Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



Novos conselheiros e Diretoria do CREF2/RS tomam posse
30/10/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou, ontem à tarde, dia 29 de outubro, a cerimônia de posse dos seus novos conselheiros. O evento, organizado na Câmara Municipal de Porto Alegre, marcou o início do mandato de seis anos de metade dos membros do Plenário, que foram escolhidos pelos profissionais de Educação Física nas eleições de setembro.

Com a presença de representantes do Governo do Estado, da Prefeitura, da Federação Internacional de Educação Física (FIEP) e de outros Conselhos Profissionais, os presentes foram conduzidos aos seus cargos pela ex-presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que também fez o discurso de abertura. Ela salientou o crescimento do CREF2/RS nos últimos anos e os desafios que serão enfrentados para uma maior valorização dos profissionais no futuro.

Os novos membros do Plenário, com os demais conselheiros eleitos, ainda se reuniram para eleger a Diretoria do CREF2/RS para os próximos três anos. Atuando fortemente em nome dos profissionais de Educação Física, a nova gestão assume com o compromisso reabrir o CREF Serra e de criar representações regionais, de buscar a redução dos valores de anuidades, de trabalhar pela diminuição das taxas pagas ao ECAD, de aumentar e qualificar as ações de fiscalização e de proporcionar uma maior participação do Conselho na construção de políticas públicas, lutando também contra os cursos EAD na área.

A nova diretoria do CREF2/RS é composta por:

Presidente: José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, José Edgar foi subsecretário de Esportes do Rio Grande do Sul, diretor técnico da Fundergs e, recentemente, Secretário Municipal de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre, de 2010 a 2016.

1º Vice-Presidente: Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, Giovanni é pós-graduado em Treinamento Desportivo e diretor da CB Brasil – Saúde Sport e Fitness.

2º Vice-Presidente: Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS)
Graduado pelo IPA e pós-graduado em Ciências da Saúde e em Administração e Marketing Esportivo, Alessandro é sócio-diretor da G2 Sports e consultor de academias.

1º Secretário: Claudio Franzen (CREF 003304-G/RS)
Graduado em Educação Física e pós-graduado em Dança e Consciência Corporal pela Universidade Gama Filho, Claudio é mestre em Pedagogia em Educação Física e pentacampeão mundial de Ginástica Aeróbica. Atualmente é Gestor de Esporte da Prefeitura de Porto Alegre.

2º Secretário: Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS)
Graduado pela UFRGS e doutor em Ciências do Esporte, Eduardo é o atual coordenador do curso de Educação Física da UFPel. Foi professor da Ulbra e presidente do CREF2/RS entre 2010 e 2014.

1º Tesoureiro: Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UFRGS, Alessandro é mestre em Reabilitação e Inclusão pelo IPA e também pós-graduado em Ergonomia do Trabalho e em Gestão de Pessoas Estratégicas e Negócios. Atualmente é diretor da GPA Soluções em Educação e Saúde Corporativa.

2ª Tesoureira: Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA e pós-graduada em Treinamento Desportivo e em Cinesiologia, Luciane foi coordenadora das academias Bodytech e INEXX. Atualmente é coordenadora técnica da Sogipa e presidente da APEF, desde 2015.

Os demais membros recém-eleitos do CREF2/RS:

Luciane Paz (CREF 003952-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, Luciane é pós-graduada em Gestão de Academia. No momento, atua como personal trainer e instrutora de diversas academias, como Espaço Ativo, Academia Alternativa e Academia Moinhos Fitness.

Bruno Araújo (CREF 012860-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UFpel e pós-graduado em Reabilitação Cardíaca pela Universidade Gama Filho, Bruno é sócio-proprietário da Academia Moinhos Fitness, de Pelotas.

Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UCS, Carla é pós-graduada em Educação Física Escolar pela Universidade Gama Filho e mestre em Reabilitação e Inclusão pelo IPA. É proprietária da Academia Físico Fashion e criadora do programa de exercícios físicos para crianças Serelepe Fit.

Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA e pós-graduado em Ciências do Esporte e em Fisiologia do Exercício, Carlos foi campeão de gaúcho de Ginástica Aeróbica em diversas oportunidades e desde 1998 atua como personal trainer em academias e condomínios.

Rodrigo Campos (CREF 001530-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, Rodrigo é pós-graduado em Ciências do Esporte pela PUCRS. Atua como personal trainer e instrutor de musculação da Academia Bodytech, em Porto Alegre, desde 2006.

Os novos membros suplentes do Conselho são:

Roberta Pinto (CREF 004665-G/RS)
Graduada em Educação Física pela URCAMP, Roberta é pós-graduada em Atividade Física Adaptada e em Administração e Qualidade. Foi proprietária da Atlhética Academia, de Bagé, e desde 2017 é coordenadora técnica das Academias do SESC/RS.

Everton Gomes (CREF 002615-G/RS)
Graduado em Educação Física pela Ulbra Canoas, Everton é pós-graduado em Dança e Consciência Corporal pela Universidade Gama Filho. É professor e proprietário da Academia Corpo e Forma, de Guaíba.

Ninon Leal (CREF 001350-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Ulbra, Ninon é pós-graduada em Ciências do Esporte e Treinamento Físico pela UFRGS. Foi professora de Educação Física Escolar em diversos municípios e atualmente é sócia-proprietária das academias Pró Fitness.

Any Mery Lunardi (CREF 001765-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, Any Mery é professora de ginástica e sócia-proprietária da academia Aerostep, de Porto Alegre.

Eleições conselheiros



Faculdade Sogipa oferece desconto em pós-graduação em Ensino e Treinamento do Futebol e Futsal
27/09/2018
Fonte: CREF2/RS

Profissionais registrados no CREF2/RS podem se inscrever no curso de especialização em Ensino e Treinamento do Futebol e Futsal, da Faculdade Sogipa, com desconto de 25% na mensalidade. A atividade, coordenada por Antônio Cimirro (CREF 004716-G/RS), é destinada àqueles que se interessam pela modalidade, tanto Licenciados como Bacharéis, e querem desenvolver habilidades da prática do esporte e demais conhecimentos teóricos.

Com duração de 18 meses e carga horária total de 360 horas, o curso está previsto para iniciar já na próxima sexta-feira, dia 29 de setembro, em Porto Alegre. Inscrições podem ser feitas e mais informações podem ser obtidas diretamente nesta página.

Convênios cursos Sogipa



Troféu Destaque 2018 revela vencedores amanhã
31/08/2018
Fonte: CREF2/RS

A cerimônia de entrega do Troféu Destaque 2018 será realizada amanhã, dia 1º de setembro, na Sogipa. O evento, realizado pelo CREF2/RS como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, vai homenagear os profissionais e as personalidades que mais se destacaram ao longo do último, em 17 categorias diferentes.

Os finalistas listados abaixo foram escolhidos em uma votação aberta no site do Conselho, em julho. Todos os vencedores do Troféu Destaque, também nas categorias Personalidade do Ano e Veículo de Comunicação, serão conhecidos durante a cerimônia.

Confira:

Profissional de Academia:
Luccas Rossetto (CREF 004912-G/RS)
Robson Vieira (CREF 021677-G/RS)
Viviane Rigotti (CREF 000429-G/RS)

Profissional da Saúde:
Alexandre Ritter (CREF 002070-G/RS)
Janete Barcellos (CREF 012545-G/RS)
Marcos Paulo Camboim (CREF 013629-G/RS)

Profissional de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral:
Cleber Picco (CREF 009417-G/RS)
Gabriela Seadi (CREF 018859-G/RS)
Thales Ness (CREF 008714-G/RS)

Profissional de Esporte Radical e de Aventura:
Felipe Raupp (CREF 001673-G/RS)
Leonice Cecconello (CREF 004245-G/RS)
Rogério Durks (CREF 006756-G/RS)

Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada:
Eduardo Nunes (CREF 002764-G/RS)
Giuliano Liotto (CREF 019483-G/RS)
Rosilene Diehl (CREF 006012-G/RS)

Profissional de Corrida de Rua:
Eduardo Remião (CREF 001855-G/RS)
Luciane Dambacher (CREF 012557-G/RS)
Yuri Fajardo (CREF 016147-G/RS)

Profissional com Atuação em Projetos Sociais:
Alex Stragliotto (CREF 013149-P/RS)
Matheus Lima (CREF 017246-P/RS)
Vinícius Flores (CREF 017362-G/RS)

Profissional de Recreação:
Giorgia Simão (CREF 011090-G/RS)
Rejane Rodrigues (CREF 002150-G/RS)
Silvana Maziero (CREF 009847-G/RS)

Profissional de Escola:
Ana Lúcia Biesuz (CREF 002058-G/RS)
Luiz Rossetto (CREF 005469-G/RS)
Simone Astiazara (CREF 001911-G/RS)

Profissional de Lutas:
Alexandre Velly Nunes (CREF 001933-G/RS)
Fernando Kuse (CREF 001923-G/RS)
Rafael Marcondes Pereira (CREF 026348-G/RS)

Profissional Técnico Desportivo:
Adenor Bacchi – Tite (CREF 004394-G/RS)
Dênio Peixoto (CREF 004135-G/RS)
Sandra Ferrer (CREF 000899-G/RS)

Mérito da Educação Física:
Benno Becker Júnior (CREF 01644-G/RS)
José Haroldo Gomes (CREF 004343-P/RS)
Zelfino Nadin (CREF 004846-G/RS)

Profissional do Ano:
Álvaro Laitano da Silva (CREF 000006-G/RS)
Átila de Lima (CREF 025628-G/RS)
Daniel Pavan (CREF 007215-P/RS)

Pessoa Jurídica – Academia:
Corpore Academia – Bento Gonçalves (CREF 000890-PJ/RS)
Ineex – Porto Alegre (CREF 004519-PJ/RS)
Mapi Academia – Canoas (CREF 001682-PJ/RS)

Pessoa Jurídica – Clube ou Sociedade:
Associação Leopoldina Juvenil (CREF 000555-PJ/RS)
Caixeral Campestre Tênis Clube (CREF 001474-PJ/RS)
Grêmio Sargento Expedicionário Geraldo Santana (CREF 000372-PJ/RS)

Troféu Destaque



CREF2/RS divulga finalistas do Troféu Destaque 2018
02/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Na manhã desta quinta-feira, dia 2 de agosto, o CREF2/RS revelou todos os finalistas do Troféu Destaque 2018. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, vai ter a sua cerimônia de entrega realizada no dia 1º de setembro, sábado, na Sogipa.

Divididos em 15 categorias, os finalistas listados abaixo foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho, durante o último mês de julho. Outras duas categorias, chamadas Personalidade do Ano e Veículo de Comunicação, terão os seus ganhadores eleitos diretamente pela Plenária. Todos os vencedores do Troféu Destaque serão conhecidos somente na cerimônia do dia 1º de setembro.

Confira:

Profissional de Academia:
Luccas Rossetto (CREF 004912-G/RS)
Robson Vieira (CREF 021677-G/RS)
Viviane Rigotti (CREF 000429-G/RS)

Profissional da Saúde:
Alexandre Ritter (CREF 002070-G/RS)
Janete Barcellos (CREF 012545-G/RS)
Marcos Paulo Camboim (CREF 013629-G/RS)

Profissional de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral:
Cleber Picco (CREF 009417-G/RS)
Gabriela Seadi (CREF 018859-G/RS)
Thales Ness (CREF 008714-G/RS)

Profissional de Esporte Radical e de Aventura:
Felipe Raupp (CREF 001673-G/RS)
Leonice Cecconello (CREF 004245-G/RS)
Rogério Durks (CREF 006756-G/RS)

Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada:
Eduardo Nunes (CREF 002764-G/RS)
Giuliano Liotto (CREF 019483-G/RS)
Rosilene Diehl (CREF 006012-G/RS)

Profissional de Corrida de Rua:
Eduardo Remião (CREF 001855-G/RS)
Luciane Dambacher (CREF 012557-G/RS)
Yuri Fajardo (CREF 016147-G/RS)

Profissional com Atuação em Projetos Sociais:
Alex Stragliotto (CREF 013149-P/RS)
Matheus Lima (CREF 017246-P/RS)
Vinícius Flores (CREF 017362-G/RS)

Profissional de Recreação:
Giorgia Simão (CREF 011090-G/RS)
Rejane Rodrigues (CREF 002150-G/RS)
Silvana Maziero (CREF 009847-G/RS)

Profissional de Escola:
Ana Lúcia Biesuz (CREF 002058-G/RS)
Luiz Rossetto (CREF 005469-G/RS)
Simone Astiazara (CREF 001911-G/RS)

Profissional de Lutas:
Alexandre Velly Nunes (CREF 001933-G/RS)
Fernando Kuse (CREF 001923-G/RS)
Rafael Marcondes Pereira (CREF 026348-G/RS)

Profissional Técnico Desportivo:
Adenor Bacchi – Tite (CREF 004394-G/RS)
Dênio Peixoto (CREF 004135-G/RS)
Sandra Ferrer (CREF 000899-G/RS)

Mérito da Educação Física:
Benno Becker Júnior (CREF 01644-G/RS)
José Haroldo Gomes (CREF 004343-P/RS)
Zelfino Nadin (CREF 004846-G/RS)

Profissional do Ano:
Álvaro Laitano da Silva (CREF 000006-G/RS)
Átila de Lima (CREF 025628-G/RS)
Daniel Pavan (CREF 007215-P/RS)

Pessoa Jurídica – Academia:
Corpore Academia – Bento Gonçalves (CREF 000890-PJ/RS)
Ineex – Porto Alegre (CREF 004519-PJ/RS)
Mapi Academia – Canoas (CREF 001682-PJ/RS)

Pessoa Jurídica – Clube ou Sociedade:
Associação Leopoldina Juvenil (CREF 000555-PJ/RS)
Caixeral Campestre Tênis Clube (CREF 001474-PJ/RS)
Grêmio Sargento Expedicionário Geraldo Santana (CREF 000372-PJ/RS)

Troféu Destaque



Vereadores farão Moção de Repúdio a MP que retira recursos do esporte
11/07/2018
Fonte: Site da Câmara Municipal de Porto Alegre

A elaboração de uma Moção de Repúdio ao texto da Medida Provisória (MP) nº 841/18 que, desde o dia 11 de junho, retira mais de R$ 541 milhões, oriundos de percentuais das apostas nas loterias federais, de projetos de incentivo ao esporte, em especial ao atletismo brasileiro, foi o encaminhamento adotado após debate sobre o tema, na tarde desta terça-feira (10/7), no encontro conjunto das comissões de Educação, Cultura, Esportes e Juventude (CECE), e de Defesa do Consumido, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh) do Legislativo Municipal. A reunião, por iniciativa do vereador André Carús (MDB), que sugeriu a redação do documento, contou com a presença de outros parlamentares e representantes de entidades esportivas.

Ao iniciar a discussão da pauta, Carús disse que a MP, da forma como foi apresentada não irá produzir os resultados pretendidos, que é o de reduzir a violência nas cidades a partir da transferência de boa parte dos recursos do esporte juvenil para o Fundo Nacional da Segurança. De acordo com o vereador, é preciso pressionar o governo federal para reverter a situação “com a máxima urgência, porque os danos já estão causando estragos”.

Retrocesso

Para o vice-presidente de formação de atletas do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), Fernando Manuel de Matos Cruz, a MP retrocede em conquistas que vinham sendo obtidas desde a Lei Pelé. Disse, ainda, que da parte percentual do que é arrecadado com as loterias e destinada ao esporte, só atingiu a área de incentivo à formação de jovens para o atletismo. “O prejuízo é grande porque esses recursos vinham sendo investidos em equipamentos, como a construção de pistas atléticas, piscinas e outros; no pagamento de profissionais e no fomento à participação de atletas em competições, o que agora não é mais possível”.

Cruz explicou como o recurso, em média de R$ 40 milhões anuais, era distribuído até que a MP entrasse em vigor e zerasse os repasses de 0,5% de todos os prognósticos de loterias aos cuidados do CBC. “Ao esporte escolar cabia 5%, ao esporte universitário 10%, ao comitê paraolímpico 15%, às despesas administrativas 20% e os 50% restantes ao esporte olímpico e aos clubes”.

Luciana Miorro, coordenadora de Projetos Esportivos do Grêmio Náutico União, declarou que é grande a expectativa dos jovens atletas com a possibilidade de reversão dos efeitos da MP. “Eles estão apreensivos porque foi graças a esses recursos que muitos puderam ser incluídos no esporte”, disse. Ela exemplificou que no União, entre outras formas de investimento, foi possível revitalizar o piso de dois ginásios e equipar o departamento médico, entre outras melhorias “que refletem no preparo dos atletas para competições nacionais e internacionais”.

José Haroldo Arataca, diretor técnico e treinador da Confederação Brasileira de Atletismo (CBA), considerou que, apesar de danosa pelo seu contexto, a MP teve um resultado positivo. “Já vim aqui nesta Casa Legislativa muitas vezes e é a primeira vez que vejo a união dos representantes das entidades em defesa do esporte”. Arataca, no entanto, lamentou não ver a indignação popular. “As pessoas choram pela nossa colocação em sexto no Mundial, mas não se manifestam ao fato de estarmos na 84º posição em educação”, criticou.

Segundo o diretor da CBA, os recursos cortados atingem ainda, o esporte escolar, inviabilizando qualquer iniciativa, como os tradicionais jogos universitários. Ele elogiou a gestão dos recursos que até então eram destinados ao CBC e comparou: “a pista da Sogipa, com o controle da entidade foi construída por R$ 1,8 milhões e uma semelhante, na Ufrgs custou cerca de R$ 10 milhões”. Arataca também lembrou que parte dos recursos cortados do atletismo foram para reforçar o próprio prêmio das loterias, que aumentou recentemente de valor, e também para o futebol, por força da pressão feita pela “bancada da bola”.

Equívoco

O vice-presidente da Federaclubes, Carlos Humberto Rigon, disse que a MP é um equívoco. Além de prejudicar imediatamente aos clubes mais estruturados, como Sogipa, União e Veleiros, corta, também, o sonho das entidades menores que vinham se organizando para a aprovação de projetos junto ao CBC. Ele adiantou que o tema será um dos pontos a ser debatido no Congresso da Federaclubes que acontece em Gramado nos próximos dias 20, 21 e 22 de julho.

Lauro Aguiar, vice-presidente do Conselho Regional de Educação Física da 2ªRegião (CREF2RS) informou que o tema vem sendo tratado, também, no âmbito da Assembleia Legislativa, onde uma Audiência Pública está sendo chamada para discutir os efeitos da MP 841/18. Ele lamentou os poucos fóruns de debate e criticou a falta de realização das Conferências do Esporte. “Não somos contra a segurança pública, mas entendemos que não adianta construir presídios se não investirmos em prevenção à violência e isso se faz com iniciativas como a do incentivo da prática do esporte, assim como de investimentos em educação e cultura para os nossos jovens”.

Mauro Myskin, vice-presidente do Colégio Brasileiro de Ciência do Esporte, afirmou que a extinção da secretaria de Esportes e as políticas públicas para o setor, em Porto Alegre, foram completamente abandonadas. Ressaltou a importância da união de todos para a derrubada da MP, o que considera fundamental para a continuidade de projetos que vinham sendo desenvolvidos pelas entidades e clubes.

Leonardo Monteiro, que representou o deputado federal João Derly (Rede) ressaltou que a MP, que entrou em vigor no dia 12 de junho, tem prazo de 45 dias para ser apreciada pelo Congresso, ou passará a trancar a pauta. Ele lembrou, no entanto, que como há o recesso de julho e a contagem é interrompida, o prazo deve vencer em meados de agosto. “A solução mais rápida é a de pressão sobre o governo para que ele reveja os efeitos da MP sobre o Esporte. Fora isso, ou é esperar a votação, que pode ser pela derrubada, alteração do texto ou aprovação, ou ainda, aguardar os 120 dias para ver a MP, caso não seja apreciada em plenário, perca automaticamente os seus efeitos”.

Paulo Eduardo Barbosa Santos, presidente do Conselho Municipal de Desportos (CMD) reforçou as críticas à falta de incentivo ao esporte na capital gaúcha. Disse que o tratamento em Brasília, com a MP é semelhante ao que vem sendo destinado ao setor em um ano e sete meses do atual governo. Que o CMD perdeu recursos orçamentários, sede e, assim como os demais, qualquer apoio para o desenvolvimento do trabalho dos conselheiros.

Medida

Em suas manifestações, os vereadores presentes ao encontro, assim como o proponente da pauta, se posicionaram contra a retirada de recursos do esporte. De acordo com Cassiá Carpes (PP), o problema da falta de verbas não é diferente de quando foi presidente da extinta Fundação de Esporte e Lazer do Estado do Rio Grande do Sul (Fundergs). "Era preciso muito jogo de cintura para podermos realizar algo", justificou. João Bosco Vaz (PDT) disse que a MP coloca uma pá de cal sobre qualquer possibilidade de investimento em esporte na capital, visto que o atual governo não realiza nenhum aporte ao setor, assim como nas demais áreas, como na social, "totalmente abandonadas pelo poder público".

Na mesma linha Sofia Cavedon (PT), lamentou o desmonte do esporte na cidade. Ela ainda ressaltou que devido aos projetos do Executivo que trancam a pauta, a Moção de Repúdio não poderá ser votada com a celeridade que merece e, portanto, "o melhor é coletar as assinaturas dos vereadores para remetê-la o mais rápido ao presidente da Câmara Federal". disse. Prof. Alex Fraga (PSol) alertou que é necessário deixar clara a intenção da interrupção imediata dos efeitos da MP na Moção, visto se permanecer com seus efeitos por quatro meses, até que perca o seu valor, "irá provocar estragos que só poderão ser recuperados no ano que vem".

Para a vereadora Comandante Nádia (MDB), presidente da Cedecondh, a união de esforços em prol do Esporte é importante. Disse que os vereadores estão engajados na luta das entidades e clubes para fazer valer o desejo da comunidade esportiva brasileira. Tarciso Flecha Negra (PSD), que presidiu o encontro, destacou que o esporte é capaz de salvar a vida de muitos jovens. Ele lembrou a sua história e a importância que o setor tem para coibir a violência. Da mesma forma a vereadora Mônica Leal (PP) informou que assinará a Moção. Para ela, não se pode colocar em confronto a Segurança e o Esporte. "Cada um dos setores tem a sua importância e devem ter a atenção dos governos", declarou. O vereador Alvoni Medina (PRB), também participou do encontro.

Texto: Milton Gerson (reg. prof 6539)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)
Foto: Andielli Silveira/CMP

epúdio a MP que retira recursos do esporte



Evento na ULBRA traz experiências sobre alto rendimento esportivo
06/07/2018
Fonte: CREF2/RS

O Elite Training Experience é um evento científico e prático que tem como objetivo levar até o profissional e estudante a melhor e mais profunda experiência sobre alto rendimento esportivo. O evento reúne um time de experts para proporcionar a vivência do alto rendimento em um dia inteiro de palestras. Profissionais registrados e em dia com o CREF tem 10% de desconto ao inserir o cupom 2020. Será exigida a apresentação da carteira profissional e a quitação da anuidade 2018.

A edição Ulbra Canoas terá a presença dos profissionais Andre Lopes, PhD em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS, fisiologista da equipe de Judô do Clube SOGIPA, coordenador da Pós-Graduação em Fisiologia do Exercício da Faculdade SOGIPA, Daniel Carrasco, especialista em Fisioterapia esportiva, Fisioterapeuta da seleção brasileira de Judô, Fernando Raiser, professor de Educação Física, mestre pela Universidade de São Paulo, especializado em biomecânica de alto rendimento, autor de diversos artigos nacionais e internacional sobre desempenho e exercício físico, Tatiana Galdino, nutricionista esportiva com experiência em esportes de longa duração, como triátlon e maratonas, Ricardo Rambo, especialista em treinamento Físico pela Universidade de Moscou, desenvolvedor do método Russo de formação e treinadores, Valentim Magalhães, nutricionista com vasta experiência com atletas de diversos esportes e crítico científico e Wagner Zaccani, preparador físico da seleção brasileira de Judô.

Elite Training Experience
Data e horário: 14 de julho, das 8h30min às 17h30min
Local: Prédio 11 da Ulbra Canoas
Endereço: Avenida Farroupilha, 8001 - São José, Canoas – RS
Profissionais registrados e em dia com o CREF tem 10% de desconto ao inserir o cupom 2020 - Será exigida a apresentação da carteira profissional e a quitação da anuidade 2018.
Inscrições e mais informações neste link.

Eventos



CREF2/RS lamenta falecimento da ex-coordenadora do curso de Educação Física da Ulbra Gravataí Aline Fofonka
21/06/2018
Fonte: CREF2/RS

O Conselho lamenta o falecimento da profissional, ex-atleta e coordenadora do curso de Educação Física da Ulbra Gravataí Aline Fofonka (CREF 004446-G/RS). Ela lutava há três anos e meio contra um câncer.

O CREF2/RS presta aqui a sua homenagem. Aline foi atleta de vôlei da Sogipa, da seleção gaúcha e também de clubes da Bélgica. Desde 2006, era professora do curso de Educação Física da Ulbra Gravataí. Aline participou da formatura de todas as turmas e a sua dedicação é lembrada por todos.

nota de falecimento



Frente em Defesa do CETE articula manifestações no local
23/04/2018
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS) participou no último dia 19 da reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Direito Social ao Esporte, Lazer e Recreação, realizada no salão Ana Terra da Câmara Municipal de Porto Alegre. O encontro foi presidido pela vereadora Sofia Cavedon e contou com as presenças de Edgar Meurer, ex-secretário Municipal de Esportes, ex-diretor do CETE e ex-conselheiro do CREF2/RS e do CONFEF, professores da ESEFID/UFRGS, Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, professores e profissionais de Educação Física, treinadores e atletas de confederações dos mais variados esportes além de representantes da Associação de Moradores do Bairro Menino Deus. A pauta do encontro foi a intenção do governo estadual em transformar o Centro Estadual de Treinamento Esportivo (CETE), no bairro Menino Deus, na nova sede do Corpo de Bombeiros.

A vereadora chegou na reunião vinda de uma audiência com o promotor de Justiça de Habitação e Defesa da Ordem Urbanística do Ministério Público Estadual (MP), Cláudio Ari Pinheiro de Mello, e representação de diversas Federações, dos Moradores, da Universidade Federal/ UFRGS que tratou da transferência. O promotor explicou que os participantes expuseram as inconformidades com a proposta do Estado e solicitaram a intervenção do Ministério Público. “Tomei a decisão para investigar os pontos já salientados. Na semana que vem, na quarta-feira, faremos uma visita para que as entidades nos mostrem a sua visão sobre o local. Eu conheço bem o CETE, mas eles entendem o desenho do projeto estabelecido pelo governo e do que poderia ser afetado no espaço”, disse.

Outro ponto observado por Mello é o impacto para a rua Gonçalves Dias. “A avaliação do impacto urbanístico, feita por especialistas, e nós temos na promotoria esses profissionais, assim como a prefeitura deve ter também, vai ser fundamental. Vamos acompanhar o estudo feito por eles”, afirmou.

Já na reunião da Frente Parlamentar, a vereadora afirmou que o promotor de Justiça visitará o CETE no dia 25, no final da tarde, momento de maior atividade esportiva do Centro. O promotor ficará analisando as instalações, o entorno e a as práticas físicas por cerca de 1h30min. O ex-secretário Meurer convocará o ex-deputado Vieira da Cunha e agora promotor do Estado para acompanhar a visita.

Lauro Aguiar explicou que a Câmara Técnica de Corrida de Rua do CREF2/RS, que acompanha os grupos de corrida de rua em Porto Alegre, iniciou em uma época que este esporte estava tomando conta dos parques e praças. A partir deste momento se organizou todo este movimento, e se criou o Dia da Corrida de Rua. Em defesa do CETE, se desenvolveu um evento para que todos os grupos de corrida de rua participem, marcando presença, junto com a SOGIPA e a Federação Gaúcha de Judô e demais federações e atletas que se juntarem ao movimento.

Conforme Sofia, nas manifestações ficou caracterizado, pelos diversos segmentos, a especificidade e singularidade do CETE, que vai da inclusão à excelência em 21 modalidades de esportes e lutas. "São 1600 jovens, crianças, adolescentes que praticam, diariamente, aulas de esporte no local. Além disso, todos os praticantes espontâneos chegam de três a quatro mil por dia", destaca a vereadora. O Centro também foi o berço de atletas gaúchos renomados, como a ginasta Daiane do Santos, o judoca João Derly, os jogadores de vôlei Paulão e Renan, dentre tantos outros.

Frente Parlamentar em Defesa do Direito Social ao Esporte, Lazer e Recreação



Faculdade Sogipa oferece desconto em pós-graduação em práticas alternativas na Escola
02/04/2018
Fonte: CREF2/RS

Profissionais registrados no CREF2/RS podem se inscrever no curso de pós-graduação Práticas Alternativas na Escola: da Inclusão aos Esportes de Aventura, da Faculdade Sogipa, com desconto. A atividade, coordenada pela conselheira Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), é destinada aos Licenciados e tem o objetivo de qualificar e revitalizar o professor de Educação Física, elevando os níveis de eficiência e eficácia na aplicação dos recursos didático-pedagógicos no âmbito escolar.

Com duração de quatro semestres e carga horária de 360 horas, o Curso está previsto para iniciar no dia 5 de maio. As aulas serão realizadas aos sábados e domingos, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Inscrições e mais informações podem ser obtidas nesta página.

Convênios



De provisionado em Tênis a bacharel laureado
15/01/2018
Fonte: CREF2/RS

O provisionado em Tênis Rodrigo Ferreiro (CREF 005153-G/RS) formou-se bacharel em Educação Física na Faculdade Sogipa na última sexta-feira, dia 12 Janeiro. Após a cerimônia, a Cédula de Identidade Profissional foi entregue ao profissional de Educação Física pela Conselheira Débora Rios Garcia (CREF 002202-G/RS). Rodrigo também foi o acadêmico laureado da turma de formandos. O novo bacharel possui uma carreira vitoriosa como tenista profissional, tendo jogado na Alemanha por quase uma década, além de treinar tenistas juvenis, amadores e profissionais.

Apesar de já possuir o registro de provisionado junto ao CREF2/RS, Rodrigo optou por cursar a faculdade de Educação Física por achar necessário agregar conhecimento científico a grande experiência prática adquirida em mais de duas décadas em que foi jogador profissional e treinador. “Por meio de todo o conhecimento científico que tive durante a faculdade, posso afirmar que hoje sou um profissional de Educação Física e treinador de tênis muito mais preparado para encarar os desafios que este esporte oferece. Antes eu só tinha a prática. Com a teoria, fui aprimorando os meus treinamentos.”, avalia.

Nascido em Uruguaiana e com 45 anos atualmente, Rodrigo começou a jogar tênis aos seis anos. Com 12, ele veio a Porto Alegre a convite de um centro de treinamento. Logo começou a disputar torneios da Federação Gaúcha de Tênis, entidade que convocava os melhores atletas de cada categoria no estado. Dos 14 aos 18 anos, permaneceu entre os três melhores tenistas do Brasil. Após esta etapa, ele se profissionalizou, estando entre os 300 melhores tenistas do mundo no ranking da Association of Tennis Professionals - ATP. Em 1997, o tenista foi contratado para jogar profissionalmente na Alemanha, disputando campeonatos interclubes por oito anos. De volta ao Brasil, Rodrigo iniciou sua carreira como treinador, dedicando-se principalmente a desenvolver a carreira de tenista do seu irmão, Franco Ferreiro, que ocupou a posição número 62 do mundo pelo ranking de duplas da ATP.

Formatura



De provisionado em Tênis a bacharel laureado
15/01/2018
Fonte: CREF2/RS

O provisionado em Tênis Rodrigo Ferreiro (CREF 005153-G/RS) formou-se bacharel em Educação Física na Faculdade Sogipa na última sexta-feira, dia 12 Janeiro. Após a cerimônia, a Cédula de Identidade Profissional foi entregue ao profissional de Educação Física pela Conselheira Débora Rios Garcia (CREF 002202-G/RS). Rodrigo também foi o acadêmico laureado da turma de formandos. O bacharel possui uma carreira vitoriosa como tenista profissional, tendo jogado na Alemanha por quase uma década, além de ter treinado tenistas juvenis, amadores e profissionais.

Apesar de já possuir o registro de provisionado junto ao CREF2/RS, Rodrigo optou por cursar a faculdade de Educação Física por achar necessário agregar conhecimento científico a grande experiência prática adquirida por mais de duas décadas em que foi jogador profissional e treinador. “Por meio de todo o conhecimento científico que tive durante a faculdade, posso afirmar que hoje sou um profissional de Educação Física e treinador de tênis completo, muito mais preparado para encarar grandes desafios que este esporte oferece. Antes, eu só tinha a prática. Com a teoria, eu fui aprimorando os meus treinamentos. Fiz a escolha certa”, avalia.

Nascido em Uruguaiana e atualmente com 45 anos, Rodrigo começou a jogar tênis aos seis anos. Com 12 anos, ele vem a Porto Alegre a convite de um centro de treinamento. Logo, começou a disputar torneios da Federação Gaúcha de Tênis, entidade que convocava os melhores atletas de cada categoria no estado. Dos 14 aos 18 anos, sempre esteve entre os três melhores tenistas do Brasil. Após esta etapa, Rodrigo se profissionalizou, disputando entre os 300 melhores tenistas do mundo no ranking da Association of Tennis Professionals - ATP. Em 1997, o tenista foi contratado por um clube sediado na Alemanha, país em que permaneceu disputando campeonatos interclubes por oito anos. De volta ao Brasil, Rodrigo iniciou sua carreira como treinador, dedicando-se principalmente a desenvolver a carreira de tenista do seu irmão, Franco Ferreiro, que ocupou a posição número 62 do mundo pelo ranking de duplas da ATP.

Formatura



CREF2/RS firma convênio com curso de pós-graduação “Práticas Alternativas na Escola”
18/10/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS firmou convênio com a Faculdade Sogipa que concede aos profissionais de Educação Física registrados 10% de desconto na matrícula do curso de pós-graduação “Práticas Alternativas na Escola”. O curso visa qualificar e revitalizar o profissional de Educação Física, elevando os níveis de eficiência na aplicação dos recursos e eficácia na aplicação dos recursos didático-pedagógicos no âmbito escolar.

O curso, coordenado por Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), terá início no dia 21 de novembro, com duração de 24 meses e carga horária de 360 horas. As aulas serão realizadas nos sábados e domingos (8h até 12h, e das 13h até 17h) na rua Vicente da Fontoura, nº 1578, em Porto Alegre. Mais informações pelos fones (51) 3371-2690 e (51) 3085-8938 ou neste link

Convênios



Presidente e vice-presidente do CREF2/RS tomam posse no Conselho Estadual de Esportes do RS
04/10/2017
Fonte: Assessoria de Imprensa do Palácio Piratini

O governador José Ivo Sartori empossou na manhã desta segunda-feira (2), em ato no Palácio Piratini, os integrantes do Conselho Estadual de Esportes do Rio Grande do Sul (Ceers). Entre os nomeados, estão a presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 01910-G/RS), e seu vice-presidente, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS). Durante a cerimônia, também foi assinado decreto que regulamenta o Pró-Esporte RS LIE (Lei de Incentivo ao Esporte) e o Fundo Estadual de Incentivo ao Esporte (Feie).

As ações fazem parte das políticas públicas de promoção ao esporte do governo do Estado, executadas pela Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sedactel), que se somam aos editais e programas oriundos da Lei Geral do Desporto (Lei Pelé) e das atividades realizadas no Centro Estadual de Treinamento Esportivo (Cete).

Pró-Esporte

O decreto estabelece as novas regras e procedimentos do Pró-Esporte RS LIE e a aplicação do fundo. O programa é executado pelo Departamento de Fomento da Sedactel.

Também determina a criação do sistema informatizado do Pró-Esporte, que garante transparência e capacidade de gerenciamento dos processos. Com a inovação, a tramitação será digital, evitando a necessidade de deslocamento de entidades do interior à capital para protocolo e apresentação de documentos.

Conselho

O Conselho Estadual de Esportes do Rio Grande do Sul (Ceers) é um órgão com caráter consultivo e deliberativo, vinculado à Sedactel. Substitui o extinto Conselho Regional do Desporto (CRD). É formado por representantes do governo do Estado e de entidades ligadas ao meio esportivo, além de representantes indicados por notório saber.

Em nome dos conselheiros empossados, o representante da Sogipa, Alexandre Algeri, afirmou que este projeto "possibilita sonhos". Para Algeri, "o esporte é uma das principais ferramentas de transformação social".

Ao Ceers compete interpretar a legislação esportiva nacional e estadual, elaborar instruções normativas sobre sua aplicação e zelar pelo seu cumprimento. Além disso, é de sua responsabilidade homologar o calendário estadual de atividades esportivas e, principalmente, acompanhar e fiscalizar a aplicação dos recursos materiais e financeiros do Estado destinados a atividades esportivas.

Conselho Estadual de Esportes do Rio Grande do Sul



CREF2/RS prestigia formatura na Faculdade Sogipa
05/09/2017
Fonte: CREF2/RS

No sábado, dia 26 de agosto, oito alunos da Faculdade Sogipa de Educação Física se formaram. Na cerimônia, os novos profissionais receberam sua Cédula de Identidade Profissional. Representando o CREF2RS, esteve presente a conselheira Débora Garcia (CREF 002202-G/RS). "Os alunos saem da faculdade aptos a exercer a profissão e regularizados no Conselho", explicou. Parabéns!

Formatura



CREF2/RS revela vencedores do Troféu Destaque 2017
04/09/2017
Fonte: CREF2/RS

Comemorando o Dia do Profissional de Educação Física, o CREF2/RS realizou na última sexta-feira, dia 1º de setembro, a cerimônia de entrega do Troféu Destaque 2017. O prêmio, que chegou ao seu sexto ano consecutivo, homenageou as pessoas e as empresas que mais de destacaram ao longo do último ano, em 15 categorias diferentes. Os estabelecimentos que completaram dez anos de registro também receberam um certificado como forma de reconhecimento durante a noite.

A abertura da cerimônia foi feita pela presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que destacou a importância da data e o reconhecimento da premiação depois de cinco edições. “O Dia do Profissional de Educação Física, que comemoramos com o Troféu Destaque, é um momento único no ano, em que podemos estar perto de muitos colegas e de sentir orgulho pelo que fazemos pela profissão e pela sociedade”, analisou. A forma de escolha dos vencedores, com uma votação aberta no site do CREF2/RS para a definição dos três finalistas de cada categoria, também foi mencionada pela Presidente. “Somos mais de 25 mil registrados e queremos que todos participem, tanto do Troféu Destaque como do dia a dia do Conselho. Esta é a nossa maior honra”.

Confira os ganhadores:

Mérito da Educação Física
Vilson Fermino Bagatini (CREF 000009-G/RS)
Formado em Educação Física e em Pedagogia, Bagatini possui diversos cursos de aperfeiçoamento na área e é pós-graduado em Técnicas Esportivas em Futebol, Handebol e Voleibol e Mestre em Educação pela Universidade de Paris. Autor de 12 livros, foi docente de dezenas de cursos no Brasil e no exterior e Delegado Regional da FIEP, sendo agraciado pela instituição com a Cruz de Prata de Honra Internacional.

Profissional do Ano
Pedro Rodrigues Curi Hallal (CREF 024120-G/RS)
Mais jovem reitor a ocupar o cargo na Universidade Federal de Pelotas, assumiu a liderança da instituição em 2017. Possui mestrado e doutorado em Epidemiologia pela Universidade e realizou estágio pós-doutoral no Instituto de Saúde da Criança em Londres. É um dos sócios-fundadores da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde e bolsista de produtividade do CNPq.

Profissional de Academia
Roberta Forini Ortega (CREF 012398-G/RS)
Formada pela Universidade Federal de Pelotas, atua desde 2001 em academias. Em Pelotas, atuou com musculação, ginástica, natação e hidroginástica, ministrando também aulas de bike, local, step, combate e lecionando também na Faculdade Anhanguera de Pelotas. Em Porto Alegre desde 2012, atua nas academias Natasul e Fórmula, como personal trainer e professora em diferentes modalidades.

Profissional de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral
Aline de Andrades Silva (CREF 017502-G/RS)
É graduada pela UNISC e atua desde 2006 na área de licenciatura e de bacharelado. Trabalhou junto a Escolas de Educação Infantil, com Recreação e Lazer, tendo atuado ainda como personal trainer. Atualmente, trabalha com Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral, além de atividades aquáticas, como natação infantil e hidroginástica.

Profissional com Atuação em Projetos Sociais
Paulo Cezar Mello (CREF 003951-G/RS)
É professor da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da Universidade de Passo Fundo e coordenador adjunto do curso de Educação Física Licenciatura no Campus Soledade da Universidade. Na UPF, coordena o Projeto de Extensão “Educação Inclusiva Equoterapêutica”, que concorreu ao Prêmio Educação RS em 2016, do Sinpro. É também diretor da Escola Municipal de Autistas Profª Olga Caetano Dias, de Passo Fundo.

Profissional de Escola
César Augusto Osorio Dornelles (CREF 000875-G/RS)
Pós-graduado em Ciência do Desporto e em Psicomotricidade pela UFRGS, Cesar possui atuação voltada ao ensino da prática pedagógica da Educação Física em nível do pré-escolar e Ensinos Fundamental e Médio, e no desporto escolar de voleibol e atletismo. Atualmente trabalha no Colégio Estadual Júlio de Castilhos, como professor e treinador de voleibol, e na Escola Infantil Tartaruguinha Verde como professor de Psicomotricidade.

Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada
Cláudia Regina Alfama (CREF 006362-G/RS)
É especialista em Ética e Educação em Direitos Humanos pela UFRGS. É profissional de Educação Física da FADERS – Acessibilidade e Inclusão há 23 anos, onde atualmente coordena o Núcleo Estadual do Paradesporto. Faz parte ainda do Comitê Paralímpico Brasileiro, atuando como técnica de voleibol sentado e de bocha paralímpica da Associação Nacional de Desporto para Deficientes.

Profissional de Recreação
Eneida Feix (CREF 002116-G/RS)
É especialista em Educação Psicomotora, em Lazer e Recreação e em Jornalismo Esportivo e possui mestrado na área de Ciências do Movimento Humano. Tem 40 anos de experiência na área de Recreação, com atuação no Ministério do Esporte, na Secretaria Municipal de Educação e de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre, na FUNDERGS e nos Ensinos especial, Fundamental, Médio e Superior.

Profissional Técnico Desportivo
André Luís Rocha Scott (CREF 001215-G/RS)
É atualmente coordenador do Departamento de Basquete do Grêmio Náutico União, além de técnico nas categorias de base e principal do esporte no clube, onde trabalha desde 1992. Atuou como técnico da modalidade também no colégio LaSalle Santo Antônio, onde era professor nos Ensinos Fundamental e Médio. Treinou ainda a Seleção Gaúcha de Basquete nas categorias sub-13, sub-15 e sub-17.

Profissional de Corrida de Rua
Leonardo Rossato Ribas (CREF 003760-G/RS)
Especializado em fisiologia do exercício e em treinamento de atletismo, atua na Sogipa e no grupo PerCorrer. Como treinador de atletismo, participou dos últimos mundiais de atletismo e de revezamento, além dos Jogos Olímpicos do Rio, como treinador da seleção brasileira. Atua também com corrida e caminhada recreativa, com o objetivo maior de proporcionar mais saúde, socialização e qualidade de vida aos praticantes.

Profissional de Saúde
Emilian Rejane Marcon (CREF 002792-G/RS)
É mestre em Ciências da Saúde pela Fundação Universitária de Cardiologia e Doutora em Medicina – Ciências Cirúrgicas pela UFRGS, atuando como pesquisadora nas áreas de obesidade mórbida, exercício físico e cirurgia bariátrica. Atualmente, trabalha no Hospital de Clínicas de Porto Alegre e na Unidade Básica Santa Cecília, onde desenvolve um programa de exercícios físicos para pacientes pré e pós-cirurgia bariátrica.

Clube ou Sociedade
Clube do Professor Gaúcho (CREF 000269-PJ/RS)
O Clube do Professor Gaúcho é a única agremiação social de educadores do Brasil e maior clube classista da América do Sul. Foi fundado em 1966 sob o lema: “a união de uma classe materializada em concreto”. Mantém atualmente três sedes sociais, em Porto Alegre, Santa Maria e Balneário Pinhal, sendo um consagrado espaço de sociabilidade que proporciona convívio entre professores de todas as instituições de ensino.

Academia
Cia Athlética (CREF 001430-PJ/RS)
Presente no mercado há 30 anos, a Cia. Athletica atende 35.000 alunos e conta com 18 unidades pelo Brasil. Em Porto Alegre, conta com ambiente moderno com 3000m² e mais de 30 modalidades de aulas coletivas. A partir de avaliação física e nutricional, sua equipe de profissionais especializada desenvolve um programa completo de atividades de acordo com o perfil, objetivos, preferências e disponibilidade de tempo do aluno.

Veículo de Comunicação
Vozes do Esporte – Rádio Charrua
É um programa de conversa e entrevistas sobre o esporte local e em geral, sendo o mais tradicional programa de esportes da Fronteira Oeste do Estado. Criado para fomentar, discutir, organizar e melhorar o esporte na cidade de Uruguaiana, é apresentado por Vicente Majó da Maia. Está no ar há dezoito anos, sendo cinco na Rádio Charrua, e foi responsável por diversas conquistas na área esportiva da região.

Personalidade do Ano
João Derly
É ex-judoca, bicampeão mundial da modalidade, e também campeão em diversos outros torneios. Participante ativo de campanhas sociais quando atleta, após aposentar-se do judô de alto rendimento fundou o Instituto Pódium, projeto que leva o judô gratuitamente a crianças em situação de vulnerabilidade social. Eleito vereador em 2012 e deputado federal em 2014, tem como principais bandeiras o esporte e as causas sociais.

Troféu Destaque



Nova edição da CREF2/RS em Revista aborda legado deixado pela Olimpíada
22/12/2016
Fonte: CREF2/RS

A nova CREF2/RS em Revista, que tem como tema de capa o legado dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, já está disponível para leitura pela Internet e para download. A publicação relata, ao longo de suas páginas, como a competição esportiva mais importante do mundo pode se transformar, já a partir de agora, em um estímulo à prática esportiva e ao fortalecimento de diversas modalidades, assim como da Educação Física escolar.

Com o intuito de ampliar o debate, a reportagem de capa foi dividida em seis matérias principais, que relatam o ciclo olímpico de atletas, de treinadores e de profissionais de Educação Física que se envolveram com os Jogos do Rio. O canoísta Gilvan Ribeiro, o corredor Fabiano Peçanha (CREF 022437-G/RS), os técnicos de esgrima Alexandre Teixeira (CREF 00786-G/RS) e Eduardo Nunes (002764-G/RS) e técnico de tênis de mesa em cadeira de rodas Luciano Possamai (CREF 02066-G/RS), assim como os profissionais Idete Kunrath (CREF 013402-G/RS), Giovani Piloti (CREF 013810-G/RS) e Clery de Lima (CREF 000297-G/RS0), que lá estiveram trabalhando como voluntários ou como jornalista, comentam as suas respectivas vivências olímpicas.

Além deste conteúdo especial, a nova edição do CREF2/RS em Revista ainda apresenta o perfil do treinador de judô da Sogipa Kiko Pereira (CREF 003345-G/RS) e matérias sobre a Fiscalização do CREF2/RS e sobre o Seminário de Educação Física Escolar de Caxias do Sul. Você também pode acessar a edição online diretamente pela plataforma Issuu, disponível para a leitura em computadores, tablets e smartphones.

Revista Jogos Olímpicos Olimpíada



Presidente do CREF2/RS é homenageada na Câmara de Deputados
15/12/2016
Fonte: Escritório Político Deputado Federal João Derly

Por indicação do deputado federal João Derly, a presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) foi condecorada pela Câmara de Deputados, na última terça-feira, dia 13 de dezembro, com a Honraria Manoel José Gomes Tubino. A homenagem, destinada aos profissionais de Educação Física que mais se destacaram em suas atividades ao longo de 2016, também foi entregue a Alberto Molnar (CREF 016178-G/RS), gerente de esportes da Sogipa; Everton Deiques (CREF 008538-G/RS), delegado da FIEP/RS; e ao ex-vereador e conselheiro federal Professor Garcia (CREF 000002-G/RS).

“Esta é uma homenagem a estes profissionais, mas possui um sentido mais amplo, por também reconhecer todos aqueles que lutaram e continuam batalhando pela manutenção da Educação Física na grade curricular do Ensino Médio”, declarou Derly durante a cerimônia. “Nós precisamos entender o esporte como um investimento na saúde e no bem-estar das pessoas, que só pode ser praticado com a orientação de bons profissionais de Educação Física”, complementou. Em Brasília, Professor Garcia foi representado pela sua filha e 1ª secretária do CREF2/RS Débora Garcia (CREF 002202-G/RS).

Homenagem Câmara de Deputados



Troféu Destaque homenageia os melhores profissionais do ano
02/09/2016
Fonte: CREF2/RS

Comemorando o Dia do Profissional de Educação Física, o CREF2/RS realizou ontem, no Grêmio Náutico União, a cerimônia de entrega do Troféu Destaque. O prêmio, que chegou ao seu quinto ano consecutivo, homenageou aqueles que mais se destacaram ao longo de 2016, em 15 categorias diferentes. As empresas que completaram dez anos de registro também receberam um certificado como forma de reconhecimento.

A abertura da cerimônia foi feita pela presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que destacou a tradição do Troféu Destaque, já reconhecido entre os profissionais como o “Oscar da Educação Física gaúcha”. A forma de escolha dos vencedores, pela primeira vez com uma votação aberta no site do CREF2/RS para a definição dos três finalistas de cada categoria, também foi mencionada como outro ponto positivo. “Queremos que todos participem, não só do Troféu Destaque, mas do dia a dia do Conselho. Hoje estamos aqui para premiar os nossos colegas, mas sempre de portas abertas para recebê-los”.

Confira os ganhadores:

Academia:

Fórmula RS Fitness Center (CREF 002499-PJ/RS)
É uma empresa do grupo internacional Bodytech Company e chegou a Porto Alegre em 2014. Localizada no Shopping Praia ade Belas, possui duas grandes salas para atividades coletivas, relacionadas à musculação e ao condicionamento físico, e um espaço de indoor cycle. Oferece uma grande variedade de modalidades, como pilates, alongamento e zumba.

Clube ou sociedade:

Recreio da Juventude (CREF 000515-PJ/RS)
Foi fundado em dezembro de 1912, em Caxias do Sul. Com uma grande estrutura, que conta com academia, piscinas, sauna e modalidades esportivas, como basquete, futsal, handebol e vôlei, o clube tem mais de 16 mil associados e diversas outras opções de atividades sociais, de lazer e de diversão.

Mérito da Educação Física:

Adroaldo Cézar Araújo Gaya (CREF 002280-G/RS)
Doutor em Treinamento Desportivo pela UERJ e em Ciências do Desporto pela Universidade do Porto, atualmente é professor titular da UFRGS, das disciplinas de epistemologia e metodologia da pesquisa. É o criador e o coordenador do Projeto Esporte Brasil, pioneiro observatório permanente de indicadores de crescimento e de desenvolvimento de crianças e de adolescentes esportistas. É ainda autor de diversos livros sobre Educação Física, esportes e metodologia da pesquisa.

Profissional do ano:

Antônio Carlos de Oliveira Pereira (CREF 003345-G/RS)
Kiko é faixa preta e técnico de judô da Sogipa. Chegou no clube em 1984, foi três vezes campeão gaúcho como atleta e em 1986 começou a atuar como auxiliar técnico da equipe de judô. Foi treinador dos campeões mundiais e medalhistas olímpicos João Derly, Tiago Camilo, Mayra Aguiar, Felipe Kitadai e Maria Portela.

Profissional de academia:

Paulo André Poli de Figueiredo (CREF 000340-G/RS)
Mestre em Ciência do Movimento Humano pela UFRGS e especialista em Medicina Esportiva e Saúde Escolar pela PUCRS, é sócio-diretor do Centro Físico Acqualità e membro da comissão científica da Aquatic Exercise Association. É também autor dos livros “AICHI – Técnica de Relaxamento Aquático” e “Natação para Bebês, Infantil e Iniciação: Uma Estimulação para a Vida”.

Profissional de atividade física na empresa e Ginástica Laboral:

Vinicius da Silva Alves (CREF 008089-G/RS)
Especialista em Ginástica Laboral e Qualidade de Vida pela UNIGRANRIO, é também especialista em Engenharia de Produção, com ênfase em Ergonomia, pela UFRGS. É sócio-proprietário da empresa Esportes em Ação – Programas de Promoção da Saúde e diretor da empresa Valorize Projetos e Consultoria Esportiva. Possui experiência de mais de dez anos em consultoria, assessoria e treinamento em diversas empresas do Rio Grande do Sul.

Profissional com atuação em projetos sociais:

Felipe Rosa de Quadros (CREF 020906-G/RS)
Pós-graduado em psicomotricidade escolar e faixa preta de judô, iniciou no esporte em 1999. Já passou pelos Departamentos de Judô do Sport Club Internacional, do Grêmio Náutico União e atualmente é auxiliar técnico das equipes de base da Sogipa e da Federação Gaúcha de Judô. É também professor do projeto Geração Futuro/Educandário, que oferece oficinas de judô para jovens e adolescentes que vivem em comunidades de risco na zona norte de Porto Alegre.

Profissional de escola:

Virgínia Rolim Wolffenbuttel (CREF 000055-G/RS)
Atua com a Educação Física escolar desde 1981. Com mais de 30 anos de experiência na área, atualmente é professora da Escola Estadual de Ensino Médio Mariz e Barros, em Porto Alegre. Em 2004, iniciou o Projeto Jovens Talentos, cujas equipes escolares de handebol masculino já conquistaram diversos títulos nas categorias mirim, infantil e juvenil. Também é especialista em autismo e pós-graduada em Ginástica de Academia.

Profissional de esporte radical e de aventura:

Thomas Schulze (CREF 013024-G/RS)
Escoteiro, monitor de rapel e de escalada, foi diretor técnico da Associação Caxiense de Montanhismo, de 2009 a 2011. Atuou também como árbitro do Campeonato Gaúcho de Escalada, e foi o criador do blog Montanhismo, Escalada e Educação Física, pioneiro no Rio Grande do Sul. Com experiência de 24 anos no montanhismo e na escalada, atualmente trabalha com escalada esportiva, escalada recreativa, preparação física e com assessoria de expedições em alta montanha.

Profissional de lutas:

Ricardo Reuter Pereira (CREF 002715-G/RS)
Faixa preta de judô e praticante da modalidade desde 1980, foi competidor de luta olímpica e integrante da Seleção Gaúcha, que conquistou o segundo lugar no Campeonato Brasileiro de 1987. Já participou da Comissão de Educação da Federação Gaúcha de Judô e é professor da disciplina de lutas, na PUCRS, desde 2000. Atua também rede municipal de Porto Alegre, onde desenvolve um projeto de judô e Educação.

Profissional de paradesporto e atividade adaptada:

Ana Paula Vieira Malanovicz (CREF 005885-G/RS)
Pós-graduada em Metodologia do Ensino dos Esportes, pela UFRGS; e em Psicomotricidade, pela PUCRS; Ana Paula Vieira Malanovicz atua na Escola Estadual Especial Recanto da Alegria, que atende alunos com deficiência intelectual. É idealizadora do Projeto Esporte+, o qual já revelou campeões paralímpicos de atletismo e de natação, e tem habilitação de nível II como técnica de atletismo pelo Comitê Paralímpico Brasileiro.

Profissional da saúde:

Luiz Antônio Barcellos Crescente (CREF 011597-G/RS)
Possui graduação em Medicina e mestrado em Ciências do Movimento Humano, ambos pela UFRGS. Atualmente é professor do curso de graduação em Educação Física da ULBRA e da pós-graduação da Universidade Corporativa Mãe de Deus. Atua como médico e fisiologista do Sport Club Internacional, desde 1994, e também da Seleção Brasileira, com ênfase em Medicina do Esporte, avaliação funcional e controle de treinamento.

Profissional técnico desportivo:

Celso Gomes da Silva (CREF 002893-G/RS)
É professor aposentado da Rede Pública Estadual e técnico de basquete desde 1979. Foi por 17 vezes treinador das seleções de base do Rio Grande do Sul em Campeonatos Brasileiros de Basquete e campeão sul-americano de basquete nas categorias sub-14 e sub-17. Possui diversos títulos nos Jogos Escolares do Rio Grande do Sul comandando o time das escolas estaduais Prudente de Morais, General Osório e Ildefonso Simões Lopes, todas do município de Osório, e representou o Rio Grande do Sul nos em algumas edições dos Jogos Brasileiros da Juventude.

Personalidade do ano:

Carlos Alberto Oliveira Garcia (CREF 000002-G/RS)
Autor de leis que beneficiaram a Educação Física, Professor Garcia foi vereador, presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre e conselheiro federal do CONFEF. Como profissional de Educação Física, foi treinador de atletismo e técnico da equipe brasileira de atletismo no Mundial de Saint-Ettienne, na França, em 1977. A obrigatoriedade da presença de um profissional de Educação Física como responsável técnico em academias de Porto Alegre, a criação da Semana de Educação Física e a exigência do curso de Licenciatura para professores de Educação Física das séries iniciais da rede municipal de ensino foram algumas das suas principais conquistas na política.

Veículo de comunicação:

Plano de Jogo
Exibido pela TVE de segunda a sexta-feira, o Plano de Jogo tem como foco o esporte e as diversas modalidades praticadas em todo o Rio Grande do Sul. O programa mostra as competições e as atividades esportivas como forma de educação, inclusão social e meio para manter a saúde. As matérias veiculadas no Plano de Jogo são produzidas pela TVE e pela rede de 25 emissoras parceiras do interior, assim como pelas entidades esportivas e atletas, que enviam imagens e notícias.

Troféu Destaque 2016



CREF2/RS em Revista: Nicolas Sanchez é um dos árbitros de tênis selecionados para a Olimpíada
29/07/2016
Fonte: CREF2/RS em Revista

O “uruguaio-gaúcho” Nicolas Sanchez (CREF 012322-G/RS), professor de tênis do Teresópolis Tênis Clube, é um dos convocados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) para fiscalizar os melhores tenistas do mundo, que vão participar da próxima Olimpíada. Natural da cidade de Nueva Helvecia, Sanchez se mudou para Porto Alegre ainda durante a infância, quando o seu pai, um tenista profissional de grande sucesso em terras uruguaias, foi contratado pela Sogipa, na década de 80.

Juiz de linha há 15 anos, o árbitro tem uma extensa lista de campeonatos no currículo, que inclui o Pan-americano de 2007 e o Rio Open, realizado no ano passado. Preparado para vivenciar o maior evento esportivo do mundo, Sanchez quer aproveitar a ida ao Rio de Janeiro também para adquirir conhecimento. A entrevista, que reproduzimos parcialmente abaixo, foi publicada na última edição do CREF2/RS em Revista sobre os Jogos Olímpicos e pode ser conferida na íntegra no link.

Por que ser árbitro e não atleta?

O fato de ser árbitro e não atleta, pra mim, foi algo que teve uma transição natural. Queria continuar neste meio esportivo e, para isto, já tinha feito o curso da Federação Internacional de Tênis (ITF). Rapidamente, já estava arbitrando os maiores tenistas do mundo . No momento, estou atuando somente nos torneios da ITF, da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) e da Associação de Tênis Feminino (WTA), como árbitro de linha. Vale salientar que esta parte de já ter sido atleta e conhecer alguns tenistas profissionais torna o meu trabalho um pouco mais fácil, porque este conhecimento me dá toda a base de como o jogo vai ser.

O que é mais motivador e desafiador no seu dia a dia de trabalho como juiz?

O que mais me motiva em ser árbitro é ter a oportunidade de conhecer os maiores tenistas do mundo e fazer parte dos torneios da ATP e da WTA. O árbitro é fundamental para o andamento de cada torneio. Quanto aos desafios, às vezes não são as jogadas que exigem mais, mas o conjunto, o torneio como um todo. Tem vezes que pegamos partidas longas, tenistas complicados, calor, e tudo isto nos demanda uma concentração redobrada, para não perder o foco na partida. É como se estivéssemos dentro da quadra jogando! O atleta, quando não está concentrado, acaba perdendo a partida. No nosso caso, podemos perder a marca da bola, um ponto, e assim tornar a partida mais tensa do que o normal.

Além da sua carreira como árbitro, você também é professor de tênis. Como fazer para conciliar as duas profissões?

As duas carreiras são bem tranquilas de administrar, porque as aulas não são competitivas, são apenas sociais, com cunho da aprendizagem e da saúde. Elas não comprometem em nada as arbitragens. Se optasse por treinar alguma equipe profissional, mesmo em nível estadual, eu teria que escolher a carreira de árbitro ou de treinador. Sou presidente da Associação Gaúcha de Árbitros de Tênis (AGAT) e o item mais importante é este: o árbitro não pode estar ligado a nenhuma equipe ou clube. Além disto, é muito interessante arbitrar os torneios profissionais e passar as experiências e as curiosidades do mundo do tênis para os alunos, mesmo que eles sejam apenas tenistas de primeira viagem. Também passo para eles informações de como funcionam os rankings, as competições da ATP e da WTA, quais os tenistas que estão em ascensão. Repasso ainda o calendário dos torneios, pois é muito importante que eles vejam ao vivo, bem de perto, como o esporte funciona.

As suas primeiras competições internacionais como árbitro foram os Jogos Pan-americanos do Rio e a Copa Davis. Como surgiram essas primeiras oportunidades, em eventos de grande visibilidade?

As maiores competições foram, realmente, o Pan-americano de 2007 e a Copa Davis, em duas oportunidades, em 2012 e 2015. Antes, eu já tinha arbitrado torneios, futures e challengers de nível da ITF e da ATP. As oportunidades surgiram pelo bom desempenho e alto nível da arbitragem que sempre mostrei dentro da quadra, me destacando como chefe de equipe. A Olimpíada será a maior competição em que irei atuar, mas são inúmeros os torneios de alto nível que já participei. Um dos últimos foi o Rio Open 2016, onde pude arbitrar os jogos de Rafael Nadal, John Isner, Pablo Cuevas, entre outros tenistas do primeiro escalão mundial.

Como você está se preparando para a Olimpíada? O que está sendo diferente no seu dia a dia?

A preparação mais intensa iniciamos em janeiro deste ano, com a convocação para os torneios mais importantes e que contaram com a participação de tenistas de ponta, que exigem o máximo de cada árbitro. Tem também a parte da saúde física e mental, que é importante para permanecermos muito bem concentrados dentro da quadra. O meu dia a dia ainda continua o mesmo, mas acredito que em breve já estaremos com atividades específicas para a Olimpíada.

Quais são as suas expectativas com os Jogos Olímpicos deste ano? O que você espera levar desta experiência para a sua carreira de professor e de árbitro de tênis?

As expectativas são as melhores possíveis! Espero respirar cada momento desta atmosfera esportiva, que é o maior evento esportivo do mundo. Quero aprender e absorver tudo que for possível, já que os Jogos Olímpicos não são só a modalidade de tênis, mas também todos os outros esportes. Espero que ocorra tudo como planejado, já que penso que a Olimpíada não voltará para o Brasil tão cedo. Só terei esta única oportunidade. Quero trazer para cá um legado da mais alta qualidade e poder dizer para a minha filha, para os alunos e para os amigos que fiz história, participando como árbitro da Olimpíada.

O tênis brasileiro nunca ganhou uma medalha olímpica, mesmo que tenha revelado grandes atletas. O que a modalidade ainda precisa desenvolver para se tornar competitiva também nos Jogos Olímpicos?

Tivemos e ainda temos tenistas extraordinariamente talentosos. Atualmente, o melhor tenista brasileiro, Thomaz Bellucci, está na 35ª colocação do ranking da ATP. No feminino, a melhor é a Teliana Pereira, que está na 86ª posição. Eles terão a dura missão de trazer uma medalha olímpica. Já nas duplas, temos uma real possibilidade, pois o Marcelo Mello está no 2º lugar e formará a dupla com o Bruno Soares, que se encontra na 7ª colocação. Um torneio singular, como a Olimpíada, mexe com a cabeça. Ela aparece a cada quatro anos e, quando os atletas estão lá, ficam deslumbrados com a grandiosidade. Nem todos estão focados na medalha de ouro e acabam por se distrair com a estrutura do evento. No tênis, sempre falamos que o atleta é 50% cabeça, ou seja, ele depende de concentração total. Os atletas brasileiros devem trabalhar isto para almejar o brilho do ouro.

Como o tênis brasileiro pode crescer depois dos Jogos Olímpicos?

O esporte no Brasil, de um modo geral, nunca aproveita 100% o legado deixado. Passamos por isso no Pan-americano e na Copa do Mundo. Cabe às entidades esportivas pensarem de uma maneira mais decisiva. Praticamente, vivemos só do futebol no Brasil, mas temos várias modalidades que precisam de investimentos, pois têm grandes talentos sem oportunidade e patrocínio. Acredito que, nesta Olimpíada, os verdadeiros gestores se sentirão influenciados e verão que o esporte necessita de apoio em longo prazo. No tênis, sempre dizemos que o importante é investir nas categorias de base, através de escolinhas comunitárias gratuitas e quadras públicas, facilitando o interesse da população pela modalidade. Já fiz muitos cursos nas maiores escolas de tênis do mundo e todos são taxativos: o maior investimento deve ser nas categorias de base e na formação.

Tênis Olimpíada Jogos Olímpicos



CREF2/RS participa de reunião para refundar o Panathlon no estado
01/06/2016
Fonte: CREF2/RS

A presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CRFEF 001910-G/RS) esteve reunida no dia 31 de maio com o conselheiro do Panathlon Internacional, Sebastião de Carvalho, no Ginásio da Brigada Militar, em Porto Alegre. O intuito do encontro foi somar esforços para renascer o Panathlon no estado, atividade que ocorria até bem pouco tempo. Também estiveram presentes Fernando Mabilde, presidente da Federação do Desporto Escolar (FDE-RS), José Haroldo Loureiro Gomes (Arataca), treinador chefe de atletismo da Sogipa, além de oficiais da Brigada Militar.

O Panathlon é uma vertente do Rotary Club, articulando-se em associações de "Panathlon Clubes", voltados essencialmente para o serviço voluntário dos sócios. É uma ONG que possui finalidades éticas e culturais, que procura aprofundar, divulgar e defender os valores da atividade física e do esporte, vistos como instrumentos de formação e de preservação da pessoa e como meio de solidariedade entre homens e povos.

Segundo a presidente do CREF2/RS, toda ideia que se baseie na promoção do esporte e da atividade física é excelente, e reavivar o Panathlon no estado é muito bom para a comunidade, mas para sua administração deveriam ser convocados grupos de veteranos do esporte, que ainda possuíssem o idealismo presente. "Quem atua profissionalmente não consegue achar tempo para essas articulações”, ponderou Carmen. “Mesmo assim, o CREF2/RS está de portas abertas para incentivar o ressurgimento do Panathlon”, afirmou.

Panathlon



CREF2/RS renova convênio com Faculdade Sogipa de Educação Física
19/02/2016
Fonte: CREF2/RS

Os profissionais registrados no CREF2/RS continuam tendo desconto de 10% nos cursos de pós-graduação da Faculdade Sogipa de Educação Física. O convênio, que foi renovado no começo deste ano, atualmente oferece o benefício em duas atividades: na especialização Treinamento Físico para Populações Especiais e no curso de extensão Populações Especiais: Módulo II – Obesidades e Diabetes. Inscrições e mais informações aqui: www.faculdadesogipa.edu.br.

O curso de Treinamento Físico para Populações Especiais tem o objetivo de especializar os profissionais no atendimento de indivíduos com doenças cardiovasculares, neuromusculares, bem como de idosos e crianças. Já na atividade Populações Especiais: Módulo II – Obesidades e Diabetes, o intuito é capacitar o aluno na aplicação do treinamento físico para obesos e diabéticos.

Os dois cursos são presenciais e realizados em Porto Alegre. As aulas da pós em Treinamento Físico para Populações Especiais iniciam em abril, enquanto que a atividade Populações Especiais: Módulo II – Obesidades e Diabetes terá uma nova turma a partir do dia 12 de março.

Contatos pelo telefone (51) 3371-2690.

Sogipa Convênio



CREF2/RS repudia proposta de extinção dos cursos de bacharelado em Educação Física
20/01/2016
Fonte: CREF2/RS

O repúdio à proposta do Conselho Nacional de Educação (CNE), que preconiza a extinção dos cursos de bacharelado em Educação Física, foi a tônica da reunião da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS, nesta terça-feira (19), que contou com a participação de 15 representantes de instituições de ensino superior. De acordo com os artigos 7º e 8º do projeto do CNE, os cursos de bacharelado deixariam de existir a partir do ano letivo seguinte à publicação da resolução.

Segundo o presidente da Comissão de Ensino Superior e professor do bacharelado da UFPel, Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS), o CRE2/RS apoia a posição tomada pela maioria das instituições, que é de veemente repúdio ao projeto. “A proposta é perigosa do ponto de vista da formação do profissional de Educação Física, pois ao mesmo tempo que extingue o bacharelado, enfraquece a licenciatura”. Merino afirmou que a próxima medida da Comissão será elaborar um documento conjunto assinado por todos os coordenadores de bacharelado do estado, ressaltando as consequências da extinção do curso para as instituições de ensino, para os profissionais de Educação Física e à sociedade em geral.

Para o coordenador do bacharelado em Educação Física da Unisinos, Cláudio Gutierrez (CREF 014210-G/RS), o projeto extinguirá o curso que possui um forte vínculo com a promoção da saúde, além de ter maior procura em todas as universidades em que são oferecidos os dois cursos. "Não teremos uma participação efetiva na saúde se não mantivermos currículos que contemplem as especificidades da área. Todo o avanço que se construiu a partir da separação dos cursos será perdido, e os ganhos conquistados pela licenciatura na área pedagógica retrocederão, enfraquecendo seu compromisso com a escola básica".

De acordo com Álvaro Reischak de Oliveira (CREF 001714-G/RS), docente da ESEF/UFRGS, mais de 150 estudantes da Faculdade se posicionaram contra a extinção do curso em um recente abaixo-assinado. “Este expressivo número de assinaturas sinaliza que os próprios alunos querem a separação dos currículos e, acima de tudo, precisam ser ouvidos na formulação das políticas de ensino”. Álvaro também ressaltou a existência de movimentos no meio acadêmico que reiteradamente defendem a extinção do bacharelado e do Sistema CONFEF/CREFs. “O que faz mais urgente uma ampla articulação política na defesa do bacharelado, currículo essencial na formação do profissional de Educação Física”.

Um documento elaborado pelo conselheiro Federal do CONFEF Emerson Silami Garcia (CREF 000046-G/MG), com considerações à proposta do CNE, alerta que a extinção do bacharelado provocará a demissão de centenas ou até milhares de docentes qualificados, pois nenhuma licenciatura de 3200 horas acomodaria tantas disciplinas quanto as que existem atualmente nos dois currículos. “Como o único curso seria licenciatura, hoje regulada pela Resolução CNE 2/2015, é natural que sobrevivam principalmente os conteúdos próprios de licenciatura. Não existe nenhum arranjo possível para acomodar todas as disciplinas na mesma carga horária. É utopia dizer que a educação continuada suprirá todas as necessidades”, sustenta o documento.

Estiveram presentes à reunião representantes da UNISC, Ulbra Canoas e Gravataí, Unijuí, Univates Lajeado, FACOS, Fadergs, Sogipa, ESEF/UFRGS, Unilasalle, Unisinos.

Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional



Novos Conselheiros tomam posse nesta sexta-feira
23/10/2015
Fonte: CREF2/RS

A cerimônia de posse dos novos Conselheiros do CREF2/RS foi realizada na manhã de hoje (23), no Hotel Holiday Inn, em Porto Alegre. O evento, que contou com um café da manhã para os presentes, marcou a entrada de 14 membros (dez efetivos e quatro suplentes), eleitos em setembro. O mandato, que inicia em 30 de outubro, é para seis anos e se encerra em 2021.

A presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) foi quem fez o discurso de abertura. Ela frisou que o momento representa o fim e o início de uma nova gestão, mas que o trabalho, que rendeu muitos benefícios aos profissionais registrados e à comunidade em geral, será conduzido da mesma forma, com mudanças para melhor. "É com muito orgulho que temos visto o nosso Conselho crescer dia a dia, com parcerias, conquistas em todas as áreas e a atuação incansável de todos vocês", destacou.

Como frisou Carmen, os novos Conselheiros tomaram posse com o objetivo de defender a Educação Física e de valorizar a profissão em todos os segmentos da sociedade. A ideia é que o CREF2/RS, pelos próximos seis anos, se aproxime ainda mais dos profissionais registrados e consiga desenvolver ações em prol da categoria, sempre de forma ética, moral e legal. "Somente com a união e com o trabalho é que a gente vai conseguir que o Conselho conquiste ainda mais espaços, garantindo que todas as pessoas sejam atendidas por profissionais de Educação Física em todos os locais", encerrou.

Em reunião, os novos Conselheiros irão definir também os novos componentes da Diretoria. Confira abaixo quem são eles:

GIOVANNI BAVARESCO (CREF 001512-G/RS): é graduado pelo IPA e possui pós-graduação em Treinamento Desportivo. Já foi conselheiro do CREF2/RS e atualmente é o diretor da CBrasil, empresa que há 22 anos promove cursos de especialização para professores, estudantes e profissionais das áreas de Educação Física, Nutrição e Fisioterapia.

EDUARDO MERINO (CREF 004493-G/RS): é graduado pela UFRGS e doutor em Ciências do Esporte. Atuou por oito anos como coordenador do curso de Educação Física da ULBRA e foi presidente do CREF2/RS entre 2010 e 2014. Atualmente é professor da UFPel e presidente da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do Conselho.

CARMEN ROSANE MASSON (CREF 001910-G/RS): é graduada em Educação Física pelo IPA e mestre em Saúde Coletiva pela Unisinos. Foi coordenadora da Secretaria de Esportes de Porto Alegre e da ESEF da Brigada Militar. Atualmente é presidente do CREF2/RS.

ALEXANDRE MOURA GRECO (CREF 004204-G/RS): é graduado pelo IPA e mestre em Reabilitação e Inclusão Social pela mesma instituição e possui MBA em Gestão Estratégicas de Negócios e em Marketing Digital, ambos pela ESPM. Desde 2013, é o coordenador geral das academias do SESC-RS e atua também como professor dos cursos de pós-graduação da Uningá (Santa Maria), HORUS Chapecó, UNISUL (Florianópolis) e da Faculdade da Serra Gaúcha (Caxias do Sul).

ANA MARIA HAAS (CREF 004563-G/RS): é graduada pela Feevale e oficial da Brigada Militar desde 1986. Foi comandante da Escola de Educação Física da Brigada Militar entre 2002 e 2003 e conselheira do CREF2/RS de 2003 a 2005.

SONIA MARIA WAENGERTNER (CREF 007781-G/RS): é graduada pela UFRGS e foi professora da rede estadual de ensino por 25 anos. É representante do CREF2/RS no comitê fundador da Rede OS Porto Alegre e conselheira há seis anos. Na década de 90, foi também diretoria eleita de escola.

ROSA MARIA MARIN PACHECO (CREF 000059-G/RS): é graduada pelo IPA e possui pós-graduação em Medicina e Ciências do Esporte pela PUCRS e em Treinamento Neuromuscular pela UFRGS. Foi presidente da Associação das Academias do Rio Grande do Sul (ACAD/RS) entre 2008 e 2010. É proprietária da academia Espaço Ativo desde 1992.

LEOMAR TESCHE (CREF 000129-G/RS): é graduado pela Feevale e docente do curso de Educação Física da Unijuí há 32 anos. É doutor em Educação pela Unimep (Piracicaba) e pós-doutor pelo Instituto de Ciências dos Esportes da Universidade de Tübingen (Alemanha). Autor de diversos livros sobre a história da Educação Física no Rio Grande do Sul, atualmente coordena o intercâmbio entre a Unijuí, a Universidade Uni-Tubingen e o Instituto Carlos Linneo de Oberá (Argentina).

DÉBORA RIOS GARCIA (CREF 002202-G/RS): é graduada pelo IPA e possui especialização em Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica e mestrado em Ciências do Movimento Humano, ambos pela UFRGS. Atualmente é professora do curso de Educação Física da Faculdade Sogipa e da pós-graduação do Instituto de Administração Hospitalar e Ciências da Saúde (IAHCS).

ALESSANDRO DE AZAMBUJA GAMBOA (CREF 001534-G/RS): é graduado pelo IPA e possui pós-graduação em Ciências da Saúde (PUCRS) e em Administração e Marketing Esportivo (Universidade Gama Filho). É sócio-diretor da G2 Sports, consultor de academias e coordenador geral de eventos relacionados à Educação Física e à saúde.

Membros suplentes:

FELIPE GOMES MARTINEZ (CREF 003930-G/RS): é graduado pela UFRGS e possui especialização em Psicopedagogia Clínica pela Unilassale. É graduado também em Ciências Jurídicas e Sociais pela PUCRS, auditor do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Gaúcha de Judô e integra a Comissão de Ética Profissional do CREF2/RS.

MARCIA ROHR DA CRUZ (CREF 007542-G/RS): é graduada em Educação Física pela UCS e em Administração pela Unisinos. Possui mestrado e doutorado em Administração pela mesma instituição e é presidente do Conselho Municipal do Desporto de Caxias do Sul.

CLÁUDIA RAMOS LUCCHESE (CREF 002358-G/RS): é graduada pela UFRGS e possui pós-graduação em Medicina e Ciências do Esporte (UFRGS) e em Ergonomia (UGF). É coordenadora dos programas de Qualidade de Vida no Banrisul e certificada pela International Stress Management Association em gerenciamento do stress no trabalho.

CLERY QUINHONES DE LIMA (CREF 000297-G/RS): é graduado pela UFSM, pós-graduado em Técnicas Desportivas – Handebol, jornalista e mestre em Comunicação Esportiva. Foi conselheiro do CREF2/RS entre 1999 e 2003 e atualmente desempenha a função de delegado adjunto da FIEP-RS e de secretário do Conselho Municipal de Esportes e Lazer de Santa Maria. Edita o jornal mensal Saúde pela Prática e o site www.santamriaolimpiada2016.com.br.

Conselheiros Plenária



FIEP homenageia CREF2/RS
14/09/2015
Fonte: CREF2/RS

A delegada da Federação Internacional de Educação Física (FIEP) do Ceará, Patrícia Feitosa Lima (CREF 000955-G/CE), e o delegado da FIEP do Rio Grande do Sul, Everton Luis Deiques (CREF 008538-G/RS), visitaram a sede do CREF2/RS na sexta-feira (11) para realizar a entrega de um Certificado de Honra ao Conselho pelo contínuo apoio às ações da FIEP. A distinção foi recebida pela 1ª tesoureira Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS). “Ficamos gratos pelo reconhecimento de uma organização historicamente parceira de tantas lutas”, disse Miryam.

Patrícia também veio participar da posse dos divulgadores da FIEP e proferir uma palestra na Sogipa, em Porto Alegre, com o tema "Saúde e Atividade Física". "Busco nesta visita a troca de informações sobre práticas desportivas e o aperfeiçoamento do profissional de Educação Física", explicou. Segundo Deiques, a vinda da delegada é um ato de reciprocidade aos delegados gaúchos que foram ao Ceará."Foi muito interessante vermos como as práticas e a cultura nordestina influem na atividade física do local”. A FIEP, fundada no dia 2 de Julho de 1923 em Bruxelas (Bélgica), já realizou mais de 100 congressos internacionais em inúmeros países de todos os continentes e continua estudando a concepção de Educação Física, os meios para o esporte, as técnicas e as formas de ensino e a formação de professores.

FIEP



Conselho firma convênio com Faculdade Sogipa de Educação Física
21/01/2015
Fonte: CREF2/RS

Por meio de convênio, profissionais registrados no CREF2/RS têm desconto de 10% nos cursos de pós-graduação da Faculdade Sogipa de Educação Física a partir deste semestre. Há duas opções de matrícula: Ciências do Movimento Humano e Culturas do Movimento Humano. Inscrições e mais informações aqui: www.faculdadesogipa.edu.br.

Em Ciências do Movimento Humano, o objetivo é proporcionar visão sistêmica e integrada da área, a partir de conteúdos técnicos que trabalham o treinamento, avaliação e exercícios práticos. A pós-graduação em Cultura do Movimento Humano, por outro lado, tem intuito de apresentar a cultura contemporânea acerca do movimento, tendo em vista garantir aos profissionais maior desempenho na análise pedagógica da corporeidade e desenvolvimento humano.

Os dois cursos são presenciais, realizados em Porto Alegre. As aulas iniciam em abril e a duração de cada atividade é de três semestres, com opção de aprofundamento em área de interesse: pilates, treinamento funcional, personal trainer, karatê, judô, dança, entre outras.



Nova edição CREF2/RS em Revista está disponível para leitura online
28/08/2014
Fonte: CREF2/RS

Nos próximos dias, os profissionais registrados no Conselho e em dia com suas obrigações estatuárias vão receber a nova edição do CREF2/RS em Revista. A publicação trimestral, referente aos meses de julho, agosto e setembro, tem como tema principal a corrida de rua. A atual fenômeno da modalidade, cujo número de adeptos não para de crescer em todo o Brasil, é explicado, na matéria de capa, pela forma como proporciona qualidade de vida de previne problemas de saúde. O importante valor social da atividade física também é abordado.

Além disto, a atual edição do CREF2/RS em Revista, também conta com perfil do treinador de atletismo da Sogipa Leonardo Ribas (CREF 003760-G/RS), entrevistas com o prefeito José Fortunati e com o atleta paralímpico Carlão de Oliveira e reportagem sobre Educação Física Escolar e o PLC 116/2013.

O CREF2/RS em Revista também tem versão online e pode ser acessado diretamente por aqui. Boa leitura!



Todas edições do CREF2/RS em Revista estão disponíveis para leitura online
08/07/2014
Fonte: CREF2/RS

Enquanto que o CREF2/RS em Revista deste mês não chega da gráfica, você pode, a partir de hoje, conferir todas as nossas edições pela Internet. A publicação trimestral do Conselho, enviada para todos os profissionais registrados, pode ser lida na íntegra através da plataforma Issuu, clicando aqui. O download em PDF do CREF2/RS em Revista também pode ser feito pelo mesmo link.

A próxima edição do CREF2/RS em Revista traz matéria de capa sobre o boom das corridas de rua e matéria sobre a votação do PLC 116/2013, entre outros assuntos. Além disto, apresenta entrevistas com o paratleta Carlos Oliveira, com o prefeito de Porto Alegre José Fortunati e com Leonardo Ribas, treinador de atletismo da Sogipa e da Seleção Brasileira. Aguarde!



CREF2/RS atende na 21ª Convenção Brasil até domingo
16/05/2014
Fonte: CREF2/RS

Com objetivo de integrar profissionais de Edução Física e oferecer intenso intercâmbio de conhecimento, a 21ª Convenção Brasil acontece até domingo (18) na Sogipa. O CREF2/RS conta com espaço na Feira do Esportes, com estande para tirar dúvidas, encaminhar novos registros e renovações, além de entregar cédulas e atualizar cadastros. O serviço oferecido pelo Conselho começou na tarde de ontem e segue até o final do evento. Os horários de atendimento são:

16 de maio, sexta-feira, das 10h às 20h
17 de maio, sábado, das 10h às 20h
18 de maio, domingo, das 10h às 18h

A Feira de Esportes da Convenção Brasil é gratuita e aberta para o público em geral. A programação completa você encontra aqui.

21ª Convenção Brasil
De 15 a 18 de maio
Local: Sogipa (Rua Barão de Cotegipe, 415 - São João)



CREF2/RS realiza hoje Seminário de Educação Física Escolar na Sogipa
15/05/2014
Fonte: CREF2/RS

De hoje até domingo, o CREF2/RS participa da 21ª Convenção Brasil. O evento, que busca integrar profissionais de Educação Física e oferecer aos presentes cursos, feira de esportes e intenso intercâmbio de conhecimento, tem em sua programação o II Seminário de Educação Física Escolar, promovido pelo Conselho e aberto para o público em geral.

Ministrada pelo professor Lúcio Rogério dos Santos (CREF 000001-G/DF), conselheiro do CONFEF e Secretário Executivo da Frente Parlamentar Mista da Atividade Física para o Desenvolvimento Humano no Congresso Nacional, a palestra está marcada para hoje, dia 15. As inscrições para a atividade, que começa às 13h30 e é gratuita e podem ser feitas no local da atividade.

Além do Seminário, o CREF2/RS também conta com espaço na Feira de Esportes, com estande para tirar dúvidas dos profissionais de Educação Física, bem como encaminhar novos registros, renovações e atualizar cadastros. Os horários de atendimento são:

15 de maio, quinta-feira, das 14h às 20h
16 de maio, sexta-feira, das 10h às 20h
17 de maio, sábado, das 10h às 20h
18 de maio, domingo, das 10h às 18h

II Seminário de Educação Física Escolar
Palestrante: Lúcio Rogério dos Santos (CREF 000001-G/DF)
15 de maio, às 13h30
Local: Sogipa (Rua Barão de Cotegipe, 415 - São João)

Confira a programação completa da 21ª Convenção Brasil aqui.



CREF2/RS realiza quinta-feira Seminário de Educação Física Escolar na 21ª Convenção Brasil
13/05/2014
Fonte: CREF2/RS

De quinta até domingo, o CREF2/RS participa da 21ª Convenção Brasil. O evento, que busca integrar profissionais de Educação Física e oferecer aos presentes cursos, feira de esportes e intenso intercâmbio de conhecimento, tem em sua programação o II Seminário de Educação Física Escolar, promovido pelo Conselho e aberto para o público em geral.

Ministrada pelo professor Lúcio Rogério dos Santos (CREF 000001-G/DF), conselheiro do CONFEF e Secretário Executivo da Frente Parlamentar Mista da Atividade Física para o Desenvolvimento Humano no Congresso Nacional, a palestra está marcada para quinta-feira, dia 15. As inscrições para a atividade, que começa às 13h30 e é gratuita, podem ser feitas no local ou através da página do CREF2/RS.

Além do Seminário, o CREF2/RS também conta com espaço na Feira de Esportes, com estande para tirar dúvidas dos profissionais de Educação Física, bem como encaminhar novos registros, renovações e atualizar cadastros. Os horários de atendimento são:

15 de maio, quinta-feira, das 14h às 20h
16 de maio, sexta-feira, das 10h às 20h
17 de maio, sábado, das 10h às 20h
18 de maio, domingo, das 10h às 18h

II Seminário de Educação Física Escolar
Palestrante: Lúcio Rogério dos Santos (CREF 000001-G/DF)
15 de maio, às 13h30
Local: Sogipa (Rua Barão de Cotegipe, 415 - São João)

Confira a programação completa da 21ª Convenção Brasil aqui.



UFPel recebe V Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física
09/05/2014
Fonte: CREF2/RS

A Universidade Federal de Pelotas (UFPel) sedia, entre hoje e amanhã, o V Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física. Promovido pelo CREF2/RS, o evento deste ano tem como objetivo a reflexão sobre a profissão de Educação Física e suas especialidades, além do debate sobre implicações na intervenção profissional e a evasão nos cursos superiores.

A abertura do Fórum, feita por membros da Coordenação Geral e Diretoria do Conselho, serviu para apresentação de projetos dos departamentos de Registro, Jurídico e Fiscalização e Orientação. Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do DEFOR, falou sobre a importância do registro profissional e os coordenadores esclareceram as dúvidas mais frequentes dos alunos sobre o CREF2/RS. Além disso, Cristiane Correa, do Departamento Jurídico, relatou casos em que as universidades poderiam participar de maneira mais eficiente na fiscalização da prática profissional e na defesa da sociedade. "O CREF2/RS e as faculdades devem atuar lado a lado", comentou.

Na reunião, o Conselho reiterou a resolução do CONFEF que diferencia Licenciatura e Bacharelado em dois campos atuação distintos e reforçou a necessidade de maior diálogo com as universidades. A coordenadora de curso Magale Konrath (CREF 000378-G/RS, Feevale), por exemplo, trouxe para discussão as mudanças e os ajustes de currículo, assim como a permanente avaliação sobre as disciplinas de cada habilitação. Luciano Castro (CREF 008924-G/RS, PUCRS), por outro lado, colocou em debate os estágios e o que a universidade tem que fazer para garantir bons profissionais habilitados.

Também participaram do Fórum Daniel Zacaron (CREF 002379-G/RS, FSG), Fernanda Teixeira (CREF 005117-G/RS, UFPel), Luiz Loi (CREF 002264-G/RS, UNIJUÍ Santa Rosa), Pedro Batistella (CREF 000283-G/RS, Universidade de Cruz Alta), Vera Lucia Brauner (PUCRS), Claudio Gutierrez (CREF 014210-G/RS, ADIESEF), Cristiano da Rosa (CREF 000649-G/RS, Sogipa), Fabiano Bossle (CREF 000408-G/RS, UFRGS), José Luiz de Freitas (CREF 001797-G/RS, ULBRA Cachoeira do Sul) e os conselheiros Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), Leomar Tesche (CREF 000129-G/RS) e Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS).



CREF2/RS realiza Seminário de Educação Física Escolar na 21ª Convenção Brasil
08/05/2014
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 15 e 18 de maio, o CREF2/RS participa da 21ª Convenção Brasil. O evento, que busca integrar profissionais e Educação Física e oferecer aos presentes cursos, feira de esportes e intenso intercâmbio de conhecimento, conta em sua programação com o II Seminário de Educação Física Escolar, promovido pelo Conselho e aberto para o público em geral.

A atividade será ministrada pelo professor Lúcio Rogério dos Santos (CREF 000001-G/DF), conselheiro do CONFEF e Secretário Executivo da Frente Parlamentar Mista da Atividade Física para o Desenvolvimento Humano no Congresso Nacional. A palestra, marcada para a quinta-feira (15), começa às 13h30 e é gratuita. As inscrições podem ser feitas no local ou na página do CREF2/RS.

Além do Seminário, o CREF2/RS também tem espaço na Feira de Esportes, com estande para tirar dúvidas dos profissionais de Educação Física, bem como encaminhar novos registros, renovações, atualizar cadastros e outros serviços. Confira os horários de atendimento:

15 de maio, quinta-feira, das 14h às 20h
16 de maio, sexta-feira, das 10h às 20h
17 de maio, sábado, das 10h às 20h
18 de maio, domingo, das 10h às 18h

II Seminário de Educação Física Escolar
Palestrante: Lúcio Rogério dos Santos (CREF 000001-G/DF)
15 de maio, às 13h
Local: Sogipa (Rua Barão de Cotegipe, 415 - São João)

Confira a programação completa da 21ª Convenção Brasil aqui.



Câmara de Ginástica laboral realiza reunião aberta
18/06/2013
Fonte: CREF2/RS

A Câmara de Ginástica Laboral do CREF2/RS realizou no dia 14 de junho, na Sogipa, durante a 20ª Convenção Brasil, sua Reunião Aberta, da qual participaram Profissionais de Educação Física, estudantes e empresários do ramo. A missão da Câmara é assessorar tecnicamente a Diretoria do CREF-RS, em assuntos pertinentes as atividades físicas no ambiente laboral, bem como, qualificar e consolidar a atuação do Profissional de Educação Física nesta área.

O Rio Grande do Sul é pioneiro nacional na ginástica laboral. Foi no Estado que no ano de 1978 foi assinado o primeiro contrato na área. A ginástica laboral é um instrumento de melhoria da saúde do trabalhador, reduzindo e prevenindo problemas ocupacionais através de exercícios específicos realizados no local de trabalho. A prática promove o bem estar, reduzindo o sedentarismo e o estresse.

A ginástica laboral foi desenvolvida para atender de forma adequada as necessidades dos trabalhadores, no sentido da sua preparação física, postural e sociocultural frente aos desafios dos modernos ambientes de trabalho. Surgida originariamente como “ginástica de pausa”, a ginástica laboral é hoje conceituada como um programa sistematizado, aplicado durante a jornada de trabalho, com o objetivo de compensar o esforço exigido pela atividade laboral e de desenvolver as condições para que as estruturas corporais mantenham o equilíbrio necessário para a manutenção da saúde. Esta intervenção deve ser condizente com um programa de saúde do trabalhador que proporcione bem-estar no trabalho, contribua para a prevenção de lesões, acidentes e o surgimento de patologias decorrentes da atividade ocupacional.

É, portanto, um conjunto de atividades com duração média de 10 a 15 minutos, composto por exercícios físicos, dinâmicas de grupos, técnicas de relaxamento, atividades lúdicas e recreativas, jogos cooperativos, exercícios e técnicas respiratórias, técnicas orientais, educação e orientação postural e/ou outras atividades correlatas, com ou sem a utilização de equipamentos diversos (bolas, aparelhos de som, bastões, elásticos, bolinhas, etc.).



Educação Física Escolar é debatida na Sogipa
18/06/2013
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS, por meio da sua Câmara de Educação Física Escolar, realizou, no dia 13 de junho, durante a 20ª Convenção Brasil, o Seminário de Educação Física Escolar, na Sogipa. Participaram do evento como palestrantes o vereador Professor Garcia, as professoras Eliana Alves e Márcia Cruz e o professor Carlos Pilenghi Costa, o Betão.

Uma das principais reivindicações defendidas pelo Conselho Regional de Educação Física – CREF2/RS – é a obrigatoriedade da presença do Profissional de Educação Física nas séries iniciais do ensino público. Atualmente, nas escolas estaduais, as aulas do 1º ao 5º ano do ensino fundamental são ministradas por professores generalistas, o que exclui cerca de 300 mil crianças da iniciação esportiva no Estado.

Segundo o vereador professor Garcia, atualmente as crianças apresentam doenças que até pouco tempo eram relacionadas aos adultos, como hipertensão, glicose alta e colesterol. “Para preveni-las, temos que contar com a orientação correta do Profissional habilitado nas aulas de Educação Física nas séries iniciais”.

Eliana Alves, professora e advogada, explicou que não há como pensar a escola independente da sociedade na qual ela se insere. “O que acontece no ambiente escolar é mais que uma analogia a situações sociais mais amplas; é um reflexo da sociedade”.

O Grupo de Mobilização em Prol da Educação Física foi apresentado por Márcia Cruz. Conforme ela, o objetivo do grupo é contribuir para o resgate da essência da Educação Física Escolar nas Instituições de Ensino Municipais e Estaduais de Caxias do Sul. “Propomos novas alternativas para a recondução deste componente curricular, contribuindo com o desenvolvimento e formação dos alunos na Educação Básica”, explica.

Betão lembrou que o Esporte Escolar a utilização eminentemente educativa do esporte e de todos os seus conteúdos que lhe dão consistência como importante instrumento didático/pedagógico de formação geral de cada aluno em idade prevista para praticá-lo. “O esporte escolar está em crise como em crise está a Educação Física Escolar, bem como toda a Educação”.



Gaúcho fica em 49º na meia maratona de Paris
06/03/2013
Fonte: CREF2/RS

O atleta da Sogipa Gabriel Picarelli chegou em 49º lugar na Meia Maratona de Paris neste domingo, dia 3. Ele foi o sul-americano mais bem colocado, percorrendo os 21 km em 1h13 17. A corrida teve a participação de 30.700 corredores de todo o mundo. Com largada junto ao Château de Vincennes, o clima estava perfeito para a prova: temperatura baixa, sol e pouco vento.

No masculino, a vitória foi do etíope Abebe Negewo – a primeira importante vitória de sua carreira -, com o tempo de 1h01 33, apenas um segundo na frente do segundo e terceiro colocados Daniel Salel, do Quênia, (1h01 34) e Stephen Kiprotich, do Quênia (1h01 34).

Já no feminino, a queniana Pauline Njeri, que havia vencido a prova em 2012, manteve seu título, com o tempo de 1h08 58. Njeri foi seguida pelas compatriotas Gladys Kipsoi (1h09 11) e Monica Jepkoech (1h09 32).

O percurso, que passou por pontos como a Praça da Bastilha, Rue de Rivoli e Hôtel-de-Ville, contou com 5 pontos de hidratação e 35 pontos de animação.

A Meia Maratona de Paris também é utilizada como preparativo para a Maratona de Paris, que acontece em 5 semanas, no dia 07 de abril.



Câmara de Atividades Físicas, Aventuras e Esportes na Natureza do CREF2/RS faz sua primeira reunião
17/01/2013
Fonte: CREF2/RS

Ocorreu hoje, dia 17, a primeira reunião da Câmara de Atividades Físicas, Aventuras e Esportes na Natureza do CREF2/RS, que elegeu como seu presidente o Profissional de Educação Física Luís Leandro Grassel. A reunião também definiu a organização do evento “Formação e intervenção profissional nos esportes e atividades de aventura na natureza”, que ocorrerá durante a Convenção Brasil, tradicionalmente realizada na Sogipa, em Porto Alegre no mês de junho. O evento será gratuito e destinado a Profissionais, estudantes e professores, e irá discutir a formação profissional, além de tratar de questões institucionais ligadas ao esporte, convidando secretários de esporte e turismo para discutir questões ligadas ao tema. Também ficou estipulado que 16 federações ligadas a Aventuras e Esportes na Natureza deverão ser contatadas para definirem atuação conjunta com a Câmara.



Nova Câmara é instituída no CREF2/RS: Atividades Físicas, Aventura e Esportes na Natureza
14/12/2012
Fonte: CREF2/RS

Na tarde do dia 13 de dezembro, quinta-feira, o presidente do CREF2/RS Eduardo Merino se reuniu com Raphael Loureiro Borges, Luis Eurico Kerber, Luis Otávio Frasca Rodrigues e Kassius Nitzke, membros da Câmara de Atividades Físicas, Aventura e Esportes na Natureza do Conselho, que foi instituída na ocasião. Durante o encontro, foram discutidas questões como a formação profissional adequada para atuar na área, a segurança de equipamentos e a fiscalização deste tipo de atividade. Foi agendada uma mesa redonda sobre o tema na Convenção Brasil, evento que ocorre no mês de junho na Sogipa, em Porto Alegre, e reúne Profissionais de Educação Física de todo o Estado. Previamente à reunião, será feito um levantamento junto às instituições de ensino superior do Rio Grande do Sul sobre a existência de disciplinas na área, bem como os Profissionais registrados no Conselho que atuam com esportes na natureza.