Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



CREF2/RS tem reunião com pró-reitor da FURG
22/08/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última sexta-feira, dia 16 de agosto, os conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS), representantes da Comissão de Fiscalização e Orientação (COF) do CREF2/RS, foram recebidos pelo pró-reitor da FURG Renato Dias. O motivo do encontro foi obter esclarecimentos sobre o procedimento de apostilamento realizado pela instituição de ensino.

COF



Ciclo de Palestras da Fiscalização reúne 90 participantes em Pelotas
19/08/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última quinta-feira, dia 15 agosto, a Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) do CREF2/RS realizou a terceira edição do Ciclo de Palestras da Fiscalização, em Pelotas. O evento, promovido na Faculdade Anhanguera, reuniu 90 profissionais de Educação Física e estudantes, que assistiram às apresentações dos conselheiros Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS) e Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS) e do ex-atleta e treinador de corrida Eduardo Remião (CREF 001855-G/RS).

O Ciclo teve início com a exposição das ações e dos processos de fiscalização do CREF2/RS. Os dois membros da COF explicaram aos presentes os trâmites, as infrações, os desdobramentos legais e o papel desempenhado pelo Conselho em todos estes casos. O público interagiu tirando dúvidas sobre o exercício ilegal da profissão e o estágio regular, além de esclarecimentos sobre o Termo de Compromisso de Estágio e a permanência integral do profissional de Educação Física no estabelecimento.

No segundo momento do evento, ocorreu a palestra “Treinamento de Endurance com Enfoque em Corrida, Triatlo e Corrida de Montanha”, conduzida por Remião. Em sua fala, ele comemorou o crescimento no número de grupos de corrida em academias, clubes e empresas. "Isto viabiliza cada vez mais a prática esportiva coletiva, seja na modalidade corrida, triatlo ou corrida de montanha. Também é importante reconhecer o papel das assessorias esportivas neste processo”.

Remião ainda explicou que o treinamento para endurance envolve os métodos contínuo, intervalado e fracionado, cada um destes destinado a um tipo de atleta específico. O ex-atleta também citou como aspectos importantes na elaboração do treino, como o nível do desportiva, os objetivos, a metodologia das cargas e o calendário de competições.

Além do evento, a Comissão realizou audiências para assinatura de Termo de Cooperação e uma reunião com os profissionais e proprietários de academias de Pelotas. Em Rio Grande, houve um encontro com o pró-reitor da FURG, que tratou do apostilamento realizado pela instituição, além de uma reunião com os profissionais e proprietários de academias do município. A última edição do Ciclo de Palestras da Fiscalização será realizada em Passo Fundo, no dia 27 de agosto. Inscrições e mais informações aqui.

Ciclo de Palestras da Fiscalização



CREF2/RS realiza Mutirão de Conciliação em Santa Maria e Santana do Livramento
02/05/2019
Fonte: CREF2/RS

O Departamento Jurídico do CREF2/RS realizou nos municípios de Santa Maria e Santana do Livramento, nos dias 24 e 25 de abril, mais uma edição do Mutirão de Conciliação. A ação teve o intuito de proporcionar aos profissionais registrados, que estão em execução fiscal, uma oportunidade para a regularização dos seus débitos. Nas duas datas, foram efetuado 15 acordos, além de cinco atendimentos para esclarecimentos.

De acordo com Matheus Bergmann, assistente do Departamento Jurídico, os Mutirões de Conciliação possibilitam aos profissionais a oportunidade de negociar melhores condições para pagar os seus débitos, pois são oferecidos diversos escalonamentos de parcelamento, além da eliminação dos juros. O CREF2/RS já está programando uma nova edição do Mutirão em Gravataí.

Mutirão de Conciliação



CREF Serra reabre nesta quinta com mutirão de registro e de conciliação
09/04/2019
Fonte: CREF2/RS

Atendendo uma das principais demandas dos profissionais que atuam no interior, o CREF2/RS está reabrindo nesta semana o seu posto avançado em Caxias do Sul. O CREF Serra, que tem o intuito de facilitar o dia a dia dos mais de três mil registrados que moram na região, é a primeira iniciativa do Conselho dentro da sua proposta de descentralizar o atendimento que é feito na sua sede de Porto Alegre.

Fora de atividade desde 2017, o CREF Serra está retornando com uma programação especial na quinta e na sexta-feira, dias 11 e 12 de abril. A Procuradoria Jurídica e o Departamento de Registro do CREF2/RS estarão no local, das 9h às 17h, para fazer um mutirão de atendimento, em que profissionais poderão resolver as suas pendências financeiras através de uma conciliação e regularizar a sua situação, entregando documentos ou efetuando registros de Pessoa Física e Jurídica.

Com o CREF Serra, a intenção do Conselho é fazer com que aqueles que precisavam se deslocar até Porto Alegre não precisem mais ter o custo de uma viagem. “O CREF Serra está sendo reaberto porque, desde o início da nossa gestão, sentimos a necessidade de descentralizar os serviços e as ações de fiscalização. No futuro, também pretendemos abrir um posto de atendimento na zona sul do Estado e outro na fronteira”, explica o presidente José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS).

“A nova sede do CREF Serra terá uma proposta diferente daquela que foi implantada anteriormente. Desta vez, teremos um escritório menor, mas com uma localização central e de fácil acesso”, complementa o 1º tesoureiro do CREF2/RS Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS). “Neste primeiro momento, o atendimento será realizado duas vezes por semana. sempre nas quintas e nas sextas-feiras, das 14h às 18h, com agendamento prévio pelo site do CREF2/RS. O CREF Serra colocará à disposição todos os serviços que hoje são ofertados na sede em Porto Alegre, como registro, emissão de Cédula Profissional, negociações financeiras, denúncias e demais esclarecimentos”, acrescenta Gonçalves.

Reabertura do CREF Serra
Mutirão de conciliação e de registro
Datas: quinta-feira, dia 11 de abril, e sexta-feira, dia 12 de abril, das 9h às 17h
Endereço: Avenida Rio Branco, 840/703 – Bairro São Pelegrino

Atendimento normal: todas quintas e sextas-feiras, das 14h às 18h
O agendamento poderá ser feito neste link em breve

CREF Serra



Comissão de Ensino Superior responde dúvidas sobre as novas Diretrizes Curriculares Nacionais
01/04/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS realizou sua reunião mensal na última sexta-feira, dia 29 de março, na sede do Conselho. Estiveram presentes Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS), Débora Garcia (CREF 001069-G/RS), Any Mery Lunardi (CREF 001765-G/RS) e Helena D’Azevedo. Durante os trabalhos, foram analisados e respondidos os questionamentos enviados por e-mail pelos coordenadores de curso relativos às novas Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de graduação em Educação Física.

Entre as várias perguntas encaminhadas pelas Instituições de Ensino Superior, havia dúvidas relativas, por exemplo, se a universidade deveria ofertar Licenciatura na metade do curso, caso a maioria dos estudantes optasse pelo Bacharelado. Segundo a Comissão, a responsabilidade de ofertar cabe a cada instituição e as adequações acontecerão conforme as necessidades. Outro esclarecimento solicitado pelos coordenadores se referia a necessidade de haver um único projeto pedagógico para Licenciatura e Bacharelado. O projeto, no entendimento da Comissão, necessita disponibilizar um núcleo comum (1.600 horas) e uma parte específica (também de 1.600 horas), e que as disciplinas comuns não deverão ultrapassar o quarto semestre.

Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional



CREF2/RS discute na Câmara da capital políticas públicas e solução para professores devolvidos à SMED
27/03/2019
Fonte: CREF2/RS

O presidente José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS) e a conselheira Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) estiveram representando o CREF2/RS na reunião da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude da Câmara Municipal de Porto Alegre, nesta terça-feira, dia 26 de março. Eles foram ouvir os esclarecimentos de Rodrigo Kandrik, diretor-geral de Esporte, Recreação e Lazer da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, sobre a retirada de professores de Educação Física de centros comunitários da capital e do próprio Ginásio Tesourinha, bem como sobre o sucateamento dos equipamentos esportivos municipais.

Segundo o Kandrik, os professores foram devolvidos à Secretaria Municipal de Educação (SMED) por conta de uma determinação do Ministério Público. Nelci Girardi, representante do Parque Alim Pedro, contestou a informação e reclamou sobre o desmonte da antiga Secretaria Municipal de Esporte. Segundo ela, muitas crianças em vulnerabilidade, frequentadoras da atividade no Alim Pedro, abandonaram os programas de prática desportiva. “Nunca vi uma economia tão burra”, advertiu. Élida Machado, do Centro Comunitário Parque Madepinho, também manifestou a sua contrariedade quanto à suspensão das atividades de ginástica artística no local. Para ela, está em curso um plano para privatizar parques e praças da cidade, prejudicando a prática esportiva em áreas públicas da cidade.

O Presidente do CREF2/RS iniciou a sua fala ressaltando o suporte histórico que o poder público municipal porto-alegrense sempre deu à atividade física na cidade, desde 1926 com a oferta de recreação pública à população. Meurer afirmou que este pioneirismo não deveria ser perdido, pois colocaria em risco a saúde da população.

Em nome do Conselho, Meurer cobrou uma definição sobre o futuro dos 14 professores de Educação Física, originários da extinta SME. “O Ministério Público exigia a volta dos docentes das disciplinas de matemática e português, não havendo nenhuma decisão jurídica sobre o retorno de professores de Educação Física. Mas, mesmo assim, eles foram retirados das comunidades, onde prestavam serviços relevantes, e foram realocados no suporte em bibliotecas e em afazeres burocráticos", criticou. "Além dos índices alarmantes de sedentarismo e doenças associadas, a retirada destes profissionais de Educação Física deixa sem atendimento uma fatia considerável da população”.

Foto: Elson Sempé Pedroso/CMPA

Políticas Públicas



CREF2/RS comemora 40 anos de Ginástica Laboral com workshop na FADERGS
03/12/2018
Fonte: CREF2/RS

Na manhã do último sábado, dia 1º de dezembro, o CREF2/RS promoveu o workshop “Ginástica Laboral: Os Desafios e Oportunidades do Mercado”. O evento, que teve entrada gratuita e contou com a presença de profissionais e acadêmicos do curso de Educação Física, foi realizado na FADERGS, em Porto Alegre, como forma de comemorar os 40 anos da Ginástica Laboral no Brasil.

Com uma palestra conduzida pelo conselheiro Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS), também diretor da GPA Soluções em Educação Física e Corporativa, empresa com mais de 15 anos de atuação nesse segmento, o workshop abordou a evolução da atividade ao longo das últimas quatro décadas e o marco que foi a criação do Dia Estadual da Ginástica Laboral, celebrado sempre no dia 22 de novembro. Na sua fala, Gonçalves destacou diversos conceitos, nem todos intimamente relacionados ao ambiente corporativo, e quais são os entendimentos técnicos que se têm hoje a respeito da área.

“A Ginástica Laboral é um mercado exclusivo do profissional de Educação Física e ainda pode ser muito explorado. Para isso, é necessário que se tenha uma visão ampla, para que se criem formatos de atendimentos diferentes, até mesmo porque o ambiente corporativo está sofrendo mudanças frequentemente”, avaliou o palestrante. Por conta de reformas trabalhistas e de novas possibilidades que envolvem espaços coworking e home offices, a Ginástica Laboral passa a ser, atualmente, um ponto de encontro de diversas áreas. “Nós atuamos hoje por meio de exercício físico e de forma sinérgica e multidisciplinar, na promoção da saúde e na prevenção de doenças do trabalhador”, conceitou Gonçalves.

O workshop, além de explorar os aspectos mais teóricos da Ginástica Laboral, também trouxe questões de interesse para aqueles que atuam ou que têm o intuito de se dedicar a esse mercado. Gonçalves, em diversos momentos da sua apresentação, deu dicas de como deve montada uma proposta de Ginástica Laboral para empresas e quais são as melhores formas de organizar as aulas. “O profissional de Educação Física precisa adotar estratégias de ensino que não deixem que a Ginástica Laboral caia na mesmice. O objetivo, acima de qualquer outro, é que os trabalhadores envolvidos realmente percebam os benefícios proporcionados e adotem hábitos de vida mais saudáveis, sobretudo fora das empresas, explicou.

Depois da apresentação, o workshop “Ginástica Laboral: Os Desafios e Oportunidades do Mercado” contou com uma atividade prática, de aproximadamente uma hora e que envolveu todos os presentes. Ela serviu para que todos testassem dinâmicas de aula e trocassem experiências. Com cerca de 30 participantes, o evento foi avaliado de forma extremamente positiva, também pelo espaço aberto para o esclarecimento de dúvidas sobre a área.

Eventos Ginástica Laboral



Benno Becker recebe Troféu Destaque pela sua militância em prol da regulamentação da profissão
11/10/2018
Fonte: CREF2/RS

O professor Benno Becker Júnior (CREF 01644-G/RS) esteve na sede do CREF2/RS no dia 4 de outubro, quando recebeu da presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), o Troféu Destaque na categoria Mérito da Educação Física. A homenagem faz jus a longa militância que Becker desenvolveu em prol do esporte e a sua participação fundamental na regulamentação da profissão de Educação Física. Benno é doutor em Psicologia pela Universidad de Barcelona e mestre em Educação pela PUCRS, tendo publicado 12 livros, e atua como terapeuta e coach pessoal, promovendo cursos e workshops sobre "comunicação Verbal e Não Verbal", "Atividades Psicofísicas para a Qualidade de Vida" e "Técnicas Cognitivas, Comportamentais e Somáticas - TCCS" aplicadas ao controle do estresse individual e grupal no esporte e para empresas, manejo da insônia, redução da Ansiedade e Depressão, manejo da obesidade e redução da Dor.

Benno foi um dos precursores na discussão sobre a problemática da atuação profissional em Educação Física, visando a criação de um órgão orientador, disciplinador e fiscalizador do exercício profissional. Em 1983, ele coordenou a reunião entre diretores, professores e estudantes de Escolas de Educação Física com o objetivo de elaborar um projeto tendo como base os projetos de conselho regionais e federais da psicologia e medicina. Após discussão e debate, o projeto de lei foi aperfeiçoado, e foi proposto a criação de Conselho dos Profissionais de Educação Física. A tramitação do projeto seria na Câmara dos Deputados, com a necessidade da mobilização dos representantes políticos de cada estado, para a defesa e o acompanhamento do projeto. Os Professores Benno Becker e Antônio Amorim foram designados para encaminhar o projeto de lei ao poder legislativo.

O projeto, já aperfeiçoado, foi apresentado por Benno no encontro de diretores de Escolas de Educação Física do Brasil, encontro que comemorava os 50 anos das Escolas de Educação Física da Universidade de São Paulo. Do ano de 1984 em diante, iniciaram de fato as ações concretas para a regulamentação da profissão. Paralelamente, foi apresentado o Projeto de Lei 4559/84, pelo deputado federal Darcy Pozza à Câmara dos Deputados, que dispunha sobre o Conselho Federal e os Regionais dos Profissionais de Educação Física, Desporto e Recreação. Este foi, oficialmente, o primeiro projeto de regulamentação da profissão.

Em praticamente todas as instâncias deliberativas, até então, das APEFs e nos Congressos da FBAPEF, as decisões eram sempre no sentido da luta pela regulamentação. De acordo com o trâmite do projeto de apresentação de propostas para apresentação de substitutivos. O PL 4559/84 foi aprovado pelo Congresso Nacional, em dezembro de 1989, sendo vetado pelo Presidente da República, José Sarney. Isso ocorreu no início do ano de 1990, baseando-se em parecer exarado pelo Ministério do Trabalho.

A luta prosseguiu no início de 1994, com grupos de estudantes de Educação Física preocupados com o crescente aumento de pessoas sem formação atuando no mercado emergente, articularam-se com a APEF-RJ para impedir o abuso, requerendo a regulamentação da profissão, com um novo movimento de mobilização da categoria, com a adesão de político para apresentar o projeto de lei e todo o desgaste que representaria tal questão, ao longo do trâmite do projeto na Câmara e no Senado.

Em Janeiro de 1995, durante a realização do congresso da FIEP em Foz do Iguaçu, o “Movimento pela regulamentação do Profissional de Educação Física” foi lançado na abertura do evento, após contar com a aprovação e adesão do delegado geral da FIEP no Brasil, Prof. Almir Gruhn e do Vice-Presidente, Prof. Manoel José Gomes Tubino. Jorge Steinhilber proferiu conferência de abertura do Congresso, anunciando que a assembleia da Federação Brasileira das Associações de Profissionais de Educação Física aprovara a proposta de regulamentação da profissão, e que lançava o “Movimento” como mola propulsora da regulamentação e como centro da rede de divulgação e mobilização, que seria necessária para esclarecimento e adesão nacional a respeito da questão. Assim foi lançado o “Movimento nacional pela regulamentação do Profissional de Educação Física”, no início do ano de 1995. Até a audiência pública realizada no dia 17 de outubro de 1996, o deputado Paulo Paim consultou as Instituições formadoras de profissionais de Educação Física, entidades, órgãos públicos, profissionais e estudantes de Educação Física.

Em 13 de agosto de 1998, o projeto foi incluído na ordem do dia do Senado. Após alguns momentos de tensão, em razão de possíveis emendas ao Projeto de Lei, o professor Jorge Steinhilber, reunido com a deputada Laura Carneiro e Senadores, firmou acordo para possibilitar a aprovação do Projeto de Lei nesta sessão. Após algumas manifestações de parlamentares, e um longo e brilhante discurso do senador Francelino Pereira, o projeto foi aprovado por unanimidade e encaminhado à sanção presidencial. Em 1º de Setembro de 1998, o Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, sanciona a lei 9696/98, publicada no Diário Oficial da União em 02/09/98.

Troféu Destaque 2018



CREF2/RS repudia uso do nome do Conselho em cobranças realizadas pelo SINPEF/RS
29/08/2018
Fonte: CREF2/RS

Em razão dos frequentes questionamentos de profissionais registrados que recebemos diariamente a respeito da contribuição sindical, o CREF2/RS vem por meio desta nota esclarecer que não possui vínculo com o SINPEF/RS e que repudia veementemente o uso do seu nome nestas cobranças.

Todas as questões relacionadas aos pagamentos exigidos, que estão unicamente sob responsabilidade do SINPEF/RS, devem ser tratadas diretamente com o Sindicato, pela página www.sinpefrs.com.br, pelo e-mail contato@sinpefrs.com.br ou pelos telefones (51) 3085-9529 e (51) 3062-3156.

Demais esclarecimentos sobre a contribuição sindical, antes e após a Reforma Trabalhista, podem ser encontradas na nossa página, diretamente neste link.

Sindicato



Esclarecimentos sobre a norma que retira do MEI a atividade de personal trainer
26/12/2017
Fonte: CREF2/RS

A Receita Federal divulgou, no começo deste mês, algumas alterações relativas ao registro de Microempreendedor Individual (MEI), que entrarão em vigor a partir de 1º de janeiro de 2018. Entre as principais modificações, está a exclusão da ocupação de personal trainer deste enquadramento tributário.

Em razão desta modificação, os profissionais de Educação Física que têm MEI precisarão alterar, já no começo do ano que vem, o seu registro junto ao Conselho, passando a sua Pessoa Jurídica para LTDA, ME ou autônomo. O CREF2/RS orienta, neste momento de muitas dúvidas, que os registrados procurem um Contador ou o SEBRAE para esclarecimentos sobre a regra e para fazer esta mudança de acordo com o que determina a nova legislação.

Mais informações aqui.

MEI



CREF2/RS não disponibiliza contato de registrados para terceiros
03/07/2017
Fonte: CREF2/RS

O Conselho esclarece que, em nenhuma hipótese, disponibiliza os dados dos seus profissionais registrados, como telefone e endereço de e-mail, para terceiros. Os únicos cursos e eventos, cuja divulgação foi autorizada pelo CREF2/RS, se encontram publicados na nossa página. Já as empresas conveniadas, que oferecerem produtos e serviços com descontos, estão listadas também numa seção específica do nosso site.

Caso você receba o contato ou alguma mensagem em nome do CREF2/RS, saiba que pode se tratar de uma fraude. Se desconfiar de alguma situação, pedimos que entre em contato imediatamente pelo e-mail contato@crefrs.org.br ou pelo telefone (51) 3288-0200, para esclarecimentos e relato do ocorrido.

Registro



Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Fiscalização e Ética reúne CREFs da região sul em Porto Alegre
27/06/2017
Fonte: CREF2/RS

A capital gaúcha foi sede, na última sexta e sábado, dias 23 e 24 de junho, do II Encontro Sul Brasileiro das Comissões de Orientação e Fiscalização e Ética Profissional. O evento, que teve o intuito de discutir e de padronizar os procedimentos voltados à atuação de fiscalização, assim com ao trabalho relacionado à Comissão de Ética, contou com a presença de diversos representantes do CREF2/RS, CREF3/SC e CREF9/PR.

Depois de uma rápida saudação da presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que destacou a honra que o CREF2/RS teve em organizar um evento deste porte, o Encontro iniciou, na sexta-feira, com a palestra do conselheiro federal Angelo Vargas (CREF 000007-G/RJ), sobre o valor financeiro da ética e como este assunto se relaciona com o dia a dia das Comissões. “Os agentes fiscais vão à rua não para fechar academias, mas para reduzir os riscos à sociedade. A Comissão de Fiscalização, por exemplo, tem uma grande viés pedagógico, pois não adianta um trabalho corretivo se não houver uma atuação preventiva e educadora”, comentou.

A fala do palestrante, que também salientou com a ausência de disciplinas sobre as questões jurídicas durante a graduação comprometem, de certa forma, a atuação dos profissionais de Educação Física no futuro, foi complementada por uma breve apresentação de Rony Tschoeke (CREF 004979-G/PR), do CREF9/PR. O conselheiro, que aprofundou o tópico da função pedagógica da Comissão de Ética Profissional, reforçou a ideia que o trabalho dos Conselhos é muito mais voltado para a educação do que para a punição. “A nossa atuação é para que o profissional entenda toda a amplitude e a responsabilidade da sua intervenção, não atrelada apenas às questões técnicas”.

Ao longo destes dois dias, as Comissões de Orientação e Fiscalização e de Ética Profissional também tiveram a oportunidade de se reunir separadamente e de debater tópicos bastante específicos às suas rotinas. Nestes encontros, os membros dos três CREFs da região sul puderam trocar experiências, apresentar seus números e buscar formas de aproximar o trabalho que é feito no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná. A atuação em parceria com o Ministério Público, os Termos de Cooperação, as dificuldades dos agentes fiscais e a falta de esclarecimento entre entre a população quanto à exigência da Cédula de Identidade Profissional foram alguns dos tópicos discutidos.

No sábado, o Encontro teve uma palestra do procurador de Justiça do Rio Grande do Sul Paulo Valério Moraes. Ele apresentou, para todos os presentes, o Código de Direito do Consumidor e a sua conexão com as funções desempenhadas pelos Conselhos Profissionais. “O que se espera dos CREFs é que eles protejam a sociedade. Por isto, toda a população deveria buscar saber, quando procura uma academia, se aquele serviço está sendo prestado realmente por um profissional de Educação Física”, declarou. “A importância dos Conselhos está em assegurar o bem-estar e a qualidade de vida. Os profissionais de Educação Física já são reconhecidos como profissionais de saúde, o que só amplia a necessidade de combater a prática e aqueles produtos que são considerados nocivos”, completou.

Ao final das atividades, as Comissões elaboraram um documento oficial, que será levado posteriormente ao CONFEF, para que todo o esforço pela padronização dos procedimentos entre os CREFs da região sul também seja visto e discutido pelos demais Conselhos Regionais do país. “Há um caminho extremamente necessário, para todo o Sistema CONFEF/CREFs uniformize o seu trabalho. Este Encontro está dando um passo para que a gente alcance este objetivo”, declarou Irineu Furtado (CREF 003767-G/SC), presidente do CREF3/SC, numa das falas que encerrou o evento.

Fiscalização Ética Profissional



CREF2/RS comemora Dia Estadual da Ginástica Laboral com evento na Assembleia Legislativa
23/11/2016
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS, por meio da sua Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa, com o apoio do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, realizou ontem, dia 22, no Plenarinho da Assembleia Legislativa do estado, o evento “Ginástica Laboral, Atividade Física na Empresa e o Trabalho Seguro”. O objetivo foi divulgar e consolidar a atuação do profissional de Educação Física como protagonista nas atividades de prevenção da saúde do trabalhador. A data foi escolhida pois, em 22 de novembro de 1978, foi formalizado o primeiro contrato de Ginástica Laboral no Brasil, firmado pelo SESI/RS e a faculdade de Educação Física da FEEVALE, sendo posteriormente transformada em Dia Estadual da Ginástica Laboral pela Lei 14.418, de autoria do Deputado Estadual Adilson Troca.

O evento foi marcado pelo lançamento do livro “Ginástica Laboral: Prerrogativa do profissional de Educação Física”, escrito por especialistas ligados ao Sistema CONFEF/CREFs, e também pela entrega do Prêmio de Reconhecimento à Prestação de Serviço de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa à SER – SAÚDE, EDUCAÇÃO E REABILITAÇÃO, empresa que atua desde 1990 no mercado. A premiação foi recebida pelo sócio da SER, Marco Aurélio Scharcow (CREF 002463-G/RS). Ao final do evento, foi realizada a palestra “A atuação do profissional de Educação Física na promoção da saúde do trabalhador”, ministrada Rony Tschoeke (CREF 004979-G/PR), conselheiro do CREF9/PR e autor de diversos livros sobre o tema.

Segundo o vice-presidente do CREF2/RS e presidente da Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), o livro Ginástica Laboral: Prerrogativa do profissional de Educação Física” foi escrito por cinco conselhos e coordenado pelo presidente do CREF9/PR Eduardo Branco (CREF 000009-G/PR) e membros e profissionais da Câmara Técnica do SESI. “E também é resultado de muitas parcerias que fizemos, como o Procom, MP, Polícia Civil e agora, fechando com chave de ouro, com o Tribunal Regional de Trabalho da 4ª Região, onde tive a felicidade de conhecer desembargador Raul Sanvicente, e ele falou uma coisa certa: a Ginástica Laboral é apenas uma ferramenta para entrarmos na empresa, existem outros programas de atividade física que podem ser utilizados”. Para tanto, completou Lauro, “este livro que estamos lançando vai mostrar os parâmetros para implantar um programa de Ginástica Laboral”.

Adriano Soares da Silva, analista da Gerência de Produção do SESI, explicou que existe um trabalho árduo para que os ambientes de trabalho sejam saudáveis. “E a Ginástica Laboral é um dos serviços que nós oferecemos. Hoje não vemos o profissional de Educação Física apenas para alongar e reforçar a musculatura. Nós cremos que ele é o promotor de saúde dentro do ambiente de trabalho, pois é a pessoa com conhecimentos para educar ou reeducar o trabalhador na atividade física”, avaliou. Silva disse que SESI trabalha de forma articulada, com o profissional de Educação Física atuando junto a fisioterapeutas, nutricionistas e assistentes sociais, sempre pensando na melhor estratégia apara atender as empresas.

O desembargador do TRT4, Raul Sanvicente, gestor do programa Trabalho Seguro, instituído pelo Tribunal Superior do Trabalho, afirma que o programa representa uma face diferente do que é o dia a dia do Judiciário Trabalhista, onde o juiz aguarda as demandas e julga, devolvendo para a sociedade uma sentença. “Este programa seria como se o juiz saísse do gabinete e fosse conviver com a sociedade pró-ativamente para o desenvolvimento de uma cultura de prevenção”, avalia. O desembargador afirmou que o Tribunal humildemente se junta e reconhece todas estas iniciativas em prol de hábitos saudáveis, “pois sabemos que há muitos anos profissionais de Educação Física se dedicam ao assunto”.

Esse programa, continua Sanvicente, “funciona através de parcerias com várias instituições, e é muito enriquecedor estender esta parceria ao CREF2/RS”. O desembargador explicou que busca nesta interação com a sociedade a efetividade do programa, pois o Tribunal sempre ressalta que não adianta apenas formalidade. "Penso que com a parceria com o CREf2/RS, que deve se dar em março, após os trâmites burocráticos, vamos conhecer melhor a Ginástica Laboral, podendo levar esclarecimentos aos juízes e aos servidores em relação a esta atividade.

A presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), ressaltou a trajetória de lutas que o Conselho vem desenvolvendo ao longo do tempo, mobilizando inclusive o CONFEF para expandir a ideia. "Com isto, organizamos este livro, que pode parecer, em uma passada rápida, algo simbólico, mas tem um peso muito significativo, pois nos abre espaço de representatividade da Ginástica Laboral em nível federal". Carmen explicou que a Ginástica Laboral é encargo do profissional de Educação Física e tem como objetivo a prevenção de doenças, sendo a forma mais efetiva e barata de investimento na saúde. "Pesquisas mostram que toda pessoa sedentária tem 100% de chances de ter problemas cardíacos. Se ela fizer atividade física regularmente baixa esta probabilidade para 66%. Está na hora de investirmos na atividade física e desafogarmos os hospitais brasileiros”.

A Atuação do Profissional de Educação Física na promoção da saúde do trabalhador

O Conselheiro do CREF9/PR Rony Tschoeke (CREF 004979-G/PR) afirmou em sua palestra que, depois da folha de pagamento, o segundo maior custo das empresas atualmente são com planos de saúde."Ou seja, a sinistralidade é cada vez maior, com as pessoas recorrendo em massa aos planos de saúde, fazendo exames mais complexos e com isto tem onerado tanto as operadoras quantos as empresas que têm que pagar por estes custos".

Rony afirmou que uma pergunta intrigante e recorrente nas pesquisas sobre saúde é "por que você não faz atividade física regularmente?". A resposta invariavelmente é falta de tempo. "O que seria compreensível, se as pessoas não afirmassem nestas mesmas pesquisas que assistem TV em média de 12 a 14 horas por semana", explica Rony, alertando que são recomendados 150 minutos de atividade física por semana.

"Será que a culpa é do progresso?", questiona Rony. "Se formos pensar nas três revoluções industriais, podemos constatar houve mudanças significativas na vida das pessoas. Hoje vivemos a quarta Revolução Industrial, que traz a realidade virtual. Isto trará efeitos para nossas vidas, tanto é que o Fórum de Davos já incluiu qualidade de vida em seus debates".

O conselheiro afirma que a Ginástica Laboral tem um papel muito importante no atual momento histórico, e que o desafio é aprender a ensinar os trabalhadores a serem fisicamente mais ativos. "Temos que unir esforços distintos em uma estratégia integrada de promoção de saúde", ressalta, lembrando que já em 2005, a Conferência Internacional sobre Promoção da Saúde, realizada em Bangkok, afirmava que o setor privado tem a responsabilidade de assegurar a saúde dos seus empregados, suas famílias e comunidades.

Rony ponderou que os profissionais de Educação Física tem que ser um pouco mais sedutores no marketing social. "Transformando a atividade física não em obrigação, mas sim em um desejo. Para isto, é necessário utilizar cinco pilares: engajamento dos líderes, criar pertencimento, ética e buscar as ações que têm trazido melhores resultados e sustentabilidade", definiu.

Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa



Comissão de Orientação e Fiscalização reúne-se para ressaltar o caráter orientativo das fiscalizações
04/11/2016
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Orientação e Fiscalização realizou ontem, dia 3 de novembro, sua reunião mensal na sede do CREF2/RS. Segundo seu integrante, Samuel de Almeida (CREF 013510-G/RS) durante o encontro estudou-se meios de ressaltar a função orientativa da Comissão. "Para que nosso trabalho não seja visto apenas como fiscalizatório, temos que esclarecer que quando realizamos uma visita, estamos também estamos prestando esclarecimentos para o bom funcionamento da academia", esclarece Samuel.

Durante a reunião, foram homologados pareceres, diretrizes e planejamentos relacionados às fiscalizações. Segundo a coordenadora de Departamento de Fiscalização e Orientação do CREF2/RS, Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), as instruções deverão orientar os fiscais em suas próximas visitas. Ainda durante a reunião foram homologados pareceres de processos de fiscalização, encaminhamento de denúncia crimes, julgamento de empresas que não cumpriram a assinatura do termo de compromisso.

Estiveram presentes à reunião, além dos profissionais já citados, Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS), Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS), Sonia Waengertner (CREF 007781-G/RS) e Luiz Bernardo Waengertner (CREF 007697-G/RS).

Fiscalização



CREF2/RS não disponibiliza contato de registrados para terceiros
31/08/2016
Fonte: CREF2/RS

O Conselho esclarece que, em nenhuma hipótese, disponibiliza os dados dos seus profissionais registrados, como telefone e endereço de e-mail, para terceiros. Os únicos cursos e eventos, cuja divulgação foi autorizada pelo CREF2/RS, se encontram publicados na nossa página . Já as empresas conveniadas, que oferecerem produtos e serviços com descontos, estão listadas também numa seção específica do nosso site.

Caso você receba o contato ou alguma mensagem em nome do CREF2/RS, saiba que pode se tratar de uma fraude. Se desconfiar de alguma situação, pedimos que entre em contato imediatamente pelo e-mail contato@crefrs.org.br ou pelo telefone (51) 3288-0200, para esclarecimentos e relato do ocorrido.

Esclarecimentos



Esclarecimento: CREF2/RS não disponibiliza contato de registrados
12/07/2016
Fonte: CREF2/RS

O Conselho esclarece que, em nenhuma hipótese, disponibiliza os dados dos seus profissionais registrados, como telefone e endereço de e-mail, para terceiros. Os únicos cursos e eventos, cuja divulgação foi autorizada pelo CREF2/RS, se encontram publicados na nossa página; e as empresas, conveniadas para oferecerem descontos, listadas na seção específica do nosso site.

Caso você receba o contato ou alguma mensagem em nome do CREF2/RS, saiba que pode se tratar de uma fraude. Se desconfiar de alguma situação, pedimos que entre em contato imediatamente pelo e-mail contato@crefrs.org.br ou pelo telefone (51) 3288-0200, para esclarecimentos e relato do ocorrido.

Esclarecimento



Conexão CREF tira dúvidas de profissionais em Santa Maria na sexta-feira
09/12/2014
Fonte: CREF2/RS

Dedicado aos profissionais de Educação Física e proprietários de academias, o Conexão CREF promove em Santa Maria, na próxima sexta-feira (12), encontro dos Departamentos de Fiscalização, Jurídico e da Comissão de Ética do CREF2/RS com todos os registrados no Conselho. A atividade, que será realizada pela primeira vez em Santa Maria, tem objetivo de abrir espaço para debate e esclarecimento de dúvidas, tanto sobre o procedimento fiscalizatório e seus desdobramentos como sobre o papel, a responsabilidade e as atribuições do profissional e do responsável técnico no local de trabalho.

O evento será realizado na Faculdade Metodista de Santa Maria (FAMES) e as inscrições podem ser feitas aqui ou diretamente no local. "O Conexão CREF vem abrindo espaço para que os profissionais tirem dúvidas e tragam ideias para debate, gerando assim boa discussão sobre a prática profissional", analisa Fernanda Rodrigues, coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação. Em sua quarta edição, o Conexão CREF passou anteriormente por Porto Alegre, Pelotas e Caxias do Sul, esclarecendo questões importantes sobre o dia a dia de trabalho do profissional de Educação Física e diminuindo assim o número de autuações.

Conexão CREF Santa Maria
Data: 12/12 (sexta-feira)
Horário: 19h
Local: FAMES – Faculdade Metodista de Santa Maria (auditório)
Endereço: Rua Dr. Turi, 2003 – Centro
Inscrições: aqui



Conexão CREF chega a Santa Maria em dezembro
27/11/2014

O CREF2/RS vai dar continuidade ao Conexão CREF, projeto em que promove encontros da sua Comissão de Ética e do Departamento de Fiscalização com as pessoas jurídicas, responsáveis técnicos e profissionais registrados no Conselho. No próximo dia 12 de dezembro, a atividade será realizada em Santa Maria, no auditório da FAMES, e já está com as suas inscrições abertas. Para participar, cadastre-se aqui.

Em sua quarta edição, o Conexão CREF tem o objetivo de levar ao conhecimento do seu público o papel da fiscalização e seus procedimentos, para diminuir assim o número de autuações. Além disto, e as atribuições do Responsável Técnico e outros temas importantes para o dia a dia de trabalho também são trazidos para esclarecimento. Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação, acredita que encontros deste tipo fortalecem o Conselho e enriquecem o currículo dos registrados. "O Conexão CREF abre espaço para que eles tirem dúvidas e tragam ideias para debate, gerando assim boa discussão sobre a prática profissional", analisa.

Conexão CREF Santa Maria
Data: 12/12 (sexta-feira)
Horário: 19h
Local: FAMES – Auditório
Endereço: Rua Dr. Turi, 2003 – Centro
Inscrições: aqui



Conexão CREF tira dúvidas de profissionais em Pelotas
25/11/2014

Na última sexta-feira (21), o CREF2/RS realizou a terceira etapa do Conexão CREF, em Pelotas. O projeto tem o intuito de aproximar Conselho e profissionais, esclarecendo como funciona a Fiscalização e seus desdobramentos, sendo dedicado aos Responsáveis Técnicos, proprietários de academias e demais atuantes na área.

A atividade contou com palestras ministradas por Liziane Soares, assessora da diretoria do CREF2/RS; Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR); e Eliane Flores (CREF 002649-G/RS), conselheira e membro da Comissão de Ética Profissional. "O encontro foi muito útil e positivo. O Conexão CREF tem o objetivo de informar os profissionais sobre questões do dia a dia da profissão, mas que muitos desconhecem", avaliou Liziane. "Desta forma, ao longo das palestras surgem muitas dúvidas e esclarecimentos", completou.

Na conversa com os profissionais, foram abordados assuntos como a regulamentação da profissão e a finalidade do CREF2/RS em "orientar e fiscalizar a atividade profissional". Além disto, questões como atribuições do Responsável Técnico, objetivos e consequências da Fiscalização e temas que ainda tramitam no Judiciário foram explicados pelos palestrantes. "Com o Conexão CREF, os profissionais passam a entender melhor como funciona o Conselho e podem passar estas informações adiante", concluiu Liziane.

O Conexão CREF terá mais uma edição em 2014. No dia 12 de dezembro, Santa Maria recebe nova etapa do projeto. As inscrições estão abertas e podem ser feitas por aqui.



Pelotas recebe Conexão CREF amanhã
20/11/2014

Nesta sexta-feira (21), o CREF2/RS dá continuidade ao Conexão CREF, projeto em que realiza encontros da sua Comissão de Ética e dos departamentos de Fiscalização e Jurídico com os profissionais registrados no Conselho. A atividade será realizada na Escola de Educação da UFPel e tem inscrições gratuitas. Para participar, clique aqui.

Com o intuito de aproximar e orientar os profissionais do interior do Estado, o Conexão CREF leva ao conhecimento dos registrados o papel da fiscalização e seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. O papel e as atribuições do Responsável Técnico também são trazidos para esclarecimento. Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação, o encontro vai fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física de Pelotas e região. "Além disto, vai abrir espaço para que eles tragam dúvidas e ideias para debate", comenta.

Conexão CREF Pelotas
Data: 21/11 (sexta-feira)
Horário: 19h
Local: ESEF/UFPel – Auditório
Endereço: Rua Luís de Camões, 625 – Três Vendas
Inscrições: aqui



Conexão CREF chega a Pelotas na próxima semana
13/11/2014

Para se aproximar e orientar os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS dá continuidade ao Conexão CREF, em que realiza encontros da sua Comissão de Ética e dos departamentos de Fiscalização e Jurídico com os registrados no Conselho. A terceira atividade do projeto será realizada no dia 21 de novembro, em Pelotas.

Como destaca Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), o objetivo do Conexão CREF é levar ao conhecimento dos profissionais e estabelecimentos o papel do Departamento de Fiscalização e seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. O papel, as responsabilidades e as atribuições do responsável técnico também são trazidos para esclarecimento. "Os encontros vão fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física, além de abrir espaço para que dúvidas sejam sanadas e ideias discutidas", comenta.

As inscrições já podem ser feitas pelo e-mail eventos@crefrs.org.br e os interessados podem enviar também seus questionamentos e tópicos de interesse para serem abordados nas apresentações.

Conexão CREF Pelotas
Data: 21/11 (sexta-feira)
Horário: 19h
Local: ESEF/UFPel – Auditório
Endereço: Rua Luís de Camões, 625 – Três Vendas
Inscrições: eventos@crefrs.org.br



ULBRA Carazinho recebe palestra do CREF2/RS
03/11/2014

Na quarta-feira (29), o CREF2/RS promoveu palestra na ULBRA Carazinho. Com o tema "Jurídico, Fiscalização e Ética no Conselho Regional de Educação Física", a assessora jurídica Cristiane Costa falou sobre a regulamentação da profissão e a atribuição do CREF/2RS como órgão de orientação e fiscalização da atividade profissional. Com entrada gratuita, a atividade foi aberta para estudantes e profissionais da região.

O processo fiscalizatório, bem como seus desdobramentos éticos e legais, foi apresentado de maneira didática para os presentes. Além disto, outras questões importantes, como a atuação do Responsável Técnico e demais atribuições do CREF2/RS, foram trazidas para esclarecimento. "Cabe também ao Conselho verificar as condições de funcionamento dos locais onde são oferecidos os serviços, desde equipamentos até a limpeza", destacou Cristiane.

Por fim, os acadêmicos que compareceram ao auditório da Universidade também puderam se familiarizar com o registro profissional, obrigatório para todos que possuem curso superior nas modalidades de Licenciatura, Bacharelado e Licenciatura/Bacharelado, bem como provisionados. "Estudantes não podem se registrar no Sistema CONFEF/CREFs, e só podem atuar sob a supervisão de profissional habilitado", explicou Cristiane, que encerrou a atividade salientando sua importante contribuição. "O público teve suas dúvidas sanadas, participando de forma interativa do debate".



Conexão CREF conversa com profissionais de Educação Física em Caxias do Sul
27/10/2014

Na quinta-feira (23), o CREF2/RS realizou a segunda etapa do Conexão CREF, em Caxias do Sul. Ainda em caráter piloto, o projeto tem o intuito de explicar como funciona o procedimento fiscalizatório e seus desdobramentos, sendo dedicado aos Responsáveis Técnicos, proprietários de academias e demais profissionais que atuam na área.

A atividade contou com palestras ministradas por Cristiane Crosta, assessora jurídica do CREF2/RS; Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Orientação e Fiscalização (DEFOR); e Eliana Flores (CREF 002649-G/RS), conselheira e membro da Comissão de Ética Profissional. "O público presente avaliou de forma positiva esta nova edição do projeto", contou Cristiane. "Eles tiveram suas dúvidas sanadas, participando de forma interativa no debate".

Na conversa com os profissionais, foram abordados assuntos como a regulamentação da profissão e a finalidade do CREF2/RS em "orientar e fiscalizar a atividade profissional, defendendo o respeito e a ética". Além disto, questões como atribuições do Responsável Técnico, objetivos e consequências da Fiscalização e temas polêmicos que ainda tramitam no Judiciário foram sugeridos e trazidos para esclarecimento dos presentes.

O Conexão CREF terá mais duas edições em 2014. Nos dias 21 de novembro e 12 de dezembro, respectivamente, Pelotas e Santa Maria recebem nova edição do projeto. As inscrições estão abertas e podem ser feitas por aqui.



Caxias do Sul recebe nova etapa do Conexão CREF amanhã
22/10/2014

Para se aproximar e orientar os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS dá continuidade ao Conexão CREF, em que realiza encontros da sua Comissão de Ética e dos departamentos de Fiscalização e Jurídico com os registrados no Conselho. Ainda em caráter piloto, a segunda atividade do projeto será realizada amanhã, em Caxias do Sul.

Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), o objetivo do Conexão CREF é levar ao conhecimento dos profissionais e estabelecimentos o papel da Fiscalização e seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. "Os encontros vão fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física, além de abrir espaço para esclarecimento de dúvidas e discussões de ideias", comenta.

Conexão CREF Caxias do Sul
Data: 23/10 (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: CREF Serra
Endereço: Rua Antônio Ribeiro Mendes, 1849 – Pio X
Inscrições: eventos@crefrs.org.br



Conexão CREF realiza encontro em Caxias do Sul na próxima semana
15/10/2014

Para se aproximar e orientar os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS dá continuidade ao Conexão CREF, em que realiza encontros da sua Comissão de Ética e dos departamentos de Fiscalização e Jurídico com os registrados no Conselho. Ainda em caráter piloto, a segunda atividade do projeto será realizada na quinta-feira da semana que vem (23), em Caxias do Sul.

Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), o objetivo do Conexão CREF é levar ao conhecimento dos profissionais e estabelecimentos o papel da Fiscalização e seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. "Os encontros vão fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física, além de abrir espaço para esclarecimento de dúvidas e discussões de ideias", comenta.

Conexão CREF Caxias do Sul
Data: 23/10 (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: CREF Serra
Endereço: Rua Antônio Ribeiro Mendes, 1849 – Pio X
Inscrições: eventos@crefrs.org.br



Conexão CREF promove primeiro encontro neste sábado
07/10/2014
Fonte: CREF2/RS

Para se aproximar e orientar os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS inicia nesta semana o Conexão CREF, em que realiza encontros da sua Comissão de Ética e dos departamentos de Fiscalização e Jurídico com os registrados no Conselho. Em caráter piloto, a primeira atividade do projeto será realizadas neste sábado (11), em Porto Alegre. No 23 de outubro, será a vez de Caxias do Sul receber o evento.

Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), o Conexão CREF permite levar ao conhecimento dos profissionais e estabelecimentos o papel da Fiscalização, bem como seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. ""Os encontros vão fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física, além de abrir espaço para esclarecimento de dúvidas e discussões de ideias"", comenta.

Em 2014, o Conselho ainda realiza outros dois pilotos, em Pelotas e Santa Maria, para elaboração do planejamento 2015 do projeto, em que outras regiões do Estado também serão contempladas com a atividade. As inscrições já podem ser feitas pelo e-mail eventos@crefrs.org.br e os interessados podem enviar também seus questionamentos e tópicos de interesse para serem abordados nas apresentações.

Conexão CREF Porto Alegre
Data: 11/10 (sábado)
Horário: 9h
Local: CREF2/RS
Endereço: Rua Coronel Genuíno, 421/401 – Centro
Inscrições: eventos@crefrs.org.br

Conexão CREF Caxias do Sul
Data: 23/10 (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: CREF Serra
Endereço: Rua Antônio Ribeiro Mendes, 1849 – Pio X
Inscrições: eventos@crefrs.org.br



Conexão CREF realiza encontros com profissionais do interior do Estado
26/09/2014
Fonte: CREF2/RS

Para se aproximar e orientar os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS inicia em outubro o Conexão CREF, em que realiza encontros dos departamentos de Fiscalização e Jurídico, bem como da sua Comissão de Ética, com os registrados no Conselho. Em caráter ainda experimental, as primeiras atividades do projeto serão realizadas nos dias 11 de outubro, em Porto Alegre, e 23 de outubro, em Caxias do Sul.

Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR), o Conexão CREF permite levar ao conhecimento dos profissionais e estabelecimentos o papel da Fiscalização, bem como seus procedimentos, diminuindo assim o número de autuações. "Os encontros vão fortalecer o trabalho do Conselho e valorizar o profissional de Educação Física, além de abrir espaço para esclarecimento e dúvidas e discussões de ideias", comenta.

Em 2014, o Conselho ainda realiza outros dois pilotos, em Pelotas e Santa Maria, para elaboração do planejamento 2015 do projeto, em que outras regiões do Estado também serão contempladas com a atividade. As inscrições estão abertas pelo e-mail eventos@crefrs.org.br e os interessados podem enviar também seus questionamentos e tópicos de interesse para serem abordados nas apresentações.

Conexão CREF Porto Alegre
Data: 11/10 (sábado)
Horário: 9h
Local: CREF2/RS
Endereço: Rua Coronel Genuíno, 421/401 – Centro
Inscrições: eventos@crefrs.org.br

Conexão CREF Caxias do Sul
Data: 23/10 (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: CREF Serra
Endereço: Rua Antônio Ribeiro Mendes, 1849 – Pio X
Inscrições: eventos@crefrs.org.br



CREF2/RS tira dúvidas sobre atividade física no Dia do Desafio 2014
28/05/2014
Fonte: CREF2/RS

Com objetivo de estimular a prática de atividades físicas, o Dia do Desafio 2014 é realizado hoje, simultaneamente em diversas cidades pelo Brasil. Em Porto Alegre, o evento tem ampla programação e conta também com a participação do CREF2/RS. O Departamento de Fiscalização (DEFOR) está na Praça Montevidéu, em frente ao Paço Municipal, para dar informações sobre a prática esportiva, bem como esclarecimentos sobre todo o trabalho realizado pelo Conselho.

De acordo com o SESC, responsável pela organização do evento, é esperado público de 3 a 5 mil pessoas somente nas atividades realizadas em frente à Prefeitura e ao Mercado Público, ambos localizados no Centro Histórico da cidade. Euclides Erlin 50 anos, é um dos participantes do Dia do Desafio 2014. "Eu trabalho de noite e quase nunca tenho tempo para fazer exercício. Estou achando tudo muito legal por aqui, é um incentivo para as pessoas praticarem atividade física", contou.

Em parceria com as prefeituras e o Governo do Estado, o Dia do Desafio está presente em todos os 497 municípios gaúchos, com atividades variadas e relacionadas às áreas de saúde, esporte, lazer, educação e cidadania. Nas áreas montadas no Centro Histórico de Porto Alegre, por exemplo, as pessoas são convidadas a praticar, por, pelo menos 15 minutos, qualquer tipo de exercício físico. Há estandes com esteiras, tênis de mesa e jogos que estimulam o movimento do corpo.

Realizada desde 1997, a disputa do Dia do Desafio é em forma de confronto entre duas cidades de mesmo porte. O município que mobilizar mais pessoas vence. Neste ano, Porto Alegre enfrenta Garulhos pela segunda vez. Em 2012, a capital gaúcha foi a vencedora, com 46,55% da população envolvida, contra 31,39% da cidade paulista. O resultado do Dia do Desafio 2014 deve ser anunciado nos próximos dias.



CREF2/RS participa do Dia do Desafio 2014
27/05/2014
Fonte: CREF2/RS

Com objetivo de estimular a prática de atividades físicas, o Dia do Desafio 2014 será realizado amanhã (28), simultaneamente em diversas cidades. Em Porto Alegre, o evento tem ampla programação e conta também com a participação do CREF2/RS. Os servidores do Departamento de Fiscalização e Orientação (DEFOR) vão estar na Praça Montevidéu, em frente ao Paço Municipal, para dar informações sobre a prática esportiva, bem como esclarecimentos sobre todo trabalho realizado pelo Conselho. O horário de atendimento é das 9h30 às 17h.

Promovido no Rio Grande do Sul pelo SESC em parceria com o Governo do Estado e demais prefeituras, o Dia do Desafio estará presente em todos 497 municípios gaúchos, com atividades sistemáticas em áreas como saúde, esporte, lazer, educação e cidadania. A proposta do evento, aberta ao público em geral, é que as pessoas interrompam suas rotinas e pratiquem por, pelo menos 15 minutos, qualquer tipo de exercício físico. A disputa é organizada em forma de confronto entre duas cidades de mesmo porte e o município que mobilizar mais pessoas vence. Este ano, a capital gaúcha enfrentará Guarulhos pela segunda vez. Em 2012, Porto Alegre foi vencedora, já que mobilizou 46,55% da população, enquanto que a cidade paulista apenas 31,39% de seus habitantes.

Há atividades em diversos pontos da cidade, com horários variados e destinadas a todas faixas etárias. A programação completa do Dia do Desafio 2014 em Porto Alegre você confere aqui.

CREF2/RS no Dia do Desafio 2014
Local: Praça Montevidéu, em frente ao Paço Municipal de Porto Alegre (Centro Histórico)
Horário: das 9h30 às 17h



Nota de esclarecimento: "Exercise is medicine"
15/10/2012
Fonte: CONFEF

"O CONFEF esteve presente no dia 4 de outubro à abertura do 35º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, onde obteve esclarecimentos sobre o programa ""Exercise is Medicine"", do American College of Sports Medicine. Segundo matérias veiculadas pela mídia, o ""Exercise is medicine"" será implantado na rede estadual de saúde de São Paulo, numa parceria entre o Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (Celafiscs) e a Secretaria de Saúde do Estado, para capacitar médicos e outros profissionais da área da saúde a ""prescreverem"" atividades físicas. Na abertura do Simpósio, o dr. Victor Matsudo, diretor científico do Celafiscs, elucidou que a imprensa traduziu erroneamente o termo ""prescription"" do projeto original, que pode ser tanto prescrição quanto orientação. Matsudo frisou que a capacitação do ""Exercise is medicine"" tem por objetivo fazer com que os profissionais na área da saúde passem a acrescentar a recomendação de atividades físicas em seus receituários e que orientem os pacientes a procurarem um Profissional de Educação Física. Portanto: os médicos e outros profissionais da área da saúde NÃO VÃO prescrever atividades físicas, mas sim RECOMENDÁ-LAS e encaminhar o paciente ao acompanhamento de um Profissional de Educação Física."