente vemos um aumento no número de indivíduos apresentando infarto aos 35 anos e AVC aos 45 anos”.

As ações para solucionar este problema têm que envolver toda a sociedade, aponta Costa. “Precisamos de uma mudança de atitude em relação a práticas alimentares e ao combate do sedentarismo, e para isto precisamos do apoio dos pais, da sociedade civil e da classe política em todos os âmbitos”. Costa vislumbra a escola como melhor ambiente para estas políticas serem efetuadas. “É o momento para utilizarmos este ambiente para a incentivarmos saúde. O ensino da matemática, da física e do português são muito importantes, mas é imperativo que eduquemos para a saúde”, arremata.

Para Costa, o professor de Educação Física que é o profissional de saúde dentro da escola, e ele tem que assumir este espaço. “É importante que tenhamos primeiro o conhecimento da condição dos alunos, precisamos saber aqueles que tem obesidade ou que estão em risco”. A partir desta etapa, afirma o professor, temos que propor as ações que envolvam a alimentação e a orientação aos pais sobre o que a criança traz para a escola. “Nos últimos cinco anos, o único país que conseguiu uma redução da obesidade na fase escolar foi nos EUA, com o programa alimentar implementado pela primeira-dama Michelle Obama. Infelizmente, com o novo presidente o programa foi revogado”, constata.

Costa explica que o deputado estadual Maurício Dziedrickir tem dois projetos de Lei envolvendo o tema. O primeiro introduz o cadastro de obesidade infanto juvenil, bem como torna obrigatório a realização da avaliação antropométrica para verificação do estado nutricional e triagem de risco para doenças crônicas não-transmissíveis nos alunos do ensino fundamental e médio nas escolas do Estado.

“E quem se não o profissional de Educação Física seria o mais indicado para realizar estas medidas”, afirma Costa. “Pois na sua graduação, o profissional de Educação Física tem disciplinas como biometria, medidas de avaliação ou avaliação física, que são matérias que cuidam desta medição antropométrica", analisa. O professor afirma ser possível fazer estes procedimentos em apenas uma aula. "Ele consegue fazer estas três medidas em todos os seus alunos. Em uma semana, ele terá conseguido medir todos os seus alunos. “Importante frisar que o PL vale para escolas públicas e particulares”, ressalta.

O segundo PL apresentado obriga todos os produtos alimentícios produzidos por indústrias do Estado a apresentar no rótulo a quantidade de sal e açúcar que contém em medidas em colheres de café. "Por exemplo, este suco tem seis colheres de chá de açúcar”.


Obesidade e Sedentarismo



6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar reúne profissionais e estudantes em Capão da Canoa
22/05/2017
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS realizou, no último sábado, dia 20 de maio, o 6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, em Capão da Canoa. O evento, que integrou a programação do 43º ENPAEF, teve a entrada gratuita e reuniu profissionais e acadêmicos para debater o futuro da área. Neste ano, o Fórum contou com as palestras de Vitor Powaczruk (CREF 023027-G/RS), intitulada “A Educação Física dentro da nova BNCC: Reflexões sobre a Obrigação e a Opcionalidade”; e de Maria Teresa Cauduro, com o nome “A Educação Física Escolar e um Passeio pelas Linguagens do Corpo”. Powaczruk é assessor pedagógico da Secretaria Estadual de Educação e Maria Teresa pesquisadora do Grupo de Estudos Qualitativos de Formação de Professores e Prática Pedagógica em Educação Física e Ciências do Esporte (CNPq/UFRGS) e do Observatório de Educação (Unisinos).

A mesa de abertura do evento foi composta pela presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e pela presidente da Comissão de Educação Física Escolar Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS). Para a plateia, formada em grande parte por professores da rede pública e privada de ensino, Carmen falou sobre as funções do Conselho, para além do trabalho de fiscalização e de orientação. “A nossa atuação tem o intuito também de manter a Educação Física forte e viva no ambiente político. O Sistema CONFEF/CREFs já participou da elaboração de diversos projetos na Câmara Federal, em parceria com os deputados, para garantir a presença e o reconhecimento dos nossos profissionais em nível nacional”, revelou.

Miryam, por outro lado, aproveitou o momento para destacar o crescimento do Fórum, que chegou à sua sexta edição consecutiva, e da aproximação com a Associação dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul (APEF/RS) ao longo desta trajetória. “O nosso trabalho, feito em parceria desde o primeiro ano, tem sido exaustivo para garantir a presença do profissional de Educação Física em todas as séries escolares. O PLC 116/2013, embora esteja engavetado na Assembleia Nacional, teve uma iniciativa parecida aqui no nosso Estado, já transformada no PL 087/2016. Este novo projeto de lei, que continua tramitando, pode ser considerado uma das grandes conquistas deste Fórum”, mencionou.

Palestras

Graduada em Educação Física pela UFRGS e em Direito pela Feevale, com doutorado pela Universitat de Barcelona em Ciências da Educação, Maria Teresa foi a primeira palestrante do Fórum. Depois de falar um pouco sobre a sua trajetória profissional e relatar algumas das suas experiências dando aula e conhecendo a realidade do ensino no Brasil, a pesquisadora apresentou didaticamente a legislação da Educação Física e um pequeno panorama do que ocorre nas escolas. A conclusão, de acordo com Maria Teresa, indica que ainda há um longo caminho para que a Educação Física seja colocada no seu devido lugar. “Ainda precisamos compreender todas as leis da nossa profissão, pois só assim poderemos posicionar a Educação Física, as suas linguagens e as suas interfaces como importantes para as pessoas”, explicou.

No âmbito das escolas, Maria Teresa também destacou a necessidade que os professores têm de trabalhar com diferentes tipos de alunos, mas sem nenhuma segregação. “As crianças, muitas vezes, vêm de lugares distintos, possuem crenças e aspectos culturais que não são compatíveis entre si. O profissional de Educação Física tem a obrigação de lidar com isto e o caminho mais adequado é trabalhar todas as possibilidades corporais, não apenas os jogos com bola”, sentenciou. A decisão do conteúdo programático, por conta disto, acaba sendo a tarefa mais difícil. “Os professores precisam vivenciar a realidade do aluno para definir como serão as aulas. Além disto, eles necessitam trabalhar com o corpo e com os gestos de cada um, aliando teoria e prática e ainda criando uma interface com as outras disciplinas, como geografia, física e matemática. Só assim o conhecimento será capaz de crescer e de abrir possibilidades para os alunos”.

Powaczruk conduziu a segunda palestra do Fórum e trouxe para o centro da discussão os diversos contextos da Educação Física Escolar, que afetam diretamente o dia a dia dos professores. “Na Secretaria Estadual de Educação, temos o dado de que quase metade dos alunos não participa das aulas de Educação Física. Cabe ao profissional de escola, por conta disto, mudar esta realidade e mostrar para a comunidade em geral que a transformação proporcionada pela disciplina é duradoura e essencial para as crianças e para os adolescentes”, comentou.

Powaczruk é um dos especialistas responsáveis pela elaboração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) ao junto ao MEC. O projeto, que começou a ser discutido em 2013 e deverá ser adotado por todas as escolas públicas e privadas do Brasil em um futuro bastante próximo, também foi abordado na sua apresentação. “A Educação Física ainda não era considerada uma disciplina obrigatória em 1996, mas em 2001 passou a ser um componente curricular imprescindível na formação de todos os alunos. As alterações da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), ao longo do tempo, trouxeram alguns dos benefícios que tentarão ser ampliados agora com a adoção da BNCC”, declarou o palestrante.

A parte final do Fórum foi dedicada às perguntas da plateia. Os palestrantes puderam complementar os assuntos abordados nas suas apresentações e ainda tratar de outros temas extremamente conflituosos e atuais. Para Maria Teresa, os profissionais de escola precisam ter um diálogo permanente com as crianças, para entender o contexto em que vivem, e sempre comunicar a direção da escola quando algum abuso for detectado. “O conhecimento da realidade do aluno é muito importante nestes casos. Nas famílias em que os pais estão desempregados, ou que têm problemas com bebida, os casos de violência podem ocorrer até com uma certa frequência”, explicou. “Os profissionais de Educação Física, por causa da proximidade que acabam tendo com os alunos, podem identificar um comportamento não-verbal de agressão, de depressão ou até mesmo de socorro. Eles devem estar sempre atentos e as escolas não podem ser omissas diante destes casos”, finalizou.


Educação Física Escolar



CREF2/RS fecha quatro academias irregulares e autua 40 estabelecimentos
11/05/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, em sua missão de proteger a saúde e zelar pela profissão, visitou 21 municípios entre os dias 23 de abril e 6 de maio, fechando oito academias irregulares distribuídas entre Porto Alegre, Triunfo, Viamão, Guaíba e Três Coroas. Os estabelecimentos não apresentavam profissional habilitado para orientar as atividades. Para voltar a funcionar, a empresa terá que, primeiramente, regularizar a sua situação.

Nas diligências, os agentes do DEFOR realizaram 81 visitas de fiscalização, autuando 40 estabelecimentos por alguma irregularidade, sendo 20 deles pela falta de registro no CREF2/RS, além de constatarem em outras 17 empresas a falta de profissional presente no momento da visita. Ao todo, foram autuadas 24 pessoas, destas 13 por exercício ilegal da profissão, além de oito Responsáveis Técnicos autuados por descumprir as obrigações inerentes à função, além de um diplomado sem seu registro profissional.

Foram visitados os municípios de Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul, Campo Bom, Dois Irmãos, São Leopoldo, Nova Petrópolis, Caxias do Sul, Farroupilha, Porto Alegre, Viamão, Gravataí, Alvorada, Guaíba, Triunfo, Charqueadas, Sapucaia do Sul Sapiranga, Gramado, Três Coroas, Taquara, Rolante, Cruz Alta, Panambi e Não-Me-Toque.


DEFOR



Qual a diferença entre Sindicato e Conselho Profissional?
10/05/2017
Fonte: CREF2/RS

O Conselho Regional de Educação Física é uma Autarquia criada por Lei, com o objetivo de fiscalizar e regulamentar a profissão da Educação Física. Diferentemente do Sindicato. Não tem como missão defender os interesses econômicos e trabalhistas da classe profissional.

Por outro lado, o dever do Conselho é garantir o direito da sociedade em ter uma prestação de serviço de qualidade, ministrada por profissional habilitado. Ainda, o Conselho tem como dever garantir o cumprimento dos preceitos éticos da profissão, punindo aqueles profissionais, após devido processo ético, que infringirem os deveres e obrigações dispostos no Código de Ética Profissional.

Ao questionamento: o que o CREF faz pelos profissionais, só há uma resposta possível: o Conselho, por meio de sua fiscalização, visa garantir que os profissionais sem formação não atuem na área da Educação Física, ou seja, impede o exercício ilegal da profissão. Portanto, o CREF não é órgão assistencial, nem sindical e sim ente de fiscalização profissional, e tem como meta garantir o direito da sociedade de ter profissional habilitado e serviço de qualidade na área da Educação Física.

O Sindicato é uma associação para defesa e coordenação dos interesses econômicos e/ou profissionais dos indivíduos (empregados, empregadores, profissionais liberais, autônomos, etc.) que exercem a mesma atividade ou atividades similares ou conexas.

A livre associação sindical resta prevista no artigo 8º da Constituição Federal, sendo importante ressaltar alguns pontos referentes ao tema: 1º0 nos termos do inciso III cabe ao sindicato a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas; e 2º0 conforme inciso V ninguém será obrigado a filiar-se ou a manter-se filiado a sindicato. Diante disto, concluímos que o Sindicato é o responsável pela defesa dos direitos e interesses relacionados `categoria, inclusive no âmbito judicial. No entanto, os profissionais não são obrigados à filiação.

Nestes termos é o Sindicato quem auxilia os profissionais de Educação Física quanto a questões como piso salarial, carga horária, assinatura de carteira de trabalho, remuneração e outras demandas trabalhistas. Para esclarecer qualquer dúvida ou mesmo ingresso com demanda trabalhista, o profissional de Educação Física deve buscar orientação junto ao Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul (SINPEF/RS). A entidade é o órgão competente para garantir, lutar e exigir os direitos da categoria.

O SINPEF/RS atende de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h, na Praça Osvaldo Cruz, 15/2014, no Centro de Porto Alegre. Mais informações pelo telefone (51) 3085-9529 ou pelo e-mail contato@sinpefrs.com.br


SINPEF RS



Câmara Técnica de Futebol fará reuniões itinerantes nas Instituições de Ensino Superior
08/05/2017
Fonte: CREF2/RS

O presidente da Câmara Técnica de Futebol, Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), afirmou na última sexta-feira (5) que está empenhado em aumentar o quórum de presenças nas reuniões, mesmo que os encontros já tenham contado com a presença de reconhecidos profissionais da área. Para atrair os participantes, Gamboa aprovou com o professor do IPA, Luiz Afonso Gomes (CREF 000484-G/RS), a promoção de reuniões itinerantes. “Iniciaremos este novo formato por Porto Alegre e Região Metropolitana, para posteriormente avançarmos pelo interior do Estado”, afirma. Com isto, deduz Gamboa, haverá uma aproximação concreta da Câmara junto aos professores da futebol em suas próprias faculdades.

De acordo com o presidente da Câmara, a pauta das reuniões itinerantes tratará em primeiro lugar do mercado de trabalho, focado no aspecto lazer, esporte e recreativo. “Basicamente para quem quer trabalhar com futebol de forma recreacional, visando atividade física, bem-estar e saúde”. Gamboa pontua que o mercado para quem trabalha neste nicho enfrenta dificuldades. "Apesar do Brasil ser o país do futebol, o mercado tem baixíssimo nível de absorção de profissionais, pois os maiores investimentos vão para o futebol de alto rendimento". Gamboa cita como exemplo Porto Alegre, onde os profissionais que atuam no Inter ou no Grêmio estão bem posicionados, mas se atuarem na várzea, enfrentarão condições mínimas de trabalho.

O segundo foco, afirma Gamboa, é a criação de eventos. “Iniciaremos com cursos pequenos, trazendo um profissional que atue no futebol, seja jogador, treinador ou juiz, para ele repassar conhecimentos durante um dia”. Outra possibilidade aventada serão palestras com administradores de empresas, para ensinar as melhores ferramentas de gestão do mercado de trabalho. “Mais adiante, se tudo evoluir bem, pensamos em um congresso multidisciplinar de futebol", concluiu Gamboa.

Os profissionais de Educação Física que desejarem participar da Câmara de Futebol podem enviar um e-mail para administrativo@crefrs.org.br. Eles serão informados das datas e locais das próximas reuniões.


Câmara Técnica de Futebol



VII Fórum dos Coordenadores de Curso de Educação Física do RS é realizado em Porto Alegre
13/04/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS, por meio da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional (CESPP), realizará nos dias 26 e 27 de maio de 2017 o VII Fórum dos Coordenadores de Curso de Educação Física do RS, na FADERGS, em Porto Alegre. No evento, serão desenvolvidos os temas Estágio e Fiscalização, Aproximações entre Licenciatura e Bacharelado, Empreendedorismo na Educação Física e Educação a Distância.

A palestra “Aproximações entre Licenciatura e Bacharelado” será ministrada pelo presidente do CONFEF e presidente da Academia Olímpica Brasileira Jorge Steinhilber (CREF 000002-G/RS), especialista em Controle Externo pela Fundação Getúlio Vargas e mestre em Ciência da Motricidade Humana pela Universidade Castelo Branco.

Já o tema "Perfil Empreendedor na Educação Física e os desafios das IES" será desenvolvido por Marcelo Curth de Oliveira (CREF 011605-G/RS), que possui pós-graduação em Administração e Marketing pela Universidade Gama Filho e em Educação a Distância pela Faculdade Senac. É mestre em Administração e Negócios pela PUC/RS e doutorando em Administração pela Unisinos. Atualmente, é docente em Instituições deEnsino Superior nas áreas de marketing, administração e Educação Física e nutrição. É ainda sócio-proprietário da Plation, que trabalha com consultoria e treinamentos em gestão comercial.

A mesa-redonda “Educação a Distância” terá como debatedores Jorge Steinhilber e Dari Francisco Göller (CREF 002469-G/RS), que possui mestrado em Educação nas Ciências pela Unijuí e doutorado em Educação Física pela UFSM. Atualmente é professor adjunto da Unijuí. O moderador será o professor da Ufpel Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS).

A inscrição no evento, permitido somente para coordenadores de curso, é gratuita e deve ser realizada até dia 28 de abril de 2017.

VII FÓRUM DOS COORDENADORES DE CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO RS
Data: 26 e 27 de maio de 2017
Local: FADERGS – Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul
Endereço: Rua Luiz Afonso, 84/sala 110 (Laboratório de Alta Complexidade) – Cidade Baixa, Porto Alegre/RS

Inscrição gratuita e exclusiva para coordenadores de curso de Educação Física


VII Fórum dos Coordenadores de Curso de Educação Física



RT: toda academia deve ter o seu responsável técnico
13/04/2017
Fonte: CREF2/RS

Toda academia de atividades físicas, escolinhas desportivas e demais empresas do setor, ao se registrarem no CREF2/RS, juntam em seus assentamentos um Termo de Responsabilidade Técnica assinado pelo Profissional de Educação Física que assume este encargo. A Lei Federal no 6839/80 estabelece esta exigência legal, ao determinar em seu artigo 1º que o registro de empresas e a anotação dos profissionais legalmente habilitados, delas encarregados, serão obrigatórios nas entidades competentes para a fiscalização do exercício das diversas profissões.

Sendo que, no campo da Educação Física, somente profissionais com habilitação como Bacharel poderão assumir tal função. Ser o Responsável Técnico significa dizer que este profissional não pode se eximir de sua responsabilização sobre qualquer fato incidental ou acidental que envolva os aspectos técnicos e éticos do trabalho que é realizado em todos os horários e modalidades existentes na empresa. Para se ter uma ideia, o RT (sigla habitualmente usada para designar o Responsável Técnico) assume responsabilidade sobre a segurança e a qualidade dos equipamentos, do espaço físico, das condições de higiene, da regularidade dos estágios e estagiários e de todo o corpo técnico, coordenando e zelando pelo mais correto andamento do trabalho desenvolvido.

Os proprietários de estabelecimentos que ofereçam serviços na área de atividades físicas certamente possuem sua parcela de responsabilidade, mas sempre será o Responsável Técnico o primeiro a responder perante o consumidor do serviço, à Justiça, Polícia, Vigilância Sanitária, Administração Pública em geral e, logicamente, perante o CREF e o CONFEF.

São atribuições do Responsável Técnico:

• Coordenar as atividades dos Profissionais de Educação Física;
• Zelar pela boa qualidade e eficiência dos serviços prestados pelos profissionais de Educação Física;
• Zelar pelo respeito às disposições gerais da Profissão e do estabelecimento;
• Prestar apoio às atividades de atendimento e ensino, no caso de estágios curriculares acadêmicos;
• Perceber e analisar as modificações e inclusões de procedimentos;
• Inspecionar as condições físicas e tecnológicas para o atendimento;
• Coordenar o corpo técnico do estabelecimento;
• Supervisionar a execução das intervenções profissionais nas diversas atividades e programas;
• Zelar pelo fiel cumprimento do Código de Ética do Profissional de Educação Física.

O responsável técnico também está sujeito às penalidades previstas nas demais leis como qualquer outro cidadão.

Leia na íntegra a Resolução CONFEF nº 134/2007 que normatiza o RT aqui.
No site do CREF2/RS estão disponíveis os documentos para atualização do RT da empresa. A exclusão de RT de uma empresa pode ser solicitada pela empresa ou pelo próprio profissional. Acesse o link e saiba mais.


Rensponsável Técnico



CREF2/RS participa do Dia Mundial da Saúde na Praça da Alfândega
11/04/2017
Fonte: Assessoria/PMPA

Na última sexta-feira, dia 7, o CREF2/RS, junto aos conselhos que compõe a Câmara da Saúde do Fórum/RS e a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre, estiveram na Praça da Alfândega, da 9h às 17h, para orientar a população a manter a qualidade de vida e dar dicas de alimentação saudável no sentido de prevenir a depressão.

A programação teve aulas de Yoga, Tai Chi Chuan, alongamento e dança, dicas de preservação do meio ambiente, atividades para idosos, rodas de conversa e oficinas de Abayomi, valorizando a diversidade cultural. Profissionais de diversas áreas da saúde e parceiros deram dicas de saúde, prevenção da tuberculose e do câncer de mama, com lançamento de livro e horta comunitária.

A Unidade de Saúde Vila Safira, localizada no bairro Mário Quintana, levou à praça o projeto de educação alimentar "Na medida certa", que reúne um grupo de 30 participantes da comunidade. Os encontros são quinzenais, com acompanhamento multiprofissional para avaliar pressão arterial, colesterol, glicose, índice de massa corporal e atropometria. "Nosso estilo de vida influencia na saúde física e emocional. Então, quando a pessoa está de bem com a vida, isso reflete no bem-estar geral consigo mesma", avalia a médica e coordenadora da US, Estela Gomes.

A Câmara da Saúde do Fórum/RS foi representada no evento pelos conselhos regionais de Nutrição, Biologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Farmácia e Educação Física. No local, as autarquias prestaram informações de forma geral para a população, instruindo sobre as atividades dos conselhos profissionais.


Dia Mundial da Saúde



Professores de Educação Física da rede pública e privada podem tomar a vacina da gripe gratuitamente
10/04/2017
Fonte: ASCOM/RS

A 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe inicia hoje, dia 10 de abril, e os professores de Educação Física da rede pública e privada estão aptos para participar. A recomendação da Secretaria da Saúde às prefeituras é que na primeira semana sejam priorizados os profissionais de saúde, que serão vacinados nos locais de trabalho, como postos de saúde e hospitais.

A principal novidade da vacinação neste ano é a inclusão de todos os professores na campanha. Para a vacinação, estes deverão apresentar um documento de identificação, como o contracheque da instituição de ensino em que trabalham, carteira de trabalho ou a carteira do sindicato (CPERS e SINPRO), acompanhado de um documento de identidade com foto.

Também fazem parte do grupo prioritário indígenas, crianças de seis meses a cinco anos de idade, gestantes, idosos e doentes crônicos. Em Porto Alegre, a vacinação será realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e irá ocorrer partir do próximo dia 17 de abril, seguindo até o dia 26 de maio.


Vacinação contra a gripe



Dia Mundial da Saúde é comemorado na Praça da Alfândega nesta sexta-feira
04/04/2017
Fonte: CREF2/RS

Nesta sexta-feira, dia 7, o CREF2/RS, junto aos conselhos que compõe a Câmara da Saúde do Fórum/RS, estará na Praça da Alfândega, da 9h às 17h, em Porto Alegre, para comemorar o Dia Mundial da Saúde, com o tema “Depressão: vamos conversar!”

A iniciativa reforça a prevenção à depressão e as formas de tratá-la, considerando que a doença pode levar a graves consequências. Conversar abertamente sobre depressão é o primeiro passo para entender melhor o assunto e reduzir o estigma associado a ele. Assim, cada vez mais pessoas poderão procurar ajuda.

A Câmara da Saúde do Fórum/RS será representada no evento pelos conselhos regionais de Nutrição, Biologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Farmácia e Educação Física. No local, as autarquias prestarão informações de forma geral para a população, instruindo sobre as atividades dos conselhos profissionais.

Dia Mundial da Saúde
Data: 7/04, sexta-feira
Local: Praça da Alfandega
Horário: das 9h às 17h
Tema: “Depressão: vamos conversar!”


Dia Mundial da Saúde



Presidentes do CREF2/RS e do CONFEF viajam pelo Estado
29/03/2017
Fonte: CREF2/RS

Iniciou-se na quarta-feira, dia 22, um tour pelo estado realizado pela presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e pelo  presidente do CONFEF, Jorge Steinhilber (CREF 000002-G/RJ). O intuito foi conhecer as condições objetivas da Educação Física e suas experiências práticas. O trajeto começo na tarde do dia 22, quando ambos foram à Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul (FADERGS) palestrar para uma turma de bacharelado. Havia mais de 100 formandos, onde foram feitas peguntas pertinentes à profissão.

Na manhã do dia 23, a dupla rumou para Caxias do Sul, para encontrar-se com a secretária municipal de Esportes e Lazer e conselheira do CREF2/RS Márcia Rohr da Cruz (CREF 007542-G/RS), que apresentou os projetos de trabalho da sua gestão. "Nesta Secretaria 100% dos profissionais de Educação Física são registrados e estão em dia com suas obrigações estatutários com o CREF2/RS", atestou Márcia.

O prefeito Daniel Guerra abriu espaço na sua agenda para receber os dirigentes. “Guerra nos relatou que trabalhava como gestor na iniciativa privada e, utilizando esta cultura, montou seu secretariado por critérios exclusivamente técnicos, dando completa autonomia aos secretários”, explica, O prefeito afirmou que não recebe ninguém que queira falar de esportes exclusivamente com ele, indicando diretamente a secretária Márcia. "Isso nos deixa muito satisfeitos, pois é a valorização do profissional de Educação Física e de suas competências e vemos isso como um importante passo no combate ao sedentarismo. O prefeito Guerra comprou o nosso discurso”, exultou Carmen.

De volta a Porto Alegre, ambos fizeram uma visita ao conselheiro federal Professor Garcia (CREF 000002-G/RS), que sofreu um AVC ano passado e está se recuperando. “Vim prestar solidariedade de todo o Sistema CONFEF/CREFs, na certeza de que ele vai superar esta fase. O conselheiro, além de muito ativo e competente, tem uma bela história na construção da profissão de Educação Física no Brasil”, destacou Jorge. Após a visita, foram conhecer da academia INNEX, em Porto Alegre. O estabelecimento, 6 mil m² e equipamento de última geração.

Na sexta-feira, dia 24, Carmen Masson e Jorge Steinhilber participaram, em Santa Maria, do 26º Troféu Desportivo Cidade de Santa Maria e II Medalha Santa Maria/Qualisport, quando receberam a homenagem especial pelo trabalho do Sistema CREF/CONFEF. O evento é realizado há 26 anos pelo conselheiro do CREF2/RS Clery Quinhones de Lima (CREF 000297-G/RS). No sábado, foram à Ulbra Gravataí, onde ocorria o curso dos Professores sem Fronteiras da FIEP, organizado pelo profissional Everton Deiques (CREF 008538-G/RS).

Carmen afirmou estar satisfeita com o périplo por IES, academias e outros órgãos ligados ao esporte. “Foi muito interessante ver nosso progresso junto aos profissionais de Educação Física, o nível de aceitação ampliado, com a compreensão de que a legislação existe para ser cumprida. Não somos mais questionados quanto ao registro profissional, muito ao contrário, encontramos bastante carinho das pessoas, orgulhosos de fazer parte do Sistema CONFEF/CREFs", argumentou.

O presidente do CONFEF agradeceu a oportunidade do convivo nesses quatro dias, a hospitalidade e a atenção de todos os profissionais de Educação Física. “Fiquei feliz em observar o dinamismo e o comprometimento com o desenvolvimento do CREF2/RS em todas as esferas. Forram dias produtivos e surpreendentes tanto na primeira palestra como em Caxias do Sul, passando pela visita ao Garcia e culminando em Gravataí. São essas oportunidades que nos possibilitam conhecer melhor as pessoas e as vivências que passaram, os desafios que superaram e as experiências acumuladas”, afirmou.


Sistema CONFEF CREFs



Escola Estadual Presidente Roosevelt recebe projeto Esporte e Saúde na Escola
22/03/2017
Fonte: UFRGS

Neste sábado, dia 18, sob coordenação da professora Anelise Reis Gaya (CREF 024009-G/RS) e em parceria com a Universidade do Porto de Portugal, a UFRGS com o apoio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID iniciou o Projeto Esporte e Saúde na Escola, o qual tem como objetivo principal a promoção da saúde de escolares e está sendo desenvolvido na Escola Estadual Presidente Roosevelt.

Durante o dia o projeto foi oficialmente apresentado aos pais. Na ocasião foi explicado como se dará as ações, o detalhadamente, o termo de consentimento livre e esclarecido onde os pais autorizam seus filhos a participar do projeto, além da aplicação de questionários que visam avaliar o suporte parental em relação a prática de atividade física, saúde mental, estilo de vida e características de pais e filhos além de uma avaliação física (pressão arterial, peso, estatura, perímetro da cintura) e indicadores de saúde realizada por profissionais de educação física educadores físicos e enfermeiros devidamente formados.


Projeto Esporte e Saúde na Escola



CREF2/RS participa do Fórum em Defesa da Secretaria Municipal de Esporte, Recreação e Lazer da capital
21/03/2017
Fonte: CREF2/RS

A presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) esteve presente hoje, dia 21, no Fórum em Defesa da Secretaria de Esporte e, Recreação e Lazer de Porto Alegre (SME), realizado no plenário Otávio Rocha da Câmara de Vereadores de Porto Alegre. A Secretaria está ameaçada de extinção pela Lei Complementar 810, aprovada com a reveladora diferença de apenas um voto da maioria simples. A SME, com diferentes nomes, existe desde 1920, e é amplamente reconhecida como patrimônio cultural porto-alegrense e também brasileiro, dada sua relevância. A Secretaria tem materializado cotidianamente um grande conjunto de ações que fomentam e garantem as vivências de Esporte, Recreação e Lazer no município de Porto Alegre, tendo como preceitos fundamentais a universalidade e a participação cidadã.

O professor da SEL Hamilton dos Santos afirmou no evento que o que está se discutindo é qual concepção de cidade queremos ter. “Essa pergunta deve ser uma motivação da reflexão dos vereadores que votarão o projeto da reforma administrativa, e para isto estamos oferecendo argumentos que podem garantir a política de esporte, recreação e lazer de Porto Alegre como uma política de Estado”. Hamilton disse que é necessário pensar a SME para além da racionalização administrativa. “Quando se fala nestes termos, se pensa imediatamente em algumas imagens como o inchaço de órgãos públicos e a burocratização dos serviços”, explicou. Hamilton afirmou que estas não são características da Secretaria. "A SME é um investimento no capital social da cidade e não um custo a ser reduzido ou extinto", afirmou.

A vereadora Sofia Cavedon explicou que as eleições são um dos momentos da Democracia, não sendo seu ponto inicial nem final. "É o momento da eleição do prefeito e dos vereadores. A Constituição Federal que regra a democracia brasileira diz seu primeiro artigo que o poder é exercido em nome do povo, através dos seus representantes. Ninguém é eleito para substituir o povo, nós somos eleitos para representar o povo. Nosso voto delega poder, mas não delega autonomia”, asseverou. A questão fundamental, prosseguiu a vereadora, é saber quem o prefeito Marchezan está consultando para fazer mudanças desta monta na cidade de Porto Alegre, como, por exemplo, a extinção da SME.

A presidente do CREF2/RS cumprimentou a resistência e a combatividade dos professores em defesa à SME. "Como presidente do Conselho de Educação Física, represento quase 30 mil profissionais de Educação Física que, com certeza, estão apoiando esta luta". Carmen disse ficar muito à vontade com estas reivindicações por ser professora aposentada da Secretaria e conhecer bem sua história. "Há pouco um vereador me disse que as políticas da secretaria serão mantidas, mesmo ela sendo extinta. Não é verdade, tanto que já está havendo mudanças. Nas unidades, já tiraram o pessoal da cooperativa de limpeza, sendo repassado estes serviços à comunidade e aos professores. Já removeram vários professores cedidos à SME. Quantos mais vão tirar?". Carmen disse que Marchezan Jr. tem que compreender que a extinção da SME vai economizar um valor irrisório à prefeitura. "Cerca de 90% dos professores e funcionários são concursados", ressaltou

O representante das Instituições de Ensino Superior, Cláudio "Dida" Gutierrez (CREF 014210-G/RS), explicou que, desde que ela foi criada, a SME é uma escola de gestores. "Diversos profissionais e professores, militando na SME, aprendeu a lidar com gestão pública e com as políticas de esporte e lazer. Vários dos nossos estudantes que estão vinculados à SME, aprendendo a serem profissionais da saúde, portanto, para as IES, a SME é um espaço muito importante. A presença da cada um e cada uma é grande força na luta pela cidadania neste país.


SME Porto Alegre



Reunião da Câmara da Saúde do Fórum/RS discute EAD
16/03/2017
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), esteve presente nesta terça-feira, dia 14, da reunião da Câmara da Saúde do Fórum dos Conselhos Profissionais do Rio Grande do Sul (Fórum/RS), realizada na sede da OAB. Entre as putas discutidas, o risco de extinção dos cargos SUSEPE, o termo de cooperação técnica dos Conselhos Profissionais com Ministério Público do RS, Observatórios Sociais e o Movimento dos Conselhos Profissionais da área da saúde contra os cursos de graduação predominantemente na modalidade EAD, entre outros.

Segundo Lauro, o MEC já autorizou 274,1 mil vagas de ensino a distância, em 11 das 14 profissões da saúde. “A Educação Física tem uma oferta de 68 mil vagas”, alerta o vice-presidente. Para seu funcionamento, os cursos EAD deveriam obedecer uma série requisitos, mas que na prática não são cumpridos, tais como: não observância às diretrizes curriculares, bem como a carga horária e sua integralização; deficiência nas avaliações; falta de capacitação dos docentes; inexistência de estágios obrigatórios e atividades laboratoriais, dentre outros. Aliados a esses elementos que não condicionam a uma formação de qualidade, há uma proposta de mudança por parte do MEC, que altera o Decreto nº 5.622/2005, comprometendo ainda mais a qualidade da formação.

“O EAD deixa de exigir o credenciamento prévio para oferta presencial; credenciamento único para oferta de graduação e de pós-graduação lato sensu; credenciamento lato sensu EAD fica restrito às escolas de governo”, explica Lauro. Já os polos de apoio presencial passam a ser criados pelas instituições de ensino, que deverão informá-los ao MEC, no prazo de 60 dias, a partir da expedição do ato interno de criação, respeitando o quantitativo anual .

Os tutores que exercem atividades compatíveis com a docência deverão ser contratados como docentes (tutores a distância) e fica prevista a possibilidade de oferta de curso EAD totalmente virtual, mas, inicialmente, somente em caráter experimental e condicionado à autorização pelo MEC, mesmo para instituições com autonomia (Art. 10). A IES somente poderá pedir curso 100% virtual após o reconhecimento do primeiro curso EAD. O que, para o vice-presidente do CREF2/RS, é um erro pedagógico, já que no ensino da Educação Física faz-se indispensáveis aulas presenciais. “É necessário um amplo debate sobre o tema do EAD, pois corremos o risco de precarizar ainda mais nosso ensino”, alerta Lauro.


FÓRUM RS - Câmara da Saúde



Reunião da Câmara da Saúde do Fórum/RS discute EAD
16/03/2017
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), esteve presente nesta terça-feira, dia 14, da reunião da Câmara da Saúde do Fórum dos Conselhos Profissionais do Rio Grande do Sul (Fórum/RS), realizada na sede da OAB. Entre as pautas discutidas, o risco de extinção dos cargos SUSEPE, o termo de cooperação técnica dos Conselhos Profissionais com Ministério Público do RS, Observatórios Sociais e o Movimento dos Conselhos Profissionais da área da saúde contra os cursos de graduação predominantemente na modalidade EAD, entre outros.

Segundo Lauro, o MEC já autorizou 274,1 mil vagas de ensino a distância, em 11 das 14 profissões da saúde. “A Educação Física tem uma oferta de 68 mil vagas”, alerta o vice-presidente. Para seu funcionamento, os cursos EAD deveriam obedecer uma série requisitos, mas que na prática não são cumpridos, tais como: não observância às diretrizes curriculares, bem como a carga horária e sua integralização; deficiência nas avaliações; falta de capacitação dos docentes; inexistência de estágios obrigatórios e atividades laboratoriais, dentre outros. Aliados a esses elementos que não condicionam a uma formação de qualidade, há uma proposta de mudança por parte do MEC, que altera o Decreto nº 5.622/2005, comprometendo ainda mais a qualidade da formação.

“O EAD deixa de exigir o credenciamento prévio para oferta presencial; credenciamento único para oferta de graduação e de pós-graduação lato sensu; credenciamento lato sensu EAD fica restrito às escolas de governo”, explica Lauro. Já os polos de apoio presencial passam a ser criados pelas instituições de ensino, que deverão informá-los ao MEC, no prazo de 60 dias, a partir da expedição do ato interno de criação, respeitando o quantitativo anual .

Os tutores que exercem atividades compatíveis com a docência deverão ser contratados como docentes (tutores a distância) e fica prevista a possibilidade de oferta de curso EAD totalmente virtual, mas, inicialmente, somente em caráter experimental e condicionado à autorização pelo MEC, mesmo para instituições com autonomia (Art. 10). A IES somente poderá pedir curso 100% virtual após o reconhecimento do primeiro curso EAD. O que, para o vice-presidente do CREF2/RS, é um erro pedagógico, já que no ensino da Educação Física faz-se indispensáveis aulas presenciais. “É necessário um amplo debate sobre o tema do EAD, pois corremos o risco de precarizar ainda mais nosso ensino”, alerta Lauro.


FÓRUM RS - Câmara da Saúde



CREF2/RS adere ao Programa Trabalho Seguro
10/03/2017
Fonte: CREF2/RS

A presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e a presidente do TRT-RS, desembargadora Beatriz Renck, assinaram ontem, dia 9, no Salão Nobre do Tribunal, o termo de adesão do CREF2/RS ao Protocolo de Cooperação Técnica do Programa Trabalho Seguro. O Programa foi instituído em 2011, por iniciativa do Tribunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior de Justiça do Trabalho, em parcerias com diversas instituições públicas e privadas, tendo como principal objetivo a prevenção de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais.

Beatriz Renck, presidente do TRT4, afirmou na ocasião que a preocupação da Justiça do Trabalho é que haja condições de trabalho saudáveis e que não contribuam para o desenvolvimento de doenças profissionais e acidentes do trabalho. "Essa precaução se estende a todos administradores, magistrados e funcionários do Tribunal, para que possamos ter o máximo de condições necessárias no trabalho. É evidente que estudaremos com carinho a proposta de Ginástica Laboral do CREF2/RS para que também adotarmos no nosso órgão”.

A desembargadora reforçou a importância da participação do Conselho nas atividades do programa “pois hoje temos bem a noção bem clara que a atividade física é uma fonte de saúde. Antigamente nós pensávamos que a pessoa depois de uma certa idade deveria ficar em repouso, mas é justamente ao contrário, quanto mais fortalecimento muscular, menos estaremos suscetíveis a doenças como LER, DORT e acidentes do trabalho”, ressaltou.

Segundo a presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), a promoção da saúde e a consequente prevenção de acidentes é uma batalha incorporada na Educação Física desde muito tempo. "Esta parceria nos dá fôlego e mais força para atingirmos os objetivos propostos. Nos sentimos muito honrados com esta parceria e almejamos a construção de vários projetos conjuntos", asseverou.

O gestor regional do Programa Trabalho Seguro, desembargador Raul Zoratto Sanvicente, comemorou a chegada da nova instituição parceira. “O CREF2 nos traz valorosas ferramentas de prevenção dentro de sua especialidade. A Ginástica Laboral, por exemplo, é um conceito que poderemos compreender melhor e aplicar em futuras ações do programa”, analisou.

O vice-presidente do CREF2/RS e presidente da Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), explicou ao gestor do Programa que o CREF2/RS quer capacitar os profissionais de Educação Física com conhecimentos dos processos industriais e empresariais. "Pretendemos que ele tenha maior aprendizado de normas, regras, CIPAs, e ergonomia, para que tenhamos um maior número de profissionais capacitados atendendo a necessidade do trabalhador". Aguiar reafirmou que a saúde proposta pela Educação Física é uma ação positiva e de prevenção. “Procuramos o Programa para obtermos informações sobre legislação e os aspectos que possam favorecer a empresa no fornecimento deste tipo de atividade”.

Também participaram da solenidade o vice-presidente do TRT-RS, desembargador João Pedro Silvestrin, o diretor-financeiro da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 4ª Região (Amatra IV), juiz Márcio Lima do Amaral, o chefe do Centro Estadual da Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro), Luiz Gustavo Iglesias, a diretora-geral do TRT-RS, Bárbara Burgardt Casaletti e o diretor do Sindicato dos Trabalhadores do Sindicato Federal no RS (Sintrajufe-RS), Ruy Bittencourt de Almeida Neto.
Foto: Inácio do Canto/TRT-RS


Programa Trabalho Seguro



CREF2/RS firma convênio com o programa de Pós-Graduação a distância wPós
07/03/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS firmou convênio com o Programa de Pós-Graduação a distância wPós, curso reconhecido pelo MEC por meio da Portaria 721 de 20 de julho de 2016. Os registrados no Conselho obtém descontos e contam com uma excelente ferramenta para alavancar suas carreiras. Algumas das áreas ofertadas são Educação Física, Saúde e Bem-Estar, MBA e Educação e Magistério.

A plataforma online possibilita o acesso às atividades por qualquer dispositivo móvel e em qualquer lugar do mundo. Você pode gerenciar seu tempo, conciliando suas atividades acadêmicas com sua rotina.
Mais informações pelo site http://wpos.com.br/ ou pelo telefone 0800 604 2210.


Convênios



Vence na terça-feira, 28 de fevereiro, a segunda parcela da anuidade
23/02/2017
Fonte: CREF2/RS

A próxima terça-feira, dia 28 de fevereiro, é o último prazo para pagamento da segunda parcela da Anuidade de 2017 para as Pessoas Físicas e Jurídicas registradas no CREF2/RS que optaram pelo pagamento em três vezes. Na mesma data, vence a primeira parcela para quem optou por pagar em duas vezes. O pagamento da última guia para ambas as opções será no dia 30 de março.

As guias para pagamento estão disponíveis no Portal de Autoatendimento.

Importante: a partir de 31 de março, todas as anuidades terão reajustes de acordo com o que foi estabelecido na Resolução 116/2016 e na Resolução 117/2016.


Boletos



Vence em 28 de fevereiro a segunda parcela da anuidade
17/02/2017
Fonte: CREF2/RS

O dia 28 de fevereiro é o último prazo para pagamento da segunda parcela da Anuidade de 2017 para as Pessoas Físicas e Jurídicas registradas no CREF2/RS que optaram pelo pagamento em três vezes. Na mesma data, vence a primeira parcela para quem optou por pagar em duas vezes. O pagamento da última guia para ambas as opções será no dia 30 de março. As guias para pagamento estão disponíveis no Portal de Autoatendimento.

Importante: a partir de 31 de março, todas as anuidades terão reajustes de acordo com o que foi estabelecido na Resolução 116/2016 e na Resolução 117/2016.


Anuidade



Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa faz sua primeira reunião do ano
14/02/2017
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa do CREF2/RS realizou sua primeira reunião do ano na sede do Conselho na manhã desta terça-feira (14). Entre os temas tratados, está a assinatura do Termo de Adesão do CEF2/RS com o TRT4, que se realizará na sede do Tribunal às 14h do dia 9 de março.

A Câmara também fará contato com o SESI/RS para agendar reunião com o foco em Atividade Física no Trabalho, no intuito de atender ações de prevenção da saúde do trabalhador. Ficou estabelecido que as reuniões da Câmara serão realizadas nas quartas-feiras da terceira semana de cada mês. A próxima reunião ocorrerá no dia 15 de março e é aberta ao profissionais de Educação Física registrados no CREF2/RS. Para participar, ele deve enviar uma solicitação prévia para o e-mail contato@crefrs.org.br.


Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa



CREF2/RS visita FAMURS para apoiar projetos de atividade física das prefeituras
10/02/2017
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS) reuniu-se ontem, dia 9, na Federação das Associações dos Municípios do RS (FAMURS), com Paulo Azeredo Filho, assessor técnico da área da Saúde da entidade. O objetivo do encontro foi oferecer o apoio do Conselho aos municípios que queiram desenvolver ações voltadas para o esporte. Azeredo Filho propôs a formalização do apoio por meio de um termo técnico de cooperação, que desenhe legalmente a cooperação.

A coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), compareceu à reunião e defendeu a aproximação com as prefeituras “Vamos trabalhar a orientação da legislação e a defesa do profissional de Educação Física registrado como único profissional qualificado para orientar a atividade física. Também conscientizaremos as prefeituras de que a atividade física é fundamental na prevenção de inúmeras doenças, como aquelas associadas ao sedentarismo e à epidemia de obesidade existente no Estado”, afirmou. “E isto reflete em economia nos gastos públicos na saúde”, completou. Também esteve presente na reunião a assessora de Comunicação do CREF2/RS Elenice Sacchi de Freitas.

A Famurs é a Casa dos Municípios. Composta por 27 Associações Regionais, a entidade representa todas as 497 cidades gaúchas – reunindo prefeitos, vice-prefeitos, secretários, técnicos e órgãos da gestão pública municipal. O assessoramento e a qualificação dos gestores também fazem parte do trabalho da entidade, e problemas e soluções do cotidiano da administração pública são discutidos na Federação.


FAMURS



Interiorizasul vai a Passo Fundo no início de março
10/02/2017
Fonte: CREF2/RS

A equipe do CREF2/RS já está pronta para dar largada à primeira visita do projeto Interiorizasul 2017, realizada em Passo Fundo no início do mês de março. O Conselho estará na Universidade de Passo Fundo (UFP) nos dias 8 e 9 de março, para atender os profissionais de Educação Física e efetuar novos registros. Atualização cadastral, entrega de cédula, coleta de digital e parcelamento de anuidades são alguns dos serviços que estarão disponíveis nestes locais.

Você já pode agendar previamente o seu atendimento clicando aqui. Além de ser uma forma de aproveitar melhor o tempo dos profissionais que procuram o Interiorizasul, esta pré-etapa otimiza o trabalho do Conselho e informa previamente os documentos necessários para cada um dos procedimentos. No local, o atendimento não agendado é feito por ordem de chegada.

Interiorizasul Passo Fundo
Data: 8 de março, quarta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h
Local: Faculdade de Educação Física e Fisioterapia - Sala 09
Endereço: Rodovia BR 285, Km 292,7, s/n - Bairro São José

Interiorizasul Passo Fundo
Data: 9 de março, quinta-feira, das 9h às 12h, das 14h às 18h
Local: Faculdade de Educação Física e Fisioterapia - Sala 01
Endereço: Rodovia BR 285, Km 292,7, s/n - Bairro São José


Interiorizasul



Prazo para pagamento da Anuidade 2017 com desconto máximo encerra hoje
31/01/2017
Fonte: CREF2/RS

Hoje, dia 31 de janeiro, é o último prazo para que as Pessoas Físicas e Jurídicas registradas no CREF2/RS paguem a Anuidade 2017 com o seu desconto máximo. A partir de amanhã, dia 1º de fevereiro, o valor, com um desconto reduzido, poderá ser quitado em duas vezes, com vencimentos nos dias 28 de fevereiro e 30 de março. As guias para pagamento estão disponíveis no Portal de Autoatendimento.

Profissional - Pessoa Física com até cinco anos de registro:

1ª opção: com desconto máximo à vista
Pague o boleto no valor de R$ 307,00, com vencimento em 31 de janeiro

2ª opção: com desconto parcelado em três vezes
1ª parcela: insira o desconto de R$ 166,00 e pague o boleto no valor de R$ 141,00, com vencimento em 31 de janeiro
2ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 141,00, com vencimento em 28 de fevereiro
3ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 141,00, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 423,00

3ª opção: com desconto parcelado em duas vezes
1ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 211,50 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 28 de fevereiro
2ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 211,50 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 423,00

Observação: a partir de 1º de março, que não optou por pagar a primeira parcela, com vencimento em 28 de fevereiro, poderá quitar a Anuidade 2017 à vista com desconto, no valor de R$ 423,00, com vencimento em 30 de março.

4ª opção: sem desconto
Somente no dia 31 de março a anuidade poderá ser paga no valor de R$ 603,07, sem desconto, em cota única ou parcelada em cinco vezes. As guias devem ser retiradas no site do CREF2/RS neste dia.

Profissional - Pessoa Física com mais de cinco anos de registro:

1ª opção: com desconto máximo à vista
Pague o boleto no valor de R$ 361,80, com vencimento em 31 de janeiro

2ª opção: com desconto parcelado em três vezes
1ª parcela: insira o desconto de R$ 220,80 e pague o boleto no valor de R$ 141,00, com vencimento em 31 de janeiro
2ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 141,00, com vencimento em 28 de fevereiro
3ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 141,00, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 423,00

3ª opção: com desconto parcelado em duas vezes
1ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 211,50 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 28 de fevereiro
2ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 211,50 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 423,00

Observação: a partir de 1º de março, que não optou por pagar a primeira parcela, com vencimento em 28 de fevereiro, poderá quitar a Anuidade 2017 à vista com desconto, no valor de R$ 423,00, com vencimento em 30 de março.

4ª opção: sem desconto
Somente no dia 31 de março a anuidade poderá ser paga no valor de R$ 603,07, sem desconto, em cota única ou parcelada em cinco vezes. As guias devem ser retiradas no site do CREF2/RS neste dia.

Empresa - Pessoa Jurídica:

1ª opção: com desconto máximo à vista
Pague o boleto no valor de R$ 760,00, com vencimento em 31 de janeiro

2ª opção: com desconto parcelado em três vezes
1ª parcela: insira o desconto de R$ 486,76 e pague o boleto no valor de R$ 273,24, com vencimento em 31 de janeiro
2ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 273,24, com vencimento em 28 de fevereiro
3ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 273,24, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 819,72

3ª opção: com desconto parcelado em duas vezes
1ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 409,86 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 28 de fevereiro
2ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 409,86 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 819,72

Observação: a partir de 1º de março, que não optou por pagar a primeira parcela, com vencimento em 28 de fevereiro, poderá quitar a Anuidade 2017 à vista com desconto, no valor de R$ 819,72, com vencimento em 30 de março.

4ª opção: sem desconto
Somente no dia 31 de março a anuidade poderá ser paga no valor de R$ 1.490,40, sem desconto, em cota única ou parcelada em cinco vezes. As guias devem ser retiradas no site do CREF2/RS neste dia.

Importante: a partir de 31 de março, todas as anuidades terão reajustes de acordo com o que foi estabelecido na Resolução 116/2016 e na Resolução 117/2016.


Anuidade Anuidade 2017



Prazo para pagamento da Anuidade 2017 com desconto máximo encerra dia 31 de janeiro
25/01/2017
Fonte: CREF2/RS

A próxima terça-feira, dia 31 de janeiro, é o último prazo para que as Pessoas Físicas e Jurídicas registradas no CREF2/RS paguem a Anuidade 2017 com o seu desconto máximo. A partir do dia 1º de fevereiro, o valor, com um novo desconto, poderá ser quitado em duas vezes, com vencimentos nos dias 28 de fevereiro e 30 de março.

No dia 31 de março, o valor da Anuidade 2017 passa para o seu valor integral, podendo ser parcelado em cinco vezes. As guias para pagamento estão disponíveis no Portal de Autoatendimento.

Profissional - Pessoa Física com até cinco anos de registro:

1ª opção: com desconto máximo à vista
Pague o boleto no valor de R$ 307,00, com vencimento em 31 de janeiro

2ª opção: com desconto parcelado em três vezes
1ª parcela: insira o desconto de R$ 166,00 e pague o boleto no valor de R$ 141,00, com vencimento em 31 de janeiro
2ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 141,00, com vencimento em 28 de fevereiro
3ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 141,00, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 423,00

3ª opção: com desconto parcelado em duas vezes
1ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 211,50 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 28 de fevereiro
2ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 211,50 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 423,00

Observação: a partir de 1º de março, que não optou por pagar a primeira parcela, com vencimento em 28 de fevereiro, poderá quitar a Anuidade 2017 à vista com desconto, no valor de R$ 423,00, com vencimento em 30 de março.

4ª opção: sem desconto
Somente no dia 31 de março a anuidade poderá ser paga no valor de R$ 603,07, sem desconto, em cota única ou parcelada em cinco vezes. As guias devem ser retiradas no site do CREF2/RS neste dia.

Profissional - Pessoa Física com mais de cinco anos de registro:

1ª opção: com desconto máximo à vista
Pague o boleto no valor de R$ 361,80, com vencimento em 31 de janeiro

2ª opção: com desconto parcelado em três vezes
1ª parcela: insira o desconto de R$ 220,80 e pague o boleto no valor de R$ 141,00, com vencimento em 31 de janeiro
2ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 141,00, com vencimento em 28 de fevereiro
3ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 141,00, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 423,00

3ª opção: com desconto parcelado em duas vezes
1ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 211,50 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 28 de fevereiro
2ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 211,50 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 423,00

Observação: a partir de 1º de março, que não optou por pagar a primeira parcela, com vencimento em 28 de fevereiro, poderá quitar a Anuidade 2017 à vista com desconto, no valor de R$ 423,00, com vencimento em 30 de março.

4ª opção: sem desconto
Somente no dia 31 de março a anuidade poderá ser paga no valor de R$ 603,07, sem desconto, em cota única ou parcelada em cinco vezes. As guias devem ser retiradas no site do CREF2/RS neste dia.

Empresa - Pessoa Jurídica:

1ª opção: com desconto máximo à vista
Pague o boleto no valor de R$ 760,00, com vencimento em 31 de janeiro

2ª opção: com desconto parcelado em três vezes
1ª parcela: insira o desconto de R$ 486,76 e pague o boleto no valor de R$ 273,24, com vencimento em 31 de janeiro
2ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 273,24, com vencimento em 28 de fevereiro
3ª parcela: retire o boleto no site do CREF2/RS, no valor de R$ 273,24, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 819,72

3ª opção: com desconto parcelado em duas vezes
1ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 409,86 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 28 de fevereiro
2ª parcela: retire o boleto no valor de R$ 409,86 no Portal de Autoatendimento, com vencimento em 30 de março
Valor total parcelado: R$ 819,72

Observação: a partir de 1º de março, que não optou por pagar a primeira parcela, com vencimento em 28 de fevereiro, poderá quitar a Anuidade 2017 à vista com desconto, no valor de R$ 819,72, com vencimento em 30 de março.

4ª opção: sem desconto
Somente no dia 31 de março a anuidade poderá ser paga no valor de R$ 1.490,40, sem desconto, em cota única ou parcelada em cinco vezes. As guias devem ser retiradas no site do CREF2/RS neste dia.

Importante: a partir de 31 de março, todas as anuidades terão reajustes de acordo com o que foi estabelecido na Resolução 116/2016 e na Resolução 117/2016.


Anuidade Anuidade 2017



Boletos podem ser retirados pelo Portal de Autoatendimento no site do CREF2/RS
20/01/2017
Fonte: CREF2/RS

Para facilitar o pagamento da Anuidade de 2017, tanto para Pessoa Física como para Pessoa Jurídica, o CREF2/RS informa que os boletos podem ser retirados no Portal de Autoatendimento no site do Conselho. Acesse: http://www.crefrs.org.br/online.

Na área de Acesso Restrito ao Cadastro, clique em Profissional (atendimento para Pessoa Física) ou Empresa (atendimento para Pessoa Jurídica). Para acessá-la, informe apenas os números do registro incluindo os zeros e logo após insira a sua senha. Caso você não se recorde da sua, clique no link “Esqueceu sua senha?”. Também há neste espaço a opção para obter uma senha de primeiro acesso. Em ambos os casos, o código será envido para o e-mail de cadastro. Para alterá-lo, será necessário entrar em contato com a área de Registro do CREF2/RS.

Depois, clique na opção Guia de Pagamentos – Débitos. Você poderá imprimir a guia para pagamento com desconto à vista ou o primeiro boleto para pagamento parcelado em três vezes somente até o dia 31 de janeiro. As demais guias estarão disponível após o sistema reconhecer o pagamento da primeira parcela.

Clique aqui e assista ao vídeo explicativo sobre o acesso ao Portal de Autoatendimento do CREF2/RS neste link.


Boletos



CREF2/RS fecha uma academia e autua 21 estabelecimentos na primeira quinzena de 2017
19/01/2017
Fonte: CREF2/RS

Nos primeiros quinze dias de janeiro, o Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou 62 visitas de fiscalização, autuando 21 estabelecimentos por algum tipo de infração, além de fechar uma academia em Porto Alegre pela falta de profissional de Educação Física registrado para assumir as atividades. Foram constatadas seis empresas sem registro de PJ no Conselho e o mesmo número de academias não possuía profissional presente no momento da chegada dos fiscais. Também foram recebidas e protocoladas 50 novas denúncias no referido período.

Durante a ação, foram autuadas 14 pessoas, sendo sete profissionais infringindo o Código de Ética, um diplomado atuando sem registro profissional e seis pessoas flagradas em exercício ilegal da profissão, ou estagiário sem o Termo de Compromisso de Estágio – TCE.

Os municípios visitados foram São Leopoldo, Rio Grande, São José do Norte, Chuí, Santa Vitória do Palmar, Porto Alegre, Balneário Pinhal, Cidreira e Tramandaí.


DEFOR



Vice-presidente do CREF2/RS palestra no 32º FIEP 2017
17/01/2017
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), apresentou, nesta segunda-feira, dia 16, o projeto Integração dos países da América Latina na Promoção da Saúde através da Educação Física no Trabalho no 32º Congresso Internacional de Educação Física - FIEP 2017 -, em Foz do Iguaçu (PR) na Faculdade UDC/Colégio Dinâmica. Lauro reforçou em sua fala que a Ginástica Laboral no continente latino-americano apresenta-se de forma ampla e diversa no âmbito da formação profissional, mas com uma produção científica ainda pequena e pouco difundida entre os especialistas da área. "O valor da Ginástica Laboral - que não pode ser confundida com os outros projetos de qualidade de vida, também reforça a importância da orientação do Profissional de Educação Física para que os resultados positivos sejam alcançados", explicou.

O Congresso Internacional de Educação Física - FIEP, conhecido também como Congresso FIEP, é o maior e mais importante evento da Federação Internacional de Educação Física - FIEP, realizado anualmente no mês de janeiro na cidade de Foz do Iguaçu (PR), de forma ininterrupta desde o ano de 1986. O 32º Congresso encerra-se amanhã, dia 18. A FIEP, fundada no dia 2 de Julho de 1923 em Bruxelas (Bélgica), já realizou mais de 100 congressos internacionais em inúmeros países de todos os continentes e continua estudando a concepção de Educação Física, os meios para o esporte, as técnicas e as formas de ensino e a formação de professores.


FIEP



Comissão de Orientação e Fiscalização retoma as ações em 2017
16/01/2017
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização recomeçou seus trabalhos na última sexta-feira, dia 13 de janeiro, com a realização da primeira reunião de 2017 na sede do CREF2/RS. Segundo Alessandro de Azambuja Gamboa (CREF 001534-G/RS), Presidente da Comissão, existe um grande número de processos a serem analisados neste ano. “Iniciamos nossa tarefa com uma forte demanda de processos, tanto de empresas com infrações graves como de pessoas leigas atuando na área de educação física, mas todos estão contemplados nas diretrizes e planejamentos relacionados aos trabalhos”, esclarece Gamboa.

Outro tema tratado na reunião foi a preparação do evento “II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Fiscalização e Ética”, que deverá ocorrer em junho. O I Encontro aconteceu em Florianópolis em julho do ano passado.

Estiveram presentes à re