Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



Nova edição da CREF2/RS em Revista faz retrospectiva de 2017
01/03/2018
Fonte: CREF2/RS

A nova CREF2/RS em Revista, que teve a sua edição digital lançada nesta quinta-feira, dia 1º de março, faz uma retrospectiva dos eventos que o Conselho realizou no segundo semestre do ano passado. Com o Troféu Destaque 2017 na capa e um breve perfil de todos os vencedores do prêmio, a publicação também conta como foram as palestras do CongregaCREF e do “O Mercado do Personal Trainer Corporativo”, promovido em celebração ao Dia Estadual da Ginástica Laboral.

Além destas matérias, a nova edição também traz um artigo sobre o papel do profissional de Educação Física na Equoterapia, de autoria de Afonso Forni (CREF 025395-G/RS); o perfil de Rafael Astrada (CREF 010168-G/RS), técnico duas vezes campeão brasileiro de futsal para cegos; uma matéria sobre trabalho da Fiscalização e um pouco mais da história dos conselheiros João Guilherme Queiroga (CREF 000839-G/RS) e Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS).

Você também pode acessar a edição online da nossa publicação diretamente pela plataforma Issuu, cujo aplicativo gratuito está disponível para tablets e para smartphones em geral. A revista impressa é enviada para todas as Pessoas Jurídicas registradas e para os profissionais que solicitaram recebê-la. Os pedidos devem ser feitos via contato@crefrs.org.br.

Revista CREF em Revista



Vice-presidente do CREF2/RS faz palestra sobre Personal Trainer Corporativo no 33º Congresso da FIEP
12/01/2018
Fonte: CREF2/RS

O presidente da Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa e vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), realizará a palestra “Personal Trainer Corporativo” no 33º Congresso da Federação Internacional de Educação Física – FIEP 2018, em Foz do Iguaçu na próxima terça-feira, dia 16, a partir das 19h. O Congresso é o maior e mais importante evento da FIEP, realizado anualmente no mês de janeiro na cidade de Foz do Iguaçu/PR, de forma ininterrupta desde o ano de 1986, tendo recebido mais de 55 mil participantes desde a sua primeira edição.

O vice-presidente explicou que os objetivos do Personal Trainer Corporativo são, principalmente, realizar consultoria, assessoria e atendimento à empresa que na compreensão das relações de produção, processo e organização do trabalho. “Com isto, o Personal Corporativo pode oferecer diagnósticos voltados à saúde, educação, esporte e lazer dos trabalhadores”, analisa. O resultado, segundo Lauro, é a promoção de uma atividade física mais adequada àquela realidade. “A expertise do Personal Trainer Corporativo engloba a capacitação e habilitação profissionais necessárias ao entendimento dos processos de trabalho e dos fatores de risco que determinam perigo à saúde e podem gerar acidentes, além de doenças ocupacionais”, resume.

FIEP



Evento "O Mercado do Personal Trainer Corporativo" marca início de uma nova área de atuação na Educação Física
08/11/2017
Fonte: CREF2/RS

Cerca de 60 profissionais de Educação Física e estudantes assistiram ontem, dia 7, as palestras apresentadas no evento “O Mercado do Personal Trainer Corporativo”, promovido pela Câmara de Ginástica Laboral e Atividade na Empresa do CREF2/RS. Além de comemorar o Dia da Ginástica Laboral (22/11), o evento teve como objetivo divulgar um novo perfil de profissional para o mercado corporativo, que atua como promotor de saúde e prevencionista no mundo do trabalho, esclarecendo ao personal trainer sua importância no mundo corporativo.

Fizeram parte da mesa o vereador de Porto Alegre, Mauro Pinheiro, o conselheiro Federal do CONFEF, Carlos Alberto Cimino (CREF 001691-G/RS), o desembargador do TRT da 4ª Região, Janney Camargo Bina, a presidente do CREF2/RS, Carmen Masson (CREF 01910-G/RS), o presidente do Sindicato dos Profissionais de Educação Física do RS (Sinpef/RS), Ubirajara Brites (CREF 000416-G/RS), a presidente da Associação dos Profissionais de Educação Física do RS (APEF/RS), Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS), o presidente da Câmara Técnica de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa e vice-presidente do CREF, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS) e a analista Técnica do SESI/RS, Galvani Gonçalves.

O vice-presidente do CREF2/RS, Lauro Aguiar, qualificou o evento como histórico. “Este novo conceito está sendo gestado desde 2005, e o que possibilitou sua formatação foi, principalmente, o CREF2/RS por meio da presidente Carmen, que acreditou em algo tão singular e que preenche uma lacuna no mercado: profissionais que atendam as empresas com conhecimento de legislação, leis e das 36 normas regulamentadoras”.

Segundo Lauro, ao longo do tempo o CREF2/RS vem firmando parcerias com Ministérios Públicos, Polícia Civil e Procon. “No ano passado nos tornamos parceiros do TRT4, pois os magistrados estão muito preocupados quando se apresentam conflitos patrão versus empregados, e eles percebem que não houve intervenção alguma em prol da saúde do trabalhador. Portanto, temos uma responsabilidade enorme. Se depender de nós, o profissional de Educação Física estará cada vez mais presente na vida dos trabalhadores, evitando as doenças ocupacionais e, é claro, trabalhando multidisciplinarmente com outros profissionais da saúde.“

A presidente do CREF2/RS, Carmen Masson, reforçou na sua fala a necessidade da ajuda dos profissionais de Educação Física na fiscalização. "Temos 497 municípios do Estado, e mesmo que o CREF2/RS tivesse o mesmo número de fiscais, não seriam suficientes para a atual realidade". Carmen explicou que repetidamente agentes de fiscalização do DEFOR vão até algum município do interior, fazendo visita a primeira academia do roteiro. Após esta ação, o profissional fiscalizado passa mensagem de texto ou telefona para as demais academias que estão irregulares, e estas fecham as portas. "Eu preciso que vocês denunciem os irregulares. Esta denúncia é sigilosa, jamais alguém saberá quem denunciou, e só assim conseguiremos retirar as pessoas que estão ocupando ilegalmente nosso espaço profissional ".

A primeira palestra teve como tema “Gestão de Venda e Relacionamento no Mundo Corporativo” e foi ministrada por Felipe Machado (CREF 008513-G/RS). O palestrante explicou que com a concorrência, o cliente passou a ter um leque de possibilidades, todos lhe oferecendo “serviços únicos”, que no final do dia se mostram iguais devido ao fenômeno da “acomodação” das tecnologias, das pessoas e dos processos. “Ou seja, o cliente por vezes não consegue mais distinguir o caráter único dos serviços que lhe oferecemos. Moral da história: comunicar nossa oferta para o cliente já não é mais suficiente”, avalia. Felipe ressaltou a necessidade de entender o cliente, suas dores e desejos, a competência da empresa, seus produtos e serviços e a entrega de valores, que resultam em satisfação e encantamento. Ele também explicou que para se adaptar ao novo paradigma da área de Vendas e Relacionamento, é necessário que o profissional de Educação Física aprenda a criar valor para os clientes (Acolher), precisa aprender a surpreender os clientes, fazer a diferença na vida dos clientes (Encantar) além de cuidar dos clientes como se fossem únicos (Personalizar).

A segunda palestra teve como tema “A reinvenção do personal trainer para atender as demandas das empresas atuais”, sendo ministrada por Carla Lubisco (CREF 001733-G/RS). Segundo Carla, o estudo Workplace Wellness 2016, realizado pelo Instituto Global de Wellness (GWI), mostra que as empresas e governos estarão cada vez mais motivados em reverter a tendência de falta de qualidade de vida na força de trabalho. “O bem-estar no trabalho é um movimento que irá ganhar força nos próximos cinco anos. Hoje, poucas pessoas têm acesso a programas de bem-estar em seu emprego”, explica, lembrando que a média global é de 9%, e no Brasil, 5%. Já nos EUA, esse percentual é de 52%. Carla afirma que os programas de qualidade de vida como conhecemos hoje, irão desaparecer. "As ações realizadas não podem ser coercitivas e frias, devem ser por adesão e ser acolhedoras, integradoras", salienta. "É preciso criar uma nova cultura, em que o autogerenciamento da qualidade de vida também ganhe força". Para a personal trainer, os indivíduos serão mais responsáveis pela sua própria qualidade de vida.

Ela também enfatiza a necessidade de se olhar o ser humano com uma visão de 360 graus. "Ao fazer um exercício para o braço, lembrar que ele faz parte de conjunto muscular que, por sua vez, faz parte de uma pessoa que tem um sistema emocional, mental e espiritual. Ter um viés humano, olhar empaticamente o aluno. A parte técnica, mais do que nunca, é só uma das etapas".

“Qual profissional de educação física não tem dificuldade com venda?” Com esta indagação, realizada por Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS), iniciou-se a terceira palestra do evento, que abrangeu a “Inserção e a Interação do Personal Trainer nas Empresas”. Segundo Alessandro, o profissional não é preparado para realizar vendas durante sua formação. Mas existem dificuldades posteriores, pois a relação é sempre direta com o consumidor. "Quando entramos com um projeto em uma empresa, diversos níveis estratégicos, hierárquicos, táticos e operacionais coexistem, são diferentes níveis de decisão, aliados a múltiplos níveis de interesse". Muitas vezes, complementa Gonçalves, o nível gerencial que se vai atender entende que a empresa teria outras prioridades, mas a direção, que viu potencial naquele programa de atividades físicas corporativa, compreende que é necessário. “Isto te larga numa fogueira, porque tu vais ter que comprovar que teu trabalho tem valor para, hipoteticamente, 400 funcionários".

Segundo Alessandro, firmamos um contrato de três pontas: a empresa que contratou, a equipe de profissionais de Educação Física e o trabalhador. "Eu preciso fazer com que estes interesses se conectem, satisfazendo o trabalhador e a empresa como organização. E cada uma das pontas têm suas especificidades, todos, obviamente, conectados". Alessandro alerta que um grande erro estratégico é se apegar apenas no feedback do trabalhador. "Isso é bom inicialmente, mas quando houver mudanças estratégicas, é necessário estar ao lado de quem te contratou, pois a parte do trabalhador é a mais fraca para a sustentabilidade do teu projeto". Por fim, Alessandro salientou que o Personal Trainer Corporativo vai abrir muitas portas para os profissionais de Educação Física, usando, inclusive, a Ginástica laboral como ferramenta.

Personal Trainer Corporativo



Palestra sobre o Mercado do Personal Trainer Corporativo terão inscrições no local
06/11/2017
Fonte: CREF2/RS

As inscrições para o evento sobre o Mercado do Personal Trainer Corporativo foram estendidas até dia do evento, 7 de abril, podendo ser feitas no local, conforme disponibilidade de vagas. As palestras serão realizadas no Plenário Ana Terra da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, das 14h às 16h30min, em comemoração ao Dia Estadual da Ginástica Laboral. O objetivo será demonstrar a importância deste novo campo de trabalho que se abre ao profissional de Educação Física. A carga horária terá de 3,5 horas/aula e haverá emissão de certificado aos participantes. A inscrição é gratuita para profissionais de Educação Física registrados no CREF2/RS e estudantes de graduação.

Serão três palestras realizadas. A primeira versará sobre “Gestão de Venda e Relacionamento no Mundo Corporativo”, ministrada por Felipe Machado (CREF 008513-G/RS). A segunda abrange a “Inserção e a Interação do Personal Trainer nas Empresas”, realizada por Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS) e a terceira tem como tema “A reinvenção do personal trainer para atender as demandas das empresas atuais”, ministrada por Carla Lubisco (CREF 001733-G/RS).

O Mercado do Personal Trainer Corporativo
Data: 7 de novembro, terça-feira
Credenciamento: às 13h30min
Horário: das 14 às 16h30min
Local: Plenário Ana Terra - Câmara de Vereadores de Porto Alegre, av. Loureiro da Silva, 255
Mais informações neste link.

Mercado do Personal Trainer Corporativo



Personal Trainer Corporativo abre um novo mercado para o profissional de Educação Física
19/10/2017
Fonte: CREF2/RS

Atualmente, cada vez mais organizações empresariais buscam soluções inovadoras por meio de politicas de promoção, prevenção e educação à saúde no ambiente laboral. Entre as mais recentes propostas, está a atividade de Personal Trainer Corporativo, que se apresenta como um novo e promissor mercado a ser desbravado pelos profissionais de Educação Física.

Segundo esclarece o vice-presidente do CREF2/RS e presidente da Câmara de Ginástica Laboral e Atividade Física na Empresa, Lauro Aguiar (CREF 002782-G/RS), a função do Personal Trainer Corporativo é realizar uma assessoria que envolva a compreensão das relações de produção, processo e organização do trabalho, oferecendo diagnósticos voltados à saúde, educação e lazer dos trabalhadores, promovendo com isto a prática da atividade física mais adequada àquela realidade. “Após finalização da análise do diagnóstico, poderão ser implementadas as mais variadas propostas de atividade física no trabalho, inclusive o programa de Ginástica Laboral, se assim conferida sua necessidade”, explica o vice-presidente.

De acordo com Aguiar, o Personal Trainer Corporativo engloba a capacitação e habilitação profissionais necessárias ao entendimento dos processos de trabalho e dos fatores de risco que determinam riscos à saúde, acidentes e doenças ocupacionais. “Acidentes acontecem, provocados pelos mais diversos fatores, entre eles preponderam a inexistência de programas de bem-estar para o trabalhador”, explica. Lauro também ressalta que é mais barato manter o empregado saudável e no emprego, do que pagar pelos seguros de saúde ou contas médicas, o que muitas vezes implicam em programas de reabilitação ou reposição de mão de obra.

Aguiar afirma que um dos méritos do Personal Trainer Corporativo é justamente reconhecer o investimento na capacitação do profissional de Educação Física, e que sua inserção acontecerá de forma gradativa, incorporados inicialmente nos Serviços de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) e Programas de Atenção à Saúde e Bem Estar do Trabalhador, além dos relacionados à implementação de um estilo de vida ativo. “A pesquisa e planejamento são os principais objetivos do Personal Trainer Corporativo, objetivando o aprimoramento dos serviços a serem prestados à sociedade na Educação Física, elevando a qualidade e compromisso ético-profissional, instituindo grupos de trabalho especializados no campo laboral e elaborando proposta que serão colocadas para discussão nas instituições de ensino superior, estabelecendo parcerias na formação do profissional e sua normatização”, arremata.

Personal Trainer Corporativo



CREF2/RS promove palestra sobre o mercado do personal trainer corporativo
11/10/2017
Fonte: CREF2/RS

Em comemoração ao Dia Estadual da Ginástica Laboral, o CREF2/RS realizará no dia 7 de novembro, das 14h às 16h30min, um evento sobre o Mercado do Personal Trainer Corporativo no Plenário Ana Terra da Câmara de Vereadores de Porto Alegre. O objetivo será demonstrar a importância deste novo campo de trabalho que se abre ao profissional de Educação Física. A carga horária terá de 3,5 horas/aula e haverá emissão de certificado aos participantes. A inscrição é gratuita para profissionais de Educação Física registrados no CREF2/RS e estudantes de graduação.

Serão três palestras realizadas. A primeira versará sobre “Gestão de Venda e Relacionamento no Mundo Corporativo”, ministrada por Felipe Machado (CREF 008513-G/RS). A segunda abrange a “Inserção e a Interação do Personal Trainer nas Empresas”, realizada por Alessandro Gonçalves (CREF 005863-G/RS) e a terceira tem como tema “A reinvenção do personal trainer para atender as demandas das empresas atuais”, ministrada por Carla Lubisco (CREF 001733-G/RS).

O Mercado do Personal Trainer Corporativo
Data: 7 de novembro, terça-feira
Credenciamento: às 13h30min
Horário: das 14 às 16h30min
Local: Plenário Ana Terra - Câmara de Vereadores de Porto Alegre, av. Loureiro da Silva, 255
Inscrições gratuitas e mais informações neste link.

Personal Trainer Corporativo