Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



CREF2/RS participa de campanha desenvolvida pela Associação Solidária Só os Fortes
31/10/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS, em parceria com a Associação Solidária Só os Fortes, está arrecadando alimentos não perecíveis, roupas, lacres de latas de alumínio e tampas de garrafa PET. O ponto de coleta das doações está instalado na recepção do Conselho, na sua sede em Porto Alegre.

A campanha conjunta com o CREF2/RS tem o intuito de beneficiar asilos, creches e abrigos, assim como moradores de rua, portadores de necessidades especiais e famílias que perderam os seus pertences em incêndios e enchentes. Segundo a representante da Associação, Andrenise Silva, também estão sendo aceitos móveis em bom estado e eletrodomésticos, recolhidos diretamente na residência do doador, mediante agendamento antecipado.

Andrenise também frisa que, com os lacres de latas de alumínio, é possível adquirir cadeiras de rodas e que as tampas de garrafa PET podem ser trocadas por alimentos. Segundo a conselheira Sônia Waengertner (CREF 007781-G/RS), coordenadora da campanha no CREF2/RS, a ação mostra que um pequeno gesto, como separar uma tampa ou um lacre, pode fazer a diferença na vida de pessoas que tanto precisam de apoio.

Associação Solidária Só os Fortes
Endereço: Avenida Benjamin Constant, 212 - Bairro São João
Telefone para contato: (51) 98499-7264

Campanha



CREF2/RS reúne-se com representantes de academias para discutir taxas do ECAD
22/10/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última sexta-feira, dia 18 de outubro, a Comissão de Assuntos em Academia e Afins e o vice-presidente do CREF2/RS, Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS), reuniram-se com 10 representantes de academias. O objetivo foi debater uma proposta com valores mais acessíveis a serem pagos ao Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD) do Rio Grande do Sul.

Tanto representantes da Comissão como das PJ's apontaram esta proposta como uma alternativa para aumentar a adimplência das academias junto ao órgão arrecadador, bem como fortalecer o setor das academias, especialmente as de pequeno porte, oneradas por uma série de tributos e atingidas diretamente pela crise econômica.

Na reunião, ficou definido que o CREF2/RS, autarquia federal que regulamenta a profissão de Educação Física, será o órgão condutor destas negociações, bem como coordenará uma campanha conscientizadora sobre a importância do pagamento das taxas ao ECAD.

ECAD



CREF2/RS entrega agasalhos ao Fitness Solidariedade no Ginásio Tesourinha
30/04/2019
Fonte: PMPA

O CREF2/RS participou no domingo, dia 28 de abril, da 3ª edição do Fitness Solidariedade, que reuniu quase 300 pessoas de todas as idades, assim como nomes de relevância de diversas academias. O evento ocorreu no Ginásio Tesourinha, onde o Conselho entregou as roupas arrecadas na campanha solidária que está realizando na sua sede.

A ação foi promovida pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte e coordenada pela Diretoria de Esportes, Recreação e Lazer, também com o apoio do CREF2/RS, da Relax Massagem, do Departamento Municipal de Habitação, da Guarda Municipal, da Carris e da Ceasa, que doou frutas para o lanche dos dançarinos. Aulas de ritmos como zumba, funk, dança de salão, hit pop, aeroplus, dança do ventre e salsa levaram alegria e movimentou os participantes.

Cláudio Franzen (CREF 003304-G/RS), diretor-geral de Esportes de Porto Alegre e 1º secretário do CREF2/RS, deu enfoque para a troca interpessoal como o grande destaque desse tipo de atividade. “É emocionante o carinho que damos e recebemos em todas as edições do Fitness. Esta iniciativa surgiu de uma ideia carinhosa para arrecadar agasalhos e, quando percebemos, tínhamos grandes parceiros envolvidos no nosso projeto. É a alma e o corpo caminhando juntos”, enfatizou.

Foto: Joel Vargas/PMPA

Fitness Solidariedade



CREF2/RS busca redução das taxas pagas ao ECAD
24/04/2019
Fonte: CREF2/RS

Na última terça-feira, dia 23 de abril, o vice-presidente do CREF2/RS Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS) esteve reunido com Alvino de Souza, gerente do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD) no Rio Grande do Sul. O objetivo do encontro foi iniciar uma negociação para a redução das taxas pagas pelas academias à instituição.

Como destaca Bavaresco, a aproximação com o ECAD era uma das propostas da atual gestão, desde a época da campanha eleitoral, e uma iniciativa que pode contribuir com o crescimento das empresas que atuam na área do fitness. “As academias grandes, na maioria dos casos, não se importam com as taxas cobradas pelo ECAD, mas nós sabemos como este valor pode inviabilizar a continuidade de estabelecimentos que atendem públicos pequenos ou que estão em funcionamento em cidades menores do Interior”, frisou.

A reunião, avaliada de maneira positiva pelo Vice-presidente, é o primeiro passo dado pelo CREF2/RS para a resolução de um impasse antigo, que envolve uma questão pouco conhecida pela maioria dos proprietários de academia. “O primeiro contato que tivemos com o ECAD foi muito bom e acredito que poderemos chegar a uma readequação dos valores que são hoje cobrados. Nós apresentamos a realidade dos pequenos empresários da área da Educação Física e estamos aguardando agora uma proposta, que será apresentada pelo órgão em breve”, finaliza Bavaresco.

ECAD



CREF2/RS participa de campanha desenvolvida pela Associação Solidária Só os Fortes
27/03/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS, em parceria com a Associação Solidária Só os Fortes, está arrecadando alimentos não perecíveis, roupas, lacres de latas de alumínio e tampas de garrafa PET. O ponto de coleta das doações está instalado na recepção do Conselho, na sua sede em Porto Alegre.

De acordo com Andrenise Silva, representante da Associação, a campanha conjunta com o CREF2/RS tem o intuito de beneficiar asilos, creches e abrigos, assim como moradores de rua, portadores de necessidades especiais e famílias que perderam os seus pertences em incêndios e enchentes. "Também recolhemos móveis em bom estado e eletrodomésticos, diretamente na residência do doador, mediante agendamento antecipado", explica.

Andrenise também frisa que, com os lacres de latas de alumínio, é possível adquirir cadeiras de rodas e que as tampas de garrafa PET podem ser trocadas por alimentos. Segundo a conselheira Sônia Waengertner (CREF 007781-G/RS), coordenadora da campanha no CREF2/RS, a ação mostra que um pequeno gesto, como separar uma tampa ou um lacre, pode fazer a diferença na vida de pessoas que tanto precisam de apoio.

Associação Solidária Só os Fortes
Endereço: Avenida Benjamin Constant, 212 - Bairro São João
Telefone para contato: (51) 98499-7264

Campanha Social



Comissão de Atividade Física e Saúde do CREF2/RS realiza sua primeira reunião
13/03/2019
Fonte: CREF2/RS

No dia 6 de março, a Comissão de Atividade Física e Saúde do CREF2/RS esteve reunida na sede do Conselho. No encontro, ficou definido como presidente da Comissão o conselheiro Clery de Lima (CREF 000297-G/RS) e como secretária Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS). Também são membros efetivos os conselheiros Leomar Tesche (CREF 000129-G/RS) e Débora Garcia (CREF 002202-G/RS). A principal pauta da reunião foi a mobilização para as conferências municipais e estadual de saúde.

Segundo o presidente da Comissão, o CREF2/RS irá lançar uma campanha para ressaltar a importância da inserção dos profissionais de Educação Física nas Conferências de Saúde. "É fundamental que estejamos integrados nos projetos e programas de saúde do SUS, bem como nos quadros funcionais das secretarias municipais, estadual e Governo Federal", afirmou Clery. Para reforçar a abrangência da campanha, o CREF2/RS enviou um ofício ao CONFEF para que se some à campanha.

Comissão de Atividade Física e Saúde



CREF2/RS realiza nova entrega da campanha Natal Sem Fome
28/01/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS prosseguiu, na tarde desta segunda-feira, dia 28 de janeiro, a entrega das doações recolhidas durante a campanha Natal Sem Fome. Nesta etapa, parte dos alimentos foi destinada a ex-moradora de rua Teresa Cristina Araújo, que vive no bairro Parque Índio Jari, na periferia de Viamão, cidade localizada na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Teresa, após sair da condição de rua, passou a morar em um barraco de madeira sem banheiro, água encanada nem energia elétrica. Graças a oportunidade ofertada por um projeto social comandado por outro ex-morador de rua, aliado ao fato de ser muito estimada na comunidade, ela recebeu doações dos materiais de construção, além de angariar o trabalho voluntário de pedreiros e pintores, que construíram em regime de mutirão uma nova casa de alvenaria. A partir deste momento, Teresa adotou uma criança abandonada.

NATAL SEM FOME



CREF2/RS firma parceria para fazer trabalho social em Viamão
11/01/2019
Fonte: CREF2/RS

Nesta quinta-feira, dia 10 de janeiro, os vereadores do município de Viamão Guto Lopes, Rodrigo Pox e o assessor do vereador Adão Pretto Filho, Guto Rocha, visitaram o presidente do CREF2/RS, José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS). O objetivo do encontro foi firmar uma parceria com o Conselho, a fim de implementar trabalhos sociais em áreas de vulnerabilidade social daquela cidade. O projeto não tem caráter partidário e será totalmente voluntário.

Segundo Meurer, a primeira ação a ser desenvolvida será a entrega de parte das doações recolhidas durante a campanha Natal Sem Fome, realizado pelo Conselho. Em um segundo momento, o CREF2/RS convocará profissionais de Educação Física voluntários para desenvolver atividades físicas com crianças em situação de rua.

"A construção de uma nova perspectiva para crianças e adolescentes que vivem na rua é vital para a afirmação dos direitos humanos desta população. E o esporte é um grande motivador da ação educativa, devido ao potencial que as atividades esportivas, os jogos e as brincadeiras têm de educar promovendo, ao mesmo tempo, prazer e alegria, prevenindo as doenças crônico-degenerativas e a deterioração da vida social, evitando comportamentos nocivos, tais como o fumo, o álcool e as drogas", afirmou Meurer.

Parcerias



CREF2/RS faz primeira entrega da campanha Natal Sem Fome
04/01/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS iniciou, na tarde desta sexta-feira, dia 4 de janeiro, a entrega das doações recolhidas durante a campanha Natal Sem Fome.

Nesta primeira etapa, uma parte dos alimentos foi destinada a famílias da periferia de Alvorada, cidade da Região Metropolitana de Porto Alegre. Nos próximos dias, instituições de caridade escolhidas pelo Conselho também receberão o restante das doações.

Natal Sem Fome



CREF2/RS promove campanha Natal Sem Fome
12/12/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 12 e 19 de dezembro, o CREF2/RS estará promovendo a campanha Natal Sem Fome. O intuito desta ação é arrecadar alimentos não-perecíveis, que serão doados a instituições que auxiliam famílias carentes da Região Metropolitana de Porto Alegre, ainda a serem definidas.

Alimentos não-perecíveis são aqueles que podem ser armazenados por longos períodos de tempo, como arroz, feijão, lentilha, macarrão, leite em pó, milho e outros. Os interessados em participar podem deixar as suas doações em uma caixa colocada na recepção do Conselho. O horário de funcionamento do CREF2/RS é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h; e às sextas-feiras, das 12h às 17h.

A fome é um problema que ainda persiste no país. Apesar da sua grande extensão territorial e do seu potencial agrícola, problemas como a desigualdade social fazem com que muitas pessoas não tenham condições financeiras para a sua correta alimentação no Brasil. Mesmo com o avanço do combate à fome nos últimos anos, uma pesquisa do IBGE, divulgada em fevereiro de 2018, mostrou que cerca de 13 milhões de brasileiros vivem em situação de vulnerabilidade.

Iremos divulgar aqui na nossa página, posteriormente à campanha, a quantidade de alimentos arrecadados e quais entidades serão contempladas com as doações. Contamos com a sua participação!

A campanha Natal Sem Fome é uma iniciativa, em nível global, da Organização das Nações Unidas (ONU). Mais informações – assim como outros tipos de doações que podem ser feitas – estão disponíveis para consulta na página www.natalsemfome.org.br.

Natal Sem Fome



CREF2/RS adere ao Outubro Rosa propondo atividade física como prevenção ao câncer de mama
18/10/2018
Fonte: CREF2/RS/INCA

Neste mês, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) lançou a campanha Outubro Rosa 2018, que tem como tema "Câncer de mama: vamos falar sobre isso?". O objetivo é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama e desmistificar conceitos em relação à doença. O CREF2/RS vem se somar na luta contra a doença que é a principal causa de óbitos femininos no Brasil. Para tanto, o Conselho propõe a difusão da atividade física como uma grande aliada não só na prevenção do câncer de mama, bem como na reabilitação de paciente, se realizada sob orientação médica. Com isso, reforça uma das principais filosofias que norteiam a Educação Física, que é sempre trabalhar a saúde, bem-estar e prevenção, evitando ao máximo o surgimento de doenças por meio de uma vida saudável.

O Conselho também ressalta o trabalho essencial dos cerca de 27 mil profissionais habilitados a orientarem corretamente estes exercícios, de modo a não causarem comorbidades nos pacientes ou até mesmo agravar a doença principal. Como o câncer tem tratamento multidisciplinar, o CREF2/RS possui a clara percepção de que o caminho que levará a uma prevenção mais eficaz ao câncer de mama, evitando os sofrimentos por ele causados, passá pela maior integração das profissões da saúde, bem como dos avanços do campo científico e da divulgação na população da doença, seus sintomas

A atividade física é oficialmente reconhecida pelos órgãos oficiais de saúde como uma importante e acessível ferramenta para prevenção do câncer de mama, bem como coadjuvante em seu tratamento, Como o desenvolvimento científico e tecnológico impactaram impulsionaram alguns dos fatores que aumentam o risco da doença, como a obesidade, o sedentarismo e o sobrepeso após a menopausa, o exercício físico torna-se ainda mais imprescindível no atual momento histórico.

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido enquanto outros são mais lentos. No Brasil, estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres. Em 2016, aproximadamente 14 mil mulheres foram a óbito.

De acordo com dados do Diesporte (Diagnóstico Nacional do Esporte) criado pelo Ministério da Saúde, 45,9% da população brasileira é sedentária, sendo que 50,1% é representado pelo público feminino. O CREF2/RS vem travando uma batalha incessante pela preservação e manutenção dos locais públicos esportivos, bem como de seus órgãos representativos, que estão sendo ameaçados pelas políticas recessivas implantadas no país, além de lutar pela maior inserção do profissional de Educação Física nos Núcleos de Apoio a Saúde da Família (NASF), possibilitando a prevenção e manutenção, por meio da prática de atividades físicas, das populações que dependem da saúde pública no país.

Outubro Rosa 2018



CREF2/RS entrega doações à Campanha do Agasalho 2018
27/07/2018
Fonte: CREF2/RS

O frio e a chuva retornaram ao Rio Grande do Sul e devem seguir nas próximas semanas, mesmo com algumas oscilações pontuais na temperatura. Por isso, é importante que os gaúchos continuem participando da Campanha do Agasalho. O CREF2RS colaborou no esforço de amenizar os efeitos dos fenômenos climáticos na vida das comunidades mais carentes. Nesta sexta-feira, dia 27, o Conselho entregou na Central de Doações da Defesa Civil as roupas arrecadadas na sua sede. Foram doadas à Prefeitura de Porto Alegre 19 peças de roupas para adultos e 24 vestimentas para crianças. Também foram direcionadas ao Asilo Padre Cacique 21 peças de roupas para amenizar o frio rigoroso enfrentado neste inverno pelos idosos daquela instituição.

Quem ainda quiser colaborar, pode fazer doações no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), na Avenida Borges de Medeiros, 1501, em Porto Alegre. Ali funciona a Central de Doações. O telefone é 51 3288-6781. Durante o inverno, existem outros pontos de coleta localizados órgãos públicos estaduais, quartéis da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul, supermercados Zaffari e Unidades do Sesc/Senac no Estado.

Campanha do Agasalho



Câmara da Saúde do Fórum-RS se reúne com deputado Pepe Vargas para discutir ensino EAD
25/06/2018
Fonte: CREF2/RS

O vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), esteve presente no dia 21 na reunião da Câmara da Saúde do Fórum-RS, realizada na sede do Conselho Regional de Farmácia, que contou com a presença do deputado federal Pepe Vargas. A pauta do encontro foi expôr ao parlamentar o avanço exponencial de cursos de graduação na área da saúde EAD, e o risco potencial que isto acarretará na qualidade dos serviços de saúde da população, uma vez que os pontos negativos nesta modalidade são maiores que os positivos, por importar baixa qualidade na aprendizagem e, pela falta de prática, risco sérios à vida. A reunião também teve intuito de somar forças no Congresso Nacional para solicitar uma moratória na autorização de novas vagas para cursos a distância, até que seja discutida e a aprovada uma lei que garanta a formação com qualidade e de forma presencial para as profissões da área da saúde, além de incentivar a discussão e o aprofundamento do PL 5414/16, que proíbe o incentivo do desenvolvimento e veiculação de programas de ensino a distância em curso da área de saúde, que atualmente está com o deputado federal Mandetta, relator da matéria na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), da Câmara dos Deputados.

Segundo o assessor de Relações Institucionais do Conselho Regional de Farmácia, Everton Borges, a explosão de vagas no EAD se iniciou por meio do Decreto 9057/2017, que facilitou a abertura de novos polos, autorizando expressamente sua terceirização mediante celebração de convênios com outras pessoas jurídicas, precarizando ainda mais a fiscalização dos cursos não presenciais. “Este decreto causou o aumento em 124% no número da vagas desta modalidade de ensino”, explica. “Atualmente, temos mais de 600 mil vagas para cursos EAD destinadas a cursos de saúde aprovados pelo MEC. Em breve, começaremos a receber formados em saúde totalmente instruídos a distância, e nós não sabemos qual impacto isto terá na saúde da população”, questiona Everton.

Ainda segundo Borges, em alguns estados, profissões como Serviço Social já não contam com o ensino presencial. "Estamos em uma grande articulação, somando esforços dos conselhos federais e regionais para alertar os profissionais e à sociedade sobre os riscos à saúde proporcionados por profissionais oriundos de cursos completos de graduação EAD". Ele complementou que a Câmara da Saúde não é contrária ao uso da ferramenta, que possibilitou o acesso ao ensino a muitas camadas da população, mas que as profissões da saúde pressupõe atendimento direto ao paciente, colocando em risco a saúde da população se esses profissionais não tiverem contato direto desde a formação.

O vice-presidente do CREF2/RS apontou que um ponto positivo nesta esta crise na saúde é que a união dos trabalhadores do setor só fez aumentar. “Esta unidade se mostrou eficaz, pois na semana passada conseguimos evitar que recursos dos esportes, provenientes da loteria esportiva e por novos jogos que devem ser anunciados ainda este ano pela Caixa Econômica Federal, fossem desviados para segurança”, exemplificou. Segundo Lauro, o governo não entende o conceito de esporte como criação de cidadania, segurança e uma forte possibilidade de que jovens não ingressem nas facções criminosas. "Também sabemos dos interesses econômicos que estão representados nos lobbys milionários que atuam no Congresso Nacional. São grupos que trabalham com a questão da doença, não da prevenção”.

A representante do Conselho Regional de Psicologia (CRPRS), Manuele Araldi, afirmou que principal questão que está sendo discutida com o ensino a distância é o acesso à educação do povo brasileiro. "O EAD tem uma característica de baixo custo, além de possibilitar à população dos interiores acessarem o ensino superior. E assim ele é vendido. Contudo, ele é um falso acesso ao ensino as pessoas que de renda mais baixa”, advertiu. Na avaliação de Manuele, essa faixa da população tem de ser atendida obrigatoriamente por universidades públicas, pela retomada das funções do Prouni ou por modificações nas atuais diretrizes do FIES. “Essa é a real inclusão das camadas populares na educação, já que o EAD é uma falácia, pois forma profissionais não qualificados, o que fere o projeto ético e político das profissões". Manuele avalia que formar pessoas sem noções de cidadania também atenta contra a Soberania Nacional.

Tuane Devit, representante do Conselho Regional de Serviço Social, alertou que os diplomas emitidos pelo Conselho não diferenciam quem cursou aulas presenciais de quem fez o curso completo pelo EAD, já que o MEC não obriga constar esta informação no documento. Tuane também fez um resgate do processo histórico de implantação dos primeiros EADs em 2010. “Logo que eles começaram a atuar, nosso Conselho Federal fez uma campanha com o lema “Educação não é fast food”, pelo qual respondemos a um processo no qual tivemos que pagar R$ 11 mil às empresas de EAD, o que demonstra a força destas empresas". Ela também explicou que, para além da noção da educação e de uma formação de qualidade, existem trabalhadores sendo explorados nestas instituições de ensino, além do material produzido pelos professores, alguns sem nenhum vínculo com estas empresas, ser reproduzido para milhares de alunos, com prejuízo da propriedade intelectual de quem os elaborou. “Resta claro o projeto ideológico de esvaziar o Serviço Social, um curso com tradição de contestação e de luta contra a opressão social”, finalizou.

O deputado federal Pepe Vargas, que também é trabalhador da saúde, iniciou sua fala afirmando que sempre defendeu a multidisciplinaridade na área, permitindo um atendimento global de acordo com as necessidades dos pacientes. Ele salientou que o atual tipo de uso da ferramenta EAD para formação profissional, baseado no discurso de redução de custos para quem não tem dinheiro para cursar uma faculdade, é sedutor para quem não se debruça e estuda a fundo a questão. "Eu confesso que fico abismado com a ideia de alguém se formar médico sem nunca ter contato com um paciente, portanto somos parceiros nesta luta”. Vargas alertou que o país tem enfrentando tempos de exceção, e que o Congresso Nacional é uma instância bastante complexa. “Não é à toa que passou a EC95, que praticamente acaba com o SUS. Temos de ter presente que o principal gasto do governo não é com políticas sociais, e sim com juros e serviços da dívida pública”.

O parlamentar relatou que a Câmara aprovou a abertura de todo o processo de extração de petróleo do Pré-Sal para multinacionais. “Isso afeta diretamente o Fundo Social do Pré-Sal, onde grande parte dos recursos seria dedicado à educação e outra parte para saúde. No modelo de partilha anterior, 80% do óleo retirado ia para o Fundo Social. Agora, chegamos ao patamar de 11%. É uma brutal perda de receitas que estes congressistas aprovaram. Com as empresas de EAD, nós não estamos enfrentando empresários de pequeno ou médio porte, mas sim grandes fundos de investimentos multinacionais que adentraram para especular na área da educação”. Para finalizar, o deputado sugeriu que os conselhos regionais buscassem diálogo com a bancada gaúcha no Congresso, e os conselhos federais buscassem os líderes de bancada, para que se discuta, além da moratória na abertura de vagas no EAD, o debate da PL 5414/16.

EAD



CREF2/RS promove Campanha do Agasalho
15/06/2018
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 15 de junho e 15 de julho, o CREF2/RS vai realizar a Campanha do Agasalho. O Conselho estará arrecadando, em sua sede de Porto Alegre, doações de sapatos, cobertores e roupas usadas em geral, em uma caixa colocada na recepção.

Além disto, também serão aceitos outros itens, como alimentos não perecíveis, materiais de higiene, produtos de limpeza e remédios ainda dentro da validade e não mais utilizados. Todas as doações que o CREF2/RS receber serão entregues ao Asilo Padre Cacique e à Campanha do Agasalho do Governo do Estado.

O horário de funcionamento do CREF2/RS para a entrega das doações é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17; e às sextas-feiras, das 12h às 17h. Participe!

Campanha do Agasalho



CREF2/RS revela vencedores do Troféu Destaque 2017
04/09/2017
Fonte: CREF2/RS

Comemorando o Dia do Profissional de Educação Física, o CREF2/RS realizou na última sexta-feira, dia 1º de setembro, a cerimônia de entrega do Troféu Destaque 2017. O prêmio, que chegou ao seu sexto ano consecutivo, homenageou as pessoas e as empresas que mais de destacaram ao longo do último ano, em 15 categorias diferentes. Os estabelecimentos que completaram dez anos de registro também receberam um certificado como forma de reconhecimento durante a noite.

A abertura da cerimônia foi feita pela presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que destacou a importância da data e o reconhecimento da premiação depois de cinco edições. “O Dia do Profissional de Educação Física, que comemoramos com o Troféu Destaque, é um momento único no ano, em que podemos estar perto de muitos colegas e de sentir orgulho pelo que fazemos pela profissão e pela sociedade”, analisou. A forma de escolha dos vencedores, com uma votação aberta no site do CREF2/RS para a definição dos três finalistas de cada categoria, também foi mencionada pela Presidente. “Somos mais de 25 mil registrados e queremos que todos participem, tanto do Troféu Destaque como do dia a dia do Conselho. Esta é a nossa maior honra”.

Confira os ganhadores:

Mérito da Educação Física
Vilson Fermino Bagatini (CREF 000009-G/RS)
Formado em Educação Física e em Pedagogia, Bagatini possui diversos cursos de aperfeiçoamento na área e é pós-graduado em Técnicas Esportivas em Futebol, Handebol e Voleibol e Mestre em Educação pela Universidade de Paris. Autor de 12 livros, foi docente de dezenas de cursos no Brasil e no exterior e Delegado Regional da FIEP, sendo agraciado pela instituição com a Cruz de Prata de Honra Internacional.

Profissional do Ano
Pedro Rodrigues Curi Hallal (CREF 024120-G/RS)
Mais jovem reitor a ocupar o cargo na Universidade Federal de Pelotas, assumiu a liderança da instituição em 2017. Possui mestrado e doutorado em Epidemiologia pela Universidade e realizou estágio pós-doutoral no Instituto de Saúde da Criança em Londres. É um dos sócios-fundadores da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde e bolsista de produtividade do CNPq.

Profissional de Academia
Roberta Forini Ortega (CREF 012398-G/RS)
Formada pela Universidade Federal de Pelotas, atua desde 2001 em academias. Em Pelotas, atuou com musculação, ginástica, natação e hidroginástica, ministrando também aulas de bike, local, step, combate e lecionando também na Faculdade Anhanguera de Pelotas. Em Porto Alegre desde 2012, atua nas academias Natasul e Fórmula, como personal trainer e professora em diferentes modalidades.

Profissional de Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral
Aline de Andrades Silva (CREF 017502-G/RS)
É graduada pela UNISC e atua desde 2006 na área de licenciatura e de bacharelado. Trabalhou junto a Escolas de Educação Infantil, com Recreação e Lazer, tendo atuado ainda como personal trainer. Atualmente, trabalha com Atividade Física na Empresa e Ginástica Laboral, além de atividades aquáticas, como natação infantil e hidroginástica.

Profissional com Atuação em Projetos Sociais
Paulo Cezar Mello (CREF 003951-G/RS)
É professor da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da Universidade de Passo Fundo e coordenador adjunto do curso de Educação Física Licenciatura no Campus Soledade da Universidade. Na UPF, coordena o Projeto de Extensão “Educação Inclusiva Equoterapêutica”, que concorreu ao Prêmio Educação RS em 2016, do Sinpro. É também diretor da Escola Municipal de Autistas Profª Olga Caetano Dias, de Passo Fundo.

Profissional de Escola
César Augusto Osorio Dornelles (CREF 000875-G/RS)
Pós-graduado em Ciência do Desporto e em Psicomotricidade pela UFRGS, Cesar possui atuação voltada ao ensino da prática pedagógica da Educação Física em nível do pré-escolar e Ensinos Fundamental e Médio, e no desporto escolar de voleibol e atletismo. Atualmente trabalha no Colégio Estadual Júlio de Castilhos, como professor e treinador de voleibol, e na Escola Infantil Tartaruguinha Verde como professor de Psicomotricidade.

Profissional de Paradesporto e Atividade Adaptada
Cláudia Regina Alfama (CREF 006362-G/RS)
É especialista em Ética e Educação em Direitos Humanos pela UFRGS. É profissional de Educação Física da FADERS – Acessibilidade e Inclusão há 23 anos, onde atualmente coordena o Núcleo Estadual do Paradesporto. Faz parte ainda do Comitê Paralímpico Brasileiro, atuando como técnica de voleibol sentado e de bocha paralímpica da Associação Nacional de Desporto para Deficientes.

Profissional de Recreação
Eneida Feix (CREF 002116-G/RS)
É especialista em Educação Psicomotora, em Lazer e Recreação e em Jornalismo Esportivo e possui mestrado na área de Ciências do Movimento Humano. Tem 40 anos de experiência na área de Recreação, com atuação no Ministério do Esporte, na Secretaria Municipal de Educação e de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre, na FUNDERGS e nos Ensinos especial, Fundamental, Médio e Superior.

Profissional Técnico Desportivo
André Luís Rocha Scott (CREF 001215-G/RS)
É atualmente coordenador do Departamento de Basquete do Grêmio Náutico União, além de técnico nas categorias de base e principal do esporte no clube, onde trabalha desde 1992. Atuou como técnico da modalidade também no colégio LaSalle Santo Antônio, onde era professor nos Ensinos Fundamental e Médio. Treinou ainda a Seleção Gaúcha de Basquete nas categorias sub-13, sub-15 e sub-17.

Profissional de Corrida de Rua
Leonardo Rossato Ribas (CREF 003760-G/RS)
Especializado em fisiologia do exercício e em treinamento de atletismo, atua na Sogipa e no grupo PerCorrer. Como treinador de atletismo, participou dos últimos mundiais de atletismo e de revezamento, além dos Jogos Olímpicos do Rio, como treinador da seleção brasileira. Atua também com corrida e caminhada recreativa, com o objetivo maior de proporcionar mais saúde, socialização e qualidade de vida aos praticantes.

Profissional de Saúde
Emilian Rejane Marcon (CREF 002792-G/RS)
É mestre em Ciências da Saúde pela Fundação Universitária de Cardiologia e Doutora em Medicina – Ciências Cirúrgicas pela UFRGS, atuando como pesquisadora nas áreas de obesidade mórbida, exercício físico e cirurgia bariátrica. Atualmente, trabalha no Hospital de Clínicas de Porto Alegre e na Unidade Básica Santa Cecília, onde desenvolve um programa de exercícios físicos para pacientes pré e pós-cirurgia bariátrica.

Clube ou Sociedade
Clube do Professor Gaúcho (CREF 000269-PJ/RS)
O Clube do Professor Gaúcho é a única agremiação social de educadores do Brasil e maior clube classista da América do Sul. Foi fundado em 1966 sob o lema: “a união de uma classe materializada em concreto”. Mantém atualmente três sedes sociais, em Porto Alegre, Santa Maria e Balneário Pinhal, sendo um consagrado espaço de sociabilidade que proporciona convívio entre professores de todas as instituições de ensino.

Academia
Cia Athlética (CREF 001430-PJ/RS)
Presente no mercado há 30 anos, a Cia. Athletica atende 35.000 alunos e conta com 18 unidades pelo Brasil. Em Porto Alegre, conta com ambiente moderno com 3000m² e mais de 30 modalidades de aulas coletivas. A partir de avaliação física e nutricional, sua equipe de profissionais especializada desenvolve um programa completo de atividades de acordo com o perfil, objetivos, preferências e disponibilidade de tempo do aluno.

Veículo de Comunicação
Vozes do Esporte – Rádio Charrua
É um programa de conversa e entrevistas sobre o esporte local e em geral, sendo o mais tradicional programa de esportes da Fronteira Oeste do Estado. Criado para fomentar, discutir, organizar e melhorar o esporte na cidade de Uruguaiana, é apresentado por Vicente Majó da Maia. Está no ar há dezoito anos, sendo cinco na Rádio Charrua, e foi responsável por diversas conquistas na área esportiva da região.

Personalidade do Ano
João Derly
É ex-judoca, bicampeão mundial da modalidade, e também campeão em diversos outros torneios. Participante ativo de campanhas sociais quando atleta, após aposentar-se do judô de alto rendimento fundou o Instituto Pódium, projeto que leva o judô gratuitamente a crianças em situação de vulnerabilidade social. Eleito vereador em 2012 e deputado federal em 2014, tem como principais bandeiras o esporte e as causas sociais.

Troféu Destaque



CREF2/RS lança a campanha “Orientação é tudo” neste 1º de Setembro
01/09/2017
Fonte: CREF2/RS

Hoje, data em que comemoramos o Dia do Profissional de Educação Física, o CREF2/RS está dando início a sua nova campanha, que tem como tema central “Orientação é Tudo”. Nela, o Conselho esclarecerá à sociedade sobre a importância e os benefícios da presença do profissional registrado nas práticas de atividades físicas e, principalmente, o quão transformador é o acompanhamento correto nestas situações.

A cada mensagem divulgada, teremos o acréscimo de alguma frase que simbolize esta transformação positiva desencadeada pela trabalho do profissional de Educação Física. Com isto, reforçaremos junto à população os conceitos de promoção da saúde, da educação e do bem estar, mostrando que, para as atividades físicas serem feitas com eficiência e responsabilidade, a orientação de um profissional é tudo.

Nesta data, 1º de setembro, também parabenizamos todos os profissionais de Educação Física pelo empenho com que realizam seu trabalho e a dedicação por seus alunos.

1º de Setembro Dia do Profissional de Educação Física Orientação é tudo



CREF2/RS participará do Dia do Desafio proposto pelo SESC/RS
16/05/2017
Fonte: CREF2/RS/SENAC/RS

A presidente do CERF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), e o seu vice-presidente Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), participaram hoje (16), no Teatro SESC, em Porto Alegre, do lançamento regional do Dia do Desafio 2017. O evento de foi realizado simultaneamente em Caxias do Sul, Lajeado, Porto Alegre, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria e Santa Rosa. O Dia do Desafio (DDD) acontece sempre na última quarta-feira de maio (este ano, acontece no dia 31) e propõe que as pessoas interrompam suas atividades rotineiras e pratiquem, por pelo menos 15 minutos consecutivos, qualquer tipo de exercício físico.

Em Porto Alegre, a cerimônia reuniu autoridades como o vice-prefeito de Porto Alegre Gustavo Paim, o vereador João Bosco Vaz, o diretor de Eventos da Secretaria Municipal de Porto Alegre Claudio Franzen, parceiros e imprensa. Também estiveram presentes representantes das cidades de Viamão, Cachoeirinha, Gravataí, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Canoas, Torres, Tramandaí, Taquara, Montenegro e municípios das respectivas áreas de abrangência.

Durante o evento, foi realizado um bate-papo com os medalhistas olímpicos Gustavo Endres (Vôlei) e Mayra Aguiar (Judô), e contou ainda com a apresentação do ganhador do The Voice Kids, Thomas Machado. Este ano, o DDD conta com o apoio do Governo do Estado e Prefeitura Municipal, além das parcerias com a Secretaria Estadual de Educação, o Centro Estadual de Treinamento Esportivo (CETE), a Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, da Coordenadoria Geral da Vigilância em Saúde e Federações Gaúchas de diversas modalidades.

Segundo a presidente do CREF2/RS, o Conselho sempre é parceiro do Dia do Desafio, pois é um movimento que o SESC faz em prol da saúde. “Com isto incentiva-se que as pessoas sejam mais saudáveis ao praticarem atividade física. A ideia para este ano é termos Ginástica Laboral no Conselho no Dia do Desafio. Além disto, pretendemos sempre apoiar o SESC na sua promoção de atividades de Educação Física e dos profissionais de Educação Física”.

Lauro afirmou que a data nada mais é do que reforçar a conscientização da população para a prática de Educação Física. “Ressaltando sua importância para evitar todas as doenças associadas ao sedentarismo e a depressão, que atualmente é considerado o mal do século. Penso que evento faz com que as pessoas repensem modo de viver e seu estilo de vida para que possamos ter uma vida mais saudável.

O Sistema Fecomércio-RS/ Sesc realiza o projeto nas cidades gaúchas em parceria com as prefeituras. No Rio Grande do Sul, o Dia do Desafio foi incluído no calendário oficial do Estado a partir da Lei 12.492 de 16 de maio de 2006, de autoria do então deputado estadual Giovani Cherini.

De acordo o diretor regional do SESC/RS Luiz Tadeu Piva, o DDD foi criado no Canadá, sendo difundido mundialmente pela The Association For International Sport for All (TAFISA), entidade de promoção do esporte para todos, sediada na Alemanha. “É uma campanha de incentivo à prática regular de atividades físicas em benefício da saúde”, afirma. “Não pretendemos ter 10 milhões de atletas no Rio Grande do Sul, mas sim 10 milhões de pessoas saudáveis”, resume Luiz. O Sesc/SP coordena o evento no Continente Americano desde 2000 e no Rio Grande do Sul a ação é capitaneada pelo Sistema Fecomércio-RS/Sesc em parceria com as Prefeituras. O convite à atividade física se estende a todos, envolvendo o poder público de cada cidade, as instituições da sociedade civil, empresas, voluntários locais e os próprios participantes.

Para participar do DDD, os municípios se inscrevem previamente e devem mobilizar a comunidade a realizar alguma atividade física entre 0h e 20h do dia 31 de maio. A ação acontece em forma de disputa entre duas cidades de mesmo porte populacional em todo o continente americano ou como autodesafio. O município que mobilizar mais pessoas em relação ao número oficial de habitantes vence. Mais informações podem ser obtidas no site www.sesc-rs.com.br/diadodesafio.

Dia do Desafio 2017



CREF2/RS participa de audiência pública sobre a obesidade infantojuvenil na Assembleia Legislativa
05/05/2017
Fonte: Agência de Notícias/ALRS

A presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) esteve presente na noite desta quarta-feira (3), na audiência pública conjunta na Assembleia Legislativa para debater a obesidade na infância e na adolescência e os reflexos na saúde pública. A proposição foi do deputado Maurício Dziedricki (PTB), que coordenou o encontro. Ao final do debate, foi criado um grupo permanente de trabalho para dar prosseguimento à discussão do tema, propondo ações concretas, como a criação ou modificação de leis.

O parlamentar explicou que a questão surgiu em 2016, quando disputou a eleição municipal, e se deparou com a questão da reincidência de pessoas no sistema de saúde pública por falta de cuidados relacionados à alimentação saudável e inatividade física. Por isso, apresentou, este ano, o PL 40 2017, que cria o cadastro de obesidade infantojuvenil nas escolas de ensino fundamental e médio do Rio Grande do Sul.

A presidente Carmen Masson lembrou que de todas as áreas da saúde apenas o profissional da Educação Física trabalha realmente com a saúde, pois as demais tratam da doença. Ressaltou que apenas 33% da população brasileira realiza atividades físicas regulares e criticou iniciativas que discutem retirar a disciplina de Educação Física dos currículos escolares. Lembrou também que a atividade física traz benefícios à saúde se bem orientada, defendendo como fundamental a orientação do profissional da área. Ainda destacou que é preciso adequar as atividades físicas à idade da criança.

O professor Roberto Costa, da Faculdade de Desenvolvimento do RS (Fadergs), apresentou dados de estudos acadêmicos e públicos sobre a obesidade na infância e na adolescência. Entre eles, os do Sistema de vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico (Vigitel), do Ministério da Saúde. Segundo as informações apresentadas, de 2016, o RS tem 54,9% de prevalência de obesidade. Conforme o Programa Nacional de Saúde do Escolar, de 2015, o sobrepeso e a obesidade estão presentes em 31,5% dos adolescentes de 13 a 17 anos no país e, na Região Sul, essa prevalência chega a 38,4%.

O presidente da Fundação de Saúde de Canoas, Fernando Ritter, defendeu leis que obriguem e estimulem os gestores municipais a executarem ações para prevenir a questão. “O grande problema de quem está na gestão é o tempo que ações de prevenção levam para trazer resultados. Eles só vão ser sentidos em gerações futuras, mas é preciso começar agora”, salientou.

A reitora da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Lucia Pellanda, defendeu que se invista na prevenção primordial, aquela feita antes da população desenvolver os fatores de risco. “É muito mais efetivo fazer uma campanha para as crianças não começarem a fumar do que tentar fazer os adultos deixarem de fumar”, exemplificou.

A presidente do Conselho Regional de Nutrição, Jacira Conceição dos Santos, lembrou que há uma legislação, de 2009, que obriga escolas públicas a terem um profissional da nutrição, mas o governo do Estado, até agora, não incluiu o cargo de nutricionista nas escolas. Segundo Jacira, além de cuidar da alimentação, o profissional é responsável pela educação alimentar. Lembrou que não apenas na família ocorra a alimentação inadequada, citando cantinas de escola e festas de recreação onde alimentos industrializados e bebidas açucaradas são oferecidas.

Foto: Pablo Santos

Audiência Pública sobre a obesidade infantojuvenil



Professores de Educação Física da rede pública e privada podem tomar a vacina da gripe gratuitamente
10/04/2017
Fonte: ASCOM/RS

A 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe inicia hoje, dia 10 de abril, e os professores de Educação Física da rede pública e privada estão aptos para participar. A recomendação da Secretaria da Saúde às prefeituras é que na primeira semana sejam priorizados os profissionais de saúde, que serão vacinados nos locais de trabalho, como postos de saúde e hospitais.

A principal novidade da vacinação neste ano é a inclusão de todos os professores na campanha. Para a vacinação, estes deverão apresentar um documento de identificação, como o contracheque da instituição de ensino em que trabalham, carteira de trabalho ou a carteira do sindicato (CPERS e SINPRO), acompanhado de um documento de identidade com foto.

Também fazem parte do grupo prioritário indígenas, crianças de seis meses a cinco anos de idade, gestantes, idosos e doentes crônicos. Em Porto Alegre, a vacinação será realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e irá ocorrer partir do próximo dia 17 de abril, seguindo até o dia 26 de maio.

Vacinação contra a gripe



CREF é criado em Alagoas e Sergipe
03/02/2017
Fonte: CREF2/RS

Os profissionais de Educação Física de Alagoas e Sergipe, respectivamente, têm agora um Conselho Regional próprio. Em Alagoas, a solenidade que marcou a criação do CREF19/AL contou com a presença da presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e do presidente do CONFEF Jorge Steinhilber (CREF 000002-G/RJ) e deu posse a Carlos de Oliveira (CREF 000745-G/AL) como presidente, bem como aos seus novos conselheiros.

Já Sergipe, através de uma cerimônia realizada no auditório do Museu Olímpio Campos, foi formalizada a desvinculação do CREF 20/SE como seccional do CREF13/BA e empossado o presidente Gilson Dória (CREF 000011-G/SE). Como destacou Steinhilber, a intenção com a criação dos dois novos Conselhos é que se possa desenvolver um trabalho ainda mais eficiente em defesa da saúde, da melhoria da qualidade de vida e das campanhas que marcaram a entidade, principalmente valorizando o profissional de Educação Física.

CREF19 CREF20



CREF2/RS participa do VI Seminário de Fiscalização Profissional
14/11/2016
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS participou nesta sexta sexta-feira, dia 11, do VI Seminário de Fiscalização Profissional promovido pelo Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões e com apoio da OAB/RS. A iniciativa teve como tema “Ações conjuntas entre Conselhos Regionais e Ordens das Profissões com entidades Públicas – Foco na gestão pública”. O evento foi realizado no Auditório Mondercil Paulo de Moraes do Ministério Público do Rio Grande do Sul.

Durante o Seminário, foram debatidos temas como ações de parcerias entre as diversas instituições que, de forma direta ou indireta, contribuem para a realização das atividades de fiscalização como PROCON, Ministério Público, Brigada Militar e Tribunal de Contas da União e do Estado. Também esteve na pauta outros temas como ações do Grupo de Agentes Jurídicos dos Conselhos e Ordens (GAJ), no que se refere à dívida ativa e ao exercício ilegal da profissão, e a discussão sobre a campanha 10 Medidas contra a corrupção.

O vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Ubirajara de Aguiar (CREF 002782-G/RS) ressaltou as ações em conjunto com o serviço público, que podem orientar o judiciário em questões ligadas aos conselhos. “Nem todos os juízes têm expertises em áreas ligadas às profissões regulamentadas. Por isto, cada vez mais firmamos termos de cooperação com a FAMURS, OAB, TRT para termos um aporte mais objetivo, já que o Estado não está respondendo a altura dos seus encargos”, disse.

Para a fiscal Cláudia Miranda (CREF-009683), o Seminário foi uma excelente oportunidade para troca de experiências com outros conselhos profissionais regulamentados, além da possibilidade de dialogar com órgãos públicos. “Com isto, podemos ter outros exemplos de abordagem, além de divulgarmos e desmitificarmos o trabalho da fiscalização”, afirmou.

DEFOR



CREF2/RS apoia abertura da CPI da Segurança Pública
27/10/2016
Fonte: CREF2/RS

Na manhã de hoje, dia 27 de outubro, a presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) compareceu à sede da OAB/RS para, junto a outros representantes de Conselhos Profissionais e de entidades de classe, assinar o requerimento para a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), relacionada à Segurança Pública. O objetivo da criação deste grupo é investigar o destino dos recursos orçamentários da área e analisar eventuais ações indevidas ou omissas cometidas pelas autoridades competentes.

De acordo com a Presidente, o Estado vive hoje uma grande crise de segurança pública, sendo a sociedade a sua maior vítima. Na cerimônia da assinatura, o presidente da OAB/RS Ricardo Breier também destacou que a CPI terá a tarefa de propor a formatação de um Sistema Único de Segurança Pública. “Após vários registros de homicídios no Estado, o atual Governo não apresentou nenhum projeto de políticas pública sobre o tema. Ampliar o efetivo de policiais, criar bases de policiamento comunitário e zerar o deficit de vagas no sistema prisional foram algumas promessas de campanha que ainda não foram cumpridas. Por isto, vamos criar uma CPI para investigar a omissão do governo do Estado”, apontou.

Conselho lamenta morte de profissional de Educação Física em Porto Alegre

Uma das mais recentes vítimas da crise da segurança pública no Estado foi o profissional de Educação Física Marcelo de Oliveira Dias (CREF 000648-G/RS), assassinado na última quinta-feira, dia 20 de outubro, no estacionamento de um supermercado em Porto Alegre. De acordo com a 6ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHHP), que investiga o caso, Dias foi morto por criminosos após ser confundido com um traficante.

Por entender que atualmente o poder público é ineficiente em assegurar a vida e a segurança de seus cidadãos, o CREF2/RS lamenta o falecimento de Dias e se compromete, ao assinar o requerimento para a abertura da CPI da Segurança Pública, a contribuir para que a cidadania e o bem-estar da população sejam restituídos em todo o Estado. “Temos que pensar numa base sólida para a Segurança Pública, com a criação de políticas públicas eficientes, para que o atual e os futuros governadores respeitem os seus princípios e entendam que esta é uma área coletiva”, declarou a Presidente.

Segurança Pública



Conselho firma parceria com Observatório Social de Porto Alegre
27/09/2016
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS e o Observatório Social de Porto Alegre assinaram um termo de cooperação técnica para realizar ações de controle e de educação fiscal, com o intuito de contribuir para a transparência e para a melhor aplicação de recursos público na cidade. O documento, além de estabelecer uma campanha que será feita com diversas empresas para incentivá-las a entrar no mercado das compras públicas, também é o comprometimento para a realização de um trabalho de monitoramento das contas públicas, avaliando licitações e atos públicos que envolvam despesas. A 1ª secretária Débora Garcia (CREF 002202-G/RS) é a conselheira indicada pelo CREF2/RS para auxiliar nos trabalhos.

Criado para ser um espaço para o exercício da cidadania, o Observatório Social de Porto Alegre integra a Rede Observatório Social do Brasil (OSB) e é formado por entidades representativas da sociedade civil, com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública municipal. Apartidário e formado também por empresários, profissionais de diversas áreas e estudantes, as ações do Observatório compreendem o monitoramento das compras públicas, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou do serviço, de modo a agir preventivamente no controle indevido dos gastos.

Com mais de dois mil voluntários em todo o Brasil, a Rede OSB estima que, nos últimos três anos, foi possível gerar uma economia de mais de R$ 1 bilhão para os cofres municipais. Mais informações pela página http://portoalegre.osbrasil.org.br ou pelo telefone (51) 3085-4444.

Observatório Social



CREF2/RS participa da reunião plenária do Fórum-RS
23/06/2016
Fonte: CREF2/RS

Foi realizada ontem (22), na sede do CREMERS, a reunião plenária do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do Estado RS (Fórum-RS). O contador Antônio Palácios (CRC-RS) presidiu a reunião, que teve como representantes do CREF2/RS a presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), também 4ª vice-presidente do Fórum-RS e coordenadora da Câmara da Saúde, e o vice-presidente do Conselho, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), que faz parte do Conselho Fiscal do Fórum-RS.

A plenária teve como pautas a apresentação dos temas da Câmara de Defesa da Sociedade, a organização do II Simpósio do Fórum-RS, que será realizado no dia 6 de julho na sede do CRARS e a adesão dos conselhos ao Observatório Social. Também foi discutida, por sugestão da coordenadora Silvia Saucedo, a Portaria Ministerial 401/2016, que estabelece as normas para a oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio.

A reunião contou, ainda, com a participação do secretário-geral da Junta do Estado do Rio Grande do Sul, Cleverton Signor, que apresentou as ações de modernização pelas quais a Junta vem passando e colocou o órgão à disposição para conversar com os Conselhos sobre formas de firmar convênios que favoreçam as entidades. Além destes temas, o diretor da Associação Brasileira de Incentivo ao Desenvolvimento Sustentável, Lelis Cunha, apresentou a “Campanha do Litro D’Água”, desenvolvida pela entidade, que visa conscientizar a sociedade sobre a necessidade de mudanças de hábitos, a fim de evitar o desperdício de água.

Compareceram à plenária representantes dos Conselhos de Fonoaudiologia, Contabilidade, Administração, Educação Física, Biologia, Medicina, Farmácia, Ordem dos Advogados, Química, Engenharia e Agronomia, Medicina Veterinária e Arquitetura e Urbanismo.

Fórum-RS



Conselho distribui material informativo durante Maratona de Porto Alegre
13/06/2016
Fonte: CREF2/RS

No último domingo, dia 12 de junho, o CREF2/RS esteve presente na 33ª Maratona de Porto Alegre. O Conselho, representado pelo vice-presidente Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), teve um estande montado no Parque da Harmonia, onde pôde conceder informações sobre a importância de praticar atividade física com o acompanhamento de um profissional habilitado e distribuir o seu material de divulgação, como folders e revistas.

Apesar do frio, a Maratona de Porto Alegre reuniu neste ano mais de 7.200 corredores, entre atletas profissionais, amadores e do paradesporto. Com largada e chegada junto ao Parque da Harmonia, o trajeto teve o seu início às 6h50min e também reuniu familiares e curiosos, que acompanharam a corrida principal e as suas provas menores, de 5km e 10km, por exemplo, ao longo da manhã.

Para Aguiar, é muito importante que o CREF2/RS participe de eventos representativos como a Maratona de Porto Alegre, para se aproximar dos profissionais que de Educação Física que atuam nestes grandes eventos e também para estar perto de toda a sociedade, que tem uma grande chance para ver na prática como o profissional de Educação Física é essencial no dia a dia de de atletas, sobretudo os amadores, que participam de grupos de corrida. “A população tem a oportunidade de conversar com a gente sobre qualidade de vida e exercício físico, sabendo que, com o acompanhamento correto, também durante as corridas, é possível prevenir diversas lesões”.

#VivaMaratonaPOA e Doação de órgãos

Além de apoiar a campanha #VivaMaratonaPOA, que tinha o intuito de levar um grande número de espectadores à corrida, o CREF2/RS também apoiou a campanha de doação de órgãos promovida pela Frente Parlamentar do Estímulo à Doação de Órgãos, da Assembleia Legislativa. O objetivo desta ação foi conscientizar o máximo possível de pessoas sobre a importância da doação e esclarecer o funcionamento dos transplantes, ampliando assim o número de doadores em todo o Estado.

Maratona



Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional realiza sua reunião mensal
30/05/2016
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS reuniu-se na tarde da última sexta-feira (27), quando foi tratado o planejamento do Fórum dos Coordenadores 2017, quando haverá aproximação entre os temas comuns do bacharelado e da licenciatura. A Comissão também deliberou enviar um e-mail para os coordenadores de curso pedindo sugestões de temas e palestrantes para o evento. Em relação ao 1º de Setembro, ficou definida a realização de uma campanha de comemoração ao aniversário celebrado na data.

Estiveram presentes à reunião o presidente da Comissão Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS) e os conselheiros Débora Rios Garcia (CREF 002202-G/RS) e Carlos Ernani Olendzki de Macedo (CREF2/RS 001262).

Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional



CREF2/RS prestigia lançamento do Dia do Desafio 2016
12/05/2016
Fonte: CREF2/RS

Na tarde desta quinta-feira, dia 12 de maio, foi realizado no SESC Campestre, em Porto Alegre, o lançamento do Dia do Desafio 2016. O evento, que compreende uma competição entre cidades e que propõe a prática de atividade física, será realizado em diversas cidades do Brasil, no próximo dia 25 de maio. A cerimônia, além de contar com a presença de diversas autoridades municipais e estaduais, teve a participação de Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), presidente do CREF2/RS.

O lançamento da campanha foi conduzida por Luiz Tadeu Piva, diretor regional do SESC-RS. “A ideia principal do evento, mais uma vez, é mostrar que o movimento é necessário para a vida das pessoas. Neste ano, vamos ter a participação de mais de três mil cidades, somente no Brasil, que estão comprometidas em mobilizar a população para a prática e para a manutenção de hábitos saudáveis”, declarou. “Queremos que o Dia do Desafio seja o estopim para uma mudança de comportamento e um alerta sobre os perigos do sedentarismo”, completou.

Neste ano, Porto Alegre irá competir com a cidade de Curitiba e o SESC-RS pretende montar, em alguns pontos da cidade, locais específicos para estimular a adesão da população ao desafio de praticar 15 minutos de atividade física ao longo do dia. O mesmo deverá ser feito também nos outros municípios do Estado que vão participar da campanha.

O campeão olímpico de vôlei Maurício Lima e o atleta gaúcho de atletismo Fabiano Peçanha (CREF 022437-G/RS) também compareceram ao evento, assim como o conselheiro do CREF2/RS e coordenador das academias do SESC-RS Alexandre Greco (CREF 004204-G/RS), o representante da Secretaria Estadual de Educação Paulo Rezende (CREF 001298-G/RS), o secretário estadual de Turismo, Esporte e Lazer Juvir Costella, o vereador João Bosco Vaz e o secretário em exercício da Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre José Antônio Brizola.

Dia do Desafio



Esclarecimento sobre a vacinação da gripe para profissionais de Educação Física
09/05/2016
Fonte: CREF2/RS

Nem todos os profissionais de Educação Física têm direito a se vacinar contra a gripe nos postos de saúde. Embora o profissional de Educação Física seja considerado um profissional da área da saúde, como determina a Resolução nº 218/97 do Conselho Nacional de Saúde, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe não especifica entre os grupos prioritários o profissional da área da saúde, mas sim o “trabalhador da saúde”.

Na conceituação da Campanha, o “trabalhador da saúde” é considerado qualquer trabalhador que atue nos serviços públicos e privados de saúde, nos seus diferentes níveis de complexidade, como, por exemplo, postos de pronto atendimento, ambulatórios e hospitais. Neste grupo, estão médicos, nutricionistas, profissionais de Educação Física, recepcionistas, pessoal de limpeza, seguranças e motoristas de ambulâncias, entre outros mais.

Em ocasiões anteriores, o Sistema CONFEF/CREFs notificou o Ministério da Saúde, com o objetivo de incluir os profissionais de Educação Física neste grupo prioritário de vacinação. No entanto, pelos fatores expostos acima, a solicitação não foi aceita. Mais informações podem ser encontradas neste link.

Vacinação Gripe



Livro sobre as LER é lançado na Câmara Municipal de Porto Alegre
26/04/2016
Fonte: CREF2/RS

Foi realizado ontem (25) o lançamento na Câmara Municipal de Porto Alegre do livro As LER: ontem, hoje e amanhã, organizado pelo Grupo de Prevenção das LER /DORT, que é composto por uma equipe profissional multidisciplinar da saúde. A obra reúne as palestras realizadas durante a 10ª Semana de Prevenção das LER, ocorrida em março de 2015. As Semanas são uma iniciativa voltada à conscientização, prevenção e combate às Lesões de Esforço Repetitivo, e foram criadas pela Lei Municipal 9504/2004, de autoria do vereador e conselheiro Federal do CONFEF Professor Garcia (CREF 000002-G/RS).

O evento iniciou com o período destinado à Tribuna Popular da Câmara, que recebeu Mário Reis, secretário de Saúde do Trabalhador da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação do Estado do Rio Grande do Sul (FTIA/RS). Durante sua fala, o dirigente sindical afirmou que a doença não é uma epidemia, mas causa preocupação devido ao grande número de pessoas que já a desenvolveram. “Esta doença é constatada desde o século XVIII, mas ainda hoje muitos profissionais da saúde se dedicam as pesquisas das suas causas, consequências e tratamento”, disse.

O dirigente também ressaltou a importância de campanhas voltadas para prevenção da doença, que ele classifica como silenciosa. "Temos apoios de vereadores, além da Prefeitura e da Casa Legislativa, e isso é muito importante para nós. Mas o ideal seria o investimento em publicidade, para alertar sobre os perigos da doença”.

A conselheira do CREF2/RS, Débora Garcia (CREF 002202-G/RS), explicou que a Lei 9504/2004, de autoria do seu pai, vereador Professor Garcia, teve como origem na sua dissertação de mestrado. “Desde 1994 eu desenvolvia um trabalho de Ginástica Laboral com as taquigrafas da Câmara de Vereadores. O vereador sempre observou atentamente este trabalho. Então, ao entrar no mestrado e aprofundar os estudos sobre o tema, eu sugeri a criação da semana, baseada no Dia Mundial de Combate às LER/DORT, celebrado em 28 de fevereiro”, explicou.

O membro da Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa do CREF2/RS, Tony Izaguirre (CREF 002462-G/RS), que participa com um capítulo do livro, informou que o Grupo de Prevenção está pleiteando a criação de um selo de isenção fiscal para empresas que investem em prevenção das LER ou mesmo de reconhecimento aos empreendedores que protegem a saúde do trabalhador. “Vamos nos reunir com o vereador Mendes Ribeiro para articularmos este projeto”.

Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa



CREF2/RS prestigia lançamento da campanha Conselheiro Cidadão TCE-RS
11/03/2016
Fonte: CEAPE-Sindicato

Na última quarta-feira, dia 9 de março, a conselheira Débora Garcia (CREF 002202-G/RS) representou o CREF2/RS no lançamento da Campanha Conselheiro Cidadão TCE-RS, que preconiza a escolha republicana para o Conselho de Contas. O evento, realizado no prédio do Sindicato dos Auditores Públicos Externos do Tribunal de Contas do Estado (CEAPE-Sindicato), contou com a presença de representantes de 19 entidades da sociedade civil, do parlamento e de servidores do Tribunal de Contas do TCE-RS.

Para o presidente do CEAPE-Sindicato, Josué Martins, o objetivo da campanha é chamar a sociedade para participar do processo de escolha do cargo de Conselheiro do TCE-RS, agregando transparência e participação cidadã. Ele lembrou que esse é o primeiro passo desta caminhada que só terminará com a posse e o exercício do cargo de Conselheiro. "A sociedade precisa saber que qualquer cidadão, desde que preencha os requisitos necessários, pode ser um conselheiro", alertou.

Débora Garcia saudou a iniciativa como um importante passo em direção à efetivação do Estado Democrático de Direito e da consolidação do princípio da Impessoalidade na administração pública. “No CREF2/RS, já contamos com o Portal da Transparência, no qual a sociedade tem acesso às informações de forma ágil, transparente e clara”, explicou.

Foto: CEAPE-Sindicato

Conselheiro Cidadão TCE-RS



CREF2/RS adere à campanha #ZikaZero
09/03/2016
Fonte: CREF2/RS

A epidemia do zika já atingiu pelo menos 20 Estados brasileiros e tem se espalhado pela América Latina de maneira rápida e alarmante. O vírus, que é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, está sendo relacionado aos cerca de 3,4 mil casos suspeitos de microcefalia investigados no Brasil e, por isso, o Governo Federal lançou uma megaoperação para combater a doença.

A campanha #ZikaZero, que tem a partir de agora o apoio do CREF2/RS, tem o intuito de conscientizar a sociedade sobre a necessidade de acabar com os focos do mosquito (locais de água parada). Não há vacinas ainda para prevenir o zika, mas é possível fazer algumas coisas para “fugir” do vírus – e das outras doenças causadas pelo Aedes aegypti, como a dengue e a febre chikungunya. Confira:

1) Elimine todos os focos de água parada

As autoridades brasileiras têm afirmado que a principal forma de combater o zika é acabar com o mosquito que transmite o vírus. Para fazer isso, é necessário eliminar todos os possíveis focos de reprodução do Aedes aegypti.

O mosquito precisa da água parada para colocar seus ovos, então qualquer lugar que possa acumular o mínimo de água pode virar um foco da doença. Isso inclui vasos de plantas, que às vezes ficam com água acumulada no prato, potes de água de animais domésticos, garrafas – elas devem sempre ser mantidas com a boca para baixo, assim como baldes –, e até poças de água da chuva no quintal ou na calçada. Privadas sem tampa também podem ajudar a proliferar o mosquito: é sempre preferível deixá-las com a tampa abaixada.

Os ovos do Aedes aegypti podem ficar até um ano em local seco apenas à espera de um pouco de água para que as larvas possam sair e virar mosquitos. Por isso, é preciso cuidado para não deixar a água acumular em nenhum lugar da casa. É recomendável também limpar calhas várias vezes por semana e cobrir os reservatórios de água e piscinas, a não ser que eles sejam devidamente clorados (o cloro impede a reprodução dos mosquitos).

2) Use repelente

Para evitar ser picado pelo mosquito, a melhor estratégia é passar repelente em todas as partes expostas do corpo. A orientação é que se aplique o repelente regularmente, seguindo as instruções na própria embalagem. Caso se utilize também o filtro solar, é importante passar o repelente depois porque o protetor pode “mascarar” seus efeitos.

Mulheres grávidas também podem utilizar o repelente – mas é sempre bom conversar com o médico para ver qual seria o mais adequado. Por conta do risco de microcefalia, é importante que as grávidas em especial façam muito uso do repelente para evitar a picada do mosquito.

3) Use roupas compridas

A orientação dos especialistas – principalmente para mulheres grávidas – é que utilizem roupas que deixem poucas partes do corpo expostas ao mosquito. Calças, blusas de manga comprida e roupas grossas para evitar que a picada por cima delas. Há também algumas roupas especiais que contêm permetrina, um inseticida sintético incorporado ao tecido, mas isso só está disponível para comprar em alguns países.

4) Casa "à prova de mosquito"

Sempre que possível, especialistas recomendam dormir atrás de "barreiras físicas", como portas fechadas, janelas vedadas e telas para mosquito. Durante a noite, um mosquiteiro pode oferecer uma proteção extra. Mas é bom lembrar que o Aedes aegypti costuma agir mais durante o dia, então o cuidado deve ser permanente. Há também os sistemas de repelentes ligados na tomada e de nebulização de mosquito, com bicos que borrifam inseticida.

5) Lixo

O lixo doméstico também pode se tornar um terreno fértil para os mosquitos, porque é fácil acumular água nele. Especialistas alertam para que pessoas em áreas de risco tomem precauções extras ao manusear o lixo. É importante mantê-lo em sacos plásticos sempre fechados. Pneus velhos e materiais de construção devem ser removidos de quintais – eles são um foco muito comum das larvas do mosquito.

6) Evitar viagens

Para os que vivem fora das áreas mais afetadas, é aconselhável evitar ir para regiões com maior incidência do mosquito e da doença – Pernambuco, Paraíba e Bahia são os Estados brasileiros mais afetados por enquanto, com mais casos de microcefalia reportados.

Alguns governos chegaram até a recomendar que a população não viaje para os países que estão sofrendo mais com o problema. Nos Estados Unidos, por exemplo, o Centros de Controle e Prevenção de Doenças pediu às mulheres grávidas que evitem viajar para a América Latina e para o Caribe por enquanto.

A Organização Mundial da Saúde, porém, não adotou a mesma recomendação. “Baseado em evidências concretas, a OMS não está recomendando nenhuma restrição de viagem ou de negócios relacionada ao zika vírus. Como medida de precaução, alguns governos podem fazer recomendações de saúde pública para a população local baseados em suas avaliações próprias”.

7) Impedir a propagação

Se uma pessoa está infectada, precauções extras deveriam ser tomadas para evitar a propagação ainda maior da doença para outras pessoas. Isso porque o vírus fica no sangue e pode ser passado para os outros por meio de picadas.

Sendo assim, mesmo que a pessoa já tenha tido a confirmação de que está com zika, ela deve seguir passando repelente principalmente na primeira semana e tomar os devidos cuidados para evitar outras picadas – que poderão contaminar outras pessoas por intermédio do mosquito picador. Além disso, apesar de não haver nenhuma confirmação oficial de que há risco de transmissão sexual do zika, alguns especialistas recomendam o uso de camisinha pelo menos por duas semanas durante a recuperação da doença.

Para mais informações, acesse http://combateaedes.saude.gov.br.

Zika Zika Virus



CREF2/RS adere à Campanha do Litro D'água
19/01/2016
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS aderiu à Campanha do Litro D'água, ação que pretende divulgar hábitos simples para evitar o desperdício, que uma vez incorporados ao dia a dia, podem proporcionar a economia de milhões de litros de água. O Conselho reforça com isto seu compromisso com a sustentabilidade, propagando a ideia aos profissionais de Educação Física e à sociedade, a fim de que todos assumam o compromisso de mantermos o Planeta saudável.

A campanha é promovida pela Associação Brasileira de Incentivo ao Desenvolvimento Sustentável da Indústria (ABID/Porto Alegre), uma entidade sem fins lucrativos que se dedica a promover a conscientização de não agressão ao Meio Ambiente, premiando empresas que agem corretamente (Prêmio Febramec Meio Ambiente) e outras atividades que serão lançadas sempre procurando conscientizar sobre que poderão ter importante significado no futuro.

Dicas para economizar água:
- No banho, abra um pouco menos o chuveiro e termine um minuto antes
- Escove os dentes com a torneira fechada
- Ensaboe as mãos com a torneira fechada
- Ao molhar as plantas, use apenas o necessário
- Não lave a calçada. A chuva faz isso para você
- Se cortar a barba ou se depilar com lâminas, faça com a torneira fechada

Programe-se para poupar um litro de água por dia ou deixar de gastar o litro que não fará falta

Campanha do Litro D'água



CREF2/RS recebe visita do coordenador da Campanha do Litro d`Água
15/12/2015
Fonte: FEBRAMEC

O CREF2/RS recebeu, na segunda-feira (14), o presidente da Associação Brasileira de Incentivo ao Desenvolvimento Sustentável da Indústria (ABID/Porto Alegre), Lélis Cunha, que coordena a Campanha do Litro D'água. A ação pretende divulgar hábitos simples para evitar o desperdício, que uma vez incorporados ao dia a dia, podem proporcionar a economia de milhões de litros de água.

O presidente da ABID salientou que se cada pessoa tomar o cuidado de não desperdiçar um litro de água por dia, isso significará a economia de um recurso natural em risco de escassez."Pretende-se que as pessoas assumam o compromisso e comentem, para transmitir a mensagem. Nas empresas, é importante que se convidem os funcionários. Nas escolas, na internet, não há impressos, só ações”, explicou.

A ABIDIS-MA é uma entidade sem fins lucrativos que se dedica a promover a conscientização de não agressão ao Meio Ambiente, premiando empresas que agem corretamente (Prêmio Febramec Meio Ambiente) e outras atividades que serão lançadas sempre procurando conscientizar sobre que poderão ter importante significado no futuro.

Dicas para economizar água:
- No banho, abra um pouco menos o chuveiro e termine um minuto antes
- Escove os dentes com a torneira fechada
- Ensaboe as mãos com a torneira fechada
- Ao molhar as plantas, use apenas o necessário
- Não lave a calçada. A chuva faz isso para você
- Se cortar a barba ou se depilar com lâminas, faça com a torneira fechada

Programe-se para poupar um litro de água por dia ou deixar de gastar o litro que não fará falta

Campanha Litro dágua



Kit comemorativo do 1º de Setembro é distribuído pelo CREF2/RS
26/08/2015
Fonte: CREF2/RS

Como parte das comemorações do Dia do Profissional de Educação Física, o CREF2/RS distribui novamente o seu tradicional kit para os profissionais registrados no Conselho e em dia com suas obrigações estatutárias. Neste ano, os 200 primeiros que mandarem as suas fotos vão ganhar um kit com camiseta, squeeze, bloco, caneta e adesivo. As fotos devem ser enviadas por formulário no site a partir das 9h da próxima terça-feira (1º de setembro)

As melhores fotos serão postadas na campanha #somostodosCREF. Pode ser no seu ambiente de trabalho, com os colegas, com a Cédula de Identidade Profissional ou até mesmo uma selfie. O importante é usar a criatividade. Mostre seu orgulho pela profissão de Educação Física!

Participe aqui

1º de Setembro



Business Conference aborda avaliação física e gestão administrativa na Convenção Brasil
15/06/2015
Fonte: CREF2/RS

Uma parceria do CREF2/RS com a Convenção Brasil 2015 proporcionou gratuitamente neste sábado (13), na PUCRS, o evento Business Conference, levando aos profissionais de Educação Física e às Pessoas Jurídicas as palestras "Avaliação Física no Contexto das Academias", ministrada pelo conselheiro federal do CONFEF Emerson Garcia (CREF 000046-G/MG); e "Saúde Financeira: Alerta Máximo", realizada por Christian Munaier (CREF 041884-P/SP), sócio-consultor da 4GOAL e colunista do canal ESPN. O intuito do evento foi o aprimoramento da gestão das academias, já que dados da Associação da Academias do RS (ACAD RS)indicam que 90% dos proprietários não têm formação na área de gestão administrativa, bem como a aproximação do profissional de Educação Física com o mundo dos negócios e com suas entidades representativas institucionais.

Conselheiro do CONFEF, doutorado pela Universidade da Florida (EUA) e atualmente professor da Universidade Federal do Maranhão, Garcia iniciou seu trabalho com a avaliação física na década de 70, junto à seleção de esquiadores dos EUA, por ocasião do seu trabalho de mestrado. Ele explicou em sua palestra que nesta época o conceito de avaliação física era muito difuso no Brasil. "Trouxe esta experiência para o país nos meados daquela década, implantando primeiramente em uma academia em Belo Horizonte. Foi um período em que a experiência se deu principalmente no sudeste brasileiro”. Mesmo passados mais de 40 anos, o conselheiro ainda vê um nicho que as academias não exploram: a estrutura de atendimento ao esporte. “No Maranhão, tentamos suprir isto com uma parceria entre a UFMA e o Governo do Estado para atender a população. A evolução foi grande, pois já temos exames modernos como a termografia, usada na detecção de lesões".

“Para normatizarmos avaliação física, o CONFEF criou a nota técnica N° 002/2012, com o título “A avaliação física em programas de exercícios físicos e desportivo”, disse Garcia, explicando que a divulgação da nota derivou da demanda de muitas prefeituras por atestados médico para todos praticantes de exercício físico, pelo descaso de alguns profissionais, pela falsa sensação que os mesmos tinham de que o atestado iria isentá-los de suas responsabilidades e de diversos questionamentos ao CONFEF sobre as competências do profissional de Educação Física. As informações contidas nesta nota se fundamentam nas diretrizes do Colégio Americano de Medicina Esportiva (ACSM) e no livro “Recomendações sobre condutas e procedimentos do Profissional de Educação Física na atenção básica à saúde”, publicado pelo CONFEF em 2011.

Segundo a nota, a avaliação física é um procedimento essencial do trabalho do profissional de Educação Física e objetiva reunir elementos para fundamentar a sua decisão sobre o método, tipo de exercício e demais procedimentos a serem adotados para prescrição de exercício físico e desportivo. Este procedimento deve ser amplo e sistemático e de acordo com os objetivos e as características do beneficiário, pode ser composta por anamnese completa, análise dos fatores de risco para coronariopatia, classificação de risco, verificação dos principais sintomas ou sinais sugestivos de doença cardiovascular e pulmonar, medidas antropométricas, testes neuromotores, avaliação metabólica, avaliação cardiorrespiratória e avaliação postural.

Garcia também debateu as mortes de três jovens ocorridas recentemente em academias de Florianópolis. “Um médico avaliou os acontecimentos como exceções, fatos inevitáveis. Contudo, verificou-se que as academias estavam com várias irregularidades no seu funcionamento. Ou seja, se acontecer uma fatalidade, e estivermos totalmente na legalidade, não haverá brecha legal para sermos penalizados". Quanto a casos de óbito em academia, o conselheiro disse que seria sempre prudente a realização de exames toxicológicos nos corpos, o que muitas vezes não é permitido pela família.

Outro fenômeno interessante abordado pelo conselheiro foi o aumento da procura de atividade física indicada por médicos. “Até 2011, o número de pessoas que buscavam atividade física por indicação médica era muito pequeno. Hoje, há 69% de indicação médica. Temos, porém, uma demanda muito diferente. Por exemplo: duas pessoas de mesma idade com 5% de gordura e VO2 diferentes”. O conselheiro aprova a exigência do exame médico, mas admite a falta de médicos como empecilho para atender os pacientes. "Se todos as pessoas que demandarem atividade física exigirem atestados, as filas não iriam ter fim", quantifica.

Já Christian Munaier alertou para a pouca troca de informações no mercado de fitness e pela gestão financeira amadora das academias. “Qual o percentual que vocês destinam à folha de pagamento, com os devidos aprovisionamentos? Quando temos estes dados, temos um bom checkup econômico. A questão da gestão financeira começa com o entendimento de tudo o que está a nossa volta”, analisa. O consultor previu o cenário econômico nacional com retração do PIB e do consumo em relação a 2014. “Ao mesmo tempo, o mercado de atividades físicas está aumentando. Até bem pouco tempo, tínhamos 1,8% de cada brasileiro fazendo atividade física orientada. Em 2014, nós dobramos este número, com 30.767 empresas atuando no segundo maior mercado no mundo. Já os EUA são os primeiros, com 50 milhões de praticantes de atividades físicas”, avalia.

Munaier vê nosso mercado como incipiente, com um longo caminho a percorrer para se tornar maduro. Ele sugeriu o incremento dos eventos realizados nas academias, especialmente nos momentos com baixa expectativa econômica, visando aumentar a rentabilidade. “Sua empresa também pode ser uma importante plataforma de divulgação de outras empresas”, exemplificou. “Em época de pouca procura por nossos serviços, temos que estimular os clientes a comprar planos de mais longa duração, para que possamos ter uma melhor programação. Fica o questionamento: qual a última campanha que as academias fizeram em conjunto para estimular a prática atividade física de forma orientada? Nós temos um mercado sedentário”, sentencia.

Por fim, Munaier propôs tornar a avaliação física como uma ferramenta estratégica no aumento da receita e da segurança do seu cliente. “Transforme esta avaliação em algo desejável pelo cliente, apresentando o profissional de Educação Física com o o indicado para orientá-lo a alcançar seus objetivos, por meio dos seus conhecimentos técnicos, embasamentos científicos, bem como uma atitude humanística na transmissão de conhecimento", incentivou Christian. Ele orienta aos seus gestores que incluam a avaliação física dentro de um pacote de serviços das academias chamado orientação para resultado. "Criem produtos em torno deste poderoso instrumento de trabalho. Mensurem o índice de reavaliações e novas consultas nutricionais. Tenham sempre em vista um indicador de performance", concluiu.

Convenção Brasil Business Conference



CONFEF esclarece andamento do PLC 116/2013
21/07/2014
Fonte: CONFEF

Com o objetivo de manter os profissionais informados a respeito das questões pertinentes à classe, o CONFEF enviou comunicado aos Conselhos para esclarecer o andamento do Projeto de Lei 116/2013, que prevê a obrigatoriedade de professor habilitado em curso de Licenciatura em Educação Física nas séries iniciais do Ensino Fundamental.

O CONFEF acredita que a maioria dos senadores se sensibilizou com a causa, em razão das milhares de mensagens que receberam dos profissionais e pela intensa campanha levada, que teve suporte valioso do CREF2/RS. A mobilização, que iniciou no começo deste ano, contou ainda com o apoio dos estudantes dos cursos de Educação Física e foi reconhecida por todos os parlamentares, em ação realizada em Brasília, em junho.

"Infelizmente, na data prevista, fomos surpreendidos com a informação de que havia algum acordo construído entre o senador relator e as lideranças sobre a alteração do texto, razão pela qual o PLC não entraria na pauta de votação", explicou o CONFEF. "A Copa do Mundo interferiu nos trabalhos do Congresso Nacional, assim como as eleições. Entretanto, já estamos enviando esforços para que o projeto seja pautado, aprovado e que siga para a sanção da presidente Dilma Rousseff", completou o Conselho.

Como o PLC 116/2013 ainda segue em tramitação no Senado, o Sistema CONFEF/CREFs acredita que ainda seja importante que os profissionais de Educação Física sigam dando continuidade à campanha. "Devemos manter a chama acesa, questionando os senadores sobre o porquê do PLC ainda não ter sido votado. É com este trabalho sério, ético e em prol dos direitos sociais que alcançaremos a vitória neste pleito", declarou o CONFEF.

Para participar da campanha, clique aqui.



Interiorizasul visita Bagé e Cachoeira do Sul a partir de amanhã
14/07/2014
Fonte: CREF2/RS

Com o objetivo de se aproximar dos profissionais do interior do Estado, o CREF/2 executa o projeto Interiorizasul, que realiza visitas de atendimento em cidades fora de Porto Alegre. Nesta terça (15) e quarta (16), o Conselho visita a Região da Campanha, para oferecer aos profissionais de Educação Física os serviços de atualização cadastral, entrega de Cédula, coleta de digital e parcelamento, além de conceder informações em geral sobre o trabalho realizado pelo CREF2/RS.

O Interiorizasul está amanhã em Bagé, no Campus Esportivo da URCAMP. O horário de atendimento é das 9h às 12h e das 14h às 18h. No dia seguinte, é Cachoeira do Sul que recebe a visita do CREF2/RS. Os servidores do Conselho estarão à disposição dos profissionais de Educação Física no Mini auditório da ULBRA, das 14h às 18h.

Interiorizasul Bagé
Data: 15/07/2014
Horário: das 9h às 12h e das 14h às 18h
Local: URCAMP – Campus Esportivo – Ginásio Corujão
Endereço: Rua Coronel Azambuja, 35

Interiorizasul Cachoeira do Sul
Data: 16/07/2014
Horário: das 14h às 18h
Local: ULBRA – Mini auditório (andar térreo)
Endereço: Rua Martinho Lutero, 301 – Bairro Universitário



Conselhos Federal e Regionais discutem PLC 116/2013 em Campo Grande
09/06/2014
Fonte: CREF11/MS-MT

Campo Grande foi sede, na sexta-feira (6) e no sábado (7), da plenária ordinária mensal do CONFEF. O encontro, que reuniu 28 conselheiros federais e 14 presidentes de Conselhos Regionais, teve o objetivo de discutir temas referentes ao sistema e realizar julgamentos de casos de irregularidade na atuação da profissão.

Outro assunto da reunião foi o PLC 116/2013, que tramita no Senado e exige formação superior em Educação Física para professores das escolas de Ensino Básico e Fundamental. O Projeto de Lei, que deveria ser votado na terça-feira passada (3), foi retirado da pauta. Contrário ao entendimento do MEC, que tenta impedir a validação da norma, CREFs e CONFEF defendem a imediata aprovação da proposta, já que o projeto é antiga reivindicação dos profissionais de Educação Física.

"Vamos procurar estratégias para que o PLC volte para a votação e seja aprovado. Nós tínhamos uma expectativa para atender melhor a sociedade, fizemos toda uma mobilização e, de repente, saiu da pauta. Temos que garantir um serviço de qualidade às nossas crianças", ressaltou o presidente do CONFEF, Jorge Steinhilber (CREF 000002-G/RJ).

Com o intuito de mobilizar os profissionais de Educação Física, o CREF2/RS mantém em sua página campanha a favor do PLC 116/2013. "Temos que pressionar os senadores para aprovarem o projeto, que obriga que aulas de Educação Física sejam ministradas por professores com curso superior de Licenciatura em Educação Física. Portanto, mandem e-mail para o Senado, em defesa da Educação Física Escolar", declarou a presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS).

Clique aqui para participar.

Foto: CREF11/MS-MT



Votação do PLC 116/2013 é adiada para próxima semana
05/06/2014
Fonte: CREF2/RS

As aulas de Educação Física nas etapas do Ensino Básico terão que ser ministradas exclusivamente por licenciados em Educação Física. A votação do Projeto de Lei 116/2013, que exige formação superior para os professores das escolas de Ensino Fundamental, foi adiada mais vez. A norma, que estaria em pauta no Senado anteontem (3), deve entrar novamente em discussão na próxima quarta-feira (11).

"A batalha é árdua e está estendida até próxima quarta-feira", comentou a presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS). Ela acompanhou a sessão no Senado com outros onze presidentes de CREFs e nove conselheiros federais. "Estamos juntos nesta luta. Já conseguimos segurar as tentativas de impedimento ou de rejeição da votação, o que significaria o fim de nossas esperanças em ter uma nova lei que determine o adequado atendimento de nossas crianças na disciplina de Educação Física", avaliou.

"Não desanimem! Os nossos representantes parlamentares permanecem em Brasília na luta diária, fazendo ecoar nossa vontade de defender a Edução Física Escolar", falou Carmen Masson. A presidente ressaltou ainda que todos podem participar da campanha nesta reta final. "Peço a todos que compartilhem no seu Facebook, repassem para familiares e amigos, pedindo que eles façam o mesmo, que entrem nesta campanha em defesa da Educação Física nas escolas". No site do CREF2/RS, há modelo de texto e relação de todos os e-mails do Senado. Para participar da campanha a favor do PLC 116/2013 e da Educação Física nas escolas, acesse aqui.



Senado deve votar PLC 116/2013 nesta terça-feira
02/06/2014
Fonte: CREF2/RS

As aulas de Educação Física nas etapas do Ensino Básico terão que ser ministradas exclusivamente por licenciados em Educação Física. O Projeto de Lei 116/2013, que exige formação superior para os professores das escolas de Ensino Fundamental, passou pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Governo Federal em fevereiro e precisa agora ser aprovada pelo Senado. A votação deve ser amanhã (3).

"Temos que fazer o nosso dever de casa. Além de enviar nossa mensagem aos senadores, é importante pedir aos familiares e aos amigos que façam o mesmo", declarou Jorge Steinhilber (CREF 000002-G/RJ), presidente do CONFEF. A campanha, em parceria com os demais CREFs, tem o intuito de sensibilizar os senadores quanto a importante presença do profissional de Educação Física nas escolas. "A Educação Física é estratégica para a formação motora das crianças, sendo importante que os docentes tenham qualificação profissional", avaliou o senador Lindbergh Farias, relator do PLC.

"Nesta reta final, peço a todos que compartilhem no seu Facebook, repassem para familiares e amigos, pedindo que eles façam o mesmo, que entrem nesta campanha em defesa da Educação Física nas escolas", comentou Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), presidente do CREF2/RS. Disponibilizamos modelo de texto e relação de todos os correios eletrônicos do Senado. Para participar da campanha a favor do PLC 116/2013 e da Educação Física nas escolas, clique aqui.



Senado vota PLC 116/2013 amanhã
28/05/2014
Fonte: CREF2/RS

As aulas de Educação Física nas etapas do Ensino Básico terão que ser ministradas exclusivamente por licenciados em Educação Física. O Projeto de Lei 116/2013, que exige formação superior para os professores das escolas de Ensino Fundamental, passou pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Governo Federal em fevereiro e precisa agora ser aprovada pelo Senado. A votação será amanhã (29).

"Temos que fazer o nosso dever de casa. Além de enviar nossa mensagem aos senadores, é importante pedir aos familiares e aos amigos que façam o mesmo", declarou Jorge Steinhilber (CREF 000002-G/RJ), presidente do CONFEF. A campanha, em parceria com os demais CREFs, tem o intuito de sensibilizar os senadores quanto a importante presença do profissional de Educação Física nas escolas. "A Educação Física é estratégica para a formação motora das crianças, sendo importante que os docentes tenham qualificação profissional", avaliou o senador Lindbergh Farias, relator do PLC.

"Peço a todos que compartilhem no seu Facebook, repassem para familiares e amigos, pedindo que eles façam o mesmo, que entrem nesta campanha em defesa da Educação Física nas escolas", comentou Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), presidente do CREF2/RS.Disponibilizamos modelo de texto e relação de todos os correios eletrônicos do Senado. Para participar da campanha a favor do PLC 116/2013 e da Educação Física nas escolas, clique aqui.



CREF2/RS reúne-se com deputado Adilson Troca
17/12/2013
Fonte: CREF2/RS

O Presidente do CREF2/RS Eduardo Merino e os membros da Câmara de Ginástica Laboral Lauro Aguiar (Presidente) e Tony Izaguirre reuniram-se hoje (17/12) na Assembleia Legislativa com o deputado estadual Adilson Troca (PSDB) para analisar a parceria entre o Conselho e o Legislativo, bem como examinar os eventos que foram realizados em conjunto no ano de 2013.

Ficou definido que em janeiro haverá reunião com todos os parceiros da Frente Parlamentar de Estímulo à Doação de Órgãos para programar as atividades de 2014. Também está projetada a edição de uma cartilha relatando os cinco eventos realizados por meio da parceria CREF2RS/Legislativo em 2013, com a descrição da premiação dos municípios amigos da Educação Física escolar, o lançamento da Frente Parlamentar em favor da Educação Física escolar, o evento O Profissional de Educação Física como Protagonista de Ginástica laboral, a audiência pela reforma do código sanitário e a campanha para doação de órgãos ocorrida na Maratona de Porto Alegre.



Presidente da Confederação de Kickboxing visita o CREF2/RS
31/10/2012
Fonte: CREF2/RS

O Presidente da Confederação Nacional de Kickboxing e Full Contact do Brasil (CNKFB), Leandro da Costa, visitou hoje, dia 31, o Presidente do CREF2/RS, Eduardo Merino. Na ocasião, Costa, que tem formação em Educação Física e Psicologia, defendeu a campanha pela qualificação dos lutadores preconizada pelo Conselho. “A formação superior em Educação Física proporciona o diferencial nos conhecimentos sobre o corpo e o desenvolvimento humano”, ressaltou.

Merino saudou a aproximação de mais entidade de artes marciais: “Nossa política está sendo progressivamente assimilada pelos profissionais de lutas, que cada vez mais compreendem a formação superior como fonte de conhecimentos legais, éticos e científicos, bem como de uma nova prática profissional”.

A CNKFB, entidade conveniada com o CONFEF, realizará no dia 16 de dezembro, em Pelotas, seu Campeonato Brasileiro de Kickboxing.



Reportagem da RBS TV analisa Educação Física nas escolas gaúchas
21/10/2012
Fonte: CREF2/RS

A Educação Física escolar foi tema de reportagem veiculada no programa RBS Esporte do dia 20/10 pela RBS TV. A matéria, que contou com a participação do Presidente do CREF2/RS Eduardo Merino, analisou várias situações encontradas nas escolas gaúchas e vem ao encontro da campanha do Conselho pela obrigatoriedade da presença do Profissional de Educação Física nas séries iniciais do ensino. Assista a reportagem em nossa Central de Mídia.