Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



Fórum dos Coordenadores reúne representantes de 23 instituições de ensino
20/05/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS realizou no último sábado, dia 18 de maio, o VIII Fórum dos Coordenadores de Curso de Educação Física do Rio Grande do Sul. O evento, que ocorreu na Escola de Ciências da Saúde da PUCRS, reuniu 23 representantes de instituições de ensino de todo o Estado para debater assuntos relacionados às Diretrizes Curriculares Nacionais, ao mercado de trabalho e às especialidades profissionais.

O discurso de abertura do evento foi feito pelo presidente do CREF2/RS José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS), que agradeceu a presença de todos os participantes. “O Fórum, que está chegando à sua oitava edição, surgiu com a demanda de discutir temas importantes para o dia a dia das faculdades. Hoje ele também contribui para a solidificação do profissional de Educação Física em todas as suas possíveis áreas de atuação”, frisou.

Palestras

Dividido em dois momentos, o VIII Fórum dos Coordenadores teve as suas apresentações conduzidas pelo conselheiro federal e presidente da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CONFEF Wagner Gomes (CREF 000035-G/RJ). Na parte da manhã, o debate ficou em torno das Diretrizes Curriculares Nacionais em Educação Física e dos questionamentos recebidos pelo Sistema CONFEF/CREFs sobre o assunto. Os coordenadores puderam tirar dúvidas sobre a forma de ingresso, a estrutura básica do currículo, a carga horária, o projeto pedagógico e sobre os estágios obrigatórios.

Já na segunda palestra, ministrada na parte da tarde, Gomes deu destaque ao mercado de trabalho e às especialidades profissionais. “A definição delas é importante para que se crie referências para a certificação de competências para o exercício profissional especializado, favorecendo a estruturação organizacional da nossa categoria”, salientou. O palestrante também mencionou que as especialidades – trabalhadas no âmbito das instituições de ensino – ainda contribuem com o atendimento que é feito à sociedade. “Elas aprofundam conhecimentos, técnicas e habilidades, agregando conteúdos específicos para a prática”, explicou.

O VIII Fórum dos Coordenadores de Curso de Educação Física do Rio Grande do Sul encerrou com uma roda de conversa entre os representantes das instituições de ensino e foi considerado extremamente positivo pelos membros da Comissão do CREF2/RS. “A troca de experiências, muitas vezes entre faculdades que estão distantes, mas que passam pelos mesmos problemas, é sempre muito construtiva”, finalizou o palestrante. A Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional, nos próximos meses, voltará a se encontrar com os coordenadores para aprofundar as questões trabalhadas no Fórum e outros assuntos, como a qualidade dos cursos EAD na área.

Fórum de Coordenadores



Fórum dos Coordenadores de Curso de Educação Física reúne representantes de 30 instituições de ensino
29/05/2017
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS realizou, nos dias 26 e 27 de maio, o VII Fórum dos Coordenadores de Curso de Educação Física do Rio Grande do Sul. O evento, que ocorreu pela primeira vez na FADERGS, em Porto Alegre, reuniu cerca de 30 representantes de instituições de ensino de todo o Estado, para debater assuntos relacionados ao estágio e à fiscalização, bem como ao empreendedorismo e à educação a distância.

A abertura do evento, que contou com a presença do presidente do CONFEF Jorge Steinhilber (CREF 000002-G/RJ), foi feita pela presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS). A sua fala, além de destacar o trabalho feito pelo Sistema CONFEF/CREFs visando o fortalecimento da profissão, que atualmente conta com 500 mil registrados em todo o país, foi complementada por Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS), presidente da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional. “O Fórum, que surgiu com a demanda de debater assuntos importantes para o dia a dia das faculdades, chega ao seu sétimo ano, com um histórico de grandes discussões, sobre temas como políticas públicas, tecnologia e saúde mental, entre outros mais”, comentou.

Já Steinhilber aproveitou a sua saudação inicial também para destacar o número significativo de coordenadores presentes no Fórum. “Isto mostra que o nosso ensino está nas mãos de pessoas preocupadas em discutir o futuro dos profissionais que estão sendo formados pelas faculdades. O Conselho, atuando politicamente, enfrenta os mesmos desafios dos professores, que é solidificar a Educação Física em todos os seus âmbitos”.

Palestras e debates

A primeira apresentação foi feita pela assessora jurídica do CREF2/RS Cristiane Costa e pela coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS). Elas explicaram o funcionamento do procedimento de fiscalização, do momento da visita aos trâmites jurídicos finais, e como a lei de estágio é inserida neste contexto. “O Conselho só verifica se há o termo de estágio assinado e já tivemos casos em que a pessoa autuada colocou a culpa na Universidade por estar fora da sua área. Eles alegaram que não tiveram a informação sobre a divisão entre a Licenciatura e o Bacharelado e que sempre tiveram autorização para fazer estágio fora do seu curso”, relatou a dupla.

O assunto, complementado por tópicos relacionados à responsabilidade técnica de academias e à disputas judiciais que o Sistema CONFEF/CREFs enfrenta atualmente quanto às lutas, ao futebol e à dança, teve prosseguimento com a palestra de Steinhilber. O Presidente do CONFEF numerou as parcerias que existem entre as instituições de ensino e os Conselhos Profissionais e apresentou um breve panorama da Educação Física e da sua evolução enquanto curso superior. “Os professores universitários precisam, mais do que nunca, auxiliar os acadêmicos para que eles criem uma identidade profissional desde o primeiro semestre”, analisou.

O segundo dia de evento, no sábado pela manhã, teve início com a palestra de Marcelo Curth (CREF 011605-G/RS), que trouxe para discussão o empreendedorismo na Educação Física. Com larga experiência na área, ele destacou que muitos egressos do curso de Educação Física têm o perfil empreendedor e que, por causa disto, as faculdades deveriam explorar mais este tema em seus currículos. “A maioria das instituições de ensino tem disciplinas de gestão, mas ainda não se dá aula com ênfase no empreendedorismo. As ferramentas necessárias para quem pretende abrir o seu próprio negócio ainda são pouco estudadas nos cursos de Educação Física”.

A última parte do Fórum foi marcada pela mesa redonda “Educação a Distância”, com as presenças de Steinhilber e de Dari Göller (CREF 002469-G/RS), da UNIJUÍ. Neste momento, todos os coordenadores puderam relatar as experiências que vivenciam em suas faculdades e o Presidente do CONFEF ainda pode reforçar o entendimento que a Educação Física não pode ser transformada em um curso totalmente a distância. O “CONFEF, junto ao Conselho Nacional de Saúde, já se movimenta na Câmara de Deputados para barrar esta ideia”, adiantou. “O EAD só pode existir se tiver qualidade, com estágios obrigatórios, material didático bem elaborado e exigências avaliativas. O desafio é fazer com que os alunos estabeleçam uma relação de troca com os outros estudantes e uma identidade profissional, mesmo longe da sala de aula”, complementou Göller.

Fórum de Coordenadores Ensino Superior



CREF2/RS em Revista sobre políticas públicas está disponível para download
12/08/2015
Fonte: CREF2/RS

Os profissionais registrados no Conselho vão receber, nos próximos dias, a nova edição do CREF2/RS em Revista. Referente aos meses de julho, agosto e setembro, a publicação tem como tema principal as políticas públicas relacionadas à Educação Física, assunto que vem despertando o interesse do Governo e exigindo a construção de programas que fomentem a prática de atividade física. A presença do profissional habilitado é fundamental neste ambiente que reúne esporte, lazer, formação e Sistema Único de Saúde.

Além disto, a atual edição do CREF2/RS conta ainda com o perfil de Ubirajara Brites (CREF 000416-G/RS), que há quase 40 anos trabalha no setor de Educação Física do Hospital Psiquiátrico São Pedro, e reportagens sobre atividade física para dependentes químicos, sobre o Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física do Rio Grande do Sul e sobre o perigo dos blogs fitness, entre outros assuntos. O CREF2/RS em Revista tem também versão online e pode ser acessado diretamente por aqui. Para quem preferir, a publicação pode ser baixada em PDF ou visualizada em tablets e smartphones pelo aplicativo gratuito da plataforma Issuu.

Revista CREF2 RS em Revista Políticas Públicas



Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional reúne-se na sede do Conselho
03/07/2015
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS reuniu-se nesta sexta-feira (03) na sede do Conselho. Na pauta, ocorreu a avaliação do VI Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física do RS, edição com recorde de coordenadores e instituições participantes. Também se analisou a proposta da organização de um evento científico para comemoração do Dia do Profissional de Educação Física, com o tema “Atividade Física e Saúde”. Estiveram presentes o presidente da Comissão, Eduardo Merino (CREF 004093-G/RS) e os membros Miria Burgos (CREF 001566-G/RS), Helena Alves DAzevedo (CREF 001069-G/RS) e Carlos Ernani Olendzki de Macedo (CREF 001262-G/RS).

Ensino Superior e Preparação Profissional



CREF2/RS reúne coordenadores de curso de Educação Física para debater uso da tecnologia e formação de novos profissionais
18/05/2015
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou, nos dias 15 e 16 de maio, a sexta edição do Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física do Rio Grande do Sul. O evento, que neste ano teve como sede a Univates, em Lajeado, foi dedicado à discussão de temas como os riscos e as oportunidades do uso da tecnologia na intervenção profissional e as experiências no PIBID na formação de novos professores de Educação Física.

As atividades do Fórum iniciaram na sexta-feira à noite com o painel apresentado por Dari Göller (CREF 002469-G/RS), professor da UNIJUÍ; Fabrício Boscolo (CREF 056418-G/SP), professor da UFPEL; e Alexandre Greco (CREF 004204-G/RS), coordenador das academias do SESC/RS. Eles falaram sobre o conceito de tecnologia e explicaram como estes recursos podem auxiliar os alunos no processo de aprendizagem. "Os professores têm que se atualizar, é necessário transformar a didática das aulas. Com o avanço da tecnologia, elas não podem mais ser as mesmas", explicou Greco. Boscolo, por outro lado, destacou como os novos recursos podem despertar o interesse dos acadêmicos para a pesquisa. "Os alunos estão ligados ao mundo virtual, mas poucos veem a pesquisa como auxílio ao dia a dia da profissão", avaliou.

No sábado, o evento contemplou os cursos de Licenciatura com um debate sobre a formação de professores e as experiências com o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID). Neste painel, Ednaldo Pereira Filho (CREF 001102-G/RS), professor da UNISINOS; e Clézio Gonçalves (CREF 008168-G/RS), professor da UFRGS; trouxeram dados importantes para conhecimento de todos os coordenadores. "Há, atualmente, uma defasagem de 7% no número de professores de Educação Física no Estado", relatou Pereira. "Portanto, o PIBID é uma obrigação legal do Governo para todas as instituições de Ensino Superior".

Além disto, Clézio apresentou como o PIBID contribui para a formação dos alunos e como o Programa funciona no dia a dia das escolas. "O PIBID valoriza o lúdico, combate à dependência tecnológica e promove a socialização e a saúde de alunos, em grande parte de baixa renda", contou. O Fórum ainda abriu espaço para o relato de experiências. Leonardo Rosa (CREF 006576-G/RS), coordenador do curso da Univates; e Rodrigo Rother (CREF 004055-G/RS), professor da mesma instituição, trouxeram alguns casos de como o PIBID foi fundamental para a formação dos acadêmicos de Licenciatura da universidade.

De acordo com Rosa, receber os colegas da área foi muito importante para discutir os rumos da Educação Física. "No início deste Fórum, havia a participação de quatro ou cinco instituições, hoje somos mais de dez. Isto mostra que grande parte dos representantes estão preocupados em debater o assunto e abertos para discutir como os cursos de graduação podem ser daqui para frente".

Também participaram da atividade Miria Burgos (CREF 001566-G/RS), da UNISC; Magale Konrath (CREF 000378-G/RS), da Feevale; Márcio Leiria (CREF 009570-G/RS), da UPF; Paulo Mello (CREF 003951-G/RS), da UPF Soledade; Sadi Oliveira Jr. (CREF 001979-G/RS), da ULBRA Torres; José Rogério Vidal (CREF 001965-G/RS), da Unilasalle; Derli Neuenfeldt (CREF 002651-G/RS), da Univates; Pedro Batistella (CREF 000283-G/RS), da UNICRUZ; Daniel Zacaron (CREF 002379-G/RS), da FSG; Julio Andreazza (CREF CREF 002263-G/RS), da UNIJUÍ Santa Rosa, Francisco Tavares (CREF 006966-G/RS), da UFPEL; Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS), vice-presidente do CREF2/RS e professor da UFPEL; Vera Brauner (CREF 015174-G/RS); da PUC-RS, José Luís de Freitas (CREF 001797-G/RS), da Ulbra Cachoeira do Sul, Leomar Tesche (CREF 000129-G/RS), da UNUJUÍ; Alexandre Scherer (CREF 000021-G/RS), do IPA, e Vera Lúcia de Moraes (CREF 008871-G/RS) e Claudinara dal Paz (CREF 013872-G/RS), ambas da URI Frederico Westphalen.



VI Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física inicia amanhã na UNIVATES
14/05/2015
Fonte: CREF2/RS

Entre amanhã (15) e sábado (16), a Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS vai realizar o VI Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física. Com o intuito de refletir sobre o uso de tecnologias e sobre a formação acadêmica, o evento será na UNIVATES, em Lajeado.

A programação do Fórum contará com dois painéis temáticos. O primeiro, intitulado "Tecnologia na formação e intervenção profissional: riscos e oportunidades", terá as falas de Dari Göller (CREF 002469-G/RS), Fabrício del Vecchio (CREF 056418-G/SP) e Alexandre Greco (CREF 004204-G/RS). O segundo, com o tema "Formação de professores de Educação Física: experiências no PIBID", terá o debate de Ednaldo Pereira Filho (CREF 001102-G/RS) e Clézio Gonçalves (CREF 008168-G/RS). Nos dois dias, haverá ainda espaço para a apresentação de relatos de práticas.

O Fórum é dedicado exclusivamente aos coordenadores de curso de Educação Física no Rio Grande do Sul. A cobertura completa você confere a partir de segunda-feira (18) aqui no site do CREF2/RS.



CREF2/RS promove VI Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física em Lajeado
05/05/2015
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS vai realizar, nos dias 15 e 16 de maio, o VI Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física. Neste ano, o evento será na UNIVATES, em Lajeado, terá o intuito de refletir sobre a tecnologia na formação e na intervenção profissional e sobre a formação acadêmica dos profissionais de Educação Física.

A programação do Fórum contará com dois painéis temáticos. O primeiro, intitulado "Tecnologia na formação e intervenção profissional: riscos e oportunidades", contará com a presença de Dari Göller (CREF 002469-G/RS), Fabrício del Vecchio (CREF 056418-G/SP) e Alexandre Greco (CREF 004204-G/RS), que trocarão ideias e experiências. O segundo, com o tema "Formação de professores de Educação Física: experiências no PIBID", terá o debate de Ednaldo Pereira Filho (CREF 001102-G/RS) e Clézio Gonçalves (CREF 008168-G/RS). Nos dois dias, haverá ainda espaço para a apresentação de relatos de práticas.

O Fórum é dedicado exclusivamente aos coordenadores de curso de Educação Física no Rio Grande e está com inscrições abertas. Neste mesmo link, também é possível conferir a programação completa do evento e as normas para cadastro de relatos de práticas.

VI Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física
Data: 15 e 16 de maio, sexta e sábado
Local: UNIVATES – Auditório do Prédio 16
Endereço: Rua Avelino Tallini, 171 – Bairro Universitário
Inscrições gratuitas: www.crefrs.org.br/forum



Somente 50% dos alunos de Ensino Superior chegam ao terceiro semestre do curso
10/05/2014
Fonte: CREF2/RS

O V Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física encerrou neste sábado com o painel temático "Evasão nos Cursos Superiores", apresentado por Rosângela Fritsch, do Programa de Pós-Graduação em Educação da UNISINOS. Além de mostrar os dados relativos de 2012, a professora também contextualizou o Ensino Superior no Brasil na última década.

"Nos últimos dez anos, as matrículas dobraram. Mas só 45% dos alunos conseguem concluir a graduação dentro do prazo previsto", relatou Rosângela. A apresentação da professora serviu de incentivo para que os coordenadores reúnam dados e façam análise mais completa sobre a realidade da evasão nos Cursos de Educação Física. "O que nós conhecemos desses jovens que entram na faculdade?", questionou. "É preciso conhecer o perfil dos alunos, para preparar a melhor metodologia para ser usada em sala de aula".

O número que mais chamou atenção dos coordenadores foi o de que apenas metade dos alunos que ingressam na faculdade chegam ao terceiro semestre do curso. "A instituição tem que mapear o ciclo acadêmico do aluno, da matrícula à conclusão, tendo ações em todos os momentos", avaliou Rosângela. A professora também frisou que o primeiro ano de Ensino Superior é o que vai determinar a continuidade do aluno na universidade. "A evasão é indicador da qualidade do ensino, mas aponta a influência de outros fatores externos também", comentou.

A atividade finalizou com conclusão de que o debate não encerra no Fórum e no âmbito dos cursos universitários. "A discussão do Ensino Médio é fundamental para a gente entender a questão do Ensino Superior", analisou Rosângela. "O perfil do aluno mudou e nós, professores, precisamos nos adequar a essa nova realidade".



Conselheiro do CONFEF palestra no V Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física
09/05/2014
Fonte: CREF2/RS

O primeiro dia de V Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física, realizado na UFPel, encerrou com palestra de Wagner Gomes (CREF 000035-G/RJ), membro da Comissão de Ensino Superior e Preparação do CONFEF. Ele falou sobre as especialidades profissionais em Educação Física e sobre a importância do Conselho Federal em defini-las, para favorecer a estruturação organizacional da categoria.

"Um profissional não representa uma pessoa apenas, representa toda uma categoria", defendeu Gomes. Na apresentação, o professor salientou, com exemplos práticos, que o exercício profissional especializado cria referências para formação permanente, certificação de competências e para qualificação profissional. "As especialidades profissionais aprofundam conhecimentos técnicos e habilidades necessárias adquiridas na graduação, agregando conteúdos à prática", relatou.



UFPel recebe V Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física
09/05/2014
Fonte: CREF2/RS

A Universidade Federal de Pelotas (UFPel) sedia, entre hoje e amanhã, o V Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física. Promovido pelo CREF2/RS, o evento deste ano tem como objetivo a reflexão sobre a profissão de Educação Física e suas especialidades, além do debate sobre implicações na intervenção profissional e a evasão nos cursos superiores.

A abertura do Fórum, feita por membros da Coordenação Geral e Diretoria do Conselho, serviu para apresentação de projetos dos departamentos de Registro, Jurídico e Fiscalização e Orientação. Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do DEFOR, falou sobre a importância do registro profissional e os coordenadores esclareceram as dúvidas mais frequentes dos alunos sobre o CREF2/RS. Além disso, Cristiane Correa, do Departamento Jurídico, relatou casos em que as universidades poderiam participar de maneira mais eficiente na fiscalização da prática profissional e na defesa da sociedade. "O CREF2/RS e as faculdades devem atuar lado a lado", comentou.

Na reunião, o Conselho reiterou a resolução do CONFEF que diferencia Licenciatura e Bacharelado em dois campos atuação distintos e reforçou a necessidade de maior diálogo com as universidades. A coordenadora de curso Magale Konrath (CREF 000378-G/RS, Feevale), por exemplo, trouxe para discussão as mudanças e os ajustes de currículo, assim como a permanente avaliação sobre as disciplinas de cada habilitação. Luciano Castro (CREF 008924-G/RS, PUCRS), por outro lado, colocou em debate os estágios e o que a universidade tem que fazer para garantir bons profissionais habilitados.

Também participaram do Fórum Daniel Zacaron (CREF 002379-G/RS, FSG), Fernanda Teixeira (CREF 005117-G/RS, UFPel), Luiz Loi (CREF 002264-G/RS, UNIJUÍ Santa Rosa), Pedro Batistella (CREF 000283-G/RS, Universidade de Cruz Alta), Vera Lucia Brauner (PUCRS), Claudio Gutierrez (CREF 014210-G/RS, ADIESEF), Cristiano da Rosa (CREF 000649-G/RS, Sogipa), Fabiano Bossle (CREF 000408-G/RS, UFRGS), José Luiz de Freitas (CREF 001797-G/RS, ULBRA Cachoeira do Sul) e os conselheiros Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), Leomar Tesche (CREF 000129-G/RS) e Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS).



Coordenadores de curso reúnem-se na Feevale
28/05/2013
Fonte: CREF2/RS

O IV Fórum de Coordenadores de Curso de Educação Física do RS na FEEVALE refletiu sobre a Educação Física e seus objetos de estudo relacionados à saúde, estilo de vida saudável e novos temas transversais (meio ambiente, relações étnico-raciais e inclusão (na Licenciatura); e diferentes tipos e abordagens de atuação profissional na saúde (ESF; NASF; Saúde mental e do trabalhador, sua interface com a sociedade, dentro da concepção metodológica interdisciplinar e ampliada de saúde (Bacharelado).



Delegação do CREF2/RS participa do 28º Congresso Mundial da FIEP
18/01/2013
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS esteve presente no 28º Congresso Mundial da FIEP 2013, realizado em Foz do Iguaçu – PR – de 12 a 16 de janeiro de 2013. O Congresso é o maior e mais importante evento da Federação Internacional de Educação Física - FIEP, e é realizado anualmente no mês de janeiro de forma ininterrupta desde o ano de 1986, tendo recebido mais de 55 mil participantes desde a sua primeira edição.

Estiveram presentes na delegação o presidente do CREF2/RS, Eduardo Merino, a Vice-Presidente Carmen Masson, a 1ª Tesoureira Miryam Brauch e o Conselheiro Lauro Aguiar Eles participaram do V Fórum de Educação Física Escolar, IV Seminário Sobre Valores do Esporte e Educação Olímpica, III Fórum de Coordenadores de Cursos de Educação Física, II Seminário de Atividades Físicas na Atenção à Saúde, VII Seminário de Ética, III Seminário de História da Educação Física e XI Fórum de Educação Física do Mercosul.

A experiência gaúcha em Educação Olímpica realizada na Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI-Erechim) foi um dos temas do IV Seminário Sobre Valores do Esporte e Educação Olímpica. O projeto foi apresentado pelo coordenador do Curso de Educação Física da URI José Luis Dalla Costa (Nino). Ele explicou que a ação começou a ser desenvolvida na Universidade em março de 2009, por meio do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Física (GEPEF) do Curso de Educação Física da URI – Erechim, que é formado por acadêmicos e professores do curso, e coordena as pesquisas em Educação Olímpica na Universidade e as ações provenientes destes estudos.

O objetivo geral do projeto é difundir os valores do esporte entre as crianças de forma a estimular a participação nas aulas de Educação Física e nas escolinhas de formação desportiva oferecidas pela escola no contraturno. Para trazer a experiência da Educação Olímpica na escola, o grupo promoveu eventos como acantonamento olímpico, acampamento em ginásios de esportes, corrida de rua, festival olímpico de minitênis, festival de pandorgas, entre outras atividades. A iniciativa fez ainda com que se fosse aprovado um projeto voltado às escolas públicas de Erechim e da região.