Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



Comissão de Educação Física Escolar faz reunião no CREF2/RS
14/10/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Educação Física Escolar esteve reunida na última sexta-feira, dia 11 de outubro, na sede do CREF2/RS. Entre os assuntos discutidos, foram debatidas as diretrizes curriculares e a Base Comum para a formação continuada de professores na Educação Básica. Durante o encontro, também foram organizados assuntos referentes à próxima edição do ENAPEF.

Comissão de Educação Física Escolar



CREF2/RS homenageia vencedores do Troféu Destaque 2019
02/09/2019
Fonte: CREF2/RS

No sábado, dia 31 de agosto, o CREF2/RS promoveu a entrega do Troféu Destaque 2019. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, celebrado em 1º de setembro, teve a sua cerimônia realizada na Praça dos Fundadores do Grêmio Náutico União, com um coquetel festivo.

Divididos em quatro categorias principais, os finalistas do Troféu Destaque 2019 foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho. Todos os ganhadores foram eleitos pela Plenária e revelados durante a cerimônia. As empresas que completaram dez anos de registro ininterrupto, em 2019, também foram convidadas para a festa e receberam um certificado de homenagem pelos serviços prestados.

A cerimônia iniciou às 20h, com um discurso do presidente do CREF2/RS José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS). Na sua fala, ele deu boas-vindas aos presentes e reforçou a relevância do Troféu Destaque, sobretudo para a valorização da profissão. “É com grande honra que o CREF2/RS parabeniza e homenageia diversos profissionais de Educação Física nesta noite, pelo trabalho importantíssimo que desempenham para toda a sociedade”, frisou.

Homenagens especiais

Além dos quatro vencedores conhecidos durante a cerimônia, o CREF2/RS entregou outros quatro prêmios. O primeiro foi o Voto de Louvor ao profissional Juliano Mantovani (CREF 025864-G/RS), professor de Educação Física do Instituto Estadual de Educação Assis Chateaubriand, em Charqueadas. Na última semana, Mantovani ficou conhecido no Brasil inteiro por proteger os alunos da sua escola de um atentado, evitando uma grande tragédia.

Edison Cardoso (CREF 000001-G/RS), mais conhecido pelo apelido de Macaco e falecido em abril de 2018, também foi condecorado. Um dos criadores do CREF2/RS e ex-presidente da Federação Gaúcha de Basquete e da APEF, ele foi representado pelos seus dois filhos e recebeu o troféu Homenagem Especial – In Memoriam. Referência para o esporte e para a Educação Física, Cardoso obteve reconhecimento por atuar de maneira pioneira para a regulamentação e para a valorização da profissão.

O conselheiro federal Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS), que foi o mestre de cerimônias do evento, ainda chamou ao palco Joel Pedroso (CREF 000241-G/RS), vencedor na categoria Personalidade; e Renita Dametto, homenageada com o Mérito da Educação Física. Eles receberam os seus troféus através de uma escolha feita diretamente pela Plenária. A lista completa dos ganhadores do Troféu Destaque 2019 é:

Categoria Profissional – Atuação Bacharelado:
Roberta Borges (CREF 007239-G/RS)
Graduada em Educação Física pela UFPel e pós-graduada em marketing esportivo e academias de ginástica, é proprietária da Academia VO2 Beta, em Pelotas, há 18 anos. Atua na área fitness com aulas de jump, step, local e é uma das referências em todo o Estado nas modalidades kangoo jumps, board fitness e HUGS 7.

Categoria Profissional – Atuação Licenciatura:
Josiane Fassini (CREF 013909-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Ulbra Canoas e pós-graduada em Mídias e Educação, é professora da Escola Municipal Miguel Couto, em Nova Santa Rita. Atua com a inclusão através do projeto “Educação Física Inclusiva na EJA”, com atividades desportivas adaptadas, como goalball e vôlei sentado. É também coordenadora do projeto “A Escola da Universidade”, em parceria com o curso de Educação Física da Ulbra.

Categoria Profissional – Atuação Projetos Sociais:
Evandir Ferraz (CREF 008382-P/RS)
Conhecido pelo nome artístico Mike Júnior, é professor de street dance no Ballet Gutierres, em Porto Alegre. Pioneiro em adotar e explorar a cultura hip hop em suas aulas, há 15 anos desenvolve um projeto social no Centro Comunitário da Vila Orfanotrófio, aproximando crianças carentes da dança. É idealizador da modalidade hip hop fitness e instrutor de step nas academias Movere Fitness, HF Personal Training e Fit Academia.

Categoria Pessoa Jurídica:
Fazendo Onda (CREF 001345-PJ/RS)
Em atividade desde 202, a Fazendo Onda é uma escola de natação e academia de Igrejinha. Além de aulas de natação, hidroginástica e caminhada aquática, também desenvolve projetos de emagrecimento para grupos de pessoas com IMC acima da faixa “Obesidade 1”, com duração de seis meses e prêmios para os melhores resultados. Em quatro etapas realizadas até o momento, ajudou a eliminar mais de 620kg somente através da atividade física.

Personalidade:
Joel Pedroso (CREF 000241-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, é oficial da reserva da Brigada Militar. Atuou grande parte da sua carreira no Corpo de Bombeiros e exerceu diversas funções, como coordenador dos salva-vidas da Operação Golfinho, diretor da Escola de Educação Física da Brigada Militar e comandante dos Bombeiros em Porto Alegre. Também foi coordenador de segurança aquática na Olimpíada e Paralimpíada do Rio de Janeiro, nas provas de remo e canoagem. Atualmente é gerente de esportes do Grêmio Náutico União e presidente da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático.

Mérito da Educação Física:
Renita Dametto
Graduada em Educação Física pela Feevale, é especialista em Treinamento Esportivo e mestre em Educação. Ex-atleta da Seleção Brasileira de handebol, foi professora rede pública de Porto Alegre, secretária de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul e presidente da FUNDERGS. Integrou o Conselho Nacional de Esporte e Lazer, o Conselho Nacional da Ciência e Tecnologia e a Câmara Técnica da Lei de Incentivo ao Esporte. Instituiu o Programa RS Educação Digital e o Programa de Apoio aos Parques Tecnológicos. Coordenou a reestruturação do CETE, o 20° Campeonato Mundial de Atletismo Máster e a Passagem da Tocha Olímpica em Porto Alegre.

Trofeu Destaque



Fórum de Educação Física Escolar discute metodologias de ensino e papel do professor
26/08/2019
Fonte: CREF2/RS

No último sábado, dia 24 de agosto, a Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS promoveu a oitava edição do Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, no SESC Protásio Alves. O evento, que integrou a programação gratuita do 45º ENAPEF, contou com uma palestra conduzida pelo conselheiro federal Ricardo Catunda (CREF 000001-G/CE) e uma atividade lúdica ministrada por José Anchieta (CREF 000337-G/RS).

Com cerca de 100 participantes, entre profissionais e estudantes, a mesa de abertura do Fórum contou com a presença do presidente do CREF2/RS José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS), da presidente da Comissão de Educação Física Escolar Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), da presidente da APEF Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS) e do diretor de logística da Secretaria de Educação Paulo Rezende (CREF 001298-G/RS). Na sua fala, Miryam destacou o papel importante que o evento desempenha, desde a sua primeira edição, para a valorização do profissional de Educação Física dentro das escolas e para a defesa de projetos de lei que contemplem a sua presença desde as séries iniciais de ensino.

Criador do método de ginástica afro aeróbica, Anchieta deu continuidade ao evento, com uma atividade prática. A interação contou com o envolvimento de todos os presentes, que puderam conhecer um pouco mais sobre o batucalê e as formas de utilizá-lo em aulas de Educação Física Escolar, por exemplo. Na sequência, foi a vez da conselheira Cláudia Lucchese (CREF 00238-G/RS) conduzir um segundo momento de descontração, com uma performance de dança e bom humor.

Metodologias ativas

Abordando as metodologias da Educação Física e o papel desempenhado pelos professores, Catunda iniciou a sua palestra explicando o processo de aprendizagem ativa e o desafio complexo que é o ato de ensinar. “A definição de ‘aprender’, como aponta diversos autores, é ‘se tornar capaz de fazer o que antes não se conseguia fazer’. O conceito tem, portanto, uma relação intrínseca com o desenvolvimento de um conjunto integrado de competências”, enfatizou.

Na sua apresentação, o Conselheiro Federal também esclareceu como o aprendizado, sobretudo na Educação Física, tem a possibilidade de transformar a realidade com experimentações. Para isso, Catunda afirmou que a “pirâmide da aprendizagem” precisa ter como objetivo a autonomia dos alunos, através de práticas que reforcem o trabalho em equipe, a resolução de problemas e a criatividade. “O professor é apenas um facilitador dentro do processo, em um modelo de ensino que deve ter clara classificação de prioridades, com as experiências práticas sempre em destaque”, avaliou.

No encerramento do Fórum, Catunda ainda respondeu as dúvidas da plateia, quase todas sobre temas que dizem respeito ao dia a dia dos profissionais de Educação Física que atuam nas escolas. A Comissão de Educação Física Escolar do CREF é formada por Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), Clery de Lima (CREF 000297-G/RS), Jeane Cazelato (CREF 000003-G/RS), Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS) e Ninon Leal (CREF 001350-G/RS).

Educação Física Escolar Comissão de Educação Física Escolar



Comissão de Educação Física Escolar reúne-se na sede do Conselho
25/07/2019
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Educação Física Escolar esteve reunida na última quarta-feira, dia 24 de julho, na sede do CREF2/RS. Entre os assuntos discutidos, a justificativa da Comissão para que profissionais de Educação Física acompanhem as equipes nos Jogos Escolares. Também foi anunciada a retomada das articulações políticas com deputados para agilizar a tramitação de um novo projeto de lei para a obrigatoriedade da Educação Física nas séries iniciais. Junto a estas ações, foi intensificada a divulgação do Fórum de Educação Escolar junto ao ENAPEF.

Participaram da reunião a presidente da Comissão Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), o secretário Clery de Lima (CREF 000297-G/RS), a conselheira Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), Jeane Cazelato (CREF 00003-G/RS) e Ninon Leal (CREF 001350-G/RS).

Comissão de Educação Física Escolar



CREF2/RS realiza 8º Fórum de Mobilização pela Educação Física Escolar em agosto
17/07/2019
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS irá realizar, no dia 24 de agosto, a oitava edição do Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, em Porto Alegre. O evento, que tem o apoio da APEF/RS e do Sesc/RS, vai ocorrer no SESC Protásio Alves e contará com uma palestra ministrada pelo conselheiro federal Ricardo Catunda (CREF 000001-G/CE) e uma atividade lúdica conduzida por José Anchieta (CREF 000337-G/RS). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui.

Com mestrado em Educação em Saúde pela Universidade de Fortaleza e doutorado em Ciências da Educação Física pela Universidade de Lisboa, Catunda atualmente é professor da Universidade Estadual do Ceará e presidente da Comissão de Educação Física Escolar do CONFEF. A sua palestra terá o título “Metodologias Ativas no Ensino da Educação Física”.

Promovido pela Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS, o Fórum está previsto para iniciar às 13h45min e para encerrar às 16h30min. O evento, que integra a programação gratuita do 45º ENAPEF, é aberto para todos os profissionais e acadêmicos do curso de Educação Física. O Conselho emitirá certificado online para todos os presentes na atividade.

8º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
Data e horário: 24 de agosto, sábado, das 13h45min às 16h30min
Local: SESC Protásio Alves – Auditório João Daudt
Endereço: Avenida Protásio Alves, 6220 – Petrópolis
Entrada gratuita – inscrições aqui

Educação Física Escolar Comissão de Educação Física Escolar



Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional organiza o VIII Fórum dos Coordenadores
20/11/2018
Fonte: CREF2/RS

Os membros da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS reuniram-se na tarde da última sexta-feira, 16 de novembro. O encontro ocorreu por meio de teleconferência, realizada a partir da sede do Conselho devido à atividade docente de parte dos seus membros. O principal assunto da pauta foi a organização do VIII Fórum dos Coordenadores, que ocorrerá no dia 13 de abril de 2019, das 9h às 18h, no município de Torres. O evento acontece concomitantemente ao 45º ENAPEF. Participaram da reunião de planejamento a presidente da Comissão Débora Rios Garcia (CREF 002202-G/RS), os membros da comissão Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS) e Leomar Tesche (CREF 000129-G/RS), além da secretária da Comissão, Any Mery Lunardi (CREF 001765-G/RS).

O VIII Fórum terá dois eixos principais que serão objeto de análise dos participantes. Para fomentar a discussão, estão previstas a realização de duas palestras sobre os temas propostos. O primeiro tópico examinará as especialidades profissionais em Educação Física, cursos que o CONFEF já normatizou em sua resolução nº 255/2013, definindo-os como instrumentos relevantes para o aprofundamento dos conhecimentos e das técnicas próprios das várias intervenções profissionais que a Educação Física demanda. Além disto, o Conselho publicou até o presente momento 16 resoluções com especificações para cada curso de pós-graduação requerido. A segunda palestra abordará o futuro da formação profissional no Brasil frente as mudanças aplicadas pelo governo federal na Lei de Diretrizes e Bases (LDB). O debate visa ponderar, analisar e propor soluções aos possíveis impactos destas alterações no desenvolvimento da Educação Física, tanto no campo teórico como na prática profissional no país.

Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional



Novos conselheiros e Diretoria do CREF2/RS tomam posse
30/10/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou, ontem à tarde, dia 29 de outubro, a cerimônia de posse dos seus novos conselheiros. O evento, organizado na Câmara Municipal de Porto Alegre, marcou o início do mandato de seis anos de metade dos membros do Plenário, que foram escolhidos pelos profissionais de Educação Física nas eleições de setembro.

Com a presença de representantes do Governo do Estado, da Prefeitura, da Federação Internacional de Educação Física (FIEP) e de outros Conselhos Profissionais, os presentes foram conduzidos aos seus cargos pela ex-presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), que também fez o discurso de abertura. Ela salientou o crescimento do CREF2/RS nos últimos anos e os desafios que serão enfrentados para uma maior valorização dos profissionais no futuro.

Os novos membros do Plenário, com os demais conselheiros eleitos, ainda se reuniram para eleger a Diretoria do CREF2/RS para os próximos três anos. Atuando fortemente em nome dos profissionais de Educação Física, a nova gestão assume com o compromisso reabrir o CREF Serra e de criar representações regionais, de buscar a redução dos valores de anuidades, de trabalhar pela diminuição das taxas pagas ao ECAD, de aumentar e qualificar as ações de fiscalização e de proporcionar uma maior participação do Conselho na construção de políticas públicas, lutando também contra os cursos EAD na área.

A nova diretoria do CREF2/RS é composta por:

Presidente: José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, José Edgar foi subsecretário de Esportes do Rio Grande do Sul, diretor técnico da Fundergs e, recentemente, Secretário Municipal de Esportes, Recreação e Lazer de Porto Alegre, de 2010 a 2016.

1º Vice-Presidente: Giovanni Bavaresco (CREF 001512-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, Giovanni é pós-graduado em Treinamento Desportivo e diretor da CB Brasil – Saúde Sport e Fitness.

2º Vice-Presidente: Alessandro Gamboa (CREF 001534-G/RS)
Graduado pelo IPA e pós-graduado em Ciências da Saúde e em Administração e Marketing Esportivo, Alessandro é sócio-diretor da G2 Sports e consultor de academias.

1º Secretário: Claudio Franzen (CREF 003304-G/RS)
Graduado em Educação Física e pós-graduado em Dança e Consciência Corporal pela Universidade Gama Filho, Claudio é mestre em Pedagogia em Educação Física e pentacampeão mundial de Ginástica Aeróbica. Atualmente é Gestor de Esporte da Prefeitura de Porto Alegre.

2º Secretário: Eduardo Merino (CREF 004493-G/RS)
Graduado pela UFRGS e doutor em Ciências do Esporte, Eduardo é o atual coordenador do curso de Educação Física da UFPel. Foi professor da Ulbra e presidente do CREF2/RS entre 2010 e 2014.

1º Tesoureiro: Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UFRGS, Alessandro é mestre em Reabilitação e Inclusão pelo IPA e também pós-graduado em Ergonomia do Trabalho e em Gestão de Pessoas Estratégicas e Negócios. Atualmente é diretor da GPA Soluções em Educação e Saúde Corporativa.

2ª Tesoureira: Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA e pós-graduada em Treinamento Desportivo e em Cinesiologia, Luciane foi coordenadora das academias Bodytech e INEXX. Atualmente é coordenadora técnica da Sogipa e presidente da APEF, desde 2015.

Os demais membros recém-eleitos do CREF2/RS:

Luciane Paz (CREF 003952-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, Luciane é pós-graduada em Gestão de Academia. No momento, atua como personal trainer e instrutora de diversas academias, como Espaço Ativo, Academia Alternativa e Academia Moinhos Fitness.

Bruno Araújo (CREF 012860-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UFpel e pós-graduado em Reabilitação Cardíaca pela Universidade Gama Filho, Bruno é sócio-proprietário da Academia Moinhos Fitness, de Pelotas.

Carla Tartarotti (CREF 006564-G/RS)
Graduado em Educação Física pela UCS, Carla é pós-graduada em Educação Física Escolar pela Universidade Gama Filho e mestre em Reabilitação e Inclusão pelo IPA. É proprietária da Academia Físico Fashion e criadora do programa de exercícios físicos para crianças Serelepe Fit.

Carlos Castilhos (CREF 000877-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA e pós-graduado em Ciências do Esporte e em Fisiologia do Exercício, Carlos foi campeão de gaúcho de Ginástica Aeróbica em diversas oportunidades e desde 1998 atua como personal trainer em academias e condomínios.

Rodrigo Campos (CREF 001530-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, Rodrigo é pós-graduado em Ciências do Esporte pela PUCRS. Atua como personal trainer e instrutor de musculação da Academia Bodytech, em Porto Alegre, desde 2006.

Os novos membros suplentes do Conselho são:

Roberta Pinto (CREF 004665-G/RS)
Graduada em Educação Física pela URCAMP, Roberta é pós-graduada em Atividade Física Adaptada e em Administração e Qualidade. Foi proprietária da Atlhética Academia, de Bagé, e desde 2017 é coordenadora técnica das Academias do SESC/RS.

Everton Gomes (CREF 002615-G/RS)
Graduado em Educação Física pela Ulbra Canoas, Everton é pós-graduado em Dança e Consciência Corporal pela Universidade Gama Filho. É professor e proprietário da Academia Corpo e Forma, de Guaíba.

Ninon Leal (CREF 001350-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Ulbra, Ninon é pós-graduada em Ciências do Esporte e Treinamento Físico pela UFRGS. Foi professora de Educação Física Escolar em diversos municípios e atualmente é sócia-proprietária das academias Pró Fitness.

Any Mery Lunardi (CREF 001765-G/RS)
Graduada em Educação Física pelo IPA, Any Mery é professora de ginástica e sócia-proprietária da academia Aerostep, de Porto Alegre.

Eleições conselheiros



Benno Becker recebe Troféu Destaque pela sua militância em prol da regulamentação da profissão
11/10/2018
Fonte: CREF2/RS

O professor Benno Becker Júnior (CREF 01644-G/RS) esteve na sede do CREF2/RS no dia 4 de outubro, quando recebeu da presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), o Troféu Destaque na categoria Mérito da Educação Física. A homenagem faz jus a longa militância que Becker desenvolveu em prol do esporte e a sua participação fundamental na regulamentação da profissão de Educação Física. Benno é doutor em Psicologia pela Universidad de Barcelona e mestre em Educação pela PUCRS, tendo publicado 12 livros, e atua como terapeuta e coach pessoal, promovendo cursos e workshops sobre "comunicação Verbal e Não Verbal", "Atividades Psicofísicas para a Qualidade de Vida" e "Técnicas Cognitivas, Comportamentais e Somáticas - TCCS" aplicadas ao controle do estresse individual e grupal no esporte e para empresas, manejo da insônia, redução da Ansiedade e Depressão, manejo da obesidade e redução da Dor.

Benno foi um dos precursores na discussão sobre a problemática da atuação profissional em Educação Física, visando a criação de um órgão orientador, disciplinador e fiscalizador do exercício profissional. Em 1983, ele coordenou a reunião entre diretores, professores e estudantes de Escolas de Educação Física com o objetivo de elaborar um projeto tendo como base os projetos de conselho regionais e federais da psicologia e medicina. Após discussão e debate, o projeto de lei foi aperfeiçoado, e foi proposto a criação de Conselho dos Profissionais de Educação Física. A tramitação do projeto seria na Câmara dos Deputados, com a necessidade da mobilização dos representantes políticos de cada estado, para a defesa e o acompanhamento do projeto. Os Professores Benno Becker e Antônio Amorim foram designados para encaminhar o projeto de lei ao poder legislativo.

O projeto, já aperfeiçoado, foi apresentado por Benno no encontro de diretores de Escolas de Educação Física do Brasil, encontro que comemorava os 50 anos das Escolas de Educação Física da Universidade de São Paulo. Do ano de 1984 em diante, iniciaram de fato as ações concretas para a regulamentação da profissão. Paralelamente, foi apresentado o Projeto de Lei 4559/84, pelo deputado federal Darcy Pozza à Câmara dos Deputados, que dispunha sobre o Conselho Federal e os Regionais dos Profissionais de Educação Física, Desporto e Recreação. Este foi, oficialmente, o primeiro projeto de regulamentação da profissão.

Em praticamente todas as instâncias deliberativas, até então, das APEFs e nos Congressos da FBAPEF, as decisões eram sempre no sentido da luta pela regulamentação. De acordo com o trâmite do projeto de apresentação de propostas para apresentação de substitutivos. O PL 4559/84 foi aprovado pelo Congresso Nacional, em dezembro de 1989, sendo vetado pelo Presidente da República, José Sarney. Isso ocorreu no início do ano de 1990, baseando-se em parecer exarado pelo Ministério do Trabalho.

A luta prosseguiu no início de 1994, com grupos de estudantes de Educação Física preocupados com o crescente aumento de pessoas sem formação atuando no mercado emergente, articularam-se com a APEF-RJ para impedir o abuso, requerendo a regulamentação da profissão, com um novo movimento de mobilização da categoria, com a adesão de político para apresentar o projeto de lei e todo o desgaste que representaria tal questão, ao longo do trâmite do projeto na Câmara e no Senado.

Em Janeiro de 1995, durante a realização do congresso da FIEP em Foz do Iguaçu, o “Movimento pela regulamentação do Profissional de Educação Física” foi lançado na abertura do evento, após contar com a aprovação e adesão do delegado geral da FIEP no Brasil, Prof. Almir Gruhn e do Vice-Presidente, Prof. Manoel José Gomes Tubino. Jorge Steinhilber proferiu conferência de abertura do Congresso, anunciando que a assembleia da Federação Brasileira das Associações de Profissionais de Educação Física aprovara a proposta de regulamentação da profissão, e que lançava o “Movimento” como mola propulsora da regulamentação e como centro da rede de divulgação e mobilização, que seria necessária para esclarecimento e adesão nacional a respeito da questão. Assim foi lançado o “Movimento nacional pela regulamentação do Profissional de Educação Física”, no início do ano de 1995. Até a audiência pública realizada no dia 17 de outubro de 1996, o deputado Paulo Paim consultou as Instituições formadoras de profissionais de Educação Física, entidades, órgãos públicos, profissionais e estudantes de Educação Física.

Em 13 de agosto de 1998, o projeto foi incluído na ordem do dia do Senado. Após alguns momentos de tensão, em razão de possíveis emendas ao Projeto de Lei, o professor Jorge Steinhilber, reunido com a deputada Laura Carneiro e Senadores, firmou acordo para possibilitar a aprovação do Projeto de Lei nesta sessão. Após algumas manifestações de parlamentares, e um longo e brilhante discurso do senador Francelino Pereira, o projeto foi aprovado por unanimidade e encaminhado à sanção presidencial. Em 1º de Setembro de 1998, o Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, sanciona a lei 9696/98, publicada no Diário Oficial da União em 02/09/98.

Troféu Destaque 2018



CongregaCREF reúne profissionais e estudantes para dois dias de palestras
27/08/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS realizou, nos dias 24 e 25 de agosto, o CongregaCREF – IV Seminário Sul Brasileiro de Educação Física, no Centro Universitário Metodista IPA. O evento teve como objetivo promover o conhecimento e a qualificação dos profissionais, por meio de seis palestras, abrangendo diversas áreas e abordando as conquistas e os desafios dos 20 anos de regulamentação da profissão. A mesa de abertura foi composta pela presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), pelo reitor do IPA Norberto Garin, pela conselheira e presidente da Associação dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS) e pelo conselheiro federal do CONFEF Sérgio Sartori (CREF 000003-G/RJ).

Com a palestra “20 Anos de Regulamentação da Profissão de Educação Física”, Sérgio Sartori relembrou a histórica luta pela regulamentação, que remonta aos anos 40. “A iniciativa partiu das Associações dos Professores de Educação Física, localizadas no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Juntas fundaram a Federação Brasileira das Associações de Professores de Educação Física, em 1946”, afirmou. Segundo Sartori, o gaúcho Benno Becker (CREF 001644-G/RS) coordenou a segunda fase do processo, quando foi apresentado pelo deputado federal Darcy Pozza o primeiro projeto de lei à Câmara dos Deputados. A iniciativa foi aprovada pelo Congresso Nacional em dezembro de 1989, mas vetada posteriormente pelo presidente José Sarney.

No início de 1994, a APEF-RJ retomou a luta e, por meio de um grupo de professores, lançou o Movimento Nacional pela Regulamentação do Profissional de Educação Física, no início de 1995. “Para deflagrar o processo formalmente, o deputado federal Eduardo Mascarenhas apresentou um novo projeto de lei na Câmara dos Deputados. Em 22 de outubro de 1997, foi aprovado por unanimidade e remetido à Comissão de Constituição e Justiça. Em 1º de setembro de 1998, o presidente Fernando Henrique Cardoso sancionou a Lei 9.696/98”, comemorou.

Já André Lopes (CREF 008061-G/RS) realizou uma palestra intitulada “Hipertrofia Muscular: Mitos, Verdades e Atualizações”. De forma descontraída, Lopes iniciou sua fala dando dicas de como criar e realizar projetos de sucesso baseados em novas ideias. “O atual estágio da nossa sociedade é baseado na informação, basicamente veiculada pela Internet. As pessoas passam em média 30 horas conectadas”, afirmou. De acordo com o palestrante, o que pode diferenciar o profissional de Educação Física em meio a essa abundância de estímulos é referenciar a sua proposta de trabalho através de meios científicos comprovados. “A inovação tem que ser chancelada por meio de pesquisas confiáveis”, aconselhou.

Em relação à hipertrofia muscular, André logo afirmou que muitos docentes ainda usam uma terminologia defasada em relação aos músculos. Ele também explicou que os fatores que afetam a massa muscular são a genética, a idade, o treinamento, a nutrição, o descanso e, em alguns casos, a farmacologia. André ainda disse que, com o cruzamento de metadados sobre as fibras musculares, ficou provado que um descanso maior entre as séries dão maior resultado para o treino de hipertrofia que as de descanso curto, mas a cadência de realização do movimento e o intervalo de devem ser fixos. “Caso contrário, se perde o controle da periodização”, relatou. Por fim, ele lançou um desafio ao auditório: “organize os próximos treinos de maneira que sejam progressivamente mais científicos”.

O segundo dia de evento iniciou sábado, com a primeira palestra de Fábio Padilha (CREF 000613-G/DF). Em “O Futuro do Profissional de Educação Física”, o organizador do Brasília Capital Fitness deu dicas de como se diferenciar e fazer sucesso, em um mercado extremamente competitivo. “A ideia precisa vir antes do dinheiro. Os empresários que dão certo são aqueles que tomam atitudes e que trabalham para a evolução”, frisou. Na sua fala, Padilha também elencou a proatividade, a força de vontade, a determinação e a coragem como elementos fundamentais para quem quer crescer. “Se você sabe o que precisa ser feito, não espere alguém pedir para você fazer. Simplesmente faça”, defendeu. Além de explorar cada um desses eixos, o palestrante também considerou a ambição necessária para o sucesso. “Saiba o que você quer, não diga ‘tanto faz’ ou ‘pode ser’ diante das oportunidades”, destacou.

Em um segundo momento, Padilha fez a apresentação “Tendências Mundiais do Mercado fitness”, dessa vez direcionada aos empresários e donos de academia presentes. O palestrante mostrou cases de empresas bem-sucedidas e explicou que o bom gestor é, na verdade, aquele que não deixa os problemas acumularem. “Há sempre dois caminhos: fazer dar certo, com dedicação total, ou abandonar”, declarou. Para Padilha, as qualidades necessárias para se tornar um empresário de sucesso são bem parecidas com as características de um bom um profissional: atitude, proatividade, inteligência, visão e coragem. O palestrante ainda falou sobre estratégias de negócio e sobre o relacionamento com concorrentes. No final, tirou dúvidas e destacou formatos de empresa que poderiam ser facilmente implementados no Brasil. “O índice de obesidade aqui é alto, o que significa que temos um bom nicho para ser explorado. Quem ganha dinheiro é quem é a solução do problema de alguém”, encerrou.

Já a primeira palestra da parte de sábado à tarde foi de Fabián Mariotti (CREF 011969-P/RS), mestre em Educação pela Universidade de Rosário, na Argentina, e autor de 17 livros sobre recreação. Mariotti, que trouxe o tema “A Importância do Lúdico na Educação Física Escolar” para o debate e para a reflexão, mostrou aos presentes, de maneira bastante prática, como as brincadeiras, especialmente com músicas, podem ser extremamente proveitosas aos alunos. “Os professores, de uma maneira geral, precisam ter consciência da atitude lúdica, atuando de forma menos dura nas aulas e mais abertos para aprenderem com também”, explicou. Mariotti, ao longo da sua apresentação, mostrou aos presentes as vantagens da aproximação e da interação entre as crianças nas aulas de Educação Física Escolar.

Robson Santos (CREF 021677-G/RS), pós-graduado em Reabilitação de Lesões Musculoesqueléticas e finalista do prêmio Top Trainer Brasil 2017, fez a última palestra do CongregaCREF 2018, com o título “O Profissional de Educação Física no Tratamento e Prevenção da Hérnia de Disco”. Além de classificar as diferentes fases do problema e o que é mais recomendado para combater a dor, o palestrante apresentou de forma bastante didática algumas estratégias que podem ser adotadas pelos profissionais de Educação Física diante de qualquer tipo de lesão. “O instrutor de musculação, que está lá na academia atendendo uma pessoa que tem hérnia de disco ou alguma outra enfermidade, não precisa ter medo de atender esse tipo de aluno. O que ele não pode é só montar um treino e contar as séries, tem é que analisar o aluno desde o primeiro momento e entender os seus gestos e as suas reações durante a prática”, explicou Santos.

CongregaCREF



CREF2/RS lamenta falecimento do ex-conselheiro Edson Cardozo
17/04/2018
Fonte: CREF2/RS

O Conselho lamenta o falecimento do ex-conselheiro Edison Cardozo, conhecido pelo apelido Macaco. Além de ter sido presidente da Federação Gaúcha de Basquete (FGB), entre 1982 e 1990, Cardozo esteve também à frente da Associação dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul (APEF/RS) e foi um dos idealizadores do CREF2/RS, fundado em 1999.

O CREF2/RS presta aqui a sua homenagem. Sempre uma referência para o esporte e para a Educação Física em geral, por conta da responsabilidade e do empenho nas atividades desempenhadas, Cardozo atuou de maneira pioneira para a regulamentação e para a valorização da profissão no Rio Grande do Sul.

Falecimento Edson Cardozo FGB APEF



Reunião com coordenadores de cursos de Educação Física teve palestra de conselheira do CONFEF
16/04/2018
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS realizou uma reunião com 20 coordenadores e diretores de cursos de Educação Física durante a 44ª edição do ENAPEF, no dia 7 de abril, em Torres. Durante o encontro, a conselheira Federal Iguatemy Martins (CREF 000001-G/PB) realizou a palestra “Formação Superior em Educação Física: Estágio atual e Perspectivas”. Ela relatou que o Brasil tem cerca de 6,6 milhões de estudantes no ensino superior com cursos presenciais e 1 milhão e meio em cursos a distância, e fez um apanhado geral de resoluções como as DCNs, EaD Graduação em Saúde até a Regulação, Supervisão e Avaliação das Instituições e dos cursos de graduação e pós-graduação no Sistema Federal de Ensino.

De acordo com a presidente da Comissão de Ensino Superior do CREF2/RS Débora Garcia (CREF 002202-G/RS), a reunião foi um sucesso. “Conseguimos reunir faculdades e universidades privadas e federais.” Segundo Débora, os coordenadores e diretores solicitaram que as reuniões fossem anuais, pois sentem necessidade de trocar ideias e experiências com outros coordenadores.

Reunião de Coordenadores e Diretores de Cursos de Educação Física



Formação em Licenciatura é tema do 7º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
09/04/2018
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS realizou, no último sábado, dia 7 de abril, a sétima edição do Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar. O evento, que contou com o apoio da APEF/RS, do Sesc/RS e da Prefeitura de Torres, integrou a programação do 44º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF) e teve como atração uma palestra conduzida pela conselheira federal Iguatemy Martins (CREF 000001-G/PB).

Com entrada gratuita para profissionais de Educação Física e acadêmicos do curso, o 7º Fórum reuniu participantes de todo o Estado e trouxe para debate a formação em Licenciatura e como os professores podem se preparar melhor para atuar nas escolas. A mesa de abertura foi composta pela presidente da Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), pelo representante da Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul Paulo Rezende (CREF 001298-G/RS), pela presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e pela presidente da APEF/RS Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS). Nas suas falas, todos destacaram os avanços conquistados pelo Fórum e pelo Conselho nos últimos sete anos e como esta oportunidade de aperfeiçoamento profissional é de grande valia para todos os Licenciados em Educação Física, sempre com palestras de alto nível.

Na sequência, Iguatemy iniciou a apresentação intitulada “A formação em Educação Física para atuação na Escola: preparando o professor, vivenciando a Licenciatura”. Na primeira parte da sua fala, a palestrante trouxe números referentes à quantidade de docentes presentes na Educação Básica, estimada em 2,1 milhões de pessoas, e à presença de professores de Educação Física devidamente habilitados para desempenhar esta função. “Como indica o Plano Nacional de Educação (PNE), quase 80% daqueles que atuam nas escolas têm curso superior. No entanto, um dos principais problemas não diz respeito a este dado, mas ao fato de que somente metade deles lecionam dentro da sua área específica. Apenas na Educação Física, por exemplo, há um deficit de cerca de 30% de profissionais habilitados”, pontuou.

A Educação Física Escolar, embora bem representada frente a outras disciplinas em que a ausência de professores capacitados é mais evidente, como Química, Física e Biologia, precisa capacitar melhor os seus profissionais. Os apontamentos feitos por Iguatemy ao longo da palestra, baseados em indicadores divulgados pelo Governo Federal, mostraram que o baixo capital cultural, a frágil preparação para o Magistério, a teoria descolada da formação prática e o estágio não encarado como uma ação estratégica de formação são os principais eixos que precisam ser contemplados pelos cursos de Licenciatura. “As Instituições Públicas e Privadas não estão resolvendo a questão formativa do futuro professor. A maioria das alterações curriculares feitas nas Licenciaturas, nos últimos anos, não teve uma avaliação feita do seu impacto e dos seus resultados”, salientou Iguatemy.

Na segunda parte da apresentação, Iguatemy falou sobre a intervenção profissional nas escolas e como os professores de Educação Física podem se preparar para realizar um trabalho de excelência. A palestrante destacou os seis eixos da atuação – planejar, programar, organizar, desenvolver, coordenador e lecionar conteúdos de Educação Física no Ensino Infantil, Fundamental e Médio – e como eles poderiam ser aplicados da melhor forma. “Os professores precisam colecionar, selecionar e aplicar metodologias e técnicas nas diversas faixas etárias e níveis de ensino. No entanto, a maioria dos profissionais sentem falta de capacitação adequada para fazer esta distinção”, relatou Iguatemy. “A ausência de uma sistematização ainda é algo que prejudica a evolução da Educação Física enquanto disciplina escolar e a valorização dos seus professores. O profissional precisa compreender, dentro dos cursos de Licenciatura, que não pode dar a mesma aula para alunos do 4º, do 5º ou do 6º ano. Resumidamente, não há qualidade no ensino que é engessado e igual para todo mundo”, complementou.

Para Iguatemy, a falta de clareza do que é ensinado e as expectativas de aprendizado que não são atendidos afetam não só os alunos, mas também os docentes, que no fim das contas acabam se afastando do saber pedagógico das Licenciaturas. “Os professores têm que conhecer o conteúdo daquilo que ensinam, precisam dominar todos os assuntos que são levados para as aulas de Edução Física. O principal indicador de qualidade do ensino é o capital humano, ou seja, os docentes bem formados e preparados”.

Fórum Educação Física Escolar Educação Física Escolar ENAPEF



CREF2/RS realiza 7º Fórum de Mobilização pela Educação Física Escolar amanhã em Torres
06/04/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS irá realizar neste sábado, dia 7 de abril, a sétima edição do Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, em Torres. O evento, que tem o apoio da APEF/RS, do Sesc/RS e da Prefeitura de Torres, vai ocorrer no Hotel Sesc Torres e contará com uma palestra ministrada pela conselheira federal Iguatemy Martins (CREF 000001-G/PB). Com entrada gratuita, a atividade iniciará às 14h. As inscrições podem ser feitas no local.

Com mestrado em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e doutorado em Ciências do Desporto pela Universidade do Porto, Iguatemy é professora da UFPB e vice-presidente do Conselho Federal de Educação Física (CONFEF). Com experiência nas áreas de gestão do Ensino Superior, ensino de Graduação e formação profissional em Educação Física, a sua palestra terá o título “A formação em Educação Física para atuação na Escola: preparando o professor, vivenciando a Licenciatura”. O evento está previsto para encerrar às 16h30min e o CREF2/RS emitirá certificado para todos os presentes.

7º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
Data e horário: 7 de abril, sábado, das 14h às 16h30min
Local: Hotel Sesc Torres – Salão Ilha dos Lobos
Endereço: Rua Plínio Kroeff, 465
Entrada gratuita

Cronograma:
14h – Credenciamento
14h15min – Abertura
14h30min – Palestra “A formação em Educação Física para atuação na Escola: preparando o professor, vivenciando a Licenciatura”
15h30min – Debate

Eventos



Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar ocorre neste sábado em Torres
02/04/2018
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS irá realizar neste sábado, dia 7 de abril, a sétima edição do Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, em Torres. O evento, que tem o apoio da APEF/RS, do Sesc/RS e da Prefeitura de Torres, vai ocorrer no Hotel Sesc Torres e contará com uma palestra ministrada pela conselheira federal Iguatemy Martins (CREF 000001-G/PB). Com entrada gratuita, a atividade iniciará às 14h. As inscrições podem ser feitas até quarta-feira, dia 4 de abril, por este link.

Com mestrado em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e doutorado em Ciências do Desporto pela Universidade do Porto, Iguatemy é professora da UFPB e vice-presidente do Conselho Federal de Educação Física (CONFEF). Com experiência nas áreas de gestão do Ensino Superior, ensino de Graduação e formação profissional em Educação Física, a sua palestra terá o título “A formação em Educação Física para atuação na Escola: preparando o professor, vivenciando a Licenciatura”. O evento está previsto para encerrar às 16h30min e o CREF2/RS emitirá certificado para todos os presentes.

7º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
Data e horário: 7 de abril, sábado, das 14h às 16h30min
Local: Hotel Sesc Torres – Salão Ilha dos Lobos
Endereço: Rua Plínio Kroeff, 465
Entrada gratuita

Cronograma:
14h – Credenciamento
14h15min – Abertura
14h30min – Palestra “A formação em Educação Física para atuação na Escola: preparando o professor, vivenciando a Licenciatura”
15h30min – Debate
16h30min – Encerramento

Educação Física Escolar APEF Fórum



Coordenadores e diretores de cursos de Educação Física se reúnem no 44º ENAPEF
19/03/2018
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS realizará uma Reunião de Coordenadores e Diretores de Cursos de Educação Física durante a 44ª edição do ENAPEF no dia 7 de abril, em Torres, logo após término do 7º Fórum Escolar. Entre os objetivos propostos, estão a promoção, a integração, a discussão e a atualização de temas relativos à formação profissional em Educação Física. Os coordenadores e diretores de cursos, ou seus representantes, podem confirmar presença até dia 27 de março exclusivamente pelo e-mail eventos@crefrs.org.br

A Reunião terá início com uma recepção das 17h30min as 18h, sendo seguida da palestra “Formação Superior em Educação Física: Estágio atual e Perspectivas”, ministrada pela professora Iguatemy Lucena Martins (CREF 000001-G/PB). Iguatemy possui mestrado em Educação pela Universidade Federal da Paraíba e doutorado em Ciências do Desporto pela Universidade do Porto. É professora-associada da Universidade Federal da Paraíba e vice-presidente do CONFEF. Atua nas áreas de gestão do Ensino Superior, Ensino de Graduação e formação profissional em Educação Física.

Reunião de Coordenadores e Diretores de Cursos de Educação Física

Data: 7 de abril, sábado (após o 7º Fórum Escolar)
Local: Clube Capesca - Rua Joaquim Pôrto, 461 - Torres/RS
Realização: Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CREF2/RS

Programação:

17h30min às 18h - Recepção
18h às 19h30min- Palestra: “Formação Superior em Educação Física: Estágio atual e Perspectivas”, com a professora Iguatemy Lucena Martins (CREF 000001-G/PB)
20h – Encerramento

Reunião de Coordenadores e Diretores de Cursos de Educação Física



7º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar será em Torres
12/03/2018
Fonte: CREF2/RS

O município de Torres sediará no dia 7 de abril, das 14h às 16h30min, o 7º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar. A realização é do CREF2/RS, com apoio da APEF/RS, Sesc/RS e Prefeitura de Torres. O local do evento será no Salão Ilha dos Lobos do Hotel Sesc Torres, na rua Plínio Kroeff, 465. A carga horária será de quatro horas, e o evento terá a emissão de Certificado online aos participantes As inscrições são gratuitas até o dia 4 de abril e podem ser feitas neste link.

Na programação, haverá a palestra "A formação em Educação Física para atuação na escola: preparando o professor, vivenciando a licenciatura", ministrada pela professora Iguatemy Lucena Martins (CREF 000001-G/PB). Iguatemy possui mestrado em Educação pela Universidade Federal da Paraíba e doutorado em Ciências do Desporto pela Universidade do Porto. É professora associada da Universidade Federal da Paraíba e vice-presidente do Conselho Federal de Educação Física. Atua nas áreas de gestão do Ensino Superior, Ensino de Graduação e formação profissional em Educação Física.

7º Fórum de Mobilização Escolar pela Educação Física Escolar

14h - Credenciamento
14h15min - Abertura
14h30min - "A formação em Educação Física para atuação na escola: preparando o professor, vivenciando a licenciatura"/Palestrante: Profª Drª Iguatemy Lucena Martins (CREF 000001-G/PB)
15h30min- Debate
16h30min- Encerramento

7º Fórum de Mobilização Gaúcha Escolar pela Educação Física Escola



Comissão de Educação Física Escolar aborda o PL 87/2016
01/12/2017
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS voltou a se reunir na sede do Conselho, na última quinta-feira, dia 30 de novembro. Estiveram presentes a presidente da Comissão Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), João Guilherme Queiroga (CREF 000839-G/RS) e Marcia Rohr da Cruz (CREF 007542-G/RS).

A pauta principal do encontro foi o andamento do Projeto de Lei 87/2016, que institui como requisito a formação profissional em Educação Física para exercer a docência da disciplina em todos os níveis de ensino – infantil, fundamental e médio – nas escolas públicas e privadas do Rio Grande do Sul.

A Comissão também fará sugestão à APEFRS, organizadora do ENAPEF-Encontro Nacional do Profissionais de Educação Física, para que seja oferecido curso na área da Educação Física Escolar, sobre vivências pedagógicas na sala de aula, durante a edição de 2018 do evento.

Comissão de Educação Física Escolar



Evento "O Mercado do Personal Trainer Corporativo" marca início de uma nova área de atuação na Educação Física
08/11/2017
Fonte: CREF2/RS

Cerca de 60 profissionais de Educação Física e estudantes assistiram ontem, dia 7, as palestras apresentadas no evento “O Mercado do Personal Trainer Corporativo”, promovido pela Câmara de Ginástica Laboral e Atividade na Empresa do CREF2/RS. Além de comemorar o Dia da Ginástica Laboral (22/11), o evento teve como objetivo divulgar um novo perfil de profissional para o mercado corporativo, que atua como promotor de saúde e prevencionista no mundo do trabalho, esclarecendo ao personal trainer sua importância no mundo corporativo.

Fizeram parte da mesa o vereador de Porto Alegre, Mauro Pinheiro, o conselheiro Federal do CONFEF, Carlos Alberto Cimino (CREF 001691-G/RS), o desembargador do TRT da 4ª Região, Janney Camargo Bina, a presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 01910-G/RS), o presidente do Sindicato dos Profissionais de Educação Física do RS (Sinpef/RS), Ubirajara Brites (CREF 000416-G/RS), a presidente da Associação dos Profissionais de Educação Física do RS (APEF/RS), Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS), o presidente da Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa e vice-presidente do CREF, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS) e a analista Técnica do SESI/RS, Galvani Gonçalves.

O vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar, qualificou o evento como histórico. “Este novo conceito está sendo gestado desde 2005, e o que possibilitou sua formatação foi, principalmente, o CREF2/RS por meio da presidente Carmen, que acreditou em algo tão singular e que preenche uma lacuna no mercado: profissionais que atendam as empresas com conhecimento de legislação, leis e das 36 normas regulamentadoras”.

Segundo Lauro, ao longo do tempo o CREF2/RS vem firmando parcerias com Ministérios Públicos, Polícia Civil e Procon. “No ano passado nos tornamos parceiros do TRT4, pois os magistrados estão muito preocupados quando se apresentam conflitos patrão versus empregados, e eles percebem que não houve intervenção alguma em prol da saúde do trabalhador. Portanto, temos uma responsabilidade enorme. Se depender de nós, o profissional de Educação Física estará cada vez mais presente na vida dos trabalhadores, evitando as doenças ocupacionais e, é claro, trabalhando multidisciplinarmente com outros profissionais da saúde.“

A presidente do CREF2/RS, Carmen Masson, reforçou na sua fala a necessidade da ajuda dos profissionais de Educação Física na fiscalização. "Temos 497 municípios do Estado, e mesmo que o CREF2/RS tivesse o mesmo número de fiscais, não seriam suficientes para a atual realidade". Carmen explicou que repetidamente agentes de fiscalização do DEFOR vão até algum município do interior, fazendo visita a primeira academia do roteiro. Após esta ação, o profissional fiscalizado passa mensagem de texto ou telefona para as demais academias que estão irregulares, e estas fecham as portas. "Eu preciso que vocês denunciem os irregulares. Esta denúncia é sigilosa, jamais alguém saberá quem denunciou, e só assim conseguiremos retirar as pessoas que estão ocupando ilegalmente nosso espaço profissional ".

A primeira palestra teve como tema “Gestão de Venda e Relacionamento no Mundo Corporativo” e foi ministrada por Felipe Machado (CREF 008513-G/RS). O palestrante explicou que com a concorrência, o cliente passou a ter um leque de possibilidades, todos lhe oferecendo “serviços únicos”, que no final do dia se mostram iguais devido ao fenômeno da “acomodação” das tecnologias, das pessoas e dos processos. “Ou seja, o cliente por vezes não consegue mais distinguir o caráter único dos serviços que lhe oferecemos. Moral da história: comunicar nossa oferta para o cliente já não é mais suficiente”, avalia. Felipe ressaltou a necessidade de entender o cliente, suas dores e desejos, a competência da empresa, seus produtos e serviços e a entrega de valores, que resultam em satisfação e encantamento. Ele também explicou que para se adaptar ao novo paradigma da área de Vendas e Relacionamento, é necessário que o profissional de Educação Física aprenda a criar valor para os clientes (Acolher), precisa aprender a surpreender os clientes, fazer a diferença na vida dos clientes (Encantar) além de cuidar dos clientes como se fossem únicos (Personalizar).

A segunda palestra teve como tema “A reinvenção do personal trainer para atender as demandas das empresas atuais”, sendo ministrada por Carla Lubisco (CREF 001733-G/RS). Segundo Carla, o estudo Workplace Wellness 2016, realizado pelo Instituto Global de Wellness (GWI), mostra que as empresas e governos estarão cada vez mais motivados em reverter a tendência de falta de qualidade de vida na força de trabalho. “O bem-estar no trabalho é um movimento que irá ganhar força nos próximos cinco anos. Hoje, poucas pessoas têm acesso a programas de bem-estar em seu emprego”, explica, lembrando que a média global é de 9%, e no Brasil, 5%. Já nos EUA, esse percentual é de 52%. Carla afirma que os programas de qualidade de vida como conhecemos hoje, irão desaparecer. "As ações realizadas não podem ser coercitivas e frias, devem ser por adesão e ser acolhedoras, integradoras", salienta. "É preciso criar uma nova cultura, em que o autogerenciamento da qualidade de vida também ganhe força". Para a personal trainer, os indivíduos serão mais responsáveis pela sua própria qualidade de vida.

Ela também enfatiza a necessidade de se olhar o ser humano com uma visão de 360 graus. "Ao fazer um exercício para o braço, lembrar que ele faz parte de conjunto muscular que, por sua vez, faz parte de uma pessoa que tem um sistema emocional, mental e espiritual. Ter um viés humano, olhar empaticamente o aluno. A parte técnica, mais do que nunca, é só uma das etapas".

“Qual profissional de educação física não tem dificuldade com venda?” Com esta indagação, realizada por Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS), iniciou-se a terceira palestra do evento, que abrangeu a “Inserção e a Interação do Personal Trainer nas Empresas”. Segundo Alessandro, o profissional não é preparado para realizar vendas durante sua formação. Mas existem dificuldades posteriores, pois a relação é sempre direta com o consumidor. "Quando entramos com um projeto em uma empresa, diversos níveis estratégicos, hierárquicos, táticos e operacionais coexistem, são diferentes níveis de decisão, aliados a múltiplos níveis de interesse". Muitas vezes, complementa Gonçalves, o nível gerencial que se vai atender entende que a empresa teria outras prioridades, mas a direção, que viu potencial naquele programa de atividades físicas corporativa, compreende que é necessário. “Isto te larga numa fogueira, porque tu vais ter que comprovar que teu trabalho tem valor para, hipoteticamente, 400 funcionários".

Segundo Alessandro, firmamos um contrato de três pontas: a empresa que contratou, a equipe de profissionais de Educação Física e o trabalhador. "Eu preciso fazer com que estes interesses se conectem, satisfazendo o trabalhador e a empresa como organização. E cada uma das pontas têm suas especificidades, todos, obviamente, conectados". Alessandro alerta que um grande erro estratégico é se apegar apenas no feedback do trabalhador. "Isso é bom inicialmente, mas quando houver mudanças estratégicas, é necessário estar ao lado de quem te contratou, pois a parte do trabalhador é a mais fraca para a sustentabilidade do teu projeto". Por fim, Alessandro salientou que o Personal Trainer Corporativo vai abrir muitas portas para os profissionais de Educação Física, usando, inclusive, a Ginástica laboral como ferramenta.

Personal Trainer Corporativo



Conferência debate presença do profissional de Educação Física nos postos de saúde
09/08/2017
Fonte: CREF2/RS

Na manhã desta quarta-feira, dia 9 de agosto, o Conselho sediou uma das atividades preparatórias para a 2ª Conferência Municipal de Vigilância em Saúde, promovida pela Prefeitura de Porto Alegre anualmente. O evento, que trouxe para o debate a importância da atividade física na promoção da saúde e na prevenção de doenças, contou com uma palestra da presidente Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e a presença de representantes da APEF/RS e do SINPEF/RS.

A Conferência Livre realizada no CREF2/RS, que posteriormente terá as suas demandas levadas para a apreciação do Conselho Municipal de Saúde, defendeu – entre outros pontos – a presença do profissional de Educação Física nas academias de saúde, que serão adotadas pela Prefeitura em diversas Unidades Básicas de Saúde do município em breve. “A saúde atualmente possui um conceito amplo, englobando muito mais o bem-estar do que apenas a ausência de doenças. Nestes locais, em que a proposta é dar ênfase à prevenção e aos hábitos saudáveis, a nossa atuação vai se tornar fundamental”, analisou Carmen.

Com os dados divulgados pelo IBGE, que indicam o sedentarismo com a principal causa de 50% das doenças que atingem a população brasileira, a reunião também teve o intuito de criar algumas propostas para que futuramente a Educação Física esteja integrada a todas as políticas públicas. “A presença dos nossos profissionais no SUS é quase inexistente, mas podemos reverter esta realidade. A Prefeitura de Porto Alegre recebeu R$ 1 milhão para a implementação das academias de saúde e o nosso trabalho preventivo certamente poderá gerar uma grande economia para os cofres públicos”, complementou a Presidente.

A 2ª Conferência Municipal de Vigilância em Saúde será realizada no final deste mês e os representantes do CREF2/RS também deverá0 apresentar propostas para a criação do cargo de profissional de Educação Física na Secretaria Municipal de Saúde e para a implementação de políticas públicas de prevenção mais abrangentes e eficazes. Mais informações aqui.

Eventos



CREF2/RS sedia Conferência Livre sobre atividade física para idosos nesta quarta-feira
08/08/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vai receber amanhã, dia 9 de agosto, uma das atividades que integram a 2ª Conferência Municipal de Vigilância em Saúde, promovida pela Prefeitura de Porto Alegre. A Conferência Livre intitulada “A Importância da Atividade Física, Orientada por Profissional de Educação Física, na Promoção da Saúde e na Prevenção de Doenças do Idoso” será realizada das 9h às 12h, com entrada gratuita para o público em geral.

A palestra, que conta com a parceria da APEF/RS e do SINPEF/RS, vai abordar diversos tópicos relacionados à Educação Física e ao dia a dia dos profissionais que atuam nesta área. As inscrições poderão ser feitas diretamente no local.

Conferência Livre: A Importância da Atividade Física, Orientada por Profissional de Educação Física, na Promoção da Saúde e na Prevenção de Doenças do Idoso
Data: 9 de agosto, quarta-feira, das 9h às 12h
Local: CREF2/RS
Endereço: Rua Coronel Genuíno, 421/401 – Centro
Inscrições: gratuitas no local (não será fornecido certificado)

Eventos



CREF2/RS sedia Conferência Livre sobre atividade física para idosos
02/08/2017
Fonte: CREF2/RS

O CREF2/RS vai sediar na próxima quarta-feira, dia 9 de agosto, mais uma edição da Conferência Livre, da 2ª Conferência Municipal de Vigilância em Saúde. O evento, promovido pelo Conselho em parceria com APEF/RS e SINPEF/RS, terá entrada gratuita e será aberto para a comunidade em geral.

Com o título "A Importância da Atividade Física Orientada por Profissional de Educação Física na Promoção da Saúde e na Prevenção de Doenças do Idoso", a Conferência será realizada das 9h às 12h e vai abordar diversos tópicos relacionados à Educação Física e ao dia a dia dos profissionais que atuam nesta área. As inscrições poderão ser feitas diretamente no local.


Conferência Livre: A Importância da Atividade Física Orientada por Profissional de Educação Física na Promoção da Saúde e na Prevenção de Doenças do Idoso
Data: 9 de agosto, quarta-feira, das 9h às 12h
Local: CREF2/RS
Endereço: Rua Coronel Genuíno, 421/401 – Centro
Inscrições: gratuitas no local
*não será fornecido certificado

Eventos



6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar reúne profissionais e estudantes em Capão da Canoa
22/05/2017
Fonte: CREF2/RS

A Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS realizou, no último sábado, dia 20 de maio, o 6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, em Capão da Canoa. O evento, que integrou a programação do 43º ENPAEF, teve a entrada gratuita e reuniu profissionais e acadêmicos para debater o futuro da área. Neste ano, o Fórum contou com as palestras de Vitor Powaczruk (CREF 023027-G/RS), intitulada “A Educação Física dentro da nova BNCC: Reflexões sobre a Obrigação e a Opcionalidade”; e de Maria Teresa Cauduro, com o nome “A Educação Física Escolar e um Passeio pelas Linguagens do Corpo”. Powaczruk é assessor pedagógico da Secretaria Estadual de Educação e Maria Teresa pesquisadora do Grupo de Estudos Qualitativos de Formação de Professores e Prática Pedagógica em Educação Física e Ciências do Esporte (CNPq/UFRGS) e do Observatório de Educação (Unisinos).

A mesa de abertura do evento foi composta pela presidente do CREF2/RS Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e pela presidente da Comissão de Educação Física Escolar Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS). Para a plateia, formada em grande parte por professores da rede pública e privada de ensino, Carmen falou sobre as funções do Conselho, para além do trabalho de fiscalização e de orientação. “A nossa atuação tem o intuito também de manter a Educação Física forte e viva no ambiente político. O Sistema CONFEF/CREFs já participou da elaboração de diversos projetos na Câmara Federal, em parceria com os deputados, para garantir a presença e o reconhecimento dos nossos profissionais em nível nacional”, revelou.

Miryam, por outro lado, aproveitou o momento para destacar o crescimento do Fórum, que chegou à sua sexta edição consecutiva, e da aproximação com a Associação dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul (APEF/RS) ao longo desta trajetória. “O nosso trabalho, feito em parceria desde o primeiro ano, tem sido exaustivo para garantir a presença do profissional de Educação Física em todas as séries escolares. O PLC 116/2013, embora esteja engavetado na Assembleia Nacional, teve uma iniciativa parecida aqui no nosso Estado, já transformada no PL 087/2016. Este novo projeto de lei, que continua tramitando, pode ser considerado uma das grandes conquistas deste Fórum”, mencionou.

Palestras

Graduada em Educação Física pela UFRGS e em Direito pela Feevale, com doutorado pela Universitat de Barcelona em Ciências da Educação, Maria Teresa foi a primeira palestrante do Fórum. Depois de falar um pouco sobre a sua trajetória profissional e relatar algumas das suas experiências dando aula e conhecendo a realidade do ensino no Brasil, a pesquisadora apresentou didaticamente a legislação da Educação Física e um pequeno panorama do que ocorre nas escolas. A conclusão, de acordo com Maria Teresa, indica que ainda há um longo caminho para que a Educação Física seja colocada no seu devido lugar. “Ainda precisamos compreender todas as leis da nossa profissão, pois só assim poderemos posicionar a Educação Física, as suas linguagens e as suas interfaces como importantes para as pessoas”, explicou.

No âmbito das escolas, Maria Teresa também destacou a necessidade que os professores têm de trabalhar com diferentes tipos de alunos, mas sem nenhuma segregação. “As crianças, muitas vezes, vêm de lugares distintos, possuem crenças e aspectos culturais que não são compatíveis entre si. O profissional de Educação Física tem a obrigação de lidar com isto e o caminho mais adequado é trabalhar todas as possibilidades corporais, não apenas os jogos com bola”, sentenciou. A decisão do conteúdo programático, por conta disto, acaba sendo a tarefa mais difícil. “Os professores precisam vivenciar a realidade do aluno para definir como serão as aulas. Além disto, eles necessitam trabalhar com o corpo e com os gestos de cada um, aliando teoria e prática e ainda criando uma interface com as outras disciplinas, como geografia, física e matemática. Só assim o conhecimento será capaz de crescer e de abrir possibilidades para os alunos”.

Powaczruk conduziu a segunda palestra do Fórum e trouxe para o centro da discussão os diversos contextos da Educação Física Escolar, que afetam diretamente o dia a dia dos professores. “Na Secretaria Estadual de Educação, temos o dado de que quase metade dos alunos não participa das aulas de Educação Física. Cabe ao profissional de escola, por conta disto, mudar esta realidade e mostrar para a comunidade em geral que a transformação proporcionada pela disciplina é duradoura e essencial para as crianças e para os adolescentes”, comentou.

Powaczruk é um dos especialistas responsáveis pela elaboração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) ao junto ao MEC. O projeto, que começou a ser discutido em 2013 e deverá ser adotado por todas as escolas públicas e privadas do Brasil em um futuro bastante próximo, também foi abordado na sua apresentação. “A Educação Física ainda não era considerada uma disciplina obrigatória em 1996, mas em 2001 passou a ser um componente curricular imprescindível na formação de todos os alunos. As alterações da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), ao longo do tempo, trouxeram alguns dos benefícios que tentarão ser ampliados agora com a adoção da BNCC”, declarou o palestrante.

A parte final do Fórum foi dedicada às perguntas da plateia. Os palestrantes puderam complementar os assuntos abordados nas suas apresentações e ainda tratar de outros temas extremamente conflituosos e atuais. Para Maria Teresa, os profissionais de escola precisam ter um diálogo permanente com as crianças, para entender o contexto em que vivem, e sempre comunicar a direção da escola quando algum abuso for detectado. “O conhecimento da realidade do aluno é muito importante nestes casos. Nas famílias em que os pais estão desempregados, ou que têm problemas com bebida, os casos de violência podem ocorrer até com uma certa frequência”, explicou. “Os profissionais de Educação Física, por causa da proximidade que acabam tendo com os alunos, podem identificar um comportamento não-verbal de agressão, de depressão ou até mesmo de socorro. Eles devem estar sempre atentos e as escolas não podem ser omissas diante destes casos”, finalizou.

Educação Física Escolar



6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar ocorre amanhã em Capão da Canoa
19/05/2017
Fonte: CREF2/RS

O 6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, promovido pela Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS, será realizado amanhã, dia 20 de maio, em Capão da Canoa. O evento, que integra a programação do 43º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF), vai iniciar às 13h30min e terá a entrada gratuita. As inscrições serão feitas diretamente no local.

Neste ano, o Fórum contará com as palestras de Vitor Powaczruk (CREF 023027-G/RS), intitulada “A Educação Física dentro da nova BNCC: reflexões sobre a obrigação e a opcionalidade”; e de Maria Teresa Cauduro, com o nome “A Educação Física Escolar e um passeio pelas linguagens do corpo e suas interfaces”. Powaczruk é assessor pedagógico da Secretaria Estadual de Educação e Maria Teresa pesquisadora do Grupo de Estudos Qualitativos de Formação de Professores e Prática Pedagógica em Educação Física e Ciências do Esporte CNPq/UFRGS e do Observatório de Educação da Unisinos.

6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
Data: 20 de maio de 2017
Horário: das 13h30min às 16h30min
Local: Casa de Cultura Erico Verissimo
Endereço: Avenida Flávio Boianowski, 789 – Zona Nova, em Capão da Canoa
Entrada gratuita

Educação Física Escolar



CREF2/RS atende profissionais no 43º ENAPEF
10/05/2017
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 18 a 21 de maio, o CREF2/RS vai participar do 43º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF), promovido pela APEF/RS. No evento, que será realizado no Ginásio Municipal de Esportes Otto Birlem, em Capão da Canoa, o Conselho vai ter um estande para prestar atendimento aos profissionais do município e do litoral norte. O agendamento dos serviços, como parcelamento e coleta de digital, poderá ser feito acessando este link.

43º ENAPEF
De 18 a 21 de maio
Local: Ginásio Municipal de Esportes Otto Birlem, em Capão da Canoa (RS)
Endereço: Avenida Paraguassú, 1881 - Centro
Informações: https://www.facebook.com/enapef/

ENAPEF



Capão da Canoa sedia o 6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
11/04/2017
Fonte: CREF2/RS

O 6º Fórum pela Educação Física Escolar, que acontece concomitantemente ao 43º ENAPEF, será realizado no sábado, dia 20 de maio, das 13h30min às 16h30min. O local é a Casa de Cultura Erico Verissimo – Av. Flávio Boianowski, 789 - Zona Nova - Capão da Canoa/RS.

Na programação, às 14h15min será realizada a palestra “A Educação Física dentro da nova BNCC: reflexões sobre a obrigação e a opcionalidade”, ministrada pelo assessor pedagógico da Secretaria Estadual de Educação  Vitor Powaczruk (CREF 023027-G/RS). Ele possui mestrado em Ciências do Esporte pela German Sport University Cologne e é um dos especialistas responsáveis pela elaboração da BNCC junto ao MEC.

Às 15h30min, Maria Teresa Cauduro realizará a palestra “A Educação Física Escolar e um passeio pelas linguagens do corpo e suas interfaces”. Ela tem Doutorado em Filosofia y Ciencias de la Educación - Universitat de Barcelona- UB (1999). Atualmente é pesquisadora do Grupo de Estudos Qualitativos de Formação de Professores e Prática Pedagógica em Educação Física e Ciências do Esporte CNPq/UFRGS e do Observatório de Educação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS/RS.

A carga horária será de 3 horas/aula e as inscrições irão até o dia 16/05/2017. que podem ser feitas por aqui.

6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar



6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar ocorre dia 20 de maio durante o 43º ENAPEF
30/01/2017
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Técnica de Educação Física Escolar do CREF2/RS realizará o 6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar em um sábado, no dia 20 de maio, das 14h às 17h, na Casa de Cultura Érico Veríssimo, em Capão da Canoa. O evento faz parte da programação do 43º ENAPEF, que ocorre de 18 a 21 de maio.

6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
Data: sábado, 20 de maio, das 14h às 17h
Local: Casa de Cultura Erico Verissimo, em Capão da Canoa (RS) Endereço: Avenida Flávio Boianowski, 789 – Zona Nova

6º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar



Compareça à Audiência Pública pela obrigatoriedade da Educação Física no ensino médio nesta sexta-feira
08/11/2016
Fonte: CREF2/RS

A presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), comparecerá nesta sexta feira, dia 11, ao ato promovido pela Frente Parlamentar Mista do Esporte, que tem na presidência o deputado federal João Derly, em defesa da OBRIGATORIEDADE DA EDUCAÇÃO FÍSICA no currículo escolar do ensino médio. O evento ocorrerá a partir das 9h30min, no plenário Ana Terra, da Câmara de Vereadores.

O objetivo é manter a obrigatoriedade da Educação Física no currículo, contrariando a Medida Provisória (MP) encaminhada pelo Governo Federal ao Congresso em setembro. Para tanto, propõe emenda ao texto original da MP.

O evento é aberto aos representantes do meio acadêmico e esportivo, aos pais e aos próprios alunos. Além do CREF2/RS, estarão presentes o Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul (SINPEF-RS), a Associação dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul (APEF/RS) e a Associação das Federações Esportivas do Estado do Rio Grande do Sul (AFERS).

Você também pode assinar a petição online de apoio à obrigatoriedade da Educação Física no Ensino Médio: http://bit.ly/ManifestoSIMaEducaçãoFísica

Audiência pública da obrigatoriedade da Educação Física no Ensino Médio
Data: sexta-feira, dia 11 de novembro, às 9h30min
Local: Plenário Ana Terra – Câmara Municipal de Porto Alegre
Endereço: Avenida Loureiro da Silva, 255 – Centro Histórico

Audiência Pública pela obrigatoriedade da Educação Física



Câmara Técnica de Futebol organiza divulgação de ações na mídia
09/08/2016
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Técnica de Futebol do CREF2/RS realizou, no dia 3 de agosto, sua terceira reunião do ano, contando com a presença do seu presidente Alessandro de Azambuja Gamboa (CREF001534-G/RS) e dos convidados Luiz Afonso Gomes (CREF 000484-G/RS) e Everton Pergher (CREF 020632-G/RS). No início da reunião debateu-se o baixo índice de comparecimento nas reuniões da Câmara, e o impacto negativo que isto traz para as estratégias que pretendem uma melhor inserção do profissional de Educação Física no Futebol.

Na pauta, debateu-se a criação da Missão e Visão da Câmara de Futebol. Entre os debates, observou-se a necessidade de se criar e aprimorar os procedimentos e as ações do profissional no Futebol em seus diferentes âmbitos. Já em relação à Visão, estabeleceu-se a necessidade dos profissionais de Educação Física serem referência em assuntos referentes ao Futebol.

Após a discussão e análise do contexto do Futebol e do CREF2/RS, decidiu-se a divulgação da Câmara de Futebol nas mídias e universidades, além de matérias na revista e boletim eletrônico do CREF2/RS. Também ficou acertado convidar o SINPEFRS e as APEF RS para participar da próxima reunião da Câmara.

Câmara Técnica de Futebol



Câmara Técnica de Pessoa Jurídica pretende criar selo de qualidade das academias
24/06/2016
Fonte: CREF2/RS

Nesta quinta-feira (23), realizou-se na sede do Conselho a segunda reunião da Câmara Técnica de Pessoa Jurídica do CREF2/RS em 2016. Participaram a presidente da Câmara Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS) e os profissionais de Educação Física Alessandro Gamboa (CREF 01534-G/RS), Caio Contador (CREF 008254-G/RS) e Rogério Menegassi (CREF 01080-G/RS).

Na ocasião, Luciane anunciou que o CREF2/RS criará uma Câmara Técnica de Pilates, a qual deverá ser presidida por um conselheiro. Durante a reunião, foi discutido o número de estagiários indicado para cada profissional de Educação Física nas academias. Menegassi sugeriu a criação de um selo de qualidade para as academias, com o apoio de entidades como CREF2/RS, SINPEFRS, ACAD RS e APEF-RS, reativando com isso o Fórum das Entidades. Contador propôs a criação de uma aliança entre os estúdios de Pilates. Por fim, houve a sugestão de convidar a professora de Pilates Aline Haas (CREF 000063-G/RS) a participar das reuniões da Câmara Técnica de Pessoa Jurídica.

Câmara Técnica de Pessoa Jurídica



Câmara de Educação Física Escolar avalia 5º Fórum de Mobilização Escolar
07/06/2016
Fonte: CREF2/RS

A Câmara de Educação Física Escolar do CREF2/RS realizou reunião nesta última sexta-feira (3), com a presença da presidente Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), e dos conselheiros João Guilherme Queiroga (CREF 000839-G/RS ), Marcia Rohr da Cruz (CREF 007542-G/RS), Leila Castilho Iabel (CREF 000113-G/RS) e do convidado Francisco Carlos Lemes de Menezes (CREF 00075-G/RS).

Na ocasião, foi apresentado um relato sobre o 5º Fórum de Mobilização Escolar, evento que teve um público de cerca de 130 pessoas e local que atendeu as expectativas em relação à infraestrutura. A participação da Comissão no Enapef foi considerada significativa e o resultado das fichas de avaliação distribuídas durante o evento classificaram com muito bom os itens organização, apresentação e expectativas atendidas. Como sugestões para próximas edições, que os eventos sejam realizadas em turno integral.

Durante a reunião, professor Menezes apresentou o 7º Encontro do Professor de Educação Física, organizado pela CRE de São Leopoldo e apoiado pela Unisinos. Segundo Menezes, está prevista a presença de professores da rede municipal e estadual, e estendeu o convite de participação à Comissão.

Câmara de Educação Física Escolar



Base Nacional Curricular é tema do 5º Fórum de Educação Física Escolar
02/05/2016
Fonte: CREF2/RS

Na tarde da última sexta, dia 29 de abril, a Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS realizou a 5ª edição do Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar. O evento, que integrou a programação do 42º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF), reuniu cerca de 100 pessoas na Casa de Cultura Erico Verissimo, em Capão da Canoa, para assistir à palestra da conselheira federal Iguatemy de Lucena Martins (CREF 000001-G/PB). O tema principal foi a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Doutora em Ciências do Desporto pela Universidade do Porto (Portugal) e docente da Universidade Federal da Paraíba por mais de 30 anos, Iguatemy é a representante do CONFEF no Ministério da Educação para a avaliação dos cursos de graduação. Com larga experiência sobre o assunto, ela apresentou os conceitos da BNCC e os seus pilares de sustentação. “O programa orienta a formulação do projeto político-pedagógico das escolas e sinaliza os percursos de aprendizagem e desenvolvimento dos estudantes ao longo da Educação Básica”, explicou. A importância da discussão foi comprovada pelos números apresentados por Iguatemy durante a palestra: no Brasil há mais de 190 mil escolas de Educação Básica e mais de dois milhões de professores atuando nestes locais.

Com a proposta de orientar a formação dos professores e reorganizar os materiais didáticos, a BNCC pretende, em longo prazo, diminuir as desigualdades educacionais entre todos os Estados do Brasil. “Ao definir o que é essencial ao ensino, as expectativas de aprendizagem e os critérios de qualidade ganham transparência e podem dar objetividade à avaliação dos resultados educacionais”, salientou Iguatemy. “A Base Nacional Curricular tem o desafio de unir diferentes culturas educacionais em um modelo único”, complementou.

Além da apresentação destes conceitos, o Fórum também trouxe para debate o espaço ocupado pela Educação Física na BNCC. Estruturada dentro da área das linguagens, a disciplina tem o objetivo de compreender a amplitude da cultura corporal do movimento. “O problema desta definição é que se enquadram muitas coisas. A caracterização da nossa área não está errada, mas está complexa demais. Acredito que falte um pouco de clareza para universalizar a qualidade na Educação Física Escolar”, avaliou a conselheira. No final da palestra, Iguatemy também falou sobre os esforços do CONFEF para recolocar em tramitação, no Congresso Nacional, o projeto de lei 116/2013, que busca garantir, em todas as etapas da Educação Básica, a Educação Física ministrada exclusivamente por licenciados na área.

Antes da palestra, o Fórum teve as falas de Carmen Masson (CREF 001910-G/RS) e do deputado estadual Tiago Simon. A Presidente do Conselho reiterou a importância do evento aos longos dos anos, por elaborar e distribuir a Carta Gaúcha de Educação Física Escolar e por colocar em evidência, sobretudo aos olhos das autoridades públicas, a importância da Educação Física Escolar. “Por causa da Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS, temos no Rio Grande do Sul um projeto de lei, de autoria do deputado Tiago Simon, para tornar obrigatória as demandas do PLC 116/2013 no nosso Estado. Isto mostra o quanto estamos trabalhando, nos coloca à frente e evidencia a luta de todos os nossos profissionais”, destacou.

A Comissão de Educação Física Escolar é formada pelos profissionais Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), Márcia da Cruz (CREF 007542-G/RS), Leila Iabel (CREF 000113-G/RS) e João Guilherme Queiroga (CREF 000839-G/RS).

Educação Física Escolar ENAPEF



5º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar é nesta sexta-feira
25/04/2016
Fonte: CREF2/RS

O 5º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, promovido pela Câmara Técnica de Educação Física Escolar do CREF2/RS, será realizado nesta sexta-feira, dia 29 de abril, em Capão da Canoa. O evento, que contará com a palestra da conselheira federal Iguatemy de Lucena Martins (CREF 000001-G/PB), vai abordar a Base Nacional Comum Curricular e o andamento do PLC 116/2013, que pretende tornar obrigatória a presença do profissional de Educação Física na Educação Básica. A entrada será gratuita e as inscrições podem ser feitas de maneira antecipada pela Internet, clicando aqui.

Iguatemy, que faz parte da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CONFEF, explicou que a sua palestra estará focada na estruturação e organização do componente curricular Educação Física. Quanto ao PLC116/2013, ela disse entender que o país não pode mais adiar a lei. “Nesse sentido, é necessário o empenho de todos para garantir que as crianças e os jovens tenham os seus direitos educacionais garantidos e possam vivenciar atividades físicas e formativas ministradas por profissionais qualificados, com formação específica na área”, afirmou.

O 5º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar integra a programação do 42º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF). Participe!

5º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
Data: 29 de abril, sexta-feira, às 14h
Local: Casa de Cultura Erico Verissimo, em Capão da Canoa (RS)
Endereço: Avenida Flávio Boianowski, 789 – Zona Nova
Inscrições: gratuitas no local ou por aqui

Educação Física Escolar ENAPEF



42º ENAPEF começa dia 28 de abril em Capão da Canoa
19/04/2016
Fonte: CREF2/RS

Realizado em Capão da Canoa (RS) entre os dias 28 de abril e 1º de maio, o 42 º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF), promovido pela Associação dos Profissionais de Educação Física do Rio Grande do Sul (APEF/RS) e apoiado pelo CREF2/RS, é uma excelente oportunidade de aperfeiçoamento, atualização e integração dos profissionais de Educação Física.

Entre outras atrações, a programação do ENAPEF contará com cursos práticos e teóricos de HIIT, de fundamentos teóricos de Educação Física Escolar no Ensino Médio, tópicos sobre Nutrição Esportiva, Gestão de Carreira, Treinamento de Força e prescrição de alimentos para população especial, bullyng e obesidade infantil, lazer e recreação, dança de salão e muito mais. Além destes cursos, a Câmara Técnica de Educação Física Escolar do CREF2/RS realiza conjuntamente ao Encontro, no dia 29, o 5º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar.

O Conselho estará com estande de atendimento no local, onde os profissionais de Educação Física terão à disposição os serviços de atualização cadastral, entrega de Cédula, coleta de digital e parcelamento, além da possibilidade de efetuar novos registros. A participação de acadêmicos no 42º ENAPEF é válida para as horas universitárias complementares. Registrados no CREF2/RS e no SINPEF/RS têm 10% de desconto sobre valor de não sócio.

42º ENAPEF - Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física
Data: de 28 de abril a 1º de maio de 2016
Local: Ginásio Municipal de Capão da Canoa, avenida Paraguassu, 1881
A programação completa pode ser acessada aqui

O CREF2/RS estará com estande de atendimento no local. Confira os horários:
28/04 (quinta-feira): das 13h às 20h
29/04 (sexta-feira): das 8h30min às 20h
30/04 (sábado): das 8h30min às 20h
1º/05 (domingo): das 8h30min às 12h
Agende seu atendimento em aqui

ENAPEF



Conselheira Federal realiza palestra sobre a Base Nacional Comum Curricular no Fórum de Educação Física Escolar
14/04/2016
Fonte: CREF2/RS

O 5º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, realizado durante o 42º ENAPEF no dia 29 de abril em Capão Canoa, terá como atração a palestra da conselheira Federal Iguatemy de Lucena Martins (CREF 000001-G/PB). Na ocasião, ela abordará a Base Nacional Comum Curricular e o andamento do PLC 116/2013, que pretende tornar obrigatória a presença do profissional de Educação Física na Educação Básica. A conselheira faz parte da Comissão de Ensino Superior e Preparação Profissional do CONFEF, é doutora em Ciências do Esporte pela Universidade do Porto e foi diretora de Avaliação da Educação Superior da SESu/MEC.

Em relação à Base Nacional Comum Curricular, a conselheira explicou que sua palestra estará focada na estruturação e organização do componente curricular Educação Física. “Assim como a compreensão que este documento contém sobre o papel desta disciplina no contexto da formação do estudante”, afirmou.

Quanto ao PLC116/2013, ela disse entender que o país não pode mais adiar a presença efetiva do professor de Educação Física em todos os níveis de escolaridade da Educação Básica. “Nesse sentido, é necessário o empenho de todos para garantir que as crianças e os jovens tenham os seus direitos educacionais garantidos e possam vivenciar atividades físicas e formativas ministradas por profissionais qualificados, com formação específica na área”, afirmou.

A conselheira também destacou a importância da realização do 5º Fórum pelo CREF2/RS, dando oportunidade de discussão dos problemas e dos avanços da Educação Física e das questões de caráter regional e nacional. “Estes diálogos poderão se constituir em indicativos de políticas, programas e ações que ajudem a superar os desafios dessa área no âmbito educacional, na saúde e no esporte, assim como a consolidar as conquistas até então alcançadas”.

5º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
Organização: Câmara Temática de Educação Física Escolar do CREF2/RS
Data: 29 de abril, sexta-feira, às 14h
Local: Casa de Cultura Erico Verissimo, em Capão da Canoa (RS)
Endereço: Avenida Flávio Boianowski, 789 – Zona Nova
Inscrições gratuitas no local

Câmara Temática de Educação Física Escolar



5º Fórum de Mobilização pela Educação Física Escolar é dia 29 de abril em Capão da Canoa
18/03/2016
Fonte: CREF2/RS

O 5º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar será realizado no dia 29 de abril, em Capão Canoa. O evento, que vai integrar a programação do 42º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF), é uma iniciativa da Câmara Temática de Educação Física Escolar do CREF2/RS. A atividade, aberta para profissionais e acadêmicos de Educação Física, terá a entrada gratuita.

Com a palestra da conselheira federal Iguatemy de Lucena Martins (CREF 000001-G/PB), o Fórum abordará, nesta nova edição, a Base Nacional Comum Curricular e o andamento do PLC 116/2013, que pretende tornar obrigatória a presença do profissional de Educação Física na Educação Básica.

5º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
29 de abril, sexta-feira, às 14h
Local: Casa de Cultura Erico Verissimo, em Capão da Canoa (RS)
Endereço: Avenida Flávio Boianowski, 789 – Zona Nova
Inscrições gratuitas no local

Educação Física Escolar



Câmara Técnica de Educação Física Escolar define detalhes do 5º Fórum de Mobilização pela Educação Física Escolar
15/03/2016
Fonte: CREF2/RS

Na tarde da última sexta-feira, dia 11 de março, a Câmara Técnica de Educação Física Escolar esteve reunida, na sede do Conselho, para dar os primeiros encaminhamentos do 5º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física. O evento, que será realizado no dia 29 de abril em Capão da Canoa, vai integrar mais uma vez a programação do 42º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF).

A Câmara definiu que, neste ano, o Fórum terá como tema a Base Nacional Comum Curricular, e a conselheira federal Iguatemy Martins (000001-G/PB) como palestrante. Como nas outras edições, a atividade será gratuita para profissionais e acadêmicos de Educação Física. As inscrições serão realizadas no local do evento.

Estiveram presentes na reunião Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), presidente da Câmara, e os profissionais Márcia da Cruz (CREF 007542-G/RS), Paulo Rezende (CREF 001298-G/RS), João Guilherme Queiroga (CREF 000839-G/RS) e Francisco de Menezes (CREF 000075-G/RS). Saiba mais sobre as Câmaras Técnicas do CREF2/RS clicando aqui

Educação Física Escolar



GAPEF comemora Dia do Profissional de Educação Física com jantar dançante em Canoas
10/09/2015
Fonte: CREF2/RS

Neste sábado (12), às 20h30min, o Grupo dos Amigos dos Profissionais de Educação Física de Canoas (GAPEF) realizará o XII Jantar Dançante dos Profissionais de Educação Física. O evento, já tradicional no município, comemora o 1º de Setembro, Dia do Profissional de Educação Física. No cardápio, costelão 12 horas, além de variada gastronomia. Para embalar a festa, a banda Cosmic Jam e um DJ garantem a descontração e a dança a todos. O evento está aberto à comunidade. Venha celebrar junto!

XII Jantar Dançante dos Profissionais de Educação Física
Data: 12 de setembro, às 20h30min
Local: Associação dos Funcionários da AGCO, Rua Berto Círio, 1200, Canoas
Inscrições e informações: luis-run4life@hotmail.com
Fone: (51) 9805-8589
Organização: Luís Nascimento (CREF 003802-P/RS)

1º de Setembro



4º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar discute PLC 116/2013 e lança livro em Capão da Canoa
30/03/2015
Fonte: CREF2/RS

Na última sexta-feira (27), a Câmara Técnica de Educação Física Escolar do CREF2/RS realizou o 4º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, em Capão da Canoa. O evento, que integrou a programação do 41º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF), promovido pela APEF/RS, contou com a palestra de Lúcio Rogério dos Santos (CREF 000001-G/DF) e serviu também para o lançamento oficial do livro "Recomendações para a Educação Física Escolar".

Na abertura, as autoridades presentes salientaram a importância do Rio Grande do Sul para a regulamentação da profissão, no final dos anos 90, e de eventos como o Fórum para a aproximação dos profissionais que atuam na Educação Física Escolar. Além de Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), presidente do CREF2/RS; Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), presidente da Câmara Técnica de Educação Física Escolar; Álvaro Laitano (CREF 000006-G/RS), presidente da APEF/RS, José Anchieta (CREF 000337-G/RS), representando o SINPEF-RS; e Paulo Rezende (CREF 001298-G/RS), da Secretaria de Educação Rio Grande do Sul; também discursaram.

Em nome do CONFEF, Lúcio Rogério, fundador do CREF7/DF, falou em sua apresentação sobre o movimento pela regulamentação da profissão em todo o Brasil, em 1998, e sobre as ações que o Sistema CONFEF/CREFs lidera pela valorização do profissional de Educação Física até hoje. "É importante que a sociedade e as autoridades reconheçam a nossa importância", salientou. "Os conselhos trabalham neste sentido. Se a profissão não tivesse sido regulamentada, acredito que ela nem existiria mais", completou.

Além disto, a discussão do PLC 116/2013 também foi levada ao conhecimento do público que lotou o auditório da Prefeitura de Capão da Canoa durante o evento. Lúcio Rogério falou sobre a fragilidade da resolução do MEC, que não torna obrigatória a presença do profissional de Educação Física nas séries iniciais, e sobre como a Lei de Diretrizes e Bases da Educação precisa ser modificada para garantir esta presença. "Não é ilegal não ter profissional na Educação Básica, a disciplina pode ser ministrada por professores de outras áreas. Mas a questão não é garantir o nosso mercado de trabalho, é garantir o mínimo de qualidade do ensino no Brasil", comentou.

No final da palestra, Lúcio Rogério apresentou o livro "Recomendações para a Educação Física Escolar", que foi entregue a todos que compareceram ao Fórum. O CREF2/RS foi o primeiro Conselho Regional a lançar a obra, organizada pelo Sistema CONFEF/CREFs no ano passado. Com a proposta de constituir um instrumento norteador para a intervenção profissional responsável e qualificada no ambiente escolar, Lúcio Rogério frisou o caráter coletivo do documento, produzido pela Comissão de Educação Física Escolar (CEFE) do CONFEF com a colaboração de inúmeros conselheiros federais e regionais. "O livro é também um convite para que todos participem do processo. Temos que qualificar a Educação Física como um todo, começando pela Educação Física Escolar", destacou.

Miryam encerrou o evento revelando o próximo passo da Câmara Técnica de Educação Física Escolar, que é distribuir agora um exemplar do "Recomendações para a Educação Física Escolar" para cada uma das escolas da rede pública do Estado. A obra já está à disposição para download também no site do CONFEF. Para baixá-la, clique aqui.



ENAPEF inicia nesta quinta-feira com cursos e atendimento do CREF2/RS em Capão da Canoa
24/03/2015
Fonte: CREF2/RS

Entre quinta (26) e a próxima segunda-feira (29), o CREF2/RS vai participar do 41º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF). O evento, promovido pela APEF/RS, será realizado no Ginásio Municipal de Esportes de Capão da Canoa, onde o Conselho vai ter estande para prestar atendimento aos participantes do evento.

Com ampla programação para aperfeiçoamento e atualização profissional, a APEF/RS oferece 10% de desconto aos profissionais registrados no CREF2/RS nos cursos e atividades do ENAPEF. O cronograma completo e a ficha de inscrição estão disponíveis aqui.

Além disto, o evento terá em sua programação o 4º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, no dia 27 de março, sexta-feira, às 14h. A atividade vai contar com palestra de Lúcio Rogério dos Santos (CREF 000001-G/DF) e servirá também para promover o livro "Recomendações para a Educação Física Escolar". O CREF2/RS é o primeiro Conselho Regional a lançar a obra organizada pelo Sistema CONFEF/CREFs. O Fórum é promovido pela Câmara Temática de Educação Física Escolar do CREF2/RS e tem entrada gratuita.

4º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
27 de março, sexta-feira, às 14h
Local: Auditório da Prefeitura de Capão da Canoa, em Capão da Canoa (RS)
Endereço: Av. Paraguassú, 1881 – Centro
Inscrições gratuitas no local



4º Fórum de Mobilização pela Educação Física Escolar é nesta sexta-feira em Capão da Canoa
23/03/2015
Fonte: CREF2/RS

O 4º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar será realizado nesta sexta-feira (27), em Capão Canoa. O evento, que integra a programação do 41º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF), é promovido pela Câmara Temática de Educação Física Escolar do CREF2/RS e tem entrada gratuita.

Com palestra de Lúcio Rogério dos Santos (CREF 000001-G/DF), o Fórum abordará questões como o atendimento da Educação Física Escolar nas séries inicias e o PLC 116/2013, projeto de lei que torna obrigatória a presença do profissional de Educação Física na Educação Básica. Além disto, o evento servirá também para lançar o livro "Recomendações para a Educação Física Escolar". O CREF2/RS vai ser o primeiro Conselho Regional a promover a obra organizada pelo Sistema CONFEF/CREFs, que será distribuída aos presentes.

4º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
27 de março, sexta-feira, às 14h
Local: Auditório da Prefeitura de Capão da Canoa, em Capão da Canoa (RS)
Endereço: Av. Paraguassú, 1881 – Centro
Inscrições gratuitas no local



Capão da Canoa recebe 4º Fórum de Mobilização pela Educação Física Escolar
25/02/2015
Fonte: CREF2/RS

O 4º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar será realizado no dia 27 de março, em Capão Canoa. O evento, que integra a programação do 41º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF), é promovido pela Câmara Temática de Educação Física Escolar do CREF2/RS e tem entrada gratuita.

Com palestra de Lúcio Rogério dos Santos (CREF 000001-G/DF), o Fórum abordará questões como o atendimento da Educação Física Escolar nas séries inicias e o PLC 116/2013, projeto que lei que torna obrigatória a presença do profissional de Educação Física na Educação Básica. Além disto, o evento servirá também para lançar o livro "Recomendações para a Educação Física Escolar". O CREF2/RS vai ser o primeiro Conselho Regional a promover a obra organizada pelo Sistema CONFEF/CREFs, que será distribuída aos presentes.

4º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
27 de março, sexta-feira, às 14h
Local: Auditório da Prefeitura de Capão da Canoa, em Capão da Canoa (RS)
Endereço: Av. Paraguassú, 1881 – Centro
Inscrições gratuitas no local



ENAPEF oferece cursos de aperfeiçoamento e leva atendimento do CREF2/RS para Capão da Canoa
12/02/2015
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 26 e 29 de março, o CREF2/RS vai participar do 41º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF). O evento, promovido pela APEF/RS, será realizado no Ginásio Municipal de Esportes de Capão da Canoa, onde o Conselho vai ter estande para prestar atendimento aos participantes do evento e aos visitantes da Feira. O agendamento dos serviços poderá ser feito em breve pela página do CREF2/RS.

Com ampla programação para aperfeiçoamento e atualização profissional, a APEF/RS oferece 10% de desconto aos profissionais registrados no CREF2/RS nos cursos e atividades do ENAPEF. O cronograma completo e a ficha de inscrição estão disponíveis neste link.

Além disto, o evento terá em sua programação o 4º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, no dia 27 de março, sexta-feira, às 14h. A atividade vai contar com palestra de Lúcio Rogério dos Santos (CREF 000001-G/DF) e servirá também para promover o livro "Recomendações para a Educação Física Escolar". O CREF2/RS é o primeiro Conselho Regional a lançar a obra organizada pelo Sistema CONFEF/CREFs. O Fórum é promovido pela Câmara Temática de Educação Física Escolar do CREF2/RS e tem entrada gratuita.

4º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar
27 de março, sexta-feira, às 14h
Local: Auditório da Prefeitura de Capão da Canoa, em Capão da Canoa (RS)
Endereço: Av. Paraguassú, 1881 – Centro
Inscrições gratuitas no local



CREF2/RS atende profissionais no ENAPEF 2015
19/01/2015
Fonte: CREF2/RS

Entre os dias 26 e 29 de março, o CREF2/RS vai participar do 41º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física (ENAPEF), promovido pela APEF/RS. No evento, que será realizado no Ginásio Municipal de Esportes Otto Birlem, em Capão da Canoa, o Conselho vai ter estande para prestar atendimento aos profissionais do município e do litoral norte. O agendamento dos serviços, como parcelamento e coleta de digital, poderá ser feito em breve pela página do CREF2/RS.

ENAPEF 2015
De 26 a 29 de março
Local: Ginásio Municipal de Esportes Otto Birlem, em Capão da Canoa (RS)
Endereço: Avenida Paraguassú, 1881 - Centro
Informações: http://www.facebook.com/enapef



Festa de 15 anos do CREF2/RS é neste domingo na Redenção
06/11/2014

No domingo (9), o CREF2/RS irá comemorar o seu aniversário de 15 anos com grande evento ao ar livre, no Parque da Redenção, em Porto Alegre. A festa, que inicia às 9h em espaço próximo à Rótula da Setembrina, terá ampla programação, com apresentação de capoeira, aulas de ritmos e tai chi chuan e local onde os conselhos da área da saúde e a SME/POA irão prestar diferentes serviços ao público, como teste de memória, medição de glicose e de pressão. Além disto, o CREF2/RS irá realizar avaliações antropométricas durante todo o evento.

"O que queremos é valorizar ao máximo a imagem do profissional de Educação Física", explica o conselheiro Sérgio Viana (CREF 008122-G/RS), membro da Comissão Temporária de 15 Anos. "Por isto, optamos por incrementar o evento com atividades pertinentes aos nossos registrados e à sociedade".

A festa do CREF2/RS contará ainda com atividades para crianças, proporcionadas pelo Ônibus Brincalhão, e encerramento com grande show da banda Dublê, conhecida em todo o Estado pelo seu repertório vibrante e eclético. "A Dublê tem a cara dos profissionais de Educação Física", avalia Cláudio Franzen (CREF 003304-G/RS), também conselheiro e membro da Comissão idealizadora do evento. "Eles foram indicados pelo seu trabalho diversificado. Acho que é o tipo de música que nossos profissionais adorariam ouvir em uma festa", avalia.

Confirme presença no evento do Facebook aqui.

Programação:
9h às 18h30min – Atendimento CREF2/RS
9h às 14h – Atendimento Conselhos da Saúde, SME/POA, APEF e SINPEF
9h às 12h – Ônibus Brincalhão
9h – Aula de Tai chi chuan, com Rosaura Coronet (CREF 006555-G/RS)
10h – Aula de Ritmos, com João Ferreira Filho (CREF 017097-G/RS)
11h – Apresentação de Capoeira, com Grupo Abadá
18h30min – Encerramento com banda Dublê



Conselho comemora 15 anos com grande evento na Redenção
30/10/2014

No ano em que completa 15 anos, o CREF2/RS irá comemorar a data com grande evento ao ar livre, no dia 9 de novembro, no Parque da Redenção, em Porto Alegre. A festa, que inicia às 9h, terá ampla programação, com apresentação de capoeira, aulas de ritmos e tai chi chuan e espaço em que o CREF2/RS e demais conselhos de área da saúde irão prestar serviços ao público, como avaliações antropométricas, teste de memória e medição de glicose e de pressão, esta última realizada pela SME/POA. APEF e SINPEF também estarão presentes. "O que queremos é valorizar ao máximo a imagem do profissional de Educação Física", explica o conselheiro Sérgio Viana (CREF 008122-G/RS), membro da Comissão Temporária de 15 Anos. "Por isto, optamos por incrementar o evento com atividades pertinentes aos nossos registrados e à sociedade".

Além disto, o evento contará com atividades lúdicas para crianças, proporcionadas pelo Ônibus Brincalhão, e encerramento com grande show da banda Dublê, conhecida em todo o Estado pelo seu repertório vibrante e eclético. "A Dublê tem a cara dos profissionais de Educação Física", avalia Cláudio Franzen (CREF 003304-G/RS), também conselheiro e membro da Comissão idealizadora do evento. "Eles foram indicados pelo seu trabalho diversificado. Acho que é o tipo de música que nossos profissionais adorariam ouvir em uma festa", avalia.

Confirme presença no evento do Facebook aqui.

Programação:
9h às 18h30min – Atendimento CREF2/RS
9h às 14h – Atendimento Conselhos da Saúde, SME/POA, APEF e SINPEF
9h às 12h – Ônibus Brincalhão
9h – Aula de Tai chi chuan, com Rosaura Coronet (CREF 006555-G/RS)
10h – Aula de Ritmos, com João Ferreira Filho (CREF 017097-G/RS)
11h – Apresentação de Capoeira, com Grupo Abadá
18h30min – Encerramento com banda Dublê



Câmara de Esportes de Aventura reúne-se no CREF2/RS
05/11/2013
Fonte: CREF2/RS

A Câmara de Esportes de Aventura do CREF2/RS retomou hoje (05/11) suas atividades, com o novo presidente Sérgio Luís Viana. A reunião debateu sobre as formas de intervenção e o papel do Conselho e do Profissional de Educação Física neste segmento, bem como a contribuição para a normatização desta atividade. Também foi discutida a participação da Câmara no próximo ENAPEF, que será realizado em abril de 2014.



39º Enapef sedia II Fórum pela Educação Física Escolar
28/03/2013
Fonte: CREF2/RS

O 39º Enapef, em Tramandaí, sediou o II Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, evento realizado no dia 23 de março, promovido pela Câmara de Educação Física Escolar, presidida por Miryan Brauch. Na ocasião, Profissionais e estudantes da Educação Física debateram a luta pela inclusão do profissional habilitado e assistiram palestras de Mirian Burgos, Paulo Ricardo Rezende e Antonio Ricardo Catunda de Oliveira. Durante o evento, foi assinada a ação civil pública contra o estado do RS movida pelo CREF2/RS, baseado na Lei 9696/98 e na LDB, para garantir a Educação Física como componente curricular da educação básica no RS.



Encontro Nacional de Profissionais de Educação Física começa quinta em Tramandaí
19/03/2013
Fonte: CREF2/RS

Tramandaí irá sediar, entre os dias 21 a 24 de março, o 39º Encontro Nacional dos Profissionais de Educação Física, o 23º Congresso Científico de Educação Física e o 2º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar.

No evento, serão apresentados trabalhos como a recreação dentro e fora do ambiente escolar, em que o professor Cleber Junior, do Paraná, propõe uma nova visão para recreação de crianças e adolescentes, fora dos moldes que atualmente geram sedentarismo. Também serão abordados no 39º Enapef temas como o treinamento aquático para populações especiais, a promoção de um estilo de vida ativo para pessoas com deficiência, práticas inclusivas na escola, esportes de aventura na educação física escolar, rugby: do educacional ao alto rendimento, kettlbell e treinamento em suspensão, e muitos outros.

A presença obrigatória do Profissional de Educação Física nas séries iniciais do Ensino Fundamental será o tema do 2º Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, realizado no dia 23. Apesar do longo histórico de lutas pela inclusão do Profissional especializado, estudos indicam que atualmente cerca de 300 mil crianças estão excluídas do processo de iniciação esportiva no Estado pela não obrigatoriedade do Profissional de Educação Física do 1º ao 5º ano das séries iniciais. Aliado a este dado, pesquisas do IBGE e do Ministério da Saúde apontam para um aumento do sedentarismo e da obesidade infantis, comprometendo a saúde pública do País.



Câmara de Educação Física Escolar faz sua terceira reunião
07/03/2013
Fonte: CREF2/RS

A Câmara Educação Física Escolar/CREF2RS reuniu-se no dia 06/03. Na ocasião foi feito o relato sobre o Congresso Nacional de Educação Física Escolar de Foz do Iguaçu.

Também foi discutido o ENAPEF 2013, quando será realizado o 2º Fórum da Educação Física Escolar do RS no dia 23/03 das 18 às 21h. O evento terá como palestrantes Mirian Burgos e Paulo Rezende, sendo mediado Professor Catunda.

O Fórum terá o seguinte formato: a)Apresentação sobre a estrutura do Fórum com palestras

b)Debates sobre os temas sugeridos pela organização do Fórum da Educação Física Escolar

c)Apresentação dos itens levantados nos grupos com os seguintes sub-temas:

-Legislação;

-Formação do professor de educação física;

-Infraestrutura da escola para a educação física escolar;

-Grades curriculares das escolas;

-Saúde na escola.

d-Elaboração da Carta da Educação Física Escolar do RS.

Na ocasião, foi sugerido um encontro do Fórum das Entidades da Educação Física do RS com o Secretário de Estado da Educação e a criação de fóruns municipais para discutir o assunto da educação física escolar. Também houve a discussão de estratégias de mobilização popular para aprovação de uma lei institucionalizando a educação física escolar nas séries iniciais como componente curricular e orientada por professor de educação física, além do envolvimento dos diretores de escolas estaduais e municipais na discussão sobre a educação física escolar.



Audiência debateu presença do Profissional de Educação Física nas séries iniciais
23/09/2012
Fonte: Agência de Notícias AL
Assista aqui a matéria da TV Assembléia

A Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia realizou audiência pública na manhã desta segunda-feira (24), para debater a obrigatoriedade da presença de professor de educação física nas séries iniciais da educação básica do Estado. O encontro reuniu profissionais de educação física e autoridades.

O deputado Carlos Gomes (PRB), requerente e coordenador do encontro, destacou a importância do tema. Para ele, é inequívoco o benefício que a atividade física aporta aos alunos das séries iniciais, seja para a saúde, o bem-estar físico e o desenvolvimento psíquico e cognitivo das crianças. "Neste sentido, vamos buscar a parceria entre os professores da unidocência, que atuam nas escolas com os professores de educação física para que, através desta parceria, sejam desenvolvidas atividades físicas de maneira correta, com a presença de um profissional de educação física", adiantou.

O parlamentar também salientou que será realizado um estudo para identificar se existe em alguma unidade da federação uma legislação específica que contemple a presença do profissional de educação física nas séries iniciais do ensino básico. Ele ainda destacou que será encaminhada ao governo estadual uma solicitação para que profissionais de educação física sejam requisitados para trabalhar nas séries iniciais das escolas públicas estaduais do Rio Grande do Sul.

O presidente do Conselho Estadual de Educação Física do Rio Grande do Sul (CREF2/RS), Eduardo Merino, destacou que a presença de um profissional de educação física nas séries iniciais da rede estadual de ensino beneficiaria aproximadamente 300 mil alunos. "A educação física na escola é um direito garantido pela Constituição", argumenta. Entre os inúmeros benefícios da educação física nas séries iniciais, Merino apontou aqueles que ajudam no desenvolvimento do raciocínio, da saúde e cidadania dos alunos.

Para o presidente da Associação dos Professores de Educação Física, Álvaro Laitano da Silva, o período da 1ª à 4ª série é importante para o estabelecimento de hábitos saudáveis. Ele ainda sublinhou a importância dos estímulos ao desenvolvimento de toda a parte psicomotora das crianças, oferecido pelas atividades ministradas por profissionais de educação física.

O representante da Secretaria Estadual da Educação, José Valdir de Azevedo, salientou que concorda com as demandas dos profissionais de educação física e que a administração estadual tem feito um grande esforço em recuperar a estrutura das escolas e a qualificação dos profissionais que atuam nas salas de aula. Ele lembrou, porém, que a legislação determina que a educação nas séries iniciais seja ministrada por um profissional generalista.

José Valdir alertou para a questão da legislação nacional que regulamenta toda a estrutura curricular e pediu que seja realizado um estudo aprofundado para que não se encaminhe uma proposta legislativa sobre o tema que contenha vícios de legalidade e constitucionalidade.

A Presidente da Comissão de Educação Física Escolar do Conselho, Carmem Masson, alertou que atualmente a população vive confinada em apartamentos e a maior parte prática de atividades físicas realizadas pelas crianças é a Educação Física nas escolas. “Se não houver orientação adequada durante as séries iniciais, os índices de obesidade, diabetes e sedentarismo só tendem a aumentar, além de atrasar o desenvolvimento físico e cognitivo”. Segundo Carmem, não se quer banir a Unidocência, mas sim reforçar o trabalho conjunto do Profissional de Educação Física e do professor regente como forma de aprimorar a saúde e o bem-estar dos alunos das séries iniciais.

A representante do Conselho Estadual de Educação do Rio Grande do Sul, Maria Backes, sublinhou que a instituição já respondeu a uma consulta feita pelo CREF/RS sobre a presença de um profissional de educação física nas séries iniciais. Segundo o Conselho Estadual de Educação, nada impede que um professor de educação física trabalhe nas séries iniciais da rede estadual de ensino.

Maria Backes comunicou que levará o tema para apreciação e debate no Conselho Estadual de Educação. "Devemos fazer um estudo sério para saber onde se pode trabalhar com os professores generalistas e onde é necessário o auxílio do professor de educação física", concluiu.

O secretário estadual do Esporte e do Lazer, Kalil Sehbe, entregou ao deputado Carlos Gomes uma cópia das conclusões da Conferência Estadual de Esporte e Lazer, realizada em 2011, em que defende a necessidade do profissional de educação física nas séries iniciais da rede estadual de ensino.

Participaram da audiência pública representantes da Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre, da OAB/RS, da Universidade de Passo Fundo (UPF), do Sindicato dos Professores de Educação Física do Rio Grande do Sul, do Conselho Federal de Educação Física (CONFEF), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Associação dos Profissionais de Educação Física (APEF), entre outras entidades.