Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



Fórum de Educação Física Escolar discute metodologias de ensino e papel do professor
26/08/2019
Fonte: CREF2/RS

No último sábado, dia 24 de agosto, a Comissão de Educação Física Escolar do CREF2/RS promoveu a oitava edição do Fórum de Mobilização Gaúcha pela Educação Física Escolar, no SESC Protásio Alves. O evento, que integrou a programação gratuita do 45º ENAPEF, contou com uma palestra conduzida pelo conselheiro federal Ricardo Catunda (CREF 000001-G/CE) e uma atividade lúdica ministrada por José Anchieta (CREF 000337-G/RS).

Com cerca de 100 participantes, entre profissionais e estudantes, a mesa de abertura do Fórum contou com a presença do presidente do CREF2/RS José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS), da presidente da Comissão de Educação Física Escolar Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS), da presidente da APEF Luciane Citadin (CREF 000100-G/RS) e do diretor de logística da Secretaria de Educação Paulo Rezende (CREF 001298-G/RS). Na sua fala, Miryam destacou o papel importante que o evento desempenha, desde a sua primeira edição, para a valorização do profissional de Educação Física dentro das escolas e para a defesa de projetos de lei que contemplem a sua presença desde as séries iniciais de ensino.

Criador do método de ginástica afro aeróbica, Anchieta deu continuidade ao evento, com uma atividade prática. A interação contou com o envolvimento de todos os presentes, que puderam conhecer um pouco mais sobre o batucalê e as formas de utilizá-lo em aulas de Educação Física Escolar, por exemplo. Na sequência, foi a vez da conselheira Cláudia Lucchese (CREF 00238-G/RS) conduzir um segundo momento de descontração, com uma performance de dança e bom humor.

Metodologias ativas

Abordando as metodologias da Educação Física e o papel desempenhado pelos professores, Catunda iniciou a sua palestra explicando o processo de aprendizagem ativa e o desafio complexo que é o ato de ensinar. “A definição de ‘aprender’, como aponta diversos autores, é ‘se tornar capaz de fazer o que antes não se conseguia fazer’. O conceito tem, portanto, uma relação intrínseca com o desenvolvimento de um conjunto integrado de competências”, enfatizou.

Na sua apresentação, o Conselheiro Federal também esclareceu como o aprendizado, sobretudo na Educação Física, tem a possibilidade de transformar a realidade com experimentações. Para isso, Catunda afirmou que a “pirâmide da aprendizagem” precisa ter como objetivo a autonomia dos alunos, através de práticas que reforcem o trabalho em equipe, a resolução de problemas e a criatividade. “O professor é apenas um facilitador dentro do processo, em um modelo de ensino que deve ter clara classificação de prioridades, com as experiências práticas sempre em destaque”, avaliou.

No encerramento do Fórum, Catunda ainda respondeu as dúvidas da plateia, quase todas sobre temas que dizem respeito ao dia a dia dos profissionais de Educação Física que atuam nas escolas. A Comissão de Educação Física Escolar do CREF é formada por Carmen Masson (CREF 001910-G/RS), Clery de Lima (CREF 000297-G/RS), Jeane Cazelato (CREF 000003-G/RS), Miryam Brauch (CREF 006834-G/RS) e Ninon Leal (CREF 001350-G/RS).

Educação Física Escolar Comissão de Educação Física Escolar