Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



Câmara de Ginástica laboral realiza reunião aberta
18/06/2013
Fonte: CREF2/RS

A Câmara de Ginástica Laboral do CREF2/RS realizou no dia 14 de junho, na Sogipa, durante a 20ª Convenção Brasil, sua Reunião Aberta, da qual participaram Profissionais de Educação Física, estudantes e empresários do ramo. A missão da Câmara é assessorar tecnicamente a Diretoria do CREF-RS, em assuntos pertinentes as atividades físicas no ambiente laboral, bem como, qualificar e consolidar a atuação do Profissional de Educação Física nesta área.

O Rio Grande do Sul é pioneiro nacional na ginástica laboral. Foi no Estado que no ano de 1978 foi assinado o primeiro contrato na área. A ginástica laboral é um instrumento de melhoria da saúde do trabalhador, reduzindo e prevenindo problemas ocupacionais através de exercícios específicos realizados no local de trabalho. A prática promove o bem estar, reduzindo o sedentarismo e o estresse.

A ginástica laboral foi desenvolvida para atender de forma adequada as necessidades dos trabalhadores, no sentido da sua preparação física, postural e sociocultural frente aos desafios dos modernos ambientes de trabalho. Surgida originariamente como “ginástica de pausa”, a ginástica laboral é hoje conceituada como um programa sistematizado, aplicado durante a jornada de trabalho, com o objetivo de compensar o esforço exigido pela atividade laboral e de desenvolver as condições para que as estruturas corporais mantenham o equilíbrio necessário para a manutenção da saúde. Esta intervenção deve ser condizente com um programa de saúde do trabalhador que proporcione bem-estar no trabalho, contribua para a prevenção de lesões, acidentes e o surgimento de patologias decorrentes da atividade ocupacional.

É, portanto, um conjunto de atividades com duração média de 10 a 15 minutos, composto por exercícios físicos, dinâmicas de grupos, técnicas de relaxamento, atividades lúdicas e recreativas, jogos cooperativos, exercícios e técnicas respiratórias, técnicas orientais, educação e orientação postural e/ou outras atividades correlatas, com ou sem a utilização de equipamentos diversos (bolas, aparelhos de som, bastões, elásticos, bolinhas, etc.).