Notícias




Data Inicial:
(dd/mm/aaaa)  

Data Final:
(dd/mm/aaaa)  
Título:
Palavras na Notícia:



CREF2/RS e CREF3/SC fiscalizam fronteira conjuntamente
23/02/2018
Fonte: CREF2/RS

Os Departamentos de Fiscalização do CREF2/RS e do Conselho Regional de Educação Física de Santa Catarina – CREF3/SC – realizaram uma ação conjunta nesta terça-feira, dia 20, na fronteira norte dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Foram mobilizados para a ação dois fiscais gaúchos e um catarinense. A equipe visitou Passo de Torres, Praia Grande, São João de Sul e Torres, fiscalizando quatro estabelecimentos. Uma academia foi fechada em Praia Grande pois não contava com a presença de um profissional de Educação Física orientando as atividades. Para retornar a funcionar normalmente, os proprietários deverão regularizar sua situação perante o CREF3/RS.

A operação conjunta dos CREFs foi embasada legalmente na resolução CONFEF nº 076/2004, que dispõe sobre a uniformização dos procedimentos de transferência de registro profissional no âmbito do Sistema CONFEF/CREFs. Em seu artigo 7º, o documento afirma que os profissionais que residirem próximos às fronteiras de CREFs que tenham área de abrangência distinta, e trabalharem em mais de uma Unidade Federativa, ficarão vinculados ao CREF do local de domicílio, e que deverão informar ao CREF no qual possuam registro, mediante requerimento, afirmando que trabalham em mais de uma Unidade Federativa.

Para Fernanda Rodrigues (CREF 009604-G/RS), coordenadora do Departamento de Fiscalização e Orientação do CREF2/RS, a parceria é importante pois consolida a cooperação entre dois conselhos profissionais em uma ação efetiva em prol da Educação Física. "Com isto, somamos esforços para coibir o exercício ilegal profissão e outras irregularidades na fronteira entre os dois estados. Devido ao sucesso da operação, já estamos articulando novas ações com o CREF3/SC", afirmou.

Já o presidente do CREF3/SC, Irineu Wolney Furtado (CREF 003767-G/SC), afirmou que essa sinergia reforça o objetivo maior dos conselhos, que é defender a sociedade e zelar pela qualidade dos serviços profissionais oferecidos, através da habilitação, regulação e fiscalização do exercício profissional de Educação Física. “A cooperação fortalece o trabalho desenvolvido pelos CREFs e estimula a valorização da profissão”, finalizou.

DEFOR