Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



Fiscalização divulga números de 2018
23/01/2019
Fonte: CREF2/RS

A intensa movimentação dos agentes fiscais do CREF2/RS, durante todo o ano de 2018, resultou em mais algumas marcas expressivas para o Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR). O número de academias fechadas, que chegou a 63 estabelecimentos em todo o Estado, impossibilitou o funcionamento de empresas irregulares, que estavam atendendo o público sem registro no Conselho e sem contar com um profissional devidamente habilitado ministrando as atividades nesses locais.

Com cerca de 175 visitas realizadas por mês, a Fiscalização contou ainda com a parceria do Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-2), do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito5), do Procon-RS, da Polícia Civil, da Vigilância Sanitária e do Ministério Público em diversas ações. O trabalho conjunto, feito em estabelecimentos da Região Metropolitana de Porto Alegre e também do interior, serviu para verificar o funcionamento de empresas e para orientar o correto atendimento ao público.

No ano passado, o DEFOR atendeu cerca de 730 denúncias e autuou mais de 470 pessoas, sendo 217 por exercício ilegal da profissão e 64 diplomados por estarem fora da sua área de atuação – Licenciados desempenhando as funções de Bacharéis. 107 multas foram aplicadas, 137 Processos Administrativos de Fiscalização foram abertos e outros 27 processos foram encaminhados ao Ministério Público.

Para a coordenadora do Departamento, Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), todo o esforço do Conselho em inibir os maus profissionais têm sido de grande importância para a Educação Física no Rio Grande do Sul. “Os roteiros de fiscalização nos desafiam cotidianamente. Apesar das dificuldades, contabilizamos muitos avanços em 2018, coibindo irregularidades e dando agilidade às punições das empresas que não oferecem serviços adequados à sociedade”, comenta.

Números DEFOR 2018:

Visitas de fiscalização: 2087
Denúncias atendidas: 736
Autuação por exercício ilegal: 217
Autuação de empresa sem profissional presente: 296
Autuação de RT descumprindo funções: 130
Autuação de profissional fora da área: 64
Processos encaminhados para Ação Civil Pública: 27
Multas aplicadas: 107
Notificações: 604
Processos Administrativos de Fiscalização abertos: 137
Termos de Cooperação assinados: 63


Fiscalização DEFOR



Reunião do Fórum-RS define planejamento para 2018
11/01/2018
Fonte: FÓRUM–RS

Planejamento de ações prioritárias, assuntos de interesses geral e agenda do ano. Essas foram as pautas discutidas na tarde de quarta-feira (10/01) na reunião Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do RS (FÓRUM–RS), que ocorreu no auditório da plenária do Conselho Regional de Administração (CRA-RS).

Um dos assuntos debatidos foi a questão do ensino a distância nas mais diversas áreas, questionando sobre a eficácia desta metodologia, com enfoque nos cursos da área da saúde. “É preciso aumentar a discussão sobre a qualidade dos ensinos e isso é uma luta de todos os Conselhos. Temos o dever de fazer com que a sociedade ouça e saiba que profissional ela vai receber daqui 10, 15 e 20 anos”, destacou a presidente do Conselho Regional de Nutricionistas – 2º Região (CRN2), Glaube Raquel Conceição Riegel. A partir disso, a presidente do CRA-RS e também presidente do Fórum-RS, Adm. Claudia Abreu, junto à presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), sugeriram que fosse criada uma conferência nacional sobre o assunto.

Na oportunidade também foi levantado o momento crítico vivido pelo Hospital Beneficência Portuguesa e o Fórum-RS se coloca à disposição da instituição e da sociedade como um todo. Ainda, a diretoria se organizou para agendar reuniões de aproximação com o Tribunal de Contas da União, Ministério Público e Procuradoria da República. Também foram discutidos pontos como a comunicação do Fórum, o alinhamento das ações das Câmaras, entre outros.

Foto: Rafaela Johann


FÓRUM–RS



CREF2/RS participa da 5ª Ação Conjunta de Fiscalização no Litoral
25/01/2017
Fonte: CREF2/RS

O Grupo de Agentes Fiscais do RS (GAF-RS), órgão integrante do Fórum dos Conselhos e Ordens das Profissões Regulamentadas do Rio Grande do Sul (Fórum-RS) realizaram, no mês de janeiro, a 5ª Ação Conjunta de Fiscalização no Litoral, com o intuito de orientar e fiscalizar estabelecimentos nas praias do Litoral Norte. A ação conta com agentes fiscais de diversos Conselhos. Com isso, o GAF espera potencializar a blitze e garantir serviços seguros aos veranistas e moradores dos municípios beira-mar.

Estão presentes na ação o Conselho Regional de Administração (CRA-RS), Conselho Regional de Biologia (CRBio-03), Conselho Regional de Educação Física (CREF2/RS), Conselho Regional de Farmácia (CRF-RS), Conselho Regional de Fonoaudiologia (Crefono7), Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia (Crefito 5), Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-2) e o Conselho Regional de Psicologia (CRP-RS).


Fórum-RS



CREF2/RS autua 58 estabelecimentos irregulares e fecha nove academias em outubro
04/11/2016
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS divulgou, na tarde desta sexta-feira, dia 4 de novembro, os números referentes às ações realizadas ao longo do último mês. Em outubro, os fiscais realizaram 191 visitas, dentre elas diversas fiscalizações foram realizadas em conjunto com o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito5), Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-2), Conselho Regional de Farmácia (CRF-RS), Brigada Militar, Polícia Civil e Vigilância Sanitária. Ao todo, 73 denúncias foram totalmente atendidas; resultando na autuação de 58 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo que 22 deles não possuíam registro da empresa e 22 funcionavam sem profissional presente no momento da visita.

Foram flagradas cinco academias descumprindo o Termo de Cooperação firmado com o Conselho, e nove foram fechadas por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades. O DEFOR autuou 52 pessoas por alguma infração, sendo 28 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, além de 26 profissionais infringindo o Código de Ética, por estarem atuando fora da área de formação ou Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes às suas funções.

Foram enviadas cinco multas para empresas por descumprimento de Termo de Cooperação e 15 avisos de encaminhamento de empresas não registradas no Conselho para Ação Civil Pública. Além disso, 58 notificações foram emitidas a empresas e pessoas que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações. Também foram assinados novos quatro Termos de Cooperação.

Os municípios visitados em outubro foram Porto Alegre, Santa Rosa, Três de Maio, Horizontina, Santana do Livramento, São Gabriel, Rosário do Sul, Pareci Novo, Feliz, Bom Princípio, Montenegro, São Sebastião do Caí, Cachoeirinha, Caxias do Sul, São Marcos, Bento Gonçalves, Viamão, Sapucaia do Sul, Canela, Gramado, Pinhal, Tramandaí, Capão da Canoa, Torres, São Leopoldo, Taquari, Anta Gorda, Arvorezinha, Doutor Ricardo, Teutônia, Lajeado, Estrela, Faxinalzinho, Erechim, Campinas do Sul, Passo Fundo, Marau, Novo Hamburgo, Cruz Alta, Panambi e Carazinho.


DEFOR



Fiscalização do CREF2/RS fecha mais cinco academias irregulares no Estado
26/10/2016
Fonte: CREF2/RS

As ações de fiscalização do CREF2/RS, realizadas entre os dias 17 de 21 de outubro, fecharam cinco academias que funcionavam de maneira irregular em todo o Estado. Os estabelecimentos, localizados nas cidades de Viamão, Capão da Canoa e Tramandaí, só poderão atender novamente quando regularizarem a sua situação, efetuando o registro de Pessoa Jurídica e possuindo pelo menos um profissional de Educação Física habilitado durante as atividades no local.

Na terceira semana de outubro, o Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) também atendeu 18 denúncias e autuou outras 17 empresas por algum tipo de infração. Nestes locais, 13 pessoas foram notificadas, sendo sete por exercício ilegal da profissão ou por não possuir um Termo de Compromisso de Estágio (TCE) válido.

O CREF2/RS ainda visitou, ao longo destes dias, empresas localizadas nos municípios de Caxias do Sul, São Marcos, Bento Gonçalves, Sapucaia do Sul, Canela, Gramado, Pinhal, Torres e São Leopoldo. Em Porto Alegre, também foram realizadas fiscalizações em conjunto com o Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-2).


Fiscalização DEFOR



DEFOR fiscaliza 57 municípios em julho e fecha cinco academias irregulares
03/08/2016
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS divulgou nesta quarta-feira os dados relativos às fiscalizações realizadas em julho pelas equipes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR). A intensa movimentação dos fiscais, que visitaram 57 municípios nas mais diversas regiões do Estado, resultou em cinco academias fechadas. Ao todo, foram 297 visitas realizadas, que em algumas situações contou com o reforço do Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-2) e do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CREFITO5).

Durante as diligências, 101 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, sendo que destes 44 empresas estavam sem registro e em 35 PJs não havia profissional presente no momento da visita. Os fiscais autuaram 70 pessoas por alguma infração, destas 25 decorridas do exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE – Termo de Compromisso de Estágio, oito profissionais fora da área de atuação e 24 Responsáveis Técnicos descumprindo suas obrigações inerentes às funções.

Em seu trabalho interno, o DEFOR prestou 131 atendimentos ao público; protocolou 75 novas denúncias e 81 justificativas; foram enviadas 13 multas para empresas por descumprimento de Termo de Cooperação e 23 avisos de encaminhamento de empresas não registradas no Conselho para Ação Civil Pública, além de 15 novos Processos Administrativos – PAD FIS abertos.

Os municípios visitados pelo CREF2/RS em julho foram Caxias do Sul, Nova Pádua, Campestre da Serra, Porto Alegre, Cachoeira do Sul, Santana da Boa Vista, Candelária, Novo Cabrais, Paraíso do Sul, Cerro Branco, Araricá, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Nova Hartz, Ivoti, Rio Grande, São José do Norte, Pinto Bandeira, Nova Araçá, Guaporé, Farroupilha, Vacaria, Erechim, Estação, Getúlio Vargas, Campinas do Sul, Jacutinga, Barão de Cotegipe, Paulo Bento, Portão, Estância Velha, Campo Bom, Santo Ângelo, Porto Xavier, São Nicolau, Guarani das Missões, Sapiranga, Alecrim, Tuparendi, Tucunduva, Novo Machado, Porto Mauá, Porto Vera Cruz, Eldorado do Sul, Guaíba, Canoas, Sapucaia do Sul, Nova Santa Rita, Esteio, Aceguá, Hulha Negra, Candiota,Pinheiro Machado, Bagé, Dom Pedrito, Pedras Altas e Viamão.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias na terceira semana de abril
28/04/2016
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) fechou, na terceira semana de abril, uma academia em Montenegro e outra em Bom Princípio, ambas por não possuírem profissional habilitado para orientar as atividades. Durante as fiscalizações, realizadas em sete municípios, 22 academias foram autuadas por algum tipo de irregularidade, oito delas por não possuir registro no CREF2/RS e 27 denúncias atendidas.

As ações foram realizadas em conjunto com o Conselho Regional de Nutricionistas da 2ª Região (CRN-2), em uma soma de esforços para coibir o exercício ilegal das profissões e levar orientação aos profissionais registrados de ambas autarquias. Os municípios visitados foram Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Porto Alegre, São Vendelino, Pareci Novo, Bom Princípio e Montenegro.


DEFOR



Fiscalização do CREF2/RS orienta acadêmicos
30/11/2015
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou na última quinzena de novembro mais uma série de fiscalizações, que abrangeram 17 municípios, e que em alguns casos foram feitas conjuntamente com o Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-2). No dia 21, em Porto Alegre, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) visitaram o “Dança Mix”, evento que é parte da disciplina Organização de Eventos em Educação Física, da Faculdade de Educação Física e Ciências do Desporto da PUCRS. No local, onde eram oferecidas as modalidades de “Zumba” e “Sh'Bam”, duas pessoas foram autuadas por exercício ilegal da profissão. Os alunos cancelaram a aula de “Sh'bam”, após os fiscais explicarem ao professor e aos alunos organizadores do evento que as duas modalidades são atividades de condicionamento físico e devem ser ministradas apenas por profissionais habilitados em Educação Física e registrados no CREF2/RS.

No dia 22, em Novo Hamburgo, foi realizada uma visita de orientação ao evento “Vita Fair Esporte, Saúde, Bem Estar”, onde ocorreram atividades de condicionamento físico como Treinamento Funcional, Cross Fit, Pilates e Zumba Fitness em forma de aulão aberto ao público, todas corretamente ministradas por profissionais de Educação Física, registrados no CREF2/RS.


DEFOR



Seminário do CRN-2 debate questões relativas à água
27/10/2015
Fonte: CRN-2

O Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-2) já abriu as inscrições para o III Seminário Temático: Águas, evento que ocorrerá das 17h30min às 20h no dia 29 de outubro, no Auditório Oscar Machado do Centro Universitário Metodista/IPA, em Porto Alegre. O Seminário faz parte Semana Mundial da Alimentação e debaterá questões que envolvem a água, como ameaças, soluções, desafios e sua influência para a segurança alimentar e nutricional, além da responsabilidade socioambiental da população.

Entre os palestrantes, destaca-se a presença do biólogo Jackson Muller, professor da Unisinos, ex-diretor e ex-secretário de Meio Ambiente em Estância Velha e Novo Hamburgo, chefe de planejamento e diretor técnico da Fepam. Muller tem livros e artigos publicados sobre o tema e é doutorando em Diversidade e Manejo da Vida Silvestre pela Unisinos, com ênfase em serviços ecossistêmicos. Também participam as nutricionistas Maria Cristina Gallas e Rosani Sommer Bertão e o engenheiro da Corsan Igor Carraro.

As inscrições, gratuitas e abertas à população, devem ser feitas pelo e-mail crn2@crn2.org.br


Conselho Regional de Nutricionistas



IPA sedia comemoração conjunta do Dia do Profissional de Educação Física e do Nutricionista
04/09/2015
Fonte: CREF2/RS

O Auditório Oscar Machado do Centro Universitário Metodista (IPA) teve grande afluência de estudantes, profissionais de Educação Física e nutricionistas para comemorar conjuntamente, na noite de quarta-feira (02), o Dia do Profissional de Educação Física (1º de setembro) e o Dia do Nutricionista (31 de agosto). Além de celebrar as datas, o evento, apoiado pelo IPA e organizado pelo Conselho Regional de Educação Física (CREF2/RS ) e pelo Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-2), debateu o tema “Atividade Física: Mitos e Verdades”, com palestras proferidas pela conselheira do CREF2/RS Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS) e pela nutricionista clínica Lenice Zarth Carvalho, seguidas de uma mesa-redonda.

A presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), ressaltou na abertura do evento que ambas as profissões trabalham com a promoção da saúde, com ênfase na prevenção, enquanto outras atuam quando a doença já está instalada. “A atividade física e a dieta são grandes aliadas na qualidade de vida na população”, assinalou. Já a presidente do CRN-2, Luciana Meneghetti, alertou para a epidemia de obesidade e sobrepeso como causa dos principais problemas de saúde pública, como diabetes e doenças cardíacas. “Já temos 20% da população afetada. É fundamental a atuação conjunta dos profissionais de Nutrição e Educação Física para intervirmos corretamente neste cenário”, concluiu.  

“Na minha opinião, nós estamos maximizando o corpo no momento da interpretação”. Com esta observação a nutricionista Lenice Zarth Carvalho iniciou sua palestra, acrescentando que existe uma generalização na prescrição de carboidratos e proteínas, muitas vezes calcada em apenas um perfil. “A maioria das pessoas que procura os consultórios não é atleta, sendo apenas praticantes de atividades físicas. Pensar o tipo de treino a partir disto, para deduzirmos o que esta pessoa tem que ingerir”, argumentou Lenice. “No mínimo, temos de compartimentalizar o individuo para podermos interpretá-lo na hora ofertar um plano alimentar, oferecendo o nutriente  de diferentes maneiras”.    

Segundo a nutricionista, o brasileiro ingere cerca de cinco quilos de agrotóxicos anualmente no Brasil. “As pessoas muitas vezes têm apenas a opção do alimento envenenado”, frisou, acrescentando que a Nutrição tem papel fundamental na proposição de novas formas de alimentação à população.  

Em sua palestra, a profissional de Educação Física Luciane Citadin explicou que atualmente o sedentarismo é o grande concorrente do exercício físico. Como uma forma de incentivo à prática de atividade física, ela ressaltou a contínua criação de modalidades de exercícios que praticamente adequam-se a todas as demandas e particularidades. “Temos o exemplo do Ballet Fitness, criado por uma bailarina que se lesionou e queria continuar praticando exercícios próximos da dança”.

Luciane explicou que não há exercício contraindicado, mas pessoas com limitações ou proibições para a atividade definida. “Não somos contra nenhum tipo de atividade física, mas zelamos para que sempre haja a orientação do profissional habilitado”. Ela acrescentou que a segurança dos exercícios por vezes não depende apenas da orientação, mas também deriva de ambientes que não propiciem acidentes. “Atropelamentos, quedas de aparelhos, mesmo assaltos no entorno das academias devem ser avaliados. Academias não faltam, o importante é escolher bem o local e praticar atividade física regularmente”, enfatizou.

Ao final do evento, foi lançado o folder “Profissional de Educação Física e Nutricionista em academias”, com dicas sobre a atuação dos profissionais e informações sobre suplementos alimentares e esteroides anabolizantes. A coordenadora do Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR), Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), e a coordenadora Técnica do CRN-2, Fernanda Firenza (CRN-2 6403), realizaram uma troca de informações e experiências referentes aos procedimentos fiscalizatórios.


1º de Setembro



Encontro reúne Câmara da Saúde do Fórum/RS, Defensoria Pública e representante da saúde suplementar
21/07/2015
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS esteve presente, nesta segunda-feira (20), na reunião ampliada da Câmara da Saúde do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do RS (Fórum/RS), realizada na sede da Defensoria Pública do Estado, com a participação de representante da saúde suplementar. Na pauta, debateu-se políticas públicas de prevenção e promoção da saúde, a inclusão e ampliação da oferta de serviços oferecidos por profissionais da saúde, promovendo a multidisciplinariedade, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade nos planos de saúde, bem como a oferta de práticas integrativas e complementares destes, além do direito do consumidor na escolha de serviços e profissionais disponibilizados, entre outros temas.

Durante o evento, Enir Madruga de Ávila, defensor público e subdirigente do Núcleo de Defesa da Saúde (NUDS) da Defensoria Pública, avaliou que atualmente a Defensoria Pública trata as consequências, e não as causas dos problemas da saúde. "A cultura da receita médica com força de lei lotou os fóruns com ações de saúde. Vemos casos em que pessoas têm condições de pagar o medicamento, mas pelo meio judicial obrigam que o Estado o faça, prejudicando as pessoas carentes. Temos que abandonar estas práticas paternalistas e diminuir consideravelmente a judicialização da saúde”, ressalta.

A presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) avaliou que a construção da Câmara da Saúde demonstrou o quanto há de desconhecimento por parte de um profissional da saúde em relação a área de atuação de outra profissão da mesma área. “Quando comecei a dialogar com os fonoaudiólogos, percebi que eu atribuía equivocadamente várias de suas incumbências à prática médica”. Carmen também ressaltou o trabalho multidisciplinar como uma característica da prevenção e da promoção da saúde. "Somente as práticas integradas e complementares darão resultado na área da saúde. Cabe enfatizar que dados científicos demonstram que de cada dólar investido em atividade física, reduz-se 4,2 dólares em potenciais gastos na saúde".

Carmem Franco, vice-presidente do Conselho Regional de Nutricionistas (CRN2), ressaltou que o grande objetivo dos conselhos é a proteção da sociedade por meio do efetivo serviço profissional, e não a mera ação corporativa, como muitas vezes é veiculado. "Por isto, acho importante os conselhos mostrarem tanto suas ações como suas limitações, trazendo luz as questões de fundo da nossa saúde. Isto pode proporcionar economia aos cofres públicos, o que vem a ser um argumento muito convincente para adesão dos governantes".

Já o representante da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (CASSI-RS), Everton Silva, afirmou que mesmo após 12 anos de atuação em forma de autogestão, a operadora ainda tem dificuldades em identificar espaços de atuação dos profissionais. "A questão da interdisciplinariedade propriamente dita ainda é complexa, e nos deparamos cotidianamente com ela”, explica. Silva trouxe dados de pesquisas que demonstram que cerca de 70% dos usuários dos serviços de saúde respeitam a prescrição médica, mas apenas 40% obedecem a orientação do médico para modificar hábitos não saudáveis. "Sabendo que a prescrição médica é lei e detém todo um peso cultural inculcado, o que sobra para as prescrições dos nutricionistas ou terapeutas ocupacionais? Esta autoridade é que tem que ser balanceada", pondera.

Na ocasião, o conselheiro do CREF2/RS Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS) afirmou que não resta opção aos trabalhadores da saúde que não seja a união, mesmo que na forma de cooperativas. "Existe uma cultura no Brasil em que os médicos, engenheiros e advogados são sobrevalorizados. Temos que mostrar a sociedade e aos outros profissionais a nossa centralidade na questão da promoção da saúde e na prevenção de doenças. Vamos estreitar laços com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e traçar estratégias para enfrentar os problemas da saúde no país”.

Também estiveram presentes à reunião representantes dos conselhos profissionais de Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia e Psicologia.


FÓRUM RS - Câmara da Saúde



Câmara da Saúde do Fórum-RS realiza seminário para acadêmicos da área em setembro
18/07/2014
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Técnica da Saúde do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do RS (FÓRUM-RS) se reuniu hoje pela manhã, na sede do Conselho Regional de Nutricionistas da 2ª Região (CRN-2), para definição dos detalhes do I Seminário dos Acadêmicos com os Conselhos Profissionais de Saúde. O evento, que será realizado no 12 de setembro na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, é ação conjunta dos Conselhos da área e tem a participação ativa do CREF2/RS.

Com objetivo de engajar estudantes, para que todos cheguem ao mercado de trabalho com entendimento amplo da função dos Conselhos, o evento começou a ser estruturado, com mesas redondas e palestras. Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), vice-presidente do CREF2/RS, participou do encontro e destacou a importância da realização do Seminário com a parceria de diferentes áreas da Saúde. "Cada conselho tem seu papel, mas juntos podemos salientar a importância das profissões regulamentadas", comentou. "No Seminário, vamos mostrar o que fazemos e tudo o que envolve a atuação dos Conselhos para o bem da sociedade", completou Aguiar.

O I Seminário dos Acadêmicos com os Conselhos Profissionais de Saúde também tem o intuito de aproximar os estudantes e estabelecer troca de conhecimento e experiências entre as diferentes áreas. "Queremos fazer com que os acadêmicos entendam a sejam incluídos no mundo dos Conselhos, abrindo assim canal para discutir o futuro das profissões", avaliou Everton Borges, assessor de relações institucionais do Fórum-RS.

Com a presença de João Silveira Junior, presidente do CRTR 6ª Região; Carmem Franco, presidente do CRN-2; e demais representantes do CPRS e do CREFITO5, a reunião definiu ainda que o tema do Seminário será Políticas Públicas e o Futuro das Profissões de Saúde. "Além de mostrar para o aluno a dimensão e a importância de todas as profissões para a área da saúde, o evento vai proporcionar ao acadêmico entendimento para o impacto das tecnologias para o futuro das profissões", citou Borges. Nos próximos dias, a Câmara Técnica da Saúde volta a se reunir para dar continuidade à organização da atividade.




CREF2/RS e CRN-2 realizam fiscalização conjunta
30/05/2014
Fonte: CREF2/RS

Nesta semana, CREF2/RS e Conselho Regional de Nutricionistas da 2ª Região (CRN-2) realizaram fiscalização conjunta. A ação visitou academias e estabelecimentos que oferecem assessoria nutricional.

Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação, a parceria entre os Conselhos é benéfica para a sociedade, pois abrange maior número de profissionais e conscientiza o que é atribuição da Educação Física e o que é da Nutrição. "É importante distinguir o que cada área faz. Profissional de Educação Física não pode orientar dieta e alimentação, Nutricionista não deve prescrever atividade física. A parceria entre CREF2/RS e CRN-2 está reforçando isto e esclarecendo estas questões", comentou.




Câmara da Saúde fará evento em Tramandaí
08/01/2013
Fonte: CREF2/RS

O Presidente do CREF2/RS, Eduardo Merino, participou no dia 8, no Conselho Regional de Nutricionistas/CRN, da reunião mensal da Câmara da Saúde do Fórum dos Profissionais Registrados nos Conselhos e Ordens do Rio Grande do Sul - FOCO/RS. O objetivo do encontro foi articular as ações que serão realizadas em Tramandaí, nos próximos dias 26 e 27, quando ocorrerá o Circuíto da Saúde. Nesta data, serão ofertados serviços de saúde aos veranistas, que serão orientados sobre a importância da atividade dos Conselhos Profissionais na defesa dos serviços prestados à população.