Notícias



CREF2/RS promove mais duas lives pelo Instagram
15/10/2020
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vai dar continuidade, nos próximos dias, às suas lives pelo Instagram. Na terça-feira, dia 20 de outubro, às 17h, o Conselho vai receber Daniel Garlipp (CREF 006758-G/RS), que irá abordar o tema "Desafios na formação em Educação Física".

Já na quinta-feira, dia 22 de outubro, às 17h, o Conselho receberá Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS), para debater "As mazelas do esporte na atual conjuntura". A transmissão começará às 17h.

Graduado em Educação Física pela UFRGS, Daniel possui Especialização em Fisiologia do Exercício e Mestrado e Doutorado em Ciências do Movimento Humano pela mesma Universidade. Tem experiência na área de Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: crescimento e desenvolvimento humano, aptidão física, saúde, performance, crianças e adolescentes, treinamento, fisiologia humana e do exercício. É professor adjunto da Universidade Luterana do Brasil nos cursos de Educação Física e Medicina.

Carlos Cimino atualmente é conselheiro federal do CONFEF e presidente da Federação Gaúcha de Voleibol. Graduado em Educação Física pela UFRGS e pós-graduado em Gestão de Voleibol, foi professor da rede estadual de ensino, de 1978 a 1996, e árbitro internacional da FIVB, tanto de quadra como de praia. Já ministrou diversos cursos sobre a modalidade e integra a Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS.

As lives do CREF2/RS ficam salvas no IGTV do Instagram. Clique aqui para assistir às edições passadas.

Confira a programação:

20 de outubro, terça-feira, às 17h
Daniel Garlipp (CREF 006758-G/RS)
"Desafios na formação em Educação Física"

[atividade CANCELADA] 22 de outubro, quinta-feira, às 17h
Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS)
"As mazelas do esporte na atual conjuntura"


Lives



CREF2/RS realiza webinário sobre Educação Física Escolar nesta quarta-feira
08/09/2020
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS vai realizar nesta quarta-feira, dia 9 de setembro, o webinário “Desafios da Educação Física Escolar: um bate-papo informal”. O evento, marcado para iniciar às 19h, ocorrerá de maneira online e gratuita, simultaneamente no Youtube, no Facebook e no Instagram do Conselho.

Além de Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), Jeane Cazelato (CREF 000003-G/RS) e Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), todas integrantes da Comissão de Educação Física Escolar, o webinário contará ainda com a participação dos profissionais Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), Alexandre Lazzarotto (CREF 002537-G/RS), Eliana Flores (CREF 002649-G/RS) e Elisabete Laurindo (CREF 002036-G/SC).

Durante o evento, os presentes vão falar sobre o atual momento da Educação Física Escolar, especialmente com relação ao contexto da pandemia, e sobre a publicação “Recomendações de retorno às aulas presenciais de Educação Física na reabertura das escolas: COVID-19”, lançada pelo CREF2/RS em julho. Clique aqui para baixá-la em PDF.

Conheça os participantes:

Alessandro Gamboa – Sócio-diretor da G2 Sports, personal trainer e consultor de academias, Alessandro atualmente é 2º vice-presidente do CREF2/RS, presidente da Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) e presidente do Comitê Estadual da Educação Física no Enfrentamento da COVID-19.

Alexandre Lazzarotto – Doutor em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS, integrou o GT de Exercício Físico do Ministério da Saúde, sendo um dos autores do livro “Recomendações para a Prática de Atividades Físicas para Pessoas Vivendo com HIV e Aids”. Atua com atividades de promoção à saúde na Reserva Nacional do Niassa, em Moçambique. Também é professor e orientador do curso de Mestrado em Saúde Pública da Universidade Católica de Moçambique.

Carmen Masson – Tem especialização em Ginástica de Academia e em Condicionamento Físico e mestrado em Ciências da Saúde - Saúde Coletiva. É Mestre d’Armas pela EsEFex e ex-atleta de esgrima. Foi professora de Educação Física, técnica de esgrima, consultora do Ministério do Esporte, professora da UFRGS, coordenadora da Secretaria de Esportes de Porto Alegre, da Brigada Militar e presidente do CREF2/RS.

Eliana Flores – Graduada em Educação Física e em Direito, tem pós-graduação em Fisiologia do Exercício. Atualmente é diretora do Colégio Estadual Protásio Alves, em Porto Alegre, e membro da Comissão de Ética Profissional e de Normas e Legislação do CREF2/RS.

Elisabete Laurindo – Conselheira do CONFEF e membro da Comissão Nacional de Educação Física Escolar, tem mestrado em Gestão de Políticas Públicas. Foi supervisora de Educação Física, de gestão e diretora da Secretaria Municipal de Educação de Itajaí, assim como superintendente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer de Itajaí. Foi coordenadora e professora do curso de Educação Física da Faculdade Avantis.

Jeane Cazelato – Integrante da Comissão de Educação Física Escolar, tem especialização em Recreação e Lazer e mestrado em Ciências Aplicadas à Atividade Física e ao Esporte. Foi presidente do CREF2/RS, conselheira do CONFEF e professora de Educação Física da rede pública e privada.

Miryam Brauch – Presidente da Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS e uma das idealizadoras do Fórum de Mobilização pela Educação Física Escolar, é pós-graduada em Educação Física Escolar, Administração Escolar e Docência no Ensino Superior. Atua na rede estadual de ensino.

Webinário “Desafios da Educação Física Escolar: um bate-papo informal”
Data: 9 de setembro, quarta-feira, a partir das 19h
Evento online e gratuito, transmitido ao vivo pelo Youtube, Facebook e Instagram


educação física escolar webinário



CREF2/RS realiza live sobre voleibol
03/07/2020
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vai dar continuidade, nos próximos dias, à sua programação de lives pelo Instagram. Na quinta-feira, dia 9 de julho, Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS) irá falar sobre o tema “Voleibol: da arbitragem à gestão”. A transmissão vai começar às 17h.

Cimino atualmente é conselheiro federal do CONFEF e presidente da Federação Gaúcha de Voleibol. Graduado em Educação Física pela UFRGS e pós-graduado em Gestão de Voleibol, foi professor da rede estadual de ensino, de 1978 a 1996, e árbitro internacional da FIVB, tanto de quadra como de praia. Já ministrou diversos cursos sobre a modalidade e integra a Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS.

Todas as lives do CREF2/RS ficam salvas no IGTV do Instagram. Clique aqui para assistir as edições passadas.

Confira a programação:

9 de julho, quinta-feira, às 17h
Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS)
Voleibol: da arbitragem à gestão

14 de julho, terça-feira, às 17h
Jorge Kovács (CREF 006197-G/MT)
Como fazer um bom treino em casa, com pouco ou nenhum acessório

16 de julho, quinta-feira, às 17h
Ednei Torresini (CREF 003786-G/RS)
Educação Física nos cruzeiros marítimos: nova possibilidade de atuação


Lives Instagram



Departamentos de Fiscalização da região sul fazem encontro em Santa Catarina
13/03/2020
Fonte: CREF3/SC

Os chefes dos Departamentos de Fiscalização do CREF2/RS, CREF3/SC e CREF9/PR estiveram reunidos na sede do Conselho Regional de Santa Catarina, nos dias 5 e 6 de março. O objetivo do encontro foi alinhar condutas de fiscalização e debater processos para atuação nos três Estados da região sul.

Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS), assessor de Fiscalização do CREF2/RS; Carlos Alberto de Carvalho Filho (CREF 012277-G/PR), supervisor de Fiscalização do CREF9/PR; e Jorge Alberto Bandeira Filho (CREF 013028-G/SC), chefe do Departamento de Fiscalização do CREF3/SC, detalharam as condutas de fiscalização de cada Estado, desde o layout dos documentos lavrados pela fiscalização, além das semelhanças e diferenças procedimentais. No encontro, também foi iniciado o planejamento do evento que pretende reunir os três Estados para promover a troca de conhecimento técnico e a capacitação dos funcionários e membros das Comissões de Ética Profissional e Orientação e Fiscalização.

“É fundamental alinhar as ações e os procedimentos para fortalecer a atuação da Fiscalização no sul do país. Com o evento, pretendemos discutir melhores práticas e aplicações da legislação relacionada com a prestação de serviços nas áreas das atividades físicas, recreativas e desportivas, destacando a importância dos ritos administrativos pautados pelos princípios da administração pública”, destaco o chefe do Departamento de Fiscalização do CREF3/SC. Mais detalhes do evento serão divulgados em breve.

Foto: CREF3/SC


Fiscalização COF



CREF2/RS fecha uma academia e autua 10 estabelecimentos irregulares
18/02/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 27 de janeiro e 2 de fevereiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 40 visitas de fiscalização, que resultaram no fechamento de uma academia irregular em Passo Fundo. Não havia nenhum profissional para assumir as atividades no local. Os fiscais também atenderam seis denúncias e autuaram 10 estabelecimentos irregulares.

Neste período, foram flagrados seis estabelecimentos sem registro de empresa e um funcionando sem profissional presente no momento da visita. Além destes casos, os fiscais apuraram a presença de leigos em exercício ilegal da profissão em duas academias, um Responsável Técnico descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de um diplomado atuando sem registro profissional.

As cidades visitadas foram Passo Fundo, Torres, Capão da Canoa, Sapucaia do Sul e São Leopoldo. Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link


DEFOR



CREF2/RS fecha uma academia irregular e autua seis estabelecimentos
01/02/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 13 e 19 de janeiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 23 visitas de fiscalização, que resultaram no fechamento de uma academia irregular em Porto Alegre. Não havia nenhum profissional para assumir as atividades no local. Os fiscais também atenderam 12 denúncias e autuaram seis estabelecimentos irregulares.

Neste período, foram flagrados dois estabelecimentos sem registro de empresa e outros três funcionando sem profissional presente no momento da visita. Além destes casos, os fiscais apuraram a presença de leigos em exercício ilegal da profissão em duas academias. A ação ainda autuou dois leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, três diplomados atuando sem registro profissional, além de um Responsável Técnico descumprindo as obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Internamente, o DEFOR protocolou 14 denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE e cinco Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS), abertos para empresas reincidentes em infrações gravíssimas. Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua cinco estabelecimentos irregulares no início de janeiro
30/01/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 1º e 12 de janeiro de 2019, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 29 visitas de fiscalização, atendendo denúncias e autuando cinco estabelecimentos irregulares em Porto Alegre, São Gabriel e Caçapava do Sul. Neste período, os fiscais flagraram quatro estabelecimentos sem registro de empresa e outros quatro funcionando sem profissional presente no momento da visita. Também ficou constatado o descumprimento do Termo de Cooperação firmado por uma academia com o Conselho. O estabelecimento empregava leigos em exercício ilegal da profissão.

Os agentes fiscais ainda autuaram dois leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, além de um Responsável Técnico descumprindo as obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Internamente, o DEFOR protocolou 51 novas denúncias recebidas por meio do formulário no site do Conselho (link abaixo), além de notificar 21 empresas e pessoas por não se regularizaram ou se justificarem após o vencimento do prazo das suas autuações. Também foram encaminhadas 38 novas denúncias à Comissão de Ética Profissional – DCE, bem como ocorreu a instalação de sete Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS, relativos a empresas que reincidiram em infrações gravíssimas.

Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS finaliza 2018 fiscalizando quatro municípios
16/01/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 16 a 22 de dezembro de 2018, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, visitaram quatro municípios, nas mais variadas regiões do Estado. Nesta ação, eles atenderam três denúncias e autuaram um estabelecimento por não possuir registro da empresa, além de ter em seu quadro funcional um profissional atuando com seu registro baixado/suspenso.

Em seu trabalho interno, o DEFOR protocolou 10 novas denúncias através do site do CREF2/RS. O Departamento também registrou 10 justificativas e recursos, além de encaminhar três denúncias à Comissão de Ética Profissional – DCE . Também foram abertos dois Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS para empresas reincidentes em infrações gravíssima.

Neste período, os agentes do CREF2/RS estiveram nas cidades de Porto Alegre, Caçapava do Sul, Bento Gonçalves e Estância Velha. Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua 13 estabelecimentos nas duas primeiras semanas de dezembro
08/01/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 2 e 15 de dezembro de 2018, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 53 visitas de fiscalização, atendendo 29 denúncias e autuando 13 estabelecimentos, em 17 municípios, nas mais variadas regiões do Estado.

Os fiscais flagraram nestas duas semanas oito estabelecimentos sem registro de empresa, duas funcionando sem profissional presente no momento da visita, uma academia descumprindo o Termo de Cooperação firmado com o Conselho e permitindo a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão. Os agentes fiscais do CREF2/RS ainda autuaram quatro pessoas por algum tipo de infração, sendo três diplomados atuando sem registro profissional, além de um Responsável Técnico descumprindo as obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Internamente, o DEFOR emitiu 28 notificações para Pessoas Físicas e Jurídicas que não se regularizam após vencido o prazo estipulado no momento da visita. Também foram abertos oito Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS) referentes a casos de empresas flagradas em reincidência de infrações gravíssimas cometidas.

Neste período, os agentes fiscais do CREF2/RS estiveram nas cidades de Novo Hamburgo, Esteio, Porto Alegre, São Sebastião do Caí, Montenegro, Picada Café, São José do Hortêncio, Gravataí, Erechim, Áurea, Maximiliano de Almeida, Centenário, Caxias do Sul, Chuí, Santa Vitória do Palmar, São José do Norte e Rio Grande. Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



Comissão de Orientação e Fiscalização apresenta números da Gestão 2015/2018
22/11/2018
Fonte: CREF2/RS

O Estatuto do CREF2/RS prevê a organização de comissões para assessoramento do Conselho. Dentre as principais está a Comissão de Orientação e Fiscalização (COF). Formada por profissionais de Educação Física escolhidos pela Plenária, a COF tem o objetivo de orientar a fiscalização do exercício profissional, programar e supervisionar as atividades desenvolvidas pela Fiscalização e elaborar instruções para o exercício da fiscalização, atendendo aos fundamentos legais pertinentes, entre outros.

A última gestão da COF, que atuou entre os anos de 2015 a 2018, foi presidida pelo atual 2º vice-presidente do CREF2/RS, Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS). Ao final deste ciclo, a Comissão está divulgando as principais ações realizadas no período e a contribuição para a sociedade e para os interesses da Educação Física.Entre muitos dados e análises, o estudo destaca as principais ações realizadas pela Comissão, apontadas abaixo:

Instrumentalização da Comissão de Orientação e Fiscalização

Apropriação das atribuições conferidas estatutariamente para a Comissão de Orientação e Fiscalização, que estava sendo realizada pelas áreas de Fiscalização e Jurídico, desonerando os departamentos e permitindo o foco nas ações de fiscalização.

Elaboração dos Pareceres COF

Após um detalhado estudo técnico da legislação, os profissionais de Educação Física, membros da Comissão, elaboram pareceres opinando pelas sanções a serem aplicadas, com a devida ciência e homologação do Plenário do CREF2/RS. Por exemplo, opinam pela orientação direta aos representantes legais das pessoas jurídicas mediante audiências.

Processo Administrativo de Fiscalização

Todo o processo fiscalizatório foi revisado e reorganizado, com a definição de procedimentos padrões e prazos, desde a visita do Agente de Fiscalização e Orientação até a aplicação de penalidades administrativas. Sendo que todas as ações cumprem o que dispõe a legislação sobre o processo administrativo no âmbito da administração pública federal.

Revisão da Legislação

A COF fez uma revisão completa da legislação que fundamenta os dispositivos da Resolução de Multas do CREF2/RS, adaptando a realidade da área.
- Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional: realizado em Porto Alegre, o evento propôs o alinhamento de procedimentos entre os Conselhos de Educação Física da região sul.

Ciclo de Palestras

Eventos de orientação realizado em diferentes regiões do Rio Grande do Sul.

Treinamentos

A COF realizou capacitações dos Agentes de Orientação e Fiscalização e demais funcionários do Conselho acerca das atualizações das legislações em vigor, bem como, sobre os procedimentos adotados nas ações.

Os resultados obtidos ao longo dos 3 anos de trabalho foram positivos. Destacam-se o crescimento de 26,32% no registro de pessoas jurídicas comparado à situação de 2015. Para os membros da Comissão, este número provém da conscientização dos proprietários de estabelecimentos que trabalham com atividade física da importância do registro e da regulamentação das atividades da área.

Em relação ao número de ações de orientação e fiscalização, conforme o relatório, verifica-se que o número de visitas manteve uma média de 2.300 fiscalizações ao ano, sendo que 53% foram visitas de rotina e 47% atuaram no atendimento de denúncias. A COF reforça que 100% das denúncias recebidas pelo Departamento de Fiscalização foram atendidas.

O relatório também coloca que, proporcionalmente ao número de visitas realizadas, houve uma redução de 3% do número de flagrantes de irregularidades durante as ações fiscalizatórias, assim como, aumentou em 7% o número de oportunidades onde foi constatado que os estabelecimentos visitados funcionavam de maneira regular, ou seja, dentro do estabelecido na legislação. Isto denota que as empresas estão mais preocupadas em manter o seu funcionamento de maneira regular, atendendo as exigências legais e incorrendo, cada vez menos, em infrações.

Além disso, houve uma diminuição de 25% dos processos administrativos arquivados por erros ou falta de elementos que garantissem a sua continuidade, o que demonstra o aprimoramento e a eficiência da fiscalização como um todo, desde o preenchimento da documentação até a aplicação de sanção.

O relatório apresentado também serviu de base para o planejamento das ações da próxima gestão da Comissão de Orientação e Fiscalização. Os novos membros foram escolhidos na Plenária de outubro de 2018 do CREF2/RS, sendo que o profissional Alessandro Gamboa foi mantido como presidente da COF e, segundo ele, “a Comissão realizou um trabalho eficiente pautado no ética e na legislação, mas muito ainda há de ser feito em prol dos profissionais e dos estabelecimentos da área da Educação Física, não esquecendo da necessária defesa da sociedade, cumprindo a missão deste Conselho”.


Comissão de Orientação e Fiscalização



DEFOR autua 15 estabelecimentos irregulares na primeira semana de novembro
21/11/2018
Fonte: CREF2/RS

Os trabalhos do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS prosseguiram na primeira semana de novembro. Os agentes realizaram neste período 46 visitas de fiscalização, ações que resultaram em 15 estabelecimentos autuados por alguma irregularidade. Deste total, nove deles não possuíam registro da empresa e sete funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Também foram flagrados sete academias permitindo a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão.

Entre os dias 4 e 9 de novembro, os fiscais autuaram 17 pessoas, dentre elas nove leigos estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Os agentes também constataram que três profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam o Código de Ética Profissional, bem como quatro Responsáveis Técnicos descumpriam obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de um diplomado atuando sem registro profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Santa Cruz do Sul, Venâncio Aires, Rio Pardo, Torres, Capão da Canoa, Xangri-lá, Osório, Farroupilha, Flores da Cunha, Casca, Marau e Água Santa. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua sete estabelecimentos irregulares no final de outubro
09/11/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram, entre os dias 21 de 27 de outubro, 17 visitas de fiscalização, atendendo totalmente oito denúncias, o que resultou em sete estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Os fiscais constataram que três estabelecimentos não possuíam registro da empresa e dois funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Além disso, outras quatro academias permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Os agentes também autuaram oito pessoas por inúmeras infrações, sendo flagrados seis leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE, um Responsável Técnico descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de um diplomado atuando sem registro profissional. As cidades visitadas foram Porto Alegre, Caxias do Sul, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Farroupilha, São Marcos e Flores da Cunha. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha duas academias e autua outras 33 irregulares
15/10/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram, entre os dias 23 de setembro a 6 de outubro, 86 visitas de fiscalização, atendendo totalmente 59 denúncias, o que resultou em 33 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Duas academias foram fechadas, uma na cidade de Viamão e outra em Carlos Barbosa. Ambas não apresentavam nenhum profissional para assumir as atividades. Os fiscais constataram que 18 estabelecimentos não possuíam registro da empresa, e que 16 funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Além disso, outras 13 academias permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Duas academias descumpriam o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Os agentes também autuaram 27 pessoas por inúmeras infrações, sendo flagrados 16 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE, três profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, cinco Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de quatro diplomados atuando sem registro profissional.

Entre as 21 cidades visitadas, estão Novo Hamburgo, São Leopoldo, Campo Bom, Estância Velha, Porto Alegre, Eldorado do Sul, Charqueadas, Guaíba, Viamão e Alvorada. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias irregulares na terceira semana de setembro
08/10/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 16 e 22 de setembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 31 visitas de fiscalização e orientação no estado, o que resultou no fechamento de duas academias irregulares, uma localizada no município de Esteio e outra em Caxias do Sul. Os estabelecimentos não apresentavam nenhum profissional responsável pelas atividades no momento da visita. Também foram atendidas 30 denúncias, resultando em 16 estabelecimentos autuados. Deste total, nove deles não possuíam registro da empresa, outros sete funcionavam sem o profissional presente no momento da visita e seis academias permitiam a atuação de leigos, caracterizando exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Durante a terceira semana de setembro, os fiscais autuaram nove pessoas, entre elas cinco leigos atuavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, dois profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam o Código de Ética Profissional, bem com três Responsáveis Técnicos descumpriam obrigações inerentes as suas funções e também infringiam o Código de Ética. Os municípios visitados neste período foram Porto Alegre, Caxias do Sul, Canoas e Esteio. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias irregulares em Porto Alegre
27/09/2018
Fonte: CREF2/RS

Os trabalhos do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS prosseguiram na segunda semana de setembro. Os agentes realizaram neste período 26 visitas de fiscalização, ações que resultaram no fechamento de duas academias em Porto Alegre. Os estabelecimentos não apresentavam nenhum profissional responsável pelas atividades no momento da visita. Também foram atendidas 14 denúncias, resultando em 12 estabelecimentos autuados. Deste total, sete deles não possuíam registro da empresa, seis funcionavam sem o profissional presente no momento da visita e uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 9 e 15 de setembro, os fiscais autuaram duas pessoas, dentre elas uma atuava fora da área de formação e infringia o Código de Ética Profissional e um Responsável Técnico descumpria as obrigações inerentes a suas funções, infringindo o Código de Ética Profissional. Os municípios visitados durante o período foram Minas do Leão, Eldorado, Guaíba, Porto Alegre, Três Coroas e Parobé. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha uma academia e autua outras sete no início de setembro
24/09/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 2 e 8 de setembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 17 visitas de fiscalização e orientação no estado, o que resultou no fechamento de uma academia irregular no município de Teutônia. O estabelecimento não apresentava nenhum profissional responsável pelas atividades no momento da visita. Também foram totalmente atendidas 12 denúncias, com sete estabelecimentos autuados. Deste total, três deles não possuíam registro da empresa, outros três funcionavam sem o profissional presente no momento da visita e duas academias permitiam a atuação de leigos, caracterizando exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Neste período, os fiscais autuaram sete pessoas, entre elas duas atuavam em exercício ilegal da profissão ou os estagiários não possuíam o Termo de Compromisso de Estágio, dois profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam o Código de Ética Profissional, bem com dois Responsáveis Técnicos descumpriam obrigações inerentes a suas funções e também infringiam o Código de Ética.

Os municípios visitados foram Frederico Westphalen, Rodeio Bonito, Trindade do Sul, Barra do Guarita, Boa Vista das Missões, Teutônia e Arroio do Meio. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha uma academia e autua outras 15 irregulares
12/09/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 19 de agosto e 1º setembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 54 visitas de fiscalização, ação que resultou no fechamento de uma academia irregular em Passo Fundo. O estabelecimento não apresentava nenhum profissional responsável pelas atividades no momento da visita. Também foram totalmente atendidas 16 denúncias, com 15 estabelecimentos autuados. Deste total, 15 deles não possuíam registro da empresa, três funcionavam sem o profissional presente no momento da visita e duas permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Nestas duas semanas, os fiscais autuaram nove pessoas, dentre elas havia sete leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o Termo de Compromisso de Estágio, seis profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, bem como dois diplomados trabalhando sem registro profissional. Um Responsável Técnico descumpria as obrigações inerentes a suas funções, infringindo o Código de Ética Profissional, além de dois diplomados atuarem sem registro profissional. Também foi surpreendida uma pessoa atuando com seu registro profissional baixado.

Os municípios visitados durante o período foram Anta Gorda, Dois Lajeados, Muçum, Lajeado, Bagé, Dom Pedrito, Passo Fundo, Santa Maria, Portão e Novo Hamburgo. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha uma academia e autua outras nove irregulares
28/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Na segunda semana de agosto, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 38 fiscalizações, fechando uma academia em Uruguaiana por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades. Ao todo, 10 denúncias foram totalmente atendidas, resultando em nove estabelecimentos autuados. Destas irregularidades, constatou-se quatro academias sem registro da empresa, outras quatro funcionando sem profissional presente no momento da visita, além de uma academia permitir a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão, além de outra descumprir o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 12 e 18 de agosto, oito pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo flagrados um leigo em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, outros três Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes as suas funções. Os fiscais também constataram um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de dois diplomados sem registro profissional.

Em seu trabalho interno, o DEFOR protocolou 54 novas denúncias através do formulário no site e emitiu novas 32 notificações, além de encaminhar 11 processos de Ação Civil Pública (ACP) para empresas sem registro. As cidades visitadas pelos fiscais na segunda semana de agosto foram Uruguaiana, São Leopoldo e Triunfo. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha cinco academias irregulares
22/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 15 de julho e 4 de agosto, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 129 visitas de fiscalização, que resultaram no fechamento de cinco academias irregulares por não apresentarem nenhum profissional assumir as atividades no momento da visita. Foram atendidas totalmente 67 denúncias, com 17 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, nove deles não possuíam registro da empresa, 16 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros sete permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Ficou constatado que quatro academias descumpriam o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Nestas três semanas, os fiscais também autuaram 19 pessoas, sendo sete leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, seis profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de quatro responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três diplomados atuando sem registro profissional. Também foi flagrado um profissional atuando com seu registro baixado. Os municípios visitados durante o período foram Porto Alegre, Gravataí, Caxias do Sul, Farroupilha, Passo Fundo, Canoas e Estância Velha.


DEFOR



Fiscalizações do CREF2/RS aumentam no primeiro semestre de 2018
20/08/2018
Fonte: CREF2/RS

No primeiro semestre de 2018, mesmo trabalhando com um menor contingente de fiscais, o CREF2/RS aumentou o número de fiscalizações e autuações em relação ao mesmo período do ano passado. Nestes primeiros seis meses de 2018, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do Conselho realizaram 1397 visitas de fiscalização, fechando 45 academias irregulares em vários municípios. Ao todo, 466 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, sendo que 187 empresas não possuíam registro, outras 203 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Na primeira metade do ano, foram autuadas 319 pessoas, sendo flagrados 139 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, 93 Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, 46 profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional. Os agentes também flagraram 37 diplomados atuando sem registro profissional e quatro profissionais atuando com seu registro baixado/suspenso.

A coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), atribui os números positivos deste primeiro semestre ao comprometimento dos fiscais com a profissão. "Todos nossos agentes de Fiscalização são profissionais de Educação Física, e eles não medem esforços na busca de condições justas para quem trabalha dentro da lei". Fernanda explica que a estratégia para driblar a contingente reduzido é priorizar as regiões onde há um maior número de denúncias, objetivando uma maior abrangência no atendimento. Ela complementa que o quadro de funcionários deve aumentar a partir da abertura de um novo concurso, quando se almeja chegar a um quadro de 10 fiscais. “Com isto poderemos imprimir uma maior regularidade na visitas", afirma.

Fernanda ressalta que a atuação da Fiscalização também visa a orientar os profissionais, os estudantes, as empresas e os Responsáveis Técnicos, pois muitas destas pessoas não conhecem a legislação. "Esse trabalho acontece não só nas fiscalizações, mas também em audiências realizadas no CREF2/RS, em palestras e materiais impressos que o Conselho edita". A coordenadora observa que existe uma cultura de proteção entre os próprios profissionais de Educação Física, e que isto deve ser inibido através da conscientização da categoria. "Infelizmente percebemos a ocultação de irregularidades entre colegas, o que prejudica nossa profissão como um todo". Ela esclarece que para dar uma resposta efetiva a grande cobrança dos profissionais por autuações de quem trabalha de forma irregular, há necessidade da materialidade da ilegalidade. "Valorizar a profissão e o trabalho da fiscalização passa por não acobertar os ilícitos de colegas", alerta. Fernanda explicita que é função do Conselho reprimir as irregularidades, mas que o primeiro fiscalizador ainda é o profissional de Educação Física.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias irregulares em Pelotas na segunda semana de julho
01/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Na segunda semana de julho, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 43 fiscalizações, fechando duas academias em Pelotas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Ao todo, nove denúncias foram totalmente atendidas e 12 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Destas irregularidades, constatou-se oito academias sem registro da empresa, outras sete funcionando sem profissional presente no momento da visita, além de quatro estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão, e uma academia descumprindo o Termo de Cooperação firmado com o Conselho

Entre os dias 8 e 14 de julho, nove pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo quatro leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, quatro Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, dois profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

As cidades visitadas pelos fiscais na segunda semana de julho foram Guaíba, Pelotas e Serafina Correa. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua quatro estabelecimentos irregulares na primeira semana de julho
24/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Na primeira semana de julho, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 28 fiscalizações, perfazendo nove denúncias totalmente atendidas e autuando quatro estabelecimentos por uma ou mais infrações. Destas irregularidades, constatou-se uma academia sem registro da empresa, outras três funcionando sem profissional presente no momento da visita, além de dois estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão.

Entre os dias 1º e 7 de junho, sete pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo três leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e quatro Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Em seu trabalho interno, o DEFOR protocolou 19 justificativas e recursos, e 25 multas fortam enviadas para empresas por descumprirem Termo de Cooperação ou faltarem a audiência do mesmo além de emitirem 42 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram ou justificaram após vencido o prazo de suas autuações. As cidades visitadas foram Cruz Alta, Canoas e Campo Bom. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha uma academia irregular em São Jerônimo e outra em Dom Pedrito
13/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Na última semana junho, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 32 fiscalizações, perfazendo cinco denúncias totalmente atendidas e autuando seis estabelecimentos por uma ou mais infrações. Dentre essas irregularidades, duas academias foram fechadas nas cidades de São Jerônimo e Dom Pedrito, por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades, além de flagrados três estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão, outras duas não possuíam registro da empresa e cinco funcionavam sem profissional presente no momento da visita.

Entre os dias 24 de junho e 30 de junho, cinco pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo três leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e dois Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional. Os municípios fiscalizados foram São Jeronimo, Butiá, Candiota e Dom Pedrito.


DEFOR



CREF2/RS fecha dois estabelecimentos e autua outros 21 irregulares
04/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Nas três primeiras semanas de junho, os agentes fiscais Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias, uma localizada no município de Alvorada e outra em Nova Santa Rita, ambas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Em quase 20 dias de trabalho, o DEFOR autuou 21 academias nas mais diferentes cidades do estado. Entre as infrações constatadas, seis empresas funcionavam sem registro no CREF2/RS, 14 estavam sem profissional presente no momento da visita, 10 permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão e duas academias descumpriam o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 3 e 23 de junho, foram realizadas 60 visitas de orientação e fiscalização, tendo como resultado 23 denúncias totalmente atendidas. Os agentes autuaram 23 pessoas por alguma infração, sendo quatro profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, nove Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

Os fiscais visitaram os municípios de Porto Alegre, Cachoeirinha, Alvorada, Guaíba, Viamão, Esteio, Nova Santa Rita, Canoas e Esteio. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua quatro estabelecimentos irregulares na última semana de maio
02/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Na última semana de maio, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 12 fiscalizações em Porto Alegre, perfazendo cinco denúncias totalmente atendidas e autuando quatro estabelecimentos por uma ou mais infrações. Destas irregularidades, constatou-se uma academia sem registro da empresa, outra funcionando sem profissional presente no momento da visita, além de dois estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão.

Entre os dias 27 de maio e 2 de junho, quatro pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo dois leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e dois Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Em seu trabalho interno, o DEFOR protocolou 13 justificativas e recursos, além de emitirem 11 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram ou justificaram após vencido o prazo de suas autuações. O Departamento também encaminhou duas denúncias à Comissão de Ética Profissional – DCE.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias irregulares no final de maio
25/06/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS, durante o período de 20 a 26 de maio, fecharam duas academias nas cidades de Bento Gonçalves e Canoas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Também foram autuadas oito academias nas mais diferentes cidades do estado. Entre as infrações cometidas, cinco empresas funcionavam sem registro, quatro estavam sem profissional presente no momento da visita e três permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, além de uma academia flagrada permitindo estudantes como estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Foram realizadas 32 visitas de fiscalização na semana, com quatro denúncias totalmente atendidas. Os agentes autuaram sete pessoas por alguma infração, sendo quatro leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, um diplomado atuando sem registro profissional, um Responsável Técnico descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e outro diplomado atuando sem registro profissional.

Os fiscais visitaram os municípios de Campo Bom, Camaquã, Bento Gonçalves, Pinto Bandeira, Porto Alegre e Canoas. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias e autua outras 31 irregulares
29/05/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS, durante a terceira semana de maio, fecharam duas academias nas cidades de Cachoeirinha e Santa Cruz do Sul, por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Também foram autuadas 31 academias nas mais diferentes cidades do estado. Entre as infrações cometidas, 11 empresas funcionavam sem registro, 16 estavam sem profissional presente no momento da visita e uma permitia a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, oito permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão e uma academia descumpria Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 13 e 19 de maio, foram realizadas 87 visitas, com 23 denúncias totalmente atendidas. Os agentes autuaram 23 pessoas por alguma infração, sendo quatro profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, nove Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) ainda protocolou 36 novas denúncias através do formulário no site e 10 foram multas enviadas para empresas por descumprirem Termo de Cooperação ou faltarem a audiência do mesmo, além de 28 notificações emitidas para empresas e pessoas que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações. Um processo de Ação Civil Pública (ACP) foi encaminhado para empresa sem registro. No período, foram firmados 23 Termos de Cooperação com empresas, as quais comprometem-se a cumprir toda a legislação pertinente à prestação de serviços em atividades físicas.

Os fiscais visitaram os municípios de Santiago, Cacequi, São Vicente Do Sul, Gravataí, Porto Alegre, Cachoeirinha, Arroio Do Meio, Triunfo, Montenegro, São Sebastião Do Caí, Tupandi, Santa Cruz Do Sul, Vale Verde e Vale Do Sol. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha academia irregular na madrugada
25/05/2018
Fonte: CREF2/RS

Na segunda semana de maio, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam uma academia em Porto Alegre e realizaram 39 fiscalizações na capital e em Caxias do Sul. A academia, interditada após a meia-noite, não contava com profissional habilitado no momento da visita. Para voltar a atender o público, precisará regularizar primeiramente a sua situação.

Entre os dias 6 e 12 de maio, 46 denúncias foram totalmente atendidas e 19 estabelecimentos autuados, sendo nove por não possuírem registro da empresa, cinco funcionando sem profissional presente no momento da visita e seis por permitirem o exercício ilegal da profissão. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação previamente assinado com o CREF2/RS.

Os agentes fiscais ainda autuaram nove pessoas por algum tipo de infração, sendo quatro por exercício ilegal da profissão, três profissionais atuando fora da área e infringindo o Código de Ética Profissional, além de flagrarem dois Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções.


DEFOR



DEFOR fecha seis academias irregulares em 14 dias
15/05/2018
Fonte: CREF2/RS

Na última semana de março, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 95 visitas de fiscalização na semana, atendendo totalmente 20 denúncias, com 17 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, nove deles não possuíam registro da empresa, seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros três permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Os fiscais também autuaram 12 pessoas por alguma infração, sendo três leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de quatro responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três diplomados atuando sem registro profissional. Também foi flagrado um profissional atuando com seu registro baixado/suspenso. Os municípios visitados durante o período foram Porto Alegre, Camaquã, Guaporé, São Jorge, Paraí, Alegrete, Quarai e Santana do Livramento.

Na semana posterior, de 29 de março a 5 de maio, houve 36 visitas de fiscalização e seis academias foram fechadas nas cidades de Porto Alegre, Pelotas e Gravataí, todas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS. Além destes flagrantes, 20 denúncias foram totalmente atendidas, 18 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações, sendo que 10 não possuíam registro da empresa, nove funcionavam sem profissional presente no momento da visita, seis atuavam sem profissional, três permitiam leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e uma academia descumpria Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

O DEFOR autuou sete pessoas por alguma infração, sendo três leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, dois Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional. As cidades visitadas foram Pelotas, Porto Alegre, Picada Café, Presidente Lucena, Santa Maria Do Herval e Gravataí. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias irregulares e autua outras 29 na terceira semana de abril
04/05/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS, durante a terceira semana de abril, fecharam duas academias nas cidades de Rolante e Planalto por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Também foram autuadas 29 academias nas mais diferentes cidades do estado. Entre as infrações cometidas, 10 empresas funcionavam sem registro, 12 estavam sem profissional presente no momento da visita e uma permitia a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Entre os dias 15 e 21 de abril, foram realizadas 87 visitas, com 25 denúncias totalmente atendidas. Os agentes autuaram 19 pessoas por alguma infração, sendo 11 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, três profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam o Código de Ética Profissional, três Responsáveis Técnicos descumpriam as obrigações inerentes a suas funções e um diplomado atuava sem registro profissional, além de outro trabalhar com seu registro baixado/suspenso.

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) ainda protocolou 30 novas denúncias através do formulário no site e emitiu 17 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram ou justificaram após vencido o prazo de suas autuações. Um processo de Ação Civil Pública (ACP) foi encaminhado para empresa sem registro.

Os agentes visitaram os municípios de Fontoura Xavier, Barros Cassal, Soledade, Taquara, Riozinho, Rolante, Frederico Westphalen, Seberi, Boa Vista das Missões, Erval Seco, Planalto, São Leopoldo, Campo Bom e Porto Alegre. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha três academias e autua outras 19 na segunda semana de abril
30/04/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias irregulares na segunda semana de abril. Os estabelecimentos estavam localizados nas cidades de Vanini, Caxias do Sul e Viamão. Os fiscais não encontraram nenhum profissional nos estabelecimentos para assumirem as atividades. Estas empresas só poderão voltar a atender o público se regularizarem primeiramente sua situação com o Conselho.

Entre os dias 8 a 14 de abril, foram realizadas 79 visitas de fiscalização e atendidas 11 denúncias. No período, outros 19 estabelecimentos foram autuados, sendo 10 por não possuírem registro, 12 por não contarem com profissional habilitado e três por permitirem a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram 15 pessoas cometendo alguma infração, sendo que destas cinco estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional. Assim como foram autuados sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três diplomados atuando sem registro.

Os municípios visitados foram Casca, Vanini, David Canabarro, Caxias Do Sul, Viamão, Porto Alegre, Erechim, Áurea, Getúlio Vargas e Campo Bom. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha três academias e autua outras 27 em duas semanas
23/04/2018
Fonte: CREF2/RS

Em 14 dias, entre 25 de março a 7 de abril, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 74 visitas de fiscalização na semana, fechando três academias localizadas nas cidades de Alvorada, Canoas e Machadinho. Eles estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS. Além disso, foram destaque as 32 denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE, os oito processos encaminhados de Denúncia Crime – DCL por exercício ilegal da profissão, além das 38 multas enviadas para empresas que descumpriram o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Ao total, 37 denúncias foram totalmente atendidas, com 27 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, 10 deles não possuíam registro da empresa, 10 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros seis permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Duas academias descumpriam o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também autuaram 22 pessoas por alguma infração, sendo seis leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, dois profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de cinco responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e quatro diplomados atuando sem registro profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Porto Alegre, Nova Petrópolis , Canela, Viamão, Alvorada, Canoas, Gravataí, Caxias do Sul, Boa Vista do Sul, Farroupilha, Agudo, Novo Cabrais, Sobradinho, Cachoeira do Sul, Marcelino Ramos, Machadinho, Barracão, Piratuba/SC e Ipira/SC.


DEFOR



DEFOR fecha duas academias irregulares em General Câmara
03/04/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 18 a 24 de março, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 94 visitas de fiscalização na semana, fechando duas academias na cidade de General Câmara. Eles estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, 20 denúncias foram totalmente atendidas, com 35 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, 21 deles não possuíam registro da empresa, 12 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros 11 permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também autuaram 22 pessoas por alguma infração, sendo 11 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, quatro profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e quatro diplomados atuando sem registro profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Panambi, Igrejinha, Rolante, Três Coroas, General Câmara, Vera Cruz, Gramado Xavier, Boqueirão do Leão, Herveiras, Vale do Sol, Santa Cruz do Sul, Bagé, Pinheiro Machado e Pedras Altas.


DEFOR



CREF2/RS fecha três academias e autua outras 12 na terceira semana de março
23/03/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias irregulares entre 11 e 17 de março. Os estabelecimentos estavam localizados nas cidades de Passo Fundo, Marau e Nova Esperança do Sul. Os fiscais não encontraram nenhum profissional nos estabelecimentos para assumirem as atividades. Estas empresas só poderão voltar a atender o público se regularizarem primeiramente sua situação com o Conselho.

Nesta terceira semana de março, foram realizadas 77 visitas de fiscalização e atendidas 18 denúncias. No período, outros 29 estabelecimentos foram autuados, sendo 11 por não possuírem registro, 17 por não contarem com profissional habilitado e oito por permitirem a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram 20 pessoas em alguma infração, sendo que destas oito estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional. Assim como foram autuados sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, um diplomado atuando sem registro e outro profissional exercendo a profissão com seu registro baixado/suspenso.

Os municípios visitados foram Passo Fundo, Vale Real, Feliz, São Vendelino, Alto Feliz, Bom Princípio, Vila Maria, Marau, Santiago, Nova Esperança do Sul, São Francisco de Assis, Três Passos, Tenente Portela e Derrubadas. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR autua 26 estabelecimentos e fecha uma academia em Porto Alegre
19/03/2018
Fonte: CREF2/RS

O mês de março iniciou com as equipes do DEFOR realizando 59 visitas entre os dias 4 e 10 de março. Ao total, 26 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, e uma academia foi fechada em Porto Alegre por não apresentar profissional para assumir as atividades. Os municípios fiscalizados e orientados foram Porto Alegre, Santo Ângelo, Salvador das Missões, Chuvisca, Barra do Ribeiro, Canela, Carlos Barbosa, Novo Hamburgo e São Leopoldo.

Neste período, seis estabelecimentos foram flagrados sem registro da empresa e outros seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Os fiscais flagraram sete estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho e três profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam com isto o Código de Ética Profissional.

Ao todo, 21 pessoas foram autuadas por alguma infração, destas, por exemplo, estavam sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de quatro diplomados atuando sem registro profissional. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR autua 26 estabelecimentos e fecha uma academia em Porto Alegre
19/03/2018
Fonte: CREF2/RS

O mês de março iniciou com as equipes do DEFOR realizando 59 visitas entre os dias 4 e 10 de março. Ao total, 26 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, e uma academia foi fechada em Porto Alegre por não apresentar profissional para assumir as atividades. Os municípios fiscalizados e orientados foram Porto Alegre, Santo Ângelo, Salvador das Missões, Chuvisca, Barra do Ribeiro, Canela, Carlos Barbosa, Novo Hamburgo e São Leopoldo.

Neste período, seis estabelecimentos foram flagrados sem registro da empresa e outros seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Os fiscais flagraram sete estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho e três profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam com isto o Código de Ética Profissional.

Ao todo, 21 pessoas foram autuadas por alguma infração, destas, por exemplo, estavam sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de quatro diplomados atuando sem registro profissional. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha quatro academias irregulares
14/03/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 11 de fevereiro e 3 de março, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam quatro academias, sendo um estabelecimento flagrado na cidade de Paraíso do Sul e outro em Cachoeira do Sul, além de dois em Pelotas. Eles estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram autuados 59 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, 29 deles não possuíam registro da empresa, 26 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros nove permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram oito pessoas em alguma infração, sendo destas cinco profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Dentre os municípios visitados durante o período, Porto Alegre, São Sepé, Sananduva, Cachoeira do Sul, Capão do Leão, Arroio Grande, Jaguarão, Pedro Osório, Pelotas e Herval.


DEFOR



DEFOR fecha uma academia e autua outras 25 na primeira semana de fevereiro
16/02/2018
Fonte: CREF2/RS

Na primeira semana de fevereiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam uma academia em Santa Vitória do Palmar e realizaram mais de 93 fiscalizações em todo o Estado. A academia interditada não contava com profissional habilitado no momento da visita. Para voltar a atender o público, precisará regularizar primeiramente a sua situação.

Entre os dias 4 e 10 de fevereiro, 25 estabelecimentos foram autuados, sendo quatro por não possuírem registro da empresa, seis por não contarem com um profissional ministrando as atividades no local e três por permitirem o exercício ilegal da profissão. Quatro academias foram autuadas por descumprirem o Termo de Cooperação previamente assinado com o CREF2/RS.

Os agentes fiscais ainda autuaram 13 pessoas por algum tipo de infração, sendo duas por exercício ilegal da profissão, quatro profissionais atuando fora da área e infringindo o Código de Ética Profissional, além de flagrarem quatro Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções.

Os municípios fiscalizados foram Porto Alegre, Gravataí, Itati, Três Forquilhas, Terra de Areia, Capão da Canoa, Arroio Teixeira, Arroio do Sal, Rondinha, Santana da Boa Vista, Caçapava do Sul, Candelária, Balneário Pinhal, Quintão, Cidreira, Imbé e Tramandaí.


DEFOR



CREF2/RS interdita duas academias em Porto Alegre
09/02/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 28 de janeiro e 3 de fevereiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias em Porto Alegre. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 24 visitas de fiscalização no período, com 18 denúncias sendo totalmente atendidas, resultando em 13 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, sete deles não possuíam registro da empresa, seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros dois permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram oito pessoas em alguma infração, sendo destas cinco profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Porto Alegre, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Presidente Lucena. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS interdita duas academias em Porto Alegre
09/02/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 28 de janeiro e 3 de fevereiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias em Porto Alegre. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 24 visitas de fiscalização no período, com 18 denúncias sendo totalmente atendidas, resultando em 13 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, sete deles não possuíam registro da empresa, seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros dois permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram oito pessoas em alguma infração, sendo destas cinco profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Porto Alegre, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Presidente Lucena.

Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha três academias na terceira semana de janeiro
29/01/2018
Fonte: CREF2/RS

Na terceira semana de janeiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias e realizaram mais de 50 fiscalizações em todo o Estado. Os três estabelecimentos que tiveram suas atividades suspensas se localizavam nas cidades de Tavares, Mostardas e Tramandaí. As academias não contavam com profissional habilitado no momento da vista. Para voltar a atender o público, precisará regularizar primeiramente a sua situação.

Entre os dias 14 e 20 de janeiro, 16 estabelecimentos foram autuados, sendo 10 por não possuírem registro da empresa, seis por não contarem com um profissional ministrando as atividades no local e três por permitirem o exercício ilegal da profissão. Uma academia foi autuada por descumprir o Termo de Cooperação previamente assinado com o CREF2/RS.

Os agentes fiscais do CREF2/RS ainda autuaram seis pessoas por algum tipo de infração, sendo duas por exercício ilegal da profissão, três profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e um Responsável Técnico descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios fiscalizados foram Tavares, Mostardas, Capivari do Sul, Balneário Pinhal, Tramandaí, Rio Pardo, Pantano Grande, Encruzilhada Do Sul, Santa Cruz do Sul, Xangri-Lá e Balneário Pinhal.


DEFOR



CREF2/RS fecha uma academia e autua outras 12 na terceira semana de dezembro
08/01/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 17 e 23 de dezembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam uma academia na cidade de Montenegro. Ela estavam irregular pois não contava com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornar a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 33 visitas de fiscalização no período, com 15 denúncias sendo totalmente atendidas, resultando em 12 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, sete deles não possuíam registro da empresa, cinco funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outras duas academias permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação da academia, os fiscais também flagraram 11 pessoas em alguma infração, sendo que destas oito estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, além de três responsáveis Técnicos flagrados descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

As cidades visitadas foram Montenegro, Porto Alegre, São Sebastião do Caí e Novo Hamburgo. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



Nova edição da CREF2/RS em Revista destaca novas modalidades
12/12/2017
Fonte: CREF2/RS

A nova CREF2/RS em Revista, que tem como tema de capa as novas modalidades de academia, já está disponível para leitura pela Internet e para download. A publicação relata como o pilates e o treinamento funcional, por exemplo, chegaram à área fitness e tiveram uma grande aderência do público, proporcionando aos profissionais de Educação Física oportunidades diversificadas de atuação e a possibilidade de estarem à frente do seu próprio negócio.

Com o intuito de ampliar o debate sobre este assunto, a reportagem de capa é dividida entre o perfil de Tiago Proença (CREF 012034-G/RS), fundador da BPro Treinamento Funcional, e entrevistas com a vice-presidente da Associação Brasileira de Pilates Michelle Scalon (008668-G/RS), com o criador do método R100 Diego Furian (CREF 007285-G/RS) e com Áderson Loureiro (CREF 000038-G/RS) e Rogério Menegassi (CREF 001080-G/RS), ambos empreendedores com décadas de experiência no ramo das academias no Rio Grande do Sul.

Há ainda matérias sobre as ações de fiscalização do CREF2/RS em parceria com a Polícia Civil e relatos sobre alguns dos eventos realizados pelo Conselho em 2017, como o VII Fórum dos Coordenadores de Curso de Educação Física e o Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional. Você também pode acessar a edição online da nossa publicação diretamente pela plataforma Issuu, cujo aplicativo gratuito está disponível para tablets e para smartphones em geral.


Revista novas modalidades treinamento funcional pilates



CREF2/RS fecha duas academias e autua outras 36 por irregularidades
17/11/2017
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 5 e 11 de novembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias nas cidades de Rio Grande e Segredo. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 100 visitas de fiscalização no período, com 16 denúncias sendo totalmente atendidas, resultando em 36 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, 18 deles não possuíam registro da empresa, 10 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros sete permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram 24 pessoas em alguma infração, sendo destas sete estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, cinco profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de seis responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional. Também foram flagrados seis diplomados atuando sem registro profissional.

Em seu serviço interno, o DEFOR protocolou 24 justificativas e recursos, enviou 11 multas para empresas por descumprirem Termo de Cooperação ou faltarem a audiência do mesmo, além de emitirem 20 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram ou justificaram após vencido o prazo de suas autuações. Também foram abertos sete Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS para empresas reincidentes em infrações gravíssimas, além de 10 denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE.

Os municípios visitados durante o período foram Tapera, Lagoa dos Três Cantos, Victor Graeff, Espumoso, Vacaria, Lagoa Vermelha, Sananduva, Ibiaçá, Rio Grande, Pelotas, Segredo, Passa Sete, Lagoa Bonita do Sul, Cachoeira do Sul, Bage, Pinheiro Machado, Pedras Altas, Aceguá, Osório, São José do Ouro e Porto Alegre.

Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua 13 estabelecimentos em seis dias
13/11/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS realizaram, do dia 29 de outubro a 4 de novembro, 40 visitas de fiscalização, autuando 13 estabelecimentos por uma ou mais infrações. Ficou constatado que seis academias não possuíam registro da empresa, cinco funcionavam sem profissional presente no momento da visita e quatro permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Os fiscais autuaram nove pessoas cometendo alguma infração, sendo que quatro delas envolviam leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e dois profissionais atuavam fora da área de formação e consequentemente infringiam o Código de Ética Profissional. Também foram flagrados dois Responsáveis Técnicos descumprindo as obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de dois diplomados atuando sem registro profissional.

Em seu trabalho interno, o Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) protocolou 18 novas denúncias através do formulário no site. Também foram emitidas 20 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram ou justificaram após vencido o prazo de suas autuações, bem como sete Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS foram abertos para empresas reincidentes em infrações gravíssimas.

As cidades visitadas neste período foram Porto Alegre, Arroio Grande, Santa Vitoria do Palmar, Rio Grande, Novo Hamburgo, Caxias do Sul. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha uma academia e autua outras 32 na última semana de outubro
06/11/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou, entre os dias 22 e 28 de outubro, 82 visitas de fiscalização. Nestas ações, autuaram 32 estabelecimentos por uma ou mais infrações e constataram que em 17 deles não havia registro da empresa, outros sete funcionavam sem profissional presente no momento da visita e em seis deles se permitia a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Também ficou constatado que uma academia descumprira Termo de Cooperação firmado com o Conselho. Em Passo Fundo, uma academia foi fechada por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades.

Durante a ação, 13 pessoas autuadas por alguma infração, sendo sete leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, dois profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e dois diplomados atuando sem registro profissional.

Os municípios visitados foram São Leopoldo, Porto Alegre, Marau, Passo Fundo, Caxias do Sul, Vila Flores, Veranópolis, Carlos Barbosa e Cachoeirinha.


DEFOR



CREF2/RS fecha seis academias na terceira semana de outubro
30/10/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS fecharam, entre os dias 15 a 21 de outubro, seis academias localizadas nas cidades de Porto Alegre e Viamão. Os estabelecimentos tiveram suas atividades encerradas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao todo, foram realizadas 99 visitas de fiscalização na semana, com 31 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações, sendo que destes oito não possuíam registro da empresa e 12 funcionavam sem profissional presente no momento da visita.

Durante a ação, 15 pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo que deste total havia sete leigos exercendo ilegalmente da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; três profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional além de cinco Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios visitados foram Porto Alegre, Flores da Cunha, São Francisco de Paula, Viamão, Nova Hartz, Araricá e Sapiranga. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha uma academia a autua 15 estabelecimentos na segunda semana de outubro
23/10/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou, entre os dias 8 a 14 de outubro, 51 visitas de fiscalização nos municípios de Porto Alegre, Caxias do Sul e Canoas. Nestas ações, autuaram 14 estabelecimentos por uma ou mais infrações e constataram que em três deles não havia registro da empresa, outros três funcionavam sem profissional presente no momento da visita e em 11 deles se permitia a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Também ficou constatado que três academias descumpriram Termo de Cooperação firmado com o Conselho. Em Canoas, uma academia foi fechada por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades.

Durante a ação, 20 pessoas autuadas por alguma infração, sendo 15 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e quatro Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.


DEFOR



DEFOR fecha duas academias irregulares na primeira semana de outubro
17/10/2017
Fonte: CREF2/RS

Na primeira semana de outubro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias nas cidades de Ivoti e Caxias do Sul. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 65 visitas de fiscalização no período, com oito denúncias foram totalmente atendidas; autuando 19 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo quatro deles por não possuírem registro da empresa, seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros seis permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram 12 pessoas em alguma infração, sendo destas seis leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios visitadas durante o período foram Porto Alegre, Venâncio Aires, Dois Irmãos, Ivoti, Novo Hamburgo, Portão e Caxias do Sul. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha três academias na última semana de setembro
10/10/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS fecharam, entre os dias 24 e 30 de setembro, três academias localizadas nas cidades de Alvorada e Porto Alegre. Os estabelecimentos tiveram suas atividades encerradas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Nas 62 visitas de fiscalização da última semana de setembro, 16 denúncias foram totalmente atendidas, com 21 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações, sendo que sete não possuíam registro da empresa; oito funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outras oito academias permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Os fiscais autuaram 16 pessoas por alguma infração, sendo que sete delas envolviam leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; dois profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional; seis Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

As cidades visitadas nesta semana foram Porto Alegre, Tramandaí, Balneário Pinhal, Palmares do Sul (Quintão), Bento Gonçalves, Garibaldi, Carlos Barbosa, Alvorada, Viamão, Estância Velha, São Leopoldo e Novo Hamburgo

Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR autua nove academias irregulares na última semana de setembro
02/10/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou, entre os dias 17 a 23 de setembro, 35 visitas de fiscalização, autuando nove estabelecimentos por uma ou mais infrações e constatando que em dois deles não havia registro da empresa, sendo que um funcionava sem profissional presente no momento da visita e outros três permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Durante a ação, seis pessoas autuadas por alguma infração, sendo contatados três leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e dois Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Internamente, a Fiscalização protocolou 15 justificativas e recursos para empresas sem registro, além de emitir três avisos de encaminhamento para Ação Civil Pública a empresas não registradas. Ao todo, 82 notificações foram emitidas para empresas e pessoas que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações. Também foi aberto um Processo Administrativo de Fiscalização – PAD FIS para uma empresa reincidente em infrações gravíssimas.

Os fiscais do Defor concentraram seus esforços em Porto Alegre nesta semana. Você pode encaminhar a sua denúncia para o DEFOR. Para isto, basta preencher o formulário disponível nesta página.


DEFOR



DEFOR fecha três academias na terceira semana de setembro
25/09/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS fecharam, entre os dias 10 a 16 de setembro, três academias localizadas nas cidades de Santana do Livramento, Alvorada e Santa Maria. Os estabelecimentos tiveram suas atividades encerradas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao todo, 32 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, sendo qu3e destes nove não possuíam registro da empresa; 10 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e 11 permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, além de três academias descumpriam Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Durante a ação, 17 pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo deste total havia 10leigos exercendo ilegalmente da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; três profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e quatro Responsáveis Técnicos descumpriam obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios visitados foram Viamão, Alvorada, Caxias do Sul, Rosário do Sul, São Gabriel, Santana do Livramento e Santa Maria.

Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha três academias irregulares na primeira semana de setembro
15/09/2017
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 3 e 9 de setembro, agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias nos municípios de Arroio Grande, Porto Alegre e Canoas. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 67 visitas de fiscalização no período, quando quatro denúncias foram totalmente atendidas e 19 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Dentre estes casos, cinco academias não possuíam registro da empresa; nove funcionavam sem profissional presente no momento da visita e oito permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também autuaram 15 pessoas por alguma infração, entre eles oito leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; cinco Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional além de dois diplomados atuando sem registro profissional.

Em seu trabalho interno, o DEFOR emitiu duas notificações para empresas e pessoa que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações, nove denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE e foram abertos quatro novos Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS para empresas reincidentes em infrações gravíssimas. br>
Os municípios visitados na primeira semana de setembro foram Porto Alegre, Canoas, Esteio, Cachoeirinha, Pelotas, Pedro Osório, Arroio Grande, Caxias do Sul e Farroupilha.

Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias e autua outras 32 irregulares nas últimas duas semanas
08/09/2017
Fonte: CREF2/RS

As equipes de fiscalização do DEFOR realizaram de 27 de agosto a 2 de setembro 41 visitas, quando autuaram 13 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo que três academias não possuíam registro da empresa; três funcionavam sem profissional presente no momento da visita e cinco permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Na ação, também foi fechada uma academia na cidade de Viamão, por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades.

Ao todo, 13 pessoas autuadas por alguma infração, sendo cinco leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Caxias do Sul, Alvorada, Esteio, Viamão, Porto Alegre e Canoas.

Entre os dias 20 e 28 de agosto, foram autuados 19 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo que destes seis academias não possuíam registro de empresa, oito funcionavam sem profissional presente no momento da visita e uma permitia atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. O CREF2/RS também fechou uma academia em Porto Alegre, por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades.

Nesta ação, 19 pessoas autuadas por alguma infração, sendo 13 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; duas delas atuavam fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e sete Responsáveis Técnicos descumpriam as obrigações inerentes as suas funções, infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios fiscalizados na última semana de agosto foram Porto Alegre, Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Antônio Prado, São Marcos, Sapucaia do Sul e Esteio.


DEFOR



Fiscalização autua 20 academias irregulares na terceira semana de agosto
28/08/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou, entre os dias 13 a 19 de agosto, 44 visitas de fiscalização, fechando quatro academias no município de Canoas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. A ação em Canoas contou com apoio da Polícia Civil.

Também foram autuados 20 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo constatado que nove delas não possuíam registro da empresa, 12 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outras nove permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Internamente, a Fiscalização encaminhou 12 processos de Ação Civil Pública – ACP, para empresas sem registro, além de 11 notificações foram emitidas para empresas e pessoas que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações, além de duas denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE e um Processo Administrativo de Fiscalização – PAD FIS, aberto para empresa reincidente em infrações gravíssimas

Os municípios fiscalizados durante o período foram Porto Alegre, Guaíba, Cachoeirinha, Gravataí, Sapucaia do Sul, Canoas, Nova Petrópolis e Eldorado do Sul.


DEFOR



Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Fiscalização e Ética reúne CREFs da região sul em Porto Alegre
27/06/2017
Fonte: CREF2/RS

A capital gaúcha foi sede, na última sexta e sábado, dias 23 e 24 de junho, do II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional. O evento, que teve o intuito de discutir e de padronizar os procedimentos voltados à atuação de fiscalização, assim com ao trabalho relacionado à Comissão de Ética, contou com a presença de diversos representantes do CREF2/RS, CREF3/SC e CREF9/PR.

Depois de uma rápida saudação da presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que destacou a honra que o CREF2/RS teve em organizar um evento deste porte, o Encontro iniciou, na sexta-feira, com a palestra do conselheiro federal Angelo Vargas (CREF 000007-G/RJ), sobre o valor financeiro da ética e como este assunto se relaciona com o dia a dia das Comissões. “Os agentes fiscais vão à rua não para fechar academias, mas para reduzir os riscos à sociedade. A Comissão de Fiscalização, por exemplo, tem uma grande viés pedagógico, pois não adianta um trabalho corretivo se não houver uma atuação preventiva e educadora”, comentou.

A fala do palestrante, que também salientou com a ausência de disciplinas sobre as questões jurídicas durante a graduação comprometem, de certa forma, a atuação dos profissionais de Educação Física no futuro, foi complementada por uma breve apresentação de Rony Tschoeke (CREF 004979-G/PR), do CREF9/PR. O conselheiro, que aprofundou o tópico da função pedagógica da Comissão de Ética Profissional, reforçou a ideia que o trabalho dos Conselhos é muito mais voltado para a educação do que para a punição. “A nossa atuação é para que o profissional entenda toda a amplitude e a responsabilidade da sua intervenção, não atrelada apenas às questões técnicas”.

Ao longo destes dois dias, as Comissões de Orientação e Fiscalização e de Ética Profissional também tiveram a oportunidade de se reunir separadamente e de debater tópicos bastante específicos às suas rotinas. Nestes encontros, os membros dos três CREFs da região sul puderam trocar experiências, apresentar seus números e buscar formas de aproximar o trabalho que é feito no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná. A atuação em parceria com o Ministério Público, os Termos de Cooperação, as dificuldades dos agentes fiscais e a falta de esclarecimento entre entre a população quanto à exigência da Cédula de Identidade Profissional foram alguns dos tópicos discutidos.

No sábado, o Encontro teve uma palestra do procurador de Justiça do Rio Grande do Sul Paulo Valério Moraes. Ele apresentou, para todos os presentes, o Código de Direito do Consumidor e a sua conexão com as funções desempenhadas pelos Conselhos Profissionais. “O que se espera dos CREFs é que eles protejam a sociedade. Por isto, toda a população deveria buscar saber, quando procura uma academia, se aquele serviço está sendo prestado realmente por um profissional de Educação Física”, declarou. “A importância dos Conselhos está em assegurar o bem-estar e a qualidade de vida. Os profissionais de Educação Física já são reconhecidos como profissionais de saúde, o que só amplia a necessidade de combater a prática e aqueles produtos que são considerados nocivos”, completou.

Ao final das atividades, as Comissões elaboraram um documento oficial, que será levado posteriormente ao CONFEF, para que todo o esforço pela padronização dos procedimentos entre os CREFs da região sul também seja visto e discutido pelos demais Conselhos Regionais do país. “Há um caminho extremamente necessário, para todo o Sistema CONFEF/CREFs uniformize o seu trabalho. Este Encontro está dando um passo para que a gente alcance este objetivo”, declarou Irineu Furtado (CREF 003767-G/SC), presidente do CREF3/SC, numa das falas que encerrou o evento.


Fiscalização Ética Profissional



II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional é nesta sexta e sábado
21/06/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS irá realizar, nesta sexta e sábado, dias 23 e 24 de junho, o II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional. Pela primeira vez em Porto Alegre, o evento estará aberto à presença dos membros destas respectivas Comissões, vinculadas aos três CREFs da região sul.

Com o intuito de discutir e padronizar os procedimentos voltados à atuação de fiscalização, assim como do trabalho relacionado às respectivas Comissões, o Encontro terá as palestras de Paulo Valério Moraes, procurador de Justiça do Rio Grande do Sul, e do conselheiro federal Angelo Vargas (CREF 000007-G/RJ).

II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional
Data: 23 e 24 de junho, sexta-feira e sábado
Horário: das 13h30min às 20h e das 8h às 13h, respectivamente
Local: Hotel Embaixador
Endereço: Rua Jerônimo Coelho, 354 - Centro Histórico
Inscrições: exclusivamente para membros das Comissões do CREF2/RS, CREF3/SC e ao CREF9/PR


Fiscalização Ética Profissional



Fiscalização fecha quatro academias irregulares na primeira semana de junho
20/06/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS, na primeira semana de junho, fechou quatro academias irregulares e autuou 14 estabelecimentos, em todo o Rio Grande do Sul, por algum tipo de infração. Entre as empresas notificadas, sete não contavam com um profissional habilitado no momento da visita e cinco estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. As academias que tiveram as atividades suspensas, nas cidades de Novo Hamburgo, Alvorada, Guaíba e Pelotas, vão precisar regular a sua situação antes de voltar a atender.

As ações de fiscalização, realizadas entre os dias 4 e 10 de junho, também autuaram cinco pessoas, sendo três por exercício ilegal da profissão. Ao todo, foram feitas 27 visitas e atendidas 13 denúncias neste período. Outras cinco empresas foram notificadas por não regularizarem a sua situação dentro do prazo estabelecido anteriormente elo DEFOR, duas denúncias foram encaminhadas à Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS e cinco processos de fiscalização foram abertos, referentes a casos reincidentes em infrações gravíssimas.

Além dos municípios já mencionados, os agentes fiscais do Conselho também esteviram em Campo Bom, Eldorado do Sul, Charqueadas, São Jerônimo e Porto Alegre. Independente do local, o DEFOR segue à disposição para receber e averiguar irregularidades. Para contribuir com o trabalho da Fiscalização, basta preencher este formulário de denúncia.


Fiscalização



CREF2/RS realiza II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional
12/06/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS irá promover, nos dias 23 e 24 de junho, a segunda edição do Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional. O evento, dedicado exclusivamente aos membros das respectivas Comissões dos três CREFs da região sul, vai ser realizado pela primeira vez em Porto Alegre, no Hotel Embaixador.

O evento terá, mais uma vez, o objetivo de discutir e padronizar os procedimentos voltados à atuação de fiscalização, assim como das respectivas Comissões, visando a propagação de um trabalho coeso e que resulte, a curto prazo, em uma uniformização das atividades desempenhadas pelo Sistema CONFEF/CREFs neste sentido. Paulo Valério Moraes, procurador de Justiça do Rio Grande do Sul, e o conselheiro federal Angelo Vargas (CREF 000007-G/RJ) serão os palestrantes do evento.

O link para as inscrições foi encaminhado diretamente ao CREF3/SC e ao CREF9/PR.

II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional
Data: 23 e 24 de junho, sexta-feira e sábado
Horário: das 13h30min às 20h e das 8h às 13h, respectivamente
Local: Hotel Embaixador
Endereço: Rua Jerônimo Coelho, 354 - Centro Histórico
Inscrições: abertas exclusivamente para membros das Comissões de Fiscalização e Orientação e Ética Profissional do CREF2/RS, CREF3/SC e ao CREF9/PR


Fiscalização Ética Profissional



Fiscalização autua 16 estabelecimentos e 17 pessoas na última semana de maio
08/06/2017
Fonte: CREF2/RS

As ações de fiscalização do CREF2/RS, realizadas entre os dias 21 e 27 de maio, resultaram em 16 estabelecimentos autuados por algum tipo de infração, como a ausência de registro ou de um profissional habilitado no momento da vista. Além destas academias, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) notificaram 17 pessoas, sendo sete por exercício ilegal da profissão e cinco por descumprimento do Código de Ética Profissional.

Na última semana de maio, a Fiscalização também fechou uma academia, que funcionava de maneira totalmente irregular, na capital. As cidades visitadas, neste período, foram Santa Maria, Mata, São Sepé, São Gabriel e Porto Alegre. Você pode contribuir com o trabalho do DEFOR enviando a sua denúncia por aqui.


Fiscalização



Qual a diferença entre Sindicato e Conselho Profissional?
10/05/2017
Fonte: CREF2/RS

O Conselho Regional de Educação Física é uma Autarquia criada por Lei, com o objetivo de fiscalizar e regulamentar a profissão da Educação Física. Diferentemente do Sindicato. Não tem como missão defender os interesses econômicos e trabalhistas da classe profissional.

Por outro lado, o dever do Conselho é garantir o direito da sociedade em ter uma prestação de serviço de qualidade, ministrada por profissional habilitado. Ainda, o Conselho tem como dever garantir o cumprimento dos preceitos éticos da profissão, punindo aqueles profissionais, após devido processo ético, que infringirem os deveres e obrigações dispostos no Código de Ética Profissional.

Ao questionamento: o que o CREF faz pelos profissionais, só há uma resposta possível: o Conselho, por meio de sua fiscalização, visa garantir que os profissionais sem formação não atuem na área da Educação Física, ou seja, impede o exercício ilegal da profissão. Portanto, o CREF não é órgão assistencial, nem sindical e sim ente de fiscalização profissional, e tem como meta garantir o direito da sociedade de ter profissional habilitado e serviço de qualidade na área da Educação Física.

O Sindicato é uma associação para defesa e coordenação dos interesses econômicos e/ou profissionais dos indivíduos (empregados, empregadores, profissionais liberais, autônomos, etc.) que exercem a mesma atividade ou atividades similares ou conexas.

A livre associação sindical resta prevista no artigo 8º da Constituição Federal, sendo importante ressaltar alguns pontos referentes ao tema: 1º0 nos termos do inciso III cabe ao sindicato a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas; e 2º0 conforme inciso V ninguém será obrigado a filiar-se ou a manter-se filiado a sindicato. Diante disto, concluímos que o Sindicato é o responsável pela defesa dos direitos e interesses relacionados `categoria, inclusive no âmbito judicial. No entanto, os profissionais não são obrigados à filiação.

Nestes termos é o Sindicato quem auxilia os profissionais de Educação Física quanto a questões como piso salarial, carga horária, assinatura de carteira de trabalho, remuneração e outras demandas trabalhistas. Para esclarecer qualquer dúvida ou mesmo ingresso com demanda trabalhista, o profissional de Educação Física deve buscar orientação junto ao Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul (SINPEF/RS). A entidade é o órgão competente para garantir, lutar e exigir os direitos da categoria.

O SINPEF/RS atende de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h, na Praça Osvaldo Cruz, 15/2014, no Centro de Porto Alegre. Mais informações pelo telefone (51) 3085-9529 ou pelo e-mail contato@sinpefrs.com.br


SINPEF RS



CREF2/RS fecha uma academia e autua seis estabelecimentos na última semana de março
10/04/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS divulgou o resultado das fiscalizações realizadas na última semana de março. As ações do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do Conselho, efetuados entre os dias 26 de março a 1º de abril, resultaram no fechamento de uma academia localizada em Novo Hamburgo, por não possuir nenhum profissional para assumir as atividades.

O DEFOR também atendeu completamente sete denúncias e autuou seis estabelecimentos, por uma ou mais infrações. Dentre estas, duas academias não possuíam da empresa, três funcionavam sem profissional presente no momento da visita, além de três estabelecimentos permitirem a atuação de leigos ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Em seu serviço interno, houve 77 atendimentos, 26 novas denuncias foram protocoladas através de formulário no ato e 40 denúncias foram encaminhadas para a a Comissão de ética Profissional – DCE. Também foram emitidas 11 notificações a empresas e pessoas físicas que não se regularizaram


DEFOR



DEFOR fecha nove academias irregulares em novembro
05/12/2016
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS divulgou, na tarde desta segunda-feira, dia 5 de dezembro, os números referentes às ações realizadas em 45 municípios ao longo do mês de novembro. Foram fechadas nove academias em todo o estado, fruto das 175 visitas realizadas no período.

Ao todo, foram autuadas 82 empresas, constatando-se 31 empresas sem registro e 38 sem profissional presente no momento da visita. Também foram autuadas 77 pessoas, sendo 39 por exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, sete graduados atuando sem registro profissional, dois profissionais atuando com CREF de outro estado e 29 profissionais com infração ao Código de Ética Profissional.


DEFOR



DEFOR autua 17 estabelecimentos e fecha uma academia na quarta semana de novembro
30/11/2016
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS realizou, na quarta semana de novembro, 35 visitas e fechou uma academia em Santa Maria por não apresentar profissional para assumir as atividades. Pela reincidência na infração gravíssima será aberto Processo Administrativo de Fiscalização.

Ao todo, 25 denúncias foram totalmente atendidas e 17 estabelecimentos autuados por algum tipo de infração, sendo constatados seis estabelecimentos sem registro. Foram autuadas 16 pessoas, sendo quatro delas por exercício ilegal da profissão ou estagiário sem o Termo de Compromisso de Estágio – TCE. Quatro graduados foram flagrados atuando sem registro profissional, além de oito profissionais descumprindo o Código de Ética Profissional.

As cidades visitadas foram Caxias do Sul, Alto Feliz, Guaíba, Barão do Triunfo, Camaquã, Tapes, Bagé, Pinheiro Machado, Dom Pedrito, Santa Maria, São Sepé, São Pedro do Sul, Cachoeira do Sul, Caçapava do Sul, Viamão e Porto Alegre.


DEFOR



26 academias são autuadas por irregularidades na última semana de setembro
07/10/2016
Fonte: CREF2/RS

As ações do Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR), realizadas entre os dias 26 e 30 de setembro, contabilizaram 26 academias autuadas por algum tipo de infração, em diferentes regiões do Estado. Destes, sete estabelecimentos não possuíam registro de Pessoa Jurídica e 20 não contavam com um profissional habilitado no momento de visita, pré-requisito fundamental para o funcionamento.

Neste período, os agentes fiscais do CREF2/RS também atenderam 15 denúncias e notificaram outras 21 pessoas, sendo dez por exercício ilegal da profissão ou por não possuírem um Termo de Compromisso de Estágio (TCE) em vigor. Além destes, nove profissionais também foram autuados por infrações ao Código de Ética Profissional.

Já em Nova Bassano foi lavrado por um Boletim de Ocorrência, junto a Polícia Civil, por desobediência a um Agente de Fiscalização. Após a autuação por exercício ilegal da profissão e pela ausência de um profissional habilitado, o proprietário de uma academia se negou a encerrar as atividades do local.

Ao todo foram feitas 66 visitas. Caxias do Sul, Flores de Cunha, Veranópolis, Bento Gonçalves, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul e Porto Alegre foram os municípios que receberam os agentes do DEFOR nesta última semana de setembro.


Fiscalização DEFOR



CREF2/RS tem encontro com diretores da 4ª CRE em Caxias do Sul
10/08/2016
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS, representado pela conselheira Marcia da Cruz (CREF 007542-G/RS), esteve reunido, entre os dias 2 e 4 de agosto, com os diretores da Rede Estadual de Ensino, que pertencem à 4ª Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul (CRE). O encontro, realizado em Caxias do Sul, reuniu 122 diretores e serviu para que fosse apresentada a proposta do Sistema CONFEF/CREFs, em relação à melhoria do componente curricular da Educação Física, e para definir alguns dos detalhes do I Seminário de Educação Física, que ocorrerá em setembro.

Além de debater a Educação Física no âmbito das escolas, os diretores que compareceram ao encontro também receberam o livro “Recomendações para a Educação Física Escolar”, editado pelo Sistema CONFEF/CREFs, e um exemplar do Código de Ética Profissional, para que deixem estas publicações à disposição dos professores de Educação Física em suas escolas. “A recepção foi excelente, houve praticamente uma unanimidade nos relatos de que não somente a Educação Física, mas todos os componentes curriculares, merecem uma movimentação”, avaliou Marcia.

A Conselheira também destacou que, durante os quatro dias de evento, a presença do CREF2/RS foi bastante elogiada pelos presentes, que tiveram mais uma oportunidade para se aproximarem do Conselho e tirarem as suas dúvidas. Por fim, a reunião decidiu ainda que o I Seminário de Educação Física será realizado nos dias 22 e 23 de setembro, na Universidade de Caxias do Sul (UCS). A atividade vai representar mais uma possibilidade de formação e de troca de conhecimento para os professores de Educação Física vinculados à 4ª CRE e contará com três palestrantes em nome do Sistema CONFEF/CREFs.


Eventos Educação Física Escolar Caxias do Sul



DEFOR fecha quatro academias na última semana de junho
07/07/2016
Fonte: CREF2/RS

Na última semana de junho (27/06 a 1º/07), os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS visitaram 23 municípios e fecharam quatro academias em suas diligências. Os estabelecimentos estavam localizados em Montenegro, São Sebastião do Caí, Pedro Osório e Lagoa Vermelha. As empresas tiveram suas atividades suspensas por não possuírem profissional habilitado para orientar as atividades. Foram autuadas 17 pessoas, sendo sete por exercício ilegal da profissão ou estagiário sem o Termo de Compromisso de Estágio - TCE, além de seis Responsáveis Técnicos autuados por estarem descumprindo as atividades inerentes à função

Neste final do mês, 26 justificativas de empresas e pessoas autuadas foram recebidas e protocoladas pelo DEFOR. Deu-se encaminhamento a 19 processos éticos por profissionais que estavam atuando fora de sua área de formação e não se regularizaram. Estes profissionais terão de responder diretamente à Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS. E, por não possuírem registro no Conselho, 10 estabelecimentos foram autuados

Os municípios visitados pelo DEFOR foram Vacaria, Lagoa Vermelha, Santo Expedito do Sul, Barracão, Pinhal da Serra, Capão Bonito do Sul, Tupanci do Sul, São João da Urtiga, Tapes, Guaíba, Camaquã, São Jerônimo, Montenegro, São Sebastião do Caí, Feliz, Harmonia, Tupandi, Porto Alegre, Lindolfo Collor, Ivoti, Arroio Grande, Pedro Osório e Pelotas.


DEFOR



CREF2/RS visita Secretaria Municipal de Educação de Caxias do Sul
27/04/2016
Fonte: CREF2/RS

Na tarde de ontem, dia 26 de abril, o CREF2/RS, representado pela conselheira Márcia da Cruz (CREF 007542-G/RS), visitou a Secretaria Municipal de Educação (SMED) de Caxias do Sul. Em reunião com o novo secretário do município, Agenor Basso, e com o assessor pedagógico, Sidnei dos Santos Jr. (CREF 014180-/G/RS), ela falou um pouco sobre o Código de Ética Profissional e sobre os encaminhamentos que são dados depois das ações de fiscalização.

Márcia aproveitou o encontro também para tirar algumas dúvidas sobre a elaboração dos editais de concursos públicos, que devem exigir, para os cargos de competência dos profissionais de Educação Física, o registro no CREF2/RS. Neste sentido, a Secretaria se prontificou em verificar se todos os professores da rede municipal possuem o CREF ativo. Além disto, também serão elaboradas, em parceria com o Conselho, oportunidades de formação e de capacitação aos profissionais que atuam nas escolas municipais. “Esta ação, contribuirá também com o projeto político-pedagógico escolar, que já está em andamento no município”, explicou Basso.

A proposta foi vista, pela SMED, como uma importante contribuição. A Secretaria e o Conselho voltarão a se reunir, em breve, para definir os detalhes da primeira palestra que será oferecida aos profissionais de Educação Física da Caxias do Sul. O tema será a Ética Profissional.


CREF Serra Educação Física Escolar



Novos Conselheiros tomam posse nesta sexta-feira
23/10/2015
Fonte: CREF2/RS

A cerimônia de posse dos novos Conselheiros do CREF2/RS foi realizada na manhã de hoje (23), no Hotel Holiday Inn, em Porto Alegre. O evento, que contou com um café da manhã para os presentes, marcou a entrada de 14 membros (dez efetivos e quatro suplentes), eleitos em setembro. O mandato, que inicia em 30 de outubro, é para seis anos e se encerra em 2021.

A presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) foi quem fez o discurso de abertura. Ela frisou que o momento representa o fim e o início de uma nova gestão, mas que o trabalho, que rendeu muitos benefícios aos profissionais registrados e à comunidade em geral, será conduzido da mesma forma, com mudanças para melhor. "É com muito orgulho que temos visto o nosso Conselho crescer dia a dia, com parcerias, conquistas em todas as áreas e a atuação incansável de todos vocês", destacou.

Como frisou Carmen, os novos Conselheiros tomaram posse com o objetivo de defender a Educação Física e de valorizar a profissão em todos os segmentos da sociedade. A ideia é que o CREF2/RS, pelos próximos seis anos, se aproxime ainda mais dos profissionais registrados e consiga desenvolver ações em prol da categoria, sempre de forma ética, moral e legal. "Somente com a união e com o trabalho é que a gente vai conseguir que o Conselho conquiste ainda mais espaços, garantindo que todas as pessoas sejam atendidas por profissionais de Educação Física em todos os locais", encerrou.

Em reunião, os novos Conselheiros irão definir também os novos componentes da Diretoria. Confira abaixo quem são eles:

GIOVANNI BAVARESCO (CREF 001512-G/RS): é graduado pelo IPA e possui pós-graduação em Treinamento Desportivo. Já foi conselheiro do CREF2/RS e atualmente é o diretor da CBrasil, empresa que há 22 anos promove cursos de especialização para professores, estudantes e profissionais das áreas de Educação Física, Nutrição e Fisioterapia.

EDUARDO MERINO (CREF 004493-G/RS): é graduado pela UFRGS e doutor em Ciências do Esporte. Atuou por oito anos como coordenador do curso de Educação Física da ULBRA e foi presidente do CREF2/RS entre 2010 e 2014. Atualmente é professor da UFPel e presidente da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do Conselho.

CARMEN ROSANE MASSON (CREF 001910-G/RS): é graduada em Educação Física pelo IPA e mestre em Saúde Coletiva pela Unisinos. Foi coordenadora da Secretaria de Esportes de Porto Alegre e da ESEF da Brigada Militar. Atualmente é presidente do CREF2/RS.

ALEXANDRE MOURA GRECO (CREF 004204-G/RS): é graduado pelo IPA e mestre em Reabilitação e Inclusão Social pela mesma instituição e possui MBA em Gestão Estratégicas de Negócios e em Marketing Digital, ambos pela ESPM. Desde 2013, é o coordenador geral das academias do SESC-RS e atua também como professor dos cursos de pós-graduação da Uningá (Santa Maria), HORUS Chapecó, UNISUL (Florianópolis) e da Faculdade da Serra Gaúcha (Caxias do Sul).

ANA MARIA HAAS (CREF 004563-G/RS): é graduada pela Feevale e oficial da Brigada Militar desde 1986. Foi comandante da Escola de Educação Física da Brigada Militar entre 2002 e 2003 e conselheira do CREF2/RS de 2003 a 2005.

SONIA MARIA WAENGERTNER (CREF 007781-G/RS): é graduada pela UFRGS e foi professora da rede estadual de ensino por 25 anos. É representante do CREF2/RS no comitê fundador da Rede OS Porto Alegre e conselheira há seis anos. Na década de 90, foi também diretoria eleita de escola.

ROSA MARIA MARIN PACHECO (CREF 000059-G/RS): é graduada pelo IPA e possui pós-graduação em Medicina e Ciências do Esporte pela PUCRS e em Treinamento Neuromuscular pela UFRGS. Foi presidente da Associação das Academias do Rio Grande do Sul (ACAD/RS) entre 2008 e 2010. É proprietária da academia Espaço Ativo desde 1992.

LEOMAR TESCHE (CREF 000129-G/RS): é graduado pela Feevale e docente do curso de Educação Física da Unijuí há 32 anos. É doutor em Educação pela Unimep (Piracicaba) e pós-doutor pelo Instituto de Ciências dos Esportes da Universidade de Tübingen (Alemanha). Autor de diversos livros sobre a história da Educação Física no Rio Grande do Sul, atualmente coordena o intercâmbio entre a Unijuí, a Universidade Uni-Tubingen e o Instituto Carlos Linneo de Oberá (Argentina).

DÉBORA RIOS GARCIA (CREF 002202-G/RS): é graduada pelo IPA e possui especialização em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica e mestrado em Ciências do Movimento Humano, ambos pela UFRGS. Atualmente é professora do curso de Educação Física da Faculdade Sogipa e da pós-graduação do Instituto de Administração Hospitalar e Ciências da Saúde (IAHCS).

ALESSANDRO DE AZAMBUJA GAMBOA (CREF 001534-G/RS): é graduado pelo IPA e possui pós-graduação em Ciências da Saúde (PUCRS) e em Administração e Marketing Esportivo (Universidade Gama Filho). É sócio-diretor da G2 Sports, consultor de academias e coordenador geral de eventos relacionados à Educação Física e à saúde.

Membros suplentes:

FELIPE GOMES MARTINEZ (CREF 003930-G/RS): é graduado pela UFRGS e possui especialização em Psicopedagogia Clínica pela Unilassale. É graduado também em Ciências Jurídicas e Sociais pela PUCRS, auditor do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Gaúcha de Judô e integra a Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS.

MARCIA ROHR DA CRUZ (CREF 007542-G/RS): é graduada em Educação Física pela UCS e em Administração pela Unisinos. Possui mestrado e doutorado em Administração pela mesma instituição e é presidente do Conselho Municipal do Desporto de Caxias do Sul.

CLÁUDIA RAMOS LUCCHESE (CREF 002358-G/RS): é graduada pela UFRGS e possui pós-graduação em Medicina e Ciências do Esporte (UFRGS) e em Ergonomia (UGF). É coordenadora dos programas de Qualidade de Vida no Banrisul e certificada pela International Stress Management Association em gerenciamento do stress no trabalho.

CLERY QUINHONES DE LIMA (CREF 000297-G/RS): é graduado pela UFSM, pós-graduado em Técnicas Desportivas – Handebol, jornalista e mestre em Comunicação Esportiva. Foi conselheiro do CREF2/RS entre 1999 e 2003 e atualmente desempenha a função de delegado adjunto da FIEP-RS e de secretário do Conselho Municipal de Esportes e Lazer de Santa Maria. Edita o jornal mensal Saúde pela Prática e o site www.santamriaolimpiada2016.com.br.


Conselheiros Plenária



Evento promovido pela Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS discute formação profissional
02/06/2015
Fonte: CREF2/RS

No último sábado (30), a Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS realizou o evento "A Formação Profissional e o Conhecimento da Ética", no Plenário Ana Terra da Câmara Municipal de Porto Alegre. A atividade, que contou com a palestra de Solange Bueno (CREF 0011236-G/SP), conselheira federal e membro da Comissão de Ética do CONFEF, foi dedicada a todos os profissionais de Educação Física interessados pelo assunto.

Na mesa de abertura, composta pela presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e pelo vereador e conselheiro federal Professor Garcia (CREF 000002-G/RS), foi destacada a participação das Comissões de Ética do CREF3/SC e do CREF10/PB-RN, que marcaram presença no evento para discutir o Código e para trocar experiências sobre a sua parte processual. "É muito importante receber pessoas de outros Conselhos", explicou Garcia. "Isto corrobora com a ideia de que a ética é fundamental, já que a primeira missão do Sistema CONFEF/CREFs é zelar pela sociedade", completou.

A palestra de Solange tratou de diversos assuntos, como o objetivo da ética no campo da prática profissional. "Ela é, principalmente, a aplicação de normas morais e técnicas, com base na honestidade, cortesia, responsabilidade e honra", explicou. Além disto, foram elencados os principais valores do Sistema CONFEF/CREFs – comprometimento, responsabilidade social e saber profissional – e quais seriam as virtudes do bom profissional.

Solange discutiu ainda o fluxograma do processo ético e listou as infrações mais frequentes: ofensa moral a aluno, conivência (exercício ilegal), falta da Cédula e desvio de função. Para os presentes, esta parte foi extremamente útil para o compartilhamento de conhecimento e de informações sobre procedimentos e prazos.

Além de membros da Comissão de Ética do CREF2/RS e do Departamento de Fiscalização e Orientação, Joaquim de Jesus (CREF 001060-G/SC) e Joel Casagrande (CREF 000186-G/SC), conselheiros do CREF3/SC; Fernanda Vieira, do Departamento Jurídico do CREF3/SC; Rogério Velinho (CREF 002145-G/PB), presidente da Comissão de Ética Profissional do CREF10/PB-RN; Simone Klein (CREF 006967-G/RS)e Aline Fofonka (CREF 004446-G/RS), da ULBRA Gravataí; Julio Andreazza, da UNIJUÍ; e Renato Müller, representante da Secretaria Municipal de Educação, também estiveram presentes na atividade.

A Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS é formada por Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS), Eliana Flores (CREF 002649-G/RS), Felipe Martinez (CREF 003930-G/RS), Celso Cardoso (CREF 004863-G/RS) e Luiz Augusto Waldemar (CREF 001540-G/RS). Mais informações sobre as ações do grupo aqui.


Ética Profissionaç Comissão de Ética Profissional formação profissional



Comissão de Ética realiza neste sábado evento gratuito para profissionais de Educação Física
28/05/2015
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS vai realizar, no próximo sábado (30), o evento "A Formação Profissional e o Conhecimento da Ética". A atividade, aberta para a participação gratuita de todos os profissionais de Educação Física registrados no Conselho, contará com a palestra de Solange Bueno (CREF 0011236-G/SP), conselheira federal e membro da Comissão de Ética do CONFEF. O evento vai ser realizado no Plenário Ana Terra da Câmara Municipal de Porto Alegre (Avenida Loureiro da Silva, 255 - Centro Histórico), das 9h às 18h. Confirme a sua presença pelo e-mail eventos@crefrs.org.br.




V Seminário de Fiscalização Profissional e I Encontro Nacional de Agentes Fiscais reúnem Conselhos de todo Brasil
27/04/2015
Fonte: Fórum-RS

Mais de 200 pessoas se reuniram na última sexta-feira (24), na sede do Centro Universitário Metodista – IPA, em Porto Alegre, para prestigiar o V Seminário de Fiscalização Profissional e o I Encontro Nacional de Agentes Fiscais. Os eventos, organizados pela Câmara de Defesa da Sociedade do Fórum dos Conselhos e Ordens Profissionais do Rio Grande do Sul (Fórum-RS), contaram com a presença de representantes de conselhos federais e de conselhos regionais de 16 estados. O tema desta edição foi "A importância das Profissões Regulamentadas para a construção de um Brasil mais ético".

Na abertura, Flávio Koch, presidente do Fórum-RS, destacou a importância da realização dos eventos simultâneos para a discussão da ética profissional, como forma de contribuir para a construção de um país melhor. A autonomia dos conselhos profissionais foi o foco da palestra magna, ministrada pelo jurista e professor universitário Marco Fridolin dos Santos, que falou sobre normas deontológicas, autonomia dos conselhos profissionais e princípios da subsidiariedade.

Na palestra Modernização dos Processos de Fiscalização da Atividade Profissional, o consultor em processos de gestão André Zago fomentou a discussão sobre a necessidade de mudança de paradigmas para a gestão de processos e a modernização desses processos através de ferramentas inovadoras que facilitam e os tornam ainda mais eficazes. Encerrando as atividades da manhã, o debate A Importância das Profissões Regulamentadas para a Construção de um Brasil Mais Ético foi mediado pelo vice-presidente de Relações Institucionais do CRCRS, Pedro Gabril da Silva.

Durante a tarde, a palestra A Atuação dos Conselhos Profissionais na Garantia dos Direitos do Consumidor foi ministrada pelo procurador de justiça Paulo Valério Moraes, que falou sobre os seis princípios das relações de consumo: igualdade, liberdade, dignidade, solidariedade social, intervenção estatal eficiente e vulnerabilidade. Logo após, o procurador do Banco Central do Brasil, Yuri Machado, falou sobre conselhos profissionais e responsabilidade administrativa: Fiscalização e o espaço de atuação do agente público, abordando a responsabilidade e a atuação do agente fiscal. “A atuação do fiscal deve estar voltada sempre à proteção do interesse público”, ressaltou.




Conexão CREF tira dúvidas de profissionais em Pelotas
25/11/2014

Na última sexta-feira (21), o CREF2/RS realizou a terceira etapa do Conexão CREF, em Pelotas. O projeto tem o intuito de aproximar Conselho e profissionais, esclarecendo como funciona a Fiscalização e seus desdobramentos, sendo dedicado aos Responsáveis Técnicos, proprietários de academias e demais atuantes na área.

A atividade contou com palestras ministradas por Liziane Soares, assessora da diretoria do CREF2/RS; Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR); e Eliane Flores (CREF 002649-G/RS), conselheira e membro da Comissão de Ética Profissional. "O encontro foi muito útil e positivo. O Conexão CREF tem o objetivo de informar os profissionais sobre questões do dia a dia da profissão, mas que muitos desconhecem", avaliou Liziane. "Desta forma, ao longo das palestras surgem muitas dúvidas e esclarecimentos", completou.

Na conversa com os profissionais, foram abordados assuntos como a regulamentação da profissão e a finalidade do CREF2/RS em "orientar e fiscalizar a atividade profissional". Além disto, questões como atribuições do Responsável Técnico, objetivos e consequências da Fiscalização e temas que ainda tramitam no Judiciário foram explicados pelos palestrantes. "Com o Conexão CREF, os profissionais passam a entender melhor como funciona o Conselho e podem passar estas informações adiante", concluiu Liziane.

O Conexão CREF terá mais uma edição em 2014. No dia 12 de dezembro, Santa Maria recebe nova etapa do projeto. As inscrições estão abertas e podem ser feitas por aqui.




Conexão CREF conversa com profissionais de Educação Física em Caxias do Sul
27/10/2014

Na quinta-feira (23), o CREF2/RS realizou a segunda etapa do Conexão CREF, em Caxias do Sul. Ainda em caráter piloto, o projeto tem o intuito de explicar como funciona o procedimento fiscalizatório e seus desdobramentos, sendo dedicado aos Responsáveis Técnicos, proprietários de academias e demais profissionais que atuam na área.

A atividade contou com palestras ministradas por Cristiane Crosta, assessora jurídica do CREF2/RS; Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR); e Eliana Flores (CREF 002649-G/RS), conselheira e membro da Comissão de Ética Profissional. "O público presente avaliou de forma positiva esta nova edição do projeto", contou Cristiane. "Eles tiveram suas dúvidas sanadas, participando de forma interativa no debate".

Na conversa com os profissionais, foram abordados assuntos como a regulamentação da profissão e a finalidade do CREF2/RS em "orientar e fiscalizar a atividade profissional, defendendo o respeito e a ética". Além disto, questões como atribuições do Responsável Técnico, objetivos e consequências da Fiscalização e temas polêmicos que ainda tramitam no Judiciário foram sugeridos e trazidos para esclarecimento dos presentes.

O Conexão CREF terá mais duas edições em 2014. Nos dias 21 de novembro e 12 de dezembro, respectivamente, Pelotas e Santa Maria recebem nova edição do projeto. As inscrições estão abertas e podem ser feitas por aqui.




CREF2/RS publica edital de Censura Pública
17/09/2014
Fonte: CREF2/RS

Nesta quarta-feira (17), o CREF2/RS publicou edital de Censura Pública. O Conselho, através de sua Comissão de Ética Profissional, após o devido processo em que foi oportunizado o contraditório e a ampla defesa no Processo Ético nº 000016/2013, decidiu, por unanimidade dos presentes, na reunião realizada no dia 21 de julho de 2014, aplicar a pena ao profissional César Luiz Lazzari (CREF 018881-G/RS), com base no Art. 12 II, em razão do mesmo ter infringido o Art. 4º, Incisos I e II, Art. 5º, Inciso I, Art. 6º, Inciso II e XIV combinado com Art. 7º, V, do Código de Ética dos Profissionais de Educação Física, tendo ocorrido em trânsito em julgado da decisão em 5 de agosto de 2014.




Plenária do CREF2/RS define novos integrantes das comissões e dos grupos de trabalho
21/11/2012

Ocorreu no dia 20/11 a segunda reunião plenária do CREF2/RS com a presença dos Conselheiros eleitos para o mandato 2012/2018. Entre os trabalhos realizados, ficaram definidas as comissões e grupos de trabalho.

O Presidente do CREF2/RS Eduardo Merino destacou na ocasião o alto índice de renovação entre os conselheiros eleitos. “São 12 novos integrantes no Plenário, todos com grande experiência profissional que estão trazendo suas expertises para as diversas comissões do CREF2/RS”.

Segundo Merino, a nova composição do Conselheiros é o ponto alto de uma eleição com elevada participação de votantes no CREF2/RS. “A intensa busca de manifestação na esfera política representa o amadurecimento dos Profissionais de Educação Física e também uma maior circulação de ideias, além de uma saudável disputa de propostas”, avalia.
Leia abaixo a relação das comissões, dos grupos de trabalho e dos seus integrantes :


COMISSÕES


Comissão de Controle e Finanças
Álvaro Fernando Laitano da Silva
Cláudio Renato Costa Franzen
Denisse Fagundes Ugalde
Leila de Almeida Castillo Iabel


Comissão de Ética Profissional
Carlos Mazzoni
Francisco Vargas Neto
Giovanni Bavaresco
João Antônio da Silva Rosa
Luiz Augusto Copstein Waldemar
Carlos Alberto Cimino
Eliana Alves Flores

Comissão de Orientação e Fiscalização
Carmen Masson
Giovanni Bavaresco
Luciane Citadin
Lauro Ubirajara Barboza de Aguiar

Comissão de Legislação e Normas
João Guilherme Queiroga
Leila de Almeida Castillo Iabel
Eliana Alves Flores
José Edgar Meurer

Comissão de Ensino Superior e Preparação profissional
Alexandre Greco
Carlos Ernani Olendzki de Macedo
Cláudio Gutierrez
Paula Maduro

Comissão de Licitação
Francisco Menezes
Eliana Alves Flores
Sonia Waengertner

Comissão Temporária de Eventos
Carmen Masson
Alexandre Greco
Claudio Franzen

GRUPOS DE TRABALHO

Câmara Temática de Futebol Coordenação: Conselheiro Álvaro Laitano
Câmara Temática de Educação Física Escolar Coordenação: Conselheira Miryam Brauch
Câmara Temática de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral Coordenação: Conselheiro Lauro Aguiar
Câmara Temática de Lutas Coordenação: Conselheiro Alexandre Velly
Câmara Temática de Para-desporto e Atividade Adaptada Coordenação: Conselheira Leila de Almeida Castillo Iabel
Câmara Temática de Pessoa Jurídica Coordenação: Conselheira Rosa Maria Marin Pacheco
Câmara Temática de Esporte de Aventura Cordenação: Conselheiro Alexandre Greco
Câmara Temática da Saúde Coordenação: Conselheira Carmen Masson
Câmara Temática de Esporte Educacional Coordenação: Conselheiro João Guilherme Queiroga
Câmara Temática de Esporte Rendimento Coordenação: Conselheiro Carlos Cimino
Câmara Temática de Gestão e Marketing em Educação Física Coordenação: Conselheira Luciane Citadin