Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



Conselheiros do CREF2/RS tomam posse no Conselho Estadual do Esporte
13/12/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última quarta-feira, dia 11 de dezembro, uma cerimônia realizada no Palácio Piratini deu posse aos novos integrantes do Conselho Estadual do Esporte (CEERS). Os conselheiros do CREF2/RS Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS) e Débora Garcia (CREF 002202-G/RS) fazem parte agora do órgão, que é vinculado à Secretaria Estadual de Esporte e também conta com representantes do Governo, do Comitê Olímpico Brasileiro, do Sindicato de Clubes Esportivos e do paradesporto, entre outros.

De caráter consultivo e deliberativo, o CEERS é responsável por desenvolver, direcionar e orientar as ações do Estado no incentivo ao esporte. Ao Conselho compete interpretar a legislação esportiva elaborar instruções normativas sobre a sua aplicação e zelar pelo seu cumprimento. Ainda cabe ao CEERS a homologação do calendário estadual de atividades esportivas e o acompanhamento e a fiscalização dos recursos do Estado destinados a elas.

O secretário estadual de Esporte e Lazer João Derly, também presidente do CEERS, ressaltou a importância das atividades desempenhadas como grupo pelo trabalho, protagonista no que diz respeito à criação e à implementação de políticas públicas. “Temos um grande desafio pela frente e contamos com a experiência de todos os integrantes, que podem colaborar com as suas demandas e ideias para juntos montarmos um plano de governo para o esporte gaúcho”, comentou.

Além da posse dos novos membros do Conselho, o evento – que contou também com a presença do governador Eduardo Leite – homenageou os atletas gaúchos medalhistas nos Jogos Universitários Brasileiros, nos Jogos Escolares da Juventude e nas Paralimpíadas Escolares, todos ocorridos em 2019. “Queremos que o impacto que o esporte tem na vida de uma pessoa se reflita em toda a coletividade”, destacou Leite. Para 2020, o Governo prometeu realização de outros eventos esportivos no Estado, como as etapas regionais dos Jogos Escolares da Juventude e dos Jogos Universitários Brasileiros.


Conselho Estadual do Esporte



CREF2/RS homenageia vencedores do Troféu Destaque 2019
02/09/2019
Fonte: CREF2/RS

No sábado, dia 31 de agosto, o CREF2/RS promoveu a entrega do Troféu Destaque 2019. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, celebrado em 1º de setembro, teve a sua cerimônia realizada na Praça dos Fundadores do Grêmio Náutico União, com um coquetel festivo.

Divididos em quatro categorias principais, os finalistas do Troféu Destaque 2019 foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho. Todos os ganhadores foram eleitos pela Plenária e revelados durante a cerimônia. As empresas que completaram dez anos de registro ininterrupto, em 2019, também foram convidadas para a festa e receberam um certificado de homenagem pelos serviços prestados.

A cerimônia iniciou às 20h, com um discurso do presidente do CREF2/RS José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS). Na sua fala, ele deu boas-vindas aos presentes e reforçou a relevância do Troféu Destaque, sobretudo para a valorização da profissão. “É com grande honra que o CREF2/RS parabeniza e homenageia diversos profissionais de Educação Física nesta noite, pelo trabalho importantíssimo que desempenham para toda a sociedade”, frisou.

Homenagens especiais

Além dos quatro vencedores conhecidos durante a cerimônia, o CREF2/RS entregou outros quatro prêmios. O primeiro foi o Voto de Louvor ao profissional Juliano Mantovani (CREF 025864-G/RS), professor de Educação Física do Instituto Estadual de Educação Assis Chateaubriand, em Charqueadas. Na última semana, Mantovani ficou conhecido no Brasil inteiro por proteger os alunos da sua escola de um atentado, evitando uma grande tragédia.

Edison Cardoso (CREF 000001-G/RS), mais conhecido pelo apelido de Macaco e falecido em abril de 2018, também foi condecorado. Um dos criadores do CREF2/RS e ex-presidente da Federação Gaúcha de Basquete e da APEF, ele foi representado pelos seus dois filhos e recebeu o troféu Homenagem Especial – In Memoriam. Referência para o esporte e para a Educação Física, Cardoso obteve reconhecimento por atuar de maneira pioneira para a regulamentação e para a valorização da profissão.

O conselheiro federal Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS), que foi o mestre de cerimônias do evento, ainda chamou ao palco Joel Pedroso (CREF 000241-G/RS), vencedor na categoria Personalidade; e Renita Dametto, homenageada com o Mérito da Educação Física. Eles receberam os seus troféus através de uma escolha feita diretamente pela Plenária. A lista completa dos ganhadores do Troféu Destaque 2019 é:

Categoria Profissional – Atuação Bacharelado:
Roberta Borges (CREF 007239-G/RS)
Graduada em Educação Física pela UFPel e pós-graduada em marketing esportivo e academias de ginástica, é proprietária da Academia VO2 Beta, em Pelotas, há 18 anos. Atua na área fitness com aulas de jump, step, local e é uma das referências em todo o Estado nas modalidades kangoo jumps, board fitness e HUGS 7.

Categoria Profissional – Atuação Licenciatura:
Josiane Fassini (CREF 013909-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Ulbra Canoas e pós-graduada em Mídias e Educação, é professora da Escola Municipal Miguel Couto, em Nova Santa Rita. Atua com a inclusão através do projeto “Educação Física Inclusiva na EJA”, com atividades desportivas adaptadas, como goalball e vôlei sentado. É também coordenadora do projeto “A Escola da Universidade”, em parceria com o curso de Educação Física da Ulbra.

Categoria Profissional – Atuação Projetos Sociais:
Evandir Ferraz (CREF 008382-P/RS)
Conhecido pelo nome artístico Mike Júnior, é professor de street dance no Ballet Gutierres, em Porto Alegre. Pioneiro em adotar e explorar a cultura hip hop em suas aulas, há 15 anos desenvolve um projeto social no Centro Comunitário da Vila Orfanotrófio, aproximando crianças carentes da dança. É idealizador da modalidade hip hop fitness e instrutor de step nas academias Movere Fitness, HF Personal Training e Fit Academia.

Categoria Pessoa Jurídica:
Fazendo Onda (CREF 001345-PJ/RS)
Em atividade desde 202, a Fazendo Onda é uma escola de natação e academia de Igrejinha. Além de aulas de natação, hidroginástica e caminhada aquática, também desenvolve projetos de emagrecimento para grupos de pessoas com IMC acima da faixa “Obesidade 1”, com duração de seis meses e prêmios para os melhores resultados. Em quatro etapas realizadas até o momento, ajudou a eliminar mais de 620kg somente através da atividade física.

Personalidade:
Joel Pedroso (CREF 000241-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, é oficial da reserva da Brigada Militar. Atuou grande parte da sua carreira no Corpo de Bombeiros e exerceu diversas funções, como coordenador dos salva-vidas da Operação Golfinho, diretor da Escola de Educação Física da Brigada Militar e comandante dos Bombeiros em Porto Alegre. Também foi coordenador de segurança aquática na Olimpíada e Paralimpíada do Rio de Janeiro, nas provas de remo e canoagem. Atualmente é gerente de esportes do Grêmio Náutico União e presidente da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático.

Mérito da Educação Física:
Renita Dametto
Graduada em Educação Física pela Feevale, é especialista em Treinamento Esportivo e mestre em Educação. Ex-atleta da Seleção Brasileira de handebol, foi professora rede pública de Porto Alegre, secretária de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul e presidente da FUNDERGS. Integrou o Conselho Nacional de Esporte e Lazer, o Conselho Nacional da Ciência e Tecnologia e a Câmara Técnica da Lei de Incentivo ao Esporte. Instituiu o Programa RS Educação Digital e o Programa de Apoio aos Parques Tecnológicos. Coordenou a reestruturação do CETE, o 20° Campeonato Mundial de Atletismo Máster e a Passagem da Tocha Olímpica em Porto Alegre.


Trofeu Destaque



Governo do RS lança primeiro edital do Fundo Estadual de Incentivo ao Esporte
17/08/2018
Fonte: CREF2/RS

No começo de agosto, o Governo Estadual do Rio Grande do Sul lançou o edital Pró-esporte RS FEIE #JuntosPeloEsporte. Ele é o primeiro com recursos do Fundo Estadual de Incentivo ao Esporte.

No edital, são R$ 450 mil direcionados a projetos esportivos de pessoas físicas residentes no Rio Grande do Sul e podem participar atletas, técnicos, estudantes e profissionais acima de 18 anos que buscam incrementar e valorizar sua atividade ou modalidade, seja ela olímpica ou não. Serão contemplados 15 projetos de R$ 30 mil cada que tenham como objetivo, por exemplo, a aquisição de materiais esportivos, a compra de equipamentos, a contratação de serviços adicionais para qualificação de atletas ou equipes, a promoção de atividades e novas competições entre outros.

O secretário estadual de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer Victor Hugo assinou o edital Pró-esporte RS FEIE #JuntosPeloEsporte durante reunião da Câmara Técnica do Pró-Esporte, cujos integrantes são indicados pela sociedade civil por meio de entidades do setor e pelo Estado. “É um dia para comemorar, pois estamos tirando do papel algo que está definido por lei desde 2012 e tornando realidade para a comunidade esportiva”, afirmou.

O edital é voltado a projetos tanto na área do desporto quanto do paradesporto, com uma pontuação adicional para os que contemplem atividades com pessoas com deficiência, altas habilidades e/ou superdotação.

Como participar

Aberto até 17 de setembro, o cadastro e as informações do edital Pró-esporte RS FEIE #JuntosPeloEsporte estão disponíveis na página www.proesporte.rs.gov.br.


Edital Incentivo ao Esporte



Vereadores farão Moção de Repúdio a MP que retira recursos do esporte
11/07/2018
Fonte: Site da Câmara Municipal de Porto Alegre

A elaboração de uma Moção de Repúdio ao texto da Medida Provisória (MP) nº 841/18 que, desde o dia 11 de junho, retira mais de R$ 541 milhões, oriundos de percentuais das apostas nas loterias federais, de projetos de incentivo ao esporte, em especial ao atletismo brasileiro, foi o encaminhamento adotado após debate sobre o tema, na tarde desta terça-feira (10/7), no encontro conjunto das comissões de Educação, Cultura, Esportes e Juventude (CECE), e de Defesa do Consumido, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh) do Legislativo Municipal. A reunião, por iniciativa do vereador André Carús (MDB), que sugeriu a redação do documento, contou com a presença de outros parlamentares e representantes de entidades esportivas.

Ao iniciar a discussão da pauta, Carús disse que a MP, da forma como foi apresentada não irá produzir os resultados pretendidos, que é o de reduzir a violência nas cidades a partir da transferência de boa parte dos recursos do esporte juvenil para o Fundo Nacional da Segurança. De acordo com o vereador, é preciso pressionar o governo federal para reverter a situação “com a máxima urgência, porque os danos já estão causando estragos”.

Retrocesso

Para o vice-presidente de formação de atletas do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), Fernando Manuel de Matos Cruz, a MP retrocede em conquistas que vinham sendo obtidas desde a Lei Pelé. Disse, ainda, que da parte percentual do que é arrecadado com as loterias e destinada ao esporte, só atingiu a área de incentivo à formação de jovens para o atletismo. “O prejuízo é grande porque esses recursos vinham sendo investidos em equipamentos, como a construção de pistas atléticas, piscinas e outros; no pagamento de profissionais e no fomento à participação de atletas em competições, o que agora não é mais possível”.

Cruz explicou como o recurso, em média de R$ 40 milhões anuais, era distribuído até que a MP entrasse em vigor e zerasse os repasses de 0,5% de todos os prognósticos de loterias aos cuidados do CBC. “Ao esporte escolar cabia 5%, ao esporte universitário 10%, ao comitê paraolímpico 15%, às despesas administrativas 20% e os 50% restantes ao esporte olímpico e aos clubes”.

Luciana Miorro, coordenadora de Projetos Esportivos do Grêmio Náutico União, declarou que é grande a expectativa dos jovens atletas com a possibilidade de reversão dos efeitos da MP. “Eles estão apreensivos porque foi graças a esses recursos que muitos puderam ser incluídos no esporte”, disse. Ela exemplificou que no União, entre outras formas de investimento, foi possível revitalizar o piso de dois ginásios e equipar o departamento médico, entre outras melhorias “que refletem no preparo dos atletas para competições nacionais e internacionais”.

José Haroldo Arataca, diretor técnico e treinador da Confederação Brasileira de Atletismo (CBA), considerou que, apesar de danosa pelo seu contexto, a MP teve um resultado positivo. “Já vim aqui nesta Casa Legislativa muitas vezes e é a primeira vez que vejo a união dos representantes das entidades em defesa do esporte”. Arataca, no entanto, lamentou não ver a indignação popular. “As pessoas choram pela nossa colocação em sexto no Mundial, mas não se manifestam ao fato de estarmos na 84º posição em educação”, criticou.

Segundo o diretor da CBA, os recursos cortados atingem ainda, o esporte escolar, inviabilizando qualquer iniciativa, como os tradicionais jogos universitários. Ele elogiou a gestão dos recursos que até então eram destinados ao CBC e comparou: “a pista da Sogipa, com o controle da entidade foi construída por R$ 1,8 milhões e uma semelhante, na Ufrgs custou cerca de R$ 10 milhões”. Arataca também lembrou que parte dos recursos cortados do atletismo foram para reforçar o próprio prêmio das loterias, que aumentou recentemente de valor, e também para o futebol, por força da pressão feita pela “bancada da bola”.

Equívoco

O vice-presidente da Federaclubes, Carlos Humberto Rigon, disse que a MP é um equívoco. Além de prejudicar imediatamente aos clubes mais estruturados, como Sogipa, União e Veleiros, corta, também, o sonho das entidades menores que vinham se organizando para a aprovação de projetos junto ao CBC. Ele adiantou que o tema será um dos pontos a ser debatido no Congresso da Federaclubes que acontece em Gramado nos próximos dias 20, 21 e 22 de julho.

Lauro Aguiar, vice-presidente do Conselho Regional de Educação Física da 2ªRegião (CREF2RS) informou que o tema vem sendo tratado, também, no âmbito da Assembleia Legislativa, onde uma Audiência Pública está sendo chamada para discutir os efeitos da MP 841/18. Ele lamentou os poucos fóruns de debate e criticou a falta de realização das Conferências do Esporte. “Não somos contra a segurança pública, mas entendemos que não adianta construir presídios se não investirmos em prevenção à violência e isso se faz com iniciativas como a do incentivo da prática do esporte, assim como de investimentos em educação e cultura para os nossos jovens”.

Mauro Myskin, vice-presidente do Colégio Brasileiro de Ciência do Esporte, afirmou que a extinção da secretaria de Esportes e as políticas públicas para o setor, em Porto Alegre, foram completamente abandonadas. Ressaltou a importância da união de todos para a derrubada da MP, o que considera fundamental para a continuidade de projetos que vinham sendo desenvolvidos pelas entidades e clubes.

Leonardo Monteiro, que representou o deputado federal João Derly (Rede) ressaltou que a MP, que entrou em vigor no dia 12 de junho, tem prazo de 45 dias para ser apreciada pelo Congresso, ou passará a trancar a pauta. Ele lembrou, no entanto, que como há o recesso de julho e a contagem é interrompida, o prazo deve vencer em meados de agosto. “A solução mais rápida é a de pressão sobre o governo para que ele reveja os efeitos da MP sobre o Esporte. Fora isso, ou é esperar a votação, que pode ser pela derrubada, alteração do texto ou aprovação, ou ainda, aguardar os 120 dias para ver a MP, caso não seja apreciada em plenário, perca automaticamente os seus efeitos”.

Paulo Eduardo Barbosa Santos, presidente do Conselho Municipal de Desportos (CMD) reforçou as críticas à falta de incentivo ao esporte na capital gaúcha. Disse que o tratamento em Brasília, com a MP é semelhante ao que vem sendo destinado ao setor em um ano e sete meses do atual governo. Que o CMD perdeu recursos orçamentários, sede e, assim como os demais, qualquer apoio para o desenvolvimento do trabalho dos conselheiros.

Medida

Em suas manifestações, os vereadores presentes ao encontro, assim como o proponente da pauta, se posicionaram contra a retirada de recursos do esporte. De acordo com Cassiá Carpes (PP), o problema da falta de verbas não é diferente de quando foi presidente da extinta Fundação de Esporte e Lazer do Estado do Rio Grande do Sul (Fundergs). "Era preciso muito jogo de cintura para podermos realizar algo", justificou. João Bosco Vaz (PDT) disse que a MP coloca uma pá de cal sobre qualquer possibilidade de investimento em esporte na capital, visto que o atual governo não realiza nenhum aporte ao setor, assim como nas demais áreas, como na social, "totalmente abandonadas pelo poder público".

Na mesma linha Sofia Cavedon (PT), lamentou o desmonte do esporte na cidade. Ela ainda ressaltou que devido aos projetos do Executivo que trancam a pauta, a Moção de Repúdio não poderá ser votada com a celeridade que merece e, portanto, "o melhor é coletar as assinaturas dos vereadores para remetê-la o mais rápido ao presidente da Câmara Federal". disse. Prof. Alex Fraga (PSol) alertou que é necessário deixar clara a intenção da interrupção imediata dos efeitos da MP na Moção, visto se permanecer com seus efeitos por quatro meses, até que perca o seu valor, "irá provocar estragos que só poderão ser recuperados no ano que vem".

Para a vereadora Comandante Nádia (MDB), presidente da Cedecondh, a união de esforços em prol do Esporte é importante. Disse que os vereadores estão engajados na luta das entidades e clubes para fazer valer o desejo da comunidade esportiva brasileira. Tarciso Flecha Negra (PSD), que presidiu o encontro, destacou que o esporte é capaz de salvar a vida de muitos jovens. Ele lembrou a sua história e a importância que o setor tem para coibir a violência. Da mesma forma a vereadora Mônica Leal (PP) informou que assinará a Moção. Para ela, não se pode colocar em confronto a Segurança e o Esporte. "Cada um dos setores tem a sua importância e devem ter a atenção dos governos", declarou. O vereador Alvoni Medina (PRB), também participou do encontro.

Texto: Milton Gerson (reg. prof 6539)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)
Foto: Andielli Silveira/CMP


epúdio a MP que retira recursos do esporte



Presidente e vice-presidente do CREF2/RS tomam posse no Conselho Estadual de Esportes do RS
04/10/2017
Fonte: Assessoria de Imprensa do Palácio Piratini

O governador José Ivo Sartori empossou na manhã desta segunda-feira (2), em ato no Palácio Piratini, os integrantes do Conselho Estadual de Esportes do Rio Grande do Sul (Ceers). Entre os nomeados, estão a presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 01910-G/RS), e seu vice-presidente, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS). Durante a cerimônia, também foi assinado decreto que regulamenta o Pró-Esporte RS LIE (Lei de Incentivo ao Esporte) e o Fundo Estadual de Incentivo ao Esporte (Feie).

As ações fazem parte das políticas públicas de promoção ao esporte do governo do Estado, executadas pela Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sedactel), que se somam aos editais e programas oriundos da Lei Geral do Desporto (Lei Pelé) e das atividades realizadas no Centro Estadual de Treinamento Esportivo (Cete).

Pró-Esporte

O decreto estabelece as novas regras e procedimentos do Pró-Esporte RS LIE e a aplicação do fundo. O programa é executado pelo Departamento de Fomento da Sedactel.

Também determina a criação do sistema informatizado do Pró-Esporte, que garante transparência e capacidade de gerenciamento dos processos. Com a inovação, a tramitação será digital, evitando a necessidade de deslocamento de entidades do interior à capital para protocolo e apresentação de documentos.

Conselho

O Conselho Estadual de Esportes do Rio Grande do Sul (Ceers) é um órgão com caráter consultivo e deliberativo, vinculado à Sedactel. Substitui o extinto Conselho Regional do Desporto (CRD). É formado por representantes do governo do Estado e de entidades ligadas ao meio esportivo, além de representantes indicados por notório saber.

Em nome dos conselheiros empossados, o representante da Sogipa, Alexandre Algeri, afirmou que este projeto "possibilita sonhos". Para Algeri, "o esporte é uma das principais ferramentas de transformação social".

Ao Ceers compete interpretar a legislação esportiva nacional e estadual, elaborar instruções normativas sobre sua aplicação e zelar pelo seu cumprimento. Além disso, é de sua responsabilidade homologar o calendário estadual de atividades esportivas e, principalmente, acompanhar e fiscalizar a aplicação dos recursos materiais e financeiros do Estado destinados a atividades esportivas.


Conselho Estadual de Esportes do Rio Grande do Sul



CREF2/RS e Valorize firmam convênio para Pessoas Jurídicas
27/06/2016
Fonte: CREF2/RS

As Pessoas Jurídicas registradas no CREF2/RS têm, a partir de agora, mais um convênio à disposição. O Conselho e a empresa de consultoria esportiva Valorize, com sede em Porto Alegre, firmaram uma parceria para oferecer 10% de desconto na realização de projetos incentivados.

Para se candidatar a um dos editais promovidos pela Lei de Incentivo ao Esporte, a Pessoa Jurídica precisa ser da natureza esportiva, sem fins lucrativos, e estar em funcionamento há mais de um ano. Associações públicas, confederações, clubes, federações e fundações privadas, por exemplo, são algumas das entidades aptas a concorrer.

Entre os diversos projetos que podem ser realizados, estão: eventos esportivos, como campeonatos, circuitos e provas; reformas de centros de treinamento; construção de ginásios; seminários para professores, técnicos e praticantes; escolinhas de futebol, vôlei, basquete e de outras modalidades esportivas. Mais informações pelo e-mail projetos@valorizeprojetos.com.br ou pelo site www.valorizeprojetos.com.br


Convênios



CREF2/RS divulga ganhadores do Troféu Destaque 2015
20/08/2015
Fonte: CREF2/RS

Os vencedores do Troféu Destaque 2015, prêmio que homenageia os melhores profissionais de Educação Física do ano, foram divulgados pelo CREF2/RS. As categorias “Academia”, “Clube ou Sociedade”, “Mérito da Educação Física”, “Profissional do Ano”, “Veículo de Comunicação” e “Personalidade do Ano” foram escolhidos pela Plenária do CREF2/RS. A escolha das demais categorias foi feita por meio de votação no site do Conselho aberta a todos os profissionais de Educação Física registrados e em dia com suas obrigações estatutárias, a partir de lista tríplice, indicada por Comissão ou Câmara Técnica.

O CREF2/RS parabeniza a todos os vencedores e indicados desta edição do Troféu Destaque, que por meio de suas trajetórias vitoriosas ajudam a dignificar nossa Profissão.

Categoria Academia: Academia Sal da Terra (CREF 000009-PJ/RS) – Atuando desde 1987, a Sal da Terra é uma das mais tradicionais academias de Porto Alegre, e o seu trabalho é realizado dentro dos parâmetros profissionais, com quadro de profissionais devidamente registrados no CREF2/RS, contando com excelente infraestrutura.

Categoria Clube ou Sociedade: Grêmio Náutico União (CREF 000505-PJ/RS) – Formação de atletas e investimento no esporte, Top of Mind da revista Amanhã, vencedor por toda sua tradição no esporte e pelas grandes conquistas de seus atletas, nos diversos esportes em que atuam.

Categoria Profissional do Ano: José Anchieta (CREF 000337-G/RS) – Profissional de Educação Física formado na UFRGS e pós-graduado em Dança na PUC/RS, é professor da Graduação do Curso de Educação Física da UNISINOS RS. Ganhou vários prêmios, entre eles o de melhor instrutor internacional de Fitness da Espanha – 1997. Foi criador do Método de Ginástica Afro Aeróbica e autor do livro "Ginástica Afro Aeróbica".

Categoria Mérito da Educação Física: Ivan Fonseca Gallo (CREF 004207-G/RS) – Possui graduação em Educação Física pela UFRGS e especialização em Metodologia do Ensino Superior pela Unisinos. Atualmente é Professor e Técnico da Unisinos e Técnico da Federação Gaúcha de Voley Ball.

Categoria Veículo de Comunicação – RBS TV – Vida e Saúde. Por acompanhar o trabalho de profissionais de Educação Física por meio de entrevistas e reportagens sobre saúde, nutrição, atividade física, beleza e comportamento.

Categoria Personalidade do Ano: Kalil Sehbe Neto – Ex-secretario Estadual do Esporte e do Lazer, militou em prol dos profissionais de Educação Física e de atletas com a criação da Lei Estadual Pró-Esporte de Incentivo ao Esporte Gaúcho. Também coordenou o Comitê Gestor da Copa do Mundo 2014.

Categoria Profissional de Escola: Luis Eurico Kerber (CREF 001203-G/RS) – Graduado pela Feevale e pós-graduado em Ciências da Atividade Física – Aspectos da Medicina do Esporte. Atua na Educação Básica desde 2002 e como professor universitário da Feevale desde 2005. Trabalha também na rede municipal de ensino de Ivoti. Já desenvolveu projetos de atividades físicas de aventura na natureza e de promoção da saúde na escola.

Categoria Profissional de Esporte Educacional: Luiz Afonso Gomes (CREF 000484-G/RS) – Possui graduação pelo IPA, mestrado em Ciências Sociais e especialização em Basquete e em Futebol. É o docente mais antigo do IPA, onde atua desde 1980. Coordena o curso de pós-graduação Futebol e Futsal: do Treinamento à Gestão e atua na área de ensino-aprendizagem em treinamento, performance, avaliação e motivação.

Categoria Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada: Tiago José Frank (CREF 015592-G/RS) – Possui graduação pela UCS e é coordenador do setor de Paradesporto e Lazer Inclusivo da Secretaria Municipal do Esporte e Lazer de Caxias do Sul. Atuou como supervisor do Centro Integrado das Pessoas com Deficiência (CIDEF/UCS) e como técnico da seleção brasileira sub-21 de basquete em cadeira de rodas, tornando-se campeão Parapanamericano em 2013. Dedica-se ao desenvolvimento e promoção de atividades de esporte e lazer para pessoas com deficiência.

Categoria Profissional de Recreação e Lazer: Desire Lacreta Maridakis (CREF 006536-G/RS) – Possui graduação e especialização pelo IPA, é ex-atleta profissional de voleibol e funcionária, desde 1985, da Prefeitura Municipal de Canoas. Atua há 26 anos no Centro Olímpico Municipal (COM), que oferece programas de atividade física, de esporte, de lazer e escolinhas esportivas à comunidade.


Troféu Destaque



CREF2/RS divulga ganhadores do Troféu Destaque 2015
19/08/2015
Fonte: CREF2/RS

Os vencedores do Troféu Destaque 2015, prêmio que homenageia os melhores profissionais de Educação Física do ano, foram divulgados pelo CREF2/RS. As categorias “Academia”, “Clube ou Sociedade”, “Mérito da Educação Física”, “Profissional do Ano”, “Veículo de Comunicação” e “Personalidade do Ano” foram escolhidos pela Plenária do CREF2/RS. A escolha das demais categorias foi feita por meio de votação no site do Conselho aberta a todos os profissionais de Educação Física registrados e em dia com suas obrigações estatutárias, a partir de lista tríplice, indicada por Comissão ou Câmara Técnica.

O CREF2/RS parabeniza a todos os vencedores e indicados desta edição do Troféu Destaque, que por meio de suas trajetórias vitoriosas ajudam a dignificar nossa Profissão.

Categoria Academia: Academia Sal da Terra (CREF 000009-PJ/RS) – Atuando desde 1987, a Sal da Terra é uma das mais tradicionais academias de Porto Alegre, e o seu trabalho é realizado dentro dos parâmetros profissionais, com quadro de profissionais devidamente registrados no CREF2/RS, contando com excelente infraestrutura.

Categoria Clube ou Sociedade: Grêmio Náutico União (CREF 000505-PJ/RS) – Formação de atletas e investimento no esporte, Top of Mind da revista Amanhã, vencedor por toda sua tradição no esporte e pelas grandes conquistas de seus atletas, nos diversos esportes em que atuam.

Categoria Profissional do Ano: José Anchieta (CREF 000337-G/RS) – Profissional de Educação Física formado na UFRGS e pós-graduado em Dança na PUC/RS, é professor da Graduação do Curso de Educação Física da UNISINOS RS. Ganhou vários prêmios, entre eles o de melhor instrutor internacional de Fitness da Espanha – 1997. Foi criador do Método de Ginástica Afro Aeróbica e autor do livro "Ginástica Afro Aeróbica"

Categoria Mérito da Educação Física: Ivan Fonseca Gallo (CREF 004207-G/RS) – Possui graduação em Educação Física pela UFRGS e especialização em Metodologia do Ensino Superior pela Unisinos. Atualmente é Professor e Técnico da Unisinos e Técnico da Federação Gaúcha de Voley Ball.

Categoria Veículo de Comunicação – RBS TV – Vida e Saúde. Por acompanhar o trabalho de profissionais de Educação Física por meio de entrevistas e reportagens sobre saúde, nutrição, atividade física, beleza e comportamento.

Categoria Personalidade do Ano: Kalil Sehbe Neto – Ex-secretario Estadual do Esporte e do Lazer, militou em prol dos profissionais de Educação Física e de atletas com a criação da Lei Estadual Pró-Esporte de Incentivo ao Esporte Gaúcho. Também coordenou o Comitê Gestor da Copa do Mundo 2014.

Categoria Profissional de Escola: Luis Eurico Kerber (CREF 001203-G/RS) – Graduado pela Feevale e pós-graduado em Ciências da Atividade Física – Aspectos da Medicina do Esporte. Atua na Educação Básica desde 2002 e como professor universitário da Feevale desde 2005. Trabalha também na rede municipal de ensino de Ivoti. Já desenvolveu projetos de atividades físicas de aventura na natureza e de promoção da saúde na escola.

Categoria Profissional de Esporte Educacional: Luiz Afonso Gomes (CREF 000484-G/RS) – Possui graduação pelo IPA, mestrado em Ciências Sociais e especialização em Basquete e em Futebol. É o docente mais antigo do IPA, onde atua desde 1980. Coordena o curso de pós-graduação Futebol e Futsal: do Treinamento à Gestão e atua na área de ensino-aprendizagem em treinamento, performance, avaliação e motivação.

Categoria Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada: Tiago José Frank (CREF 015592-G/RS) – Possui graduação pela UCS e é coordenador do setor de Paradesporto e Lazer Inclusivo da Secretaria Municipal do Esporte e Lazer de Caxias do Sul. Atuou como supervisor do Centro Integrado das Pessoas com Deficiência (CIDEF/UCS) e como técnico da seleção brasileira sub-21 de basquete em cadeira de rodas, tornando-se campeão Parapanamericano em 2013. Dedica-se ao desenvolvimento e promoção de atividades de esporte e lazer para pessoas com deficiência.

Categoria Profissional de Recreação e Lazer: Desire Lacreta Maridakis (CREF 006536-G/RS) – Possui graduação e especialização pelo IPA, é ex-atleta profissional de voleibol e funcionária, desde 1985, da Prefeitura Municipal de Canoas. Atua há 26 anos no Centro Olímpico Municipal (COM), que oferece programas de atividade física, de esporte, de lazer e escolinhas esportivas à comunidade.


Troféu Destaque



Presidente do CREF2/RS toma posse como membro do Conselho Estadual do Esporte
08/07/2015
Fonte: CREF2/RS

Em ato realizado na manhã de ontem (7), na Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer (Setel), foi dada posse aos 17 novos membros do Conselho Estadual de Esportes do Estado do Rio Grande do Sul (CEERS). Como representante do CREF2/RS, a presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) faz parte agora do grupo que desenvolve, direciona e orienta as ações do Estado para o incentivo ao esporte.

"A responsabilidade que emana deste Conselho só amplia a necessidade de transparência e foco na qualidade dos investimentos e ações em prol do esporte que o Estado irá desenvolver", afirmou Juvir Costella, titular da Setel. Ele também destacou, na primeira reunião do grupo, as mudanças que serão feitas para equilibrar o Programa Pró-Esporte, que possibilita o investimento no setor através de incentivos fiscais.

O CEERS é formado pelas entidades representativas da área e se reúne todas as primeiras segundas-feiras do mês na Setel. A Câmara Técnica do Programa Pró-Esporte, vinculada ao órgão, deve ter um novo edital lançado em breve.


CREF2 RS