Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



CREF2/RS realiza webinário sobre Educação Física Escolar nesta quarta-feira
08/09/2020
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS vai realizar nesta quarta-feira, dia 9 de setembro, o webinário “Desafios da Educação Física Escolar: um bate-papo informal”. O evento, marcado para iniciar às 19h, ocorrerá de maneira online e gratuita, simultaneamente no Youtube, no Facebook e no Instagram do Conselho.

Além de Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), Jeane Cazelato (CREF 000003-G/RS) e Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), todas integrantes da Comissão de Educação Física Escolar, o webinário contará ainda com a participação dos profissionais Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), Alexandre Lazzarotto (CREF 002537-G/RS), Eliana Flores (CREF 002649-G/RS) e Elisabete Laurindo (CREF 002036-G/SC).

Durante o evento, os presentes vão falar sobre o atual momento da Educação Física Escolar, especialmente com relação ao contexto da pandemia, e sobre a publicação “Recomendações de retorno às aulas presenciais de Educação Física na reabertura das escolas: COVID-19”, lançada pelo CREF2/RS em julho. Clique aqui para baixá-la em PDF.

Conheça os participantes:

Alessandro Gamboa – Sócio-diretor da G2 Sports, personal trainer e consultor de academias, Alessandro atualmente é 2º vice-presidente do CREF2/RS, presidente da Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) e presidente do Comitê Estadual da Educação Física no Enfrentamento da COVID-19.

Alexandre Lazzarotto – Doutor em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS, integrou o GT de Exercício Físico do Ministério da Saúde, sendo um dos autores do livro “Recomendações para a Prática de Atividades Físicas para Pessoas Vivendo com HIV e Aids”. Atua com atividades de promoção à saúde na Reserva Nacional do Niassa, em Moçambique. Também é professor e orientador do curso de Mestrado em Saúde Pública da Universidade Católica de Moçambique.

Carmen Masson – Tem especialização em Ginástica de Academia e em Condicionamento Físico e mestrado em Ciências da Saúde - Saúde Coletiva. É Mestre d’Armas pela EsEFex e ex-atleta de esgrima. Foi professora de Educação Física, técnica de esgrima, consultora do Ministério do Esporte, professora da UFRGS, coordenadora da Secretaria de Esportes de Porto Alegre, da Brigada Militar e presidente do CREF2/RS.

Eliana Flores – Graduada em Educação Física e em Direito, tem pós-graduação em Fisiologia do Exercício. Atualmente é diretora do Colégio Estadual Protásio Alves, em Porto Alegre, e membro da Comissão de Ética Profissional e de Normas e Legislação do CREF2/RS.

Elisabete Laurindo – Conselheira do CONFEF e membro da Comissão Nacional de Educação Física Escolar, tem mestrado em Gestão de Políticas Públicas. Foi supervisora de Educação Física, de gestão e diretora da Secretaria Municipal de Educação de Itajaí, assim como superintendente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer de Itajaí. Foi coordenadora e professora do curso de Educação Física da Faculdade Avantis.

Jeane Cazelato – Integrante da Comissão de Educação Física Escolar, tem especialização em Recreação e Lazer e mestrado em Ciências Aplicadas à Atividade Física e ao Esporte. Foi presidente do CREF2/RS, conselheira do CONFEF e professora de Educação Física da rede pública e privada.

Miryam Brauch – Presidente da Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS e uma das idealizadoras do Fórum de Mobilização pela Educação Física Escolar, é pós-graduada em Educação Física Escolar, Administração Escolar e Docência no Ensino Superior. Atua na rede estadual de ensino.

Webinário “Desafios da Educação Física Escolar: um bate-papo informal”
Data: 9 de setembro, quarta-feira, a partir das 19h
Evento online e gratuito, transmitido ao vivo pelo Youtube, Facebook e Instagram


educação física escolar webinário



CREF2/RS promove mais duas lives pelo Instagram
14/08/2020
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vai dar continuidade, nos próximos dias, às suas lives pelo Instagram. Na terça-feira, dia 18 de agosto, Natalia Santos (CREF 000621-G/RS) irá abordar o tema “Aulas de pilates na pandemia”.

Já na quarta-feira, dia 19 de agosto, o Conselho vai receber Antônio Branco (CREF 000009-G/PR), para um bate-papo sobre o tópico “Rumos da Educação Física no Brasil”. As transmissões iniciarão às 17h, nos dois dias.

Natalia é graduada em Educação Física, pós-graduada em Treinamento Físico Personalizado e mestre em Ciências do Movimento Humano, todos pela UFRGS. Com mais de 25 anos de atuação na área do fitness e da saúde, ministrando aulas de hidroginástica e de pilates, é proprietária do estúdio Santé by Natalia Santos, em Porto Alegre. Atua também em cursos de formação nestas áreas.

Atual presidente do CREF9/PR, Branco é graduado em Educação Física pela UNOPAR. Criou o primeiro time profissional de vôlei do Paraná, o Canadá Londrina, e é um dos fundadores do Conselho Regional de Educação Física do seu Estado, onde presidiu a Comissão de Ética por nove anos. Branco também organizou o livro “Ginástica Laboral – Prerrogativa do profissional de Educação Física”, lançado em 2016 pelo CONFEF.

As lives do CREF2/RS ficam salvas no IGTV do Instagram. Clique aqui para conferir as edições passadas.

Confira a programação:

18 de agosto, terça-feira, às 17h
Natalia Santos (CREF 000621-G/RS)
Aulas de pilates na pandemia

19 de agosto, quarta-feira, às 17h
Antônio Branco (CREF 000009-G/PR)
Rumos da Educação Física no Brasil


lives Instagram



CREF2/RS realiza live sobre voleibol
03/07/2020
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vai dar continuidade, nos próximos dias, à sua programação de lives pelo Instagram. Na quinta-feira, dia 9 de julho, Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS) irá falar sobre o tema “Voleibol: da arbitragem à gestão”. A transmissão vai começar às 17h.

Cimino atualmente é conselheiro federal do CONFEF e presidente da Federação Gaúcha de Voleibol. Graduado em Educação Física pela UFRGS e pós-graduado em Gestão de Voleibol, foi professor da rede estadual de ensino, de 1978 a 1996, e árbitro internacional da FIVB, tanto de quadra como de praia. Já ministrou diversos cursos sobre a modalidade e integra a Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS.

Todas as lives do CREF2/RS ficam salvas no IGTV do Instagram. Clique aqui para assistir as edições passadas.

Confira a programação:

9 de julho, quinta-feira, às 17h
Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS)
Voleibol: da arbitragem à gestão

14 de julho, terça-feira, às 17h
Jorge Kovács (CREF 006197-G/MT)
Como fazer um bom treino em casa, com pouco ou nenhum acessório

16 de julho, quinta-feira, às 17h
Ednei Torresini (CREF 003786-G/RS)
Educação Física nos cruzeiros marítimos: nova possibilidade de atuação


Lives Instagram



CREF2/RS promove mais duas lives no Instagram
08/05/2020
Fonte: CREF2/RS

Nas próximas semanas, o CREF2/RS vai dar continuidade às suas lives no Instagram. Na quarta-feira, dia 13 de maio, Felipe Machado (CREF 008513-G/RS) irá conversar sobre o tema “Planejamento de carreira e gestão de negócios fitness e esportivos em tempos de crise”. Já na quinta-feira, dia 14 de maio, o Instagram do Conselho vai receber Alexandre Lazzarotto (CREF 002537-G/RS), para fazer a apresentação “A atuação do profissional de Educação Física no contexto da doença”. As duas transmissões iniciarão às 17h.

Machado é gestor de Recursos Humanos, mestre em Administração pela UFRGS, consultor e professor universitário nas áreas de gestão e desenvolvimento de pessoas. Treinador comportamental, leader & executive coach, certificado pela FEBRACIS. Sócio-diretor da Mentori – Desenvolvendo Pessoas e Negócios e da Superforce Crossfit, também tem experiência nas áreas de gestão de carreira, empreendedorismo e marketing de serviços em negócios fitness e esportivos.

Já Lazzarotto é doutor em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS e integrou o Grupo Técnico de Exercício Físico do Ministério da Saúde, sendo um dos autores do livro “Recomendações para a Prática de Atividades Físicas para Pessoas Vivendo com HIV e Aids”. Atua com atividades de promoção à saúde na Reserva Nacional do Niassa, em Moçambique. No país africano, também é professor e orientador em Mestrado em Saúde Pública. Tem experiência na área de pesquisa clínica, bioética, saúde baseada em evidências e atividade física em doenças crônicas.

Confira abaixo a lista com todas as transmissões ao vivo agendadas pelo CREF2/RS até o momento:

13 de maio, quarta-feira, às 17h
Felipe Machado (CREF 008513-G/RS)
Planejamento de carreira e gestão de negócios fitness e esportivos em tempos de crise

14 de maio, quinta-feira, às 17h
Alexandre Lazzarotto (CREF 002537-G/RS)
A atuação do profissional de Educação Física no contexto da doença

19 de maio, terça-feira, às 17h
Darlan Souza (CREF 015393-G/RS)
A progressiva retomada dos exercícios com total segurança

21 de maio, quinta-feira, às 17h
André Lopes (CREF 008061-G/RS)
Controle de carga na musculação


lives Instagram



Departamentos de Fiscalização da região sul fazem encontro em Santa Catarina
13/03/2020
Fonte: CREF3/SC

Os chefes dos Departamentos de Fiscalização do CREF2/RS, CREF3/SC e CREF9/PR estiveram reunidos na sede do Conselho Regional de Santa Catarina, nos dias 5 e 6 de março. O objetivo do encontro foi alinhar condutas de fiscalização e debater processos para atuação nos três Estados da região sul.

Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS), assessor de Fiscalização do CREF2/RS; Carlos Alberto de Carvalho Filho (CREF 012277-G/PR), supervisor de Fiscalização do CREF9/PR; e Jorge Alberto Bandeira Filho (CREF 013028-G/SC), chefe do Departamento de Fiscalização do CREF3/SC, detalharam as condutas de fiscalização de cada Estado, desde o layout dos documentos lavrados pela fiscalização, além das semelhanças e diferenças procedimentais. No encontro, também foi iniciado o planejamento do evento que pretende reunir os três Estados para promover a troca de conhecimento técnico e a capacitação dos funcionários e membros das Comissões de Ética Profissional e Orientação e Fiscalização.

“É fundamental alinhar as ações e os procedimentos para fortalecer a atuação da Fiscalização no sul do país. Com o evento, pretendemos discutir melhores práticas e aplicações da legislação relacionada com a prestação de serviços nas áreas das atividades físicas, recreativas e desportivas, destacando a importância dos ritos administrativos pautados pelos princípios da administração pública”, destaco o chefe do Departamento de Fiscalização do CREF3/SC. Mais detalhes do evento serão divulgados em breve.

Foto: CREF3/SC


Fiscalização COF



Fiscalização do CREF2/RS realiza força-tarefa em três municípios
12/11/2019
Fonte: CREF2/RS

Ao longo deste ano, a Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS traçou uma estratégia de organização para as operações de fiscalização do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), denominada Força-Tarefa. O processo teve origem em uma reunião realizada no início do ano, entre a COF, os profissionais de Educação Física e os proprietários de PJ's em Bento Gonçalves.

Na ocasião, os conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), Carla Pretto (CREF 006564-G/RS) e o assessor de Fiscalização Samuel Almeida (CREF 013510-G/RS) explicaram as ações e os processos de fiscalização, além de aspectos referentes à Lei do Estágio. Em contrapartida, os profissionais e os proprietários questionaram o Conselho sobre o exercício profissional e sobre as ações de fiscalização realizadas na região da Serra. Ao final do encontro, eles entregaram uma lista à COF, contendo nomes de 70 estabelecimentos com possíveis irregularidades e solicitaram uma ação efetiva por parte do CREF2/RS.

Bento Gonçalves

Com as informações repassadas na reunião, o DEFOR realizou uma investigação minuciosa dos dados, apresentando uma análise da situação à COF. A partir deste momento, foi dado início à operação, com a organização da primeira Força-Tarefa. Coordenada por Almeida, uma equipe composta por quatro fiscais foi deslocada nos dias 28 e 29 de maio para Bento Gonçalves. Durante a ação, os agentes fiscais do CREF2/RS visitaram 40 estabelecimentos, dos quais 22 estavam em situação regular, enquanto outros 18 apresentavam irregularidades. Eles lavraram 18 autos de infração de Pessoa Jurídica e 19 autos de infração de Pessoa Física.

Os casos de maior incidência nas autuações de Pessoa Jurídica foram relativas à infração nº 22 - permitir atuação de Pessoa Física exercendo atividade de profissionais de Educação Física e à infração nº 26 - estabelecimento sem profissional de Educação Física presente, ambas com 24% de incidência. Também foram flagradas as infrações nº 3 - Quadro de Profissionais desatualizado junto ao CREF2/RS, representando 17% das ocorrências, a infração nº 1 - empresa sem registro junto ao CREF2/RS - com 10%, e a infração nº 21 - permitir atuação de diplomado sem registro, com 7% de incidência.

Nas autuações de Pessoa Física, houve uma maior ocorrência da infração nº 13 – permitir atuação de Pessoa Física exercendo atividade de profissional de Educação Física – Exercício ilegal, com 32% de incidência. A infração nº 17 – infração ao Código de Ética atingiu 29% de incidência, enquanto que a infração nº 18 – Responsável Técnico descumprindo obrigações inerentes à função e a infração nº 12 – diplomado em Educação Física sem registro exercendo atividade profissional apresentaram, respectivamente, 25% e 7% de incidências.

Carazinho

A segunda operação Força-Tarefa foi acionada a partir de um ofício encaminhado ao CREF2/RS pelo promotor de Justiça Paulo Estevan, da Promotoria de Justiça Cível de Carazinho. O documento solicitava ao Conselho a fiscalização em oito estabelecimentos daquele município. De posse dos dados das academias, Gamboa e Almeida acompanharam a Força-Tarefa, que atuou no município entre os dias 25 e 26 de julho. Na operação, foram visitados 29 estabelecimentos, dos quais 19 estavam regulares e dez apresentavam irregularidades. A Força-Tarefa lavrou dez autos de infração de Pessoa Jurídica e sete autos de infração de Pessoa Física.

Nas autuações de Pessoa Jurídica, a maior incidência ocorreu com a infração nº 1 – sem registro junto ao CREF2/RS, que atingiu 40% das ocorrências. O segundo maior registro foi de academias que permitiam a atuação de Pessoa Física exercendo a atividade de profissionais de Educação Física – infração nº 22, com 30% de incidência; e a infração nº 26 – sem profissional de Educação Física presente, representando 30% das ocorrências.

Nas autuações de Pessoa Física, a infração nº 18 – RT descumprindo obrigações inerentes à função registrou o maior percentual de incidência, alcançando 57% dos autos, enquanto a infração nº 13 - permitir atuação de Pessoa Física exercendo atividade de profissional de Educação Física – Exercício Ilegal registrou 42% de incidência.

Rio Grande

A terceira Força-Tarefa foi estruturada nos mesmos moldes da operação realizada em Bento Gonçalves. No dia 17 de agosto, os conselheiros Alessandro Gamboa e Carla Pretto reuniram-se com profissionais de Educação Física e proprietários de PJ's do município de Rio Grande. Ao final do encontro, também houve cooperação dos profissionais e dos empresários, que encaminharam à COF uma lista com 27 possíveis estabelecimentos irregulares.

Após o DEFOR realizar a análise dos dados, formou-se a Força-Tarefa Rio Grande, composta por quatro fiscais, coordenados novamente por Almeida. A ação, desenvolvida entre os dias 7 e 12 de outubro, visitou 63 estabelecimentos, dos quais 34 estavam regulares e 29 irregulares. A Força-Tarefa lavrou 29 autos de infração de Pessoa Jurídica e 42 autos de infração de Pessoa Física. Na operação, cinco estabelecimentos foram fechados, com a necessidade de apoio da Brigada Militar em duas academias.

Nas autuações de Pessoa Jurídica, houve maior ocorrência da infração nº 1 - sem registro junto ao CREF2/RS, com 58% de incidência. A infração nº 22 - permitir atuação de Pessoa Física exercendo atividade de profissionais de Educação Física registrou 51% de ocorrências e a infração nº 26 – sem profissional de Educação Física presente alcançou 41% de incidência.

Os maiores casos vistos nas autuações de Pessoa Física foram relativos à infração nº 13 – permitir atuação de Pessoa Física exercendo atividade de profissional de Educação Física – Exercício ilegal, registrando 54,7% das autuações. A infração nº 27 – infração ao Código de Ética obteve 33,3% dos autos.

Denuncie irregularidades

Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link. Não são aceitas denúncias anônimas ou por telefone. O CREF2/RS mantém sob total sigilo os dados de todos os denunciantes.


Fiscalização COF



Fórum-RS assina termo de cooperação com Ministério Público para ações conjuntas
29/10/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última semana, o Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do Rio Grande do Sul (Fórum-RS) promoveu o IX Seminário de Fiscalização Profissional, na sede da OAB/RS. O evento, que teve o título “Orientação e fiscalização do estagiário ao profissional, outro olhar para a formação e o trabalho”, contou com uma palestra do assessor de fiscalização do CREF2/RS Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS).

Na ocasião, também foi assinado um termo de cooperação técnica entre o Fórum e o Ministério Público Estadual, que tem o objetivo de promover ações conjuntas voltadas para a aproximação e integração das instituições. Segundo Ricardo Breier, presidente do Fórum-RS e da OAB/RS, os Conselhos têm grande representatividade para cada profissão e para a cidadania. “Os Conselhos juntos representam a sociedade e atuam para, cada vez mais, buscar a ética e a fiscalização das profissões”, disse.

Além de representantes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) e da Comissão de Orientação e Fiscalização do CREF2/RS, o IX Seminário de Fiscalização Profissional também contou com a presença do secretário-geral do Ministério Público Estadual Júlio César de Melo, do coordenador da Câmara de Defesa da Sociedade do Fórum-RS José Pedro Martins e do coordenador do grupo de agentes fiscais do Fórum-RS Everton Borges.

Foto: Leonardo Kaller – OAB/RS


Fiscalização COF



Representantes do CREF8 realizam visita de três dias ao CREF2/RS
21/10/2019
Fonte: CREF2/RS

O presidente do Conselho Regional de Educação Física da 8ª Região (CREF8/AM-AC-RO-RR), Jean Carlo Azevedo da Silva (CREF 000964-G/AM), e Reinaldo Antony (CREF 001264-G/AM), conselheiro e presidente da Comissão de Ética da mesma autarquia, estiveram em visita oficial ao CREF2/RS durante os dias 16, 17 e 18 de outubro. O objetivo foi a troca de experiências em relação aos processos éticos e aos procedimentos de fiscalização, bem como estudos sobre dívida ativa e cobrança, envolvendo também ações judiciais, rotinas de atendimento, contratos e licitações, entre outros temas.

Iniciando o processo de imersão nas estruturas funcionais do CREF2/RS, os representantes do CREF8 reuniram-se, no dia 16, com o assessor de Fiscalização do CREF2/RS, Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS). Durante o encontro, foram explicados os vários procedimentos e ferramentas utilizados pelo Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), entre eles a abertura de Processos Administrativos de Fiscalização, Termos de Autuação e de Cooperação, por exemplo.

No dia 17, os membros do CREF8 foram convidados a participar da reunião da Comissão de Orientação e Fiscalização (COF). Segundo Silva, as apresentações de relatórios sobre processos éticos, realizados pelo CREF2/RS durante as plenárias do CONFEF, despertaram sua atenção, pois demonstravam a excelente operacionalidade do Código Processual de Ética. "Na ocasião, podemos constatar que a minuta apresentada contempla as necessidades da categoria e da sociedade”, afirmou.

Por último, o presidente e o conselheiro do CREF8 reuniram-se com Matheus Bergmann, assistente Jurídico do CREF2/RS, que apresentou um fluxograma detalhado do Departamento Jurídico, bem como explicou detalhes sobre a construção de documentos, modelos de processos e dívida ativa. Silva disse que levará referências da legislação estadual gaúcha, além de resoluções e o regimento da Comissão de Ética do CREF2/RS, para serem estudadas e adequadas à realidade dos estados abrangidos pelo CREF8.


CREF8



CREF2/RS divulga finalistas do Troféu Destaque 2019
21/08/2019
Fonte: CREF2/RS

Na manhã desta quarta-feira, dia 21 de agosto, o CREF2/RS divulgou os nomes de todos os finalistas do Troféu Destaque 2019. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, terá a sua cerimônia de entrega realizada no dia 31 de agosto, no Grêmio Náutico União.

Divididos em quatro categorias, os finalistas listados abaixo, em ordem alfabética, foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho, durante o último mês de julho. Outras duas categorias – Personalidade e Mérito da Educação Física – terão os seus ganhadores eleitos diretamente pela Plenária. Todos os vencedores do Troféu Destaque serão conhecidos somente no dia 31 de agosto.

As empresas que estão completando dez anos de registro ininterrupto, em 2019, também serão homenageadas na cerimônia. Confira os finalistas:

Categoria Profissional – Atuação Bacharelado:

Camilla Padilha da Silva Dutra (CREF 025641-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Faculdade Sogipa, é criadora do método de treinamento Generation System e sócia-proprietária da Kangoo Top Team, empresa especializada em kangoo jumps. Atua em academias de Porto Alegre.

Roberta Anselmo Borges (CREF 007239-G/RS)
Graduada em Educação Física pela UFPel e pós-graduada em marketing esportivo e academias de ginástica, é proprietária da Academia VO2 Beta, em Pelotas, há 18 anos. Atua na área fitness com aulas de jump, step, local e é uma das referências em todo o Estado nas modalidades kangoo jumps, board fitness e HUGS 7.

Tiago Barrionuevo Proença (CREF 012034-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, é proprietário da BPro – Treinamento Físico Funcional, em Porto Alegre. É um dos precursores da modalidade no Rio Grande do Sul e também ministra diversos cursos sobre o assunto no Brasil e no exterior.

Categoria Profissional – Atuação Licenciatura:

Anelise Reis Gaya (CREF 024009-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, tem doutorado pela Universidade do Porto, em Portugal. Atualmente é docente da ESEFID da UFRGS e professora do Programa de Pós-graduação em Ciências do Movimento Humano. É coordenadora do Projeto Esporte Brasil e atua em várias iniciativas relacionadas à promoção da saúde nas aulas de Educação Física Escolar.

Fabiani Dias da Silveira (CREF 002949-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, tem mais de 30 anos de experiência na Educação Física Escolar e atualmente é professor do Colégio Sinodal do Salvador, de Porto Alegre. Em Novo Hamburgo, atua também em um projeto social que fomenta o handebol em escolas municipais, formando equipes para participar de diversos campeonatos. Foi professor substituto da cadeira de handebol da ESEFID/UFRGS, de 2011 a 2012 e é o criador de um projeto de intercâmbio técnico e cultural de handebol entre o Brasil e a Áustria.

Josiane Margarete de Araújo Fassini (CREF 013909-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Ulbra Canoas e pós-graduada pela UFRGS em Mídias e Educação, é professora da Escola Municipal Miguel Couto, em Nova Santa Rita. Atua com a inclusão através do projeto “Educação Física Inclusiva na EJA”, com atividades desportivas adaptadas, como goalball e vôlei sentado. É também coordenadora do projeto “A Escola da Universidade”, em parceria com o curso de Educação Física da Ulbra.

Categoria Profissional – Atuação Projeto Social:

Evandir Ricardo Viegas Ferraz (CREF 008382-P/RS)
Conhecido pelo nome artístico Mike Júnior, é professor de street dance no Ballet Gutierres, em Porto Alegre. Pioneiro em adotar e explorar a cultura hip hop em suas aulas, há 15 anos desenvolve um projeto social no Centro Comunitário da Vila Orfanotrófio, na zona sul de Porto Alegre, aproximando crianças carentes da dança. É idealizador da modalidade hip hop fitness e instrutor de step nas academias Movere Fitness, HF Personal Training e Fit Academia.

Rosani Oliveira Franco (CREF 005930-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, é coordenadora do Instituto Tênis – Núcleo Porto Alegre. O projeto, que já atendeu quatro mil crianças, tem o objetivo de desenvolver o tênis e de transformar o Brasil numa potência do esporte nos próximos 20 anos, oferecendo a modalidade gratuitamente para crianças de escolas municipais e estaduais, que dificilmente teriam acesso, através de aulas regulares de Educação Física e com atividades em parques públicos.

Tânia Beatriz Rodrigues da Silva (CREF 027013-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Universidade La Salle, atua no SESI/FIERGS como monitora de esportes. Há 14 anos também é voluntária na Associação dos Amigos do Centro Olímpico Municipal (AACOM), em parceria com a Prefeitura Municipal de Canoas, ministrando aulas de fitness e de ritmos.

Categoria Pessoa Jurídica:

Fazendo Onda (CREF 001345-PJ/RS)
Em atividade desde 2002, a Fazendo Onda é uma escola de natação e academia de Igrejinha. Além de aulas de natação, hidroginástica e caminhada aquática, também desenvolve projetos de emagrecimento para grupos de pessoas com IMC acima da faixa “Obesidade 1”, com duração de seis meses e prêmios para os melhores resultados. Em quatro etapas realizadas até o momento, ajudou a eliminar mais de 620kg somente através da atividade física.

Fit Academia (CREF 002825-PJ/RS)
Em atividade desde 2014, a Fit Academia é de Porto Alegre e conhecida pelo seu ambiente familiar. Oferece diversas atividades aos seus alunos, como grupo de corrida, treinamento funcional e yoga. Como diferenciais tem o Circuito 60+, dedicado ao público da terceira idade, e cumpre todas as normas de acessibilidade, como rampas de acesso para cadeirantes, banheiro adaptado no térreo e elevador interno.

Sublime Academia (CREF 001162-PJ/RS)
Em atividade desde 2008, a Sublime Academia é de Santa Cruz do Sul e busca contribuir para o equilíbrio físico e mental dos seus alunos, com um ambiente agradável e acolhedor. Conta com uma ampla estrutura, totalmente climatizada, com diversas opções de atividades, como pilates, treinamento funcional, musculação e outras tantas aulas coletivas, ministradas por profissionais altamente qualificados e comprometidos.


Troféu Destaque



CREF2/RS participa de ação de fiscalização conjunta em Caxias do Sul
26/07/2019
Fonte: CREF2/RS

Ao longo desta semana, o Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS participou de uma ação de fiscalização conjunta em Caxias do Sul. A iniciativa, promovida pelo Grupo de Agentes Fiscais do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do Rio Grande do Sul (FÓRUM-RS), contou também com o apoio da Vigilância Sanitária.

De acordo com a agente fiscal do CREF2/RS Fabiane Liell (CREF 020063-G/RS), o foco desta atividade foi visitar estabelecimentos relacionados à área da saúde, como hospitais, academias e clínicas estéticas. “Nós estivemos envolvidos em uma semana de muita troca de experiências, vivência de outras realidades e crescimento profissional. Foi muito gratificante poder conhecer rotinas, dificuldades e propósitos de outros Conselhos, percebendo como todos nós lutamos pelas nossas profissões e defendemos a sociedade”, avaliou a agente fiscal.

Com a participação de agentes fiscais dos Conselhos de Fonoaudiologia, Enfermagem, Nutricionistas, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Biomedicina, Farmácia, Engenharia e Agronomia, Medicina, Psicologia, Administração e Medicina Veterinária, o trabalho coletivo foi considerado extremamente positivo e de grande repercussão, tanto entre empresários e clientes que estavam frequentando estes espaços no momento das visitas. “Esperamos que mais ações com esta sejam realizadas pelo FÓRUM-RS, com o intuito de coibir cada vez mais o exercício ilegal ou irregular das profissões”, concluiu Fabiane.


Fiscalização Caxias do Sul



Acadêmica da Unisinos realiza pesquisa sobre o uso da Anatomia Humana com registrados no CREF2/RS
19/03/2019
Fonte: CREF2/RS

A acadêmica do curso de Educação Física da Unisinos Jéssica Scherer, sob orientação do professor João Antônio Bonatto Costa (CREF 001834-G/RS) está desenvolvendo uma pesquisa com os profissionais registrados no CREF2/RS para o seu Trabalho de Conclusão de Curso. O objetivo do trabalho é mensurar o impacto dos conhecimentos contidos na Anatomia Humana na formação acadêmica e a sua aplicação nas áreas da saúde, do fitness, do rendimento e da educação. Os interessados em participar devem responder um formulário eletrônico neste link.

Para participar do estudo, o profissional precisará escolher somente uma das áreas de atuação indicadas, mesmo que exerça a sua atividade em mais de um campo de trabalho. As áreas pré-definidas são educação, esporte de rendimento, exercício físico para pessoas em condições específicas de saúde e fitness/estética. As respostas serão coletadas até o dia 29 de março de 2019.

Os dados coletados são confidenciais e serão utilizados somente para fins de pesquisa, sendo mantido o sigilo em relação à identidade do voluntário. O estudo não oferece nenhum tipo de risco ou benefício direto aos participantes. Em caso de dúvida, você pode contatar a acadêmica pelo telefone (51) 99820-1766 ou o seu orientador pelo número (51) 99123-5874.


Pesquisas acadêmicas



CREF2/RS alerta sobre cuidado ao escolher personal trainer
18/03/2019
Fonte: Zero Hora

Assim como os números de obesidade e sedentarismo, cresce também a quantidade de ofertas que prometem uma grande perda de peso em um curto intervalo de tempo. Basta uma simples espiada nas redes sociais para ser exposto a uma enxurrada de fotos e anúncios de treinos e métodos ditos milagrosos. Mas é bom ficar atento: embora não haja uma legislação específica sobre a atuação de profissionais de Educação Física no meio online, é fundamental que ele, além de formado, esteja registrado junto ao CREF2/RS.

Para garantir tanto a qualidade do serviço prestado quanto a segurança dos alunos, só em 2018, o Conselho notificou mais de 500 pessoas por exercício ilegal da profissão. Foram flagrados não só indivíduos que atuam de forma ilegal em meios eletrônicos, mas também aqueles que trabalham de forma irregular em academias e outros estabelecimentos sem o devido registro.

O assessor institucional do CREF2/RS Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS) explica que, depois de autuados, os flagrados em exercício ilegal da profissão de Educação Física são apresentados ao Ministério Público, onde as denúncias são investigadas e podem resultar em multa ou prisão, segundo artigo 47 da Lei de Contravenções Penais brasileira. “As consequências para os profissionais que cometerem falhas técnicas e/ou éticas na prestação dos serviços de condicionamento físico podem ser: advertência, multa, suspensão ou cancelamento de registro profissional”, lista.

O que cuidar na hora de contratar um personal

Cada vez mais populares, os programas de treino online ainda não têm regras definidas pelo CONFEF. O que o Conselho defende é o cuidado com a personalização do atendimento. “A ideia é ter um treinamento individualizado. Esses treinos milagrosos são para vender e não dão conta dessas questões”, alerta o diretor da Escola de Educação Física da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e 2º secretário do CREF2/RS Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS).

Como não há legislação que trate da prescrição de treinos virtuais, Almeida desaconselha essa modalidade e destaca que a responsabilidade por qualquer possível problema enfrentado pelo aluno recai sobre o profissional. “Ele não é impedido de fazer, porém assume a responsabilidade técnica e ética por uma eventual parada cardíaca, respiratória ou lesão muscular pela prescrição sem relatório de anamnese”.

Antes de contratar um personal, fique atento:

Dê preferência aos profissionais que podem atender presencialmente
“Só eles poderão fazer uma avaliação física correta e prescrever um treino condizente com possíveis lesões”, indica Almeida.

Confirme o registro do profissional
Mesmo que tenha diploma, o profissional só poderá atuar de forma regular se estiver com registro em dia junto ao conselho regional. Para verificar isso, basta procurar o nome do profissional nos sites do CONFEF e do CREF2/RS.


Zero Hora personal trainer



CREF2/RS fecha uma academia e autua 10 estabelecimentos irregulares
18/02/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 27 de janeiro e 2 de fevereiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 40 visitas de fiscalização, que resultaram no fechamento de uma academia irregular em Passo Fundo. Não havia nenhum profissional para assumir as atividades no local. Os fiscais também atenderam seis denúncias e autuaram 10 estabelecimentos irregulares.

Neste período, foram flagrados seis estabelecimentos sem registro de empresa e um funcionando sem profissional presente no momento da visita. Além destes casos, os fiscais apuraram a presença de leigos em exercício ilegal da profissão em duas academias, um Responsável Técnico descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de um diplomado atuando sem registro profissional.

As cidades visitadas foram Passo Fundo, Torres, Capão da Canoa, Sapucaia do Sul e São Leopoldo. Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link


DEFOR



CREF2/RS fecha uma academia irregular e autua seis estabelecimentos
01/02/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 13 e 19 de janeiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 23 visitas de fiscalização, que resultaram no fechamento de uma academia irregular em Porto Alegre. Não havia nenhum profissional para assumir as atividades no local. Os fiscais também atenderam 12 denúncias e autuaram seis estabelecimentos irregulares.

Neste período, foram flagrados dois estabelecimentos sem registro de empresa e outros três funcionando sem profissional presente no momento da visita. Além destes casos, os fiscais apuraram a presença de leigos em exercício ilegal da profissão em duas academias. A ação ainda autuou dois leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, três diplomados atuando sem registro profissional, além de um Responsável Técnico descumprindo as obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Internamente, o DEFOR protocolou 14 denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE e cinco Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS), abertos para empresas reincidentes em infrações gravíssimas. Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua cinco estabelecimentos irregulares no início de janeiro
30/01/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 1º e 12 de janeiro de 2019, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 29 visitas de fiscalização, atendendo denúncias e autuando cinco estabelecimentos irregulares em Porto Alegre, São Gabriel e Caçapava do Sul. Neste período, os fiscais flagraram quatro estabelecimentos sem registro de empresa e outros quatro funcionando sem profissional presente no momento da visita. Também ficou constatado o descumprimento do Termo de Cooperação firmado por uma academia com o Conselho. O estabelecimento empregava leigos em exercício ilegal da profissão.

Os agentes fiscais ainda autuaram dois leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, além de um Responsável Técnico descumprindo as obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Internamente, o DEFOR protocolou 51 novas denúncias recebidas por meio do formulário no site do Conselho (link abaixo), além de notificar 21 empresas e pessoas por não se regularizaram ou se justificarem após o vencimento do prazo das suas autuações. Também foram encaminhadas 38 novas denúncias à Comissão de Ética Profissional – DCE, bem como ocorreu a instalação de sete Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS, relativos a empresas que reincidiram em infrações gravíssimas.

Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS finaliza 2018 fiscalizando quatro municípios
16/01/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 16 a 22 de dezembro de 2018, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, visitaram quatro municípios, nas mais variadas regiões do Estado. Nesta ação, eles atenderam três denúncias e autuaram um estabelecimento por não possuir registro da empresa, além de ter em seu quadro funcional um profissional atuando com seu registro baixado/suspenso.

Em seu trabalho interno, o DEFOR protocolou 10 novas denúncias através do site do CREF2/RS. O Departamento também registrou 10 justificativas e recursos, além de encaminhar três denúncias à Comissão de Ética Profissional – DCE . Também foram abertos dois Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS para empresas reincidentes em infrações gravíssima.

Neste período, os agentes do CREF2/RS estiveram nas cidades de Porto Alegre, Caçapava do Sul, Bento Gonçalves e Estância Velha. Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua 13 estabelecimentos nas duas primeiras semanas de dezembro
08/01/2019
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 2 e 15 de dezembro de 2018, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 53 visitas de fiscalização, atendendo 29 denúncias e autuando 13 estabelecimentos, em 17 municípios, nas mais variadas regiões do Estado.

Os fiscais flagraram nestas duas semanas oito estabelecimentos sem registro de empresa, duas funcionando sem profissional presente no momento da visita, uma academia descumprindo o Termo de Cooperação firmado com o Conselho e permitindo a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão. Os agentes fiscais do CREF2/RS ainda autuaram quatro pessoas por algum tipo de infração, sendo três diplomados atuando sem registro profissional, além de um Responsável Técnico descumprindo as obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Internamente, o DEFOR emitiu 28 notificações para Pessoas Físicas e Jurídicas que não se regularizam após vencido o prazo estipulado no momento da visita. Também foram abertos oito Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS) referentes a casos de empresas flagradas em reincidência de infrações gravíssimas cometidas.

Neste período, os agentes fiscais do CREF2/RS estiveram nas cidades de Novo Hamburgo, Esteio, Porto Alegre, São Sebastião do Caí, Montenegro, Picada Café, São José do Hortêncio, Gravataí, Erechim, Áurea, Maximiliano de Almeida, Centenário, Caxias do Sul, Chuí, Santa Vitória do Palmar, São José do Norte e Rio Grande. Você pode contribuir com o trabalho da Fiscalização encaminhando a sua denúncia pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha uma academia irregular em Dom Feliciano
03/12/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 11 e 17 de novembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram seis visitas de fiscalização no interior do Estado, que resultaram o fechamento de uma academia irregular no município de Dom Feliciano. O estabelecimento não possuía registro e não contava com um profissional devidamente habilitado ministrando as atividades no local no momento da visita.

No mesmo período, também foram atendidas quatro denúncias, com dois estabelecimentos autuados. Uma academia não possuía registro da empresa, outra funcionava sem um profissional responsável no local e uma terceira permitia o exercício ilegal da profissão e a presença de estagiários sem o Termo de Compromisso de Estágio (TCE) assinado.

Os agentes fiscais ainda autuaram duas pessoas, uma por exercício ilegal da profissão e um Responsável Técnico por descumprir as suas obrigações e o Código de Ética. Além de Dom Feliciano, os municípios visitados no interior foram Caxias do Sul, Tapes, Camaquã e Cristal. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


Fiscalização



Comissão de Orientação e Fiscalização apresenta números da Gestão 2015/2018
22/11/2018
Fonte: CREF2/RS

O Estatuto do CREF2/RS prevê a organização de comissões para assessoramento do Conselho. Dentre as principais está a Comissão de Orientação e Fiscalização (COF). Formada por profissionais de Educação Física escolhidos pela Plenária, a COF tem o objetivo de orientar a fiscalização do exercício profissional, programar e supervisionar as atividades desenvolvidas pela Fiscalização e elaborar instruções para o exercício da fiscalização, atendendo aos fundamentos legais pertinentes, entre outros.

A última gestão da COF, que atuou entre os anos de 2015 a 2018, foi presidida pelo atual 2º vice-presidente do CREF2/RS, Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS). Ao final deste ciclo, a Comissão está divulgando as principais ações realizadas no período e a contribuição para a sociedade e para os interesses da Educação Física.Entre muitos dados e análises, o estudo destaca as principais ações realizadas pela Comissão, apontadas abaixo:

Instrumentalização da Comissão de Orientação e Fiscalização

Apropriação das atribuições conferidas estatutariamente para a Comissão de Orientação e Fiscalização, que estava sendo realizada pelas áreas de Fiscalização e Jurídico, desonerando os departamentos e permitindo o foco nas ações de fiscalização.

Elaboração dos Pareceres COF

Após um detalhado estudo técnico da legislação, os profissionais de Educação Física, membros da Comissão, elaboram pareceres opinando pelas sanções a serem aplicadas, com a devida ciência e homologação do Plenário do CREF2/RS. Por exemplo, opinam pela orientação direta aos representantes legais das pessoas jurídicas mediante audiências.

Processo Administrativo de Fiscalização

Todo o processo fiscalizatório foi revisado e reorganizado, com a definição de procedimentos padrões e prazos, desde a visita do Agente de Fiscalização e Orientação até a aplicação de penalidades administrativas. Sendo que todas as ações cumprem o que dispõe a legislação sobre o processo administrativo no âmbito da administração pública federal.

Revisão da Legislação

A COF fez uma revisão completa da legislação que fundamenta os dispositivos da Resolução de Multas do CREF2/RS, adaptando a realidade da área.
- Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional: realizado em Porto Alegre, o evento propôs o alinhamento de procedimentos entre os Conselhos de Educação Física da região sul.

Ciclo de Palestras

Eventos de orientação realizado em diferentes regiões do Rio Grande do Sul.

Treinamentos

A COF realizou capacitações dos Agentes de Orientação e Fiscalização e demais funcionários do Conselho acerca das atualizações das legislações em vigor, bem como, sobre os procedimentos adotados nas ações.

Os resultados obtidos ao longo dos 3 anos de trabalho foram positivos. Destacam-se o crescimento de 26,32% no registro de pessoas jurídicas comparado à situação de 2015. Para os membros da Comissão, este número provém da conscientização dos proprietários de estabelecimentos que trabalham com atividade física da importância do registro e da regulamentação das atividades da área.

Em relação ao número de ações de orientação e fiscalização, conforme o relatório, verifica-se que o número de visitas manteve uma média de 2.300 fiscalizações ao ano, sendo que 53% foram visitas de rotina e 47% atuaram no atendimento de denúncias. A COF reforça que 100% das denúncias recebidas pelo Departamento de Fiscalização foram atendidas.

O relatório também coloca que, proporcionalmente ao número de visitas realizadas, houve uma redução de 3% do número de flagrantes de irregularidades durante as ações fiscalizatórias, assim como, aumentou em 7% o número de oportunidades onde foi constatado que os estabelecimentos visitados funcionavam de maneira regular, ou seja, dentro do estabelecido na legislação. Isto denota que as empresas estão mais preocupadas em manter o seu funcionamento de maneira regular, atendendo as exigências legais e incorrendo, cada vez menos, em infrações.

Além disso, houve uma diminuição de 25% dos processos administrativos arquivados por erros ou falta de elementos que garantissem a sua continuidade, o que demonstra o aprimoramento e a eficiência da fiscalização como um todo, desde o preenchimento da documentação até a aplicação de sanção.

O relatório apresentado também serviu de base para o planejamento das ações da próxima gestão da Comissão de Orientação e Fiscalização. Os novos membros foram escolhidos na Plenária de outubro de 2018 do CREF2/RS, sendo que o profissional Alessandro Gamboa foi mantido como presidente da COF e, segundo ele, “a Comissão realizou um trabalho eficiente pautado no ética e na legislação, mas muito ainda há de ser feito em prol dos profissionais e dos estabelecimentos da área da Educação Física, não esquecendo da necessária defesa da sociedade, cumprindo a missão deste Conselho”.


Comissão de Orientação e Fiscalização



DEFOR autua 15 estabelecimentos irregulares na primeira semana de novembro
21/11/2018
Fonte: CREF2/RS

Os trabalhos do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS prosseguiram na primeira semana de novembro. Os agentes realizaram neste período 46 visitas de fiscalização, ações que resultaram em 15 estabelecimentos autuados por alguma irregularidade. Deste total, nove deles não possuíam registro da empresa e sete funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Também foram flagrados sete academias permitindo a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão.

Entre os dias 4 e 9 de novembro, os fiscais autuaram 17 pessoas, dentre elas nove leigos estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Os agentes também constataram que três profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam o Código de Ética Profissional, bem como quatro Responsáveis Técnicos descumpriam obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de um diplomado atuando sem registro profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Santa Cruz do Sul, Venâncio Aires, Rio Pardo, Torres, Capão da Canoa, Xangri-lá, Osório, Farroupilha, Flores da Cunha, Casca, Marau e Água Santa. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua sete estabelecimentos irregulares no final de outubro
09/11/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram, entre os dias 21 de 27 de outubro, 17 visitas de fiscalização, atendendo totalmente oito denúncias, o que resultou em sete estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Os fiscais constataram que três estabelecimentos não possuíam registro da empresa e dois funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Além disso, outras quatro academias permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Os agentes também autuaram oito pessoas por inúmeras infrações, sendo flagrados seis leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE, um Responsável Técnico descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de um diplomado atuando sem registro profissional. As cidades visitadas foram Porto Alegre, Caxias do Sul, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Farroupilha, São Marcos e Flores da Cunha. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



Novos conselheiros e Diretoria do CREF2/RS tomam posse
30/10/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou, ontem à tarde, dia 29 de outubro, a cerimônia de posse dos seus novos conselheiros. O evento, organizado na Câmara Municipal de Porto Alegre, marcou o início do mandato de seis anos de metade dos membros do Plenário, que foram escolhidos pelos profissionais de Educação Física nas eleições de setembro.

Com a presença de representantes do Governo do Estado, da Prefeitura, da Federação Internacional de Educação Física (FIEP) e de outros Conselhos Profissionais, os presentes foram conduzidos aos seus cargos pela ex-presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que também fez o discurso de abertura. Ela salientou o crescimento do CREF2/RS nos últimos anos e os desafios que serão enfrentados para uma maior valorização dos profissionais no futuro.

Os novos membros do Plenário, com os demais conselheiros eleitos, ainda se reuniram para eleger a Diretoria do CREF2/RS para os próximos três anos. Atuando fortemente em nome dos profissionais de Educação Física, a nova gestão assume com o compromisso reabrir o CREF Serra e de criar representações regionais, de buscar a redução dos valores de anuidades, de trabalhar pela diminuição das taxas pagas ao ECAD, de aumentar e qualificar as ações de fiscalização e de proporcionar uma maior participação do Conselho na construção de políticas públicas, lutando também contra os cursos EAD na área.

A nova diretoria do CREF2/RS é composta por:

Presidente: José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, José Edgar foi subsecretário de Esportes do Rio Grande do Sul, diretor técnico da Fundergs e, recentemente, Secretário Municipal de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre, de 2010 a 2016.

1º Vice-Presidente: Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, Giovanni é pós-graduado em Treinamento Desportivo e diretor da CB Brasil – Saúde Sport e Fitness.

2º Vice-Presidente: Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS)
Graduado pelo IPA e pós-graduado em Ciências da Saúde e em Administração e Marketing Esportivo, Alessandro é sócio-diretor da G2 Sports e consultor de academias.

1º Secretário: Claudio Franzen (CREF 003304-G/RS)
Graduado em Educação Física e pós-graduado em Dança e Consciência Corporal pela Universidade Gama Filho, Claudio é mestre em Pedagogia em Educação Física e pentacampeão mundial de Ginástica Aeróbica. Atualmente é Gestor de Esporte da Prefeitura de Porto Alegre.

2º Secretário: Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS)
Graduado pela UFRGS e doutor em Ciências do Esporte, Eduardo é o atual coordenador do curso de Educação Física da UFPel. Foi professor da Ulbra e presidente do CREF2/RS entre 2010 e 2014.

1º Tesoureiro: Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UFRGS, Alessandro é mestre em Reabilitação e Inclusão pelo IPA e também pós-graduado em Ergonomia do Trabalho e em Gestão de Pessoas Estratégicas e Negócios. Atualmente é diretor da GPA Soluções em Educação e Saúde Corporativa.

2ª Tesoureira: Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA e pós-graduada em Treinamento Desportivo e em Cinesiologia, Luciane foi coordenadora das academias Bodytech e INEXX. Atualmente é coordenadora técnica da Sogipa e presidente da APEF, desde 2015.

Os demais membros recém-eleitos do CREF2/RS:

Luciane Paz (CREF 003952-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, Luciane é pós-graduada em Gestão de Academia. No momento, atua como personal trainer e instrutora de diversas academias, como Espaço Ativo, Academia Alternativa e Academia Moinhos Fitness.

Bruno Araújo (CREF 012860-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UFpel e pós-graduado em Reabilitação Cardíaca pela Universidade Gama Filho, Bruno é sócio-proprietário da Academia Moinhos Fitness, de Pelotas.

Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UCS, Carla é pós-graduada em Educação Física Escolar pela Universidade Gama Filho e mestre em Reabilitação e Inclusão pelo IPA. É proprietária da Academia Físico Fashion e criadora do programa de exercícios físicos para crianças Serelepe Fit.

Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA e pós-graduado em Ciências do Esporte e em Fisiologia do Exercício, Carlos foi campeão de gaúcho de Ginástica Aeróbica em diversas oportunidades e desde 1998 atua como personal trainer em academias e condomínios.

Rodrigo Campos (CREF 001530-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, Rodrigo é pós-graduado em Ciências do Esporte pela PUCRS. Atua como personal trainer e instrutor de musculação da Academia Bodytech, em Porto Alegre, desde 2006.

Os novos membros suplentes do Conselho são:

Roberta Pinto (CREF 004665-G/RS)
Graduada em Educação Física pela URCAMP, Roberta é pós-graduada em Atividade Física Adaptada e em Administração e Qualidade. Foi proprietária da Atlhética Academia, de Bagé, e desde 2017 é coordenadora técnica das Academias do SESC/RS.

Everton Gomes (CREF 002615-G/RS)
Graduado em Educação Física pela Ulbra Canoas, Everton é pós-graduado em Dança e Consciência Corporal pela Universidade Gama Filho. É professor e proprietário da Academia Corpo e Forma, de Guaíba.

Ninon Leal (CREF 001350-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Ulbra, Ninon é pós-graduada em Ciências do Esporte e Treinamento Físico pela UFRGS. Foi professora de Educação Física Escolar em diversos municípios e atualmente é sócia-proprietária das academias Pró Fitness.

Any Mery Lunardi (CREF 001765-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, Any Mery é professora de ginástica e sócia-proprietária da academia Aerostep, de Porto Alegre.


Eleições conselheiros



DEFOR fecha duas academias e autua outras 33 irregulares
15/10/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram, entre os dias 23 de setembro a 6 de outubro, 86 visitas de fiscalização, atendendo totalmente 59 denúncias, o que resultou em 33 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Duas academias foram fechadas, uma na cidade de Viamão e outra em Carlos Barbosa. Ambas não apresentavam nenhum profissional para assumir as atividades. Os fiscais constataram que 18 estabelecimentos não possuíam registro da empresa, e que 16 funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Além disso, outras 13 academias permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Duas academias descumpriam o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Os agentes também autuaram 27 pessoas por inúmeras infrações, sendo flagrados 16 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE, três profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, cinco Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de quatro diplomados atuando sem registro profissional.

Entre as 21 cidades visitadas, estão Novo Hamburgo, São Leopoldo, Campo Bom, Estância Velha, Porto Alegre, Eldorado do Sul, Charqueadas, Guaíba, Viamão e Alvorada. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias irregulares na terceira semana de setembro
08/10/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 16 e 22 de setembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 31 visitas de fiscalização e orientação no estado, o que resultou no fechamento de duas academias irregulares, uma localizada no município de Esteio e outra em Caxias do Sul. Os estabelecimentos não apresentavam nenhum profissional responsável pelas atividades no momento da visita. Também foram atendidas 30 denúncias, resultando em 16 estabelecimentos autuados. Deste total, nove deles não possuíam registro da empresa, outros sete funcionavam sem o profissional presente no momento da visita e seis academias permitiam a atuação de leigos, caracterizando exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Durante a terceira semana de setembro, os fiscais autuaram nove pessoas, entre elas cinco leigos atuavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, dois profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam o Código de Ética Profissional, bem com três Responsáveis Técnicos descumpriam obrigações inerentes as suas funções e também infringiam o Código de Ética. Os municípios visitados neste período foram Porto Alegre, Caxias do Sul, Canoas e Esteio. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias irregulares em Porto Alegre
27/09/2018
Fonte: CREF2/RS

Os trabalhos do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS prosseguiram na segunda semana de setembro. Os agentes realizaram neste período 26 visitas de fiscalização, ações que resultaram no fechamento de duas academias em Porto Alegre. Os estabelecimentos não apresentavam nenhum profissional responsável pelas atividades no momento da visita. Também foram atendidas 14 denúncias, resultando em 12 estabelecimentos autuados. Deste total, sete deles não possuíam registro da empresa, seis funcionavam sem o profissional presente no momento da visita e uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 9 e 15 de setembro, os fiscais autuaram duas pessoas, dentre elas uma atuava fora da área de formação e infringia o Código de Ética Profissional e um Responsável Técnico descumpria as obrigações inerentes a suas funções, infringindo o Código de Ética Profissional. Os municípios visitados durante o período foram Minas do Leão, Eldorado, Guaíba, Porto Alegre, Três Coroas e Parobé. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha uma academia e autua outras sete no início de setembro
24/09/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 2 e 8 de setembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 17 visitas de fiscalização e orientação no estado, o que resultou no fechamento de uma academia irregular no município de Teutônia. O estabelecimento não apresentava nenhum profissional responsável pelas atividades no momento da visita. Também foram totalmente atendidas 12 denúncias, com sete estabelecimentos autuados. Deste total, três deles não possuíam registro da empresa, outros três funcionavam sem o profissional presente no momento da visita e duas academias permitiam a atuação de leigos, caracterizando exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Neste período, os fiscais autuaram sete pessoas, entre elas duas atuavam em exercício ilegal da profissão ou os estagiários não possuíam o Termo de Compromisso de Estágio, dois profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam o Código de Ética Profissional, bem com dois Responsáveis Técnicos descumpriam obrigações inerentes a suas funções e também infringiam o Código de Ética.

Os municípios visitados foram Frederico Westphalen, Rodeio Bonito, Trindade do Sul, Barra do Guarita, Boa Vista das Missões, Teutônia e Arroio do Meio. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha uma academia e autua outras 15 irregulares
12/09/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 19 de agosto e 1º setembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 54 visitas de fiscalização, ação que resultou no fechamento de uma academia irregular em Passo Fundo. O estabelecimento não apresentava nenhum profissional responsável pelas atividades no momento da visita. Também foram totalmente atendidas 16 denúncias, com 15 estabelecimentos autuados. Deste total, 15 deles não possuíam registro da empresa, três funcionavam sem o profissional presente no momento da visita e duas permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Nestas duas semanas, os fiscais autuaram nove pessoas, dentre elas havia sete leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o Termo de Compromisso de Estágio, seis profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, bem como dois diplomados trabalhando sem registro profissional. Um Responsável Técnico descumpria as obrigações inerentes a suas funções, infringindo o Código de Ética Profissional, além de dois diplomados atuarem sem registro profissional. Também foi surpreendida uma pessoa atuando com seu registro profissional baixado.

Os municípios visitados durante o período foram Anta Gorda, Dois Lajeados, Muçum, Lajeado, Bagé, Dom Pedrito, Passo Fundo, Santa Maria, Portão e Novo Hamburgo. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha uma academia e autua outras nove irregulares
28/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Na segunda semana de agosto, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 38 fiscalizações, fechando uma academia em Uruguaiana por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades. Ao todo, 10 denúncias foram totalmente atendidas, resultando em nove estabelecimentos autuados. Destas irregularidades, constatou-se quatro academias sem registro da empresa, outras quatro funcionando sem profissional presente no momento da visita, além de uma academia permitir a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão, além de outra descumprir o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 12 e 18 de agosto, oito pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo flagrados um leigo em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, outros três Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes as suas funções. Os fiscais também constataram um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de dois diplomados sem registro profissional.

Em seu trabalho interno, o DEFOR protocolou 54 novas denúncias através do formulário no site e emitiu novas 32 notificações, além de encaminhar 11 processos de Ação Civil Pública (ACP) para empresas sem registro. As cidades visitadas pelos fiscais na segunda semana de agosto foram Uruguaiana, São Leopoldo e Triunfo. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CongregaCREF reúne profissionais e estudantes para dois dias de palestras
27/08/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou, nos dias 24 e 25 de agosto, o CongregaCREF – IV Seminário Sul Brasileiro de Educação Física, no Centro Universitário Metodista IPA. O evento teve como objetivo promover o conhecimento e a qualificação dos profissionais, por meio de seis palestras, abrangendo diversas áreas e abordando as conquistas e os desafios dos 20 anos de regulamentação da profissão. A mesa de abertura foi composta pela presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), pelo reitor do IPA Norberto Garin, pela conselheira e presidente da Associação dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS) e pelo conselheiro federal do CONFEF Sérgio Sartori (CREF 000003-G/RJ).

Com a palestra “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física”, Sérgio Sartori relembrou a histórica luta pela regulamentação, que remonta aos anos 40. “A iniciativa partiu das Associações dos Professores de Educação Física, localizadas no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Juntas fundaram a Federação Brasileira das Associações de Professores de Educação Física, em 1946”, afirmou. Segundo Sartori, o gaúcho Benno Becker (CREF 001644-G/RS) coordenou a segunda fase do processo, quando foi apresentado pelo deputado federal Darcy Pozza o primeiro projeto de lei à Câmara dos Deputados. A iniciativa foi aprovada pelo Congresso Nacional em dezembro de 1989, mas vetada posteriormente pelo presidente José Sarney.

No início de 1994, a APEF-RJ retomou a luta e, por meio de um grupo de professores, lançou o Movimento Nacional pela Regulamentação do Profissional de Educação Física, no início de 1995. “Para deflagrar o processo formalmente, o deputado federal Eduardo Mascarenhas apresentou um novo projeto de lei na Câmara dos Deputados. Em 22 de outubro de 1997, foi aprovado por unanimidade e remetido à Comissão de Constituição e Justiça. Em 1º de setembro de 1998, o presidente Fernando Henrique Cardoso sancionou a Lei 9.696/98”, comemorou.

Já André Lopes (CREF 008061-G/RS) realizou uma palestra intitulada “Hipertrofia Muscular: Mitos, Verdades e Atualizações”. De forma descontraída, Lopes iniciou sua fala dando dicas de como criar e realizar projetos de sucesso baseados em novas ideias. “O atual estágio da nossa sociedade é baseado na informação, basicamente veiculada pela Internet. As pessoas passam em média 30 horas conectadas”, afirmou. De acordo com o palestrante, o que pode diferenciar o profissional de Educação Física em meio a essa abundância de estímulos é referenciar a sua proposta de trabalho através de meios científicos comprovados. “A inovação tem que ser chancelada por meio de pesquisas confiáveis”, aconselhou.

Em relação à hipertrofia muscular, André logo afirmou que muitos docentes ainda usam uma terminologia defasada em relação aos músculos. Ele também explicou que os fatores que afetam a massa muscular são a genética, a idade, o treinamento, a nutrição, o descanso e, em alguns casos, a farmacologia. André ainda disse que, com o cruzamento de metadados sobre as fibras musculares, ficou provado que um descanso maior entre as séries dão maior resultado para o treino de hipertrofia que as de descanso curto, mas a cadência de realização do movimento e o intervalo de devem ser fixos. “Caso contrário, se perde o controle da periodização”, relatou. Por fim, ele lançou um desafio ao auditório: “organize os próximos treinos de maneira que sejam progressivamente mais científicos”.

O segundo dia de evento iniciou sábado, com a primeira palestra de Fábio Padilha (CREF 000613-G/DF). Em “O Futuro do Profissional de Educação Física”, o organizador do Brasília Capital Fitness deu dicas de como se diferenciar e fazer sucesso, em um mercado extremamente competitivo. “A ideia precisa vir antes do dinheiro. Os empresários que dão certo são aqueles que tomam atitudes e que trabalham para a evolução”, frisou. Na sua fala, Padilha também elencou a proatividade, a força de vontade, a determinação e a coragem como elementos fundamentais para quem quer crescer. “Se você sabe o que precisa ser feito, não espere alguém pedir para você fazer. Simplesmente faça”, defendeu. Além de explorar cada um desses eixos, o palestrante também considerou a ambição necessária para o sucesso. “Saiba o que você quer, não diga ‘tanto faz’ ou ‘pode ser’ diante das oportunidades”, destacou.

Em um segundo momento, Padilha fez a apresentação “Tendências Mundiais do Mercado fitness”, dessa vez direcionada aos empresários e donos de academia presentes. O palestrante mostrou cases de empresas bem-sucedidas e explicou que o bom gestor é, na verdade, aquele que não deixa os problemas acumularem. “Há sempre dois caminhos: fazer dar certo, com dedicação total, ou abandonar”, declarou. Para Padilha, as qualidades necessárias para se tornar um empresário de sucesso são bem parecidas com as características de um bom um profissional: atitude, proatividade, inteligência, visão e coragem. O palestrante ainda falou sobre estratégias de negócio e sobre o relacionamento com concorrentes. No final, tirou dúvidas e destacou formatos de empresa que poderiam ser facilmente implementados no Brasil. “O índice de obesidade aqui é alto, o que significa que temos um bom nicho para ser explorado. Quem ganha dinheiro é quem é a solução do problema de alguém”, encerrou.

Já a primeira palestra da parte de sábado à tarde foi de Fabián Mariotti (CREF 011969-P/RS), mestre em Educação pela Universidade de Rosário, na Argentina, e autor de 17 livros sobre recreação. Mariotti, que trouxe o tema “A Importância do Lúdico na Educação Física Escolar” para o debate e para a reflexão, mostrou aos presentes, de maneira bastante prática, como as brincadeiras, especialmente com músicas, podem ser extremamente proveitosas aos alunos. “Os professores, de uma maneira geral, precisam ter consciência da atitude lúdica, atuando de forma menos dura nas aulas e mais abertos para aprenderem com também”, explicou. Mariotti, ao longo da sua apresentação, mostrou aos presentes as vantagens da aproximação e da interação entre as crianças nas aulas de Educação Física Escolar.

Robson Santos (CREF 021677-G/RS), pós-graduado em Reabilitação de Lesões Musculoesqueléticas e finalista do prêmio Top Trainer Brasil 2017, fez a última palestra do CongregaCREF 2018, com o título “O Profissional de Educação Física no Tratamento e Prevenção da Hérnia de Disco”. Além de classificar as diferentes fases do problema e o que é mais recomendado para combater a dor, o palestrante apresentou de forma bastante didática algumas estratégias que podem ser adotadas pelos profissionais de Educação Física diante de qualquer tipo de lesão. “O instrutor de musculação, que está lá na academia atendendo uma pessoa que tem hérnia de disco ou alguma outra enfermidade, não precisa ter medo de atender esse tipo de aluno. O que ele não pode é só montar um treino e contar as séries, tem é que analisar o aluno desde o primeiro momento e entender os seus gestos e as suas reações durante a prática”, explicou Santos.


CongregaCREF



CREF2/RS fecha cinco academias irregulares
22/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 15 de julho e 4 de agosto, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 129 visitas de fiscalização, que resultaram no fechamento de cinco academias irregulares por não apresentarem nenhum profissional assumir as atividades no momento da visita. Foram atendidas totalmente 67 denúncias, com 17 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, nove deles não possuíam registro da empresa, 16 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros sete permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Ficou constatado que quatro academias descumpriam o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Nestas três semanas, os fiscais também autuaram 19 pessoas, sendo sete leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, seis profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de quatro responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três diplomados atuando sem registro profissional. Também foi flagrado um profissional atuando com seu registro baixado. Os municípios visitados durante o período foram Porto Alegre, Gravataí, Caxias do Sul, Farroupilha, Passo Fundo, Canoas e Estância Velha.


DEFOR



Fiscalizações do CREF2/RS aumentam no primeiro semestre de 2018
20/08/2018
Fonte: CREF2/RS

No primeiro semestre de 2018, mesmo trabalhando com um menor contingente de fiscais, o CREF2/RS aumentou o número de fiscalizações e autuações em relação ao mesmo período do ano passado. Nestes primeiros seis meses de 2018, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do Conselho realizaram 1397 visitas de fiscalização, fechando 45 academias irregulares em vários municípios. Ao todo, 466 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, sendo que 187 empresas não possuíam registro, outras 203 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Na primeira metade do ano, foram autuadas 319 pessoas, sendo flagrados 139 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, 93 Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, 46 profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional. Os agentes também flagraram 37 diplomados atuando sem registro profissional e quatro profissionais atuando com seu registro baixado/suspenso.

A coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), atribui os números positivos deste primeiro semestre ao comprometimento dos fiscais com a profissão. "Todos nossos agentes de Fiscalização são profissionais de Educação Física, e eles não medem esforços na busca de condições justas para quem trabalha dentro da lei". Fernanda explica que a estratégia para driblar a contingente reduzido é priorizar as regiões onde há um maior número de denúncias, objetivando uma maior abrangência no atendimento. Ela complementa que o quadro de funcionários deve aumentar a partir da abertura de um novo concurso, quando se almeja chegar a um quadro de 10 fiscais. “Com isto poderemos imprimir uma maior regularidade na visitas", afirma.

Fernanda ressalta que a atuação da Fiscalização também visa a orientar os profissionais, os estudantes, as empresas e os Responsáveis Técnicos, pois muitas destas pessoas não conhecem a legislação. "Esse trabalho acontece não só nas fiscalizações, mas também em audiências realizadas no CREF2/RS, em palestras e materiais impressos que o Conselho edita". A coordenadora observa que existe uma cultura de proteção entre os próprios profissionais de Educação Física, e que isto deve ser inibido através da conscientização da categoria. "Infelizmente percebemos a ocultação de irregularidades entre colegas, o que prejudica nossa profissão como um todo". Ela esclarece que para dar uma resposta efetiva a grande cobrança dos profissionais por autuações de quem trabalha de forma irregular, há necessidade da materialidade da ilegalidade. "Valorizar a profissão e o trabalho da fiscalização passa por não acobertar os ilícitos de colegas", alerta. Fernanda explicita que é função do Conselho reprimir as irregularidades, mas que o primeiro fiscalizador ainda é o profissional de Educação Física.


DEFOR



CongregraCREF tem palestra sobre O profissional de Educação Física na prevenção da hérnia de disco
09/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Para comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, celebrado em 1º de Setembro, o CREF2/RS realizará o CongregaCREF – IV Seminário Sul Brasileiro de Educação Física, que tem como objetivo promover o conhecimento e a qualificação dos profissionais. O evento ocorrerá em Porto Alegre nos dias 24 e 25 de agosto de 2018, no Centro Universitário Metodista IPA - Auditório da Biblioteca, rua Coronel Joaquim Pedro Salgado, 80. O Seminário terá seis palestras, abrangendo uma ampla área de conhecimentos, desde novidades técnicas e de treinamento, as conquistas e os desafios destes 20 anos de regulamentação da profissão, as tendências mundias do mercado fitness, entre outros.

A partir desta semana, o CREF2/RS divulgará os detalhes dos temas que serão abordados nas palestras do evento. Neste texto, Robson Santos (CREF 021677-G/RS) apresenta alguns aspectos da sua conferência “O profissional de Educação Física na prevenção da hérnia de disco”, que ele ministrará no sábado, dia 25 de agosto, às 14h45min. Segundo Robson, é importante que o profissional de Educação Física saiba lidar com o medo das pessoas ao realizar certos exercícios, principalmente após lesões, e que conceba treinos e evoluções com um prognostico onde seu aluno participe das escolhas. “Mas demonstrando a ele sua responsabilidade na prevenção de uma nova lesão após o retorno à atividade física, pois nem todos responderão ao mesmo estímulo para a execução do treinamento, e gritar com os alunos e falar que sempre é necessário sentir dor já não é o estímulo certo, já que sendo otimista, apenas 15% da população se mantém ativo o ano todo, portanto é necessário procurar motivações distintas para pessoas singulares, como ponto central da prática de exercícios sem sofrimento contínuo”, avalia.

Robson defende que o CongregaCREF promove junto aos Profissionais e aos estudantes Educação Física o debate sobre a formação profissional, as políticas educacionais e as novidades nas escolas, faculdades, academias, clubes, laboratórios, além de outros espaços. “No meu caso, tenho um trabalho interdisciplinar com fisioterapeutas, objetivando o retorno a uma vida sem dor após lesões, mas para que isso ocorra é essencial que o profissional saiba o que e como fazer com cada indivíduo nos seus objetivos, já que nossa intervenção na saúde é integral, e não apenas estética”, defende.

O palestrante é pós-graduado em Reabilitação de Lesões Muscuoesqueléticas. Ele foi um dos finalistas do prêmio Top Trainer Brasil 2017, que elegeu o melhor personal trainer do país no ano passado. Ele também possui certificação em treinamento físico pela World Top Trainer Certification e em reabilitação de lesões pela organização norte-americana Premier Health

CongregaCREF - IV Seminário Sul Brasileiro de Educação Física
Data: sexta-feira, 24, e sábado, 25 de agosto de 2018
Local: Centro Universitário Metodista IPA - Auditório da Biblioteca
Endereço: Rua Coronel Joaquim Pedro Salgado, 80 - Porto Alegre/RS
Período de inscrições: de 27 de julho a 23 de agosto

Inscrição gratuita - clique aqui.
Indispensável apresentação de Cédula de Identidade Profissional ou carteira de estudante válida.


CongregaCREF



CREF2/RS fecha duas academias irregulares em Pelotas na segunda semana de julho
01/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Na segunda semana de julho, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 43 fiscalizações, fechando duas academias em Pelotas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Ao todo, nove denúncias foram totalmente atendidas e 12 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Destas irregularidades, constatou-se oito academias sem registro da empresa, outras sete funcionando sem profissional presente no momento da visita, além de quatro estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão, e uma academia descumprindo o Termo de Cooperação firmado com o Conselho

Entre os dias 8 e 14 de julho, nove pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo quatro leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, quatro Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, dois profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

As cidades visitadas pelos fiscais na segunda semana de julho foram Guaíba, Pelotas e Serafina Correa. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua quatro estabelecimentos irregulares na primeira semana de julho
24/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Na primeira semana de julho, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 28 fiscalizações, perfazendo nove denúncias totalmente atendidas e autuando quatro estabelecimentos por uma ou mais infrações. Destas irregularidades, constatou-se uma academia sem registro da empresa, outras três funcionando sem profissional presente no momento da visita, além de dois estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão.

Entre os dias 1º e 7 de junho, sete pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo três leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e quatro Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Em seu trabalho interno, o DEFOR protocolou 19 justificativas e recursos, e 25 multas fortam enviadas para empresas por descumprirem Termo de Cooperação ou faltarem a audiência do mesmo além de emitirem 42 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram ou justificaram após vencido o prazo de suas autuações. As cidades visitadas foram Cruz Alta, Canoas e Campo Bom. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha uma academia irregular em São Jerônimo e outra em Dom Pedrito
13/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Na última semana junho, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 32 fiscalizações, perfazendo cinco denúncias totalmente atendidas e autuando seis estabelecimentos por uma ou mais infrações. Dentre essas irregularidades, duas academias foram fechadas nas cidades de São Jerônimo e Dom Pedrito, por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades, além de flagrados três estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão, outras duas não possuíam registro da empresa e cinco funcionavam sem profissional presente no momento da visita.

Entre os dias 24 de junho e 30 de junho, cinco pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo três leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e dois Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional. Os municípios fiscalizados foram São Jeronimo, Butiá, Candiota e Dom Pedrito.


DEFOR



Vereadores farão Moção de Repúdio a MP que retira recursos do esporte
11/07/2018
Fonte: Site da Câmara Municipal de Porto Alegre

A elaboração de uma Moção de Repúdio ao texto da Medida Provisória (MP) nº 841/18 que, desde o dia 11 de junho, retira mais de R$ 541 milhões, oriundos de percentuais das apostas nas loterias federais, de projetos de incentivo ao esporte, em especial ao atletismo brasileiro, foi o encaminhamento adotado após debate sobre o tema, na tarde desta terça-feira (10/7), no encontro conjunto das comissões de Educação, Cultura, Esportes e Juventude (CECE), e de Defesa do Consumido, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh) do Legislativo Municipal. A reunião, por iniciativa do vereador André Carús (MDB), que sugeriu a redação do documento, contou com a presença de outros parlamentares e representantes de entidades esportivas.

Ao iniciar a discussão da pauta, Carús disse que a MP, da forma como foi apresentada não irá produzir os resultados pretendidos, que é o de reduzir a violência nas cidades a partir da transferência de boa parte dos recursos do esporte juvenil para o Fundo Nacional da Segurança. De acordo com o vereador, é preciso pressionar o governo federal para reverter a situação “com a máxima urgência, porque os danos já estão causando estragos”.

Retrocesso

Para o vice-presidente de formação de atletas do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), Fernando Manuel de Matos Cruz, a MP retrocede em conquistas que vinham sendo obtidas desde a Lei Pelé. Disse, ainda, que da parte percentual do que é arrecadado com as loterias e destinada ao esporte, só atingiu a área de incentivo à formação de jovens para o atletismo. “O prejuízo é grande porque esses recursos vinham sendo investidos em equipamentos, como a construção de pistas atléticas, piscinas e outros; no pagamento de profissionais e no fomento à participação de atletas em competições, o que agora não é mais possível”.

Cruz explicou como o recurso, em média de R$ 40 milhões anuais, era distribuído até que a MP entrasse em vigor e zerasse os repasses de 0,5% de todos os prognósticos de loterias aos cuidados do CBC. “Ao esporte escolar cabia 5%, ao esporte universitário 10%, ao comitê paraolímpico 15%, às despesas administrativas 20% e os 50% restantes ao esporte olímpico e aos clubes”.

Luciana Miorro, coordenadora de Projetos Esportivos do Grêmio Náutico União, declarou que é grande a expectativa dos jovens atletas com a possibilidade de reversão dos efeitos da MP. “Eles estão apreensivos porque foi graças a esses recursos que muitos puderam ser incluídos no esporte”, disse. Ela exemplificou que no União, entre outras formas de investimento, foi possível revitalizar o piso de dois ginásios e equipar o departamento médico, entre outras melhorias “que refletem no preparo dos atletas para competições nacionais e internacionais”.

José Haroldo Arataca, diretor técnico e treinador da Confederação Brasileira de Atletismo (CBA), considerou que, apesar de danosa pelo seu contexto, a MP teve um resultado positivo. “Já vim aqui nesta Casa Legislativa muitas vezes e é a primeira vez que vejo a união dos representantes das entidades em defesa do esporte”. Arataca, no entanto, lamentou não ver a indignação popular. “As pessoas choram pela nossa colocação em sexto no Mundial, mas não se manifestam ao fato de estarmos na 84º posição em educação”, criticou.

Segundo o diretor da CBA, os recursos cortados atingem ainda, o esporte escolar, inviabilizando qualquer iniciativa, como os tradicionais jogos universitários. Ele elogiou a gestão dos recursos que até então eram destinados ao CBC e comparou: “a pista da Sogipa, com o controle da entidade foi construída por R$ 1,8 milhões e uma semelhante, na Ufrgs custou cerca de R$ 10 milhões”. Arataca também lembrou que parte dos recursos cortados do atletismo foram para reforçar o próprio prêmio das loterias, que aumentou recentemente de valor, e também para o futebol, por força da pressão feita pela “bancada da bola”.

Equívoco

O vice-presidente da Federaclubes, Carlos Humberto Rigon, disse que a MP é um equívoco. Além de prejudicar imediatamente aos clubes mais estruturados, como Sogipa, União e Veleiros, corta, também, o sonho das entidades menores que vinham se organizando para a aprovação de projetos junto ao CBC. Ele adiantou que o tema será um dos pontos a ser debatido no Congresso da Federaclubes que acontece em Gramado nos próximos dias 20, 21 e 22 de julho.

Lauro Aguiar, vice-presidente do Conselho Regional de Educação Física da 2ªRegião (CREF2RS) informou que o tema vem sendo tratado, também, no âmbito da Assembleia Legislativa, onde uma Audiência Pública está sendo chamada para discutir os efeitos da MP 841/18. Ele lamentou os poucos fóruns de debate e criticou a falta de realização das Conferências do Esporte. “Não somos contra a segurança pública, mas entendemos que não adianta construir presídios se não investirmos em prevenção à violência e isso se faz com iniciativas como a do incentivo da prática do esporte, assim como de investimentos em educação e cultura para os nossos jovens”.

Mauro Myskin, vice-presidente do Colégio Brasileiro de Ciência do Esporte, afirmou que a extinção da secretaria de Esportes e as políticas públicas para o setor, em Porto Alegre, foram completamente abandonadas. Ressaltou a importância da união de todos para a derrubada da MP, o que considera fundamental para a continuidade de projetos que vinham sendo desenvolvidos pelas entidades e clubes.

Leonardo Monteiro, que representou o deputado federal João Derly (Rede) ressaltou que a MP, que entrou em vigor no dia 12 de junho, tem prazo de 45 dias para ser apreciada pelo Congresso, ou passará a trancar a pauta. Ele lembrou, no entanto, que como há o recesso de julho e a contagem é interrompida, o prazo deve vencer em meados de agosto. “A solução mais rápida é a de pressão sobre o governo para que ele reveja os efeitos da MP sobre o Esporte. Fora isso, ou é esperar a votação, que pode ser pela derrubada, alteração do texto ou aprovação, ou ainda, aguardar os 120 dias para ver a MP, caso não seja apreciada em plenário, perca automaticamente os seus efeitos”.

Paulo Eduardo Barbosa Santos, presidente do Conselho Municipal de Desportos (CMD) reforçou as críticas à falta de incentivo ao esporte na capital gaúcha. Disse que o tratamento em Brasília, com a MP é semelhante ao que vem sendo destinado ao setor em um ano e sete meses do atual governo. Que o CMD perdeu recursos orçamentários, sede e, assim como os demais, qualquer apoio para o desenvolvimento do trabalho dos conselheiros.

Medida

Em suas manifestações, os vereadores presentes ao encontro, assim como o proponente da pauta, se posicionaram contra a retirada de recursos do esporte. De acordo com Cassiá Carpes (PP), o problema da falta de verbas não é diferente de quando foi presidente da extinta Fundação de Esporte e Lazer do Estado do Rio Grande do Sul (Fundergs). "Era preciso muito jogo de cintura para podermos realizar algo", justificou. João Bosco Vaz (PDT) disse que a MP coloca uma pá de cal sobre qualquer possibilidade de investimento em esporte na capital, visto que o atual governo não realiza nenhum aporte ao setor, assim como nas demais áreas, como na social, "totalmente abandonadas pelo poder público".

Na mesma linha Sofia Cavedon (PT), lamentou o desmonte do esporte na cidade. Ela ainda ressaltou que devido aos projetos do Executivo que trancam a pauta, a Moção de Repúdio não poderá ser votada com a celeridade que merece e, portanto, "o melhor é coletar as assinaturas dos vereadores para remetê-la o mais rápido ao presidente da Câmara Federal". disse. Prof. Alex Fraga (PSol) alertou que é necessário deixar clara a intenção da interrupção imediata dos efeitos da MP na Moção, visto se permanecer com seus efeitos por quatro meses, até que perca o seu valor, "irá provocar estragos que só poderão ser recuperados no ano que vem".

Para a vereadora Comandante Nádia (MDB), presidente da Cedecondh, a união de esforços em prol do Esporte é importante. Disse que os vereadores estão engajados na luta das entidades e clubes para fazer valer o desejo da comunidade esportiva brasileira. Tarciso Flecha Negra (PSD), que presidiu o encontro, destacou que o esporte é capaz de salvar a vida de muitos jovens. Ele lembrou a sua história e a importância que o setor tem para coibir a violência. Da mesma forma a vereadora Mônica Leal (PP) informou que assinará a Moção. Para ela, não se pode colocar em confronto a Segurança e o Esporte. "Cada um dos setores tem a sua importância e devem ter a atenção dos governos", declarou. O vereador Alvoni Medina (PRB), também participou do encontro.

Texto: Milton Gerson (reg. prof 6539)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)
Foto: Andielli Silveira/CMP


epúdio a MP que retira recursos do esporte



CREF2/RS fecha dois estabelecimentos e autua outros 21 irregulares
04/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Nas três primeiras semanas de junho, os agentes fiscais Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias, uma localizada no município de Alvorada e outra em Nova Santa Rita, ambas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Em quase 20 dias de trabalho, o DEFOR autuou 21 academias nas mais diferentes cidades do estado. Entre as infrações constatadas, seis empresas funcionavam sem registro no CREF2/RS, 14 estavam sem profissional presente no momento da visita, 10 permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão e duas academias descumpriam o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 3 e 23 de junho, foram realizadas 60 visitas de orientação e fiscalização, tendo como resultado 23 denúncias totalmente atendidas. Os agentes autuaram 23 pessoas por alguma infração, sendo quatro profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, nove Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

Os fiscais visitaram os municípios de Porto Alegre, Cachoeirinha, Alvorada, Guaíba, Viamão, Esteio, Nova Santa Rita, Canoas e Esteio. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua quatro estabelecimentos irregulares na última semana de maio
02/07/2018
Fonte: CREF2/RS

Na última semana de maio, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 12 fiscalizações em Porto Alegre, perfazendo cinco denúncias totalmente atendidas e autuando quatro estabelecimentos por uma ou mais infrações. Destas irregularidades, constatou-se uma academia sem registro da empresa, outra funcionando sem profissional presente no momento da visita, além de dois estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão.

Entre os dias 27 de maio e 2 de junho, quatro pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo dois leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e dois Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Em seu trabalho interno, o DEFOR protocolou 13 justificativas e recursos, além de emitirem 11 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram ou justificaram após vencido o prazo de suas autuações. O Departamento também encaminhou duas denúncias à Comissão de Ética Profissional – DCE.


DEFOR



Fiscalização do CREF2/RS realiza palestra para alunos do 1º semestre de Educação Física da UFRGS
26/06/2018
Fonte: CREF2/RS

A coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), e a supervisora da Fiscalização, Denise Candaten (CREF 010750-G/RS), realizaram palestra nos dias 25 e 26 de junho para cerca de 40 alunos do 1º semestre do curso de Educação Física da ESEFID - Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança – da UFRGS.

Os temas abordados pelas palestrantes foram regulamentação da profissão, a criação do Conselho, provisionados, Licenciatura e Bacharelado, Educação Física escolar (Pls), fiscalização, exercício ilegal, lei de estágio, denúncias, o que é necessário para abertura de uma academia, questões éticas e temas polêmicos no judiciário, entre outros assuntos. Após a fala das palestrantes, o espaço foi aberto para perguntas.

Segundo Fernanda Rodrigues, esta aproximação do Conselho junto aos estudantes é muito importante para que os eles conheçam já no início do curso informações essenciais sobre a conduta e os procedimentos que terão que adotar após formados. "Assim, quando estes futuros profissionais estiverem no mercado, poderão contribuir para o construção de uma profissão cada vez mais sólida e respeitada". Já a supervisora Denise Candaten ressaltou o interesse demonstrado pelos alunos no tempo reservado às perguntas. "O grau de empatia e envolvimento destes universitários demonstra seu comprometimento com sua capacitação profissional", afirmou.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias irregulares no final de maio
25/06/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS, durante o período de 20 a 26 de maio, fecharam duas academias nas cidades de Bento Gonçalves e Canoas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Também foram autuadas oito academias nas mais diferentes cidades do estado. Entre as infrações cometidas, cinco empresas funcionavam sem registro, quatro estavam sem profissional presente no momento da visita e três permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, além de uma academia flagrada permitindo estudantes como estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Foram realizadas 32 visitas de fiscalização na semana, com quatro denúncias totalmente atendidas. Os agentes autuaram sete pessoas por alguma infração, sendo quatro leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, um diplomado atuando sem registro profissional, um Responsável Técnico descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e outro diplomado atuando sem registro profissional.

Os fiscais visitaram os municípios de Campo Bom, Camaquã, Bento Gonçalves, Pinto Bandeira, Porto Alegre e Canoas. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias e autua outras 31 irregulares
29/05/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS, durante a terceira semana de maio, fecharam duas academias nas cidades de Cachoeirinha e Santa Cruz do Sul, por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Também foram autuadas 31 academias nas mais diferentes cidades do estado. Entre as infrações cometidas, 11 empresas funcionavam sem registro, 16 estavam sem profissional presente no momento da visita e uma permitia a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, oito permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão e uma academia descumpria Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Entre os dias 13 e 19 de maio, foram realizadas 87 visitas, com 23 denúncias totalmente atendidas. Os agentes autuaram 23 pessoas por alguma infração, sendo quatro profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, nove Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) ainda protocolou 36 novas denúncias através do formulário no site e 10 foram multas enviadas para empresas por descumprirem Termo de Cooperação ou faltarem a audiência do mesmo, além de 28 notificações emitidas para empresas e pessoas que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações. Um processo de Ação Civil Pública (ACP) foi encaminhado para empresa sem registro. No período, foram firmados 23 Termos de Cooperação com empresas, as quais comprometem-se a cumprir toda a legislação pertinente à prestação de serviços em atividades físicas.

Os fiscais visitaram os municípios de Santiago, Cacequi, São Vicente Do Sul, Gravataí, Porto Alegre, Cachoeirinha, Arroio Do Meio, Triunfo, Montenegro, São Sebastião Do Caí, Tupandi, Santa Cruz Do Sul, Vale Verde e Vale Do Sol. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha academia irregular na madrugada
25/05/2018
Fonte: CREF2/RS

Na segunda semana de maio, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam uma academia em Porto Alegre e realizaram 39 fiscalizações na capital e em Caxias do Sul. A academia, interditada após a meia-noite, não contava com profissional habilitado no momento da visita. Para voltar a atender o público, precisará regularizar primeiramente a sua situação.

Entre os dias 6 e 12 de maio, 46 denúncias foram totalmente atendidas e 19 estabelecimentos autuados, sendo nove por não possuírem registro da empresa, cinco funcionando sem profissional presente no momento da visita e seis por permitirem o exercício ilegal da profissão. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação previamente assinado com o CREF2/RS.

Os agentes fiscais ainda autuaram nove pessoas por algum tipo de infração, sendo quatro por exercício ilegal da profissão, três profissionais atuando fora da área e infringindo o Código de Ética Profissional, além de flagrarem dois Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções.


DEFOR



CREF2/RS vai a Caxias do Sul com o ciclo de palestras sobre os 20 anos de regulamentação da profissão
23/05/2018
Fonte: CREF2/RS

A segunda cidade a celebrar os 20 anos da regulamentação da profissão de Educação Física pela Lei 9696/98 e a criação do sistema CONFEF/CREFs será Caxias do Sul, que receberá no dia 6 de junho o ciclo de palestras “20 anos de regulamentação da profissão de Educação Física”. O evento ocorrerá no auditório da Faculdade Anhanguera de Caxias do Sul, das 19h às 22h. As palestras têm como objetivo promover um diálogo com a sociedade, estudantes, profissionais e docentes sobre a profissão de Educação Física, suas conquistas e seus desafios. O ciclo, em conjunto com o CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física, estará entre os eventos comemorativos programados pelo Conselho para celebrar o legado de duas décadas da regulamentação da profissão.

Em Caxias do Sul, haverá duas palestras. A primeira, com início às 19h05min, tendo como tema “Educação Física: Legislação e Perspectivas”, será ministrada pela conselheira do CREF2/RS Marcia Rohr da Cruz (CREF 007545-G/RS). “Na minha palestra, entre outros assuntos, abordarei a importância da formação e da qualificação dos profissionais, capacitando-os para atender a população com serviços de qualidade e atuando preventivamente na promoção do bem-estar e da saúde”, disse. A conselheira acrescentou que também esclarecerá na sua explanação temas como a Lei do Estágio, a atuação do egresso de licenciatura e do bacharelado, as etapas dos processos de fiscalização e a Ética na atuação profissional. Marcia reforçou que tanto profissionais de Educação Física como estudantes e a comunidade estão convidados a comparecer no ciclo.

A segunda palestra da noite terá início às 20h40min, e abordará o “Treinamento Físico de Endurance e as Assessorias Esportivas”, ministrada por Eduardo Olsson Remião (CREF 001855-G/RS). Remião é ex-atleta de atletismo e triathlo, tendo obtido títulos regionais, nacionais e internacionais. Ele é técnico de corrida há mais de 25 anos, sendo fundador da Federação Gaúcha de Triathlon e da Associação de Assessorias Esportivas do RS. “Além de discorrer sobre a história da Educação Física no Brasil e sua trajetória até a regulamentação, pretendo abordar técnicas de treinamento de endurance, bem como o funcionamento das assessorias esportivas, seus métodos de avaliação, planejamento e execução, além de expor o cenário das corridas de rua e assessorias no estado e no Brasil”, explicou.

Após Caxias do Sul, a próxima cidade visitada pelo ciclo de palestras será Pelotas, em 17 de outubro, no Auditório da UFPEL.

Ciclo de palestras “20 anos de regulamentação da profissão de Educação Física” - Caxias do Sul

Data: 6 de junho, quarta-feira, das 19h às 22h
Local: Auditório da Faculdade Anhanguera
Endereço: Av. Alexandre Rizzo, 505 - Caxias do Sul
Carga horária: 4 horas
O evento terá a emissão de Certificado online aos participantes
Inscrições gratuitas até o dia 04/06/2018 aqui.


20 anos de regulamentação da profissão de Educação Física



DEFOR fecha seis academias irregulares em 14 dias
15/05/2018
Fonte: CREF2/RS

Na última semana de março, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 95 visitas de fiscalização na semana, atendendo totalmente 20 denúncias, com 17 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, nove deles não possuíam registro da empresa, seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros três permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Os fiscais também autuaram 12 pessoas por alguma infração, sendo três leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de quatro responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três diplomados atuando sem registro profissional. Também foi flagrado um profissional atuando com seu registro baixado/suspenso. Os municípios visitados durante o período foram Porto Alegre, Camaquã, Guaporé, São Jorge, Paraí, Alegrete, Quarai e Santana do Livramento.

Na semana posterior, de 29 de março a 5 de maio, houve 36 visitas de fiscalização e seis academias foram fechadas nas cidades de Porto Alegre, Pelotas e Gravataí, todas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS. Além destes flagrantes, 20 denúncias foram totalmente atendidas, 18 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações, sendo que 10 não possuíam registro da empresa, nove funcionavam sem profissional presente no momento da visita, seis atuavam sem profissional, três permitiam leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e uma academia descumpria Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

O DEFOR autuou sete pessoas por alguma infração, sendo três leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, dois Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional. As cidades visitadas foram Pelotas, Porto Alegre, Picada Café, Presidente Lucena, Santa Maria Do Herval e Gravataí. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias irregulares e autua outras 29 na terceira semana de abril
04/05/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS, durante a terceira semana de abril, fecharam duas academias nas cidades de Rolante e Planalto por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Também foram autuadas 29 academias nas mais diferentes cidades do estado. Entre as infrações cometidas, 10 empresas funcionavam sem registro, 12 estavam sem profissional presente no momento da visita e uma permitia a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Entre os dias 15 e 21 de abril, foram realizadas 87 visitas, com 25 denúncias totalmente atendidas. Os agentes autuaram 19 pessoas por alguma infração, sendo 11 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, três profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam o Código de Ética Profissional, três Responsáveis Técnicos descumpriam as obrigações inerentes a suas funções e um diplomado atuava sem registro profissional, além de outro trabalhar com seu registro baixado/suspenso.

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) ainda protocolou 30 novas denúncias através do formulário no site e emitiu 17 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram ou justificaram após vencido o prazo de suas autuações. Um processo de Ação Civil Pública (ACP) foi encaminhado para empresa sem registro.

Os agentes visitaram os municípios de Fontoura Xavier, Barros Cassal, Soledade, Taquara, Riozinho, Rolante, Frederico Westphalen, Seberi, Boa Vista das Missões, Erval Seco, Planalto, São Leopoldo, Campo Bom e Porto Alegre. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS e Radicom oferecem descontos para profissionais registrados em exames de imagem
03/05/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS e a Radicom – Clínica de Diagnóstico Médico por Imagem firmaram um convênio para oferecer descontos de 50% aos profissionais registrados no Conselho. A clínica, localizada em Porto Alegre (RS), realiza exames de ressonância magnética, tomografia computadorizada, mamografia, densitometria óssea e ecografia, entre outros mais.

Radicom – Clínica de Diagnóstico Médico por Imagem
Site: wwww.radicom.com.br
E-mail: radicom@radicom.com.br
Telefone: (51) 3218-2421
Endereço: Avenida Erico Verissimo, 624/301 – Azenha


Convênios



DEFOR fecha três academias e autua outras 19 na segunda semana de abril
30/04/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias irregulares na segunda semana de abril. Os estabelecimentos estavam localizados nas cidades de Vanini, Caxias do Sul e Viamão. Os fiscais não encontraram nenhum profissional nos estabelecimentos para assumirem as atividades. Estas empresas só poderão voltar a atender o público se regularizarem primeiramente sua situação com o Conselho.

Entre os dias 8 a 14 de abril, foram realizadas 79 visitas de fiscalização e atendidas 11 denúncias. No período, outros 19 estabelecimentos foram autuados, sendo 10 por não possuírem registro, 12 por não contarem com profissional habilitado e três por permitirem a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram 15 pessoas cometendo alguma infração, sendo que destas cinco estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional. Assim como foram autuados sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três diplomados atuando sem registro.

Os municípios visitados foram Casca, Vanini, David Canabarro, Caxias Do Sul, Viamão, Porto Alegre, Erechim, Áurea, Getúlio Vargas e Campo Bom. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha três academias e autua outras 27 em duas semanas
23/04/2018
Fonte: CREF2/RS

Em 14 dias, entre 25 de março a 7 de abril, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 74 visitas de fiscalização na semana, fechando três academias localizadas nas cidades de Alvorada, Canoas e Machadinho. Eles estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS. Além disso, foram destaque as 32 denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE, os oito processos encaminhados de Denúncia Crime – DCL por exercício ilegal da profissão, além das 38 multas enviadas para empresas que descumpriram o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Ao total, 37 denúncias foram totalmente atendidas, com 27 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, 10 deles não possuíam registro da empresa, 10 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros seis permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Duas academias descumpriam o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também autuaram 22 pessoas por alguma infração, sendo seis leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, dois profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de cinco responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e quatro diplomados atuando sem registro profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Porto Alegre, Nova Petrópolis , Canela, Viamão, Alvorada, Canoas, Gravataí, Caxias do Sul, Boa Vista do Sul, Farroupilha, Agudo, Novo Cabrais, Sobradinho, Cachoeira do Sul, Marcelino Ramos, Machadinho, Barracão, Piratuba/SC e Ipira/SC.


DEFOR



DEFOR fecha duas academias irregulares em General Câmara
03/04/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 18 a 24 de março, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizaram 94 visitas de fiscalização na semana, fechando duas academias na cidade de General Câmara. Eles estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, 20 denúncias foram totalmente atendidas, com 35 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, 21 deles não possuíam registro da empresa, 12 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros 11 permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também autuaram 22 pessoas por alguma infração, sendo 11 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, quatro profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e quatro diplomados atuando sem registro profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Panambi, Igrejinha, Rolante, Três Coroas, General Câmara, Vera Cruz, Gramado Xavier, Boqueirão do Leão, Herveiras, Vale do Sol, Santa Cruz do Sul, Bagé, Pinheiro Machado e Pedras Altas.


DEFOR



CREF2/RS fecha três academias e autua outras 12 na terceira semana de março
23/03/2018
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias irregulares entre 11 e 17 de março. Os estabelecimentos estavam localizados nas cidades de Passo Fundo, Marau e Nova Esperança do Sul. Os fiscais não encontraram nenhum profissional nos estabelecimentos para assumirem as atividades. Estas empresas só poderão voltar a atender o público se regularizarem primeiramente sua situação com o Conselho.

Nesta terceira semana de março, foram realizadas 77 visitas de fiscalização e atendidas 18 denúncias. No período, outros 29 estabelecimentos foram autuados, sendo 11 por não possuírem registro, 17 por não contarem com profissional habilitado e oito por permitirem a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram 20 pessoas em alguma infração, sendo que destas oito estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional. Assim como foram autuados sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes as suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, um diplomado atuando sem registro e outro profissional exercendo a profissão com seu registro baixado/suspenso.

Os municípios visitados foram Passo Fundo, Vale Real, Feliz, São Vendelino, Alto Feliz, Bom Princípio, Vila Maria, Marau, Santiago, Nova Esperança do Sul, São Francisco de Assis, Três Passos, Tenente Portela e Derrubadas. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR autua 26 estabelecimentos e fecha uma academia em Porto Alegre
19/03/2018
Fonte: CREF2/RS

O mês de março iniciou com as equipes do DEFOR realizando 59 visitas entre os dias 4 e 10 de março. Ao total, 26 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, e uma academia foi fechada em Porto Alegre por não apresentar profissional para assumir as atividades. Os municípios fiscalizados e orientados foram Porto Alegre, Santo Ângelo, Salvador das Missões, Chuvisca, Barra do Ribeiro, Canela, Carlos Barbosa, Novo Hamburgo e São Leopoldo.

Neste período, seis estabelecimentos foram flagrados sem registro da empresa e outros seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Os fiscais flagraram sete estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho e três profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam com isto o Código de Ética Profissional.

Ao todo, 21 pessoas foram autuadas por alguma infração, destas, por exemplo, estavam sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de quatro diplomados atuando sem registro profissional. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR autua 26 estabelecimentos e fecha uma academia em Porto Alegre
19/03/2018
Fonte: CREF2/RS

O mês de março iniciou com as equipes do DEFOR realizando 59 visitas entre os dias 4 e 10 de março. Ao total, 26 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, e uma academia foi fechada em Porto Alegre por não apresentar profissional para assumir as atividades. Os municípios fiscalizados e orientados foram Porto Alegre, Santo Ângelo, Salvador das Missões, Chuvisca, Barra do Ribeiro, Canela, Carlos Barbosa, Novo Hamburgo e São Leopoldo.

Neste período, seis estabelecimentos foram flagrados sem registro da empresa e outros seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita. Os fiscais flagraram sete estabelecimentos permitindo atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho e três profissionais atuavam fora da área de formação e infringiam com isto o Código de Ética Profissional.

Ao todo, 21 pessoas foram autuadas por alguma infração, destas, por exemplo, estavam sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de quatro diplomados atuando sem registro profissional. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha quatro academias irregulares
14/03/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 11 de fevereiro e 3 de março, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam quatro academias, sendo um estabelecimento flagrado na cidade de Paraíso do Sul e outro em Cachoeira do Sul, além de dois em Pelotas. Eles estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram autuados 59 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, 29 deles não possuíam registro da empresa, 26 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros nove permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram oito pessoas em alguma infração, sendo destas cinco profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Dentre os municípios visitados durante o período, Porto Alegre, São Sepé, Sananduva, Cachoeira do Sul, Capão do Leão, Arroio Grande, Jaguarão, Pedro Osório, Pelotas e Herval.


DEFOR



DEFOR fecha uma academia e autua outras 25 na primeira semana de fevereiro
16/02/2018
Fonte: CREF2/RS

Na primeira semana de fevereiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam uma academia em Santa Vitória do Palmar e realizaram mais de 93 fiscalizações em todo o Estado. A academia interditada não contava com profissional habilitado no momento da visita. Para voltar a atender o público, precisará regularizar primeiramente a sua situação.

Entre os dias 4 e 10 de fevereiro, 25 estabelecimentos foram autuados, sendo quatro por não possuírem registro da empresa, seis por não contarem com um profissional ministrando as atividades no local e três por permitirem o exercício ilegal da profissão. Quatro academias foram autuadas por descumprirem o Termo de Cooperação previamente assinado com o CREF2/RS.

Os agentes fiscais ainda autuaram 13 pessoas por algum tipo de infração, sendo duas por exercício ilegal da profissão, quatro profissionais atuando fora da área e infringindo o Código de Ética Profissional, além de flagrarem quatro Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções.

Os municípios fiscalizados foram Porto Alegre, Gravataí, Itati, Três Forquilhas, Terra de Areia, Capão da Canoa, Arroio Teixeira, Arroio do Sal, Rondinha, Santana da Boa Vista, Caçapava do Sul, Candelária, Balneário Pinhal, Quintão, Cidreira, Imbé e Tramandaí.


DEFOR



CREF2/RS interdita duas academias em Porto Alegre
09/02/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 28 de janeiro e 3 de fevereiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias em Porto Alegre. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 24 visitas de fiscalização no período, com 18 denúncias sendo totalmente atendidas, resultando em 13 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, sete deles não possuíam registro da empresa, seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros dois permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram oito pessoas em alguma infração, sendo destas cinco profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Porto Alegre, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Presidente Lucena. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS interdita duas academias em Porto Alegre
09/02/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 28 de janeiro e 3 de fevereiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias em Porto Alegre. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 24 visitas de fiscalização no período, com 18 denúncias sendo totalmente atendidas, resultando em 13 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, sete deles não possuíam registro da empresa, seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros dois permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram oito pessoas em alguma infração, sendo destas cinco profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Porto Alegre, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Presidente Lucena.

Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha três academias na terceira semana de janeiro
29/01/2018
Fonte: CREF2/RS

Na terceira semana de janeiro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias e realizaram mais de 50 fiscalizações em todo o Estado. Os três estabelecimentos que tiveram suas atividades suspensas se localizavam nas cidades de Tavares, Mostardas e Tramandaí. As academias não contavam com profissional habilitado no momento da vista. Para voltar a atender o público, precisará regularizar primeiramente a sua situação.

Entre os dias 14 e 20 de janeiro, 16 estabelecimentos foram autuados, sendo 10 por não possuírem registro da empresa, seis por não contarem com um profissional ministrando as atividades no local e três por permitirem o exercício ilegal da profissão. Uma academia foi autuada por descumprir o Termo de Cooperação previamente assinado com o CREF2/RS.

Os agentes fiscais do CREF2/RS ainda autuaram seis pessoas por algum tipo de infração, sendo duas por exercício ilegal da profissão, três profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e um Responsável Técnico descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios fiscalizados foram Tavares, Mostardas, Capivari do Sul, Balneário Pinhal, Tramandaí, Rio Pardo, Pantano Grande, Encruzilhada Do Sul, Santa Cruz do Sul, Xangri-Lá e Balneário Pinhal.


DEFOR



CREF2/RS fecha uma academia e autua outras 12 na terceira semana de dezembro
08/01/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 17 e 23 de dezembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam uma academia na cidade de Montenegro. Ela estavam irregular pois não contava com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornar a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 33 visitas de fiscalização no período, com 15 denúncias sendo totalmente atendidas, resultando em 12 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, sete deles não possuíam registro da empresa, cinco funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outras duas academias permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação da academia, os fiscais também flagraram 11 pessoas em alguma infração, sendo que destas oito estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, além de três responsáveis Técnicos flagrados descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

As cidades visitadas foram Montenegro, Porto Alegre, São Sebastião do Caí e Novo Hamburgo. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



Quallys oferece desconto para profissionais registrados em produtos e serviços de saúde
26/12/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS e a Quallys – Qualidade de Vida e Saúde firmaram um convênio para oferecer um benefício aos profissionais de Educação Física. Todos os registrados no Conselho têm à disposição, a partir de agora, um desconto de 10% na aquisição de produtos e serviços oferecidos pela empresa, relacionados à saúde, estética, bem-estar, ergonomia, fisioterapia e reabilitação.

A Quallys está localizada em Porto Alegre e conta com mais de 9 mil itens em seu catálogo, que também é comercializado de maneira online. Mais informações pela página www.espacoquallys.com.br ou pelo telefone (51) 3095-0395.

Quallys – Qualidade de Vida e Saúde
Endereço: Avenida Cristovão Colombo, 1630 – Floresta


Convênios



Fiscalização faz mais de 50 autuações na segunda semana de dezembro
26/12/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS, durante a segunda semana de dezembro, autuaram 35 academias, nas mais diferentes cidades do Rio Grande do Sul, e ainda notificaram 19 pessoas. Entre as infrações cometidas, três empresas funcionavam sem registro, nove estavam permitindo o exercício ilegal da profissão, três descumpriam o Termo de Cooperação previamente firmado com o Conselho e 12 não contavam com um profissional habilitado no momento da visita.

Entre os dias 10 e 16 de dezembro, foram realizadas 77 visitas e atendidas 14 denúncias, nos municípios de Passo Fundo, Taquara, Riozinho, Rolante, Porto Alegre, Viamão, Torres, Mampituba, Ijuí, Humaitá e Campo Novo. Das pessoas atuadas, dez foram flagradas em exercício ilegal da profissão e nove RT’s descumprindo as obrigações inerentes ao cargo e o Código de Ética do Profissional de Educação Física.

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) ainda abriu oito Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS), referentes a casos reincidentes de infrações gravíssimas, e nove novos Termos de Cooperação foram assinados com empresas que se comprometeram em regularizar as suas respectivas situações. Você pode colaborar com o trabalho da Fiscalização e encaminhar a sua denúncia ao CREF2/RS, preenchendo o formulário disponível neste link.


Fiscalização DEFOR



Nova edição da CREF2/RS em Revista destaca novas modalidades
12/12/2017
Fonte: CREF2/RS

A nova CREF2/RS em Revista, que tem como tema de capa as novas modalidades de academia, já está disponível para leitura pela Internet e para download. A publicação relata como o pilates e o treinamento funcional, por exemplo, chegaram à área fitness e tiveram uma grande aderência do público, proporcionando aos profissionais de Educação Física oportunidades diversificadas de atuação e a possibilidade de estarem à frente do seu próprio negócio.

Com o intuito de ampliar o debate sobre este assunto, a reportagem de capa é dividida entre o perfil de Tiago Proença (CREF 012034-G/RS), fundador da BPro Treinamento Funcional, e entrevistas com a vice-presidente da Associação Brasileira de Pilates Michelle Scalon (008668-G/RS), com o criador do método R100 Diego Furian (CREF 007285-G/RS) e com Áderson Loureiro (CREF 000038-G/RS) e Rogério Menegassi (CREF 001080-G/RS), ambos empreendedores com décadas de experiência no ramo das academias no Rio Grande do Sul.

Há ainda matérias sobre as ações de fiscalização do CREF2/RS em parceria com a Polícia Civil e relatos sobre alguns dos eventos realizados pelo Conselho em 2017, como o VII Fórum dos Coordenadores de Curso de Educação Física e o Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional. Você também pode acessar a edição online da nossa publicação diretamente pela plataforma Issuu, cujo aplicativo gratuito está disponível para tablets e para smartphones em geral.


Revista novas modalidades treinamento funcional pilates



DEFOR fecha três academias irregulares em Santa Maria
11/12/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, na última semana de novembro, fecharam três academias irregulares na cidade de Santa Maria. Os estabelecimentos tiveram as suas atividades suspensas por não possuírem registro e também por não apresentarem um profissional habilitado no momento da visita. Estas empresas só poderão voltar a atender o público se regularizarem primeiramente sua situação com o Conselho.

Entre os dias 26 de novembro e 2 de dezembro, foram realizadas 83 de vistas e atendidas três denúncias. Neste mesmo período, outros 21 estabelecimentos foram autuados, sendo cinco por não possuírem registro, quatro por não contarem com um profissional habilitado e oito por estarem permitindo o exercício ilegal da profissão.

A Fiscalização do CREF2/RS ainda autuou 11 pessoas por algum tipo de infração, sendo seis por exercício ilegal da profissão, três RT’s por estarem descumprindo o Código de Ética, um diplomado por atuar sem registro e um profissional que estava trabalhando mesmo com o registro baixado. Além destes casos, 28 notificações foram emitidas para empresas e pessoas que não se regularizaram dentro do prazo estabelecido pelo Conselho e uma denúncia foi encaminhada para a Comissão de Ética.

Os municípios visitados na última semana de novembro foram Santa Maria, Restinga Seca, São Gabriel e Tupanciretã. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


Fiscalização DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias e autua outras 36 por irregularidades
17/11/2017
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 5 e 11 de novembro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias nas cidades de Rio Grande e Segredo. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 100 visitas de fiscalização no período, com 16 denúncias sendo totalmente atendidas, resultando em 36 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Deste total, 18 deles não possuíam registro da empresa, 10 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros sete permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram 24 pessoas em alguma infração, sendo destas sete estavam em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, cinco profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de seis responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional. Também foram flagrados seis diplomados atuando sem registro profissional.

Em seu serviço interno, o DEFOR protocolou 24 justificativas e recursos, enviou 11 multas para empresas por descumprirem Termo de Cooperação ou faltarem a audiência do mesmo, além de emitirem 20 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram ou justificaram após vencido o prazo de suas autuações. Também foram abertos sete Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS para empresas reincidentes em infrações gravíssimas, além de 10 denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE.

Os municípios visitados durante o período foram Tapera, Lagoa dos Três Cantos, Victor Graeff, Espumoso, Vacaria, Lagoa Vermelha, Sananduva, Ibiaçá, Rio Grande, Pelotas, Segredo, Passa Sete, Lagoa Bonita do Sul, Cachoeira do Sul, Bage, Pinheiro Machado, Pedras Altas, Aceguá, Osório, São José do Ouro e Porto Alegre.

Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS autua 13 estabelecimentos em seis dias
13/11/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS realizaram, do dia 29 de outubro a 4 de novembro, 40 visitas de fiscalização, autuando 13 estabelecimentos por uma ou mais infrações. Ficou constatado que seis academias não possuíam registro da empresa, cinco funcionavam sem profissional presente no momento da visita e quatro permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Os fiscais autuaram nove pessoas cometendo alguma infração, sendo que quatro delas envolviam leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio e dois profissionais atuavam fora da área de formação e consequentemente infringiam o Código de Ética Profissional. Também foram flagrados dois Responsáveis Técnicos descumprindo as obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional, além de dois diplomados atuando sem registro profissional.

Em seu trabalho interno, o Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) protocolou 18 novas denúncias através do formulário no site. Também foram emitidas 20 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram ou justificaram após vencido o prazo de suas autuações, bem como sete Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS foram abertos para empresas reincidentes em infrações gravíssimas.

As cidades visitadas neste período foram Porto Alegre, Arroio Grande, Santa Vitoria do Palmar, Rio Grande, Novo Hamburgo, Caxias do Sul. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha uma academia e autua outras 32 na última semana de outubro
06/11/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou, entre os dias 22 e 28 de outubro, 82 visitas de fiscalização. Nestas ações, autuaram 32 estabelecimentos por uma ou mais infrações e constataram que em 17 deles não havia registro da empresa, outros sete funcionavam sem profissional presente no momento da visita e em seis deles se permitia a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Também ficou constatado que uma academia descumprira Termo de Cooperação firmado com o Conselho. Em Passo Fundo, uma academia foi fechada por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades.

Durante a ação, 13 pessoas autuadas por alguma infração, sendo sete leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, dois profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e dois diplomados atuando sem registro profissional.

Os municípios visitados foram São Leopoldo, Porto Alegre, Marau, Passo Fundo, Caxias do Sul, Vila Flores, Veranópolis, Carlos Barbosa e Cachoeirinha.


DEFOR



CREF2/RS fecha seis academias na terceira semana de outubro
30/10/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS fecharam, entre os dias 15 a 21 de outubro, seis academias localizadas nas cidades de Porto Alegre e Viamão. Os estabelecimentos tiveram suas atividades encerradas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao todo, foram realizadas 99 visitas de fiscalização na semana, com 31 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações, sendo que destes oito não possuíam registro da empresa e 12 funcionavam sem profissional presente no momento da visita.

Durante a ação, 15 pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo que deste total havia sete leigos exercendo ilegalmente da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; três profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional além de cinco Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios visitados foram Porto Alegre, Flores da Cunha, São Francisco de Paula, Viamão, Nova Hartz, Araricá e Sapiranga. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha uma academia a autua 15 estabelecimentos na segunda semana de outubro
23/10/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou, entre os dias 8 a 14 de outubro, 51 visitas de fiscalização nos municípios de Porto Alegre, Caxias do Sul e Canoas. Nestas ações, autuaram 14 estabelecimentos por uma ou mais infrações e constataram que em três deles não havia registro da empresa, outros três funcionavam sem profissional presente no momento da visita e em 11 deles se permitia a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Também ficou constatado que três academias descumpriram Termo de Cooperação firmado com o Conselho. Em Canoas, uma academia foi fechada por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades.

Durante a ação, 20 pessoas autuadas por alguma infração, sendo 15 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e quatro Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.


DEFOR



DEFOR fecha duas academias irregulares na primeira semana de outubro
17/10/2017
Fonte: CREF2/RS

Na primeira semana de outubro, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam duas academias nas cidades de Ivoti e Caxias do Sul. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 65 visitas de fiscalização no período, com oito denúncias foram totalmente atendidas; autuando 19 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo quatro deles por não possuírem registro da empresa, seis funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outros seis permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também flagraram 12 pessoas em alguma infração, sendo destas seis leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional, além de três Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios visitadas durante o período foram Porto Alegre, Venâncio Aires, Dois Irmãos, Ivoti, Novo Hamburgo, Portão e Caxias do Sul. Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha três academias na última semana de setembro
10/10/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS fecharam, entre os dias 24 e 30 de setembro, três academias localizadas nas cidades de Alvorada e Porto Alegre. Os estabelecimentos tiveram suas atividades encerradas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Nas 62 visitas de fiscalização da última semana de setembro, 16 denúncias foram totalmente atendidas, com 21 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações, sendo que sete não possuíam registro da empresa; oito funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outras oito academias permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Os fiscais autuaram 16 pessoas por alguma infração, sendo que sete delas envolviam leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; dois profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional; seis Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

As cidades visitadas nesta semana foram Porto Alegre, Tramandaí, Balneário Pinhal, Palmares do Sul (Quintão), Bento Gonçalves, Garibaldi, Carlos Barbosa, Alvorada, Viamão, Estância Velha, São Leopoldo e Novo Hamburgo

Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR autua nove academias irregulares na última semana de setembro
02/10/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou, entre os dias 17 a 23 de setembro, 35 visitas de fiscalização, autuando nove estabelecimentos por uma ou mais infrações e constatando que em dois deles não havia registro da empresa, sendo que um funcionava sem profissional presente no momento da visita e outros três permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Durante a ação, seis pessoas autuadas por alguma infração, sendo contatados três leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; um profissional atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e dois Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Internamente, a Fiscalização protocolou 15 justificativas e recursos para empresas sem registro, além de emitir três avisos de encaminhamento para Ação Civil Pública a empresas não registradas. Ao todo, 82 notificações foram emitidas para empresas e pessoas que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações. Também foi aberto um Processo Administrativo de Fiscalização – PAD FIS para uma empresa reincidente em infrações gravíssimas.

Os fiscais do Defor concentraram seus esforços em Porto Alegre nesta semana. Você pode encaminhar a sua denúncia para o DEFOR. Para isto, basta preencher o formulário disponível nesta página.


DEFOR



DEFOR fecha três academias na terceira semana de setembro
25/09/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS fecharam, entre os dias 10 a 16 de setembro, três academias localizadas nas cidades de Santana do Livramento, Alvorada e Santa Maria. Os estabelecimentos tiveram suas atividades encerradas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao todo, 32 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, sendo qu3e destes nove não possuíam registro da empresa; 10 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e 11 permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, além de três academias descumpriam Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Durante a ação, 17 pessoas foram autuadas por alguma infração, sendo deste total havia 10leigos exercendo ilegalmente da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; três profissionais atuando fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e quatro Responsáveis Técnicos descumpriam obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios visitados foram Viamão, Alvorada, Caxias do Sul, Rosário do Sul, São Gabriel, Santana do Livramento e Santa Maria.

Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



DEFOR fecha três academias irregulares na primeira semana de setembro
15/09/2017
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 3 e 9 de setembro, agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS fecharam três academias nos municípios de Arroio Grande, Porto Alegre e Canoas. Elas estavam irregulares pois não contavam com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornarem a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF2/RS.

Ao total, foram efetuadas 67 visitas de fiscalização no período, quando quatro denúncias foram totalmente atendidas e 19 estabelecimentos autuados por uma ou mais infrações. Dentre estes casos, cinco academias não possuíam registro da empresa; nove funcionavam sem profissional presente no momento da visita e oito permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Além do fechamento e autuação das academias, os fiscais também autuaram 15 pessoas por alguma infração, entre eles oito leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; cinco Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional além de dois diplomados atuando sem registro profissional.

Em seu trabalho interno, o DEFOR emitiu duas notificações para empresas e pessoa que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações, nove denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE e foram abertos quatro novos Processos Administrativos de Fiscalização – PAD FIS para empresas reincidentes em infrações gravíssimas. br>
Os municípios visitados na primeira semana de setembro foram Porto Alegre, Canoas, Esteio, Cachoeirinha, Pelotas, Pedro Osório, Arroio Grande, Caxias do Sul e Farroupilha.

Qualquer denúncia de irregularidade pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


DEFOR



CREF2/RS fecha duas academias e autua outras 32 irregulares nas últimas duas semanas
08/09/2017
Fonte: CREF2/RS

As equipes de fiscalização do DEFOR realizaram de 27 de agosto a 2 de setembro 41 visitas, quando autuaram 13 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo que três academias não possuíam registro da empresa; três funcionavam sem profissional presente no momento da visita e cinco permitiam a atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Na ação, também foi fechada uma academia na cidade de Viamão, por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades.

Ao todo, 13 pessoas autuadas por alguma infração, sendo cinco leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; sete Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes a suas funções e infringindo o Código de Ética Profissional e um diplomado atuando sem registro profissional.

Os municípios visitados durante o período foram Caxias do Sul, Alvorada, Esteio, Viamão, Porto Alegre e Canoas.

Entre os dias 20 e 28 de agosto, foram autuados 19 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo que destes seis academias não possuíam registro de empresa, oito funcionavam sem profissional presente no momento da visita e uma permitia atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. O CREF2/RS também fechou uma academia em Porto Alegre, por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades.

Nesta ação, 19 pessoas autuadas por alguma infração, sendo 13 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio; duas delas atuavam fora da área de formação e infringindo o Código de Ética Profissional e sete Responsáveis Técnicos descumpriam as obrigações inerentes as suas funções, infringindo o Código de Ética Profissional.

Os municípios fiscalizados na última semana de agosto foram Porto Alegre, Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Antônio Prado, São Marcos, Sapucaia do Sul e Esteio.


DEFOR



CREF2/RS revela vencedores do Troféu Destaque 2017
04/09/2017
Fonte: CREF2/RS

Comemorando o Dia do Profissional de Educação Física, o CREF2/RS realizou na última sexta-feira, dia 1º de setembro, a cerimônia de entrega do Troféu Destaque 2017. O prêmio, que chegou ao seu sexto ano consecutivo, homenageou as pessoas e as empresas que mais de destacaram ao longo do último ano, em 15 categorias diferentes. Os estabelecimentos que completaram dez anos de registro também receberam um certificado como forma de reconhecimento durante a noite.

A abertura da cerimônia foi feita pela presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que destacou a importância da data e o reconhecimento da premiação depois de cinco edições. “O Dia do Profissional de Educação Física, que comemoramos com o Troféu Destaque, é um momento único no ano, em que podemos estar perto de muitos colegas e de sentir orgulho pelo que fazemos pela profissão e pela sociedade”, analisou. A forma de escolha dos vencedores, com uma votação aberta no site do CREF2/RS para a definição dos três finalistas de cada categoria, também foi mencionada pela Presidente. “Somos mais de 25 mil registrados e queremos que todos participem, tanto do Troféu Destaque como do dia a dia do Conselho. Esta é a nossa maior honra”.

Confira os ganhadores:

Mérito da Educação Física
Vilson Fermino Bagatini (CREF 000009-G/RS)
Formado em Educação Física e em Pedagogia, Bagatini possui diversos cursos de aperfeiçoamento na área e é pós-graduado em Técnicas Esportivas em Futebol, Handebol e Voleibol e Mestre em Educação pela Universidade de Paris. Autor de 12 livros, foi docente de dezenas de cursos no Brasil e no exterior e Delegado Regional da FIEP, sendo agraciado pela instituição com a Cruz de Prata de Honra Internacional.

Profissional do Ano
Pedro Rodrigues Curi Hallal (CREF 024120-G/RS)
Mais jovem reitor a ocupar o cargo na Universidade Federal de Pelotas, assumiu a liderança da instituição em 2017. Possui mestrado e doutorado em Epidemiologia pela Universidade e realizou estágio pós-doutoral no Instituto de Saúde da Criança em Londres. É um dos sócios-fundadores da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde e bolsista de produtividade do CNPq.

Profissional de Academia
Roberta Forini Ortega (CREF 012398-G/RS)
Formada pela Universidade Federal de Pelotas, atua desde 2001 em academias. Em Pelotas, atuou com musculação, ginástica, natação e hidroginástica, ministrando também aulas de bike, local, step, combate e lecionando também na Faculdade Anhanguera de Pelotas. Em Porto Alegre desde 2012, atua nas academias Natasul e Fórmula, como personal trainer e professora em diferentes modalidades.

Profissional de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral
Aline de Andrades Silva (CREF 017502-G/RS)
É graduada pela UNISC e atua desde 2006 na área de licenciatura e de bacharelado. Trabalhou junto a Escolas de Educação Infantil, com Recreação e Lazer, tendo atuado ainda como personal trainer. Atualmente, trabalha com Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral, além de atividades aquáticas, como natação infantil e hidroginástica.

Profissional com Atuação em Projetos Sociais
Paulo Cezar Mello (CREF 003951-G/RS)
É professor da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da Universidade de Passo Fundo e coordenador adjunto do curso de Educação Física Licenciatura no Campus Soledade da Universidade. Na UPF, coordena o Projeto de Extensão “Educação Inclusiva Equoterapêutica”, que concorreu ao Prêmio Educação RS em 2016, do Sinpro. É também diretor da Escola Municipal de Autistas Profª Olga Caetano Dias, de Passo Fundo.

Profissional de Escola
César Augusto Osorio Dornelles (CREF 000875-G/RS)
Pós-graduado em Ciência do Desporto e em Psicomotricidade pela UFRGS, Cesar possui atuação voltada ao ensino da prática pedagógica da Educação Física em nível do pré-escolar e Ensinos Fundamental e Médio, e no desporto escolar de voleibol e atletismo. Atualmente trabalha no Colégio Estadual Júlio de Castilhos, como professor e treinador de voleibol, e na Escola Infantil Tartaruguinha Verde como professor de Psicomotricidade.

Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada
Cláudia Regina Alfama (CREF 006362-G/RS)
É especialista em Ética e Educação em Direitos Humanos pela UFRGS. É profissional de Educação Física da FADERS – Acessibilidade e Inclusão há 23 anos, onde atualmente coordena o Núcleo Estadual do Paradesporto. Faz parte ainda do Comitê Paralímpico Brasileiro, atuando como técnica de voleibol sentado e de bocha paralímpica da Associação Nacional de Desporto para Deficientes.

Profissional de Recreação
Eneida Feix (CREF 002116-G/RS)
É especialista em Educação Psicomotora, em Lazer e Recreação e em Jornalismo Esportivo e possui mestrado na área de Ciências do Movimento Humano. Tem 40 anos de experiência na área de Recreação, com atuação no Ministério do Esporte, na Secretaria Municipal de Educação e de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre, na FUNDERGS e nos Ensinos especial, Fundamental, Médio e Superior.

Profissional Técnico Desportivo
André Luís Rocha Scott (CREF 001215-G/RS)
É atualmente coordenador do Departamento de Basquete do Grêmio Náutico União, além de técnico nas categorias de base e principal do esporte no clube, onde trabalha desde 1992. Atuou como técnico da modalidade também no colégio LaSalle Santo Antônio, onde era professor nos Ensinos Fundamental e Médio. Treinou ainda a Seleção Gaúcha de Basquete nas categorias sub-13, sub-15 e sub-17.

Profissional de Corrida de Rua
Leonardo Rossato Ribas (CREF 003760-G/RS)
Especializado em fisiologia do exercício e em treinamento de atletismo, atua na Sogipa e no grupo PerCorrer. Como treinador de atletismo, participou dos últimos mundiais de atletismo e de revezamento, além dos Jogos Olímpicos do Rio, como treinador da seleção brasileira. Atua também com corrida e caminhada recreativa, com o objetivo maior de proporcionar mais saúde, socialização e qualidade de vida aos praticantes.

Profissional de Saúde
Emilian Rejane Marcon (CREF 002792-G/RS)
É mestre em Ciências da Saúde pela Fundação Universitária de Cardiologia e Doutora em Medicina – Ciências Cirúrgicas pela UFRGS, atuando como pesquisadora nas áreas de obesidade mórbida, exercício físico e cirurgia bariátrica. Atualmente, trabalha no Hospital de Clínicas de Porto Alegre e na Unidade Básica Santa Cecília, onde desenvolve um programa de exercícios físicos para pacientes pré e pós-cirurgia bariátrica.

Clube ou Sociedade
Clube do Professor Gaúcho (CREF 000269-PJ/RS)
O Clube do Professor Gaúcho é a única agremiação social de educadores do Brasil e maior clube classista da América do Sul. Foi fundado em 1966 sob o lema: “a união de uma classe materializada em concreto”. Mantém atualmente três sedes sociais, em Porto Alegre, Santa Maria e Balneário Pinhal, sendo um consagrado espaço de sociabilidade que proporciona convívio entre professores de todas as instituições de ensino.

Academia
Cia Athlética (CREF 001430-PJ/RS)
Presente no mercado há 30 anos, a Cia. Athletica atende 35.000 alunos e conta com 18 unidades pelo Brasil. Em Porto Alegre, conta com ambiente moderno com 3000m² e mais de 30 modalidades de aulas coletivas. A partir de avaliação física e nutricional, sua equipe de profissionais especializada desenvolve um programa completo de atividades de acordo com o perfil, objetivos, preferências e disponibilidade de tempo do aluno.

Veículo de Comunicação
Vozes do Esporte – Rádio Charrua
É um programa de conversa e entrevistas sobre o esporte local e em geral, sendo o mais tradicional programa de esportes da Fronteira Oeste do Estado. Criado para fomentar, discutir, organizar e melhorar o esporte na cidade de Uruguaiana, é apresentado por Vicente Majó da Maia. Está no ar há dezoito anos, sendo cinco na Rádio Charrua, e foi responsável por diversas conquistas na área esportiva da região.

Personalidade do Ano
João Derly
É ex-judoca, bicampeão mundial da modalidade, e também campeão em diversos outros torneios. Participante ativo de campanhas sociais quando atleta, após aposentar-se do judô de alto rendimento fundou o Instituto Pódium, projeto que leva o judô gratuitamente a crianças em situação de vulnerabilidade social. Eleito vereador em 2012 e deputado federal em 2014, tem como principais bandeiras o esporte e as causas sociais.


Troféu Destaque



Cerimônia de entrega do Troféu Destaque 2017 ocorre nesta sexta-feira
31/08/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vai realizar amanhã, dia 1º de setembro, a cerimônia de entrega do Troféu Destaque 2017. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, ocorrerá na Praça dos Fundadores do Grêmio Náutico União, em Porto Alegre.

Divididos em 13 categorias, os finalistas foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho, durante o último mês de julho. Outras duas categorias, chamadas Personalidade do Ano e Veículo de Comunicação, tiveram os seus ganhadores eleitos diretamente pela Plenária. Todos os vencedores do Troféu Destaque serão conhecidos somente na cerimônia.

Mérito da Educação Física
Dionisio Musachio Felix (CREF 003283-P/RS)
Vilson Fermino Bagatini (CREF 000009-G/RS)
Arnóbio Noronha Sigaran (CREF 003284-P/RS)

Profissional do Ano
Pedro Rodrigues Curi Hallal (CREF 024120-G/RS)
Fernando Ernesto Saraiva (CREF 002582-P/RS)
Álvaro Fernando Laitano da Silva (CREF 000006-G/RS)

Profissional de Academia
Marcos Vinícius Ferreira (CREF 015318-G/RS)
Roberta Forini Ortega (CREF 012398-G/RS)
Anelise de Moraes Leotte Bach (CREF 002179-G/RS)

Profissional de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral
Jussara Mesquita da Costa (CREF 009226-G/RS)
João Pedro Manica (CREF 019833-G/RS)
Aline de Andrades Silva (CREF 017502-G/RS)

Profissional com Atuação em Projetos Sociais
Felipe Alberton (CREF 013445-G/RS)
Alex Lenz Stragliotto (CREF 013149-P/RS)
Paulo Cezar Mello (CREF 003951-G/RS)

Profissional de Escola
Carlos Alberto Alves Oliveira (CREF 020824-G/RS)
César Augusto Osorio Dornelles (CREF 000875-G/RS)
Josiane Margarete de Araújo Fassini (CREF 013909-G/RS)

Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada
Rosilene Moraes Diehl (CREF 006012-G/RS)
Paulo José Antoni (CREF 002041-G/RS)
Cláudia Regina Alfama (CREF 006362-G/RS)

Profissional de Recreação
Cassiano Pedro Somensi (CREF 012741-G/RS)
Eneida Feix (CREF 002116-G/RS)
Clezio José dos Santos Gonçalves (CREF 008168-G/RS)

Profissional Técnico Desportivo
André Luís Rocha Scott (CREF 001215-G/RS)
Gilberto Bellaver (CREF 003372-G/RS)
André Osvaldo Furtado da Silva (CREF 011068-G/RS)

Profissional de Corrida de Rua
Juliano Mônaco Maciel (CREF 016431-G/RS)
Alexandre Sendzich Silvestrin (CREF 013072-G/RS)
Leonardo Rossato Ribas (CREF 003760-G/RS)

Profissional de Saúde
Alexandre Ramos Lazzarotto (CREF 002537-G/RS)
Marivete Tomazoni (CREF 011447-G/RS)
Emilian Rejane Marcon (CREF 002792-G/RS)

Clube ou Sociedade
Clube Juvenil de Caxias do Sul (CREF 000922-PJ/RS)
Lindoia Tênis Clube (CREF 000160-PJ/RS)
Clube do Professor Gaúcho (CREF 000269-PJ/RS)

Academia
Academia Body One (CREF 000897-PJ/RS)
Cia Athlética (CREF 001430-PJ/RS)
Guilherme Hessel Diel – Academia Personalizada Funcional (CREF 002963-PJ/RS)


Troféu Destaque 1º de setembro Dia do profissional de Educação Física



Fiscalização autua 20 academias irregulares na terceira semana de agosto
28/08/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou, entre os dias 13 a 19 de agosto, 44 visitas de fiscalização, fechando quatro academias no município de Canoas por não apresentarem nenhum profissional para assumir as atividades. A ação em Canoas contou com apoio da Polícia Civil.

Também foram autuados 20 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo constatado que nove delas não possuíam registro da empresa, 12 funcionavam sem profissional presente no momento da visita e outras nove permitiam atuação de leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio. Uma academia descumpria o Termo de Cooperação firmado com o Conselho.

Internamente, a Fiscalização encaminhou 12 processos de Ação Civil Pública – ACP, para empresas sem registro, além de 11 notificações foram emitidas para empresas e pessoas que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações, além de duas denúncias encaminhadas à Comissão de Ética Profissional – DCE e um Processo Administrativo de Fiscalização – PAD FIS, aberto para empresa reincidente em infrações gravíssimas

Os municípios fiscalizados durante o período foram Porto Alegre, Guaíba, Cachoeirinha, Gravataí, Sapucaia do Sul, Canoas, Nova Petrópolis e Eldorado do Sul.


DEFOR



Fiscalização autua 14 estabelecimentos e fecha uma academia na segunda semana de agosto
22/08/2017
Fonte: CREF2/RS

Os agentes fiscais do CREF2/RS, entre os dias 6 e 14 de agosto, autuaram 14 estabelecimentos em todo o Rio Grande do Sul. Entre as empresas notificadas, oito não possuíam registro, quatro não contavam com um profissional habilitado presente no momento da visita e seis estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. Além destas, uma academia foi flagrada descumprindo o Termo de Cooperação previamente assinado e uma outra empresa da área fitness teve as suas atividades suspensas, por funcionar de maneira totalmente irregular, em Canoas.

Porto Alegre, Eldorado do Sul, Esteio, Cachoeirinha e Bento Gonçalves são algumas das cidades por onde também passaram a equipe do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, que realizou 43 visitas e atendeu quatro denúncias, somente na segunda semana de agosto. Outras 12 pessoas também foram autuadas neste período, sendo sete por exercício ilegal da profissão, uma por estar atuando fora da área (Licenciado trabalhando como Bacharel) e três RT’s por descumprirem as funções inerentes ao cargo, previstas no Código de Ética do Profissional de Educação Física.

Internamente, a Fiscalização encaminhou 21 casos para ação civil pública e emitiu 28 notificações para empresas e pessoas que não se regularizaram dentro do prazo previamente estabelecido. Um Processo Administrativo de Fiscalização (PAD FIS) também foi aberto, referente a uma academia reincidente em uma infração gravíssima. Qualquer denúncia pode ser encaminhada ao DEFOR pelo formulário disponível neste link.


Fiscalização DEFOR



DEFOR fecha duas academias irregulares na primeira semana de agosto
15/08/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, entre os dias 30 de julho e 5 de agosto, autuou 18 estabelecimentos e 20 pessoas por algum tipo de infração, em todo o Estado. Entre as empresas notificadas, oito não possuíam registro, 11 não contavam com um profissional habilitado no momento da visita e 13 estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. Duas academias – uma em Pelotas e outra em Turuçu – funcionavam de maneira totalmente irregular e tiveram as suas atividades suspensas. Elas precisarão regularizar a sua situação antes de voltar a atender o público.

Os agentes fiscais, durante a primeira semana de agosto, notificaram 11 pessoas por exercício ilegal da profissão, dois diplomados por não possuírem registro, quatro profissionais que atuavam fora da área (Licenciados como Bachareis) e três RTs que estavam descumprindo as obrigações inerentes ao cargo, estabelecidas pelo Código de Ética dos Profissionais de Educação Física. Além disto, sete Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS) foram abertos, relacionados a casos de empresas ou pessoas flagradas em reincidência de infrações gravíssimas.

Neste período, a Fiscalização ainda emitiu 13 notificações para empresas e pessoas que não regularizaram a sua situação após o prazo inicialmente estipulado. Fora Pelotas e Turuçu, o Conselho também esteve visitando academias em Porto Alegre, Caxias do Sul, Alto Feliz, Canguçu e Camaquã. Você pode encaminhar a sua denúncia ao DEFOR preenchendo o formulário disponível nesta página.


Fiscalização DEFOR



CONFEF divulga nota de repúdio à decisão que autoriza ex-goleiro Bruno a dar aulas de futebol
09/08/2017
Fonte: CONFEF

Diante da recente decisão proferida pela 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Varginha, em Minas Gerais, que promoveu o ex-goleiro Bruno Fernandes a função de professor, permitindo o ensino do futebol a crianças e adolescentes como parte do pagamento de sua pena, o CONFEF manifesta o seu mais veemente repúdio e preocupação, entendendo ser um descaso da Justiça oferecer a jovens referência tão imprópria em seu processo de formação. Deste modo, o Conselho compromete-se a mobilizar as entidades representantes dos direitos das crianças e adolescentes a fim de reverter a decisão.

Anteriormente, uma determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) impediu que o ex-atleta exercesse a sua profissão de goleiro de Futebol. A Justiça mineira, no entanto, autorizou Bruno a ministrar aulas de futebol a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, econômica ou familiar. Com a nova decisão, o ex-goleiro poderá exercer a função de professor sem a formação acadêmica necessária. Que conhecimento didático, metodológico e ético possui este condenado? Quais valores morais e sociais este indivíduo transmitirá a estes jovens?

A decisão é perigosa e traz riscos, sobretudo à saúde de crianças e adolescentes, assim como ao desenvolvimento das competências e habilidades motoras, tão necessárias de serem ensinadas com ética e competência. Os princípios como respeito à integridade física, mental e social da criança e do adolescente foram preteridos por um olhar exclusivamente técnico sob o ponto de vista jurídico, unilateral e descontextualizado da ótica social. A decisão judicial desrespeita também a Convenção sobre os Direitos das Crianças, que em seu artigo 3º estabelece que “todas as ações relativas às crianças, levadas a efeito por instituições públicas ou privadas de bem-estar social, tribunais, autoridades administrativas ou órgãos legislativos, devem considerar, primordialmente, o interesse maior da criança”.

O CONFEF não questiona a importância das políticas públicas prisionais, que focam no trabalho como oportunidade de recuperação de detentos e remição da pena. Contudo, entende que a decisão da justiça estica a corda ao limite máximo da compreensão e torna o instrumento de reinserção social difícil de ser aceito em sua forma, alcance e eficiência.


CONFEF



Fiscalização fecha mais uma academia irregular na última semana de julho
08/08/2017
Fonte: CREF2/RS

A Fiscalização do CREF2/RS, entre os dias 23 e 29 de julho, fechou uma academia irregular e autuou 25 estabelecimentos por algum tipo de infração em todo o Estado. Entre as empresas notificadas, seis não possuíam registro, oito não contavam um profissional habilitado no momento da visita, duas estavam descumprindo o Termo de Cooperação previamente assinado e outras oito estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. A academia que teve as suas atividades suspensas - localizada em Porto Alegre - vai precisar regularizar a sua situação antes de voltar a atender.

As ações do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), realizadas na última semana de julho, também autuaram 20 pessoas, sendo sete por exercício ilegal da profissão, um diplomado sem registro e dois profissionais que estavam atuando fora da área – Licenciados desempenhando as funções de Bacharéis. Além destes, 11 Responsáveis Técnicos foram notificados por estarem descumprindo as obrigações inerentes ao cargo e o Código de Ética dos Profissionais de Educação Física.

Os agentes fiscais do CREF2/RS também atenderam dez denúncias e 14 Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS) foram abertos, referentes a casos de empresas reincidentes em infrações gravíssimas. Além de Porto Alegre, a Fiscalização esteve ainda em Caxias do Sul e Gravataí neste período. Independentemente da cidade, o DEFOR segue à disposição para receber e averiguar irregularidades em todo o Rio Grande do Sul. Para colaborar com o trabalho da Fiscalização, basta preencher o formulário de denúncia disponível neste link. Todas as informações repassadas ao Conselho são mantidas sob sigilo.


Fiscalização DEFOR



DEFOR autua 35 estabelecimentos e pessoas irregulares na terceira semana de julho
01/08/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, entre os dias 16 e 22 de julho, autuou 30 estabelecimentos e 15 pessoas por algum tipo de infração, em todo o Estado. Das empresas notificadas, oito não possuíam registro, duas não contavam com um profissional habilitado no momento da visita e sete estavam permitindo o exercício ilegal da profissão.

Os agentes fiscais do Conselho, durante a terceira semana de julho, notificaram cinco pessoas por exercício ilegal da profissão, um diplomado que atuava sem registro e sete RTs que estavam descumprindo as obrigações inerentes ao seu cargo, estabelecidas no Código de Ética dos Profissionais de Educação Física. Além disto, três Processos Administrativos de Fiscalização (PAD FIS) foram abertos, relacionados a casos de empresas flagradas em reincidência de infrações gravíssimas.

Neste período, a Fiscalização visitou estabelecimentos da área fitness em Porto Alegre, Erechim, Getúlio Vargas, Tio Hugo e Passo Fundo. Você pode encaminhar a sua denúncia para o DEFOR. Para isto, basta preencher o formulário disponível nesta página.


Fiscalização DEFOR



CREF2/RS revela finalistas do Troféu Destaque 2017
27/07/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS divulgou, na manhã desta quinta-feira, dia 27 de julho, os finalistas do Troféu Destaque 2017. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, vai ter a sua cerimônia de entrega realizada no dia 1º de setembro, sexta-feira, na Praça dos Fundadores do Grêmio Náutico União, em Porto Alegre.

Divididos em 13 categorias, os finalistas listados abaixo foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho, durante o último mês de julho. Outras duas categorias, chamadas Personalidade do Ano e Veículo de Comunicação, terão os seus ganhadores eleitos diretamente pela Plenária. Todos os vencedores do Troféu Destaque serão conhecidos somente na cerimônia do dia 1º de setembro. Confira:

Mérito da Educação Física
Dionisio Musachio Felix (CREF 003283-P/RS)
Vilson Fermino Bagatini (CREF 000009-G/RS)
Arnóbio Noronha Sigaran (CREF 003284-P/RS)

Profissional do Ano
Pedro Rodrigues Curi Hallal (CREF 024120-G/RS)
Fernando Ernesto Saraiva (CREF 002582-P/RS)
Álvaro Fernando Laitano da Silva (CREF 000006-G/RS)

Profissional de Academia
Marcos Vinícius Ferreira (CREF 015318-G/RS)
Roberta Forini Ortega (CREF 012398-G/RS)
Anelise de Moraes Leotte Bach (CREF 002179-G/RS)

Profissional de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral
Jussara Mesquita da Costa (CREF 009226-G/RS)
João Pedro Manica (CREF 019833-G/RS)
Aline de Andrades Silva (CREF 017502-G/RS)

Profissional com Atuação em Projetos Sociais
Felipe Alberton (CREF 013445-G/RS)
Alex Lenz Stragliotto (CREF 013149-P/RS)
Paulo Cezar Mello (CREF 003951-G/RS)

Profissional de Escola
Carlos Alberto Alves Oliveira (CREF 020824-G/RS)
César Augusto Osorio Dornelles (CREF 000875-G/RS)
Josiane Margarete de Araújo Fassini (CREF 013909-G/RS)

Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada
Rosilene Moraes Diehl (CREF 006012-G/RS)
Paulo José Antoni (CREF 002041-G/RS)
Cláudia Regina Alfama (CREF 006362-G/RS)

Profissional de Recreação
Cassiano Pedro Somensi (CREF 012741-G/RS)
Eneida Feix (CREF 002116-G/RS)
Clezio José dos Santos Gonçalves (CREF 008168-G/RS)

Profissional Técnico Desportivo
André Luís Rocha Scott (CREF 001215-G/RS)
Gilberto Bellaver (CREF 003372-G/RS)
André Osvaldo Furtado da Silva (CREF 011068-G/RS)

Profissional de Corrida de Rua
Juliano Mônaco Maciel (CREF 016431-G/RS)
Alexandre Sendzich Silvestrin (CREF 013072-G/RS)
Leonardo Rossato Ribas (CREF 003760-G/RS)

Profissional de Saúde
Alexandre Ramos Lazzarotto (CREF 002537-G/RS)
Marivete Tomazoni (CREF 011447-G/RS)
Emilian Rejane Marcon (CREF 002792-G/RS)

Clube ou Sociedade
Clube Juvenil de Caxias do Sul (CREF 000922-PJ/RS)
Lindoia Tênis Clube (CREF 000160-PJ/RS)
Clube do Professor Gaúcho (CREF 000269-PJ/RS)

Academia
Academia Body One (CREF 000897-PJ/RS)
Cia Athlética (CREF 001430-PJ/RS)
Guilherme Hessel Diel – Academia Personalizada Funcional (CREF 002963-PJ/RS)


Troféu Destaque



Fiscalização autua mais de 20 estabelecimentos e pessoas no começo de julho
25/07/2017
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 9 e 15 de julho, o Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS autuou 12 estabelecimentos e dez pessoas, em todo o Estado, por algum tipo de infração. Entre as empresas notificadas, cinco não possuíam registro, quatro não contavam com um profissional habilitado no momento da visita e oito estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. Uma academia que funcionava de maneira totalmente irregular, em Gravataí, também foi fechada e vai precisar regularizar a sua situação antes de voltar a atender o público.

Os agentes fiscais do Conselho, durante a segunda semana de julho, atuaram estas dez pessoas, sendo oito por exercício ilegal da profissão, uma por estar fora da área de atuação – um Licenciado que trabalhava como Bacharelado, e um Responsável Técnico que estava descumprindo as obrigações inerentes ao seu cargo, estabelecidas no Código de Ética dos Profissionais de Educação Física. Além de Gravataí, a Fiscalização também esteve visitando estabelecimentos da área fitness em Canoas, Porto Alegre, Glorinha e Gravataí.

Você pode encaminhar a sua denúncia para o DEFOR. Para isto, basta preencher o formulário disponível nesta página.


Fiscalização DEFOR



Fiscalização fecha três academias irregulares no interior
18/07/2017
Fonte: CREF2/RS

A Fiscalização do CREF2/RS, entre os dias 2 e 8 de julho, fechou três academias que funcionavam de maneira totalmente irregular e autuou outros 29 estabelecimentos, em todo o Rio Grande do Sul, por algum tipo de infração. Entre as empresas notificadas, dez não contavam com um profissional habilitado no momento da visita, 17 não possuíam registro e uma estava permitindo o exercício ilegal da profissão. As academias que tiveram as suas atividades suspensas, em Teutônia e Lajeado, vão precisar regularizar a sua situação antes de voltar a atender.

As ações do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), realizadas na primeira semana de julho, também autuaram 25 pessoas, sendo 11 por exercício ilegal da profissão (ou estagiário sem Termo de Estágio válido), cinco por estarem fora da área de atuação e outros cinco Responsáveis Técnicos que descumpriam as obrigações inerentes ao cargo e infringiam, consequentemente, o Código de Ética dos Profissionais de Educação Física. Ao todo, foram feitas mais de 50 visitas neste período.

Fora os dois municípios já mencionados, os agentes fiscais do Conselho também estiveram em Porto Alegre, Santa Maria, Júlio de Castilhos, Tupanciretã, Ivorá, Faxinal do Soturno, São João do Polêsine, Mata, Salvador do Sul, Tupandi, São Sebastião do Caí, Bom Princípio, Feliz e Encantado. Independente do local, a Fiscalização segue à disposição para receber e averiguar irregularidades. Para contribuir com o trabalho do DEFOR, basta preencher este formulário de denúncia.


Fiscalização DEFOR



Fiscalização autua nove academias na segunda semana de junho
30/06/2017
Fonte: CREF2/RS

A Fiscalização do CREF2/RS, entre os dias 11 e 17 de junho, fechou uma academia irregular e autuou 9 estabelecimentos, em todo o Rio Grande do Sul, por algum tipo de infração. Entre as empresas notificadas, quatro não contavam com um profissional habilitado no momento da visita e cinco estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. A academia que teve as suas atividades suspensas, em Viamão, vai precisar regular a sua situação antes de voltar a atender.

As ações do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), realizadas na segunda semana de junho, também autuaram nove pessoas, sendo quatro por exercício ilegal da profissão e cinco Responsáveis Técnicos que estavam descumprindo as obrigações inerentes ao cargo e infringindo o Código de Ética dos Profissionais de Educação Física. Ao todo, foram feitas 30 visitas neste período.

Outras 26 notificações foram enviadas pelo DEFOR a empresas e a pessoas que não regularizaram a sua situação dentro do prazo estabelecido pelo CREF2/RS, depois da fiscalizadas e autuadas pela primeira vez. Além destas, sete Processos Administrativos de Fiscalização também foram abertos, referentes a casos reincidentes em infrações gravíssimas.

Fora o município já mencionado, os agentes fiscais do Conselho também estiveram em São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Alvorada e em Caxias do Sul. Independente do local, a Fiscalização segue à disposição para receber e averiguar irregularidades. Para contribuir com o trabalho do DEFOR, basta preencher este formulário de denúncia.


Fiscalização DEFOR



Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Fiscalização e Ética reúne CREFs da região sul em Porto Alegre
27/06/2017
Fonte: CREF2/RS

A capital gaúcha foi sede, na última sexta e sábado, dias 23 e 24 de junho, do II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional. O evento, que teve o intuito de discutir e de padronizar os procedimentos voltados à atuação de fiscalização, assim com ao trabalho relacionado à Comissão de Ética, contou com a presença de diversos representantes do CREF2/RS, CREF3/SC e CREF9/PR.

Depois de uma rápida saudação da presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que destacou a honra que o CREF2/RS teve em organizar um evento deste porte, o Encontro iniciou, na sexta-feira, com a palestra do conselheiro federal Angelo Vargas (CREF 000007-G/RJ), sobre o valor financeiro da ética e como este assunto se relaciona com o dia a dia das Comissões. “Os agentes fiscais vão à rua não para fechar academias, mas para reduzir os riscos à sociedade. A Comissão de Fiscalização, por exemplo, tem uma grande viés pedagógico, pois não adianta um trabalho corretivo se não houver uma atuação preventiva e educadora”, comentou.

A fala do palestrante, que também salientou com a ausência de disciplinas sobre as questões jurídicas durante a graduação comprometem, de certa forma, a atuação dos profissionais de Educação Física no futuro, foi complementada por uma breve apresentação de Rony Tschoeke (CREF 004979-G/PR), do CREF9/PR. O conselheiro, que aprofundou o tópico da função pedagógica da Comissão de Ética Profissional, reforçou a ideia que o trabalho dos Conselhos é muito mais voltado para a educação do que para a punição. “A nossa atuação é para que o profissional entenda toda a amplitude e a responsabilidade da sua intervenção, não atrelada apenas às questões técnicas”.

Ao longo destes dois dias, as Comissões de Orientação e Fiscalização e de Ética Profissional também tiveram a oportunidade de se reunir separadamente e de debater tópicos bastante específicos às suas rotinas. Nestes encontros, os membros dos três CREFs da região sul puderam trocar experiências, apresentar seus números e buscar formas de aproximar o trabalho que é feito no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná. A atuação em parceria com o Ministério Público, os Termos de Cooperação, as dificuldades dos agentes fiscais e a falta de esclarecimento entre entre a população quanto à exigência da Cédula de Identidade Profissional foram alguns dos tópicos discutidos.

No sábado, o Encontro teve uma palestra do procurador de Justiça do Rio Grande do Sul Paulo Valério Moraes. Ele apresentou, para todos os presentes, o Código de Direito do Consumidor e a sua conexão com as funções desempenhadas pelos Conselhos Profissionais. “O que se espera dos CREFs é que eles protejam a sociedade. Por isto, toda a população deveria buscar saber, quando procura uma academia, se aquele serviço está sendo prestado realmente por um profissional de Educação Física”, declarou. “A importância dos Conselhos está em assegurar o bem-estar e a qualidade de vida. Os profissionais de Educação Física já são reconhecidos como profissionais de saúde, o que só amplia a necessidade de combater a prática e aqueles produtos que são considerados nocivos”, completou.

Ao final das atividades, as Comissões elaboraram um documento oficial, que será levado posteriormente ao CONFEF, para que todo o esforço pela padronização dos procedimentos entre os CREFs da região sul também seja visto e discutido pelos demais Conselhos Regionais do país. “Há um caminho extremamente necessário, para todo o Sistema CONFEF/CREFs uniformize o seu trabalho. Este Encontro está dando um passo para que a gente alcance este objetivo”, declarou Irineu Furtado (CREF 003767-G/SC), presidente do CREF3/SC, numa das falas que encerrou o evento.


Fiscalização Ética Profissional



II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional é nesta sexta e sábado
21/06/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS irá realizar, nesta sexta e sábado, dias 23 e 24 de junho, o II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional. Pela primeira vez em Porto Alegre, o evento estará aberto à presença dos membros destas respectivas Comissões, vinculadas aos três CREFs da região sul.

Com o intuito de discutir e padronizar os procedimentos voltados à atuação de fiscalização, assim como do trabalho relacionado às respectivas Comissões, o Encontro terá as palestras de Paulo Valério Moraes, procurador de Justiça do Rio Grande do Sul, e do conselheiro federal Angelo Vargas (CREF 000007-G/RJ).

II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional
Data: 23 e 24 de junho, sexta-feira e sábado
Horário: das 13h30min às 20h e das 8h às 13h, respectivamente
Local: Hotel Embaixador
Endereço: Rua Jerônimo Coelho, 354 - Centro Histórico
Inscrições: exclusivamente para membros das Comissões do CREF2/RS, CREF3/SC e ao CREF9/PR


Fiscalização Ética Profissional



Fiscalização fecha quatro academias irregulares na primeira semana de junho
20/06/2017
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS, na primeira semana de junho, fechou quatro academias irregulares e autuou 14 estabelecimentos, em todo o Rio Grande do Sul, por algum tipo de infração. Entre as empresas notificadas, sete não contavam com um profissional habilitado no momento da visita e cinco estavam permitindo o exercício ilegal da profissão. As academias que tiveram as atividades suspensas, nas cidades de Novo Hamburgo, Alvorada, Guaíba e Pelotas, vão precisar regular a sua situação antes de voltar a atender.

As ações de fiscalização, realizadas entre os dias 4 e 10 de junho, também autuaram cinco pessoas, sendo três por exercício ilegal da profissão. Ao todo, foram feitas 27 visitas e atendidas 13 denúncias neste período. Outras cinco empresas foram notificadas por não regularizarem a sua situação dentro do prazo estabelecido anteriormente elo DEFOR, duas denúncias foram encaminhadas à Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS e cinco processos de fiscalização foram abertos, referentes a casos reincidentes em infrações gravíssimas.

Além dos municípios já mencionados, os agentes fiscais do Conselho também esteviram em Campo Bom, Eldorado do Sul, Charqueadas, São Jerônimo e Porto Alegre. Independente do local, o DEFOR segue à disposição para receber e averiguar irregularidades. Para contribuir com o trabalho da Fiscalização, basta preencher este formulário de denúncia.


Fiscalização



CREF2/RS realiza II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional
12/06/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS irá promover, nos dias 23 e 24 de junho, a segunda edição do Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional. O evento, dedicado exclusivamente aos membros das respectivas Comissões dos três CREFs da região sul, vai ser realizado pela primeira vez em Porto Alegre, no Hotel Embaixador.

O evento terá, mais uma vez, o objetivo de discutir e padronizar os procedimentos voltados à atuação de fiscalização, assim como das respectivas Comissões, visando a propagação de um trabalho coeso e que resulte, a curto prazo, em uma uniformização das atividades desempenhadas pelo Sistema CONFEF/CREFs neste sentido. Paulo Valério Moraes, procurador de Justiça do Rio Grande do Sul, e o conselheiro federal Angelo Vargas (CREF 000007-G/RJ) serão os palestrantes do evento.

O link para as inscrições foi encaminhado diretamente ao CREF3/SC e ao CREF9/PR.

II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional
Data: 23 e 24 de junho, sexta-feira e sábado
Horário: das 13h30min às 20h e das 8h às 13h, respectivamente
Local: Hotel Embaixador
Endereço: Rua Jerônimo Coelho, 354 - Centro Histórico
Inscrições: abertas exclusivamente para membros das Comissões de Fiscalização e Orientação e Ética Profissional do CREF2/RS, CREF3/SC e ao CREF9/PR


Fiscalização Ética Profissional



Fiscalização autua 16 estabelecimentos e 17 pessoas na última semana de maio
08/06/2017
Fonte: CREF2/RS

As ações de fiscalização do CREF2/RS, realizadas entre os dias 21 e 27 de maio, resultaram em 16 estabelecimentos autuados por algum tipo de infração, como a ausência de registro ou de um profissional habilitado no momento da vista. Além destas academias, os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) notificaram 17 pessoas, sendo sete por exercício ilegal da profissão e cinco por descumprimento do Código de Ética Profissional.

Na última semana de maio, a Fiscalização também fechou uma academia, que funcionava de maneira totalmente irregular, na capital. As cidades visitadas, neste período, foram Santa Maria, Mata, São Sepé, São Gabriel e Porto Alegre. Você pode contribuir com o trabalho do DEFOR enviando a sua denúncia por aqui.


Fiscalização



Qual a diferença entre Sindicato e Conselho Profissional?
10/05/2017
Fonte: CREF2/RS

O Conselho Regional de Educação Física é uma Autarquia criada por Lei, com o objetivo de fiscalizar e regulamentar a profissão da Educação Física. Diferentemente do Sindicato. Não tem como missão defender os interesses econômicos e trabalhistas da classe profissional.

Por outro lado, o dever do Conselho é garantir o direito da sociedade em ter uma prestação de serviço de qualidade, ministrada por profissional habilitado. Ainda, o Conselho tem como dever garantir o cumprimento dos preceitos éticos da profissão, punindo aqueles profissionais, após devido processo ético, que infringirem os deveres e obrigações dispostos no Código de Ética Profissional.

Ao questionamento: o que o CREF faz pelos profissionais, só há uma resposta possível: o Conselho, por meio de sua fiscalização, visa garantir que os profissionais sem formação não atuem na área da Educação Física, ou seja, impede o exercício ilegal da profissão. Portanto, o CREF não é órgão assistencial, nem sindical e sim ente de fiscalização profissional, e tem como meta garantir o direito da sociedade de ter profissional habilitado e serviço de qualidade na área da Educação Física.

O Sindicato é uma associação para defesa e coordenação dos interesses econômicos e/ou profissionais dos indivíduos (empregados, empregadores, profissionais liberais, autônomos, etc.) que exercem a mesma atividade ou atividades similares ou conexas.

A livre associação sindical resta prevista no artigo 8º da Constituição Federal, sendo importante ressaltar alguns pontos referentes ao tema: 1º0 nos termos do inciso III cabe ao sindicato a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas; e 2º0 conforme inciso V ninguém será obrigado a filiar-se ou a manter-se filiado a sindicato. Diante disto, concluímos que o Sindicato é o responsável pela defesa dos direitos e interesses relacionados `categoria, inclusive no âmbito judicial. No entanto, os profissionais não são obrigados à filiação.

Nestes termos é o Sindicato quem auxilia os profissionais de Educação Física quanto a questões como piso salarial, carga horária, assinatura de carteira de trabalho, remuneração e outras demandas trabalhistas. Para esclarecer qualquer dúvida ou mesmo ingresso com demanda trabalhista, o profissional de Educação Física deve buscar orientação junto ao Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul (SINPEF/RS). A entidade é o órgão competente para garantir, lutar e exigir os direitos da categoria.

O SINPEF/RS atende de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h, na Praça Osvaldo Cruz, 15/2014, no Centro de Porto Alegre. Mais informações pelo telefone (51) 3085-9529 ou pelo e-mail contato@sinpefrs.com.br


SINPEF RS



RT: toda academia deve ter o seu responsável técnico
13/04/2017
Fonte: CREF2/RS

Toda academia de atividades físicas, escolinhas desportivas e demais empresas do setor, ao se registrarem no CREF2/RS, juntam em seus assentamentos um Termo de Responsabilidade Técnica assinado pelo Profissional de Educação Física que assume este encargo. A Lei Federal no 6839/80 estabelece esta exigência legal, ao determinar em seu artigo 1º que o registro de empresas e a anotação dos profissionais legalmente habilitados, delas encarregados, serão obrigatórios nas entidades competentes para a fiscalização do exercício das diversas profissões.

Sendo que, no campo da Educação Física, somente profissionais com habilitação como Bacharel poderão assumir tal função. Ser o Responsável Técnico significa dizer que este profissional não pode se eximir de sua responsabilização sobre qualquer fato incidental ou acidental que envolva os aspectos técnicos e éticos do trabalho que é realizado em todos os horários e modalidades existentes na empresa. Para se ter uma ideia, o RT (sigla habitualmente usada para designar o Responsável Técnico) assume responsabilidade sobre a segurança e a qualidade dos equipamentos, do espaço físico, das condições de higiene, da regularidade dos estágios e estagiários e de todo o corpo técnico, coordenando e zelando pelo mais correto andamento do trabalho desenvolvido.

Os proprietários de estabelecimentos que ofereçam serviços na área de atividades físicas certamente possuem sua parcela de responsabilidade, mas sempre será o Responsável Técnico o primeiro a responder perante o consumidor do serviço, à Justiça, Polícia, Vigilância Sanitária, Administração Pública em geral e, logicamente, perante o CREF e o CONFEF.

São atribuições do Responsável Técnico:

• Coordenar as atividades dos Profissionais de Educação Física;
• Zelar pela boa qualidade e eficiência dos serviços prestados pelos profissionais de Educação Física;
• Zelar pelo respeito às disposições gerais da Profissão e do estabelecimento;
• Prestar apoio às atividades de atendimento e ensino, no caso de estágios curriculares acadêmicos;
• Perceber e analisar as modificações e inclusões de procedimentos;
• Inspecionar as condições físicas e tecnológicas para o atendimento;
• Coordenar o corpo técnico do estabelecimento;
• Supervisionar a execução das intervenções profissionais nas diversas atividades e programas;
• Zelar pelo fiel cumprimento do Código de Ética do Profissional de Educação Física.

O responsável técnico também está sujeito às penalidades previstas nas demais leis como qualquer outro cidadão.

Leia na íntegra a Resolução CONFEF nº 134/2007 que normatiza o RT aqui.
No site do CREF2/RS estão disponíveis os documentos para atualização do RT da empresa. A exclusão de RT de uma empresa pode ser solicitada pela empresa ou pelo próprio profissional. Acesse o link e saiba mais.


Rensponsável Técnico



CREF2/RS fecha uma academia e autua seis estabelecimentos na última semana de março
10/04/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS divulgou o resultado das fiscalizações realizadas na última semana de março. As ações do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do Conselho, efetuados entre os dias 26 de março a 1º de abril, resultaram no fechamento de uma academia localizada em Novo Hamburgo, por não possuir nenhum profissional para assumir as atividades.

O DEFOR também atendeu completamente sete denúncias e autuou seis estabelecimentos, por uma ou mais infrações. Dentre estas, duas academias não possuíam da empresa, três funcionavam sem profissional presente no momento da visita, além de três estabelecimentos permitirem a atuação de leigos ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio.

Em seu serviço interno, houve 77 atendimentos, 26 novas denuncias foram protocoladas através de formulário no ato e 40 denúncias foram encaminhadas para a a Comissão de ética Profissional – DCE. Também foram emitidas 11 notificações a empresas e pessoas físicas que não se regularizaram


DEFOR



CREF2/RS autua 21 estabelecimentos e fecha quatro academias na quarta semana de março
30/03/2017
Fonte: CREF2/RS

As ações do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, realizadas entre os dias 19 a 25 de março, totalizaram 41 visitas de fiscalização, sendo totalmente atendidas 18 denúncias e autuados 21 estabelecimentos por algum tipo de infração, além de quatro academias fechadas em Sapiranga, Ivoti, Alvorada e Venâncio Aires. Todos os estabelecimentos não possuíam registro da empresa e não apresentavam nenhum profissional para assumir suas atividades.

Durante a semana de fiscalização e orientação, foram autuadas oito pessoas, sendo cinco flagrantes de exercício ilegal, dois Responsáveis Técnicos descumprindo suas obrigações e um diplomado atuando sem seu registro profissional. No seu trabalho interno, o DEFOR abriu mais dois Processos Administrativos de Fiscalização e sete denúncias foram encaminhadas ao Conselho de Ética, além de 42 novas denúncias terem sido protocoladas.


DEFOR



CREF2/RS flagra 14 empresas descumprindo Termo de Cooperação firmado com o Conselho
30/01/2017
Fonte: CREF2/RS

As ações do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS, realizadas entre os dias 16 a 20 de janeiro, multaram 14 empresas após incidirem em infrações gravíssimas, descumprindo Termo de Cooperação já assinado com o CREF2/RS. No período, foram realizadas 26 visitas de fiscalização, sendo totalmente atendidas cinco denúncias e autuados cinco estabelecimentos por algum tipo de infração, além de uma academia fechada na cidade de Pelotas por não possuir registro da empresa e não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades.

Durante a terceira semana de janeiro, foram autuadas cinco pessoas, sendo quatro profissionais infringindo o Código de Ética e um flagrante de exercício ilegal da Profissão ou estagiário sem o Termo de Compromisso de Estágio – TCE. Foram protocolados 40 novas justificativas, por empresas e pessoas, após autuação e sete novos Processos Administrativos de Fiscalização foram abertos para empresas reincidentes em infrações gravíssimas ou que não efetuaram seu registro no Conselho.


DEFOR



CREF2/RS fecha uma academia e autua 21 estabelecimentos na primeira quinzena de 2017
19/01/2017
Fonte: CREF2/RS

Nos primeiros quinze dias de janeiro, o Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS realizou 62 visitas de fiscalização, autuando 21 estabelecimentos por algum tipo de infração, além de fechar uma academia em Porto Alegre pela falta de profissional de Educação Física registrado para assumir as atividades. Foram constatadas seis empresas sem registro de PJ no Conselho e o mesmo número de academias não possuía profissional presente no momento da chegada dos fiscais. Também foram recebidas e protocoladas 50 novas denúncias no referido período.

Durante a ação, foram autuadas 14 pessoas, sendo sete profissionais infringindo o Código de Ética, um diplomado atuando sem registro profissional e seis pessoas flagradas em exercício ilegal da profissão, ou estagiário sem o Termo de Compromisso de Estágio – TCE.

Os municípios visitados foram São Leopoldo, Rio Grande, São José do Norte, Chuí, Santa Vitória do Palmar, Porto Alegre, Balneário Pinhal, Cidreira e Tramandaí.


DEFOR



Comissão de Orientação e Fiscalização retoma as ações em 2017
16/01/2017
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização recomeçou seus trabalhos na última sexta-feira, dia 13 de janeiro, com a realização da primeira reunião de 2017 na sede do CREF2/RS. Segundo Alessandro de Azambuja Gamboa (CREF 001534-G/RS), Presidente da Comissão, existe um grande número de processos a serem analisados neste ano. “Iniciamos nossa tarefa com uma forte demanda de processos, tanto de empresas com infrações graves como de pessoas leigas atuando na área de educação física, mas todos estão contemplados nas diretrizes e planejamentos relacionados aos trabalhos”, esclarece Gamboa.

Outro tema tratado na reunião foi a preparação do evento “II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Fiscalização e Ética”, que deverá ocorrer em junho. O I Encontro aconteceu em Florianópolis em julho do ano passado.

Estiveram presentes à reunião da Comissão os profissionais Luciane Volpato Citadin (CREF 000100-G/RS), Alessandro de Azambuja Gamboa (CREF 001534-G/RS), Samuel Moreira de Almeida (CREF 013510-G/RS) e Luiz Bernardo Waengertner (CREF 007697-G/RS) e a Assessora Fernanda Silva Rodrigues (CREF 009604-G/RS).


Comissão de Orientação e Fiscalização



DEFOR fecha nove academias irregulares em novembro
05/12/2016
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS divulgou, na tarde desta segunda-feira, dia 5 de dezembro, os números referentes às ações realizadas em 45 municípios ao longo do mês de novembro. Foram fechadas nove academias em todo o estado, fruto das 175 visitas realizadas no período.

Ao todo, foram autuadas 82 empresas, constatando-se 31 empresas sem registro e 38 sem profissional presente no momento da visita. Também foram autuadas 77 pessoas, sendo 39 por exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, sete graduados atuando sem registro profissional, dois profissionais atuando com CREF de outro estado e 29 profissionais com infração ao Código de Ética Profissional.


DEFOR



DEFOR autua 17 estabelecimentos e fecha uma academia na quarta semana de novembro
30/11/2016
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR) do CREF2/RS realizou, na quarta semana de novembro, 35 visitas e fechou uma academia em Santa Maria por não apresentar profissional para assumir as atividades. Pela reincidência na infração gravíssima será aberto Processo Administrativo de Fiscalização.

Ao todo, 25 denúncias foram totalmente atendidas e 17 estabelecimentos autuados por algum tipo de infração, sendo constatados seis estabelecimentos sem registro. Foram autuadas 16 pessoas, sendo quatro delas por exercício ilegal da profissão ou estagiário sem o Termo de Compromisso de Estágio – TCE. Quatro graduados foram flagrados atuando sem registro profissional, além de oito profissionais descumprindo o Código de Ética Profissional.

As cidades visitadas foram Caxias do Sul, Alto Feliz, Guaíba, Barão do Triunfo, Camaquã, Tapes, Bagé, Pinheiro Machado, Dom Pedrito, Santa Maria, São Sepé, São Pedro do Sul, Cachoeira do Sul, Caçapava do Sul, Viamão e Porto Alegre.


DEFOR



CREF2/RS comemora Dia Estadual da Ginástica Laboral com evento na Assembleia Legislativa
23/11/2016
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS, por meio da sua Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa, com o apoio do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, realizou ontem, dia 22, no Plenarinho da Assembleia Legislativa do estado, o evento “Ginástica Laboral, Atividade Física na Empresa e o Trabalho Seguro”. O objetivo foi divulgar e consolidar a atuação do profissional de Educação Física como protagonista nas atividades de prevenção da saúde do trabalhador. A data foi escolhida pois, em 22 de novembro de 1978, foi formalizado o primeiro contrato de Ginástica Laboral no Brasil, firmado pelo SESI/RS e a faculdade de Educação Física da FEEVALE, sendo posteriormente transformada em Dia Estadual da Ginástica Laboral pela Lei 14.418, de autoria do Deputado Estadual Adilson Troca.

O evento foi marcado pelo lançamento do livro “Ginástica Laboral: Prerrogativa do profissional de Educação Física”, escrito por especialistas ligados ao Sistema CONFEF/CREFs, e também pela entrega do Prêmio de Reconhecimento à Prestação de Serviço de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa à SER – SAÚDE, EDUCAÇÃO E REABILITAÇÃO, empresa que atua desde 1990 no mercado. A premiação foi recebida pelo sócio da SER, Marco Aurélio Scharcow (CREF 002463-G/RS). Ao final do evento, foi realizada a palestra “A atuação do profissional de Educação Física na promoção da saúde do trabalhador”, ministrada Rony Tschoeke (CREF 004979-G/PR), conselheiro do CREF9/PR e autor de diversos livros sobre o tema.

Segundo o vice-presidente do CREF2/RS e presidente da Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), o livro Ginástica Laboral: Prerrogativa do profissional de Educação Física” foi escrito por cinco conselhos e coordenado pelo presidente do CREF9/PR Eduardo Branco (CREF 000009-G/PR) e membros e profissionais da Câmara Técnica do SESI. “E também é resultado de muitas parcerias que fizemos, como o Procom, MP, Polícia Civil e agora, fechando com chave de ouro, com o Tribunal Regional de Trabalho da 4ª Região, onde tive a felicidade de conhecer desembargador Raul Sanvicente, e ele falou uma coisa certa: a Ginástica Laboral é apenas uma ferramenta para entrarmos na empresa, existem outros programas de atividade física que podem ser utilizados”. Para tanto, completou Lauro, “este livro que estamos lançando vai mostrar os parâmetros para implantar um programa de Ginástica Laboral”.

Adriano Soares da Silva, analista da Gerência de Produção do SESI, explicou que existe um trabalho árduo para que os ambientes de trabalho sejam saudáveis. “E a Ginástica Laboral é um dos serviços que nós oferecemos. Hoje não vemos o profissional de Educação Física apenas para alongar e reforçar a musculatura. Nós cremos que ele é o promotor de saúde dentro do ambiente de trabalho, pois é a pessoa com conhecimentos para educar ou reeducar o trabalhador na atividade física”, avaliou. Silva disse que SESI trabalha de forma articulada, com o profissional de Educação Física atuando junto a fisioterapeutas, nutricionistas e assistentes sociais, sempre pensando na melhor estratégia apara atender as empresas.

O desembargador do TRT4, Raul Sanvicente, gestor do programa Trabalho Seguro, instituído pelo Tribunal Superior do Trabalho, afirma que o programa representa uma face diferente do que é o dia a dia do Judiciário Trabalhista, onde o juiz aguarda as demandas e julga, devolvendo para a sociedade uma sentença. “Este programa seria como se o juiz saísse do gabinete e fosse conviver com a sociedade pró-ativamente para o desenvolvimento de uma cultura de prevenção”, avalia. O desembargador afirmou que o Tribunal humildemente se junta e reconhece todas estas iniciativas em prol de hábitos saudáveis, “pois sabemos que há muitos anos profissionais de Educação Física se dedicam ao assunto”.

Esse programa, continua Sanvicente, “funciona através de parcerias com várias instituições, e é muito enriquecedor estender esta parceria ao CREF2/RS”. O desembargador explicou que busca nesta interação com a sociedade a efetividade do programa, pois o Tribunal sempre ressalta que não adianta apenas formalidade. "Penso que com a parceria com o CREf2/RS, que deve se dar em março, após os trâmites burocráticos, vamos conhecer melhor a Ginástica Laboral, podendo levar esclarecimentos aos juízes e aos servidores em relação a esta atividade.

A presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), ressaltou a trajetória de lutas que o Conselho vem desenvolvendo ao longo do tempo, mobilizando inclusive o CONFEF para expandir a ideia. "Com isto, organizamos este livro, que pode parecer, em uma passada rápida, algo simbólico, mas tem um peso muito significativo, pois nos abre espaço de representatividade da Ginástica Laboral em nível federal". Carmen explicou que a Ginástica Laboral é encargo do profissional de Educação Física e tem como objetivo a prevenção de doenças, sendo a forma mais efetiva e barata de investimento na saúde. "Pesquisas mostram que toda pessoa sedentária tem 100% de chances de ter problemas cardíacos. Se ela fizer atividade física regularmente baixa esta probabilidade para 66%. Está na hora de investirmos na atividade física e desafogarmos os hospitais brasileiros”.

A Atuação do Profissional de Educação Física na promoção da saúde do trabalhador

O Conselheiro do CREF9/PR Rony Tschoeke (CREF 004979-G/PR) afirmou em sua palestra que, depois da folha de pagamento, o segundo maior custo das empresas atualmente são com planos de saúde."Ou seja, a sinistralidade é cada vez maior, com as pessoas recorrendo em massa aos planos de saúde, fazendo exames mais complexos e com isto tem onerado tanto as operadoras quantos as empresas que têm que pagar por estes custos".

Rony afirmou que uma pergunta intrigante e recorrente nas pesquisas sobre saúde é "por que você não faz atividade física regularmente?". A resposta invariavelmente é falta de tempo. "O que seria compreensível, se as pessoas não afirmassem nestas mesmas pesquisas que assistem TV em média de 12 a 14 horas por semana", explica Rony, alertando que são recomendados 150 minutos de atividade física por semana.

"Será que a culpa é do progresso?", questiona Rony. "Se formos pensar nas três revoluções industriais, podemos constatar houve mudanças significativas na vida das pessoas. Hoje vivemos a quarta Revolução Industrial, que traz a realidade virtual. Isto trará efeitos para nossas vidas, tanto é que o Fórum de Davos já incluiu qualidade de vida em seus debates".

O conselheiro afirma que a Ginástica Laboral tem um papel muito importante no atual momento histórico, e que o desafio é aprender a ensinar os trabalhadores a serem fisicamente mais ativos. "Temos que unir esforços distintos em uma estratégia integrada de promoção de saúde", ressalta, lembrando que já em 2005, a Conferência Internacional sobre Promoção da Saúde, realizada em Bangkok, afirmava que o setor privado tem a responsabilidade de assegurar a saúde dos seus empregados, suas famílias e comunidades.

Rony ponderou que os profissionais de Educação Física tem que ser um pouco mais sedutores no marketing social. "Transformando a atividade física não em obrigação, mas sim em um desejo. Para isto, é necessário utilizar cinco pilares: engajamento dos líderes, criar pertencimento, ética e buscar as ações que têm trazido melhores resultados e sustentabilidade", definiu.


Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa



CREF2/RS autua 58 estabelecimentos irregulares e fecha nove academias em outubro
04/11/2016
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS divulgou, na tarde desta sexta-feira, dia 4 de novembro, os números referentes às ações realizadas ao longo do último mês. Em outubro, os fiscais realizaram 191 visitas, dentre elas diversas fiscalizações foram realizadas em conjunto com o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito5), Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-2), Conselho Regional de Farmácia (CRF-RS), Brigada Militar, Polícia Civil e Vigilância Sanitária. Ao todo, 73 denúncias foram totalmente atendidas; resultando na autuação de 58 estabelecimentos por uma ou mais infrações, sendo que 22 deles não possuíam registro da empresa e 22 funcionavam sem profissional presente no momento da visita.

Foram flagradas cinco academias descumprindo o Termo de Cooperação firmado com o Conselho, e nove foram fechadas por não apresentar nenhum profissional para assumir as atividades. O DEFOR autuou 52 pessoas por alguma infração, sendo 28 leigos em exercício ilegal da profissão ou estagiários sem o TCE - Termo de Compromisso de Estágio, além de 26 profissionais infringindo o Código de Ética, por estarem atuando fora da área de formação ou Responsáveis Técnicos descumprindo obrigações inerentes às suas funções.

Foram enviadas cinco multas para empresas por descumprimento de Termo de Cooperação e 15 avisos de encaminhamento de empresas não registradas no Conselho para Ação Civil Pública. Além disso, 58 notificações foram emitidas a empresas e pessoas que não se regularizaram/justificaram após vencido o prazo de suas autuações. Também foram assinados novos quatro Termos de Cooperação.

Os municípios visitados em outubro foram Porto Alegre, Santa Rosa, Três de Maio, Horizontina, Santana do Livramento, São Gabriel, Rosário do Sul, Pareci Novo, Feliz, Bom Princípio, Montenegro, São Sebastião do Caí, Cachoeirinha, Caxias do Sul, São Marcos, Bento Gonçalves, Viamão, Sapucaia do Sul, Canela, Gramado, Pinhal, Tramandaí, Capão da Canoa, Torres, São Leopoldo, Taquari, Anta Gorda, Arvorezinha, Doutor Ricardo, Teutônia, Lajeado, Estrela, Faxinalzinho, Erechim, Campinas do Sul, Passo Fundo, Marau, Novo Hamburgo, Cruz Alta, Panambi e Carazinho.


DEFOR



26 academias são autuadas por irregularidades na última semana de setembro
07/10/2016
Fonte: CREF2/RS

As ações do Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR), realizadas entre os dias 26 e 30 de setembro, contabilizaram 26 academias autuadas por algum tipo de infração, em diferentes regiões do Estado. Destes, sete estabelecimentos não possuíam registro de Pessoa Jurídica e 20 não contavam com um profissional habilitado no momento de visita, pré-requisito fundamental para o funcionamento.

Neste período, os agentes fiscais do CREF2/RS também atenderam 15 denúncias e notificaram outras 21 pessoas, sendo dez por exercício ilegal da profissão ou por não possuírem um Termo de Compromisso de Estágio (TCE) em vigor. Além destes, nove profissionais também foram autuados por infrações ao Código de Ética Profissional.

Já em Nova Bassano foi lavrado por um Boletim de Ocorrência, junto a Polícia Civil, por desobediência a um Agente de Fiscalização. Após a autuação por exercício ilegal da profissão e pela ausência de um profissional habilitado, o proprietário de uma academia se negou a encerrar as atividades do local.

Ao todo foram feitas 66 visitas. Caxias do Sul, Flores de Cunha, Veranópolis, Bento Gonçalves, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul e Porto Alegre foram os municípios que receberam os agentes do DEFOR nesta última semana de setembro.


Fiscalização DEFOR



CREF2/RS firma convênio com Posé – Depilação Expressa
06/09/2016
Fonte: CREF2/RS

Os profissionais registrados no Conselho têm, a partir de agora, mais um benefício à sua disposição. A Posé – Depilação Expressa, especializada na área estética, está oferecendo 10% de desconto nos seus serviços de depilação e de design de sobrancelha. Para usufruir deste vantagem, basta apresentar a Cédula de Identidade Profissional (CIP) no momento do atendimento.

Localizada no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre, a Posé é uma franquia de depilação expressa que surgiu em Goiânia e conta com 50 unidades em todo o Brasil. Desde 2015 em Porto Alegre, a empresa atende o público feminino e masculino, sem hora marcada. Mais informações pelo e-mail posemoinhosdevento@posebeleza.com.br ou pelo telefone (51) 3557-0257.

Posé - Depilação Expressa
Endereço: Rua 24 de Outubro, 111 – loja 31
www.posebeleza.com.br


Convênios



CongregaCREF reúne profissionais e estudantes para debater diversas áreas da Educação Física
30/08/2016
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou, no último sábado, dia 27 de agosto, a segunda edição do CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física. O evento, que integra as comemorações do Conselho pelo Dia do Profissional de Educação Física, ocorreu no auditório do CRO/RS, em Porto Alegre, e contou com a presença de profissionais registrados e de estudantes para debater as diversas áreas da profissão. A abertura do evento foi feita pela presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que reiterou o sucesso de público do CongregaCREF, pelo segundo ano consecutivo, e saudou todos aqueles que compareceram para assistir às palestras.

A primeira apresentação foi feita por Rodrigo Gonçalves Dias (CREF 059988-G/SP), pesquisador da Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício do Instituto do Coração (InCor), em São Paulo, e primeiro profissional de Educação Física a vencer o Prêmio Jovem Cientista, promovido pelo CNPq, em 2012. A palestra “Genética, performance física humana & doping genético: o senso comum versus a realidade científica” abordou as suas investigações científicas mais recentes e tentou explicar como funciona o rastreamento de genes para a descoberta de novos “fenômenos do esporte”, algo tão em evidência nos dias de hoje por causa da Olimpíada. “O nosso trabalho envolveu os melhores atletas do atletismo brasileiro e comparou o desempenho de todos com pessoas comuns. A conclusão que chegamos é que há mais ou menos 200 pessoas com potencial para serem esportistas espetaculares no nosso país e que ainda não foram descobertas”, revelou Dias.

Além de explicar os detalhes do seu trabalho, o pesquisador também contextualizou os avanços que a Educação Física teve – e ainda pode ter – desde o surgimento do projeto Genoma, na década de 90. “Os estudos genéticos deixaram claro que a responsividade ao treinamento é diferente de pessoa para pessoa, não segue um padrão que pode ser aplicado da mesma forma a todos os atletas. Ou seja, não podemos simplificar algo tão complexo como o organismo humano, precisamos aprender e relacionar as particularidades de cada estrutura muscular aos diversos genes que compõem o DNA de cada um destes indivíduos”, explicou.

Com espaço para perguntas da plateia e transmissão online, que permitiu que profissionais e acadêmicos de todo o Estado acompanhassem as palestras dos seus computadores em casa, o CongregaCREF prosseguiu com a conselheira federal do CONFEF Elisabete Laurindo (CREF CREF 002036-G/SC), que falou sobre o papel do profissional de Educação Física na escola. Além de apresentar os consensos internacionais da UNESCO e de inserir a Educação Física aos direitos fundamentais de todas as pessoas, Elisabete mostrou quais são os indicadores de qualidade na educação e explicou como o ambiente escolar, a prática pedagógica e as condições de trabalho dadas aos profissionais que atuam nestes locais interferem nesta equação. “O Brasil está entre os países mais obesos do mundo e precisamos nos apropriar da Educação Física escolar como forma de promover a saúde das crianças”, defendeu.

A Conselheira também trouxe para discussão o atual momento vivido pela Educação Física escolar, em que há a busca pela consolidação do profissional de Educação Física neste ambiente. “O livro Recomendações para a Educação Física Escolar, publicado pelo CONFEF e distribuído às escolas de todo o Brasil, veio para conscientizar todos dos benefícios da atividade física e de como é importante uma qualificação adequada para atuar na área, com comportamento ético e materiais adequados”.

Depois, quem deu continuidade ao CongregaCREF foi a professora da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança (ESEFID) da UFRGS Anelise Gaya (CREF 024009-G/RS). A palestra “O papel da Educação Física na promoção da saúde na escola” abordou um pouco do seu trabalho com o projeto de pesquisa Esporte Brasil, que busca avaliar e dar um novo sentido aos indicadores de aptidão física, saúde, obesidade e de outras doenças, com ênfase na população infantojuvenil. “30% das crianças tem obesidade e sobrepeso e a atividade física na escola poderia ter uma função primordial no sentido contrário a estes dados alarmantes”, explicou. “Os profissionais de Educação Física da escola precisam se dar conta deste quadro e trabalhar de maneira consciente, sabendo que existe um período crítico para o desenvolvimento motor das crianças e que este precisa ser bem aproveitado, para que não haja nenhum comprometimento”, complementou.

Como salientou Anelise durante a sua palestra, os dados coletados pelo Projeto Esporte Brasil nos últimos anos mostram ainda que 60% das crianças em idade escolar não cumprem o mínimo de atividade física proposto pela Organização Mundial da Saúde. “O que descobrimos é que muitas delas não brincam, não têm recreio e ou são atendidas de maneira correta pelas aulas de Educação Física. O sedentarismo é uma das principais causas de morte no Brasil e esta realidade no ambiente escolar é bastante preocupante, já que muitas doenças que eram vistas somente em adultos, como o diabetes tipo II e hipertensão, já estão aparecendo em crianças e gerando outras complicações”, revelou.

A conclusão, compartilhada com todos os presentes que lotavam o auditório do CRO/RS, é que a escola deveria oferecer mais momentos para a prática de atividade física, com pelo menos 45 minutos de duração, duas vezes por semana. “Não podemos privar o desenvolvimento das crianças, sobretudo da forma que só o esporte proporciona”, contou Anelise. As aulas de Educação Física escolar, além de precisarem de um planejamento mais eficaz, necessitam a adoção de novas estratégias, para que os hábitos de vida sejam modificados desde cedo. “Há bons projetos ocorrendo nas escolas, sobretudo fora do país, que podem servir de exemplo. O Projeto Esporte Brasil, por exemplo, tem contribuído na interpretação dos padrões de crescimento e, com isto, oportunizado o planejamento de ações diferenciadas e auxiliado os professores de Educação Física na avaliação dos seus alunos”, concluiu.

O CongregaCREF foi encerrado pela palestra “Gestão de academia”, ministrada por Rogério Menegassi (CREF 001008-G/RS), proprietário da academia Athlética, localizada em Porto Alegre, e ex-presidente da Associação das Academias do Rio Grande do Sul (ACAD RS). Há mais de 30 anos atuando na área, Menegassi conversou com os presentes sobre esta área e tirou as dúvidas daqueles que tem a intenção de abrir, futuramente, o seu próprio negócio. “As opções para as academias cresceram muito nos últimos anos. A piscina, antigamente, era aproveitada somente para aulas de natação e hoje há uma infinidade de modalidades e de atividades que podem ser exploradas e ofertadas aos alunos”.

Além disto, Menegassi apresentou um pequeno panorama sobre a evolução da ginástica em academias, explicou algumas estratégias adotadas pela Athlética e salientou que muitos adultos são resistentes a aderir a um programa de treinamento porque não tiveram uma boa experiência com a atividade física quando eram jovens, numa época em que a profissão de Educação Física ainda não era regulamentada. “Na nossa área, ninguém poderá inventar algo totalmente inédito, porque as modalidades são variações e vêm de uma mesma base. O que os profissionais de academia realmente precisam fazer é tentar tornar as suas aulas cada vez mais prazerosas para os alunos, para que eles se transformem em clientes fiéis, tenham resultados e que reconheçam os benefícios que só podem ser proporcionados pela Educação Física em suas vidas”.


CongregaCREF eventos



Assista ao CongregaCREF pela Internet neste sábado
26/08/2016
Fonte: CREF2/RS

O CongregaCREF – Seminário Brasileiro de Educação Física, que irá ocorrer amanhã, dia 27 de agosto, vai ser transmitido ao vivo pela Internet. O evento, realizado pelo CREF2/RS para marcar o Dia do Profissional de Educação, iniciará às 9h30 e vai se estender até as 18h. Para você acompanhá-lo ao vivo, só vai precisar acessar este link neste sábado.

O Seminário terá a palestra de abertura “Genética, performance física humana & doping genético: o senso comum versus a realidade científica”, ministrada pelo Prêmio Jovem Cientista Rodrigo Gonçalves Dias (CREF 059988-G/SP). À tarde será a vez das apresentações “O papel do profissional de Educação Física”, da conselheira federal Elisabete Laurindo (CREF 002036-G/SC), às 14h; “O papel da Educação Física na promoção da saúde na escola”, da professora da UFRGS Anelise Gaya (CREF 024009-G/RS), às 16h; e “Gestão de academia”, do proprietário da academia Athlética Rogério Menegassi (CREF 001080-G/RS), às 17h.

Assista!

CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física
Horário: das 9h às 18h, com transmissão ao vivo pela Internet
Acompanhe ao vivo: neste link


CongregaCREF eventos



Inscrições para o CongregaCREF encerram amanhã
23/08/2016
Fonte: CREF2/RS

As inscrições para o CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física, que será realizado no dia 27 de agosto, vão encerrar nesta quarta-feira, dia 24 de agosto. O evento, promovido pelo CREF2/RS em comemoração ao Dia do Profissional de Educação Física, irá ocorrer no auditório do CRO/RS, em Porto Alegre, com a palestra de abertura de Rodrigo Gonçalves Dias (CREF 059988-G/SP), vencedor do Prêmio Jovem Cientista em 2012. As últimas vagas estão disponíveis para profissionais registrados e acadêmicos do curso de Educação Física pela página www.congregacref.com.br.

O CongregaCREF, que vai ir das 9h às 18h, terá ainda as apresentações “O papel do profissional de Educação Física na escola”, da integrante da Comissão Nacional de Educação Física Escolar Elisabete Laurindo (CREF 002036-G/SC); “A saúde na comunidade escolar”, ministrada pela professora da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da UFRGS Anelise Gaya (CREF 024009-G/RS); e “Gestão de academia”, comandada pelo proprietário da academia Athlética Rogério Menegassi (CREF 001080-G/RS).

CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física
Data: 27 de agosto, sábado
Local: Auditório do CRO/RS
Endereço: Rua Vasco da Gama, 720 – Bairro Bom Fim, em Porto Alegre
Horário: das 9h às 18h
Inscrições e mais informações: www.congregacref.com.br


CongregaCREF eventos



CREF2/RS tem encontro com diretores da 4ª CRE em Caxias do Sul
10/08/2016
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS, representado pela conselheira Marcia da Cruz (CREF 007542-G/RS), esteve reunido, entre os dias 2 e 4 de agosto, com os diretores da Rede Estadual de Ensino, que pertencem à 4ª Coordenadoria Regional de Educação do Rio Grande do Sul (CRE). O encontro, realizado em Caxias do Sul, reuniu 122 diretores e serviu para que fosse apresentada a proposta do Sistema CONFEF/CREFs, em relação à melhoria do componente curricular da Educação Física, e para definir alguns dos detalhes do I Seminário de Educação Física, que ocorrerá em setembro.

Além de debater a Educação Física no âmbito das escolas, os diretores que compareceram ao encontro também receberam o livro “Recomendações para a Educação Física Escolar”, editado pelo Sistema CONFEF/CREFs, e um exemplar do Código de Ética Profissional, para que deixem estas publicações à disposição dos professores de Educação Física em suas escolas. “A recepção foi excelente, houve praticamente uma unanimidade nos relatos de que não somente a Educação Física, mas todos os componentes curriculares, merecem uma movimentação”, avaliou Marcia.

A Conselheira também destacou que, durante os quatro dias de evento, a presença do CREF2/RS foi bastante elogiada pelos presentes, que tiveram mais uma oportunidade para se aproximarem do Conselho e tirarem as suas dúvidas. Por fim, a reunião decidiu ainda que o I Seminário de Educação Física será realizado nos dias 22 e 23 de setembro, na Universidade de Caxias do Sul (UCS). A atividade vai representar mais uma possibilidade de formação e de troca de conhecimento para os professores de Educação Física vinculados à 4ª CRE e contará com três palestrantes em nome do Sistema CONFEF/CREFs.


Eventos Educação Física Escolar Caxias do Sul



CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física está com inscrições abertas
09/08/2016
Fonte: CREF2/RS

As inscrições para o CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física foram abertas hoje e já podem ser feitas aqui. O evento, que o CREF2/RS vai promover pelo segundo ano consecutivo em comemoração ao Dia do Profissional de Educação Física, será realizado no dia 27 de agosto, no auditório do CRO/RS, em Porto Alegre. A entrada vai ser gratuita para os profissionais registrados e para os acadêmicos do curso de Educação Física.

Com o objetivo de gerar conhecimento e oportunizar uma qualificação profissional, a segunda edição do CongregaCREF terá a palestra de abertura “Genética, performance física humana & Doping Genético: o senso comum versus a realidade científica”, ministrada por Rodrigo Gonçalves Dias (CREF 059988-G/SP). Ele foi o vencedor do Prêmio Jovem Cientista em 2012, troféu concedido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e considerado um mais importantes do meio científico brasileiro.

A programação terá ainda as apresentações “O papel do profissional de Educação Física na escola”, da conselheira do CONFEF e integrante da Comissão Nacional de Educação Física Escolar Elisabete Laurindo (CREF 002036-G/SC); “A saúde na comunidade escolar”, ministrada pela professora da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da UFRGS Anelise Gaya (CREF 024009-G/RS); e “Gestão de academia”, comandada pelo proprietário da academia Athlética Rogério Menegassi (CREF 001080-G/RS). Como em 2015, o CongregaCREF deste ano será transmitido ao vivo pela Internet, para que os profissionais do interior do Estado também possam acompanhá-lo e participar do debate.

CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física
Data: 27 de agosto, sábado
Local: Auditório do CRO/RS – Rua Vasco da Gama, 720 – Bairro Bom Fim, em Porto Alegre
Horário: das 9h às 18h
Inscrições: clique aqui
Mais informações: www.congregacref.com.br


CongregaCREF



Inscrições do CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física abrem no começo de agosto
28/07/2016
Fonte: CREF2/RS

As inscrições para o CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física serão abertas já na próxima semana. O evento, que o CREF2/RS promove desde o ano passado para comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, vai ser realizado no dia 27 de agosto, no auditório do CRO/RS, em Porto Alegre. A entrada será gratuita para profissionais registrados e regulares no Conselho.

Com o objetivo de gerar conhecimento e oportunizar uma qualificação para profissionais e para acadêmicos do curso de Educação Física, a segunda edição do CongregaCREF terá a palestra de abertura “Genética, performance física humana & Doping Genético: o senso comum versus a realidade científica”, ministrada por Rodrigo Gonçalves Dias (CREF 059988-G/SP). Ele foi o vencedor do Prêmio Jovem Cientista em 2012, troféu concedido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e considerado um mais importantes do meio científico brasileiro.

A programação deste ano terá ainda as apresentações “O papel do profissional de Educação Física na escola”, com Elisabete Laurindo (CREF 002036-G/SC); “A saúde na comunidade escolar”, ministrada por Anelise Gaya (CREF 024009-G/RS); e “Gestão de academia”, comandada por Rogério Menegassi (CREF 001080-G/RS). Como em 2015, o CongregaCREF deste ano será transmitido ao vivo pela Internet, para que os profissionais do interior do Estado, que não puderem comparecer ao evento, também possam acompanhá-lo e participar do debate, enviando as suas perguntas pelo computador.

CongregaCREF – Seminário Sul Brasileiro de Educação Física
Data: 27 de agosto, sábado
Local: Auditório do CRO/RS – Rua Vasco da Gama, 720 – Bairro Bom Fim, em Porto Alegre
Horário: das 9h às 18h
Inscrições: em breve


CongregaCREF eventos



CREF2/RS fecha duas academias na segunda semana de julho
21/07/2016
Fonte: CREF2/RS

Os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS visitaram 20 municípios na segunda semana de julho, fechando duas academias; uma localizada em Portão, outra em Guaporé. Ambas tiveram suspensas suas atividades por permitirem o exercício ilegal da profissão e por não manter profissional habilitado orientando as atividades. Neste período, houve fiscalizações conjuntas com o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – Crefito5.

De 11 a 15 de julho, foram realizadas 91 visitas de fiscalização, com 22 denúncias plenamente atendidas. Ao todo, 27 estabelecimentos foram autuados por uma ou mais infrações, dentre elas quinze empresas sem registro no Conselho, sendo que doze delas não havia profissional presente no momento da visita. Também houve dois descumprimentos de Termo de Cooperação, o que acarretará multas às academias autuadas por reincidirem em infrações gravíssimas.

No total, foram abertas doze denúncias éticas para profissionais que não se regularizaram após autuação por infringir o Código de Ética do Profissional de Educação Física. Estes terão de responder perante a Comissão de Ética do Conselho. Os municípios visitados foram Pinto Bandeira, Nova Araçá, Guaporé, Farroupilha, Vacaria, Erechim, Estação, Getúlio Vargas, Campinas do Sul, Jacutinga, Barão de Cotegipe, Paulo Bento, Portão, Novo Hamburgo, Estância Velha, Ivoti, Nova Hartz, Campo Bom, São Leopoldo e Porto Alegre.


DEFOR



DEFOR fecha quatro academias na última semana de junho
07/07/2016
Fonte: CREF2/RS

Na última semana de junho (27/06 a 1º/07), os agentes do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) do CREF2/RS visitaram 23 municípios e fecharam quatro academias em suas diligências. Os estabelecimentos estavam localizados em Montenegro, São Sebastião do Caí, Pedro Osório e Lagoa Vermelha. As empresas tiveram suas atividades suspensas por não possuírem profissional habilitado para orientar as atividades. Foram autuadas 17 pessoas, sendo sete por exercício ilegal da profissão ou estagiário sem o Termo de Compromisso de Estágio - TCE, além de seis Responsáveis Técnicos autuados por estarem descumprindo as atividades inerentes à função

Neste final do mês, 26 justificativas de empresas e pessoas autuadas foram recebidas e protocoladas pelo DEFOR. Deu-se encaminhamento a 19 processos éticos por profissionais que estavam atuando fora de sua área de formação e não se regularizaram. Estes profissionais terão de responder diretamente à Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS. E, por não possuírem registro no Conselho, 10 estabelecimentos foram autuados

Os municípios visitados pelo DEFOR foram Vacaria, Lagoa Vermelha, Santo Expedito do Sul, Barracão, Pinhal da Serra, Capão Bonito do Sul, Tupanci do Sul, São João da Urtiga, Tapes, Guaíba, Camaquã, São Jerônimo, Montenegro, São Sebastião do Caí, Feliz, Harmonia, Tupandi, Porto Alegre, Lindolfo Collor, Ivoti, Arroio Grande, Pedro Osório e Pelotas.


DEFOR



Comissão de Ética do CREF2/RS abre inscrições para Defensor Dativo
22/06/2016
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS está com inscrições para profissionais de Educação Física que queiram desempenhar a função de Defensores Dativo. Os interessados, além de estar em dia com suas obrigações estatutárias, também precisam possuir formação em Direito e estar regularmente inscrito junto à OAB/RS.

Os Defensores Dativo são aqueles profissionais, nomeados pela Comissão de Ética de Profissional do CREF2/RS, que atuarão na defesa de denunciados reveis, que possuem algum Processo Ético e Disciplinar em tramitação no Conselho.

Para se inscrever, basta acessar este link e baixar o requerimento para preenchimento, disponível também aqui para download. O formulário deverá ser entregue pessoalmente ou via Correios à sede do CREF2/RS, juntamente com um minicurrículo e cópias das Cédulas de Identidade Profissional do CREF2/RS e da OAB/RS, ainda válidas.

Mais informações pelo telefone (51) 3288-0200.


Comissão de Ética



CREF2/RS participa de reunião para refundar o Panathlon no estado
01/06/2016
Fonte: CREF2/RS

A presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CRFEF 001910-G/RS) esteve reunida no dia 31 de maio com o conselheiro do Panathlon Internacional, Sebastião de Carvalho, no Ginásio da Brigada Militar, em Porto Alegre. O intuito do encontro foi somar esforços para renascer o Panathlon no estado, atividade que ocorria até bem pouco tempo. Também estiveram presentes Fernando Mabilde, presidente da Federação do Desporto Escolar (FDE-RS), José Haroldo Loureiro Gomes (Arataca), treinador chefe de atletismo da Sogipa, além de oficiais da Brigada Militar.

O Panathlon é uma vertente do Rotary Club, articulando-se em associações de "Panathlon Clubes", voltados essencialmente para o serviço voluntário dos sócios. É uma ONG que possui finalidades éticas e culturais, que procura aprofundar, divulgar e defender os valores da atividade física e do esporte, vistos como instrumentos de formação e de preservação da pessoa e como meio de solidariedade entre homens e povos.

Segundo a presidente do CREF2/RS, toda ideia que se baseie na promoção do esporte e da atividade física é excelente, e reavivar o Panathlon no estado é muito bom para a comunidade, mas para sua administração deveriam ser convocados grupos de veteranos do esporte, que ainda possuíssem o idealismo presente. "Quem atua profissionalmente não consegue achar tempo para essas articulações”, ponderou Carmen. “Mesmo assim, o CREF2/RS está de portas abertas para incentivar o ressurgimento do Panathlon”, afirmou.


Panathlon



CREF2/RS anuncia vencedores dos cursos da Convenção Brasil
01/06/2016
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 17 e 27 de maio, o CREF2/RS sorteou 45 vagas para 28 cursos da 23ª Convenção Brasil, que será realizada de 9 a 12 de junho no Parque Esportivo da PUCRS, em Porto Alegre. Todos os vencedores foram contatados diretamente por e-mail. Confira aqui a lista completa dos ganhadores:

Curso Fitness nº 01: “Personal: Gestão, Hipertrofia e Emagrecimento”
André Ferreira Davila (CREF 014421-G/RS)

Curso Fitness nº 02: “Ritmos Total: Ritmos Populares & Danças Urbanas (Iniciação, Motivação e Inclusão)”
Ana Luiza Volz (CREF 020719-P/RS)
Sheila Machado (CREF 015472-G/RS)

Curso Fitness nº 03: “Jump do A ao Z: Teoria e Muita Prática”
Andersen Ortiz (CREF 012874-G/RS)
Thiago de Sousa Silva (CREF 021526-G/RS)

Curso Fitness nº 04: “Crossfit Total”
Marcelo Ramos Raymundo (CREF 000379-G/RS)

Curso Fitness nº 05: “Treinamento Aplicado para Corrida de Rua”
Guilherme Batista da Silva (CREF 017343-G/RS)
Laisa Bard (CREF 020305-G/RS)
Ênio Gonçalves Júnior (CREF 008128-G/RS)

Curso Fitness nº 06: “Ginástica de Academia”
Rosana Bramraiter Delfim (CREF 014943-G/RS)
Ana Paula Alves Nascimento (CREF 021868-G/RS)
Leroy Becker Monteiro (CREF 023214-G/RS)

Curso Fitness nº 07: “Funcional Board Fitness e Board HIIT”
Moacir Coradi Júnior (CREF 018779-G/RS)
Lelis Larissa Scharb (CREF 019286-G/RS)

Curso Fitness nº 12: “IV Convenção Sul-Brasileira de Treinamento Funcional”
Eduardo Zanotta Gonçalves (CREF 010038-G/RS)

Curso Fitness nº 13: “Musculação: Fisiologia e Técnicas Avançadas de Treinamento para Hipertrofia Muscular”
Marcelo Barnetche Kauer (CREF 002303-G/RS)

Curso Fitness nº 14: “Step para Todos”
Ticiana Nienow (CREF 016179-G/RS)

Curso Fitness nº 15: “Salsa, Merengue, Cumbia, Reggaeton, Samba e Funk para Academias e Grupos de Dança”
Jefferson Braga da Silva (CREF 009856-G/RS)
Marcelo Moletta (CREF 013687-G/RS)

Curso Gestão nº 16: “Coordenação: Líder Eficiente é um Coordenador de Alta Performance”
Henrique Felicetti (CREF 013504-G/RS)

Curso Gestão nº 20: “Elaboração de Projetos Culturais e Esportivos”
Jari dos Santos Filho (CREF 001776-G/RS)
Israel Bravo Vieira (CREF 017318-G/RS)
Thais Chiapinotto dos Santos (CREF 019162-G/RS)

Curso Wellness nº 23: “Treinamento Funcional para a 3ª Idade”
Douglas do Santos (CREF 014173-G/RS)
Pedro Grams (CREF 022495-G/RS)

Curso Wellness nº 24: “Recuperação Músculo Esquelética de Quadril e Coluna Vertebral”
Cairo Lucca Ribeiro (CREF 014098-G/RS)

Curso Wellness nº 25: “Conquistando Gestantes: Treinamento Físico Seguro e Eficaz Durante a Gravidez”
João Carlos Fernandes da Silva (CREF 014097-G/RS)

Curso Wellness nº 26: “Ginástica Laboral e Ergonomia: Promovendo a Qualidade de Vida no Trabalho”
Jeverson de Arma (CREF 014091-G/RS)
Rogério Rosinha Bastos (CREF 018634-G/RS)
Ser – Saúde, Educação e Reabilitação (CREF 000034-PJ/RS)
Rafael Seixas dos Santos (CREF 015808-G/RS)
Maurício Iung (CREF 021321-G/RS)

Curso Wellness nº 27: “Recuperação Músculo Esquelético de Joelho e Ombro (CE)”
Karin Goés de Souza (CREF 011918-G/RS)

Curso Wellness nº 28: “Treinamento Board Pilates”
Fabiana Disegna (CREF 011085-G/RS)

Curso Lutas nº 29: “Preparação Física para Atletas de Jiu Jitsu”
Andrius Boldrin (CREF 011731-G/RS)

Curso Lutas nº 30: “Lutas: Princípios Pedagógicos e Científicos da Iniciação e Treinamento”
Alexandre Tristão da Silva (CREF 014496-G/RS)
Júlio César Fiorin (CREF 002453-G/RS)

Curso Esporte e Lazer nº 31: “Futebol de Campo: da Iniciação ao Profissional”
Ednei Torresini (CREF 003786-G/RS)
Evair Bonatti (CREF 018216-G/RS)

Curso Esporte e Lazer nº 32: “Escola Funcional: Como Aplicar os Exercícios Funcionais na Escola e a Recreação nas Academias”
Cassiane Rossini (CREF 002934-G/RS)
Bruna Kolling (CREF 018666-G/RS)

Curso Esporte e Lazer nº 33: “Escolinha de Esportes: da Infância à Adolescência”
Jussara Mesquita da Costa (CREF 009226-G/RS)

Curso Esporte e Lazer nº 34: “Escola + Educação Física = Aprendizagem com Alegria”
Rafael Gambino Teixeira (CREF 009460-G/RS)

Curso Acqua nº 35: “Hidro Total: 70% prática e 30% teórica”
Daniele Gomes de Oliveira (CREF 013701-G/RS)

Curso Acqua nº 36: “Natação: Condicionamento, Saúde e Estética”
Rodrigo de Carli Riboli (CREF 008347-G/RS)


Convenção Brasil



Evento sobre saúde, mídia e ética reúne alunos e profissionais da área no IPA
25/05/2016
Fonte: CREF2/RS

Na tarde da última sexta-feira, dia 20 de maio, a Câmara da Saúde do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do Rio Grande do Sul (Fórum-RS) realizou o encontro “Saúde na Mídia: uma questão de ética”, no auditório do IPA. O evento, que reuniu estudantes e profissionais da área para discutir o assunto, contou com a palestra do filósofo e professor da PUCRS Leonardo Agostini e com uma mesa redonda, que teve a participação de representantes do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR), do Procon-RS e da Associação Riograndense de Publicidade.

Na abertura do evento, Carmem Franco, vice-presidente do CRN-2 e coordenadora adjunta da Câmara da Saúde do Fórum-RS, destacou a importância de eventos como esse, que aproximam os profissionais da área da saúde, os acadêmicos destes cursos e a sociedade em geral. “No momento político atual do Brasil, discutir a ética passa a ser fundamental”, sublinhou. Depois deste primeiro momento, o evento prosseguiu com a palestra “Ética no Contexto da Saúde”, ministrada por Agostini. O professor da PUCRS abordou as diferenças entre ética e moral e deixou para os presentes algumas questões para reflexão. “Que profissional da saúde você quer ser? Que tipo de sociedade você quer construir? Quais valores e princípios norteiam a sua ação profissional?”, questionou.

Após a palestra, Zeca Honorato, presidente da Associação Riograndense de Publicidade; Edney Narchi, vice-presidente executivo do CONAR; Cauê Vieira, diretor-regional do Procon-RS; e Cláudio Ferreira, presidente do Movimento Edy Mussoi de Defesa dos Consumidores do Rio Grande do Sul, se reuniram para debater os principais tópicos da palestra e para responder os questionamentos da plateia. Além de destacar que a publicidade não cria comportamentos, Honorato salientou que ela só reflete aquilo que a sociedade é de fato. “Independente disto, a publicidade precisa respeitar normas e desempenhar o seu papel sociocultural”, complementou Narchi. Vieira, trouxe ainda os números a respeito do trabalho do Procon-RS e revelou que não poucos os processos abertos que têm relação aos serviços de saúde. “Os princípios que regem a relação com o consumidor precisam ser respeitados sempre, para isto que existe o Código de Defesa do Consumidor”, finalizou ferreira.


Fórum-RS IPA Câmara da Saúde Ética



Encontro “Saúde na Mídia: uma questão de ética” é amanhã no IPA
19/05/2016
Fonte: CREF2/RS

A regulamentação da publicidade e a análise da inserção dos profissionais da área da saúde serão alguns dos assuntos debatidos no encontro “Saúde na Mídia: uma questão de ética”, que será realizado amanhã, dia 20 de maio, no auditório do IPA. Promovido pela Câmara da Saúde do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do Rio Grande do Sul (Fórum-RS), o evento vai ter entrada gratuita e iniciará às 13h30min. As inscrições, abertas para profissionais e acadêmicos em geral, podem ser feitas por aqui no diretamente no local.

Com a palestra “Ética no Contexto da Saúde”, ministrada pelo filósofo e professor da PUCRS Leonardo Agostini, o Encontro vai contar também com uma uma mesa redonda e a participação de representantes do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR), Procon, Associação Riograndense de Publicidade, Movimento das Donas de Casa e Consumidores.

“Saúde na Mídia: uma questão de ética”
Data: sexta-feira, 20 de maio, às 13h30min
Local: Auditório Oscar Machado – Centro Universitário Metodista IPA
Endereço: Rua Coronel Joaquim Pedro Salgado, 80 – Rio Branco
Inscrições: no local ou antecipadamente por aqui


Eventos



Câmara da Saúde realiza encontro “Saúde na Mídia: uma questão de ética” no IPA
09/05/2016
Fonte: CREF2/RS

A ética no contexto da saúde, a regulamentação da publicidade da área, reclamatórias, defesa de interesse de consumidores e análise da inserção dos profissionais serão alguns assuntos debatidos a partir das 13h30min, do dia 20 de maio, no auditório do IPA, em Porto Alegre, no seminário “Saúde na Mídia: uma questão de ética”. Promovido pela Câmara da Saúde do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do Estado do Rio Grande do Sul (FÓRUM-RS), o evento contará com palestra “Ética no Contexto da Saúde”, ministrada pelo filósofo e professor da PUCRS, Leonardo Agostini. Também acontecerá uma mesa redonda com representantes do CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), Procon, Associação Riograndense de Publicidade, Movimento das Donas de Casa e Consumidores e de Assessoria Jurídica de Conselho Profissional, que debaterão a regulamentação da publicidade, reclamatórias, defesa de interesse de consumidores e análise da inserção dos profissionais da saúde na mídia.

O evento ocorre no momento em que o Brasil está passando por um momento de turbulência política, econômica e de crise de valores. O esporte é anunciado como fator fundamental para o desenvolvimento da educação, da saúde, da formação cidadã, de prevenção de doenças, redução da violência, e de combate à obesidade. São muitos os benefícios e valores transmitidos através da disciplina. Entretanto, é preciso entender que o esporte não é um fim em si mesmo, e sim um meio, uma ferramenta que necessita de agentes para que os fins (benefícios e valores) sejam atingidos. O exercício físico e esportivo se mal orientado, dinamizado e ensinado de forma errônea, pode causar danos, lesões físicas, psíquicas, morais e sociais.

O que pode ou não pode? O que é ético e de que forma isso influencia a vida das pessoas? Para os Conselhos Profissionais da área da saúde, tratar sobre assuntos tão importantes para a vida da população exige responsabilidade. A iniciativa é gratuita e será aberta aos profissionais e estudantes de Biologia, Biomedicina, Educação Física, Farmácia, Fonoaudiologia, Nutrição e Medicina Veterinária. Também será possível a participação da comunidade no evento que tem, ainda, o apoio do Instituto Metodista IPA.

“Saúde na Mídia: uma questão de ética”
Data: sexta-feira, 20 de maio, às 13h30min
Local: Auditório Oscar Machado, Centro Universitário Metodista IPA
Endereço: rua Coronel Joaquim Pedro Salgado, 80, bairro Rio Branco, Porto Alegre
Inscrições gratuitas por aqui


Câmara da Saúde



CREF2/RS realiza aula magna na Faculdade Metodista de Santa Maria
09/05/2016
Fonte: CREF2/RS

No dia 5 de maio, o auditório da Faculdade Metodista de Santa Maria (FAMES) foi palco da aula magna ministrada pela assessora de Fiscalização, Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), e pela assessora jurídica, Cristiane Corrêa (OAB/RS 60.229), ambas do CREF2/RS. O tema abordado foi “Questionamentos sobre as questões legais e éticas que envolvem o bacharelado em Educação Física”.

Durante a aula, foram esclarecidos aos estudantes temas como procedimentos de fiscalização, a Lei de Estágio, ações judiciais, ética e o projeto de extinção do bacharelado, proposto pela Comissão de Ensino Superior (CNE) do Ministério da Educação e que está sendo combatido pelo Sistema CONFEF/CREFs.


Eventos



CREF2/RS sorteia 45 vagas para cursos da Convenção Brasil
05/05/2016
Fonte: CREF2/RS

O Conselho vai sortear, a partir do dia 17 de maio, 45 vagas para 28 cursos que serão oferecidos na 23ª Convenção Brasil deste ano, entre os dias 9 e 12 de junho, no Parque Esportivo da PUCRS (Avenida Ipiranga, 6690 - Prédio 81). As inscrições já estão abertas e podem participar todos os profissionais com registro ativo e em dia com suas obrigações estatutárias. Pessoas Jurídicas com Responsável Técnico ativo também estão aptas a concorrer. Clique aqui e confira o regulamento completo.

Para participar, é necessário apenas preencher o formulário disponível neste link e selecionar os cursos de interesse (pode ser mais de um – não há limite no número de inscrições). Os profissionais que forem contemplados com uma das vagas serão automaticamente excluídos dos próximos sorteios. Em www.convencaobrasil.com.br, é possível conferir os dias e os horários de cada atividade.

As inscrições serão encerradas sempre às 12h do dia anterior ao sorteio de cada curso e os sorteios serão realizados durante oito dias, a partir de terça-feira, dia 17 de maio, na sede do CREF2/RS. Confira as datas de sorteio, o número de vagas e os respectivos cursos:

17 de maio:
Curso Fitness nº 01: “Personal: Gestão, Hipertrofia e Emagrecimento” (1 vaga)
Curso Fitness nº 02: “Ritmos Total: Ritmos Populares & Danças Urbanas (Iniciação, Motivação e Inclusão)” (2 vagas)
Curso Fitness nº 03: “Jump do A ao Z: Teoria e Muita Prática” (2 vagas)

18 de maio:
Curso Fitness nº 04: “Crossfit Total” (1 vaga)
Curso Fitness nº 05: “Treinamento Aplicado para Corrida de Rua” (3 vagas)
Curso Fitness nº 06: “Ginástica de Academia” (3 vagas)

19 de maio:
Curso Fitness nº 07: “Funcional Board Fitness e Board HIIT” (2 vagas)
Curso Fitness nº 12: “IV Convenção Sul-Brasileira de Treinamento Funcional” (1 vaga)
Curso Fitness nº 13: “Musculação: Fisiologia e Técnicas Avançadas de Treinamento para Hipertrofia Muscular” (1 vaga)

20 de maio:
Curso Fitness nº 14: “Step para Todos” (1 vaga)
Curso Fitness nº 15: “Salsa, Merengue, Cumbia, Reggaeton, Samba e Funk para Academias e Grupos de Dança” (2 vagas)
Curso Gestão nº 16: “Coordenação: Líder Eficiente é um Coordenador de Alta Performance” (1 vaga)

24 de maio:
Curso Gestão nº 20: “Elaboração de Projetos Culturais e Esportivos” (3 vagas)
Curso Wellness nº 23: “Treinamento Funcional para a 3ª Idade” (2 vagas)
Curso Wellness nº 24: “Recuperação Músculo Esquelética de Quadril e Coluna Vertebral” (1 vaga)
Curso Wellness nº 25: “Conquistando Gestantes: Treinamento Físico Seguro e Eficaz Durante a Gravidez” (1 vaga)

25 de maio:
Curso Wellness nº 26: “Ginástica Laboral e Ergonomia: Promovendo a Qualidade de Vida no Trabalho” (5 vagas)
Curso Wellness nº 27: “Recuperação Músculo Esquelético de Joelho e Ombro (CE)” (1 vaga)
Curso Wellness nº 28: “Treinamento Board Pilates” (1 vaga)

26 de maio: Curso Lutas nº 29: “Preparação Física para Atletas de Jiu Jitsu” (1 vaga)
Curso Lutas nº 30: “Lutas: Princípios Pedagógicos e Científicos da Iniciação e Treinamento” (2 vagas)
Curso Esporte e Lazer nº 31: “Futebol de Campo: da Iniciação ao Profissional” (2 vagas)
Curso Esporte e Lazer nº 32: “Escola Funcional: Como Aplicar os Exercícios Funcionais na Escola e a Recreação nas Academias” (2 vagas)

27 de maio:
Curso Esporte e Lazer nº 33: “Escolinha de Esportes: da Infância À Adolescência” (1 vaga)
Curso Esporte e Lazer nº 34: “Escola + Educação Física = Aprendizagem com Alegria” (1 vaga)
Curso Acqua nº 35: “Hidro Total: 70% prática e 30% teórica” (1 vaga)
Curso Acqua nº 36: “Natação: Condicionamento, Saúde e Estética” (1 vaga)


Convenção Brasil Sorteio



Conselheira realiza visita ao secretário municipal do Esporte e Lazer de Caxias do Sul
03/05/2016
Fonte: CREF2/RS

O secretário municipal do Esporte e Lazer de Caxias do Sul, Washington Stecanela Cerqueira, recebeu a conselheira do CREF2/RS Marcia Rohr da Cruz (CREF 007542-G/RS) na tarde desta segunda-feira (2). Durante o encontro na SMEL, Márcia explicou ao secretário a necessidade de correções nas fichas de inscrição e orientações dos jogos escolares.

Segundo a conselheira, Cerqueira foi receptivo às demandas do CREF2/RS, além de se comprometer a adaptar sua administração ao Código de Ética dos Profissional de Educação Física e à Lei do Estágio. “Também convidamos o secretário, diretores, coordenadores pedagógicos e professores de Educação Física do município a participarem do Curso Formação Continuada que será organizado pelo Conselho, no qual será apresentado o livro “Recomendações para Educação Física Escolar do CONFEF”.


CREF Serra



CREF2/RS visita Secretaria Municipal de Educação de Caxias do Sul
27/04/2016
Fonte: CREF2/RS

Na tarde de ontem, dia 26 de abril, o CREF2/RS, representado pela conselheira Márcia da Cruz (CREF 007542-G/RS), visitou a Secretaria Municipal de Educação (SMED) de Caxias do Sul. Em reunião com o novo secretário do município, Agenor Basso, e com o assessor pedagógico, Sidnei dos Santos Jr. (CREF 014180-/G/RS), ela falou um pouco sobre o Código de Ética Profissional e sobre os encaminhamentos que são dados depois das ações de fiscalização.

Márcia aproveitou o encontro também para tirar algumas dúvidas sobre a elaboração dos editais de concursos públicos, que devem exigir, para os cargos de competência dos profissionais de Educação Física, o registro no CREF2/RS. Neste sentido, a Secretaria se prontificou em verificar se todos os professores da rede municipal possuem o CREF ativo. Além disto, também serão elaboradas, em parceria com o Conselho, oportunidades de formação e de capacitação aos profissionais que atuam nas escolas municipais. “Esta ação, contribuirá também com o projeto político-pedagógico escolar, que já está em andamento no município”, explicou Basso.

A proposta foi vista, pela SMED, como uma importante contribuição. A Secretaria e o Conselho voltarão a se reunir, em breve, para definir os detalhes da primeira palestra que será oferecida aos profissionais de Educação Física da Caxias do Sul. O tema será a Ética Profissional.


CREF Serra Educação Física Escolar



CREF2/RS realiza aula magna na Faculdade Metodista de Santa Maria
18/04/2016
Fonte: CREF2/RS

No dia 5 de maio, às 19h, o auditório da Faculdade Metodista de Santa Maria (FAMES) sediará a aula magna ministrada pela conselheira e representante da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS, Débora Rios Garcia (CREF 002202-G/RS), pela assessora de Fiscalização, Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), e pela assessora jurídica, Cristiane Corrêa (OAB/RS 60.229). O tema abordado será “Questionamentos sobre as questões legais e éticas que envolvem o bacharelado em Educação Física”.

Será um bate-papo em que se tratarão os procedimentos de fiscalização, a Lei de Estágio, ações judiciais, ética e a extinção do bacharelado. No intervalo, haverá degustação dos produtos da Nação Verde, FrutaMania e suplementos da Transformers Academia. O evento é aberto ao público em geral.

Aula Magna no curso de Educação Física da Faculdade Metodista de Santa Maria
Data: 5 de maio, quinta-feira, às 19h
Local: Auditório da FAMES, rua Dr. Turi, 2003, Centro, Santa Maria
Tema : “Questionamentos sobre as questões legais e éticas que envolvem o bacharelado em Educação Física"


Aula Magna



CONFEF divulga nota de repúdio ao projeto de lei que permite a atuação de ex-atletas como técnicos esportivos
11/04/2016
Fonte: CONFEF

O Conselho Federal de Educação Física – CONFEF, apresenta à sociedade brasileira e à categoria dos Profissionais de Educação Física do Brasil o seu repúdio ao Projeto de Lei do Senado nº 522/2013, de autoria do senador Alfredo Nascimento (PR-AM), que dispõe sobre as relações de trabalho do técnico ou treinador profissional de modalidade desportiva coletiva e revoga a Lei nº 8.650, de 20 de abril de 1993, que trata apenas do exercício da profissão de treinador de futebol. No seu trâmite legislativo, o PLS 522/2013 recebeu emenda do senador Romário (PSB-RJ) que amplia as possibilidades de atuação como técnicos a atletas ou ex-atletas da modalidade em que pretendam atuar, desde que comprovem no mínimo cinco anos de atividade.

O CONFEF reafirma que os mais de 400 mil profissionais de Educação Física habilitados no Brasil atuam em todos os níveis do Esporte, desde a iniciação até o alto rendimento, nas diferentes modalidades esportivas. Para adquirirem as competências técnico-científicas necessárias para intervir nesta dimensão do exercício profissional, esses profissionais são obrigados a cumprir uma jornada acadêmica mínima de 3.200h e quatro anos, conforme normas do Ministério da Educação e da Lei 9696/98.

Para a sociedade, é importante reafirmar que a prática esportiva, qualquer que seja ela, só terá o seu verdadeiro alcance – físico, educativo e social, quando orientada por profissionais egressos de cursos específicos, com uma sólida formação. Assim, não se deve confundir exigência de qualidade com reserva de mercado, no que se aplica a máxima do CONFEF: exercício profissional em Educação Física, a boa formação faz a diferença!

O CONFEF reafirma o apreço de toda a categoria pelos ex-atletas e se empenha para que lhes seja assegurado o reconhecimento e o agradecimento de todos os brasileiros pelos esforços e resultados esportivos alcançados. Contudo, o exercício profissional na área do Esporte pressupõe o aprendizado de teorias, de procedimentos técnicos, de competências específicas e a prática de estágios em ambientes próprios, sob orientação e supervisão, além da responsabilidade profissional ditada por um código de ética.

Em pleno Século XXI, constata-se a urgência do Brasil avançar na garantia de direitos sociais aos ex-atletas, assegurando-lhes uma vida digna ao final do seu percurso esportivo. Igualmente, o Brasil também precisa admitir definitivamente os avanços técnicos e científicos que estão na base das experiências exitosas dos processos de iniciação, desenvolvimento e aprimoramento do Esporte, o que demanda a necessidade de formação superior específica para entender, discernir e aplicar esses conhecimentos. Ao desconsiderar essas premissas, o PLS 522/2013 não só coloca em risco a saúde da sociedade como também compromete o futuro do esporte nacional. São crianças e jovens cujas experiências esportivas estarão sob a orientação de pessoas sem a devida qualificação profissional. Pois só a experiência como atleta não torna o indivíduo apto a desempenhar tais atividades.

O CONFEF entende como inadequado o PLS 522/2013, que demonstra desconhecimento das atribuições desta categoria profissional. O PLS também desconsidera a Carta Internacional da Educação Física, Atividade Física e Esporte da UNESCO, documento de caráter internacional que expressa a necessidade de que as pessoas que assumem responsabilidade profissional pela Educação Física e pelo Esporte devam ter a formação e as qualificações adequadas.

Como fica demonstrado, a democratização de acesso a qualquer atividade socialmente importante, não pode ser garantida sem que se resguarde a qualidade do exercício profissional. Dessa forma, o Conselho Federal de Educação Física compromete-se a lutar para que o PLS 522/2013 não seja aprovado e convoca os profissionais de Educação Física e a sociedade a se manifestarem junto aos autores e relatores do projeto, ponderando sobre a inviabilidade desta iniciativa.


CONFEF



CMD de Caxias do Sul, CREF2/RS e representantes de lutas reúnem-se na Serra
16/02/2016
Fonte: CREF2/RS

O Conselho Municipal do Desporto (CMD) de Caxias do Sul, o CREF2/RS e representantes de várias modalidades de luta da região da Serra reuniram-se no último dia 12. De acordo com a presidente do Conselho Municipal de Desporto e conselheira do CREF2/RS, Márcia Rohr da Cruz (CREF 007542-G/RS), o encontro foi uma resposta à solicitação da comunidade da Região e dos profissionais destes esportes que cobravam maior fiscalização por parte do CREF2/RS e das autoridades locais.

Durante a reunião, a advogada do CREF2/RS Andréia Zucheto Araújo explicou que atualmente o Conselho está impedido de fiscalizar estas modalidades devido à decisão do recurso especial 1.012.692 do STJ, na qual os Ministros entenderam que a orientação das lutas não é exclusividade dos profissionais de Educação Física. Já o presidente da Câmara Técnica de Lutas do CREF/RS, Felipe Gomes Martinez (CREF 003930?G/RS), recordou o início da sua carreira como atleta de judô, e ressaltou a importância da presença do profissional de Educação Física no ambiente das lutas e artes marciais. “Estas modalidades vão além do aprendizado empírico ou da mera atividade física, caracterizando um processo de formação pessoal que envolve ética, hierarquia, disciplina e a construção da cidadania”, assegurou.

Todos os representantes manifestaram o desejo de que se tenha algum tipo de fiscalização na modalidade, e por consenso foi proposto levar ao Sistema CONFEF/CREFs a ideia da organização de cursos de qualificação técnica para atuação nas diferentes modalidades de luta, travando parcerias com Instituições de Ensino Superior. A presidente do Conselho Márcia Rohr da Cruz informou que será realizada uma pesquisa sobre a lei que dá origem às Federações e Confederações das diferentes modalidades de lutas, onde será verificada a quem está atribuída a fiscalização da atuação dos Profissionais. Segundo Márcia, a reunião foi um grande avanço na discussão do tema. “Demos um passo importante na busca do equilíbrio entre as partes envolvidas nestas modalidades”, afirmou.


Lutas



CONFEF elabora documento relativo à tentativa de acabar com o bacharelado
04/02/2016
Fonte: CONFEF

O CONFEF, diante das informações amplamente veiculadas como sendo oriundas da Audiência Pública para rediscutir as diretrizes da formação superior em Educação Física, realizada pelo Conselho Nacional de Educação em 11 de dezembro, elaborou um documento com considerações sobre o tema. Entre outros argumentos apresentados, o CONFEF explicita que embora possa haver aspectos formativos comuns à licenciatura e ao bacharelado em Educação Física, cada um desses cursos é independente e possui objetivos, perfis de egressos, matrizes curriculares, estágios e diplomas específicos. Consequentemente, o exercício profissional para os seus egressos também é diferenciado.

Nas considerações, o Sistema CONFEF/CREFs reafirmou a sua disposição em trabalhar para garantir que o exercício profissional na Educação Física seja realizado por profissionais com competência técnica, habilidades e atitudes próprias da sua profissão, conhecedores da ética e dos parâmetros de referência para o exercício da profissional, considerando cada uma das formações legalmente instituídas para a área: Licenciatura e Bacharelado em Educação Física, além de respeitar os limites das demais profissões regulamentadas.
Leia o documento na íntegra aqui


Bacharelado



CREF2/RS oferece pagamento da anuidade 2016 com desconto parcelado
08/12/2015
Fonte: CREF2/RS

O Carnê de Anuidade 2016 mudou, permitindo agora ao profissional de Educação Física e à Pessoa Jurídica fazer o parcelamento com desconto. Aproveite mais esta vantagem para que o CREF2/RS continue a fiscalizar com ética e seriedade o exercício dos Profissionais de Educação Física.

Anuidade 2016 – PROFISSIONAL
Valor com desconto até o dia 30/03/2016: R$ 342,00
Pagamento parcelado: 3X R$ 114,00 com vencimentos em 31/01, 28/02 e 30/03 de 2016
Valor integral em 31/03/2016: R$ 553,40
Pagamento parcelado sem juros e sem multa 5X de R$110,68 com 1º vencimento em 31/03/2016

Anuidade 2016 – PESSOA JURÍDICA
Valor com desconto até o dia 30/03/2016: 684,00
Pagamento parcelado: 3X R$228,00 com vencimentos em 31/01, 28/02 e 30/03 de 2016
Valor integral em 31/03/2016: R$ 1.367,65
Pagamento parcelado sem juros e sem multa 5X R$273, 53 com 1º vencimento em 31/03/2016

O boleto da anuidade de 2016, com desconto, já está disponível no site do CREF2/RS, e pode ser acessado no autoatendimento.


Anuidade



Profissionais de Educação Física e SME se reúnem para discutir uso do Parque Ramiro Souto
04/12/2015
Fonte: CREF2/RS

Na manhã desta sexta-feira (4), estiveram reunidos no Parque Ramiro Souto, na Redenção, o vice-prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, o secretário municipal de Esportes, Recreação e Lazer, (SME) José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS), e profissionais de Educação Física para discutir as normas de uso do local. Débora Garcia (CREF 002202-G/RS), 1ª secretária, e os conselheiros Cláudia Lucchese (CREF 002358-G/RS) e Alessandro Gamboa (001534-G/RS) também marcaram presença, representando o CREF2/RS.

O encontro foi marcado após a polêmica que envolveu o Parque nesta última semana, quando a SME proibiu a atuação dos profissionais que utilizam o local para ministrar atividades físicas e esportivas remuneradas. Segundo Meurer, houve um equívoco na formulação destas notificações, o que gerou um mal-entendido. "A medida não em como objetivo impedir o trabalho, mas organizar o uso do Parque", defendeu. Entre as regras, levadas para o conhecimento de todos, está a proibição do estacionamento de veículos no local, a publicidade de marcas sem a autorização da Prefeitura, a instalação de tendas que prejudiquem o acesso público e a orientação de atividades físicas por pessoas sem registro no CREF2/RS.

Para Débora, as medidas que serão adotadas pelo Parque, além de reforçar o caráter público do local, vão coibir o exercício ilegal da profissão. "As pessoas que trabalham nos parques da cidade não podem ser leigos no assunto. Para vir ao Ramiro Souto e passar treinos, é obrigatório ser profissional de Educação Física e ter registro no Conselho", explicou aos presentes. "Por conta disto, vamos intensificar a nossa fiscalização, para que os usuários deste tipo de espaço recebam somente a orientação de profissionais de Educação Física habilitados. Nós temos este compromisso e vamos nos unir para isto", completou.

Os representantes das assessorias esportivas também se comprometeram em "adotar" o local, para que, em parceria com a Prefeitura, possam ser feitas melhorias na estrutura do Parque, em questões que envolvem a segurança, os banheiros e a pista atlética. As sugestões foram todoas anotadas e a administração do Ramiro Souto vai voltar a se reunir com os profissionais de Educação Física para dar avanço a todas estas demandas.


Parque Ramiro Souto SME



Justiça Federal dá sentença favorável ao CREF2/RS para fiscalizar Zumba
10/11/2015
Fonte: CREF2/RS

Na segunda vitória judicial desta semana, o CREF2/RS obteve sentença favorável proferida pela 5ª Vara Federal de Porto Alegre ao considerar a orientação de Zumba como privativa do profissional de Educação Física e submetida, portanto, à fiscalização do Conselho. Isto porque, através dos elementos contidos nos autos, foi possível afirmar que a aula de Zumba é uma modalidade de ginástica aeróbica, com o objetivo único o condicionamento físico através de exercícios executados por meio de ritmos de danças, devendo ser ministrada por profissionais de Educação Física.

No processo, ficou explicitado que na empresa de Zumba “não se preocupa o instrutor da referida modalidade em ensinar a dança em seu aspecto cultural, mas atenta-se em acompanhar o condicionamento físico e a estética de seu aluno”. Ainda conforme a decisão judicial “diante da informação extraída do próprio site da empresa de que se trata de uma marca exclusivamente criada para atender o mercado de fitness, não há ilegalidade na atuação do CREF2/RS ao exigir a inscrição e realizar a fiscalização da atividade exercida pelos profissionais de Educação Física que ministrarem a referida atividade física, conforme o exposto na Lei nº 9.696/98”.


Zumba



Novos Conselheiros tomam posse nesta sexta-feira
23/10/2015
Fonte: CREF2/RS

A cerimônia de posse dos novos Conselheiros do CREF2/RS foi realizada na manhã de hoje (23), no Hotel Holiday Inn, em Porto Alegre. O evento, que contou com um café da manhã para os presentes, marcou a entrada de 14 membros (dez efetivos e quatro suplentes), eleitos em setembro. O mandato, que inicia em 30 de outubro, é para seis anos e se encerra em 2021.

A presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) foi quem fez o discurso de abertura. Ela frisou que o momento representa o fim e o início de uma nova gestão, mas que o trabalho, que rendeu muitos benefícios aos profissionais registrados e à comunidade em geral, será conduzido da mesma forma, com mudanças para melhor. "É com muito orgulho que temos visto o nosso Conselho crescer dia a dia, com parcerias, conquistas em todas as áreas e a atuação incansável de todos vocês", destacou.

Como frisou Carmen, os novos Conselheiros tomaram posse com o objetivo de defender a Educação Física e de valorizar a profissão em todos os segmentos da sociedade. A ideia é que o CREF2/RS, pelos próximos seis anos, se aproxime ainda mais dos profissionais registrados e consiga desenvolver ações em prol da categoria, sempre de forma ética, moral e legal. "Somente com a união e com o trabalho é que a gente vai conseguir que o Conselho conquiste ainda mais espaços, garantindo que todas as pessoas sejam atendidas por profissionais de Educação Física em todos os locais", encerrou.

Em reunião, os novos Conselheiros irão definir também os novos componentes da Diretoria. Confira abaixo quem são eles:

GIOVANNI BAVARESCO (CREF 001512-G/RS): é graduado pelo IPA e possui pós-graduação em Treinamento Desportivo. Já foi conselheiro do CREF2/RS e atualmente é o diretor da CBrasil, empresa que há 22 anos promove cursos de especialização para professores, estudantes e profissionais das áreas de Educação Física, Nutrição e Fisioterapia.

EDUARDO MERINO (CREF 004493-G/RS): é graduado pela UFRGS e doutor em Ciências do Esporte. Atuou por oito anos como coordenador do curso de Educação Física da ULBRA e foi presidente do CREF2/RS entre 2010 e 2014. Atualmente é professor da UFPel e presidente da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do Conselho.

CARMEN ROSANE MASSON (CREF 001910-G/RS): é graduada em Educação Física pelo IPA e mestre em Saúde Coletiva pela Unisinos. Foi coordenadora da Secretaria de Esportes de Porto Alegre e da ESEF da Brigada Militar. Atualmente é presidente do CREF2/RS.

ALEXANDRE MOURA GRECO (CREF 004204-G/RS): é graduado pelo IPA e mestre em Reabilitação e Inclusão Social pela mesma instituição e possui MBA em Gestão Estratégicas de Negócios e em Marketing Digital, ambos pela ESPM. Desde 2013, é o coordenador geral das academias do SESC-RS e atua também como professor dos cursos de pós-graduação da Uningá (Santa Maria), HORUS Chapecó, UNISUL (Florianópolis) e da Faculdade da Serra Gaúcha (Caxias do Sul).

ANA MARIA HAAS (CREF 004563-G/RS): é graduada pela Feevale e oficial da Brigada Militar desde 1986. Foi comandante da Escola de Educação Física da Brigada Militar entre 2002 e 2003 e conselheira do CREF2/RS de 2003 a 2005.

SONIA MARIA WAENGERTNER (CREF 007781-G/RS): é graduada pela UFRGS e foi professora da rede estadual de ensino por 25 anos. É representante do CREF2/RS no comitê fundador da Rede OS Porto Alegre e conselheira há seis anos. Na década de 90, foi também diretoria eleita de escola.

ROSA MARIA MARIN PACHECO (CREF 000059-G/RS): é graduada pelo IPA e possui pós-graduação em Medicina e Ciências do Esporte pela PUCRS e em Treinamento Neuromuscular pela UFRGS. Foi presidente da Associação das Academias do Rio Grande do Sul (ACAD/RS) entre 2008 e 2010. É proprietária da academia Espaço Ativo desde 1992.

LEOMAR TESCHE (CREF 000129-G/RS): é graduado pela Feevale e docente do curso de Educação Física da Unijuí há 32 anos. É doutor em Educação pela Unimep (Piracicaba) e pós-doutor pelo Instituto de Ciências dos Esportes da Universidade de Tübingen (Alemanha). Autor de diversos livros sobre a história da Educação Física no Rio Grande do Sul, atualmente coordena o intercâmbio entre a Unijuí, a Universidade Uni-Tubingen e o Instituto Carlos Linneo de Oberá (Argentina).

DÉBORA RIOS GARCIA (CREF 002202-G/RS): é graduada pelo IPA e possui especialização em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica e mestrado em Ciências do Movimento Humano, ambos pela UFRGS. Atualmente é professora do curso de Educação Física da Faculdade Sogipa e da pós-graduação do Instituto de Administração Hospitalar e Ciências da Saúde (IAHCS).

ALESSANDRO DE AZAMBUJA GAMBOA (CREF 001534-G/RS): é graduado pelo IPA e possui pós-graduação em Ciências da Saúde (PUCRS) e em Administração e Marketing Esportivo (Universidade Gama Filho). É sócio-diretor da G2 Sports, consultor de academias e coordenador geral de eventos relacionados à Educação Física e à saúde.

Membros suplentes:

FELIPE GOMES MARTINEZ (CREF 003930-G/RS): é graduado pela UFRGS e possui especialização em Psicopedagogia Clínica pela Unilassale. É graduado também em Ciências Jurídicas e Sociais pela PUCRS, auditor do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Gaúcha de Judô e integra a Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS.

MARCIA ROHR DA CRUZ (CREF 007542-G/RS): é graduada em Educação Física pela UCS e em Administração pela Unisinos. Possui mestrado e doutorado em Administração pela mesma instituição e é presidente do Conselho Municipal do Desporto de Caxias do Sul.

CLÁUDIA RAMOS LUCCHESE (CREF 002358-G/RS): é graduada pela UFRGS e possui pós-graduação em Medicina e Ciências do Esporte (UFRGS) e em Ergonomia (UGF). É coordenadora dos programas de Qualidade de Vida no Banrisul e certificada pela International Stress Management Association em gerenciamento do stress no trabalho.

CLERY QUINHONES DE LIMA (CREF 000297-G/RS): é graduado pela UFSM, pós-graduado em Técnicas Desportivas – Handebol, jornalista e mestre em Comunicação Esportiva. Foi conselheiro do CREF2/RS entre 1999 e 2003 e atualmente desempenha a função de delegado adjunto da FIEP-RS e de secretário do Conselho Municipal de Esportes e Lazer de Santa Maria. Edita o jornal mensal Saúde pela Prática e o site www.santamriaolimpiada2016.com.br.


Conselheiros Plenária



CREF2/RS lança publicação da Ginástica Laboral
11/09/2015
Fonte: CREF2/RS

A publicação da Ginástica Laboral do CREF2/RS já está sendo distribuída gratuitamente na sede do Conselho e disponibilizada para download aqui. Produzida pela Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa do CREF2/RS, a edição aborda, com textos objetivos, temas como o conceito da Ginástica Laboral, finalidades e resultados esperados, etapas mínimas para aplicar o programa, além de questões éticas e de qualificação. O documento foi resultado de reuniões, pesquisas e de experiências práticas realizadas pelos profissionais ligados à Ginástica Laboral e tem como objetivo sensibilizar a sociedade, empresários e profissionais de Educação Física para os benefícios proporcionados pela atividade.

Segundo o presidente da Câmara, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), a publicação reflete o atual momento vivido pela Ginástica Laboral no Estado. "Há alguns anos, nossos serviços eram privilégio de grandes organizações. Hoje, empresas de qualquer porte, independente do número de empregados, podem adotar o programa adequado à sua realidade. Esta nova conjuntura, aliada aos esforços da Câmara, propiciou a presente edição”. O secretário da Câmara Tony Izaguirre (CREF 002462-G/RS) ressaltou que as informações divulgadas na publicação traduzem a importância da Ginástica Laboral como promotora da saúde do trabalhador. “Este documento é uma forma de qualificar os profissionais de Educação Física e, em contrapartida, garantir o bem-estar e a qualidade de vida do trabalhador”.


Ginástica Laboral



CONFEF edita resolução sobre esportes aquáticos
31/07/2015
Fonte: CREF2/RS

O CONFEF editou a resolução nº 280/2015, na qual define os desportos aquáticos como área de Especialidade Profissional em Educação Física. O Conselho considerou a importância da formação profissional em nível de Especialidade para o desempenho de funções específicas e próprias do exercício profissional, com segurança, competência e responsabilidade ética.

A Especialidade Profissional em desportos aquáticos, para efeito de reconhecimento pelo Sistema CONFEF/CREFs e para atuação profissional específica, destina-se, exclusivamente, aos Profissionais de Educação Física que tenham concluído o curso de bacharelado em Educação Física. A organização do esporte nacional identifica “Desportos Aquáticos” como uma grande área onde estão incluídos a natação, os saltos ornamentais, o polo aquático e o nado sincronizado. Leia a íntegra da resolução aqui.


CONFEF



Evento promovido pela Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS discute formação profissional
02/06/2015
Fonte: CREF2/RS

No último sábado (30), a Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS realizou o evento "A Formação Profissional e o Conhecimento da Ética", no Plenário Ana Terra da Câmara Municipal de Porto Alegre. A atividade, que contou com a palestra de Solange Bueno (CREF 0011236-G/SP), conselheira federal e membro da Comissão de Ética do CONFEF, foi dedicada a todos os profissionais de Educação Física interessados pelo assunto.

Na mesa de abertura, composta pela presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e pelo vereador e conselheiro federal Professor Garcia (CREF 000002-G/RS), foi destacada a participação das Comissões de Ética do CREF3/SC e do CREF10/PB-RN, que marcaram presença no evento para discutir o Código e para trocar experiências sobre a sua parte processual. "É muito importante receber pessoas de outros Conselhos", explicou Garcia. "Isto corrobora com a ideia de que a ética é fundamental, já que a primeira missão do Sistema CONFEF/CREFs é zelar pela sociedade", completou.

A palestra de Solange tratou de diversos assuntos, como o objetivo da ética no campo da prática profissional. "Ela é, principalmente, a aplicação de normas morais e técnicas, com base na honestidade, cortesia, responsabilidade e honra", explicou. Além disto, foram elencados os principais valores do Sistema CONFEF/CREFs – comprometimento, responsabilidade social e saber profissional – e quais seriam as virtudes do bom profissional.

Solange discutiu ainda o fluxograma do processo ético e listou as infrações mais frequentes: ofensa moral a aluno, conivência (exercício ilegal), falta da Cédula e desvio de função. Para os presentes, esta parte foi extremamente útil para o compartilhamento de conhecimento e de informações sobre procedimentos e prazos.

Além de membros da Comissão de Ética do CREF2/RS e do Departamento de Fiscalização e Orientação, Joaquim de Jesus (CREF 001060-G/SC) e Joel Casagrande (CREF 000186-G/SC), conselheiros do CREF3/SC; Fernanda Vieira, do Departamento Jurídico do CREF3/SC; Rogério Velinho (CREF 002145-G/PB), presidente da Comissão de Ética Profissional do CREF10/PB-RN; Simone Klein (CREF 006967-G/RS)e Aline Fofonka (CREF 004446-G/RS), da ULBRA Gravataí; Julio Andreazza, da UNIJUÍ; e Renato Müller, representante da Secretaria Municipal de Educação, também estiveram presentes na atividade.

A Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS é formada por Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS), Eliana Flores (CREF 002649-G/RS), Felipe Martinez (CREF 003930-G/RS), Celso Cardoso (CREF 004863-G/RS) e Luiz Augusto Waldemar (CREF 001540-G/RS). Mais informações sobre as ações do grupo aqui.


Ética Profissionaç Comissão de Ética Profissional formação profissional



Comissão de Ética realiza neste sábado evento gratuito para profissionais de Educação Física
28/05/2015
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS vai realizar, no próximo sábado (30), o evento "A Formação Profissional e o Conhecimento da Ética". A atividade, aberta para a participação gratuita de todos os profissionais de Educação Física registrados no Conselho, contará com a palestra de Solange Bueno (CREF 0011236-G/SP), conselheira federal e membro da Comissão de Ética do CONFEF. O evento vai ser realizado no Plenário Ana Terra da Câmara Municipal de Porto Alegre (Avenida Loureiro da Silva, 255 - Centro Histórico), das 9h às 18h. Confirme a sua presença pelo e-mail eventos@crefrs.org.br.




Presidente do CREF2/RS fala sobre atuação profissional no curso Gestão em Academias em Santa Maria
26/05/2015
Fonte: Saúde pela Prática

Promovido pelo Centro de Apoio ao Esporte e Lazer de Santa Maria (CAEL-SM) em parceria com a Quilisport, a Uningá SM, a primeira edição do curso Gestão em Academias foi realizado nos dias 23 e 24 de maio. A atividade, ministrada por Almir Fachinatto (CREF 000019-G/SP), contou também com a presença da presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que fez a palestra de abertura do evento.

Os profissionais e os acadêmicos de Educação Física que compareceram ao evento assistiram à apresentação do CREF2/RS, intitulada "A entidade e o profissional de Educação Física: ética, formação e atuação profissional". Na palestra, ministrada no auditório da Faculdade Metodista de Santa Maria (FAMES), Carmen expôs a dinâmica do Conselho e também respondeu as perguntas dos participantes. "O CREF2/RS atua junto à comunidade, em defesa de uma Educação Física de qualidade", comentou.

O curso conduzido por Fachinatto teve dois momentos. Na parte teórica, o objetivo foi mostrar os principais itens para a montagem de uma academia e para a manutenção de equipamentos. Na parte prática, foi abordado o manuseio das técnicas apresentadas. Além disto, foi enfatizado os desafios da concorrência e das exigências do mercado. Para Clery de Lima (CREF 000297-G/RS), organizador do evento, o curso foi um excelente meio de transmitir o conhecimento técnico para os estagiários e para os profissionais que atuam em academias. "O Facchinatto teve um excelente desempenho, mostrando-se um conhecedor da área", avaliou.




Palestra do CREF2/RS abre curso Gestão em Academia em Santa Maria neste final de semana
21/05/2015
Fonte: CREF2/RS

O curso Gestão em Academia, que será realizado em Santa Maria nos dias 23 e 24 de maio, terá a sua palestra de abertura ministrada por Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), presidente do CREF2/RS. A apresentação “CREF2/RS e o Profissional de Educação Física: Ética, Formação e Atuação Profissional” será acompanhada pelas mesas redondas “A musculação/personal training como disciplinas acadêmicas” e “Os cuidados com os aparelhos e equipamentos de uma academia”, além de outras atividades teóricas, ministradas por Almir Fachinatto (CREF 000019-G/SP) e Cleryston de Lima (CREF 011055-G/RS).

A palestra será ministrada no Auditório da Faculdade Metodista de Santa Maria (FAMES) e o curso na Eficaz Academia (Rua Silva Jardim, 2128). A atividade é organizado pelo Centro de Apoio ao Esporte e Lazer de Santa Maria (CAEL-SM) em parceria com a Quilisport, a Uningá SM e o Eleva Instituto e tem 20% de desconto para profissionais registrados no CREF2/RS. Mais informações pelo telefone (55) 3028-7677 ou pela página www.uningasm.com.br.




Nova edição do Conexão CREF apresenta o papel do Conselho para acadêmicos da Univates
19/05/2015
Fonte: CREF2/RS e Univates

Com o objetivo de possibilitar aos acadêmicos dos cursos de Educação Física conhecer as funções desempenhadas pelo Conselho Regional de Educação Física, a Univates recebeu, na noite desta segunda-feira (18), mais uma edição do Conexão CREF. A palestra "O papel do Conselho: questões legais, éticas e valorização profissional” foi ministrada pela presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS); pela coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação, Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS); e pela assessora jurídica do Conselho, Cristiane Costa.

No início do evento, Carmen ressaltou que a regulamentação da profissão foi resultado de muita luta, na qual ela mesma esteve envolvida por anos. Após exibirem um vídeo institucional do Conselho, a presidente explicou que, diferente de um sindicato, a função do CREF2/RS é regulamentar a profissão e fiscalizar sua execução. “Temos alguns processos éticos contra maus profissionais. São coisas que acabam denegrindo a profissão e não podemos deixar que isso aconteça”, destacou ela.

De acordo com Carmen, a cidade de Porto Alegre foi a primeira do Brasil a ter uma lei que exige a obrigatoriedade da Educação Física em todas as séries da Educação Básica. “Estamos em uma luta pela obrigatoriedade da Educação Física em todo o país. Está para ser votada no Congresso Nacional”, comentou. Recentemente, os representantes dos Conselhos realizaram uma caminhada em Brasília para criar uma frente parlamentar nacional. Muitos deputados estão aderindo à ideia e defendendo a pauta no Congresso. Ao exibirem um vídeo feito na caminhada, Carmen destacou que “essa é uma das funções do conselho: trabalhar para ampliar o campo de atuação”.

Cristiane e Fernanda aproveitaram o evento para também tirar as dúvidas que muitos acadêmicos têm sobre a atuação profissional. Elas explicaram o que é necessário para o registro e como a Lei do Estágio é regulamentada para a Educação Física. "O acompanhamento de um profissional habilitado é obrigatória em tempo integral. Além disto, é vedada qualquer cobrança de valores aos estudantes", frisou Cristiane. No fim da palestra, foi explicado aos estudantes da Univates que alunos da Licenciatura não podem estagiar em academias e que acadêmicos não podem atuar como personal trainer. "Para ser personal, só com a devida formação", salientou Fernanda.




V Seminário de Fiscalização Profissional e I Encontro Nacional de Agentes Fiscais reúnem Conselhos de todo Brasil
27/04/2015
Fonte: Fórum-RS

Mais de 200 pessoas se reuniram na última sexta-feira (24), na sede do Centro Universitário Metodista – IPA, em Porto Alegre, para prestigiar o V Seminário de Fiscalização Profissional e o I Encontro Nacional de Agentes Fiscais. Os eventos, organizados pela Câmara de Defesa da Sociedade do Fórum dos Conselhos e Ordens Profissionais do Rio Grande do Sul (Fórum-RS), contaram com a presença de representantes de conselhos federais e de conselhos regionais de 16 estados. O tema desta edição foi "A importância das Profissões Regulamentadas para a construção de um Brasil mais ético".

Na abertura, Flávio Koch, presidente do Fórum-RS, destacou a importância da realização dos eventos simultâneos para a discussão da ética profissional, como forma de contribuir para a construção de um país melhor. A autonomia dos conselhos profissionais foi o foco da palestra magna, ministrada pelo jurista e professor universitário Marco Fridolin dos Santos, que falou sobre normas deontológicas, autonomia dos conselhos profissionais e princípios da subsidiariedade.

Na palestra Modernização dos Processos de Fiscalização da Atividade Profissional, o consultor em processos de gestão André Zago fomentou a discussão sobre a necessidade de mudança de paradigmas para a gestão de processos e a modernização desses processos através de ferramentas inovadoras que facilitam e os tornam ainda mais eficazes. Encerrando as atividades da manhã, o debate A Importância das Profissões Regulamentadas para a Construção de um Brasil Mais Ético foi mediado pelo vice-presidente de Relações Institucionais do CRCRS, Pedro Gabril da Silva.

Durante a tarde, a palestra A Atuação dos Conselhos Profissionais na Garantia dos Direitos do Consumidor foi ministrada pelo procurador de justiça Paulo Valério Moraes, que falou sobre os seis princípios das relações de consumo: igualdade, liberdade, dignidade, solidariedade social, intervenção estatal eficiente e vulnerabilidade. Logo após, o procurador do Banco Central do Brasil, Yuri Machado, falou sobre conselhos profissionais e responsabilidade administrativa: Fiscalização e o espaço de atuação do agente público, abordando a responsabilidade e a atuação do agente fiscal. “A atuação do fiscal deve estar voltada sempre à proteção do interesse público”, ressaltou.




Resultado final do processo seletivo do CREF2/RS é homologado
30/03/2015
Fonte: CREF2/RS

O processo seletivo pelo CREF2/RS, realizado em janeiro, teve o seu resultado final homologado na última sexta-feira (27). As relações dos candidatos aprovados para cada cargo, em ordem de classificação e em ordem alfabética, já estão disponíveis no site da Fundatec e podem ser acessadas aqui.




Palestra do CREF2/RS integra Semana Magna do curso de Educação Física da FAMES
19/03/2015
Fonte: CREF2/RS

Na última terça-feira (17), o CREF2/RS participou da Semana Magna do curso de Educação Física da Faculdade Metodista de Santa Maria (FAMES). Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação, e Cristiane Costa, assessora jurídica do Conselho, ministraram a palestra "O papel do CREF2/RS: questões legais, éticas e valorização profissional" para cerca de 250 estudantes da instituição, do primeiro ao sétimo semestre.

A atividade, que serviu para apresentar o CREF2/RS a as suas atribuições, trouxe para discussão questões pertinentes e de interesse de todos os acadêmicos. "O que o Conselho faz para mim?" e "quem é provisionado e por que ele existe?" foram alguns dos tópicos trazidos por Fernanda e Cristiane. Em outro momento, também foram tiradas dúvidas sobre estágios e sobre a área de atuação. "O estágio faz parte do projeto pedagógico do curso, além de integrar o itinerário formativo do educando. Ele eve ser compatível com a programação curricular estabelecida para cada curso", explicou Cristiane.

Além disto, os estudantes também receberam orientações de como abrir academia, de que é preciso formação para atuar como personal trainer e de que acadêmicos do curso de Licenciatura não podem estagiar em academias, conforme estabelece a Lei 11.788/2008. Por fim, foram apresentados vídeos em que salientam a necessidade do exercício físico orientado e a distribuição de brindes, como agenda e camisetas, a todos os presentes.




CREF2/RS participa amanhã da Semana Magna do curso de Educação Física da FAMES
16/03/2015
Fonte: CREF2/RS

O curso de Educação Física da Faculdade Metodista de Santa Maria (FAMES) promove a Semana Magna, entre hoje (16) e quarta-feira (18), com a proposta de envolver os estudantes e expandir o conhecimento de todos sobre a área. A atividade, que inicia nesta segunda-feira com o III Ciclo de Palestras com os Egressos do Curso de Educação Física, tem amanhã (17) apresentação do CREF2/RS.

Na palestra "O papel do CREF2/RS: questões legais, éticas e valorização profissional", Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação, e Cristiane Costa, assessora jurídica, vão falar sobre a atuação do Conselho e demais questões pertinentes que envolvem a profissão aos acadêmicos de Educação Física. A atividade será realizada às 19h30 no auditório da instituição.

Semana Magna do curso de Educação Física da FAMES
Palestra "O papel do CREF2/RS: questões legais, éticas e valorização profissional"
Data e horário: terça-feira, 17 de março, às 19h30
Local: Auditório da FAMES
Endereço: Rua Dr. Turi, 2003 – Centro. Santa Maria (RS)




Conexão CREF tira dúvidas de profissionais em Santa Maria na sexta-feira
09/12/2014
Fonte: CREF2/RS

Dedicado aos profissionais de Educação Física e proprietários de academias, o Conexão CREF promove em Santa Maria, na próxima sexta-feira (12), encontro dos Departamentos de Fiscalização, Jurídico e da Comissão de Ética do CREF2/RS com todos os registrados no Conselho. A atividade, que será realizada pela primeira vez em Santa Maria, tem objetivo de abrir espaço para debate e esclarecimento de dúvidas, tanto sobre o procedimento fiscalizatório e seus desdobramentos como sobre o papel, a responsabilidade e as atribuições do profissional e do responsável técnico no local de trabalho.

O evento será realizado na Faculdade Metodista de Santa Maria (FAMES) e as inscrições podem ser feitas aqui ou diretamente no local. "O Conexão CREF vem abrindo espaço para que os profissionais tirem dúvidas e tragam ideias para debate, gerando assim boa discussão sobre a prática profissional", analisa Fernanda Rodrigues, coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação. Em sua quarta edição, o Conexão CREF passou anteriormente por Porto Alegre, Pelotas e Caxias do Sul, esclarecendo questões importantes sobre o dia a dia de trabalho do profissional de Educação Física e diminuindo assim o número de autuações.

Conexão CREF Santa Maria
Data: 12/12 (sexta-feira)
Horário: 19h
Local: FAMES – Faculdade Metodista de Santa Maria (auditório)
Endereço: Rua Dr. Turi, 2003 – Centro
Inscrições: aqui




Conexão CREF chega a Santa Maria em dezembro
27/11/2014

O CREF2/RS vai dar continuidade ao Conexão CREF, projeto em que promove encontros da sua Comissão de Ética e do Departamento de Fiscalização com as pessoas jurídicas, responsáveis técnicos e profissionais registrados no Conselho. No próximo dia 12 de dezembro, a atividade será realizada em Santa Maria, no auditório da FAMES, e já está com as suas inscrições abertas. Para participar, cadastre-se aqui.

Em sua quarta edição, o Conexão CREF tem o objetivo de levar ao conhecimento do seu público o papel da fiscalização e seus procedimentos, para diminuir assim o número de autuações. Além disto, e as atribuições do Responsável Técnico e outros temas importantes para o dia a dia de trabalho também são trazidos para esclarecimento. Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação, acredita que encontros deste tipo fortalecem o Conselho e enriquecem o currículo dos registrados. "O Conexão CREF abre espaço para que eles tirem dúvidas e tragam ideias para debate, gerando assim boa discussão sobre a prática profissional", analisa.

Conexão CREF Santa Maria
Data: 12/12 (sexta-feira)
Horário: 19h
Local: FAMES – Auditório
Endereço: Rua Dr. Turi, 2003 – Centro
Inscrições: aqui




Conexão CREF tira dúvidas de profissionais em Pelotas
25/11/2014

Na última sexta-feira (21), o CREF2/RS realizou a terceira etapa do Conexão CREF, em Pelotas. O projeto tem o intuito de aproximar Conselho e profissionais, esclarecendo como funciona a Fiscalização e seus desdobramentos, sendo dedicado aos Responsáveis Técnicos, proprietários de academias e demais atuantes na área.

A atividade contou com palestras ministradas por Liziane Soares, assessora da diretoria do CREF2/RS; Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR); e Eliane Flores (CREF 002649-G/RS), conselheira e membro da Comissão de Ética Profissional. "O encontro foi muito útil e positivo. O Conexão CREF tem o objetivo de informar os profissionais sobre questões do dia a dia da profissão, mas que muitos desconhecem", avaliou Liziane. "Desta forma, ao longo das palestras surgem muitas dúvidas e esclarecimentos", completou.

Na conversa com os profissionais, foram abordados assuntos como a regulamentação da profissão e a finalidade do CREF2/RS em "orientar e fiscalizar a atividade profissional". Além disto, questões como atribuições do Responsável Técnico, objetivos e consequências da Fiscalização e temas que ainda tramitam no Judiciário foram explicados pelos palestrantes. "Com o Conexão CREF, os profissionais passam a entender melhor como funciona o Conselho e podem passar estas informações adiante", concluiu Liziane.

O Conexão CREF terá mais uma edição em 2014. No dia 12 de dezembro, Santa Maria recebe nova etapa do projeto. As inscrições estão abertas e podem ser feitas por aqui.




Pelotas recebe Conexão CREF amanhã
20/11/2014

Nesta sexta-feira (21), o CREF2/RS dá continuidade ao Conexão CREF, projeto em que realiza encontros da sua Comissão de Ética e dos departamentos de Fiscalização e Jurídico com os profissionais registrados no Conselho. A atividade será realizada na Escola de Educação da UFPel e tem inscrições gratuitas. Para participar, clique aqui.

Com o intuito de aproximar e orientar os profissionais do interior do Estado, o Conexão CREF leva ao conhecimento dos registrados o papel da fiscalização e seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. O papel e as atribuições do Responsável Técnico também são trazidos para esclarecimento. Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação, o encontro vai fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física de Pelotas e região. "Além disto, vai abrir espaço para que eles tragam dúvidas e ideias para debate", comenta.

Conexão CREF Pelotas
Data: 21/11 (sexta-feira)
Horário: 19h
Local: ESEF/UFPel – Auditório
Endereço: Rua Luís de Camões, 625 – Três Vendas
Inscrições: aqui




Conexão CREF chega a Pelotas na próxima semana
13/11/2014

Para se aproximar e orientar os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS dá continuidade ao Conexão CREF, em que realiza encontros da sua Comissão de Ética e dos departamentos de Fiscalização e Jurídico com os registrados no Conselho. A terceira atividade do projeto será realizada no dia 21 de novembro, em Pelotas.

Como destaca Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), o objetivo do Conexão CREF é levar ao conhecimento dos profissionais e estabelecimentos o papel do Departamento de Fiscalização e seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. O papel, as responsabilidades e as atribuições do responsável técnico também são trazidos para esclarecimento. "Os encontros vão fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física, além de abrir espaço para que dúvidas sejam sanadas e ideias discutidas", comenta.

As inscrições já podem ser feitas pelo e-mail eventos@crefrs.org.br e os interessados podem enviar também seus questionamentos e tópicos de interesse para serem abordados nas apresentações.

Conexão CREF Pelotas
Data: 21/11 (sexta-feira)
Horário: 19h
Local: ESEF/UFPel – Auditório
Endereço: Rua Luís de Camões, 625 – Três Vendas
Inscrições: eventos@crefrs.org.br




ULBRA Carazinho recebe palestra do CREF2/RS
03/11/2014

Na quarta-feira (29), o CREF2/RS promoveu palestra na ULBRA Carazinho. Com o tema "Jurídico, Fiscalização e Ética no Conselho Regional de Educação Física", a assessora jurídica Cristiane Costa falou sobre a regulamentação da profissão e a atribuição do CREF/2RS como órgão de orientação e fiscalização da atividade profissional. Com entrada gratuita, a atividade foi aberta para estudantes e profissionais da região.

O processo fiscalizatório, bem como seus desdobramentos éticos e legais, foi apresentado de maneira didática para os presentes. Além disto, outras questões importantes, como a atuação do Responsável Técnico e demais atribuições do CREF2/RS, foram trazidas para esclarecimento. "Cabe também ao Conselho verificar as condições de funcionamento dos locais onde são oferecidos os serviços, desde equipamentos até a limpeza", destacou Cristiane.

Por fim, os acadêmicos que compareceram ao auditório da Universidade também puderam se familiarizar com o registro profissional, obrigatório para todos que possuem curso superior nas modalidades de Licenciatura, Bacharelado e Licenciatura/Bacharelado, bem como provisionados. "Estudantes não podem se registrar no Sistema CONFEF/CREFs, e só podem atuar sob a supervisão de profissional habilitado", explicou Cristiane, que encerrou a atividade salientando sua importante contribuição. "O público teve suas dúvidas sanadas, participando de forma interativa do debate".




CREF2/RS realiza amanhã palestra na ULBRA Carazinho
28/10/2014

A convite da ULBRA Carazinho, o CREF2/RS promove palestra amanhã (29), no auditório da Universidade. Com o tema "Jurídico, Fiscalização e Ética no Conselho Regional de Educação Física", a assessora jurídica Cristiane Costa vai falar sobre a regulamentação da profissão e a atribuição do CREF2/RS como órgão de orientação e fiscalização da atividade profissional. Além disto, será apresentado como funciona o processo fiscalizatório, bem como seus desdobramentos éticos e legais.

A atividade é direcionada aos estudantes de Educação Física e profissionais região. A entrada é gratuita. Mais informações pelo e-mail eventos@crefrs.org.br.

Palestra "Jurídico Fiscalização e Ética no Conselho Regional de Educação Física"
Data: 29/10 (quarta-feira)
Horário: 19h15min
Local: ULBRA Carazinho – Auditório
Endereço: BR 285 KM 335




Conexão CREF conversa com profissionais de Educação Física em Caxias do Sul
27/10/2014

Na quinta-feira (23), o CREF2/RS realizou a segunda etapa do Conexão CREF, em Caxias do Sul. Ainda em caráter piloto, o projeto tem o intuito de explicar como funciona o procedimento fiscalizatório e seus desdobramentos, sendo dedicado aos Responsáveis Técnicos, proprietários de academias e demais profissionais que atuam na área.

A atividade contou com palestras ministradas por Cristiane Crosta, assessora jurídica do CREF2/RS; Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR); e Eliana Flores (CREF 002649-G/RS), conselheira e membro da Comissão de Ética Profissional. "O público presente avaliou de forma positiva esta nova edição do projeto", contou Cristiane. "Eles tiveram suas dúvidas sanadas, participando de forma interativa no debate".

Na conversa com os profissionais, foram abordados assuntos como a regulamentação da profissão e a finalidade do CREF2/RS em "orientar e fiscalizar a atividade profissional, defendendo o respeito e a ética". Além disto, questões como atribuições do Responsável Técnico, objetivos e consequências da Fiscalização e temas polêmicos que ainda tramitam no Judiciário foram sugeridos e trazidos para esclarecimento dos presentes.

O Conexão CREF terá mais duas edições em 2014. Nos dias 21 de novembro e 12 de dezembro, respectivamente, Pelotas e Santa Maria recebem nova edição do projeto. As inscrições estão abertas e podem ser feitas por aqui.




Caxias do Sul recebe nova etapa do Conexão CREF amanhã
22/10/2014

Para se aproximar e orientar os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS dá continuidade ao Conexão CREF, em que realiza encontros da sua Comissão de Ética e dos departamentos de Fiscalização e Jurídico com os registrados no Conselho. Ainda em caráter piloto, a segunda atividade do projeto será realizada amanhã, em Caxias do Sul.

Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), o objetivo do Conexão CREF é levar ao conhecimento dos profissionais e estabelecimentos o papel da Fiscalização e seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. "Os encontros vão fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física, além de abrir espaço para esclarecimento de dúvidas e discussões de ideias", comenta.

Conexão CREF Caxias do Sul
Data: 23/10 (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: CREF Serra
Endereço: Rua Antônio Ribeiro Mendes, 1849 – Pio X
Inscrições: eventos@crefrs.org.br




Conexão CREF realiza encontro em Caxias do Sul na próxima semana
15/10/2014

Para se aproximar e orientar os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS dá continuidade ao Conexão CREF, em que realiza encontros da sua Comissão de Ética e dos departamentos de Fiscalização e Jurídico com os registrados no Conselho. Ainda em caráter piloto, a segunda atividade do projeto será realizada na quinta-feira da semana que vem (23), em Caxias do Sul.

Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), o objetivo do Conexão CREF é levar ao conhecimento dos profissionais e estabelecimentos o papel da Fiscalização e seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. "Os encontros vão fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física, além de abrir espaço para esclarecimento de dúvidas e discussões de ideias", comenta.

Conexão CREF Caxias do Sul
Data: 23/10 (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: CREF Serra
Endereço: Rua Antônio Ribeiro Mendes, 1849 – Pio X
Inscrições: eventos@crefrs.org.br




Conexão CREF promove primeiro encontro neste sábado
07/10/2014
Fonte: CREF2/RS

Para se aproximar e orientar os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS inicia nesta semana o Conexão CREF, em que realiza encontros da sua Comissão de Ética e dos departamentos de Fiscalização e Jurídico com os registrados no Conselho. Em caráter piloto, a primeira atividade do projeto será realizadas neste sábado (11), em Porto Alegre. No 23 de outubro, será a vez de Caxias do Sul receber o evento.

Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), o Conexão CREF permite levar ao conhecimento dos profissionais e estabelecimentos o papel da Fiscalização, bem como seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. ""Os encontros vão fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física, além de abrir espaço para esclarecimento de dúvidas e discussões de ideias"", comenta.

Em 2014, o Conselho ainda realiza outros dois pilotos, em Pelotas e Santa Maria, para elaboração do planejamento 2015 do projeto, em que outras regiões do Estado também serão contempladas com a atividade. As inscrições já podem ser feitas pelo e-mail eventos@crefrs.org.br e os interessados podem enviar também seus questionamentos e tópicos de interesse para serem abordados nas apresentações.

Conexão CREF Porto Alegre
Data: 11/10 (sábado)
Horário: 9h
Local: CREF2/RS
Endereço: Rua Coronel Genuíno, 421/401 – Centro
Inscrições: eventos@crefrs.org.br

Conexão CREF Caxias do Sul
Data: 23/10 (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: CREF Serra
Endereço: Rua Antônio Ribeiro Mendes, 1849 – Pio X
Inscrições: eventos@crefrs.org.br




Conexão CREF realiza encontros com profissionais do interior do Estado
26/09/2014
Fonte: CREF2/RS

Para se aproximar e orientar os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS inicia em outubro o Conexão CREF, em que realiza encontros dos departamentos de Fiscalização e Jurídico, bem como da sua Comissão de Ética, com os registrados no Conselho. Em caráter ainda experimental, as primeiras atividades do projeto serão realizadas nos dias 11 de outubro, em Porto Alegre, e 23 de outubro, em Caxias do Sul.

Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), o Conexão CREF permite levar ao conhecimento dos profissionais e estabelecimentos o papel da Fiscalização, bem como seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. "Os encontros vão fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física, além de abrir espaço para esclarecimento e dúvidas e discussões de ideias", comenta.

Em 2014, o Conselho ainda realiza outros dois pilotos, em Pelotas e Santa Maria, para elaboração do planejamento 2015 do projeto, em que outras regiões do Estado também serão contempladas com a atividade. As inscrições estão abertas pelo e-mail eventos@crefrs.org.br e os interessados podem enviar também seus questionamentos e tópicos de interesse para serem abordados nas apresentações.

Conexão CREF Porto Alegre
Data: 11/10 (sábado)
Horário: 9h
Local: CREF2/RS
Endereço: Rua Coronel Genuíno, 421/401 – Centro
Inscrições: eventos@crefrs.org.br

Conexão CREF Caxias do Sul
Data: 23/10 (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: CREF Serra
Endereço: Rua Antônio Ribeiro Mendes, 1849 – Pio X
Inscrições: eventos@crefrs.org.br




Conselho participa da Semana Acadêmica da URI Frederico Westphalen
18/09/2014
Fonte: CREF2/RS

Na segunda-feira (15), Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS) representou o CREF2/RS na IV Semana Acadêmica do curso de Educação Física da URI Frederico Westphalen. O presidente licenciado do Conselho ministrou a palestra "Educação Física e a Diversidade". A atividade, realizada no Salão de Atos da universidade, marcou a abertura oficial do evento.

Na sua apresentação, Merino falou sobre a regulamentação da Educação Física e como foi o processo histórico até a sua implementação, em 1998. Além disto, foram abordados temas como o Código de Ética, o mercado de trabalho e as diversas possibilidades de atuação que o profissional possui, respaldadas pela Lei Federal 9.696/98, que estabeleceu a profissão e criou o Conselho Federal e os respectivos Conselhos Regionais de Educação Física.

Com minicursos, outras palestras e mostras de trabalhos científicos, a IV Semana Acadêmica da URI Frederico Westphalen se estende até a próxima sexta-feira (19). A programação completa você confere aqui.




CREF2/RS publica edital de Censura Pública
17/09/2014
Fonte: CREF2/RS

Nesta quarta-feira (17), o CREF2/RS publicou edital de Censura Pública. O Conselho, através de sua Comissão de Ética Profissional, após o devido processo em que foi oportunizado o contraditório e a ampla defesa no Processo Ético nº 000016/2013, decidiu, por unanimidade dos presentes, na reunião realizada no dia 21 de julho de 2014, aplicar a pena ao profissional César Luiz Lazzari (CREF 018881-G/RS), com base no Art. 12 II, em razão do mesmo ter infringido o Art. 4º, Incisos I e II, Art. 5º, Inciso I, Art. 6º, Inciso II e XIV combinado com Art. 7º, V, do Código de Ética dos Profissionais de Educação Física, tendo ocorrido em trânsito em julgado da decisão em 5 de agosto de 2014.




Resolução dispõe sobre a função de Responsabilidade Técnica
16/07/2014
Fonte: CREF2/RS

A Resolução CONFEF nº 134/2007 dispõe sobre a função de Responsabilidade Técnica nos estabelecimentos prestadores de serviço no campo das atividades físicas e esportivas. O profissional, que será contratado pela Pessoa Jurídica, se torna o principal responsável pela Entidade, sendo remunerado para assessorá-la em assuntos técnicos. O vínculo entre as partes deve ser comprovado por declaração de firma individual, pelos estatutos ou pelo contrato de trabalho.

É obrigação da Pessoa Jurídica manter um Responsável Técnico para cada unidade que a compõe. Somente será permitido o funcionamento de estabelecimento de prestação de serviços em atividades físicas e esportivas sem a existência de Responsável Técnico para que se processe a contratação de substituto, pelo prazo de cinco dias. Além disto, o profissional de Educação Física não pode exercer a função de Responsável Técnico em mais de dois estabelecimentos em horários compatíveis.

O Responsável Técnico que deixar de exercer a função deverá comunicar o fato ao CREF, em 15 dias, para que seja procedida a respectiva baixa. O profissional que se afastar por até 60 dias também deverá comunicar o fato, por escrito, ao representante legal do estabelecimento, para se isentar de qualquer responsabilidade durante o período. Nestes casos, o estabelecimento deverá designar, através de documento escrito e assinado por seu representante legal, um Responsável Técnico substituto para o período de afastamento. O Responsável Técnico que não cumprir as determinações da Resolução CONFEF nº 134/2007 será responsabilizado conforme o Código de Ética do Profissional de Educação Física.

O Responsável Técnico tem por atribuição coordenar as atividades dos profissionais de Educação Física do estabelecimento; zelar pela boa qualidade dos serviços; zelar pelo respeito às disposições gerais da profissão e do Código de Ética; prestar apoio às atividades de atendimento e ensino; inspecionar as condições físicas e tecnológicas para o atendimento; coordenar o corpo técnico; supervisionar o trabalho dos profissionais. A ele cabe garantir que durante os horários de atendimento estejam em atividade profissionais de Educação Física em número compatível com a natureza do serviço a ser prestado.

A íntegra da Resolução CONFEF nº 134/2007 pode ser acessada aqui.




Presidente do CREF2/RS comparece em posse do Conselho de Desportes de São Leopoldo
06/06/2014
Fonte: CREF2/RS

Na última quarta-feira (4), o prefeito de São Leopoldo Aníbal Moacir da Silva deu posse ao novo Conselho Municipal de Desporto (CMD). Com funções fiscais, deliberativas, consultivas e propositivas, o CMD é formado por 16 membros titulares, sendo oito ligados ao governo e outros oito relacionados a entidades de classe. Participam do grupo os ex-conselheiros do CREF2/RS Marco Aurélio Cornelius (CREF 002882-G/RS), como presidente, e Francisco Carlos Lemes de Menezes (CREF 000075-G/RS), como representante titular do CREF2/RS.

Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) também compareceu à cerimônia. No discurso, a Presidente do CREF2/RS destacou o papel importante que o Conselho Municipal de Desportes tem em São Leopoldo. "A cidade tem Lei, desde 2008, que obriga a presença de professores de Educação Física em todas as séries do Ensino Fundamental", comentou. Ela também destacou que todos os mais de 100 professores de Educação Física do município são registrados no Conselho e, assim, estão submetidos ao Código de Ética dos Profissionais de Educação Física.

Foto: Prefeitura Municipal de São Leopoldo




Governo do Estado sanciona Lei que exige registro profissional em concursos públicos
26/05/2014
Fonte: CREF2/RS

Publicada no Diário Oficial do dia 22 de maio, a Lei 14.540 determina que concursos públicos realizados no Rio Grande do Sul exijam registro em Conselho Profissional para vagas e cargos que exerçam prerrogativas de profissões regulamentadas. Desta forma, todos profissionais de Educação Física que passarem em concurso público promovidos pelo Estado precisam estar devidamente registrados no CREF2/RS no momento da posse.

Para Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), presidente do CREF2/RS, a Lei, de autoria do deputado estadual Carlos Gomes, é um ganho para toda a sociedade. "Os Conselhos Federais têm como objetivo proteger as pessoas. A exigência do registro é a garantia de que os profissionais estarão sujeitos a Códigos de Ética e que poderão ser denunciados em caso de má atuação", comentou. "Além disso, a obrigatoriedade pressupõe que o Estado só contratará profissionais formados e qualificados", finalizou a Presidente.




José Fortunati é homenageado pelo CREF2/RS
29/04/2014
Fonte: CREF2/RS

O prefeito de Porto Alegre José Fortunati recebeu, hoje pela manhã, a diretoria do CREF2/RS. A reunião, que contou com a presença da presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), do 1º vice-presidente José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS), do 2º vice-presidente Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), da 2ª secretária Sonia Waengerther (CREF 007781-G/RS) e da 1ª tesoureira Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), serviu para homenagear o Prefeito pela sanção da lei nº 11.585, que torna obrigatória a formação em Licenciatura em Educação Física para o ensino da disciplina nas escolas de nível fundamental do município.

"O ato é a convicção que temos da necessidade de uma boa formação de base", declarou Fortunati. Carmen Masson, que entregou para o prefeito o diploma de Amigo da Educação Física Escolar, salientou a importância da norma, bem como a iniciativa do município em fazer da lei, pioneira entre as capitais do Brasil, um exemplo para outras cidades e prefeitos. "O Conselho é um parceiro de Porto Alegre na defesa da sociedade e na fiscalização da profissão e da ética", destacou.

A Presidente e a conselheira Miryam Brauch também entregaram ao Prefeito a Carta Gaúcha da Educação Física Escolar, que visa a mobilização de profissionais no sentido de garantir a obrigatoriedade da atividade nas escolas. A lei nº 11.585 é reforço valioso para os objetivos da Carta e para a promoção da Educação Física. "O sedentarismo é a maior causa dos problemas cardiovasculares. A ideia é conscientizar a população da importância da atividade física, sobretudo nas escolas", avaliou Carmen Masson.

O vice-presidente Lauro Aguiar encerrou o encontro com a sugestão de aproximar o Ministério da Saúde e as prefeituras para a promoção do bem-estar e da vida saudável. "A lei nº 11.585, levada para a Frente Nacional de Prefeitos, vai incentivar os municípios a organizarem projetos em nome da atividade física", concluiu.




DEFOR palestra no IV Seminário de Fiscalização Profissional
25/04/2014
Fonte: CREF2/RS

O Departamento de Fiscalização e Orientação do CREF2/RS participou, hoje pela manhã, do IV Seminário de Fiscalização Profissional. O evento, promovido pelo Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do Rio Grande do Sul, contou na sua abertura com o painel "Inserção dos Conselhos e Ordens no Sistema Nacional de Defesa do Consumidor". Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), vice-presidente do Conselho, e Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS) coordenadora do DEFOR, palestraram no Seminário.

Na abertura do evento, o presidente da Câmara de Vereadores de Porto Alegre Professor Garcia (CREF 000002-G/RS) reafirmou a importância do Seminário para todos os Conselhos, já que a fiscalização tem missão de garantir a segurança e o bem-estar da sociedade, bem como o exercício legal das profissões regulamentadas. O Vice-Presidente do CREF2/RS também pontuou a responsabilidade social dos Conselhos, na defesa da cidadania e da ética dos inscritos.

Fernanda Rodrigues aproveitou o painel para apresentar os objetivos do CREF2/RS, os procedimentos de fiscalização do DEFOR e dados relativos à atividade no ano passado, que contabilizou 2.411 visitas em todo o Estado. A Coordenadora destacou a importância do trabalho em equipe, "para atingir número maior de locais e diferentes áreas de atuação", e salientou como parcerias com a Brigada Militar, SMIC e Vigilância Sanitária foram eficientes. "O importante é trabalhar em conjunto, para conseguir ir mais além e alcançar melhores resultados na defesa da sociedade", concluiu.

O painel contou ainda com depoimentos de Alcebiades Santini, presidente do Fórum Estadual de Defesa do Consumidor, Cristiano Aquino, diretor do Procon RS, e a mediação de Roberto Canquerini, presidente do Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul. No final, os palestrantes responderam as perguntas do público, formado por fiscais, conselheiros das Comissões de Ética e Fiscalização, assessores jurídicos e representantes jurídicos do Legislativo e da Câmara de Vereadores.




CREF2/RS participa de discussão sobre novo código sanitário
27/11/2013
Fonte: CREF2/RS

No dia 20/11 foi realizada uma audiência pública comandada pelo deputado Adilson Troca na Assembleia Legislativa do RS para discutir a necessidade de atualização do Código Sanitário de Estado do RS instituído pelo Decreto nº 23340, de 24 de outubro de 1974.
Segundo o presidente do CREF2/RS e da Câmara da Saúde do FOCO, Eduardo Merino, é importante destacar a função dos conselhos na defesa da saúde da sociedade, e buscar soluções para que a prestação de serviços sejam feitos de forma adequadas e que estes profissionais possam exercer suas profissões com ética e qualidade. ""Pensamos que a reformulação do código sanitário é de fundamental importância, pois nos seus 40 anos muitos avanços ocorreram, novas profissões surgiram, como a biomedicina, surgida após 1974, a Educação Física regulamentada em 1998, o SUS, posterior a isto, bem como o Código de Defesa do Consumidor. Portanto, vemos como de suma importância esta discussão que está surgindo, envolvendo os técnicos das diversas áreas, que têm conhecimentos específicos. Eu como representante do Conselho de Educação Física vejo que as academias e os estabelecimentos não estão contemplados em nenhum ponto por este código. Hoje qualquer pessoa abre uma academia em um porão, local sem nenhuma condição sanitária. O que nós buscamos é a necessidade da prevenção, possibilitar que a população faça práticas saudáveis.

Para a agente da Divisão de Vigilância Sanitária, Dorla Barlen, é um anseio de longo tempo a revisão do Decreto 423730 e também a criação de um código sanitário atualizado no Rio Grande do Sul, muito embora a Vigilância Sanitária se utilize das LDCs da Anvisa, que são bastante modernas. ""Nós ansiamos muito que o RS tenha um novo código sanitário para contemplar situações bastantes novas não só na vigilância sanitária bem como nós chamamos de vigilância em saúde"".

Já Everton Borges, representando o Conselho Regional de Farmácia, ressaltou que o atual código conta com 845 artigos, sendo extremante extenso e detalhado, porém totalmente defasado em muitos aspectos. "" Nós temos alguns exemplos de outros códigos da região sul muito mais enxutos e modernos, portanto temos que ver um estudo e uma adequação para o nosso estado. Eu trago aqui a tragédia da Boate Kiss, da qual se discutiu muito o plano de prevenção a incêndios. Porém, temos que discutir outras ações, muitas delas voltadas e dependentes da Vigilância Sanitária. Portanto, temos de trazer à discussão, outras ações, como o alvará sanitário, a ação profissional e sua justa fiscalização pelos conselhos"", avalia.




CREF2/RS participa de encontro nacional de Conselhos
21/10/2013
Fonte: CREF2/RS

O Presidente Eduardo Merino, a Assessora Especial da Diretoria Liziane Soares e a advogada Cristiane Costa, do CREF2/RS, participaram da 5ª Edição do Encontro Nacional dos Conselhos Profissionais, realizado em Florianópolis entre os dias 17 e 19 de outubro. Durante os três dias, representantes dos conselhos profissionais de todo o País debateram temas como fiscalização, responsabilidade civil em profissões regulamentadas, conciliação, ética, Lei orgânica dos conselhos e formação e atuação profissional. A quinta edição do ENCP teve como tema "Conselhos Profissionais, um instrumento de proteção social".




CREF2/RS e SMIC iniciam fiscalização conjunta em Porto Alegre
10/09/2013
Fonte: CREF2/RS

O Conselho Regional de Educação Física do RS (CREF2/RS) e a Secretaria Municipal de Indústria e Comércio de Porto Alegre (SMIC) realizaram, no dia 21 de agosto, a primeira ação conjunta em nove academias da cidade. A ação teve como objetivo fiscalizar a conduta ética e técnica das academias e seus profissionais e as condições de higiene e funcionamento dos estabelecimentos, assim como coibir o comércio irregular de produtos.
A parceria entre os órgãos vem sendo alinhavada desde 2012, tendo como motivação a necessidade de fiscalização para regular a prestação de serviços na área das atividades físicas. Nesse ano de trabalho estratégico, restou evidenciada a grande quantidade de irregularidades nos estabelecimentos, como falta de documentação, exercício ilegal e ausência de profissional habilitado na orientação das atividades.
Durante a ação, estiveram presentes o secretário adjunto da SMIC, José Peres, o Presidente do CREF2/RS, Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS), e fiscais de ambos órgãos. Segundo o Presidente do CREF2/RS, o resultado da primeira fiscalização conjunta foi a interdição de dois estabelecimentos por ausência de Profissional de Educação Física e a notificação de estabelecimentos, pela SMIC, devido à falta de documentação. O Secretário Adjunto da SMIC, José Peres, declarou que toda a Secretaria está de parabéns, e agredeceu especialmente esta nova parceria com o CREF2/RS, principalmente pelos resultados obtidos na ação fiscalizatória, e declarou que pretende estreitar esta parceria e todas estas ações, tornando-as efetivas, eficiente e eficazes.
O CREF2/RS e a SMIC estão elaborando novo roteiro para dar continuidade à parceria entre as instituições. A previsão é de que uma nova fiscalização se dará ainda este ano.




CONFEF conquista vitória para Educação Física escolar no país
19/07/2013
Fonte: CREF2/RS

O Tribunal Regional Federal da Primeira Região concedeu sentença favorável ao Sistema Confef/CREFs e a partir de agora é obrigatória em todo o território nacional que a Educação Física escolar do 1º ao 5º ano seja ministrada por Profissionais de Educação Física.

O Confef, no ano de 2011, propôs ação judicial contra o art. 31 da resolução CNE/CEB nº 07/2010, que possibilitava ao professor regente de referência da turma – aquele com o qual os alunos permanecem a maior parte do período escolar – assumir as aulas de Educação Física nas escolas.

Defendendo o direito dos alunos de serem atendidos com qualidade, foi proferida sentença judicial favorável ao Sistema Confef/CREFs determinando a revisão do art. 31, da Resolução CNE/CEB nº 07/2010.

A sentença declara a necessidade da presença de Profissional de Educação Física para ministrar aulas de Educação Física e/ou recreção ou qualquer outra atividade que envolva exercícios físicos e esportes, em conformidade com a Lei 9.696/98 e com a Constituição Federal.

Trata-se de mais uma atuação competente, eficiente e ética em defesa da sociedade e da valorização do Profissional de Educação Física.




Delegação do CREF2/RS participa do 28º Congresso Mundial da FIEP
18/01/2013
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS esteve presente no 28º Congresso Mundial da FIEP 2013, realizado em Foz do Iguaçu – PR – de 12 a 16 de janeiro de 2013. O Congresso é o maior e mais importante evento da Federação Internacional de Educação Física - FIEP, e é realizado anualmente no mês de janeiro de forma ininterrupta desde o ano de 1986, tendo recebido mais de 55 mil participantes desde a sua primeira edição.

Estiveram presentes na delegação o presidente do CREF2/RS, Eduardo Merino, a Vice-Presidente Carmen Masson, a 1ª Tesoureira Miryam Brauch e o Conselheiro Lauro Aguiar Eles participaram do V Fórum de Educação Física Escolar, IV Seminário Sobre Valores do Esporte e Educação Olímpica, III Fórum de Coordenadores de Cursos de Educação Física, II Seminário de Atividades Físicas na Atenção à Saúde, VII Seminário de Ética, III Seminário de História da Educação Física e XI Fórum de Educação Física do Mercosul.

A experiência gaúcha em Educação Olímpica realizada na Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI-Erechim) foi um dos temas do IV Seminário Sobre Valores do Esporte e Educação Olímpica. O projeto foi apresentado pelo coordenador do Curso de Educação Física da URI José Luis Dalla Costa (Nino). Ele explicou que a ação começou a ser desenvolvida na Universidade em março de 2009, por meio do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Física (GEPEF) do Curso de Educação Física da URI – Erechim, que é formado por acadêmicos e professores do curso, e coordena as pesquisas em Educação Olímpica na Universidade e as ações provenientes destes estudos.

O objetivo geral do projeto é difundir os valores do esporte entre as crianças de forma a estimular a participação nas aulas de Educação Física e nas escolinhas de formação desportiva oferecidas pela escola no contraturno. Para trazer a experiência da Educação Olímpica na escola, o grupo promoveu eventos como acantonamento olímpico, acampamento em ginásios de esportes, corrida de rua, festival olímpico de minitênis, festival de pandorgas, entre outras atividades. A iniciativa fez ainda com que se fosse aprovado um projeto voltado às escolas públicas de Erechim e da região.




""Obesidade infantil é um problema mundial"", diz especialista
17/01/2013
Fonte: Zero Hora

Um dos nomes mais representativos no que diz respeito ao estudo do sobrepeso e da obesidade infantil, o médico Richard White é clínico geral do departamento de Medicina Interna Comunitária da Clínica Mayo de Jacksonville, na Flórida. O especialista, que participou de um programa sobre as disparidades na saúde dos latinos, em San Diego, Califórnia — organizado pela Escola Estadual de Pós-Graduação em Saúde Pública e pelo Instituto Nacional dos Estados Unidos do Coração, Pulmão e Sangue — fala, na entrevista a seguir, sobre o impacto do excesso de peso nas crianças.

Vida — Quais são as principais preocupações com a obesidade infantil? Richard White — Sobrepeso e obesidade infantil se tornaram, rapidamente, um problema mundial. Nos Estados Unidos, praticamente uma em quatro crianças e adolescentes, na faixa etária de dois a 19 anos, tem problema de sobrepeso ou obesidade. Os números são ainda maiores em alguns grupos minoritários, como o latino. Entre as causas desse problema estão os anúncios publicitários eficazes de comidas que não são saudáveis, dirigidos às crianças, o maior volume de alimentos ingeridos e menor atividade física. Há uma quantidade crescente de evidências que vinculam o sobrepeso e a obesidade infantil a maior risco dessas crianças contraírem, no futuro, doenças cardíacas e diabetes. Sobrepeso e obesidade em crianças também podem complicar o controle de outros problemas de saúde, como asma, além de prejudicar a autoestima.

Vida — O peso da mãe na gravidez tem alguma ligação com a obesidade infantil? White — Sim. Existem evidências que estabelecem um relacionamento entre o ganho de peso excessivo da mãe, durante a gravidez, e maior peso da criança no nascimento. Da mesma forma, mães com sobrepeso antes de gravidez terão, mais provavelmente, filhos com sobrepeso.

Vida — O fato de uma criança ser mais pesada ao nascer aumenta a probabilidade de ela ter sobrepeso ou obesidade ao longo da infância? White — Sim. Alguns estudos têm mostrado que um peso alto no nascimento, bem como um rápido ganho de peso durante o primeiro ano de vida, são fatores de risco para o sobrepeso infantil.

Vida — Há alguma condição genética que predispõe a criança à obesidade? White — Sim. Há algumas condições genéticas associadas a um risco maior de obesidade na infância, tais como síndrome de Down e a síndrome de Prader-Willi. No entanto, a maioria dos especialistas concorda que influências genéticas, isoladamente, não explicam o aumento significativo da quantidade de sobrepeso e obesidade infantil que temos observado nas últimas duas décadas.

Vida — As crianças obesas são propensas a desenvolver doenças metabólicas e cardiovasculares? White — Sim. Há muitos estudos que já estabeleceram uma relação entre a obesidade infantil e um maior risco de desenvolver doenças metabólicas e cardiovasculares.

Vida — Quais são as estratégias essenciais para prevenir a obesidade infantil, desde o nascimento? White — A prevenção e o tratamento de sobrepeso e obesidade infantil são tarefas difíceis. Alguns fatores são importantes, como promover a amamentação materna, reduzir o consumo de comidas de alta caloria, que têm baixo valor nutritivo, ensinar os pais e as crianças a comer lanches mais saudáveis, aumentar as atividades físicas, reduzir o tempo de uso de mídias (como televisão, videogames) e tornar alimentos mais saudáveis mas disponíveis a famílias com dificuldades financeiras.

Vida — Como é possível motivar pais e filhos a praticar mais atividades físicas e a fazer escolhas alimentares mais saudáveis? White — É preciso dedicação e esforço, mas é possível. Encorajamos as famílias a dar pequenos passos em direção a mudanças em seus estilos de vida e em seus comportamentos, para premiar os sucessos que alcançam.

Preste atenção O especialista aponta que só em circunstâncias extremas é recomendada a perda de peso para crianças. Os pais devem incentivar atividades físicas por 60 minutos por dia, incluindo brincadeiras, uma medida eficaz para regular o metabolismo infantil.




CREF2/RS visita Fundasul
27/11/2012
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou no dia 23/11 visita à instituição de ensino superior Fundasul, localizada no município de Camaquã. Na ocasião, a Conselheira Miriam Brauch e a Coordenadora Lisiane do Espírito Santo Soares proferiram palestra explicando as atribuições do Conselho aos alunos e respondendo questões quanto a regulamentação da Profissão, a diferença entre bacharelado e licenciatura, estágios e Educação Física escolar.

Na ocasião, um dos assuntos mais comentados foi a questão da denúncia de Profissionais ou não profissionais que atuam de forma errônea e antiética conforme o Conselho de Ética do CREF2/RS.

A visita foi realizada nos moldes do projeto Crefinho, que visa a aproximação com os estudantes dos cursos de Educação Físíca gaúchos e está em processo de instalação no Conselho.




Plenária do CREF2/RS define novos integrantes das comissões e dos grupos de trabalho
21/11/2012

Ocorreu no dia 20/11 a segunda reunião plenária do CREF2/RS com a presença dos Conselheiros eleitos para o mandato 2012/2018. Entre os trabalhos realizados, ficaram definidas as comissões e grupos de trabalho.

O Presidente do CREF2/RS Eduardo Merino destacou na ocasião o alto índice de renovação entre os conselheiros eleitos. “São 12 novos integrantes no Plenário, todos com grande experiência profissional que estão trazendo suas expertises para as diversas comissões do CREF2/RS”.

Segundo Merino, a nova composição do Conselheiros é o ponto alto de uma eleição com elevada participação de votantes no CREF2/RS. “A intensa busca de manifestação na esfera política representa o amadurecimento dos Profissionais de Educação Física e também uma maior circulação de ideias, além de uma saudável disputa de propostas”, avalia.
Leia abaixo a relação das comissões, dos grupos de trabalho e dos seus integrantes :


COMISSÕES


Comissão de Controle e Finanças
Álvaro Fernando Laitano da Silva
Cláudio Renato Costa Franzen
Denisse Fagundes Ugalde
Leila de Almeida Castillo Iabel


Comissão de Ética Profissional
Carlos Mazzoni
Francisco Vargas Neto
Giovanni Bavaresco
João Antônio da Silva Rosa
Luiz Augusto Copstein Waldemar
Carlos Alberto Cimino
Eliana Alves Flores

Comissão de Orientação e Fiscalização
Carmen Masson
Giovanni Bavaresco
Luciane Citadin
Lauro Ubirajara Barboza de Aguiar

Comissão de Legislação e Normas
João Guilherme Queiroga
Leila de Almeida Castillo Iabel
Eliana Alves Flores
José Edgar Meurer

Comissão de Ensino Superior e Preparação profissional
Alexandre Greco
Carlos Ernani Olendzki de Macedo
Cláudio Gutierrez
Paula Maduro

Comissão de Licitação
Francisco Menezes
Eliana Alves Flores
Sonia Waengertner

Comissão Temporária de Eventos
Carmen Masson
Alexandre Greco
Claudio Franzen

GRUPOS DE TRABALHO

Câmara Temática de Futebol Coordenação: Conselheiro Álvaro Laitano
Câmara Temática de Educação Física Escolar Coordenação: Conselheira Miryam Brauch
Câmara Temática de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral Coordenação: Conselheiro Lauro Aguiar
Câmara Temática de Lutas Coordenação: Conselheiro Alexandre Velly
Câmara Temática de Para-desporto e Atividade Adaptada Coordenação: Conselheira Leila de Almeida Castillo Iabel
Câmara Temática de Pessoa Jurídica Coordenação: Conselheira Rosa Maria Marin Pacheco
Câmara Temática de Esporte de Aventura Cordenação: Conselheiro Alexandre Greco
Câmara Temática da Saúde Coordenação: Conselheira Carmen Masson
Câmara Temática de Esporte Educacional Coordenação: Conselheiro João Guilherme Queiroga
Câmara Temática de Esporte Rendimento Coordenação: Conselheiro Carlos Cimino
Câmara Temática de Gestão e Marketing em Educação Física Coordenação: Conselheira Luciane Citadin