Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



Presidente do CREF2/RS defende a prevenção de doenças ao celebrar o Dia Mundial da Saúde
04/04/2013
Fonte: Assessoria de imprensa AL/RS

O período da Tribuna Popular desta quinta-feira (4) foi ocupado pelo presidente do Conselho Regional de Educação Física da 2ª Região (Cref/RS), Eduardo Merino, que representou os conselhos das profissões de saúde regulamentadas. Ele falou sobre o Dia Mundial da Saúde, celebrado em 7 de abril desde 1948, quando foi criada a Organização Mundial da Saúde. Realizada no início da sessão plenária da primeira quinta-feira de cada mês, a Tribuna Popular permite a representantes de entidades da sociedade civil a realização de pronunciamentos na tribuna do Legislativo, pelo tempo de 10 minutos.

Merino informou que, este ano, o tema central do Dia Mundial da Saúde é a hipertensão arterial e o objetivo é reduzir o número de infartos do miocárdio e acidentes vasculares cerebrais (AVCs). Segundo ele, um em cada três adultos sofre de hipertensão, uma em cada três pessoas que sofre da doença desconhece que é hipertenso, e só um em cada três hipertensos trata a doença.

O presidente do Cref/RS também falou dos hábitos da atual sociedade que contribuem para que as pessoas adoeçam, como a ansiedade e o estresse, a má alimentação e o sedentarismo. “Podemos dizer que há um desacordo entre as ações que buscam a saúde e os resultados, demonstrados principalmente pelos dados epidemiológicos. É um modelo de saúde que trata a doença e que não privilegia a prevenção, que é muito mais barata e conta com o benefício da manutenção da qualidade de vida das pessoas”.

Conselhos profissionais

O orador da Tribuna Popular ainda destacou a importância dos conselhos das profissões da saúde regulamentadas na proteção da sociedade para que as pessoas possam ter o serviço prestado com qualidade e segurança. “Temos o Fórum dos Conselhos do Rio Grande do Sul, que representa 600 mil profissionais, especificamente em torno de 250 mil profissionais da saúde, que cuidam de milhões de vidas”.

Ele ainda citou três desafios a serem enfrentados para promover a saúde e o bem-estar da sociedade: a questão do enfoque multiprofissional e interdisciplinar no tratamento das doenças; a mudança do modelo que privilegia o tratamento da doença e não a prevenção; e a formação dos profissionais de saúde.

Encerrando seu discurso, Merino manifestou apoio ao Projeto de Lei 245 2011, do deputado Carlos Gomes (PRB), que tramita na Assembleia Legislativa. A proposição torna obrigatória a exigência, nos concursos públicos do Estado do Rio Grande do Sul, do registro nos respectivos conselhos profissionais.